Busca

Categoria: Infraestrutura


12:22 · 15.06.2018 / atualizado às 12:22 · 15.06.2018 por
Os primeiros mutirões envolveram 19 equipes técnicas, que atuaram em todos os bairros da cidade. (Foto: Divulgação/Cagece)

Juazeiro do Norte. Após apresentar um Plano de Melhorias para o Município, na última terça-feira (12), a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) iniciou, nesta quinta-feira (14), os serviços noturnos de retirada de vazamentos na cidade. A companhia incrementou uma equipe técnica para atuar, exclusivamente, durante a noite no atendimento das demandas.

A medida visa dar celeridade no atendimento das solicitações de retiradas de vazamento, além de atuar com mais facilidade nas regiões da cidade onde o fluxo de pessoas é mais intenso em horários comerciais. Os bairros João Cabral, Pio XII e Centro apresentam situação mais crítica.

De acordo com o gerente regional da Cagece, Galba Batista, os trabalhos noturnos farão parte da rotina de trabalho da companhia e a intenção é atender de forma imediata especialmente as demandas no centro da cidade. “Esse esforço é no sentido de fazer algumas retiradas de vazamentos e outros serviços no centro da cidade, porque muitas vezes nós tínhamos que adaptar o atendimento em função do tráfego intenso no local, e com essa medida de manter uma equipe permanente durante a noite, nós vamos trabalhar todos os dias”, explicou.

Outras ações 

Além da implantação da equipe noturna, a Cagece também deu início aos mutirões de retirada de vazamentos, que também fazem parte do Plano de Melhorias para Juazeiro do Norte. Os primeiros mutirões envolveram 19 equipes técnicas, que atuaram em todos os bairros da cidade. As equipes retiraram cerca de 530 vazamentos nas ruas, reduzindo aproximadamente 80% das demandas.

Saiba mais 

Para informar sobre vazamentos, a Cagece orienta aos clientes que entrem em contato com a companhia pelos canais de atendimento disponíveis, como a Central de Atendimento (0800.275.0195), o aplicativo Cagece Mobile (disponível para Android e iOS) ou por meio Gesse, a assistente virtual da companhia, que atende pelo site.

09:15 · 08.06.2018 / atualizado às 20:38 · 08.06.2018 por
Durante as chuvas, trecho pode ficar intransitável. (Foto: Helio Filho)

Juazeiro do Norte. A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra) está instalando as pontes ferroviária e rodoviária no Canal das Timbaúbas, na Avenida Carlos Cruz, próximo ao bairro Carité. A obra, que custa R$ 9,9 milhões, também incluirá a desobstrução do canal por meio de uma drenagem.

A ponte ferroviária é composta por 4 vigas feitas em concreto armado, medindo 25 metros e pesando 72 toneladas cada. Já a ponte rodoviária possui 8 vigas com 24 metros, pesando 45 toneladas. Após instalação das vigas, serão colocadas as transversinas e confeccionada a laje.

As pontes têm a finalidade de propiciar a locomoção de motoristas e pedestres, pois durante a quadra invernosa, o local se torna intransitável com o grande volume de água. O que será totalmente diferente após o término da obra.

A obra que estava abandonada, mesmo tendo seus recursos assegurados pelo Governo Federal desde 2009. No início da gestão Arnon Bezerra, a Seinfra, junto ao Ministério das Cidades, resgatou, prorrogou o prazo e reprogramou o objeto do contrato.

05:06 · 07.06.2018 / atualizado às 00:18 · 07.06.2018 por
O prefeito Arnon Bezerra acompanhou a obra ontem. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Juazeiro do Norte. Na manhã desta quarta-feira (6), o prefeito Arnon Bezerra esteve visitando a reforma da Praça Padre Cícero, ao lado da secretária executiva de Infraestrutura, Zoia Ayres, e de dois arquitetos. A obra completará seis meses no dia 15 de junho e 70% já foi concluído.

Parte da demolição já foi concluída, bem como a instalação de meios-fios dos canteiros. Está sendo realizado o assentamento do piso podotátil na praça e na calçada da Rua São Francisco, além doassentamento dos bancos. A gestão aguarda o deslocamento dos permissionários do antigo terminal de ônibus para que possa ser iniciada a construção da área com bares e restaurantes, resgatando características de vila antiga.

Atualmente, acontece pavimentação em piso intertravado na Rua do Cruzeiro. Na rua São Pedro já foi finalizada. As próximas a receberem o piso serão a Padre Cícero e a São Francisco, em frente aos quiosques onde antes funcionava o terminal, e a rua Monsenhor Joviniano Barreto, próxima ao Colégio Padre Cícero.

Lixo

Em nota, a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra) solicita que a população em geral e, principalmente, os comerciantes situados em volta da praça, para não depositarem lixo nos espaços públicos e no novo piso instalado. Além de prejudicar o meio ambiente e a saúde das pessoas, os dejetos descartados deixam os equipamentos manchados e com aspecto de velho.

10:30 · 31.05.2018 / atualizado às 13:26 · 31.05.2018 por
O local passou por obra de drenagem e pavimentação em piso intertravado. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Juazeiro do Norte. Interditado desde o último dia 18 de abril, o trecho da Rua São Pedro – principal rua comercial da cidade -, entre as ruas do Cruzeiro e São Francisco, já se encontra liberado para tráfego de veículos. O local havia sido bloqueado para à reforma da Praça Padre Cícero. Lá , foram colocados piso intertravado e, também, foi realizada uma pequena drenagem.

Além da Rua São Pedro, outras ruas serão contempladas com a pavimentação em piso intertravado e a revitalização. Na Rua São Francisco já foi concluída, mas continua interditada. A Secretaria Municipal de Infraestrutura já anunciou que o trecho da Rua Padre Cícero, também no entorno da Praça, será interditado a partir do dia 4 de junho. O trabalho deverá ter duração de cerca de 10 dias, caso não haja nenhuma ocorrência. Em breve, Rua São Francisco deve sofrer a mesmas intervenção.

Outra mudança no entorno acontecerá no atual Terminal Rodoviário, na Rua São Francisco, que será realocado para o Centro Multiuso. No local atual, será criado uma área de convívio com bares e restaurantes. Ainda não há previsão para o início desta transição.

Resgate

A reforma da Praça Padre Cícero busca resgatar conceitos originais do espaço histórico, no coração da cidade, tem investimento do Governo Federal, Estadual e Municipal. Sua revitalização, numa área de 3.143, 11 m² terá diversas intervenções, como nova pavimentação, mudança do layout, iluminação, paisagismo.

Serão utilizados materiais como ladrilho hidráulico, bancos de granilite, postes coloniais e o mesmo desenho urbano da época, com restauração da coluna da hora, além da instalação de novas lixeiras. Todo o trabalho tem o prazo de seis meses a um ano para ser concluído, a contar de janeiro deste ano, mês em que foram iniciados os serviços. Há mais quatro meses a obra da praça foi iniciada.

16:57 · 23.05.2018 / atualizado às 22:32 · 23.05.2018 por
Homens tentam solucionar problema de vazamento na tubulação. (Foto: Luiz Carlos)

Penaforte. Há pelo menos 14 dias, os moradores de alguns bairros deste Município convivem com a falta de água em suas casas. Segundo eles, é comum ter vazamentos na tubulação da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), por isso, a ausência chega a durar até 30 dias. A população chega a comprar o recurso hídrico de carro-pipa com preço médio de R$ 100.

No bairro Padre Cícero, um cano estourou e os moradores estão há 15 dias sem água na torneira, “mas todo mês o papel da Cagece chega”, conta o comerciante Cícero Taveira, um dos prejudicados. Segundo ele, em todo local que a tubulação é danificada, o abastecimento fica interrompido por até um mês.

“Agora precisa todo dia se humilhar pra ligar água pra gente. Ir lá. Até mesmo pagando. Aí tem que pagar carro-pipa e quando tem, porque agora vendem toda água para as empresas (da obra do Projeto de Integração do Rio São Francisco). Tenho que comprar água mineral de pra beber e tomar banho de R$ 6 o garrafão”, reclama Cícero.

Em nota, a Cagece informou que a falta d’água acontece devido a um vazamento na adutora que abastece a cidade. Além disso, a companhia garante que a ocorrência foi solucionada na tarde de hoje (23). “O equilíbrio total do sistema ocorrerá em até 72h”, disse.

11:09 · 17.05.2018 / atualizado às 11:37 · 17.05.2018 por
Nos dois municípios serão construídas 1894 moradias. (Foto: Samuel Macedo)

Crato/Juazeiro do Norte. O Ministério das Cidades publicou no Diário Oficial da União, na última terça-feira (15), as propostas selecionadas para a construção de imóveis pelo Programa Minha Casa, Minha Vida. Nestes dois municípios, ao todo, serão construídas 1.894 moradias. A contratação das empresas construtoras deve acontecer no prazo de até 60 dias. Os locais ainda não foram definidos.

Em todo Ceará, apenas três municípios tiveram propostas selecionadas, divulgadas pela Portaria Nº 321. Em Crato, foram aprovadas a construção do Residencial São Bento I, com 494 moradias, e o São Bento II, que terá 488 casas, num total de 982. Já em Juazeiro do Norte, serão 479 imóveis no Residencial Padre Cícero II e 433 no Residencial Padre Cícero III, ao todo, 912 residências.

Além das duas maiores cidades do Cariri, Camocim também foi contemplada no estado. O recurso é advindo do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), no âmbito do Programa Nacional de Habitação Urbana (PNHU).

Os projetos estão distribuídos em todas as regiões do País e atendem a dois grupos familiares, aqueles com renda mensal de até R$ 1,8 mil e aqueles com renda anual bruta de até R$ 17 mil – nesse último caso, os empreendimentos são voltados para habitação rural.

O prefeito  de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra, comemorou esta conquista do Município e destaca a grande contribuição do Programa na redução do déficit habitacional no Município, beneficiando, sobretudo, famílias carentes. Além disso, vem possibilitar uma melhor qualidade de vida e dignidade à população. Ele garantiu que serão feitos todos os esforços para apresentar a documentação necessária, com levantamento dos cadastros.

13:33 · 26.04.2018 / atualizado às 13:36 · 26.04.2018 por
Além da vegetação que toma conta de boa parte da estrada, a pavimentação está solta oferecendo risco aos moradores. (Fotos: Antonio Rodrigues)

Crato. Demanda que já dura alguns anos, as estradas no distrito de Baixio das Palmeiras veem a situação se agravar com as chuvas. No sítio Currais, no caminho que dá acesso à sede do distrito, o mato tomou conta, a pavimentação está solta e a lama impedem que alguns veículos transitam por lá. Mais longe, no Sítio Chico Gomes, a situação é diferente: muitos buracos estão bloqueando a passagem de carros de pequeno porte.

Segundo os moradores, no Sítio Chico Gomes, cerca de 8 km da sede do Município, o médico que atende quinzenalmente na capelinha não pôde chegar até lá por conta dos buracos nas vias que dão acesso à comunidade. Alguns acreditam que ela só não está pior graças aos diversos mutirões que ele realizam desde 2009. Vários ofícios já foram entregues à Secretaria Municipal de Infraestrutura e, até agora, nenhuma obra foi feita.

Moradoras do sítio Currais resolveram não esperar o apoio da Prefeitura para limpar a estrada que dá acesso ao Baixio das Palmeiras.

Há pouco mais de 3km do centro da cidade, no caminho para a sede do distrito de Baixio das Palmeiras, a estrada se vê abandonada há muitos anos, segundo os moradores. Na última segunda-feira (23), um grupo de três mulheres se reuniu para limpar a vegetação lateral por conta da insegurança que sentem ao passar por lá. “Toda vida a comunidade se reúne e roça por contra própria para evitar que aconteça uma coisa pior”, disse uma delas, que não quis se identificar.

Na última sexta-feira, um trator particular retirou parte do entulho e da lama na passagem molhada que fica no sítio Currais. O veículo chegou a perder o freio e saiu desgovernado, quase atingindo pessoas que caminhavam na estrada. O mato impediu que o motorista enxergasse os pedestres.

O serviço contratado pelos próprios moradores custou pouco mais de R$420 para retirar o material que se acumulou das chuvas no riacho que corta a comunidade. A passagem molhada nunca foi feita. Por isso, até sexta-feira, o ônibus escolar sequer passava por lá.

“Essa estrada nunca mais viu reforma nenhuma, é a comunidade que se reúne, faz a reforma todos os anos. Um dá um pouquinho, outro dá outro. Vai juntando e pagando. A passagem molhada foi a comunidade que fez. A outra, no Baixio do Muquém também foi a comunidade”, garantiu outra moradora.

Resposta

A Prefeitura do Crato, através da Secretaria Municipal de Infraestrutura (SEINFRA), informou, em nota, que já tem um projeto para as referidas estradas, onde será realizado o serviço de pavimentação em pedra tosca e a construção de uma passagem molhada. Em relação às estradas vicinais, ainda na primeira quinzena de maio, estará chegando mais um equipamento para realizar o serviço de manutenção dessas estradas.

09:30 · 25.04.2018 / atualizado às 10:07 · 25.04.2018 por
A Avenida Padre Cícero está em fase de conclusão. Uma das faixas foi liberada. (Foto: Helio Filho)

Juazeiro do Norte.  A Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) está finalizando os serviços na Avenida Padre Cícero, ao lado do Teatro Marquise Branca, e na Av. Ailton Gomes, prejudicadas em decorrência das chuvas e infiltrações nas tubulações. Nos dois locais, o asfalto cedeu, formando uma crateras. Inclusive, no segundo, um caminhão de coleta de lixo ficou preso no buraco. As duas vias foram parcialmente interditadas.

No caso da correção feita nas tubulações da Av. Padre Cícero, deixando a via interditada, esta já se encontra em processo de finalização. De acordo com o engenheiro responsável pela obra, até amanhã (26), será liberado o trânsito nas duas faixas. Com relação ao serviço da Av. Ailton Gomes, na tarde dessa terça-feira já estava sendo feito o asfaltamento do espaço.

O prefeito Arnon Bezerra determinou os serviços de forma imediata, para que essas áreas fossem recuperadas o mais rápido possível, em função do tráfego intenso nesses locais. Na Avenida Padre Cícero, foi necessário fabricar manilhas específicas para que o trabalho tivesse continuidade.

Na Avenida Ailton Gomes o asfalto já foi recolocado. (Foto: Helio Filho)

Segundo a Seinfra, as complicações se deram devido a rupturas em canos das redes de água e esgoto da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) e que acabaram danificando as tubulações de drenagens pertencentes ao Município.

Próximo ao local, houve mais um vazamento, causando um novo buraco no asfalto. Uma análise por parte dos técnicos da empresa foi realizada na área para verificar a existência de mais vazamentos, para que fossem corrigidos e não viessem a causar novos problemas.

Devido às últimas precipitações na cidade, serviços emergenciais foram iniciados por meio da Operação Inverno e em conjunto com as demais secretarias como a de Meio Ambiente e Serviços Públicos (Semasp), Defesa Civil e Departamento Municipal de Trânsito (Demutran).

17:48 · 19.04.2018 / atualizado às 12:03 · 21.04.2018 por
No último dia 9 de abril choveu pro seis horas seguidas no Município. (Fotos: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. No último dia 5 de abril, o prefeito Arnon Bezerra decretou Estado de Situação de Emergência no Município por conta das fortes chuvas ocorridas no Município no mês de abril. O documento, publicado na segunda-feira (16), afirma que as precipitações ocasionaram o rompimento de estradas de acesso e a inundação de inúmeros logradouros públicos.

O decreto indica que estas mesmas chuvas deixaram centenas de pessoas desabrigadas, nas zonas urbana e rural, “fazendo com que muitas delas perdessem os seus objetos pessoais, incluindo suas moradias”. Além disso, prevê que mais chuvas voltem a atingir o Município nos próximos dias e, por isso, é preciso adotar medidas emergenciais.

Durante o período de vigência do decreto, 180 dias, contando a partir do dia 5 de maio, o chefe do Poder Executivo poderá realizar a contratação de serviços e aquisição de materiais para reverter os efeitos da chuva, conforme as regras previstas pela Lei Federal nº 8.666/93.

Volume

A última grande precipitação na terra do Padre Cícero aconteceu no dia 9 de abril, no qual o Sítio São Gonçalo registrou 60 milímetros, já o pluviômetro em sua sede teve 37 milímetros. Por outro lado, há cinco dias não chove em Juazeiro do Norte – a mais recente aconteceu no último sábado (14), com 15 milímetros. No entanto, em 18 dias, já choveu 202,4 milímetros no Município, 11,5% acima de sua média histórica no mês de abril (181,5 mm).

Danos

As chuvas no Município causam muitos prejuízos à população. Já são comuns os alagamentos nas rodovias que ligam Juazeiro às cidades vizinhas de Crato e Barbalha, causando engarrafamentos. Na noite dessa quarta-feira (18), mesmo sem registrar chuvas, um caminhão de coleta de lixo cedeu no asfalto da Avenida Ailton Gomes, no bairro Pirajá, próximo à EEF Izabel da Luz.

Há dez dias, uma cratera se formou na Avenida Padre Cícero, uma das principais do Município.

Na manhã da última terça-feira (17), mais um trecho da Avenida Padre Cícero cedeu, no trecho próximo ao Teatro Marquise Branca. Segundo a Secretaria Municipal de Infraestrutura, isso aconteceu devido a ruptura em tubulações da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). Os técnicos da empresa estiveram no local realizando os devidos reparos para sanarem o problema.

Por causa destas obras, este trecho na Avenida Padre Cícero interditada. Os veículos devem trafegar pelo Rua Paulo Maia, retornando na Rua Hildegarda Barbosa, para seguir o trajeto normalmente. Os serviços, iniciados semana passada, seguem acontecendo e o prazo previsto para a conclusão é de 10 dias, junto com a pavimentação.

10:41 · 19.04.2018 / atualizado às 10:41 · 19.04.2018 por
Caminhão foi retirado com ajuda de trator na noite de ontem (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Juazeiro do Norte. No início da noite de ontem (18), um caminhão da coleta de lixo do Município cedeu no asfalto da Avenida Ailton Gomes, no bairro Pirajá, próxima a EEF Izabel da Luz. O veículo realizava o trabalho no momento do incidente, que aconteceu após passar sobre uma canaleta de esgoto.

Equipes da Prefeitura de Juazeiro do Norte, ainda na noite de ontem, estiveram no local e efetuaram a retirada do veículo. Agentes do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) isolaram a área, para maior segurança dos condutores. Nesta quinta-feira (19), serão iniciados os serviços de recuperação.

Em nota, a Prefeitura pede a atenção da população, na conservação da limpeza dos espaços públicos, contribuindo para a desobstrução de áreas da cidade, prevenindo maiores prejuízos. Por causa de problemas dessa natureza,  suas equipes estão nas ruas realizando a limpeza e desobstrução de bueiros e esgotos. Além disso, faz um apelo para as pessoas trafegem pelas ruas com cuidado conduzindo os seus veículos.

Av. Pe Cícero

Na manhã da última terça-feira (17), mais um trecho da Avenida Padre Cícero cedeu, no trecho próximo ao Teatro Marquise Branca. Segundo a Secretaria Municipal de Infraestrutura, isso aconteceu devido a ruptura em tubulações da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). Os técnicos da empresa estiveram no local realizando os devidos reparos para sanarem o problema.

Com prazo de conclusão de 10 dias, obra interditou a Avenida Padre Cícero. (Foto: Samuel Macedo)

Próximo a este local está sendo executado serviço de reparação de um outro rompimento de tubulações e vazamentos que fez o asfalto ceder e formar uma grande cratera em uma das principais vias da cidade. Segundo a secretária Executiva de Obras de Juazeiro do Norte, Zoia Aires, é necessário que os técnicos da Cagece avaliem bem a área para que possam ser detectados possíveis rompimentos e o problema seja definitivamente resolvido.

Trânsito

Por causa destas obras na Avenida Padre Cícero, a via está interditada. Os veículos devem trafegar pelo Rua Paulo Maia, retornando na Rua Hildegarda Barbosa, para seguir o trajeto normalmente. Os serviços, iniciados semana passada, seguem acontecendo e o prazo previsto para a conclusão é de 10 dias, junto com a pavimentação.