Categoria: Cidades


17:39 · 24.05.2019 / atualizado às 17:41 · 24.05.2019 por
Foto: Antonio Rodrigues

Um homem foi preso na noite de ontem (23), no bairro Salesianos, em Juazeiro do Norte, por furto de energia durante operação da Enel Distribuição Ceará, em conjunto com Polícia Civil. Ao percorrerem a cidade fiscalizando residências e comércios, equipes da distribuidora identificaram irregularidades na medição da residência do cliente. A prisão foi realizada em flagrante e o homem foi conduzido para a delegacia da cidade.

O último caso semelhante no Cariri aconteceu no dia 10 de outubro do ano passado, também em Juazeiro do Norte. Uma pessoa foi presa ao detectarem a irregularidade nas mediações de uma fábrica. Três meses antes, duas pessoas foram presas, em Crato.

Somente este ano, 28 pessoas já foram presas por furto de energia no Ceará. Já no ano passado, foram 65 prisões em todo o Estado, em operações especiais realizadas com a Polícia Militar e Civil.

Além de ser crime, com pena prevista de um a oito anos de reclusão, o furto de energia afeta diretamente a qualidade do serviço prestado pela distribuidora e põe em risco a população e, principalmente, as pessoas que manipulam a rede elétrica. As ligações irregulares podem causar curtos-circuitos e sobrecarga na rede elétrica, ocasionando interrupção no fornecimento de energia.

Para conscientizar a população sobre o perigo do furto de energia, a companhia realiza, além dos operativos, diversos projetos sociais em comunidades, com informações sobre o uso eficiente de energia elétrica e programas para geração de emprego e renda.

Para denunciar casos de furto de energia o cliente pode ligar gratuitamente, de qualquer município cearense, para a Central de Relacionamento: 0800 285 0196 (ligação gratuita, 24 horas).

17:22 · 24.05.2019 / atualizado às 17:28 · 24.05.2019 por
Fotos: Adriano Duarte

Estudantes de três escolas do Cariri participaram, na manhã desta sexta-feira, (24), do plantio de 200 mudas no Sítio Flores, em Barbalha. O local escolhido foi onde retiraram o angico de 26 metros de comprimento, que servirá de mastro para Festa de de Santo Antônio. A iniciativa faz parte de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), assinado entre o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), a Prefeitura Municipal e os carregadores do pau da bandeira.

A ação contou com a participação do analista ambiental do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o engenheiro agrônomo William Brito, que facilitou uma roda de conversa sobre a sustentabilidade e os cuidados com o meio ambiente para as futuras gerações. Os alunos do Colégio Militar de Juazeiro do Norte e da rede municipal de ensino participaram do replantio.

Brito destacou que a iniciativa é importante, pois, poderia reverter problemas ambientais, como enchentes e aumento das temperatura. “As crianças vivem este momento, sentem esse riacho e percebem que é uma dádiva dessa floresta. Quero que elas sintam como nossa vida depende da árvore”, justifica.

Como exemplo, o agrônomo ressaltou a importância da replantação na sobrevivência humana. “São necessárias 22 árvores para garantir o ar que uma pessoa respira. Cada árvore adulta, trabalha por 10 aparelhos de ar-condicionado. São benefícios que a gente chama de serviço ambiental, que muitas pessoas não se dão contam, não valorizam. Fora o uso das plantas como medicamentos, na conservação dos solos”, enumera.

O estudante Guilherme Leite, de 14 anos, gostou da iniciativa. Aliás, não é a primeira vez que o adolescente participa do replantio de árvores nativas. “As árvores são importantes para a gente, para nossa respiração. Faz bem e sempre que puder, vou ajudar, como em outras vezes”, conta.

O corte do angico de 26 metros de comprimento, pesando cerca de duas toneladas, aconteceu no último dia 17 e reuniu dezenas de barbalhenses numa tradicional celebração que começou ainda cedinho, pela manhã. O transporte do mastro, que contará com mais de 200 carregadores, será no próximo dia 2 de junho, dia da abertura oficial da festa do padroeiro. Apenas neste dia, são esperadas 350 mil pessoas nas ruas do Centro Histórico.

A Festa do Pau da Bandeira de Santo Antônio, em Barbalha, é reconhecida como Patrimônio Cultural de natureza imaterial do Ceará. A decisão do IPHAN ocorreu no dia 13 de dezembro do ano passado. O ato permite ao governo estadual implementar uma política efetiva voltada para o evento, com ações de salvaguarda por seu valor histórico, cultural e religioso. Em 2015, o festejo  entrou no livro das celebrações registradas como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil, a primeira no Estado a ter esse reconhecimento.

12:46 · 24.05.2019 / atualizado às 12:48 · 24.05.2019 por
Foto: Samuel Macedo

A Secretaria da Saúde de Juazeiro do Norte ampliou o atendimento noturno nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de quatro bairros e no Hospital Estephânia Rocha Lima, deste ontem (23). Médicos e enfermeiros estarão disponíveis de segunda à sexta-feira, de 18h às 22h, para receber toda a população do Município, independente da localidade de origem.

A ampliação dos horários contempla os bairros Franciscanos (41/54/55/56), Triângulo (20/44), Salesianos (15/25/38) e São José (47/61). Porém, o funcionamento noturno já vem acontecendo também nas unidades da Vila Nova (62/63) e do Limoeiro (23/53/65).

A Prefeitura também está ampliando o funcionamento do Hospital Estephânia, que, além do atendimento que já acontece no período diurno, deste ontem (23) está funcionando no horário noturno, de segunda à sexta-feira (das 18h às 22h), aos sábados e domingos (de 7h às 22h).

Essas medidas da gestão municipal visam, além de suprir a carência causada pela saída de alguns médicos das equipes de Estratégia Saúde da Família, garantir que a população não seja afetada se houver continuidade da greve dos servidores. Apesar de declarado estado de greve, os atendimentos em saúde devem ter no mínimo 30% dos serviços mantidos, incluindo o funcionamento das salas de vacinação de cada UBS.

17:02 · 23.05.2019 / atualizado às 17:08 · 23.05.2019 por
Fotos: Carmem Souza

Uma festa de aniversário que, geralmente, é um momento familiar, foi compartilhado pelo casal Gustavo Moreira e Andressa Bringel com Instituto de Apoio à Criança com Câncer (IACC), de Barbalha. Suas filhas, as gêmeas Maria Beatriz e Maria Paula, que completaram um ano nesta quinta-feira (23), tiveram na sua celebração a companhia de 18 crianças que lutam contra o câncer.

A ideia surgiu para levar um pouco de alegria para as crianças que são acolhidas pela instituição, enquanto fazem o tratamento contra a doença no Hospital São Vicente de Paulo, referência em oncologia no Cariri. Ao todo, são 58 pacientes recebidos, mas, no momento da festa, apenas 18 estavam presentes.

Com o tema “Chapeuzinho Vermelho”, a festa trouxe os personagens do conto infantil para interagir com os pequenos, além de oferecer brincadeiras e muita comida para as crianças do IACC. “A gente quis unir a alegria de comemorar o aniversário das nossas filhas e o lado solidário. Alegrar esses pequenos guerreiros, que estão lutando pela vida”, justificou o empresário Gustavo Moreira, pai das gêmeas.

A aposentada Maria do Carmo, avó de Pedro Lucas, de 7 anos, acolhido pela instituição, ficou muito feliz com a iniciativa do casal e destacou a felicidade do neto de participar deste momento. “Eu vi a ação com muito amor. É uma alegria pra nós. É Deus que proporciona essa felicidade”, acredita.

Já a diretora do IACC, Fátima Regina, acredita que a alegria é uma das formas de amenizar os efeitos colaterais do tratamento contra o câncer, que já é bem delicado. “A gente deixa este espaço aberto para quem também quiser compartilhar esses momentos conosco. É muito importante para eles”, finaliza.

16:26 · 23.05.2019 / atualizado às 16:28 · 23.05.2019 por
Fotos: Lino Fly

A pintura dos novos quiosques localizados onde funcionava o antigo terminal de ônibus intermunicipal, em Juazeiro do Norte, já está sendo concluída. A previsão é que a obra seja entregue até o dia 31 deste mês. Colorido e resgatando as fachadas dos casarões antigos que ficavam ao redor da Praça Padre Cícero, o espaço promete ser um novo ponto turístico do Cento da cidade.

Com 43 lojas e três banheiros, o local abrigará um calçadão com bares e restaurantes, além de vendas de artesanatos, fomentando, assim, a atividade econômica e turística na terra do Padre Cícero. As obras fazem parte do mesmo projeto de reforma da Praça Padre Cícero, que já foi entregue em setembro de 2018, resgatando o traçado da década de 1960 do equipamento.

Com investimento de R$ 4,5 milhões dos governos Federal, Estadual e Municipal, a praça recebeu obras paisagismo e instalação de postes coloniais. Além disso, foram colocados piso com ladrilhos, bancos de granilite e 18 novas lixeiras. A obra também contemplou as ruas no entorno com pavimentação em piso intertravado e drenagem. 

Coluna da Hora

Ainda resta no projeto a recuperação da Coluna da Hora e da estátua do Padre Cícero de bronze, que já foi licitado. Nela, será feita a restauração completa da máquina mecânica do relógio, incluindo a confecção de novas peças do mostruário, limpeza, adaptação e restauração dos sistemas, revitalização dos cabos de aço, restauração do indicador das fases da lua, além de outras peças como satélite e gabinete.  

11:39 · 23.05.2019 / atualizado às 12:48 · 23.05.2019 por
Fotos: Reprodução/Redes Sociais

Diversas fotos de uma van da marca Fiat e modelo Ducato, com adesivo que o vincula à Prefeitura de Juazeiro do Norte, que estaria supostamente estacionada em um motel, circularam nas redes sociais, na manhã desta quinta-feira (23). O caso teria acontecido na tarde do último domingo (19). Em nota, a administração municipal confirmou que o veículo presta serviço à Secretaria de Saúde e garantiu que notificou a empresa locadora.

De acordo com a Prefeitura, a Rotha Locações e Serviços Eireli-ME, responsável pelo veículo, foi notificada extrajudicialmente, ainda hoje, para prestar os devidos esclarecimentos a respeito do uso indevido do veículo. A empresa tem até cinco dias para apresentar a defesa.

Caso a locadora de veículos não se apresente, será instaurado um Processo Administrativo para apurar eventuais irregularidades. O caso possibilita a declaração de inidoneidade e proibição de contratar com o poder público, aplicação de multa e outras sanções, penalidades legais e contratuais, bem como a rescisão unilateral do contrato.

“Importante destacar que tal situação fere a imagem do município frente à sociedade, e que essa gestão não compactua e combate categoricamente”, disse a Prefeitura em nota. “Diante dessa realidade, os veículos que prestam serviço à administração e são identificados não podem ser utilizados para fins diversos que ferem a honra, a moralidade e os bons costumes”, completa.

A nota na íntegra pode ser lida AQUI.

Resposta

O proprietário da empresa locadora, Luiz Carlos Valentim, o Lulinha, em entrevista ao jornal Supertempo, na Rádio Tempo FM, de Juazeiro do Norte, afirmou que o funcionário já foi identificado e, de antemão, afastado. “A empresa vem pedir, primeiro, desculpas à população e à Prefeitura. Assumimos a responsabilidade. Não compactuamos com isso. Foi uma falha, mas em nenhum momento deixamos de cumprir nosso contrato”, completou.

08:41 · 23.05.2019 / atualizado às 15:57 · 23.05.2019 por
Foto: Lino Fly

A Secretaria de Infraestrutura de Juazeiro do Norte (Seinfra), retomou as obras de urbanização das áreas de risco nos bairros Timbaúbas e Limoeiro. Os serviços serão realizados em parceria com o Ministério das Cidades, e o investimento orçado é de mais de R$ 4,1 milhões. Deste valor, R$ 544 mil foram destinados à praça localizada na Avenida José Bezerra e R$ 3,6 milhões para a Av. Projetada.

A praça contará com piso intertravado, estacionamento, mini palco, bancos de madeira, lixeiras e playground. A conclusão dos serviços é realizada pela empresa Coral e o prazo previsto para finalização é setembro deste ano.

Pontes

Reivindicação antiga, há duas semanas foram iniciadas as construções de novas pontes e estão sendo realizadas obras de drenagem em s ruas e avenidas do bairro Timbaúbas. As vias também receberão nova pavimentação. O objetivo é conter os alagamentos causados pelo riacho que batiza aquela localidade.

A Construtora Coral também é a responsável pela execução da drenagem e pavimentação das ruas Madre Nely Sobreira e Vereador Antônio Braz, bem como a construção de pontes nas ruas Vereador Antônio Braz e Domingos Sávio, ambas no bairro Timbaúbas. O valor desse objeto em específico é de mais de R$ 4,5 milhões e o prazo de execução é de 120 dias.

Já as travessias urbanas sobre o Riacho Timbaúba, nas ruas Madre Nely Sobreira, Rui Barbosa e Virgílio Távora, são realizadas pela Secretaria de Segurança Pública e Cidadania (SESP) e executadas também pela empresa Coral. O valor desta é de R$ 2,8 milhões e o prazo de execução é de 240 dias. Todas obras tem prazo de contrato vigente por 365 dias.

15:59 · 22.05.2019 / atualizado às 15:59 · 22.05.2019 por
A unidade regional da ESMP em Juazeiro do Norte fica na Rua Catulo da Paixão, 135, edifício Central Park, 12º andar. (Foto: Antonio Rodrigues)

A Escola Superior do Ministério Público (ESMP) promove, no próximo dia 31, um curso prático sobre ato infracional e como tornar mais efetiva a execução de medidas socioeducativas. A capacitação acontece das 14h às 17h, na unidade regional de Juazeiro do Norte, e é destinada aos membros, servidores e sociedade em geral. Para participar, é só se inscrever no link.

Conforme o artigo 103, da Lei nº 8069/90, o ato infracional é a conduta descrita como crime ou contravenção penal, quando praticada por criança ou adolescente. O curso também discutirá casos práticos, as consequências para os jovens e as famílias afetadas, a estruturação da rede de centros de internação e o processo de ressocialização.

Para o facilitador do curso, o promotor de Justiça Flávio Côrte Pinheiro, a capacitação é necessária por discutir uma temática que ainda gera desconhecimento. “Muita gente acha que nada acontece com os adolescentes que cometem o ato infracional. Pretendemos combater a visão estigmatizada de que o adolescente é um bandido e tornar mais visível esse tema”, comenta.

Flávio Côrte é bacharel em Direito pela Universidade Federal do Ceará (UFC), especialista em Direito Processual Penal pela ESMP, titular da 13ª Promotoria de Justiça de Juazeiro do Norte, com atuação em Infância e Juventude, Saúde Pública e Educação, e secretário-executivo das Promotorias de Justiça de Juazeiro do Norte.

O conteúdo programático é composto por: aspectos gerais do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e da Lei do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase); conceito de ato infracional; procedimento de apuração de ato infracional; remissão; execução de medidas socioeducativas e discussão de casos práticos. A duração total do curso é de 3 horas.

15:17 · 22.05.2019 / atualizado às 15:20 · 22.05.2019 por
Foto: Divulgação

A partir de amanhã (23), o Teatro Violeta Arraes, na Fundação Casa Grande, em Nova Olinda, recebe o espetáculo “Eles não usam tênis naique”, da Companhia Marginal, grupo de teatro carioca com 13 anos de trabalho. O peça estará em cartaz até o próximo domingo (26), sempre iniciando a partir das 19 horas.

Com direção de Isabel Penoni, o espetáculo tem como dispositivo dramatúrgico um conflito geracional entre um pai e uma filha que se reencontram depois de muito tempo. Ele foi traficante nos anos 1980, quando o comércio ilegal de drogas em favelas do Rio de Janeiro ainda mantinha um vínculo moral com a comunidade; ela é uma jovem traficante nos dias atuais.

Com cinco atores em cena, que se alternam nos dois papéis, ora defendendo a posição da filha, ora a posição do pai, a encenação de Eles não usam tênis naique explora a complexidade do tema do tráfico, encarando-o de diferentes perspectivas, do seu aspecto mais brutal à sua dimensão afetiva.

Nesse jogo cênico, em que nenhuma posição é fixa, os atores ainda encontram espaço para debater a questão de sua própria perspectiva, expondo, através de intervenções autobiográficas que perfuram a trama fictícia, a maneira particular como o tráfico atravessa suas vidas.

Com direção musical de Thomas Harres e a presença do músico Rodrigo Maré Souza em cena, o espetáculo conta com uma trilha sonora eletroacústica que explora a musicalidade da periferia e impõe forte pulsação à cena. O cenário é do artista plástico Guga Ferraz, o figurino de Raquel Theo e o desenho de luz de Pedro Struchiner.

O espetáculo estreou em agosto de 2015, no teatro Glauce Rocha (Rio de Janeiro). Em 2016, participou da Mostra Principal do Festival de Curitiba e, no ano seguinte, foi apresentado em teatros do Porto e de Lisboa, em Portugal. Indicado ao Prêmio Questão de Crítica 2015 nas categorias Direção e Elenco, circulou ainda por 34 cidades em todo o Brasil ao longo de 2018 pelo projeto Palco Giratório do SESC.

As apresentações fazem parte do programa Petrobras Distribuidora de Cultura, que contempla projetos de circulação de espetáculos teatrais não inéditos em parceria com o Governo Federal. No último edital foram investidos R$ 15 milhões e selecionados 57 espetáculos, representantes de todas as regiões do país, com apresentações em todos os estados. Além de Nova Olinda, o grupo estará, de forma inédita, em Natal (RN) e Recife (PE).

A companhia

A Cia Marginal nasceu em 2005, no complexo de favelas da Maré, de um encontro entre artistas de diferentes origens, formações e experiências, que descobriram no teatro e no fazer coletivo a sua forma mais potente de atuação no mundo. Ao longo de sua trajetória, o grupo manteve um núcleo estável de artistas, consolidou uma equipe de colaboradores e produziu quatro espetáculos – Qual é a nossa cara? (2007), Ô, Lili (2011) , In_Trânsito (2013) e Eles não usam tênis naique (2015).

O trabalho da Cia Marginal é hoje uma das principais referências do teatro contemporâneo do Rio, tendo recebido em 2014 uma moção de louvor da Câmara Municipal do Rio de Janeiro por “representar o engajamento do teatro nos dias atuais”. O grupo é formado pelos atores Geandra Nobre, Jaqueline Andrade, Phellipe Azevedo, Priscilla Monteiro, Rodrigo Maré Souza e Wallace Lino; pela produtora Mariluci Nascimento; e pela diretora Isabel Penoni.

14:41 · 21.05.2019 / atualizado às 14:43 · 21.05.2019 por
Lançamento da Revista Caracteres na Praça Padre Cícero, em Juazeiro do Norte. (Foto: Reprodução/Facebook)

A partir desta terça-feira (21), a Pró-reitoria de Cultura da Universidade Federal do Cariri (UFCA) traz uma série de atividades de arte e cultura, desenvolvidas na Instituição, para os espaços públicos de Crato e Juazeiro do Norte. Batizado de “Procult nas Ruas”, a iniciativa surgiu como uma forma de enfrentamento ao bloqueio orçamentário imposto às universidades e instituições federais.

O objetivo da ação é promover a troca de conhecimento entre o meio acadêmico e a comunidade externa, sensibilizando a população para a importância da UFCA no Cariri.

Hoje (21), às 17 horas, na Praça Siqueira Campos, no bairro Pimenta, em Crato, terá live painting (pintura ao vivo), rodas de conversa e apresentações musicais. Já no próximo sábado (25), na Praça do CC, no bairro João Cabral, em Juazeiro do Norte, a partir das 18 horas, acontece uma exibição de filmes e ações com os projetos Cineclube, Memórias Kariris e Mapeamento do Patrimônio Cultural Imaterial do Município.

No dia 1º de junho, às 17 horas, no terreiro do Coletivo Camaradas, na comunidade do Gesso, em Crato, haverá uma intervenção com o projeto Cocada Preta, uma roda de poesia e o lançamento das revistas Pequiá e Caracteres, do curso de Jornalismo.

Bloqueios

As atividades públicas da UFCA acontecem desde que a reitoria confirmou que sofreu um bloqueio de crédito no orçamento de cerca R$ 8,8 milhões, no último dia 30 de abril, que representa 29,4% da verba destinada para despesas com capital e custeio.

Um mês antes, a instituição já teve outro bloqueio de verbas obtidas por meio de emendas parlamentares. O valor correspondia a quase R$ 10 milhões determinado pelo decreto 9.741/19. Contudo, a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2019 havia previsto R$ 40.117.655,00 para despesas discricionárias da UFCA.

Somando-se os valores bloqueados, em pouco mais de um mês a UFCA deixou de receber R$ 18.846.948,00, o que equivale a 47% do orçamento previsto na LOA. Por isso, a reitoria da UFCA acredita que o funcionamento da instituição pode ficar comprometido a partir de setembro. Os recursos do Programa Nacional de Assistência Estudantil (PNAE), entretanto, não foram alterados.

Programação

Dia: 21 de maio (terça-feira)

Horário:17 horas

Local: Praça Siqueira Campos – Bairro Pimenta – Crato

Ações: Live Painting / Roda de Conversa sobre Fake News / Roda de Conversa sobre Extermínio da Juventude Negra / Apresentações Musicais: Ancestrália, Luciano Brayner e Pifarada da UFCA

Dia: 25 de maio (sábado)

Horário: 18 horas

Local: Praça do CC – Bairro João Cabral – Juazeiro do Norte

Ações: Exibição de filmes e ações com os projetos Cineclube UFCA, Memórias Kariris e Mapeamento do Patrimônio Cultural Imaterial de Juazeiro do Norte

Dia: 1° de junho (sábado)

Horário: 17 horas

Local: Terreiro do Coletivo Camaradas – Comunidade do Gesso – Crato

Ações: Intervenção com os projetos Cocada Preta, Revista Pequiá, Revista Caracteres e Roda de Poesia da Comunidade do Gesso

Mais informações: (88) 3221-9245

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Cariri

Belezas naturais, fé, trabalho e cultura. Sob os pés da Chapada do Araripe, aqui você encontra as principais notícias dos municípios da região. Por Antônio Rodrigues.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags