Busca

Categoria: Economia


08:48 · 18.04.2018 / atualizado às 10:00 · 18.04.2018 por
A primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, visitou as instalações do Cariri Garden Shopping. (Foto: Divulgação/Governo do Estado)
Juazeiro do Norte. A Central de Artesanato do Ceará (Ceart), firmou, no último sábado (14) uma parceria com o Cariri Garden Shopping, para comercialização do rico artesanato cearense. Nos próximos 30 dias, o caririense terá acesso ao trabalho dos artistas do Estado, que reconhece no artesanato uma de suas grandes vocações produtivas cumprindo importante papel no desenvolvimento regional.
Na ocasião, a primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, e a coordenadora do Programa de Desenvolvimento do Artesanato do Estado do Ceará, Amanaci Diógenes, visitaram as instalações do empreendimento para conhecer o espaço que receberá as obras dos artesãos cearenses.
“O artesanato do nosso Ceará, que já é reconhecido nacionalmente e internacionalmente, tem uma importância na economia e na cultura do Estado. Por isso, é fundamental sempre divulgar o trabalho dos artesãos cearenses. Com certeza, essa parceria irá trazer benefícios para o município, para a população, mas principalmente para os artesãos cearenses”, destaca Onélia.
Para Onélia, ao fomentar o artesanato como uma atividade econômica sustentável e de inclusão social, o Governo do Ceará se integra à cadeia produtiva local, valorizando a identidade cultural cearense, contribuindo para inserção de significativo contingente populacional, estimulando práticas de associativismo e fixação do artesão em seu local de origem. O artesanato cearense se apresenta como uma das grandes vocações produtivas do Estado possuindo um elevado potencial de geração de trabalho e renda.
PDA
Vinculado à Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), o Programa de Desenvolvimento do Artesanato do Estado do Ceará (PDA) é a política pública do Governo do Ceará destinada ao setor e tem o objetivo de valorizar o artesanato cearense preservando a cultura, o talento, a tradição e a arte popular de cada região do Estado. Dessa forma, desenvolve ações e projetos para qualificação de artesãos, apoia a comercialização, realiza a gestão da Ceart e gerencia o Fundo Especial de Desenvolvimento e Comercialização do Artesanato (Fundart).
Lojas Ceart
Atualmente, no Ceará, a Ceart conta com quatro lojas. Em Fortaleza, os produtos confeccionados pelos artesãos cearenses estão nas lojas localizadas no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, no Shopping Rio Mar e na loja matriz, localizada na Praça Luíza Távora. Já no interior do Ceará, o legítimo artesanato cearense estão na loja em Guaramiranga. A Central conta hoje com cerca de 42 mil artesãos cadastrados, que produzem mais de nove mil itens, com preços a partir de R$ 5,50.
Conquistas
O Governo do Estado assegurou ao artesão cearense, em 2015, a isenção fiscal do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços); o Selo Ceart (Certificação da Autenticidade dos Produtos Artesanais e de Reconhecimento das Obras de Arte Popular Cearenses); capacitações para aperfeiçoar o design dos produtos; além da realização de feiras locais, estaduais e nacionais. Em dezembro de 2017, inaugurou o novo Centro de Renderias da Prainha, em Aquiraz.
09:50 · 17.04.2018 / atualizado às 09:50 · 17.04.2018 por
O encontro contou com representantes de várias instituições. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Crato. Na última sexta-feira (13), foi realizada uma reunião, na sede da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agrário e Recursos Hídricos, para tratar da implantação de uma feira de animais no Município. Do encontro, uma comissão organizadora foi criada para elaborar um projeto que será apresentado ao prefeito José Ailton Brasil.

De iniciativa do titular da Pasta, Zilcélio Alves, a reunião contou com representantes da Associação dos Criadores; Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará (Adagri); Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce); Instituto Flor do Piqui; Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE); Instituto Agropólos e Núcleo Gestor da Expocrato.

Foram discutidos os aspectos dos procedimentos corretos para a realização de uma feira de animais, levando em conta infraestrutura, saúde do animal, organização e periodicidade. “Feiras funcionam como vitrine de uma temática especial de diferentes expositores que, durante um período de tempo e em um espaço determinado e organizado para tal, podem mostrar suas potencialidades. Dessa forma poderemos promover o desenvolvimento agrário do nosso Crato e do Cariri de uma forma geral”, enfatizou o secretário Zilcélio.

PAA

No dia anterior, a Secretaria de Desenvolvimento Agrário e Recursos Hídricos debateu o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), onde foi tratado o cadastramento do PAA Leite. O encontro com produtores rurais do Município buscou promover o crescimento dos produtos da agricultura familiar. Na ocasião, Zilcélio propôs o registro das entidades para seja feito o lançamento do programa nos próximos dias.

07:26 · 02.04.2018 / atualizado às 09:26 · 02.04.2018 por
Evento foi realizado pela primeira vez no interior. (Foto: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. Nos últimos dias 26 e 27 de março, o Município sediou o Fórum Jovem Empresário do Ceará, órgão colegiado de caráter consultivo, que busca fortalecer as iniciativas de jovens lideranças do ramo empresarial. Pela primeira vez no interior do Estado, o evento contou com o apoio da secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação (Sedeci), CDL Jovem de Juazeiro do Norte e da Associação de Jovens Empresários do Cariri.

O Fórum é um movimento que reúne jovens empresários de diferentes Municípios do Estado do Ceará, a fim de ouvir suas demandas, propor, apoiar e acompanhar projetos e ações. A iniciativa proporciona através do fortalecimento do empreendedorismo e inovação a ampliação dos mercados e conquistas de um melhor ambiente de negócios resultando na transformação da sociedade.

Para o empresário e presidente da CDL Jovem de Fortaleza, Cabral Neto, o Fórum tem por objetivo, observar o que está sendo feito nos municípios do interior do Estado, que vêm se destacado mesmo em momentos de turbulência da economia nacional.

“Ao final do evento, retornamos impressionados com o potencial da região ao sermos apresentados aos números e ações do Município de Juazeiro do Norte pelo Secretário Michel Araújo, com a capacidade produtiva dos trabalhadores acima da média. As visitas técnicas e a felicidade estampada no rosto dos cidadãos caririenses, que tão bem nos receberam comprovam este desenvolvimento”, afirma.

De acordo com o Secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Michel Araújo, a escolha de Juazeiro do Norte para sediar esse encontro é uma forma de reconhecimento das potencialidades econômicas do Município. “Alguns manifestaram interesse em investir no Município e nós, enquanto poder público, apoiaremos tais iniciativas que poderão gerar emprego e renda para a população. Esse é o objetivo da Gestão Municipal, que através do fortalecimento do ecossistema de inovação e empreendedorismo beneficia toda a população”, explica o Secretário.

11:07 · 22.03.2018 / atualizado às 11:07 · 22.03.2018 por
O objetivo é proporcionar interação entre os moradores e oportunizar geração de emprego e renda. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Crato. A Secretaria Municipal do Trabalho e Desenvolvimento Social (SMTDS) está realizando, desde a última quarta-feira (21), das 14h às 17h, em sua sede, mais um curso voltado para o segmento culinário. Desta vez, para produção cupcake. Seu intuito é proporcionar interação entre os moradores do empreendimento Monsenhor Montenegro, moradores do Programa Minha Casa, Minha Vida. A capacitação acontece até o dia 27 de março.

Executado pela Convida Consultoria e Assessoria, estando dentro do Plano de Trabalho das atividades sociais previstas no Programa Minha Casa Minha Vida, a iniciativa oferta conhecimento e aprendizado no segmento culinário de doces e salgados oportunizando aos participantes um meio de geração de renda no enfrentamento das situações de vulnerabilidade social e financeiras.

O curso tem uma metodologia que trabalha aulas participativas, teóricas e práticas, compreendendo o desenvolvimento dos cursos com base na autogestão com vistas a resultados que considerem a participação de todos e o envolvimento contínuo com as relações interpessoais na comunidade.

Segundo a titular da SMTDS, Edvânia Gonçalves, a expectativa para o curso são as melhores possíveis, pois, segundo a gestora, as beneficiárias do Monsenhor Montenegro aderiram bastante após os primeiros módulos, e as mesmas já estão sugerindo outras demandas, como um curso para tortas salgadas e bolos caseiros.

Para a aluna Kátia Vieira, poder estar participando de um curso como esse é de suma importância e se trata de um momento valioso, com dicas preciosas. “Já aprendi o ponto exato do brigadeiro, dicas de como ir para uma entrevista de culinária. Tudo isso vai me ajudar muito daqui para frente”, frisou.

15:51 · 23.02.2018 / atualizado às 15:51 · 23.02.2018 por
O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge de Lima, destacou a recuperação da economia. (Fotos: Antonio Rodrigues)

Crato. Durante a abertura do Fórum de Oportunidades e Promoção da Cultura Exportadora no Cariri, no Centro de Convenções, realizada nesta sexta-feira (23), foi assinada o Termo de Requalificação do Distrito Industrial do Cariri. Agora, a região será adequada para uso múltiplo, agrupando outras atividades de pequeno porte, serviços e equipamentos públicos. Com isso, serão investido R$ 1,33 milhão para a elaboração do Plano Diretor da área.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Cesar Ribeiro, uma empresa de consultoria foi contratada para realizar um estudo sobre a área, localizada entre as cidades de Crato, Juazeiro e Barbalha. “Ela irá, justamente, ajudar a entender melhor os caminhos, agregar valor e trazer grandes empresas e ser referentes para aumentar o desenvolvimento econômico do Estado”, frisou.

O evento contou com a presença do ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge de Lima, que destacou a região do Cariri como o segundo maior Produto Interno Bruto (PIB) do Ceará, com 8%. “Com o Distrito Industrial mais qualificado, nós criaremos uma corrente de comércio mais robusta, gerando mais empregos e empregos qualificados. Nós precisamos de um comércio mais forte e avançar com desenvolvimento econômico aqui na região do Cariri”, destacou.

Exportação

O Fórum de Oportunidades e Promoção da Cultura Exportadora reuniu discussões sobre a importância do comércio exterior para a competitividade das empresas. Além disso, apresentou as estruturas estaduais e federais para o suporte deste tipo de comercialização. O evento teve como público empresários, o poder público e estudantes. A iniciativa é da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), com apoio do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) e da Secretaria-Executiva do Conselho Nacional de Zonas de Processamento de Exportações (ZPE).

Para o ministro Marcos Jorge de Lima, o Fórum é importante para a região do Cariri, que já apresenta produtos exportados. Ele afirma que o Ministério tem promovido condições para que as empresas de menor porte possam estar exportando pela primeira vez. “Nós temos toda disposição de continuar contribuindo. O estado do Ceará teve de 2,6 bilhões em exportações. Ele está demonstrando disponibilização, não só em zonas consolidadas como o Pecém, que se destaca, mas também com a interiorizar”, pontua.

Cesar Ribeiro acrescenta que o Cariri tem um potencial muito grande e agora com mais oportunidades de logística, tanto portuárias como aéreas, que podem favorecer a indústria local, recebendo investimentos. “A ideia é indicar os melhores caminhos, as melhores práticas. O empresário ainda tem muita dificuldade de entrar no mercado internacional, principalmente, o pequeno e micro”, explicar o secretário.

“O Cariri tem vários polos específicos que tem muita oportunidade, como folheados, artesanato. O que o estado pode oferecer nessas linhas diretas? É criar a cultura exportadora, indicar os caminhos. Quando mais mercado e maior a quantidade de vendas. Maior a expectativa de crescimento e isso traz geração de emprego e renda, melhorando a qualidade de vida do cearense”, completa.

Equipamentos

Na programação, órgãos como o MDIC, a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), o Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), com o Porto do Pecém e a Zona de Processamento de Exportação do Ceará (ZPE Ceará), apresentaram suas estruturas e soluções que visam estimular a exportação. No entanto, a consolidação de um equipamento como a Transnordestina foi pautada pelos empresários locais.

O empresário Roberto Celestino, acredita que o Cariri exporta muito pouco e isso se deve pela questão logística. “Há uma demanda reprimida grande por causa dessa questão. Esperamos que a Transnordetina seja concluída, pois vai transportar até o Pecém e SUAPE por um preço competitivo. Seria o modal que colocaria o Cariri no mundo e abre espaço para a fruticultura irrigada de maior valor agregado, como morango, uva”, coloca. Por outro lado, ressalta que, com a reforma do pátio do Aeroporto de Juazeiro do Norte e, consequentemente, a chegada de aeronaves maiores, aumentará a exportação. Ano passado, o número de cargas aéreas cresceu em 62%.

05:11 · 20.02.2018 / atualizado às 11:48 · 20.02.2018 por
O ministro Maurício Quintella assinou a ordem de serviço. Obra já começa hoje. (Fotos: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. Com presença de políticos, prefeitos e secretários de diversos Municípios da região do Cariri, foi assinada, na noite de ontem (19), na unidade local da Coordenadoria Integrada De Operações Aéreas (Ciopaer), a ordem de serviço para a obra de reforço do pátio de aeronaves do Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes. Com a reforma, o equipamento poderá receber aeronaves maiores, sem nenhuma restrição, e ampliar o movimento.

Serão investidos cerca de R$ 2,6 milhões no reforço e ampliação do pátio, além da recuperação de duas taxiways – faixas que permitem o taxiamento dos aviões. Com previsão de terminar, no máximo, no mês de setembro deste ano, a obra classificará o pátio com o mesmo PCN (índice de resistência do pavimento) da pista, permitindo o pouso de aeronaves maiores como A 320 e Boeing 737-800, sem qualquer restrição.

Segundo o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, com a reforma, terá um aumento na capacidade de passageiros e, também, para transporte de cargas. “Vai tornar um aeroporto mais competitivo e um impacto econômico muito importante pra região. O aeroporto do Cariri é um dos que mais cresce no País e havia este problema (restrição)”, explica, antecipando que estão previstos para o Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes o investimento de R$ 50 milhões.

O prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra, comemorou a chegada da obra que, segundo ele, era aguardada há muito tempo pela população. “Às vezes, a burocracia impede que as coisas venham na velocidade que desejamos. Agora, vai oferecer mais segurança e ampliar os nossos horizontes na região”, exalta o Chefe do Executivo local.

Senador Eunício Oliveira destacou em discurso mais de R$ 500 milhões conquistados em convênios para o Ceará.

Já o governador Camilo Santana, também presente na solenidade, destacou que o aeroporto é um dos principais equipamentos do Nordeste, pois atende os estados vizinhos. “O Cariri é o centro do Nordeste brasileiro. Aqui, embarcam pessoas da Paraíba, Pernambuco, Piauí. É fundamental que esse aeroporto passasse por essa reforma importante. Ele foi um dos que mais cresceu no Brasil e vamos encontrar o caminho para fazer a grande transformação”, completou.

O Aeroporto

Com 63 anos, o Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes tem capacidade para atender 800 mil passageiros por ano e conta com voos diretos para Petrolina e Recife (PE), Fortaleza (CE), Campinas e Guarulhos (SP) e Brasília (DF). Três companhias operam no aeroporto: Azul, Gol e Avianca. Pela localização centralizada de Juazeiro do Norte, quase equidistante para seis capitais, o terminal recebe, também, passageiros do interior de Pernambuco, Paraíba e Piauí.

No ano passado, o equipamento teve um fluxo de 541,89 mil, um aumento de 1,34% nos embarques e desembarques, comparado ao ano de 2016. Os números indicaram um crescimento na taxa de ocupação dos aviões, já que a média diária de movimentação de aeronaves comerciais caiu de 22, em 2016, para 16, no ano passado.

06:00 · 08.02.2018 / atualizado às 23:29 · 07.02.2018 por
A Prefeitura oferece descontos e parcelamentos do imposto. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Juazeiro do Norte. A Secretaria de Administração e Finanças informou, nesta quinta-feira (7), que o boleto de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), referente ao exercício de 2018, poderá ser emito através do site da Prefeitura Municipal. Com esta medida, evita que o contribuinte venha a receber a cobrança atrasada e perca algumas promoções.

A possibilidade oferta também maior comodidade ao cidadão. Para realizar a impressão, é necessário acessar o site e ir na aba serviços. Quem optar, também pode recebê-lo presencialmente no setor de tributos, localizado no Palácio Municipal José Geraldo da Cruz, Praça Dirceu Figueiredo, s/nº – Centro, no horário de 07h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30 ou aguardar o boleto chegar a residência.

Valores

Parcela única até 29/03 obtém descontos de 10%. Os parcelamentos sem descontos podem ser feitos em até quatro vezes. O valor mínimo é de R$ 80,00 por parcela, sendo que a primeira deverá ser paga até o dia 30/04, a segunda até 30/05, a terceira até 29/06 e a última até 31/07.

17:48 · 31.01.2018 / atualizado às 09:13 · 01.02.2018 por
Os lotes ficam próximos à UFCA e Unileão, no bairro Lagoa Seca. (Foto: Conviver/Reprodução)

Juazeiro do Norte. O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) propôs uma Ação Civil Pública com pedido de Medida Liminar para reparo de danos materiais e morais sofridos por centenas de consumidores que firmaram contrato de compra e venda de terrenos, no Loteamento Conviver Juazeiro VII. Em alguns casos, os imóveis residenciais já haviam sido construídos. O pedido foi realizado por meio da Promotoria de Justiça do Juizado Especial Cível e Criminal da Comarca de Juazeiro do Norte e da 1ª Unidade Descentralizada do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon).

As empresas AG IMOBILIÁRIA LTDA, FP CONSTRUÇÕES E EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA e JULIERME TELES ALVES criaram um negócio jurídico sem previsão legal, que, teoricamente, se assemelhou a uma venda em pirâmide. A AG Imobiliária transferia a posse dos lotes para pessoas físicas ou jurídicas, denominadas “clientes construtores”, que, por sua vez, os revendia a terceiros com a promessa de construir casas nos terrenos.

No entanto, a construção das casas dependia do pagamento fornecidos pelos consumidores lesados. Embora os consumidores tenham efetuado entregue o dinheiro, as residências não foram construídas, assim como existia lote com promessa mais de um comprador.

A promotora de Justiça Efigênia Coelho Cruz destaca que, como medida preliminar, instaurou um Inquérito Civil Público (ICP) para apurar a prática que afrontou a relação de consumo. Além disso, realizou uma audiência pública, na qual foi lançada a possibilidade de firmar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre as partes. Entretanto, considerando que as propostas feitas pelas empresas reparariam os danos morais e materiais dos consumidores, ela entendeu que a medida mais razoável seria a judicialização da demanda.

14:48 · 19.01.2018 / atualizado às 14:59 · 19.01.2018 por
Centenas de pessoas foram até o Vapt/Vupt atrás de uma oportunidade de emprego no Carajás Home Center. (Foto VCRepórter)

Juazeiro do Norte. Uma longa fila se formou  na manhã desta sexta-feira (19), do lado de fora do prédio do Vapt Vupt, onde encontra-se a unidade local do Sistema Nacional de Emprego e do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (Sine/IDT). Cerca de 2 mil pessoas aguardavam para pegar uma senha e entregar seu currículo para a seleção do Carajás Home Center, loja de materiais de construção civil que abrirá, em março, no Município.

Leia Mais: 644 vagas de emprego disponíveis em todo o Ceará

Muitas pessoas chegaram ainda de madrugada, enquanto algumas delas, antes disso, dormiram por lá na noite anterior. A fila chegou a ficar próxima do conhecido Palácio da Microempresa. As senhas, por serem limitadas, acabaram se esgotando e muitos concorrentes foram pra casa sem serem atendidos. A expectativa é que sejam gerados 500 empregos na loja e mais 150 de forma indireta.

A Carajás Home Center comercializa mais de 55 mil itens, principalmente materiais relacionados à construção civil. Itens como equipamentos eletroeletrônicos, utilidades, pisos, revestimentos, tintas, material elétrico, móveis e artigos para casa, estão inseridos no rol de produtos a serem ofertados pela empresa. A Carajás tem mais de quatro décadas de atuação e cerca de 2.500 funcionários, atuando, principalmente, nos estados da Paraíba e Alagoas.

A obra para a construção da Carajás Home Center, em Juazeiro, começou no mês de novembro do ano passado. A expectativa é que seja inaugurada em março de 2018. A Prefeitura cedeu o terreno, através de desapropriação e o prédio ficará no bairro São José, na margem da Avenida Padre Cícero, que liga o Município ao Crato.

O projeto compreende uma área total de 1.023,41 m2. Em contrapartida, a empresa ficaria obrigada a construir, em áreas a serem definidas pelo Município, um Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) no valor de R$ 750 mil e um Centro de Esporte, no valor de R$ 285 mil.

A expectativa é que, em todo Ceará, 81 mil vagas de emprego sejam disponibilizadas através do SINE/IDT, em 2018. A taxa de desocupação no estado está com 11,8%, números do intervalo de julho a setembro, do ano passado. Atualmente, são cerca de 54 mil pessoas desempregadas.

17:35 · 17.01.2018 / atualizado às 09:15 · 18.01.2018 por

 

Além do aumento de passageiros, o terminal cresceu no transporte de cargas. (Foto: Elizangela Santos)

Juazeiro do Norte. A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) divulgou, nesta quarta-feira (17), que movimentação de passageiros no Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, subiu de 534,7 mil, em 2016, para 541,89 mil, ano passado. Isso mostra um aumento de 1,34% nos embarques e desembarques. Além disso, no porão das aeronaves, foi movimentada 1,6 tonelada de cargas em 2017, um crescimento de 62% em relação à registrada em 2016, de 994,3 kg.

Os números indicam um aumento na taxa de ocupação dos aviões, já que a média diária de movimentação de aeronaves comerciais caiu de 22, em 2016, para 16, no ano passado. Para o superintendente do terminal, Rodrigo Siebra, isso demonstra o potencial da região do Cariri. “Aqui tem polo de educação bem forte e de negócios. Empresários vêm e vão. Além, claro, do turismo religioso”, acredita.

O equipamento apresenta este crescimento pelo quarto ano seguido, “mesmo com o cenário econômico um pouco adverso. A gente não foi tão impactado”, pontua Rodrigo Siebra. A expectativa é que, em 2018, os números sejam ainda melhores, porque deve haver a troca de aviões por algumas empresas, ofertando um número maior de assentos. Por outro lado, a quantidade de voos diários não deve aumentar como neste mês de janeiro, que opera com quatro movimentações a mais, graças ao período de férias.

Com 63 anos, o Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes tem capacidade para atender 800 mil passageiros por ano e conta com voos diretos para Petrolina e Recife (PE), Fortaleza (CE), Campinas e Guarulhos (SP) e Brasília (DF). Três companhias operam no aeroporto: Azul, Gol e Avianca. Pela localização centralizada de Juazeiro do Norte, quase equidistante para seis capitais, o terminal recebe, também, passageiros do interior de Pernambuco, Paraíba e Piauí.