Busca

Categoria: Educação


10:30 · 11.06.2018 / atualizado às 10:30 · 11.06.2018 por
Para contribuir com o evento, pode ser doados comidas típicas e bebidas não-alcoólicas para a quermesse. (Foto: Divulgação/OJMJ)

Juazeiro do Norte. Com o objetivo de arrecadar recursos, o Orfanato Jesus Maria José (OJMJ) está nos preparativos para a realização da primeira edição do São João Solidário. O evento acontecerá no dia 21 de junho, na sede da instituição, com a presença do trio Forró Di Raiz, que se dispôs a se apresentar voluntariamente.

O evento terá ainda quermesse, com venda de comidas típicas, e apresentação de quadrilha. A programação é aberta ao público em geral e terá início às 19h00.

Como ajudar?

Para contribuir com o evento, pode ser doados comidas típicas e bebidas não-alcoólicas para a quermesse. A entrega dos alimentos deve ser realizada entre os dias 20 e 21 de junho, na Rua Coronel Antônio Pereira, n° 64, bairro Salesianos, pela manhã ou a tarde.

Para conhecer melhor a instituição ou tirar alguma dúvida, o interessado deve acessar o site ou entrar em contato através dos telefones (88) 3511-1692 / (88) 988119732 (WhatsApp).

O Orfanato

Fundado no ano de 1916, pelo Padre Cícero Romão Batista, muitos romeiros vinham para Juazeiro do Norte e traziam consigo crianças e adolescentes órfãos ou sem nenhuma perspectiva de vida. Estes ficavam sob a tutela do Padre Cícero numa casa situada nas imediações da Rua São José, em Juazeiro do Norte. Pouco antes da morte do Padre Cícero em 1934, Dr. Floro Bartolomeu doou a ele um terreno que é onde funciona atualmente o Orfanato Jesus Maria José.

A instituição é cuidada desde 1935 pela Congregação das Filhas de Santa Teresa de Jesus. Desde 1994, o local funciona oferecendo atividades socioeducativas. Atualmente, 63 crianças e adolescentes são assistidos de segunda à sexta-feira, no período da tarde. Para participar das atividades do Orfanato, deve ter entre oito e 14 anos e estar matriculado na rede pública de ensino.

10:50 · 31.05.2018 / atualizado às 10:52 · 31.05.2018 por
As inscrições são gratuitas e com vagas limitadas. (Foto: Divulgação)

Juazeiro do Norte. Com o tema “Inovação e Comportamento Empreendedor: Relação entre fatores sociais, ambientais e econômicos, e como eles contribuem na formação de sociedades mais sustentáveis”, as Instituições de Ensino Superior (IES) e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação (Sedeci), promoverão a primeira edição do Encontro Internacional de Inovação e Empreendedorismo do Cariri. O evento será realizado no dia 12 de junho, na unidade Lagoa Seca da Unileão, e terá rodas de debates e palestras.

O encontro visa fortalecer o Ecossistema de Inovação Municipal que tem como princípio o trabalho em conjunto dos atores públicos, privados e todas as instituições de ensino superior de Juazeiro do Norte. Acredita-se que este engajamento possibilite a modernização dos serviços públicos, a qualidade de vida de seus cidadãos, e impulsione a economia através de projetos desenvolvidos na área de Inovação junto a Indústria e ao Comércio.

Para debater o tema, além de pesquisadores das IES da região, foi convidado o professor Jeremy Hall, diretor do Centro de Gestão e Inovação da Universidade de Surrey, Inglaterra, Reino Unido, que falará sobre os desafios, oportunidades e consequências da inovação no desenvolvimento sustentável.

Também irá compor a mesa a pesquisadora e professora Stelvia Matos, também da Universidade de Surrey, que  discorrerá sobre as interações complexas entre fatores sociais, ambientais e econômicos, e como elas afetam ou são afetadas pela dinâmica da inovação, comportamento empreendedor e desenvolvimento de políticas.

As vagas são limitadas e as inscrições serão gratuitas, através do site.

11:10 · 29.05.2018 / atualizado às 11:13 · 29.05.2018 por
Curso oferece oportunidade de escrever ler em braile, promovendo inclusão nos equipamentos públicos. (Fotos: Divulgação/Prefeitura)

Crato. Foi iniciada ontem (28), o curso de Leitura e Escrita Braile, realizada na Biblioteca Pública Municipal deste Município, oferecida para professores, instrutores e profissionais que atuam nas bibliotecas públicas dos municípios das regiões Centro Sul e Cariri. A capacitação vai durar cinco dias e foi desenvolvida pelo equipamento cratense ligado à Secretaria Municipal de Cultura, em parceria com o Sistema Estadual de Bibliotecas.

“O objetivo é que estes profissionais atendem o público deficiente em seus locais de trabalho e difundido também o braille em seus municípios”, explica Maria Lúcia Pontes Frota, uma das instrutoras do curso, complementando que além desta semana intensiva de aulas práticas e teóricas, os participantes deverão ser acompanhados à distância.

Além disso, o projeto busca promover ações voltadas para políticas educacionais inclusivas, que resultem na promoção do acesso e permanência dos alunos com deficiência sensorial ou cego, que frequentam as bibliotecas públicas ou demais instituições, garantindo qualidade no processo de ensino e aprendizagem e inclusão sociocultural.

“Só assim mudaremos a perspectiva dos deficientes em todo o Ceará”, conta o bibliotecário Marcos Rodrigues, ressaltando a importância social do curso. “A pessoa com deficiência quando passa a ter todo esse atendimento, acesso à informação, ao conhecimento, vivencia realmente a inclusão. Esta é uma semente que estamos plantando para que a sociedade abra os olhos da cultura e da acessibilidade como um direito de todos”, complementa.

Rayara Goes, de 23 anos, que veio de Assaré, atua na Brinquedoteca Pública Municipal e ainda em outros projetos sociais do Município. Para ela, este é um momento de expandir seus conhecimentos e também levar novidades para a sua cidade. “É importante repassarmos para quem não tem conhecimento. A gente ver o braille em vários lugares, nos caixas de banco, por exemplo, e não sabemos o que significa. Aprendendo a gente começa a ajudar melhor a nossa população”, ressaltou.

10:39 · 29.05.2018 / atualizado às 10:39 · 29.05.2018 por
Falta de transporte prejudicou 4 mil alunos. (Foto: Reprodução)

Juazeiro do Norte. Em nota, divulgada na manhã desta terça-feira (29), a Secretaria Municipal de Educação informou que 80% da frota do transporte escolar do Município teve que ser interrompida. Isso acontecem em virtude do desabastecimento de combustível. A Pasta estima que 4 mil alunos ficaram sem aulas na manhã de hoje. Este número está inserido em 28 rotas.

“O Prefeito Municipal, Arnon Bezerra, externa a sua preocupação em relação a todos esses problemas relacionados ao desabastecimento e destaca que o Município está fazendo uma verdadeira “economia de guerra”, com prioridade para o transporte escolar, a limpeza pública da cidade e ambulâncias, entre outros serviços de extrema necessidade”, diz o informativo.

A previsão é que a frota do Município seja reabastecida até o meio-dia de hoje. Os veículos agregados para o transporte escolar estarão em funcionamento até a próxima quarta-feira (30). “Desde a última segunda-feira, 28, que a comunidade vem sendo informada dos possíveis transtornos que poderão ser causados em virtude da paralisação nacional dos caminhoneiros”, acrescenta a nota.

Segundo a secretária Maria Loureto de Lima, o gás de cozinha começou a faltar em diversas escolas, que também já estão desabastecidas. Mesmo tendo escolas com o transporte, a alimentação dos alunos ficou comprometida. Todas essas questões estão sendo avaliadas nesse momento.

Maria Loureto explica que as escolas continuam abertas e funcionando normalmente em suas atividades pedagógicas, recebendo os alunos que não dependem do transporte escolar para irem até a escola. Ela afirma ainda que os alunos impossibilitados de assistirem aulas não serão prejudicados no que tange ao conteúdo ministrado nem à frequência.

14:16 · 28.05.2018 / atualizado às 14:32 · 28.05.2018 por
Decisão foi tomada hoje (28), na sede da reitoria, em Crato. (Foto: Divulgação/URCA)

Campos Sales/Missão Velha. A Universidade Regional do Cariri (URCA) suspendeu todas as atividades de ensino de Graduação nas unidades descentralizadas nestes dois municípios, a partir desta segunda-feira (28). A medida funcionará até a “regularização do fornecimento de bens e serviços indispensáveis ao funcionamento institucional”, disse em nota. A decisão foi tomada pela manhã e divulgada por meio de portaria.

O reitor da Instituição, professor José Patrício Pereira Melo, após reunião de avaliação do quadro, com pró-reitores da URCA, decidiu pela paralisação em função do desabastecimento de bens e serviços ocasionados pelo movimento nacional de paralisação dos caminhoneiros.

Um dos pontos avaliados para a decisão, diz respeito ao raio geo-educacional abrangido pela URCA e parcial presença dos estudantes nas atividades de ensino em alguns campi. A portaria prevê ainda a necessidade de adequar as atividades previstas no calendário acadêmico dos diversos campi.

As atividades administrativas, de Ensino de Pós-Graduação, Extensão e Pesquisa permanecem inalteradas, conforme a portaria, em conformidade com seus calendários originais de funcionamento. A administração da URCA avaliará, diariamente, a necessidade de manter a vigência dessa suspensão parcial de atividades.

Serão mantidas as atividades de Ensino nos campi Pimenta 1, Pimenta 2, Centro de Artes Violeta Arraes de Alencar Gervaiseau e Núcleo de Prática Jurídicas, em Crato; Crajubar, Lira Nordestina, IPESC, em Juazeiro do Norte; Museu de Paleontologia Plácido Cidade Nuvens, em Santana do Cariri.

A comunidade acadêmica poderá acompanhar pelo site qualquer mudança ocorrida, a partir dessa decisão.

13:53 · 28.05.2018 / atualizado às 15:26 · 28.05.2018 por
Estudantes improvisaram cartazes e bloquearam rodovia. (Foto: VC/Repórter)

Crato. Estudantes do Instituto Federal do Ceará (IFCE) paralisaram a CE-292 na manhã desta segunda-feira (28), em apoio à greve dos caminhoneiros e reivindicando outras questões. Cerca de 100 alunos participaram da ação. Direção suspendeu as aulas durante o resto da semana. Ao todo, 835 pessoas que estudam na unidade serão afetadas.

Os alunos improvisaram cartazes e bloquearam a rodovia com pedras e pneus. “Fora Temer”, “Lula livre”, “Justiça pra Mariele” e “Contra a Escola Sem Partido”, exibiam alguns deles. A paralisação foi parcial, tomando uma das faixas, a partir das 9h30. Os estudantes alternaram o fluxo de quem descia e subia na CE-292. O trânsito só normalizou três horas depois. Uma viatura da Polícia Rodoviária Estadual acompanhou a manifestação.

Suspensão

Em nota, a direção informou que a suspensão acontece em virtude da falta de combustíveis nos posto e porque muitos estudantes moram em cidades vizinhas ou na zona rural. Os cursos técnicos não terão aula até esta quarta-feira (30). No dia 31 é feriado e no dia 1º acontece o recesso escolar.

Já os cursos subsequentes e superiores, as aulas estarão suspensas até quarta-feira, mas os dias 1º e 2 de junho serão letivos. Um novo calendário será divulgado.

20:11 · 21.05.2018 / atualizado às 20:12 · 21.05.2018 por
Juazeiro terá o equipamento com maior número de vagas do interior: 1750. (Foto: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. Ao lado do prefeito Arnon Bezerra e de centenas de estudantes, professores e autoridades, o governador Camilo Santana inaugurou, na tarde desta segunda-feira (21), o Centro Cearense de Idiomas (CCI) deste Município – o quinto do Estado. O equipamento foi instalado, onde funcionava o Ginásio Municipal Antônio Xavier de Oliveira, no bairro São Miguel. No prédio, doado pela Prefeitura, cerca de 1.750 alunos terão aulas de línguas inglesa ou espanhola, divididas em 7o turmas pela manhã, tarde e noite.

O CCI é destinado aos estudantes da rede pública estadual de Juazeiro Norte e seu objetivo é possibilitar aprendizagem de novos idiomas, além de preparar para o mundo acadêmico e do trabalho. Além da terra do Padre Cícero, outros 11 equipamentos já estão funcionando nos municípios de Itapipoca, Crateús, Caucaia, Iguatu e Fortaleza. Todos os professores dos CCIs fazem parte do quadro de docentes da rede pública de ensino.

Os cursos são organizados em módulos de estudo, podendo ser certificada a conclusão de cada módulo ou de seu conjunto. Ao todo, são três anos, distribuídos em seis semestres de aulas. “Foi feito com muito critério a escolha dos professores, que mostram mais fluência na língua. Isso vai ajudar no desenvolvimento econômico e cultural de Juazeiro do Norte. Isto também vai estar associado ao aumento de patamar salarial deles”, destacou o secretário da Educação, Rogers Mendes.

O governador Camilo Santana aproveitou a ocasião para participar da aula inaugural, garantindo que o curso “não deixa a desejar a qualquer cursinho particular”, disse. Além disso, destacou a língua inglesa como uma conexão para o mundo inteiro e o espanhol pela uso comum nos países da América Latina. “Estamos conectados com o mundo inteiro e precisamos nos comunicar além das fronteiras”, completou.

O chefe do executivo cearense destacou que estão sendo investidos cerca de R$ 5 milhões para a implantação de mais 11 equipamentos no Ceará. “Os melhores alunos do CCI de cada região vai ter como premiação um intercâmbios para outros países nas quais utilizam a língua que estão estudando”, antecipou Camilo Santana.

Já o prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra, comemorou a chegada do CCI, destacando reaproveitamento do prédio do antigo Ginásio Municipal. Todas as salas receberam novas cadeiras e estão climatizadas. “Estamos gerando perspectiva para os estudantes, criando possibilidades, dando força. A próxima etapa é fazer deste prédio um centro de treinamento para todas as áreas, um centro de estudo”, finalizou.

08:54 · 21.05.2018 / atualizado às 11:05 · 21.05.2018 por
A expectativa é atender cerca de 200 crianças de comunidades carentes. (Foto: Américo Nunes)

Juazeiro do Norte. Com expectativa para atender cerca de 200 pessoas carentes de comunidades locais, a Fundação Terra iniciará a construção de uma unidade neste Município até o fim deste mês. A  previsão é de que empreendimento, que ficará no bairro Horto, esteja pronto em até dois anos. A organização vai promover atividades voltadas para as áreas de educação e social, oferecendo reforço escolar, aulas de jiu-jítsu, karatê, judô, além de ações direcionadas para a música e o teatro. Ao longo dos anos, o número de vagas pode ser ampliado.

Para arrecadar recursos, uma equipe da Campanha Iluminar visita residências, de porta em porta, no Cariri, com o objetivo de incentivar a solidariedade das pessoas através de uma pequena doação por meio da conta de energia elétrica. A contribuição pode ser feita por meio de uma quantia mensal de R$ 2.

Outra maneira de colaborar com as obras é realizando uma doação na conta corrente da entidade (segue abaixo). Todo valor arrecadado no projeto será destinado para erguer o prédio da instituição na Rua Espedito Belarmino de Souza, nº 516, bairro Horto.

Com a soma desse montante, será construído um espaço que contará com sete salas de aula, uma quadra poliesportiva coberta, uma cantina e um setor administrativo. Para levantar o empreendimento, a Prefeitura de Juazeiro do Norte doou o terreno, cuja aprovação na Câmara Municipal de Vereadores foi por unanimidade. Para o criador e presidente da Fundação Terra, Padre Airton Freire, a região foi escolhida “segundo as necessidades dos tempos”.

A Fundação Terra

A Fundação Terra é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que atende a moradores de 38 municípios de Pernambuco e do Ceará. A instituição desenvolve fortemente atividades em três principais pilares: Educação, Saúde e Social. Criada pelo Padre Airton Freire em Arcoverde, no Sertão de Pernambuco, a organização passou de uma pequena “sala de aula” debaixo de uma árvore, em 1984, para duas escolas e três creches nos dias atuais.

Essa é apenas uma das inúmeras conquistas que marcam a trajetória da instituição. Inaugurada numa área chamada popularmente de Rua do Lixo, em Arcoverde – município a 250 quilômetros do Recife –, a história da organização transformou a geografia do lugar, inseriu sua população numa sociedade de direitos e ofereceu dignidade às famílias que viviam da coleta de restos de comida.

Mais informações

Telefone: (87) 3821-1542.

Conta corrente:

Banco do Nordeste do Brasil

Agência: 0029 Conta: 76.218-1

06:19 · 15.05.2018 / atualizado às 06:19 · 15.05.2018 por
A Kumon possui 27 unidades em Fortaleza e mais duas localizadas nas regiões metropolitanas: Eusébio e Caucaia. (Foto: Divulgação)
Crato. Criado no Japão em 1958, pelo professor Toru Kumon, o método de estudo chegou neste Município e o bairro escolhido para receber a primeira franquia da marca é o Pimenta. O Ceará já conta com 34 unidades e a inauguração faz parte do plano de expansão do Kumon, que tem mais de 40 anos de operações no Brasil e busca aumentar suas atividades no estado.
De acordo com Thiago Alves, Gerente de Expansão do Kumon, a estratégia de expansão para este ano foi fortalecer ainda mais a região do Cariri com a franquia em Crato. “O Ceará é atualmente o 12º Estado mais rico do país e o terceiro mais rico do Nordeste. A capital, Fortaleza, é o município com o maior PIB do Nordeste, e o nono maior do país. Hoje a capital possui 27 unidades do Kumon e mais duas localizadas nas regiões metropolitanas: Eusébio e Caucaia”, diz Thiago.
Com material autoinstrutivo e orientação individualizada, os cursos de matemática, português, inglês e japonês, desenvolvem nos alunos a capacidade em aprender por si só. Além disso, com os exercícios como os de raciocínio lógico e interpretação, o método estimula habilidades como a independência, responsabilidade, além de ajudar na concentração. O curso oferece conteúdos que vão da pré-escola até o ensino superior, para alunos de todas as idades.
 
Com um investimento inicial, que pode variar de R$ 35 mil a R$ 65 mil, é possível se tornar um franqueado da marca. O Kumon ocupa o 7º lugar no ranking de maiores redes de franquias no Brasil, está presente em 50 países e conta com mais de 4 milhões de alunos. A meta para 2018 é inaugurar 130 unidades, e o grande desafio para 2020 é ter um total de 1.650 pelo Brasil.
Unidade – Crato
Orientadora: Joelma Gomes Alves
Endereço: Rua Vinte e Oito de Dezembro, 78 – Pimenta – Crato/CE
Telefone: (88) 2156-0105
18:48 · 11.05.2018 / atualizado às 18:48 · 11.05.2018 por
São 35 vagas para estudantes que concluíram o Ensino Médio e desejam se profissionalizar. (Foto: Divulgação/IFCE)

Crato. As inscrições para o processo seletivo 2018.2 do campus de Crato do Instituto Federal do Ceará (IFCE) começam na próxima segunda-feira (14) e vão até o dia 28 de maio. São 35 vagas para o curso técnico gratuito em Agropecuária na modalidade subsequente, para quem já concluiu o Ensino Médio. Outros 19 campi do IFCE participam do processo, que oferta 1570 vagas no total.

As inscrições podem ser feitas pelo site  em que também está disponível o edital completo. A seleção é feita por meio da análise do histórico escolar dos candidatos e não é necessário fazer prova. A previsão é de que o resultado final seja divulgado no dia 15 de junho, com matrículas nos dias 18 a 20 de junho e chamada dos classificáveis no dia 28 de junho. As aulas estão previstas para começar no dia 30 de julho.

Documentação 

Depois de realizada a inscrição pela internet, o candidato precisa entregar até às 17h do dia 29 de maio, no setor de registros acadêmicos (secretaria) do campus, a documentação solicitada no edital: protocolo gerado no ato da inscrição online, documento de identificação oficial e histórico escolar ou documento equivalente. A inscrição é confirmada apenas com a entrega da documentação.

O curso 

O curso técnico subsequente em Agropecuária tem duração de um ano e meio e tem como público-alvo quem já concluiu o Ensino Médio e deseja uma formação profissional. O Técnico em Agropecuária planeja, executa, acompanha e fiscaliza projetos agropecuários e administra propriedades rurais. Elabora, aplica e monitora programas preventivos de sanitização na produção animal, vegetal e agroindustrial, além de fiscalizar produtos da área. Realiza medição, demarcação e levantamentos topográficos rurais e atua em programas de assistência técnica, extensão rural e pesquisa.

Serviço

Processo Seletivo 2018.2 – IFCE Crato  Curso Técnico em Agropecuária (para quem já concluiu o EM)

Inscrições de 14 a 28 de maio, pelo site: qselecao.ifce.edu.br

Entrega da documentação no campus até 29 de maio

Endereço: Setor de Registros Acadêmicos/Secretaria (Rodovia CE 292, km 15, bairro Gisélia Pinheiro)

Contato: (88) 3586-8169 | ccaifcrato@gmail.com
Mais informações: www.ifce.edu.br/crato