Busca

Categoria: Crato


10:42 · 18.01.2018 / atualizado às 10:42 · 18.01.2018 por
A capacitação reuniu 35 pessoas. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Crato. A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), em parceria com Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), iniciou, ontem (17), no Centro de Saúde Teodorico Teles, o curso do Programa de Qualificação em Educação Popular em Saúde (EdPopSus), com 17 semanas de duração. Ao todo, 35 profissionais estarão participando da capacitação, das 8h às 17h, entre agentes comunitários de saúde, agentes de vigilância sanitária e de combate às endemias, diversos colaboradores do Sistema Único de Saúde (SUS) e membros de movimentos sociais.

O objetivo é reunir profissionais e grupos a fim de aprender e trocar saberes populares voltados à saúde como, por exemplo, rezas e chás produzidos para fins medicinais.

A Secretária Adjunta da Saúde, Milenna Brasil, esteve presente e reafirmou com os alunos o compromisso da gestão municipal com a saúde pública. “Nós estamos aqui para apoiar e fortalecer os saberes populares, transformando em hábitos saudáveis e curativos para a população. As rezadeiras quando visitam os doentes, além de rezar, também levam soro caseiro. Os ensinamentos se multiplicam”, disse.

A formação conta com os educadores populares, Alex Sampaio e Ivonildo Santos, e com a articuladora institucional, Iracema Mariano. Para o Educador Popular Alex Sampaio, a mobilização social e o diálogo dos movimentos populares quando se unem transformam-se em uma grande força que repercute diretamente na saúde das comunidades. “Não há saber maior ou menor, existem saberes diferentes” ressalta.

Na prática, a educação popular se expressa pelo jeito simples de dialogar, partindo do princípio do saber e da vida dos participantes, valorizando as sabedorias populares, as expressões culturais locais, a participação da comunidade e as ações coletivas.

16:00 · 17.01.2018 / atualizado às 16:00 · 17.01.2018 por
A expectativa é sejam produzidas 50 mil bombinhas. (Foto: Tiago Moreira)

Crato. O Núcleo de Educação Hidroambiental da Sociedade Anônima de Água e Esgoto do Crato (SAAEC) realizará, na próxima sexta-feira (19), uma ampla ação de produção de bombas de sementes. Adultos, crianças e adolescentes podem contribuir na produção de 50 mil bolinhas ecológicas, que servirão no reflorestamento de áreas degradadas da Chapada do Araripe. O evento acontecerá no Galpão 2, do Parque de Exposição Pedro Felício Cavalcante, em Crato, às 7h.

Desde o início de 2017, o Núcleo de Educação Hidroambiental da SAAEC funciona como mediador para a construção de conhecimento e vem desenvolvendo esta experiência educativa. O projeto “Bombas do Bem” foi realizado em várias escolas da cidade de Crato, ganhando visibilidade em diversas mídias nacionais e sendo, recentemente, vencedora do Prêmio Social Esporte Clube 2017 do Diário do Nordeste.

De acordo com a coordenadora do Projeto, Ana Cristina Diogo, o período inverno que vem chegando é um ambiente propício para o lançamento das sementes. As chuvas contribuem para a fixação das sementes no solo e germinação das mesmas. Para ela, é uma aposta na contribuição efetiva desta ação para o reflorestamento de parte da Chapada do Araripe.

As bombas são feitas com uma porção de barro e um pouco de esterco e aí mistura bem. Depois, acrescenta água para dar aquela liga. O ponto certo é quando consegue formar bolinhas ou uma espécie de cumbuquinha. E, para terminar o serviço, entram as sementes, que podem ser de vários tipos. Assim, as bombas estão prontas. O esporte aparece no projeto “Bombas do Bem”, porque os voluntários fazem longas caminhadas arremessando as bombas ou usam bicicletas e baladeiras para alcançar mais terreno e maiores distâncias com as bolinhas.

08:22 · 16.01.2018 / atualizado às 08:28 · 16.01.2018 por
Até sexta-feira (19), qualquer cidadão poderá colaborar com a Gestão Municipal. (Foto: Divulgação/Prefeitura Crato)

Crato. A Praça Siqueira Campos, recebeu nesta segunda-feira, 15, a Ouvidoria Itinerante da Prefeitura Municipal. Durante toda a semana, uma equipe estará recebendo sugestões, solicitações, críticas e elogios no Centro da cidade. A ideia é promover uma gestão participativa, oferecendo mais um meio de comunicação para a população.

A Ouvidoria Itinerante estará nas principais praças da cidade. Nesta terça-feira, 16, ela continua atendendo a comunidade, na Praça Siqueira Campos, das 09h às 16h. Amanhã, 17, a equipe estará na Praça da Sé e na quinta, 18, e sexta-feira, 19, na Praça São Vicente, sempre no mesmo horário.

Os interessados em ter suas perguntas respondidas, bem como colaborar com a gestão municipal, devem realizar um breve cadastro, havendo também a possibilidade da demanda ser anônima. Repassada a solicitação, reclamação ou sugestão para o setor competente, o cidadão é informado sobre a resolutividade adequada.

A Ouvidoria do Município do Crato atende na Rua Santos Dumont, 104, Centro, das 8h às 14h. Para entrar em contato, o cidadão também pode telefonar para o número (88) 3521-7082 ou acessar o site oficial da Prefeitura Municipal do Crato.

14:03 · 12.01.2018 / atualizado às 14:03 · 12.01.2018 por
Com o ator Pedro Necerssian, o filme “Tiro no Pé” é um dos destaques do Festival Cine Cariri (Foto: Reprodução)

Juazeiro do Norte. Começa hoje (12) o Festival Cine Cariri, que vai até o próximo domingo (14), exibindo filmes em Crato, Juazeiro do Norte e Nova Olinda. O evento busca difundir a exibição de curtas-metragens locais, regionais e nacionais, em mostra competitiva. Além disso, ele contará com palestras, debates e oficinas. Todas as atividades são gratuitas.

De acordo com o coordenador do Festival, o professor Eduardo Matos, o evento surgiu a partir das aulas de Áudio e Vídeo para estudantes da escola Violeta Arraes, em Crato. A turma de 36 alunos ajudou na produção do Cine Cariri, incluído no calendário da Agência Nacional do Cinema (Ancine). “Criamos como projeto social, mas já queria fazer há alguns anos, faltava coragem. Pedimos ajuda e deu certo”, explica o coordenador.

Para surpresa dos organizadores, o Festival Cine Cariri atingiu 180 inscritos nas categorias profissional, regional e estudantil. Além disso, a mostra reúne também fotografias com o tema “Turismo Sustentável para o Desenvolvimento”. Os melhores curtas-metragens e fotos serão premiados com o Troféu Buruzu. “Recebemos filmes do Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre, por exemplo. É o primeiro festival de curtas do ano. Abre a temporada do cinema no Cariri. Não esperava ter um profissionalismo”, admite Eduardo.

“A valorização é tão grande, mostra que no Cariri tem quem incentive. Eu não sabia que tinha tanta produção grande aqui na nossa região. Mas só em realizar o Festival já um grande feito. Fizemos muitas visitas às escolas e produtores, que disseram que ano que vem querem participar. Quando abre um espaço, o pessoal vai querer concorrer, produzir, cria-se essa vaidade. No próximo ano pode dobrar, triplicar”, acredita Eduardo Matos.

Programação

Cerimônia de Abertura

Sexta-feira (12 de janeiro)

Local: Cariri Garden Shopping

Horário: 19 horas

Exibições em Nova Olinda:

Sexta-feira (12 de janeiro)

Horário: 18 horas

Local: Fundação Casa Grande

Exibições e mostra de fotografia em Juazeiro:

Sábado e domingo (13 e 14 de janeiro)

Horário: a partir das 10 horas

Local: Cariri Garden Shopping

Exibições em Crato:

Sábado (13 de janeiro)

Horário: 10h às 14h30

Local: EEEP Maria Violeta Arraes de Alencar Gervaiseau

Encerramento e entrega do Troféu Buzuru

Domingo (14 de janeiro)

Horário: 19h

Cariri Garden Shopping

10:47 · 10.01.2018 / atualizado às 10:47 · 10.01.2018 por
Mais de duas mil pessoas são esperadas. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Crato. Tombado em 2015, por lei municipal, como Patrimônio Cultural e Imaterial, a festa da Santa Cruz da Baixa Rasa chega a sua 104ª edição, no próximo dia 25 de janeiro. Fixada no calendário cultural da cidade e da Região do Cariri, o evento terá início às 7h com concentração de fiéis em frente à Capela do Lameiro, seguido da missa às 9h e posterior cavalgada.

O Secretário de Cultura do Crato, Wilton Dedê esteve ontem (9), na Chapada do Araripe, local onde é realizada a festa, junto dos parceiros, Secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial Brito Júnior; O Diretor do Demutran Daniel Aquino e Verônica Maria Figueiredo, Chefe da Flona Araripe-Apodi, para juntos moldarem a programação desse dia especial onde se celebra a fé nordestina.

Ao todo, são esperadas mais de duas mil pessoas para a festividade, dentre estas 500 vaqueiros. Entre as apresentações culturais da festa, estão o Reisado do Mestre Aldenir, a Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto e a Lapinha da Mestra Zulene.

Há mais de 100 anos a festa reconta a história de coragem e fé do vaqueiro que passava pela região montado em seu cavalo, quando se perdeu na Chapada do Araripe. Pedindo ajuda aos céus, o homem parou para descansar e rezou para que alguém aparecesse. Os mais velhos contam que ele ficou perdido por dias e apenas em seu último sopro de vida foi notado por outros vaqueiros que ali passavam. Infelizmente, era tarde demais. O vaqueiro foi enterrado ali mesmo, junto de seu cavalo. Hoje, ao redor de seu túmulo, milhares de devotos fazem suas preces no intuito de homenagear sua fé e pedir milagres ao Criador.

12:52 · 08.01.2018 / atualizado às 12:53 · 08.01.2018 por
Aplicativo detalha sobre a flora e os patrimônios do Sítio Fundão. (Foto: Geo Brasil)

Crato. Será lançado, nesta sexta-feira (12), às 8h, o aplicativo Ecomapps, que identifica e dá informações sobre plantas nativas, fósseis e pontos históricos da região. Ela também mapeou a flora e os bens históricos tombados do Parque Estadual Sítio Fundão, uma unidade de conservação localizada no Município. A ferramenta foi criada por professores e estudantes do Instituto Federal do Ceará (IFCE), do campus local.

O projeto foi desenvolvido pelos professores Gauberto Barros (Zootecnia) e João Alberto Abreu (Sistemas de Informação) e pelos estudantes João Willamy e Matheus Soares, do curso de Sistemas de Informação. Para os alunos, o grande desafio foi mergulhar em um assunto que eles não dominavam. “O maior aprendizado que a gente teve foi em relação ao meio ambiente. A gente está muito focado na área da tecnologia e às vezes se distancia um pouco da natureza. Além disso, aprendemos a parte técnica, com novas tecnologias”, explica Matheus.

O objetivo inicial era mapear a flora nativa do próprio campus do IFCE, que também fica numa área de proteção ambiental. Mas a ideia cresceu e agora ajudará os visitantes do Parque Estadual Sítio Fundão. Acompanhada de um mateiro, a equipe do projeto percorreu o parque para fazer o levantamento das espécies, identificando-as e fazendo o georreferenciamento. Depois, as informações foram inseridas no aplicativo e as plantas e bens identificados receberam placas com um código QR. Assim, basta o usuário baixar o app e aproximar o celular da placa para ter acesso a nome, história, origem, uso e outras curiosidades sobre as espécies.

Além de informar os visitantes do parque, o app pode ser utilizado em aulas de campo e servir como fonte de pesquisa. O objetivo, segundo os professores responsáveis pelo projeto, é despertar para a importância do aprendizado sobre a diversidade da flora nativa e apoiar projetos de educação ambiental, unindo meio ambiente e tecnologia. “A partir do uso desse aplicativo, podemos ter uma ampliação da sala de aula. A aula fica mais atrativa, interessante e proveitosa, além de ser um auxílio à aprendizagem”, explica o professor João Alberto.

Rose Feitosa, da Secretaria Estadual do Meio Ambiente, conta que a iniciativa faz parte das comemorações de aniversário do Parque Estadual Sítio Fundão, que completa dez anos em 2018. Segundo ela, o aplicativo também é capaz de promover a inclusão social de pessoas com mobilidade reduzida. “Os QR codes serão disponibilizados no centro de visitantes da unidade. A pessoa tem acesso às mesmas informações que teria se fizesse a trilha. Vai trabalhar educação ambiental da mesma maneira e permitir a inclusão de todos os visitantes do parque”.

O aplicativo para Android já está disponível para download gratuito na PlayStore. O Ecomapss pode ser adaptado para outras unidades de conservação: outras áreas protegidas já mostraram interesse pelo app e atualmente passam pela fase de levantamento de informações do local.

Serviço

Lançamento do aplicativo Ecomapss

12 de janeiro de 2018, a partir de 8h

Parque Estadual Sítio Fundão

Rua José Franca de Alencar, s/n, Seminário – Crato/CE

Mais informações pelo telefone: (88) 3523-8404

09:54 · 29.12.2017 / atualizado às 11:41 · 29.12.2017 por
Bilhete Único pode beneficiar 42 mil pessoas. (Foto: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. Com solenidade, será lançado, nesta sexta-feira (29), às 18 horas, na Praça Padre Cícero, o Bilhete Único Metropolitano no Cariri. Com a implantação, os passageiros que utilizarem as linhas de ônibus metropolitanas pagarão uma única tarifa quando fizerem a integração com outras linhas metropolitanas e também quando fizerem a integração com as linhas de ônibus urbanas de Juazeiro do Norte. O intervalo para realização da integração é de até duas horas.

Diariamente, cerca de 42 mil usuários utilizam o transporte público rodoviário nos municípios de Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha e Missão Velha, inseridos na Região Metropolitana do Cariri. Dessa forma, todos eles poderão ser beneficiados com a implementação do programa. O investimento total do Governo é de aproximadamente R$ 6,5 milhões ao ano.

Atualmente, o Bilhete Único Metropolitano está em vigor na Região Metropolitana de Fortaleza, desde o dia 1º de junho de 2016. Ao todo, os números já ultrapassam os 67 mil inscritos e as 9 milhões de viagens.

Com a ampliação do Bilhete Único Metropolitano para a região do Cariri, o Governo do Estado do Ceará e a Secretaria das Cidades, através do DETRAN, reforçam o seu compromisso com a população em oferecer transporte de qualidade com tarifas acessíveis, facilitando o deslocamento e gerando economia no orçamento doméstico de milhares de cearenses.

Na Prática

O benefício é válido para viagens de uma linha de ônibus metropolitana (I) para outra linha de ônibus metropolitana, ou de uma linha de ônibus urbana de Juazeiro do Norte(II) para uma linha de ônibus metropolitana ou ainda de uma linha de ônibus metropolitana para uma linha de ônibus urbana de Juazeiro do Norte.

Ao embarcar no 1º ônibus, o passageiro deverá apresentar o Bilhete Único Metropolitano do Cariri. O pagamento da tarifa é feito normalmente nesta primeira viagem. Após o embarque no primeiro ônibus, ele tem até duas horas para embarcar no próximo ônibus e apresentar o seu Bilhete Único. No momento em que ele utiliza o Bilhete Único no 2º ônibus, realizará a integração dessas viagens sem pagara nova tarifa, viajando gratuitamente neste último percurso.

I – Linhas Metropolitanas – Aquelas que interligam os municípios de Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha e Missão Velha
II – Linhas Urbanas – Aquelas que interligam os bairros da Cidade de Juazeiro do Norte

Economia

Atualmente, os passageiros do município do Crato que realizam diariamente viagens de ida e volta iniciam o deslocamento através das linhas de ônibus metropolitanas pagando a tarifa de R$ 2,25 e, ao utilizar as linhas de ônibus urbanas de Juazeiro do Norte, pagam mais R$ 2,20. Assim, o custo total diário de ida e volta é de R$ 8,90.

Com o Bilhete Único Metropolitano do Cariri, os passageiros pagam a tarifa da primeira viagem (R$ 2,25) e realizam a integração com as linhas de ônibus urbanas de Juazeiro do Norte, sem nova cobrança de tarifa. Na volta, eles pagam a tarifa das linhas de ônibus urbanas de Juazeiro (R$ 2,20) e, na integração com as linhas de ônibus metropolitanas, não realizarão nenhum pagamento, tendo o custo total diário de ida e volta de R$ 4,45. Assim, com o Bilhete Único Metropolitano do Cariri, os passageiros terão uma economia diária de 50%.

Na primeira etapa, o Cartão Bilhete Único Metropolitano do Cariri pode ser usado nas linhas de ônibus metropolitanas e nas linhas de ônibus urbanas de Juazeiro do Norte. Na segunda etapa, poderá ser usado também nas vans que fazem o transporte metropolitano e urbano complementar; e na terceira etapa de implementação, no VLT – Veículo Leve sobre Trilhos.

Cadastramento

O cadastramento e o cartão do Bilhete Único Metropolitano do Cariri serão gratuitos. Em 10 dias úteis após realização do cadastro, os passageiros poderão receber o cartão com nome e foto, uma vez que o mesmo é pessoal e intransferível, no ponto onde efetuaram o cadastramento. Idosos e estudantes continuam com os seus benefícios tarifários relacionados ao transporte.

Ponto de Cadastramento

Juazeiro do Norte
Carreta do DETRAN:
Praça José Feijó (Giradouro)
Av. Leão Sampaio / Bairro Triângulo
Estacionamento do recuo da praça em frente ao Hospital Regional do Cariri

Documentos para Cadastro

Os documentos necessários para cadastro no Bilhete Único Metropolitano do Cariri são:
1 – Original e cópia simples da Identidade (RG)
2 – Original e cópia simples do CPF
3 – Original e cópia simples de um comprovante de residência em um dos municípios atendidos pelo Bilhete Único do Cariri (Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha e Missão Velha), em nome do próprio usuário. (caso o comprovante seja em nome de um parente de 1° grau, a comprovação de parentesco será feita com o documento de identidade; e caso seja no nome de um terceiro, tem que ser apresentada a declaração de residência emitida pelo terceiro, afirmando na forma e sob penas da lei, o local de domicílio do usuário)
4 – Realizar a captura de imagem (biometria facial) para efeito de controle.

Linhas integradas pelo Bilhete Único Metropolitano do Cariri

1) Linhas do Sistema Metropolitano do Cariri
38801 – Juazeiro do Norte/Crato via Seminário
38802 – Juazeiro do Norte/Crato via Urca
38803 – Juazeiro do Norte/Barbalha
38804 – Juazeiro do Norte/Missão Velha

2) Linhas do Sistema Urbano de Juazeiro do Norte
01 – Centro/Novo Juazeiro (Via Brejo Seco)
02 – Centro/Tiradentes (Via Centro)
04 – Centro/São Jose (Via Centro)
05 – Parque Frei Damião/Parque São Geraldo (Via Centro)
06 – Parque Antônio Vieira/Aeroporto (Via Centro)
07 – Centro/João Cabral (Via Pirajá)
08 – Centro/Cidade Universitária ( Via Rua São Paulo )
09 – Centro/Cidade Universitária (Via Rua Limoeiro)
10 – Centro/Cidade Universitária (Via Rua Padre Cicero)
11 – Centro/Cidade universitária (Via Av. Cel. Humberto Bezerra)
12 – Centro/Cidade Universitária (Via Rua Rui Barbosa)

10:43 · 26.12.2017 / atualizado às 10:43 · 26.12.2017 por
Mais de uma tonelada foi arrecadada e entregue às famílias que moram nas proximidades do lixão. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Crato. A época do Natal traz solidariedade às pessoas e isso motivou os estudantes da Escola Municipal de Educação Infantil e Fundamental São Francisco a realizarem, na última quinta-feira (21), a doação de alimentos não perecíveis. Mais de uma tonelada foi arrecadada e entregue para mais de 50 famílias residentes nas proximidades do lixão, localizado no caminho do distrito de Ponta da Serra e Dom Quintino.

As crianças, alunos 1º ao 9º ano, também conheceram o Museu do Lixo e seu fundador, Paulinho Cariri. Em apenas uma semana, os jovens mobilizaram suas famílias e puderam aprender um pouco mais sobre cidadania e solidariedade. O projeto intitulado “Construindo um Espaço com Consciência, Cidadania e Solidariedade” foi idealizado pela professora Cícera Alves Guedes e nasceu da necessidade quanto à conscientização no desperdício de alimentos.

A aluna do 5° ano Emyle, de 11 anos, mostra que aprendeu bem a lição. Ela conta que é fundamental ter consciência na hora da alimentação, pois muitas pessoas não têm o que comer ou até mesmo precisam comer o que desperdiçamos para não passar fome. “Às vezes a gente reclama da nossa comida e não lembra que muita gente nem tem o que comer”, enfatiza a menina.

Segundo a professora Cícera Alves Guedes, idealizadora do projeto, os alunos estão empolgados para realizar outras ações no mesmo sentido. “Eles estão com muitas ideias para colocarmos em prática já no início do ano. Doação de roupas, criação de horta escolar e conscientização sobre não desperdiçar energia e água são algumas delas”, relata, orgulhosa.

Ações
O Secretário Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial, Brito Junior, informou que significativas melhorias têm sido realizadas na localidade. Frequentemente uma máquina revolve o lixo para que não haja acúmulo, uma grande vala foi escavada para depósito de lixo, o que evita as queimadas, um dos grandes desafios a ser combatido neste tipo de espaço. Além disso, é realizada semanalmente uma vistoria pela equipe da secretaria a fim de fiscalizar e sanar as necessidades locais e dos catadores.

15:23 · 23.12.2017 / atualizado às 13:01 · 25.12.2017 por
O Crato contará com mais 37 policiais. (Fotos: Antonio Rodrigues)

Crato. Na manhã deste sábado (23), no Largo da RFFSA, foi lançada a base do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) no Município. A chegada da equipe faz parte do programa de interiorização que amplia a atuação nas cidades com população acima de 50 mil habitantes. Agora, o Crato contará com 37 policiais, divididos em seis equipes, com auxílio de 16 motos e uma viatura 4×4.

Segundo o secretário de Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, a ampliação servirá também para atender, pontualmente, outras cidades, mas antecipa que em Barbalha, até junho de 2018, outra base será criada. Com isso, irá dobrar a equipe do BPRaio na região do Cariri. “Não terá risco dos policiais ordinários ficarem sem o apoio do Raio”, garantiu o chefe da pasta.

Camilo Santana destacou parceria com a Prefeitura de Crato para ampliar o sistema de monitoramento

O governador Camilo Santana, presente na solenidade, destacou que a Segurança Pública está sendo fortalecida, não só em ações ostensivas, mas também de prevenção, como a criação de equipamentos de educação e lazer, como as Areninhas. “Estamos construindo políticas públicas pensando nas futuras gerações. Uma delas é o Abandono Zero das Escolas. O Ceará tem mais 700 mil jovens que não trabalham ou estudam. Onde estão esses jovens? Nossa meta, pactuando com o municípios, é também ampliar as escolas de tempo integral”, afirmou.

Atuação

De acordo com o Tenente Tiago de Sousa, que comandará a Base de Crato, a equipe vai desafogar o efetivo de Juazeiro, que conta com 83 policiais e atende toda região do Cariri.  “Devido a especialidade do BPRaio, de ter mais mobilidade, vai ser muito importante. A gente vai chegar em muitos locais onde a viatura quatro rodas não chega. Na cidade do Crato tem muitas ruas estreitas e intransponíveis para carro.Apesar da base está aqui, nada impede que estejamos nos distritos e em outras cidades, como Nova Olinda, Santana do Cariri, Farias Brito”, explicou o policial.

O Comandante do BPRaio na região do Cariri, Tenente Regis Leite, afirma que a atuação entre a unidade de Juazeiro do Norte e nova base será em conjunto. “O Raio Crato e Juazeiro serão um time só. Nada vai impedir de Juazeiro vir auxiliar em uma ocorrência específica. Será uma uma parceria”, conta.

Monitoramento

O Crato vai receber, até março de 2018, um sistema de monitoramento de vídeo nas ruas da cidade. As câmeras estarão conectadas com a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (CIOPS). A Prefeitura Municipal, em parceria, irá ampliar o equipamento. Além disso, já foi criado um sistema integrado que detecta a presença de carros e motos furtados. Alguns dos sensores já estão espalhados no Município. Inclusive, um veículo já foi recuperado. “Os policiais poderão atuar guiados, já abordando os veículos corretos”, garante o André Costa.

Interiorização

A interiorização do BPRaio iniciou com a instalação de batalhões responsáveis por centralizarem as ações em nove grandes regiões do Estado. Neste sentido, receberam unidades as cidades de Juazeiro do Norte (Cariri), Sobral (Região Norte), Itapipoca (Litoral Oeste), Iguatu (Centro-Sul), Crateús (Sertão de Crateús), Tauá (Sertão dos Inhamuns), Quixadá (Sertão Central), Russas (Vale do Jaguaribe) e Canindé (Sertão de Canindé).

Com a segunda etapa, as bases ficam exclusivas para as cidades com mais de 50 mil habitantes. Além de Crato, já foram instalados os equipamentos em três cidades da Região Metropolitana de Fortaleza: Maranguape, Maracanaú e Caucaia. No entanto, os batalhões sediados nas nove cidades-polo podem dar mais atenção a outras localidades.

O BPRaio

A equipe do BPRaio são policiais que passam  Curso de Especialização de Policiamento em Motocicleta, de 280 horas/aula. A preparação é voltada para a chamada “Doutrina Raio”, com temáticas como: Patrulhamento; Perseguição e Abordagem Policial; Prática de Tiro; Resolução de casos de baixa, média e alta complexidade; entre outros temas.

O policiamento motorizado auxilia na guarda ostensiva, dinamizando o atendimento de ocorrências em relação às viaturas convencionais. Com motos, os policiais adentram por ruas estreitas, conseguem fazer manobras mais ágeis, perseguições e abordagens. Além disso, crimes como o tráfico de drogas, roubos e tentativas de homicídios são comumente praticados em motocicletas.

14:42 · 22.12.2017 / atualizado às 14:42 · 22.12.2017 por
O Município terá atuação de 37 policiais. (Foto: Divulgação/PMCE)

Crato. Com solenidade neste sábado, às 9 horas, será lançado o Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio), no Largo da RFFSA. A chegada do pelotão ao município faz parte do programa de interiorização que amplia a atuação nas cidades com população acima de 50 mil habitantes. O governador Camilo Santana estará presente na ocasião.

O Crato vai contar com a atuação de 37 policiais do BPRaio, divididos em seis equipes e comandados por um oficial da Polícia Militar. O grupamento terá 16 motos e uma viatura 4×4 exclusivos para auxiliar no policiamento ostensivo na cidade. A solenidade de instalação vai contar com apresentação do efetivo e demonstração de técnicas de pilotagem e abordagem.

O reforço do BPRaio integra a segunda fase de ampliação do batalhão especializado, após a regionalização que instalou nove bases em cidades-polo do Interior. Agora, municípios com mais de 50 mil habitantes já passam a receber o Batalhão, como três cidades da Região Metropolitana de Fortaleza: Maranguape, Maracanaú e Caucaia.

Interiorização

A interiorização do BPRaio iniciou com a instalação de batalhões responsáveis por centralizarem as ações em nove grandes regiões do Estado. Neste sentido, receberam unidades as cidades de Juazeiro do Norte (Cariri), Sobral (Região Norte), Itapipoca (Litoral Oeste), Iguatu (Centro-Sul), Crateús (Sertão de Crateús), Tauá (Sertão dos Inhamuns), Quixadá (Sertão Central), Russas (Vale do Jaguaribe) e Canindé (Sertão de Canindé). Com a segunda etapa, as bases ficam exclusivas para as cidades com mais de 50 mil habitantes. E, consequentemente, os batalhões sediados nas nove cidades-polo podem dar mais atenção a outras localidades.

Doutrina

Para assumir uma vaga nas equipes do BPRaio o policial precisa se submeter ao Curso de Especialização de Policiamento em Motocicleta, de 280 horas/aula. A preparação é voltada para a chamada “Doutrina Raio”, com temáticas como: Patrulhamento; Perseguição e Abordagem Policial; Prática de Tiro; Resolução de casos de baixa, média e alta complexidade; entre outros temas.

O policiamento motorizado auxilia na guarda ostensiva, dinamizando o atendimento de ocorrências em relação às viaturas convencionais. Com motos, os policiais adentram por ruas estreitas, conseguem fazer manobras mais ágeis, perseguições e abordagens. Além disso, crimes como o tráfico de drogas, roubos e tentativas de homicídios são comumente praticados em motocicletas.