Busca

Categoria: Cultura


08:38 · 20.06.2018 / atualizado às 11:45 · 20.06.2018 por
Ornamentação está sendo feita para a abertura do festival de quadrilhas. (Foto: Helio Filho)

Juazeiro do Norte. A partir desta quinta-feira (21), será aberto o Festival de Quadrilhas, às 18 horas, no Parque de Eventos Padre Cícero. O local já está sendo decorado para a festa. Serão mais de 30 grupos se apresentado no parque, até o dia 24. Neste dia 22, também haverá a abertura dos grandes shows, com atrações até o dia 24, como a dupla Victor e Léo e bandas regionais e do estado se apresentando. Até o dia 30, o Município contará com os arraiás nos bairros.

Este ano, a Secretaria de Cultura de Juazeiro do Norte, conta com a parceria do Governo do Estado para a realização da festa, que já está com o esquema de segurança, fiscalização da vigilância sanitária, equipes do conselho tutelar, Corpo de Bombeiros, entre outras áreas, prontas para atender as ocorrências necessárias.

O Parque de Eventos Padre Cícero terá ornamentação junina em todo o seu espaço, incluindo a área das arquibancadas, onde será realizado o Festival de Quadrilhas. Os melhores colocados no Festival serão classificados para a etapa estadual. O festival é uma reivindicação antiga das quadrilhas que o Município abraçou.

Na última segunda-feira, foi realizada apresentação da programação, durante coletiva de imprensa com a presença do Prefeito Municipal, Arnon Bezerra, e o Secretário de Cultura, Renato Fernandes, além das secretarias envolvidas na realização de eventos juninos, como a Educação, com o São João das escolas integradoras, que realizou encontro ontem no largo do Socorro, além da programação do São João na zona rural, coordenado pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento, no resgate às tradições juninas.

O São João nos Bairros 2018 contemplará trinta quadrilhas juninas de Juazeiro do Norte, da Zona Rural e da Zona Urbana, contando com a realização da organização social da Comunidade Zaíla Lavor e o apoio da prefeitura municipal. Ao todo, serão 22 arraiás em 17 bairros da cidade. O evento tem como objetivo resgatar as tradições locais nos festejos juninos, contemplando as comunidades onde os grupos estão sediados.

10:12 · 19.06.2018 / atualizado às 10:21 · 19.06.2018 por
Tradicional “Quadrilha do Gil” é uma das atrações. (Foto: Reprodução)

Juazeiro do Norte. Começa nesta terça-feira (19), o II Festival de Quadrilhas do Cariri Garden, que acontecerá no estacionamento externo do centro comercial. Até a próxima sexta-feira (22), passarão por lá oito quadrilhas juninas de cinco municípios diferentes do Cariri, que prometem levantar o público com suas coreografias e animação.

O evento tem como objetivo valorizar, difundir e incentivar essa que é uma das maiores manifestações culturais do Nordeste. “A região do Cariri é extremamente rica culturalmente e a cada ano novos grupos de quadrilha junina vem surgindo, porém o número de festivais locais ainda são poucos”, justifica Mirelly Sousa, coordenadora de Marketing do Cariri Garden Shopping.

“Nada mais justo do que mostrar para o Cariri as riquezas da terra através do Festival do Garden que este ano tem um espaço projetado com muito carinho. Será montada uma estrutura com tablado e arquibancadas no nosso estacionamento para receber nossos convidados com muito mais conforto”, descreve Mirelly Sousa.

Cada quadrilha qunina terá até 45 minutos para conquistar o público e o corpo de jurados composto por quatro membros. São eles: Gil Ferreira, assistente administrativo da TV Verdes Mares Cariri, que também será jurado no Festival de Quadrilhas da Globo Nordeste pela segunda vez; Helaine Medonça, Secretaria Municipal de Cultura; João Sozinho, artista e dançarino de quadrilha e Renatho Ferreira, representante do SESC Juazeiro do Norte.

As três melhores quadrilhas serão premiadas com cheques no valor de: R$3.000,00 (1º lugar), R$ 2.000,00 (2º lugar) e R$1.000,00 (3º lugar).

A II edição do Festival de Quadrilhas terá ainda quermesse, com barracas de comidas típicas e apresentação musical com Fábio Carneirinho, Ítalo e Renno, Forró di Raiz e Rafael Belo Xote. Os shows começam a partir das 18h30. O evento é aberto ao público.

16:05 · 18.06.2018 / atualizado às 16:09 · 18.06.2018 por
São João nos bairros acontece pelo segundo ano consecutivo. (Foto: Anderson Duarte)

Juazeiro do Norte. Retomar a tradição dos arraiás juninos nas comunidades e resgatar o Festival Municipal de Quadrilhas são algumas das novidades do São João deste Município, no Cariri cearense que, aos poucos, volta a figurar no cenário cearense dos festejos. Além disso, nos dias 22, 23 e 24 de junho, o Parque de Eventos volta a ser palco de shows musicais para animar a população. Ao todo, serão 10 dias de programação, também espalhadas nos bairros.

Serão 30 grupos no Festival Municipal de Quadrilhas, entre infantil e adulto, contabilizando aproximadamente 720 participantes. A disputa acontecerá no Parque Padre Cícero, onde são esperadas 40 mil pessoas nestes três dias. “O local escolhido quer preservar a rotina de quem não tá participando da festa”, explica o secretário de Cultura, Renato Fernandes.

Além disso, o “São João nos Bairros”, a partir do dia 25, levará os arraiás até 17 bairros de Juazeiro do Norte com apresentações nos equipamentos sociais, em quadras esportivas e nas próprias ruas.  Mais de R$ 250 mil foram investidos. As quadrilhas recebem remuneração financeira com finalidade de custear figurinos, cenários e outras demandas. Para participar, os 30 grupos selecionados através de edital deverão organizar a um arraiá no seu bairro.

No Parque, será solicitada, voluntariamente, a doação de 1kg de alimento para programas sociais. A programação musical conta a dupla sertaneja Victor & Leo e abrange, principalmente, artistas locais, como Luiz Fidelis, Fábio Carneirinho, Júnior Viana, Jordian do Acordeon. Todos os shows a partir das 22h. Lá, um grande efetivo de policiais e 50 guardas municipais vão procurar garantir a segurança.

São João Rural

Na zona rural, desde a última quinta-feira (14), estão sendo promovidos os festejos juninos com a iniciativa das lideranças comunitárias. O primeiro dia reuniu quase 2 mil pessoas na Vila Maria Célia Calou, envolvendo também a comunidade no entorno. No último sábado (16), foi a vez da comunidade da Palmeirinha realizar uma festa com quadrilhas improvisadas, animadas por shows de artistas locais. A programação se estende até o dia 14 de julho para contemplar todo território juazeirense.

Ampliação

Segundo o prefeito Arnon Bezerra, o São João de Juazeiro é para dar uma continuidade a cultural local, mas que é preciso aperfeiçoar todos os anos e ampliar os espaços. O gestor municipal acredita que é preciso, em parceria com outras prefeituras, criar um “São João do Cariri” em que cada cidade sedie os festejos. “Criar uma integração. A gente precisa criar num efeito positivo para a chegada de turistas na região.Fazer com que nossa cultura seja presente, como nosso artesanato. Divulgar e despertar nosso talento”, acrescentou.

Programação

22 de junho (sexta-feira)

Jordian do Acordeon
Maurício Jorge
Joãozinho do Exu

23 de junho (sábado)

Fábio Carneirinho
Jota Farias
Júnior Vianna

24 de junho (domingo)

Victor & Leo
Leonardo de Luna
Luiz Fidelis
Thales Lessa

 

13:41 · 18.06.2018 / atualizado às 13:48 · 18.06.2018 por
Com tapete vermelho e fotos, filme foi lançado no Mirante do Horto. (Fotos: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. Inspirado na música “A Saga de um Vaqueiro”, da compositora Rita de Cássia – sucesso nas vozes das bandas Catuaba com Amendoim e Mastruz com Leite -, um filme homônimo todo gravado no Cariri foi lançado na noite da última sexta-feira (15). O longa é uma produção independente de Juciesse Filmes e da ProRec Entretenimento, em parceria com a Associação Comunitária Padre Cícero, com sede no bairro Horto. O trailer, publicado há uma semana, já ultrapassa 88 mil visualizações. Em breve, ele estará, integralmente, no YouTube.

Assim como no canção, o filme conta uma história de amor entre um vaqueiro (Lourenço) e uma moça (Morena), filha de um fazendeiro (Marçal). Durante as vaquejadas, os dois se apaixonam, mas devido a distinção de classes, a relação entre eles é interrompida. A separação do casal foi arquitetada pelo pai que enviou a filha para outra cidade. No entanto, ela já estava grávida e tem um filho (Lourenço Filho). Anos depois, eles se reencontram em meio a uma disputa nas pistas. Este roteiro foi adaptado pelo ator e diretor Wallyson Alves, o Lissinho Alves, natural de Juazeiro do Norte, de apenas 21 anos.

Filme foi lançado em restaurante no bairro Horto, local onde saiu alguns dos atores.

De 40 pessoas que participaram do filme, apenas uma não era de Crato e Juazeiro do Norte, cidades onde foram filmadas as cenas. “Tinha um grupo reduzido de cinco a dez atores. Aí foi um conhecendo outro, indicando”, descreve Lissinho Alves. O jovem roteirista conta que a ideia surgiu a partir de entrevistas que acompanhou durante a tradicional vaquejada na Terra do Padre Cícero. “Já conhecia a música. O texto foi escrito em duas semanas. Aí ficou um pouco fácil, porque a história da música já é muito bonita. Tive destrinchar e seguir novos rumos com novos personagens para acrescentar na história”, completa.

A ProRec Entretenimento surgiu como um programa integrado à Associação Comunitária Padre Cícero, no bairro Horto. A princípio, a ideia era criar uma novela, que já foi toda escrita por Lissisinho Alves. Com a ideia do longa sobre a música e o apoio da Juciesse Filmes, o grupo partiu em busca de apoios durante as gravações, mas sem muito sucesso. “Um ano de articulação e gravação aos trancos e barrancos”, conta o padre Luís Barbosa, presidente da associação. As parcerias são conquistadas no lançamento do filme.

“Nós pensávamos em fazer uma coisa pequena. Aí publicamos um trailer e, de repente, em 24 horas, chegou a 25 mil visualizações. Tiramos da página. Até a Rita de Cássia comentou”, lembra o pároco. Com a repercussão maior, o grupo entrou em contato e conseguiu a liberação da obra. O filme já foi registrado na Biblioteca Nacional.

Segundo o ator e jornalista Márcio Silvestre, que deu vida ao personagem principal, o vaqueiro Lourenço, apesar dos 15 anos de teatro e participação em campanhas publicitárias, a experiência no cinema foi algo novo. “A cena de montar a égua foi o maior desafio, sair cavalgando”, afirma. Ele chegou até o projeto através de indicação de amigos e se encantou com o trabalho independente dos jovens do Horto. “Isso me encantou. O sonho de fazer cinema, conseguiu reunir pessoas de diversos setores e fazer o projeto. Eu sinto que a vontade de fazer foi maior que o financeiro”, completa Márcio.

10:43 · 18.06.2018 / atualizado às 10:43 · 18.06.2018 por
Entrada gratuita e limitado a 60 lugares, espetáculo será exibido nesta quinta-feira (21) (Foto: Luiz Alves)

Crato. O massacre da comunidade do Caldeirão da Santa Cruz do Deserto, neste Município do Cariri cearense, é o mote do espetáculo “Nossos Mortos”, do grupo Teatro Márquina, que será exibido gratuitamente no projeto Curta Mais Teatro, do Cineteatro São Luiz, em Fortaleza. O evento acontece nesta quinta-feira (21), às 19h.

Antígona é uma tragédia sobre uma irmã que deseja enterrar o irmão e sobre o tio dela, agora feito general, que a impede de enterrá-lo. É também sobre como o palco da política está infestado com o cheiro podre dos cadáveres esquecidos. Nesse espetáculo o grupo explora a fala, o canto e a ambiência sonora a partir das sonoridades fúnebres sertanejas.

Teatro Máquina

Grupo de teatro em atividade em Fortaleza desde 2003. Em 15 anos de trabalho, comemorados em 2018, o grupo prima por desenvolver processos criativos intensos. O trabalho tem encontrado princípios de criação que se orientam por objetos de investigação escolhidos a partir do entendimento do teatro como lugar de encontro e de invenção de realidades. A linguagem teatral é o principal motor investigativo, com base nas dimensões da pesquisa e do processo colaborativo.

O que foi o Caldeirão da Santa Cruz?

Localizada a 33 km da sede do Município de Crato, o Caldeirão da Santa Cruz do Deserto fica entre os distritos de Monte Alverne e Dom Quintino. Lá, foi abrigo de centenas de flagelados da seca, devotos do Padre Cícero, que encontraram na comunidade alimentação, trabalho e refúgio espiritual. Sob a liderança do beato José Lourenço, cerca de 1.700 pessoas moraram ali, dividindo tarefas, fabricando instrumentos de trabalho, roupas e produzindo alimento.

Temendo que a comunidade se tornasse um movimento messiânico, o Governo Federal, em 1937, ordenou que as Forças Armadas e a Polícia Militar do Ceará invadissem o local e expulsassem os moradores. Alguns foram mortos e os sobreviventes vagaram pela região ou retornaram para suas terras. Até hoje, muitos corpos não foram encontrados e não há nenhum registro oficial do número exato de vítimas. O beato José Lourenço conseguiu fugir e se estabeleceu no Pernambuco, onde morreu, em Exu, no dia 12 de fevereiro 1946.

Curta Mais Teatro 

É um projeto de formação de plateia que tem como perspectiva a apresentação de espetáculos de teatro de alta qualidade artística e técnica, e que se apresenta uma vez por mês no Cineteatro São Luiz. Neste projeto já se apresentaram grupos locais e regionais como Bagaceira, Vagabundos, As Travestidas e Uma de Duas. Isso, sem falar em peças nacionais, como “Os Pássaros de Copacabana”, de Gil Vicente Tavares.

12:10 · 15.06.2018 / atualizado às 12:10 · 15.06.2018 por
Aniversário de Crato destaca os grupos de tradição popular. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Crato. “254 anos Celebrando a nossa cultura”, este é slogan que comemora a emancipação política do Município que iniciou as celebrações na tarde de ontem (14), lançando o FestCrato. Com uma ampla programação até o próximo dia 21 – data do aniversário da cidade -, haverá inauguração de obras, campanhas educativas, além de eventos culturais, feiras e shows musicais.

No lançamento, o prefeito Zé Ailton Brasil homenageou o mestre do reisado da Serraria, Antônio Higino Teixeira, recentemente falecido, pelo grande legado deixado a cultura do Crato. Bastante emocionada, a família recebeu o troféu de honra ao mérito concebido pela Secretaria de Cultura.

“A comemoração pelo aniversário do Crato é um dos mais tradicionais eventos do nosso município. Por isso, compartilho com a população a alegria de tão importante data. Como filho desta cidade sinto imensa alegria de hoje, como prefeito, presentear meus conterrâneos com uma semana de festa e realizações”, disse o prefeito José Ailton Brasil.

A solenidade contou com a apresentação da tradicional Banda de Música Municipal e com a participação do Mestre Aldenir, Mestre Cirilo, secretários municipais, CDL, empresários e a sociedade civil. A Câmara Municipal esteve representada no evento pelo seu presidente, o vereador Florisval Coriolano, assim como os parlamentares Fernando Brasil, Adil Sampaio, Bebeto Anastácio, Vicência Leandro, Amadeu de Freitas, Renan Almeida e Tiago Esmeraldo.

Dentro da programação será realizado hoje (15), uma a blitz educativa do Departamento Municipal de Trânsito (Demuntran) nos principais semáforos da cidade. Às 16h30, o programa “Crato em Movimento” estará na Vila São Bento, e a partir das 19h30, acontece o RFFSA Cultura, com shows, arraias e feiras.

15:40 · 12.06.2018 / atualizado às 15:42 · 12.06.2018 por
Ingresso social costuma pedir alimentos não perecíveis. (Foto: Divulgação)

Brejo Santo. Através do promotor de Justiça da 70ª Zona Eleitoral Muriel Vasconcelos, o Ministério Público Eleitoral expediu uma recomendação à Prefeitura para que se abstenha de distribuir os alimentos arrecadados durante a ExpoBrejo 2018. O evento que acontecerá neste Município, entre os 23 a 26 agosto, no Parque de Eventos e Agronegócio Mário Leite Tavares.

Segundo o membro do MP Eleitoral, a lei 9.504/97 é proibido realizar a distribuição de bens, valores e benefício durante ano de eleições, começando a valer desde 1º de janeiro. Logo, caso haja arrecadação de alimentos, eles só poderão ser distribuídos após janeiro de 2019 e a população deverá ser alertada para a data de vencimento de cada produto.

Logo após o evento, o Ministério Público deverá ser informado da quantidade de produtos doados, o local de armazenamento e a pessoa responsável por resguardá-los. Caso a recomendação não seja seguida, o MP Eleitoral poderá ingressar com representação contra os responsáveis por praticar a conduta vedada, que poderá figurar como ato de improbidade administrativa, sujeitando o agente público à inelegibilidade (Lei da Ficha Limpa).

09:11 · 12.06.2018 / atualizado às 09:11 · 12.06.2018 por
Inscrições acontecem até o dia 30 de junho. (Foto: Davi Pinheiro)

Juazeiro do Norte. O Sesc Ceará está com inscrições abertas, via edital, até o dia 30 de junho, para artistas e grupos de todo o Brasil que desejam integrar a programação da 20ª Mostra Sesc Cariri de Culturas. Considerado como um dos maiores projetos de difusão da cultura no País, neste ano o encontro acontece de 16 a 20 de novembro, em diversas cidades da região Sul do Ceará. A inscrição é gratuita e somente pela internet no endereço eletrônico.

Grupos e artistas nas áreas das artes cênicas (teatro, circo, dança), audiovisual, artes visuais, literatura e música interessados em participar podem se inscrever, gratuitamente, até o dia 30 de junho, sem prorrogação.

É necessário atenção a todos os requisitos do edital para efetivar a inscrição. Os trabalhos inscritos serão selecionados por uma equipe de curadoria composta por técnicos de cultura da instituição, artistas e profissionais convidados.

A Mostra não tem caráter competitivo e se apresenta como espaço de estímulo à produção nas diversas áreas artísticas, com proposta de apresentações, vivências, ações formativas e intercâmbios para desenvolvimento de projetos colaborativos nas mais variadas categorias. Nesse esforço, grupos de tradição popular são convidados pelo Sesc.

Sobre a Mostra

Idealizada pelo Departamento Regional do Sesc Ceará, a Mostra Sesc Cariri de Culturas chega à 20ª edição como palco de difusão das mais diversificadas manifestações artísticas e culturais. A mostra cultural acontece na região do Cariri, que se transforma em cenário para apresentações de espetáculos de teatro, dança, exposições, shows, rodas literárias, performances poéticas, mostras de cinema e vídeo além de ações formativas e seminário.

Saiba mais

Inscrições para 20ª Mostra Sesc Cariri de Culturas

Período: até 30 de junho

Ficha on-line e edital no site.

Informações: inscricao@mostracariri.com.br

10:30 · 11.06.2018 / atualizado às 10:30 · 11.06.2018 por
Para contribuir com o evento, pode ser doados comidas típicas e bebidas não-alcoólicas para a quermesse. (Foto: Divulgação/OJMJ)

Juazeiro do Norte. Com o objetivo de arrecadar recursos, o Orfanato Jesus Maria José (OJMJ) está nos preparativos para a realização da primeira edição do São João Solidário. O evento acontecerá no dia 21 de junho, na sede da instituição, com a presença do trio Forró Di Raiz, que se dispôs a se apresentar voluntariamente.

O evento terá ainda quermesse, com venda de comidas típicas, e apresentação de quadrilha. A programação é aberta ao público em geral e terá início às 19h00.

Como ajudar?

Para contribuir com o evento, pode ser doados comidas típicas e bebidas não-alcoólicas para a quermesse. A entrega dos alimentos deve ser realizada entre os dias 20 e 21 de junho, na Rua Coronel Antônio Pereira, n° 64, bairro Salesianos, pela manhã ou a tarde.

Para conhecer melhor a instituição ou tirar alguma dúvida, o interessado deve acessar o site ou entrar em contato através dos telefones (88) 3511-1692 / (88) 988119732 (WhatsApp).

O Orfanato

Fundado no ano de 1916, pelo Padre Cícero Romão Batista, muitos romeiros vinham para Juazeiro do Norte e traziam consigo crianças e adolescentes órfãos ou sem nenhuma perspectiva de vida. Estes ficavam sob a tutela do Padre Cícero numa casa situada nas imediações da Rua São José, em Juazeiro do Norte. Pouco antes da morte do Padre Cícero em 1934, Dr. Floro Bartolomeu doou a ele um terreno que é onde funciona atualmente o Orfanato Jesus Maria José.

A instituição é cuidada desde 1935 pela Congregação das Filhas de Santa Teresa de Jesus. Desde 1994, o local funciona oferecendo atividades socioeducativas. Atualmente, 63 crianças e adolescentes são assistidos de segunda à sexta-feira, no período da tarde. Para participar das atividades do Orfanato, deve ter entre oito e 14 anos e estar matriculado na rede pública de ensino.

18:33 · 06.06.2018 / atualizado às 16:49 · 07.06.2018 por
Até o fim da obra no Centro, que deve acontecer em outubro, os produtos estarão no Cariri Garden Shopping e no Centro Multiuso, ao lado do Vapt Vupt. (Foto: Divulgação)

Juazeiro do Norte. Os produtos do Centro de Cultura Popular Mestre Noza ganharão um novo espaço para serem expostos, desde que começou a reforma deste patrimônio juazeirense, há um mês. Nesta sexta-feira (8), será aberta uma loja no Cariri Garden Shopping, que dividirá as peças com o Centro Multiuso, local onde, atualmente, os artesãos estão trabalhando. A inauguração é uma ação da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Ceará (STDS) e Central de Artesanato do Ceará (Ceart).

Leia Mais: Centro de Cultura Mestre Noza terá espaço renovado

Para a implantação da loja, localizada na entrada principal do shopping, o Estado contou com a parceria do centro comercial e o apoio da Prefeitura de Juazeiro do Norte. A ideia é fomentar o artesanato como uma atividade econômica sustentável e de inclusão social, buscando integrar a cadeia produtiva local, valorizar a identidade cultural cearense, contribuindo para inserção de significativo contingente populacional.

A primeira-dama Onélia Santana, que participou da articulação para a instalação da loja, acredita que o espaço servirá para a população ter acesso as riquezas do artesanato do Ceará. “Nosso artesanato se apresenta como uma das grandes vocações produtivas do Estado possuindo um elevado potencial de geração de trabalho e renda. Aqui, a partir de agora, a belíssima arte dos artesãos do Mestre Noza estará disponível para comercialização com o que há de melhor do artesanato cearense, preservando a tradição e cultura do nosso estado”, ressalta.

“Como em todas as lojas da Ceart, asseguramos um espaço que mistura o tradicional e o novo, garantindo que o público siga tendo acesso a peças que refletem, com o esmero que só mãos cearenses são capazes de produzir, a cultura e o talento da nossa gente”, destaca o titular da STDS, Francisco Ibiapina.

Na ocasião, serão lançados cursos para o segmento artesanal. Inicialmente, 13 formações para o desenvolvimento de nova coleção de produtos e 13 capacitações para iniciação do ofício artesanal. “É uma ação inovadora para estimular a formação de jovens artesãos e também assegurar o resgate das rendas de bilro e labirinto”, disse Amanaci Diógenes.

Programa de Desenvolvimento do Artesanato do Estado do Ceará (PDA)

Vinculado à STDS, o programa é a política pública do Governo do Ceará destinada ao setor e tem o objetivo de valorizar o artesanato cearense preservando a cultura, o talento, a tradição e a arte popular de cada região do Estado. Dessa forma, desenvolve ações e projetos para qualificação de artesãos, apoia a comercialização, realiza a gestão da Ceart e gerencia o Fundo Especial de Desenvolvimento e Comercialização do Artesanato (Fundart).

Lojas Ceart

Atualmente, no Ceará, a Ceart conta com quatro lojas. Em Fortaleza, os produtos confeccionados pelos artesãos cearenses estão nas lojas localizadas no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, no Shopping Rio Mar e na loja matriz, localizada na Praça Luíza Távora. Já no interior do Ceará, o legítimo artesanato cearense está na loja em Guaramiranga. A Central conta hoje com cerca de 42 mil artesãos cadastrados, que produzem mais de nove mil itens, com preços a partir de R$ 5,50.

Conquistas

O Governo do Estado assegurou ao artesão cearense, em 2015, a isenção fiscal do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços); o Selo Ceart (Certificação da Autenticidade dos Produtos Artesanais e de Reconhecimento das Obras de Arte Popular Cearenses); capacitações para aperfeiçoar o design dos produtos; além da realização de feiras locais, estaduais e nacionais. Em dezembro de 2017, inaugurou o novo Centro de Renderias da Prainha, em Aquiraz.

Serviço

Inauguração da loja da Associação de Artesãos Padre Cícero – Mestre Noza
Data: 08/06/2018
Horário: 18 horas
Local: Cariri Garden Shopping – Av. Padre Cícero, 2555, loja nº 33, piso L1, bairro Triângulo – Juazeiro do Norte / CE.