Busca

Categoria: Economia


09:41 · 19.06.2018 / atualizado às 09:41 · 19.06.2018 por
A Lei garante segurança jurídica para as ações que vêm sendo desenvolvidas na área de Inovação e Cidade Inteligente. (Foto: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. O prefeito Arnon Bezerra sancionou a primeira lei municipal brasileira de Inovação e “Smart City” (Lei Complementar n.º 117/18), no último dia 14 de junho. Ela havia sido aprovada, por unanimidade, pela Câmara Municipal, e agora está publicada no Diário Oficial do Município, representando um marco para o fortalecimento do movimento das Cidades Inteligentes no Brasil.

A iniciativa, desenvolvida desde fevereiro de 2018, partiu da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação (Sedeci) com o apoio da Procuradoria Geral do Município (PGM). A Lei Municipal destaca-se por ser a primeira criada após a regulamentação do Marco Federal de Ciência e Tecnologia, incluindo também as recentes orientações do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Mctic) e do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (Bndes) no âmbito do Plano Nacional de Internet das Coisas (IoT), voltado às Cidades Inteligentes.

O Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Michel Araújo, idealizador do projeto, informa que a nova Lei garante segurança jurídica para as ações que vêm sendo desenvolvidas na área de Inovação e Cidade Inteligente, e representará um grande avanço para o fomento da inovação e modernização dos serviços públicos em Juazeiro do Norte.

“Temos desenvolvido uma série de ações para tornar o Município uma verdadeira Smart City. Há projetos já implementados e outros ainda em estruturação. Para efetivação destas iniciativas é fundamental que exista o engajamento da sociedade e a participação da Câmara Municipal. Transformar a Cidade em Inteligente é um desafio que só se tornará realidade se todos partilharem do mesmo foco, trabalhando em conjunto”, afirma o secretário.

Dentre os pontos de destaque da nova Lei, está a criação do chamado “Ecossistema Municipal de Inovação”, composto por dezenas de atores relevantes do setor, como a Prefeitura Municipal, a Câmara de Vereadores, todas as Instituições de Ensino Superior estabelecidas na região do Cariri, associações, entidades representativas de categorias econômicas, empresariais ou profissionais, os agentes de fomento, além das instituições públicas e privadas que, atuem em prol da Ciência, Tecnologia e Inovação e sejam sediadas em Juazeiro do Norte.

O projeto de Inovação para a Lei Municipal foi elaborado através de pesquisa e análise de diversos modelos de referência em ecossistemas de inovação, em municípios nacionais e internacionais, como ressalta o Secretário Michel Araújo “Observamos os resultados efetivos, de diversos modelos, na construção do nosso projeto, aplicado à nossa realidade, fortalecendo as potencialidades e atrativos de Juazeiro do Norte. Para que isso fosse possível, contamos com o apoio do Prefeito Arnon Bezerra, que acompanhou de perto a construção desse projeto e tem possibilitado o fortalecimento e a consolidação do conceito de Cidade Inteligente em Juazeiro do Norte”, justifica.

Referência Nacional

De acordo com o advogado, professor e especialista em Inovação e Cidades Inteligentes,Vitor Amuri Antunes, que contribuiu com a Sedeci na concepção do texto da norma, a nova Lei de Inovação de Juazeiro do Norte tem impacto nacional, pois poderá ser fonte de inspiração para todos os Municípios do País.

“O Brasil tem tido destaque internacional, por ações que buscam consolidar o conceito de ‘Cidade Inteligente’ e tornar o ‘Big Data’ e a ‘Internet das Coisas’ (IoT) uma realidade nos ecossistemas urbanos. Estamos prestes a conhecer a regulamentação final do Plano Nacional de IoT, concebido pelo Mctic e Bndes. Enquanto o Inmetro e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) devem inaugurar, nos próximos meses, uma minicidade inteligente no Campus do Inmetro, no Rio de Janeiro. No entanto, para que o impacto destas ações federais de fomento às Cidades Inteligentes seja efetivo, é fundamental que a legislação (principalmente municipal) evolua, possibilitando segurança jurídica para os projetos das ‘Cidades Inteligentes'”, ressaltou.

Aplicabilidade e Conectividade 

Outro ponto de destaque na Lei Municipal de Inovação é a instituição do Wi-Fi nas ruas, praças e parques como um serviço público municipal, gratuito e acessível a todos os cidadãos e turistas. De acordo com Michel Araújo esse trabalho já está sendo implantado no Município progressivamente.

“Em uma Cidade Inteligente, conectividade é fundamental. Entendemos que é papel do Município garantir que o cidadão e o turista tenham essa alternativa de conexão, e para isso estamos trabalhando em projetos que garantam Wi-Fi público nos principais pontos da Cidade, começando pelas praças, bairros mais vulneráveis e pontos turísticos, e atingindo, ao final do processo, todo o Município”, disse.

A Lei também pretende promover a integração entre o Município e os Cidadãos, através de um Aplicativo, que também servirá de fomento ao turismo. Aplicando o conceito de ‘Big Data da Cidade’, em que a gestão pública atinge altos níveis de eficiência a partir de decisões fundamentadas em dados colhidos a cada segundo, com a ajuda dos usuários, que passam a ser agentes colaborativos.

“Smart Place”

Recentemente, foi inaugurada e entregue à população a primeira “praça inteligente”,  a Praça do Giradouro, em que o serviço de conectividade pública (Wi-Fi) já é oferecido gratuitamente, contando também com vide monitoramento e espaço “pet friendly” (bebedouro automatizado para animais de estimação). De acordo com o secretário, nos próximos meses será divulgado projeto pioneiro que dotará todas as vias públicas de conectividade gratuita, na modalidade de Parceria Público-Privada (PPP).

Prioridade

A Lei chama a atenção ao abordar, como um dos princípios fundamentais da Cidade Inteligente, a atenção aos bairros mais pobres e localidades socialmente vulneráveis, propondo a otimização de serviços e utilidades públicas, por meio de tecnologias da informação e comunicação avançadas. No intuito de reduzir as desigualdades sociais e de acesso a serviços e recursos tecnológicos avançados nestas regiões, especialmente na segurança pública e conectividade.

Além disso, prevê ações de “educação tecnológica” destinadas ao progressivo engajamento e capacitação gratuita de jovens residentes em áreas vulneráveis, por meio do Fundo Municipal de Desenvolvimento Econômico e Inovação. Ao estabelecer tais objetivos e prioridades, se materializa em Juazeiro do Norte o conceito de “Cidade Inteligente e Humana”, onde a inovações e tecnologias avançadas são meios de estabelecer novas espécies de relação entre o Poder Público e sociedade civil.

13:58 · 14.06.2018 / atualizado às 13:58 · 14.06.2018 por
Oficina acontecerá no Salão Paroquial. (Foto: Pedro Paulo)

Missão Velha. O número de pessoas que vivem em comunidades rurais no Cariri com dívidas, principalmente pelo crédito consignado, tem aumentado. Com base nessa constatação, o professor Pedro Rebouças, do Departamento de Economia da Universidade Regional do Cariri (URCA) e colaborador do Geopark Araripe (GA) desenvolveu o projeto “Oficina de Organização de Orçamento Pessoal”, com foco para as comunidades do entorno do GeoPark.

Com o grande sucesso das oficinas, o projeto será levado para a comunidade de Jamacaru, distrito de Missão Velha, neste sábado (16), e vai ser realizado no Salão Paroquial, com início às 13h30. As comunidades de Santana do Cariri também poderá participar da oficina, que ainda está sem data definida.

O professor Pedro Rebouças destaca que essa realidade foi exposta pelos alunos dele em sala de aula e que a partir daí surgiu a ideia de criar o projeto. “Um dos motivos disso estar acontecendo se deve também pelo fato de que nós não somos ensinados a fazer orçamento familiar em sala de aula, ao contrário do que ocorre em muitos países”, explica. Ele diz ainda que a cada oficina tem recebido mais convites para levar esse conhecimento para outros locais.

Interessados em participar ou solicitar a oficina deve ligar para o GeoPark Araripe pelo telefone (88) 3102. 1237.

05:32 · 07.06.2018 / atualizado às 00:31 · 07.06.2018 por
Agência fica próxima ao Cariri Garden Shopping. (Foto: Paulo Leonardo Celestino)

Juazeiro do Norte. O Santander inaugurou, no início desta semana, sua primeira agência neste Município, no Cariri cearense. Agora, a população da cidade e região pode realizar suas transações bancárias na agência localizada na Avenida Padre Cícero, 2480, B. Triângulo, em frente ao Cariri Garden Shopping. A unidade conta com uma equipe de oito pessoas, entre gerentes, coordenadores de atendimento, além de caixas físicos e eletrônicos que atenderão tanto as pessoas físicas quanto as jurídicas.

A nova unidade faz parte do plano de interiorização do Banco que, ainda neste ano, pretende criar, no total, 28 locais de atendimento ao público em cidades onde ainda não está presente no País.

“No Santander, nosso propósito é contribuir para que as pessoas e os negócios prosperem, portanto, não poderíamos ficar longe de uma importante cidade como Juazeiro do Norte. A cidade é uma das maiores em população no interior do Nordeste e ajudaremos os moradores na prestação de serviços financeiros. Além disso, o município se destaca pelo turismo, comércio e serviços”, afirma o superintendente executivo da rede Norte do Santander, Paulo Cesar Alves.

Segundo Paulo Cesar, a presença do Banco no Município busca proporcionar ao mercado local a oferta de produtos e serviços bancários desde os mais corriqueiros – como abertura de conta, pagamentos, saques e depósitos – até os mais estruturados. “Nosso time em Juazeiro do Norte está preparado para contribuir com soluções inovadoras para quem necessita de crédito, de realizar investimentos, de gerir recebíveis e pagamentos”, ressalta.

18:33 · 06.06.2018 / atualizado às 16:49 · 07.06.2018 por
Até o fim da obra no Centro, que deve acontecer em outubro, os produtos estarão no Cariri Garden Shopping e no Centro Multiuso, ao lado do Vapt Vupt. (Foto: Divulgação)

Juazeiro do Norte. Os produtos do Centro de Cultura Popular Mestre Noza ganharão um novo espaço para serem expostos, desde que começou a reforma deste patrimônio juazeirense, há um mês. Nesta sexta-feira (8), será aberta uma loja no Cariri Garden Shopping, que dividirá as peças com o Centro Multiuso, local onde, atualmente, os artesãos estão trabalhando. A inauguração é uma ação da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Ceará (STDS) e Central de Artesanato do Ceará (Ceart).

Leia Mais: Centro de Cultura Mestre Noza terá espaço renovado

Para a implantação da loja, localizada na entrada principal do shopping, o Estado contou com a parceria do centro comercial e o apoio da Prefeitura de Juazeiro do Norte. A ideia é fomentar o artesanato como uma atividade econômica sustentável e de inclusão social, buscando integrar a cadeia produtiva local, valorizar a identidade cultural cearense, contribuindo para inserção de significativo contingente populacional.

A primeira-dama Onélia Santana, que participou da articulação para a instalação da loja, acredita que o espaço servirá para a população ter acesso as riquezas do artesanato do Ceará. “Nosso artesanato se apresenta como uma das grandes vocações produtivas do Estado possuindo um elevado potencial de geração de trabalho e renda. Aqui, a partir de agora, a belíssima arte dos artesãos do Mestre Noza estará disponível para comercialização com o que há de melhor do artesanato cearense, preservando a tradição e cultura do nosso estado”, ressalta.

“Como em todas as lojas da Ceart, asseguramos um espaço que mistura o tradicional e o novo, garantindo que o público siga tendo acesso a peças que refletem, com o esmero que só mãos cearenses são capazes de produzir, a cultura e o talento da nossa gente”, destaca o titular da STDS, Francisco Ibiapina.

Na ocasião, serão lançados cursos para o segmento artesanal. Inicialmente, 13 formações para o desenvolvimento de nova coleção de produtos e 13 capacitações para iniciação do ofício artesanal. “É uma ação inovadora para estimular a formação de jovens artesãos e também assegurar o resgate das rendas de bilro e labirinto”, disse Amanaci Diógenes.

Programa de Desenvolvimento do Artesanato do Estado do Ceará (PDA)

Vinculado à STDS, o programa é a política pública do Governo do Ceará destinada ao setor e tem o objetivo de valorizar o artesanato cearense preservando a cultura, o talento, a tradição e a arte popular de cada região do Estado. Dessa forma, desenvolve ações e projetos para qualificação de artesãos, apoia a comercialização, realiza a gestão da Ceart e gerencia o Fundo Especial de Desenvolvimento e Comercialização do Artesanato (Fundart).

Lojas Ceart

Atualmente, no Ceará, a Ceart conta com quatro lojas. Em Fortaleza, os produtos confeccionados pelos artesãos cearenses estão nas lojas localizadas no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, no Shopping Rio Mar e na loja matriz, localizada na Praça Luíza Távora. Já no interior do Ceará, o legítimo artesanato cearense está na loja em Guaramiranga. A Central conta hoje com cerca de 42 mil artesãos cadastrados, que produzem mais de nove mil itens, com preços a partir de R$ 5,50.

Conquistas

O Governo do Estado assegurou ao artesão cearense, em 2015, a isenção fiscal do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços); o Selo Ceart (Certificação da Autenticidade dos Produtos Artesanais e de Reconhecimento das Obras de Arte Popular Cearenses); capacitações para aperfeiçoar o design dos produtos; além da realização de feiras locais, estaduais e nacionais. Em dezembro de 2017, inaugurou o novo Centro de Renderias da Prainha, em Aquiraz.

Serviço

Inauguração da loja da Associação de Artesãos Padre Cícero – Mestre Noza
Data: 08/06/2018
Horário: 18 horas
Local: Cariri Garden Shopping – Av. Padre Cícero, 2555, loja nº 33, piso L1, bairro Triângulo – Juazeiro do Norte / CE.
16:32 · 31.05.2018 / atualizado às 16:36 · 31.05.2018 por
Equipamento convive com falta de combustível desde a última quinta-feira. (Foto: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. O Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, neste Município, no Cariri cearense, voltou a receber combustível na tarde desta quinta-feira (31). Dois caminhões, com 45 mil litros cada, chegaram por volta das 14h, trazendo querosene de aviação (QAV) para abastecer as aeronaves. Desde a última quinta-feira (24), voos têm sido cancelados. Abastecimento foi comprometido pelos bloqueios nas rodovias nos últimos dias.

O combustível veio de Guamaré (RN), mas devem estar chegando novos caminhões durante todos os dias. A situação deve ser normalizada a partir da próxima segunda-feira. No entanto, a Infraero não confirmou até quando a quantidade recebida é suficiente. Hoje, o Aeroporto de Juazeiro do Norte não registrou nenhum atraso ou cancelamento de voos.

Caminhões chegaram do Rio Grande do Norte. (Foto: Edson Freitas)

Na última sexta-feira (25), só estavam sendo autorizadas aterrissagens e decolagens com autonomia de combustível, ou seja, que chegassem ao Aeroporto local com combustível suficiente para seguir até seu destino. Por causa disso, alguns voos, como entre Campinas e Juazeiro do Norte, sofreram atrasos de até uma hora, diariamente, pois seguiam até Fortaleza para abastecer.

Por outro lado, os passageiros sofreram com alguns cancelamentos, a partir da última quinta-feira (24), com dois voos entre Juazeiro e Recife. No último sábado (26), muitos passageiros foram impedidos de decolar por não ter garantia de chegar ao destino na sua escala. Outro voo que vinha de Recife, da Azul Linhas Aéreas, foi cancelado. Alguns clientes foram remanejados para outros aviões.

10:50 · 31.05.2018 / atualizado às 10:52 · 31.05.2018 por
As inscrições são gratuitas e com vagas limitadas. (Foto: Divulgação)

Juazeiro do Norte. Com o tema “Inovação e Comportamento Empreendedor: Relação entre fatores sociais, ambientais e econômicos, e como eles contribuem na formação de sociedades mais sustentáveis”, as Instituições de Ensino Superior (IES) e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação (Sedeci), promoverão a primeira edição do Encontro Internacional de Inovação e Empreendedorismo do Cariri. O evento será realizado no dia 12 de junho, na unidade Lagoa Seca da Unileão, e terá rodas de debates e palestras.

O encontro visa fortalecer o Ecossistema de Inovação Municipal que tem como princípio o trabalho em conjunto dos atores públicos, privados e todas as instituições de ensino superior de Juazeiro do Norte. Acredita-se que este engajamento possibilite a modernização dos serviços públicos, a qualidade de vida de seus cidadãos, e impulsione a economia através de projetos desenvolvidos na área de Inovação junto a Indústria e ao Comércio.

Para debater o tema, além de pesquisadores das IES da região, foi convidado o professor Jeremy Hall, diretor do Centro de Gestão e Inovação da Universidade de Surrey, Inglaterra, Reino Unido, que falará sobre os desafios, oportunidades e consequências da inovação no desenvolvimento sustentável.

Também irá compor a mesa a pesquisadora e professora Stelvia Matos, também da Universidade de Surrey, que  discorrerá sobre as interações complexas entre fatores sociais, ambientais e econômicos, e como elas afetam ou são afetadas pela dinâmica da inovação, comportamento empreendedor e desenvolvimento de políticas.

As vagas são limitadas e as inscrições serão gratuitas, através do site.

15:05 · 30.05.2018 / atualizado às 15:05 · 30.05.2018 por
A audiência será na OAB sub-seção de Crato. (Foto: Divulgação)

Crato. Na próxima terça-feira (05), será realizado uma audiência pública para discutir o reajuste de preços nos combustíveis realizados pelos postos deste Município. A reunião foi proposta pelo coordenador do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (DECON) do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), promotor de Justiça Thiago Marques Vieira. O encontro será no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil, na avenida Perimetral Dom Francisco, 380, bairro Pinto Madeira.

A audiência visa apurar se o repasse ao consumidor é razoável e proporcional aos sucessivos reajustes autorizados pela Petrobras em decorrência da nova política de preços anunciada pelo governo federal em 30 de junho de 2017. Foram notificados a participar do ato público, sem prejuízo da participação de outros interessados, todos os proprietários de postos de combustíveis da cidade de Crato, cuja presença à audiência, para todos os efeitos é obrigatória, sob pena de responsabilização cível, administrativa e ou criminal, conforme o caso.

O promotor de Justiça ou pessoa por ele indicada, fará a abertura do ato, com a apresentação das questões a serem examinadas e das regras da audiência. Na sequência, serão convidados a fazer o uso da palavra, representantes de órgãos e instituições presentes à mesa, pelo prazo de até 15 minutos, seguidos dos demais presentes à audiência pública, que poderão se manifestar oralmente da tribuna por até cinco minutos, conforme inscrições, facultada à mesa diretora a adequação necessária para a boa dinâmica dos debates.

As inscrições para manifestação deverão ser feitas preferencialmente por meio eletrônico, através do e-mail prom.crato@mpce.mp.br, devendo na mensagem serem informados nome completo do inscrito, entidade representativa e telefone de contato. Da audiência pública será elaborada ata circunstanciada, no prazo máximo de 30 dias, a contar da sua realização, devendo constar o encaminhamento que será dado ao tema, se for o caso, e ficará disponível para consulta na Promotoria de Justiça.

20:24 · 26.05.2018 / atualizado às 21:14 · 26.05.2018 por
Polícia Militar continua na Base de Distribuição de Crato. (Foto: Antonio Rodrigues)

Crato. Depois de ser bloqueado na última quinta-feira (24), a Polícia Federal junto com a Polícia Militar, conseguiu a liberação de quatro caminhões tanque de combustível da Base de Distribuição da Petrobras deste município, no bairro Muriti, na tarde deste sábado (26). Após negociação, houve um princípio de confusão com os donos de alguns postos. Um proprietário foi detido. Os veículos deixaram o local às 18 horas escoltados por viaturas.

A movimentação na Base de Distribuição de Crato começou por volta das 16 horas, com a chegada de alguns proprietários de postos de gasolina, buscando um acordo. Eles alegam que os quatro tanques liberados só irão abastecer “grandes postos” e que já haviam comprado alguns destes lotes. A Polícia Militar mediou nas negociações. O empresário Carlos Henrique Torquato, proprietário da FP Petróleo, foi detido por desacato e conduzido até a sede da Polícia Federal em Juazeiro do Norte, mas já foi liberado. Ele ficou revoltado porque seus postos não foram abastecidos.

Segundo a Polícia Militar, os quatro caminhões serão utilizados para garantir combustíveis em postos que abastecem veículos que realizam serviços essenciais, como ambulâncias e viaturas. Ainda na noite deste sábado, alguns com a bandeira ‘BR’ já começaram a receber a gasolina.

O abastecimento na região ficou comprometido desde a última quarta-feira, quando dois caminhões foram colocados em frente ao portão da Base de Distribuição de Crato, responsável ela entrada e saída de veículos responsáveis pela distribuição nos municípios do Cariri e estados vizinhos, como Paraíba, Pernambuco e Piauí.

Neste sábado, a situação se agravou em Juazeiro do Norte e Crato. Pela manhã, oito postos tiveram seu combustível esgotados na Terra do Padre Cícero. Com a alta procura, muitos formaram filas de veículos que ultrapassava quarteirões. No Crato, a maioria estão fechados. Segundo os proprietários, o estoque deve durar até amanhã.

Importância

A base da Petrobras foi instalada no Crato, justamente, pelo Município ser praticamente equidistante de diversas capitais como Fortaleza, Recife, Teresina, Natal, Maceió e João Pessoa e estar em uma região central no interior do Nordeste. Antes disso, o equipamento contava com o apoio do transporte ferroviário, próximo ao local, que foi encerrado no início deste século.

Ônibus

A Viametro informou na tarde de ontem (25) que sua frota de ônibus foi diminuída pela metade pela falta de diesel. A empresa adotou o racionamento para evitar de circular, mas já antecipou que só tem autonomia de combustível até este domingo (27). Por outro lado, a assessoria informou que a situação estará normalizada na próxima segunda (28). Ela atua no transporte municipal e intermunicipal entre Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha e Missão Velha. Cerca de 42 mil pessoas utilizam o serviço diariamente nestas quatro cidades.

 

 

22:43 · 24.05.2018 / atualizado às 14:21 · 28.05.2018 por
Pneus foram queimados na entrada de Juazeiro do Norte pela rotatória. (Fotos: Antonio Rodrigues)

Em 25 estados e no Distrito Federal foram registradas manifestações da greve dos caminhoneiros. No Cariri não foi diferente e alguns locais, como a BR-116, são alvos de bloqueios desde a segunda-feira (21), em Jati e Penaforte. A partir de ontem (23) os protestos se intensificaram nas três principais cidades da região: Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha. Algumas municípios já estão sem combustível.

Nesta quinta-feira (24), pela manhã, os manifestantes bloquearam a entrada e saída de veículos da Base de Distribuição da Petrobras em Crato, no bairro Muriti. O local é responsável por receber os combustíveis de diversos terminais do Nordeste e distribuir para os municípios da região e estados vizinhos, como Paraíba, Pernambuco e Piauí.

Mais tarde, às 17 horas, a Avenida Padre Cícero (CE-292), na divisa de Crato e Juazeiro, teve o trânsito paralisado nos dois sentidos por manifestantes em veículos de passeio e caminhões. O bloqueio durou quase três horas e formou uma fila imensa de carros. Alguns ônibus que fazem o transporte municipal tiveram sua rota interrompida.

Já durante a noite, os manifestantes voltaram a ocupar a rotatória, em frente à Praça do Giradouro, em Juazeiro do Norte, que interliga as rodovias que dão acesso à Crato e Barbalha. Pneus foram queimados e carros bloquearam a Avenida Leão Sampaio, em frente ao Hospital Regional do Cariri, como aconteceu ontem (23). O Corpo de Bombeiros foi acionado para apagar as chamas. Logo depois, um grupo de motoqueiros paralisaram o trânsito na CE-292, mas a ação durou 30 minutos e encerrou com a chegada da polícia.

Em Barbalha, os manifestantes voltaram a ocupar a Avenida Leão Sampaio (CE-060), em frente à fábrica de calçados IBK, por volta das 20h30. Motoqueiros, empresários, caminhoneiros e motoristas do serviço de transporte Uber mobilizaram o protesto. Ontem (23), a CE-293 foi bloqueada no trecho que liga a cidade ao município de Missão Velha, nas proximidades das Malvinas.

Filas se formaram na rua com ameaça de combustível acabar.

Impactos

Por causa da greve dos caminhoneiros, dois voos foram cancelados no Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, em Juazeiro do Norte. Mas amanhã (25), o número pode ser ainda maior, pois a Infraero confirmou que o equipamento local e mais cinco estão sem combustível.

Com o bloqueio da Base de Distribuição de Crato, no fim da tarde desta quinta-feira, alguns postos já tinham esgotado sua gasolina, principalmente em Brejo Santo, Porteiras e Mauriti. Algumas pessoas que trabalham nestas cidades, mas moram em Crato ou Juazeiro ficaram impedidas de retornar para casa porque o transporte coletivo estava desabastecido.

Até mesmo no Crato, alguns postos esgotaram seu estoque. Enquanto, em Juazeiro do Norte, uma longa fila se formou em outro posto ao lado do Cariri Garden Shopping. No vizinho, só restava Etanol e Gasolina Aditivada. Por outro lado, os preços se mantiveram na média de R$ 4,80/litro.

21:32 · 23.05.2018 / atualizado às 14:26 · 28.05.2018 por
Bloqueio parcial durou mais de uma hora. (Foto: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. Iniciadas na última segunda-feira em todo país, as manifestações dos caminhoneiros contra o aumento do combustível ganharam apoio neste Município, na noite desta quarta-feira (23). Aproximadamente 50 veículos paralisaram o trânsito na Avenida Padre Cícero, em frente ao Hospital Regional do Cariri,  em seguida, partiram para Avenida Leão Sampaio (CE-060), que dá acesso à Barbalha. O bloqueio foi parcial e uma das faixas foi liberada pelos manifestantes.

Por volta das 19h30, deu início a manifestação. Um caminhão ajudou a bloquear a avenida junto com vários carros, que deixaram o pisca alerta ligado, chamando atenção de quem passava no local. Uma longa fila de veículos se formou. Alguns, buzinavam em apoio ao protesto. A Polícia Rodoviária Estadual esteve lá, mas não registrou nenhum incidente.

Motoqueiros, caminhoneiros e motoristas que trabalham no serviço Uber estão se mobilizaram através das redes sociais. O grupo promete reunir cerca de 300 veículos e paralisar os postos na tarde do próximo sábado (26), a partir das 16h30, com concentração na Praça do Giradouro.

De acordo com o motorista Márcio Vital, um dos manifestantes, o movimento busca chamar atenção da população para os sucessivos aumentos no preço de gasolina. “Se você botar um litro, não anda 10 km e gasta cinco reais. A valor está abusivo demais. A renda diminuiu muito. Está difícil, principalmente, para quem vive do transporte”, lamenta.

Já o empresário Cláudio Gondim destaca que, além do combustível, também houve um aumento no imposto sobre circulação de mercadorias e prestação de serviços (ICMS) que encareceu o trabalho dos motoristas. “Isso refletiu em todo mundo. Não é o fato de nãos ser caminhoneiro que não sensibilize por eles. Tudo que vem para minha empresa vem de caminhão. Se a gente não fizer alguma, quem é que vai fazer?”, provoca.