Busca

Categoria: Juazeiro do Norte


16:19 · 20.04.2018 / atualizado às 16:19 · 20.04.2018 por
“O Ceará tem fazendo a parte dele”, afirmou, destacando cerca de 9 mil policiais contratados durante seu governo. (Fotos: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. Em solenidade, na manhã desta sexta-feira (20), o governador Camilo Santana lançou o pacto Ceará Pacífico, que trará uma série de pacotes de investimentos em segurança e ações sociais para o Município, junto com a criação da Unidade Integrada de Segurança (Uniseg) e do sistema de videomonitoramento. Com isso, o policiamento será ampliando em dez bairros, identificados como mais carentes de segurança pública. Os programas serão realizados em parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura.

A Uniseg atuará nos bairros São José, Antônio Vieira, Triângulo, João Cabral, Romeirão, Lagoa Seca, Jardim Gonzaga, Pirajá, Santa Tereza e Frei Damião. O objetivo é garantir segurança e tranquilidade aos moradores através do trabalho integrado entre Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (AESP) e Perícia Forense. Além disso, o efetivo será reforçado com 191 policiais militares, 10 viaturas, 9 motos e uma unidade móvel comunitária.

Mais 9 motos atuarão em Juazeiro.

A Polícia Civil também terá um acréscimo de 9 delegados, 18 escrivães, 32 inspetores e 3 viaturas. Este aumento foi destacado pelo titular da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, que confirmou a formação de 660 novos policiais civis e no mês de maio já trabalharão em todo Ceará. Por isso, o Governo do Estado garantiu a compra de 150 fuzis e mais de 1 mil pistolas.

O governador Camilo Santana, novamente, lembrou o combate ao tráfico de drogas como responsabilidade do Governo Federal que deve cuidar das fronteiras do País. “O Ceará tem fazendo a parte dele”, afirmou, destacando cerca de 9 mil policiais contratados durante seu governo. “Só o que contratei é mais policiais que em todo estado do Piauí junto”, completou.

Já o delegado da Polícia Civil de Juazeiro do Norte, Juliano Marcula, lembrou que a integração entre os órgãos de segurança já existe, mas a Uniseg vem para coroar este trabalho. “A Polícia em si é comunitária, convivendo com moradores e tendo conhecimento do que acontece ali. Teve um estudo, um critério para analisar, aí foi definido como bairros prioritários, mas com certeza o Estado vai trazer outras Unisegs para contemplar outros bairros”, imagina o policial.

Ceará Pacífico

Também foi assinado pelo um Termo de Compromisso Interinstitucional que formaliza o Território Pacto por um Ceará Pacífico em Juazeiro do Norte. O acordo prevê uma série de ações sociais de acolhimento à população mais vulnerável e enfrentamento da violência. Um comitê será criado, tendo à frente o poder Executivo do Município e compostas pela Polícia Civil e Militar, representantes do Poder Judiciário e sociedade Civil. Este grupo irá se reunir constantemente para definir quais destas ações serão realizadas.

Inicialmente, as ações serão destinadas ao Frei Damião, Jardim Gonzaga, Lagoa Seca, São José e Antônio Vieira. “Eu não acredito em nenhuma política se não houver o envolvimento da comunidade. A partir daí, o comitê terá um papel fundamental”, completou.

Videomonitoramento

Juazeiro do Norte foi a sétima cidade do estado a receber o sistema de videomonitoramento integrado de segurança. A medida será adotada em todos os municípios com população acima de 50 mil habitantes. Ao todo, serão instaladas 700 câmeras em 38 cidades do Ceará com investimento anual de R$ 20 milhões. Na terra do Padre Cícero, serão 17 câmeras dispostas em pontos estratégicos.

“Temos certeza que o cidadão vai poder ir e vir, afastar as possibilidades de crime e inibir muito a condição da violência. Nós queremos isso que cada um possa fazer sua parte para proporcionar vida digna”, exaltou o prefeito Arnon Bezerra.

Alguns destes equipamentos estão instalados na Praça do Giradouro, o Estádio Romeirão, o Mercado do Pirajá, no bairro Novo Juazeiro, no antigo Parque São Geraldo, próximo a Areninha, na Basílica Nossa Senhora das Dores e nas proximidades da Capela do Socorro. As câmeras se dividem entre os de monitoramento de imagens, com giro 360º, e os que possuem tecnologia para ler placas de veículos, identificando carros roubados e enviando sinal para a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops)

17:48 · 19.04.2018 / atualizado às 12:03 · 21.04.2018 por
No último dia 9 de abril choveu pro seis horas seguidas no Município. (Fotos: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. No último dia 5 de abril, o prefeito Arnon Bezerra decretou Estado de Situação de Emergência no Município por conta das fortes chuvas ocorridas no Município no mês de abril. O documento, publicado na segunda-feira (16), afirma que as precipitações ocasionaram o rompimento de estradas de acesso e a inundação de inúmeros logradouros públicos.

O decreto indica que estas mesmas chuvas deixaram centenas de pessoas desabrigadas, nas zonas urbana e rural, “fazendo com que muitas delas perdessem os seus objetos pessoais, incluindo suas moradias”. Além disso, prevê que mais chuvas voltem a atingir o Município nos próximos dias e, por isso, é preciso adotar medidas emergenciais.

Durante o período de vigência do decreto, 180 dias, contando a partir do dia 5 de maio, o chefe do Poder Executivo poderá realizar a contratação de serviços e aquisição de materiais para reverter os efeitos da chuva, conforme as regras previstas pela Lei Federal nº 8.666/93.

Volume

A última grande precipitação na terra do Padre Cícero aconteceu no dia 9 de abril, no qual o Sítio São Gonçalo registrou 60 milímetros, já o pluviômetro em sua sede teve 37 milímetros. Por outro lado, há cinco dias não chove em Juazeiro do Norte – a mais recente aconteceu no último sábado (14), com 15 milímetros. No entanto, em 18 dias, já choveu 202,4 milímetros no Município, 11,5% acima de sua média histórica no mês de abril (181,5 mm).

Danos

As chuvas no Município causam muitos prejuízos à população. Já são comuns os alagamentos nas rodovias que ligam Juazeiro às cidades vizinhas de Crato e Barbalha, causando engarrafamentos. Na noite dessa quarta-feira (18), mesmo sem registrar chuvas, um caminhão de coleta de lixo cedeu no asfalto da Avenida Ailton Gomes, no bairro Pirajá, próximo à EEF Izabel da Luz.

Há dez dias, uma cratera se formou na Avenida Padre Cícero, uma das principais do Município.

Na manhã da última terça-feira (17), mais um trecho da Avenida Padre Cícero cedeu, no trecho próximo ao Teatro Marquise Branca. Segundo a Secretaria Municipal de Infraestrutura, isso aconteceu devido a ruptura em tubulações da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). Os técnicos da empresa estiveram no local realizando os devidos reparos para sanarem o problema.

Por causa destas obras, este trecho na Avenida Padre Cícero interditada. Os veículos devem trafegar pelo Rua Paulo Maia, retornando na Rua Hildegarda Barbosa, para seguir o trajeto normalmente. Os serviços, iniciados semana passada, seguem acontecendo e o prazo previsto para a conclusão é de 10 dias, junto com a pavimentação.

11:39 · 19.04.2018 / atualizado às 11:48 · 19.04.2018 por
41 Tabletes de Maconha totalizando 36,790kg; 143g de Cocaína; 188g de pasta base, dois celulares e duas balanças de precisão foram apreendidas. (Foto: VCRepórter).

Juazeiro do Norte. Por volta das 6h da manhã, as equipes da Força Tática e do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) prenderam o casal Ítalo Samir da Silva, 23, e Maiara Rocha de Souza, 24, no bairro São José. Com eles, foram apreendidos 36,7 quilos de maconha, embalados em 41 tabletes, além de uma pequena quantidade de cocaína, pasta base e duas balanças de precisão.

Segundo Tenente Ramalho, comandante da Força Tática, os dois já vinham sendo monitorados e, através de denúncias anônimas e do o apoio do Serviço de Inteligência do 2º BPM, foram flagrados com essa quantidade de drogas. “A população tem ajudado muito”, exalta o oficial.

A polícia acredita que o local era ponto de venda de drogas. Ao chegar à residência, os policiais se depararam com o casal e, depois, localizaram a grande quantidade de tabletes de maconha dentro de duas caixas de papelão, além de 143 gramas cocaína e e 188 gramas pasta base escondidas em uma gaveta de guarda roupas.

Ítalo Samir disse à polícia que o material pertencia a um homem conhecido como “Val” que, segundo ele, está preso na Penitenciária Industrial Regional do Cariri (PIRC). O acusado informou, ainda, que os dois eram responsáveis por guardar e distribuir a droga de acordo com as ordens do proprietário.

Junto com o casal, uma criança de três anos foi encontrada. Ela foi levada pelo Conselho Tutelar e entregue aos avós. Já os acusados foram conduzidos para a Delegacia Regional da Polícia Civil de Juazeiro do Norte (20ª região), onde foram autuados em flagrante por Tráfico Ilícito de Drogas e Associação para o Tráfico. Os dois não têm passagens pela polícia.

11:02 · 19.04.2018 / atualizado às 11:02 · 19.04.2018 por
Junto dele, foram encontrados carimbos médicos furtados da Secretaria de Saúde de Juazeiro do Norte. (Foto: VC Repórter)

Juazeiro do Norte. Na última terça-feira (17), a equipe da Força Tática do Município prendeu em flagrante Wilde José Corrêa Júnior, de 52 anos, acusado de vender atestados médicos, receitas e remédios ilegalmente. Natural de Poços de Caldas (MG), o homem não havia roubado carimbos da Secretaria Municipal de Saúde.

Segundo o Tenente Ramalho, comandante da Força Tática, os policiais chegaram no acusado através de denúncias anônimas. Wilde foi preso em sua residência, no bairro Santa Tereza.”Ele estava vendendo atestado em branco e receita para remédios tarja preta. No local, encontramos ele, os atestados, carimbos de médico que ele furtou e uma grande quantidade de medicamentos”, conta o oficial.

Junto com ele foram apreendidos vários formulários de receituário em branco, um carimbo em nome um do infeciologista, uma carteira da secretaria de saúde de Juazeiro e outro de trabalho, além de diversos medicamentos sem a devida prescrição médica.

10:41 · 19.04.2018 / atualizado às 10:41 · 19.04.2018 por
Caminhão foi retirado com ajuda de trator na noite de ontem (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Juazeiro do Norte. No início da noite de ontem (18), um caminhão da coleta de lixo do Município cedeu no asfalto da Avenida Ailton Gomes, no bairro Pirajá, próxima a EEF Izabel da Luz. O veículo realizava o trabalho no momento do incidente, que aconteceu após passar sobre uma canaleta de esgoto.

Equipes da Prefeitura de Juazeiro do Norte, ainda na noite de ontem, estiveram no local e efetuaram a retirada do veículo. Agentes do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) isolaram a área, para maior segurança dos condutores. Nesta quinta-feira (19), serão iniciados os serviços de recuperação.

Em nota, a Prefeitura pede a atenção da população, na conservação da limpeza dos espaços públicos, contribuindo para a desobstrução de áreas da cidade, prevenindo maiores prejuízos. Por causa de problemas dessa natureza,  suas equipes estão nas ruas realizando a limpeza e desobstrução de bueiros e esgotos. Além disso, faz um apelo para as pessoas trafegem pelas ruas com cuidado conduzindo os seus veículos.

Av. Pe Cícero

Na manhã da última terça-feira (17), mais um trecho da Avenida Padre Cícero cedeu, no trecho próximo ao Teatro Marquise Branca. Segundo a Secretaria Municipal de Infraestrutura, isso aconteceu devido a ruptura em tubulações da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). Os técnicos da empresa estiveram no local realizando os devidos reparos para sanarem o problema.

Com prazo de conclusão de 10 dias, obra interditou a Avenida Padre Cícero. (Foto: Samuel Macedo)

Próximo a este local está sendo executado serviço de reparação de um outro rompimento de tubulações e vazamentos que fez o asfalto ceder e formar uma grande cratera em uma das principais vias da cidade. Segundo a secretária Executiva de Obras de Juazeiro do Norte, Zoia Aires, é necessário que os técnicos da Cagece avaliem bem a área para que possam ser detectados possíveis rompimentos e o problema seja definitivamente resolvido.

Trânsito

Por causa destas obras na Avenida Padre Cícero, a via está interditada. Os veículos devem trafegar pelo Rua Paulo Maia, retornando na Rua Hildegarda Barbosa, para seguir o trajeto normalmente. Os serviços, iniciados semana passada, seguem acontecendo e o prazo previsto para a conclusão é de 10 dias, junto com a pavimentação.

09:05 · 18.04.2018 / atualizado às 13:41 · 18.04.2018 por
A Rua São Francisco recebe a mesma obra e está interditada desde janeiro. (Foto: Samuel Macedo)

Juazeiro do Norte. Solicitado na última segunda-feira, o Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) realizará mudança no trânsito no Centro da cidade. A partir desta quarta-feira, 18, um trecho da Rua São Pedro, principal via comercial do Município, será interditado por cerca de 15 dias, no entorno da Praça Padre Cícero.

Com isso, serão adotadas vias alternativas, com orientação dos agentes do órgão. Durante o período que o trecho estiver interditado, os condutores deverão fazer a convergência na Rua Santa Luzia, descer na Rua da Glória e entrar na Rua Dr. Floro Bartolomeu.

O Demutran orienta aos usuários de ônibus que ficam no terminal do Centro, que os veículos irão ficar na Rua da Glória, em local determinado pelo Departamento, não havendo prejuízo para os usuários. Os comerciantes que atuam na área permanecerão no local.

A rua terá a retirada do asfalto e do meio fio, com realização de terraplenagem e reposição da pavimentação com piso intertravado, que impossibilita o tráfego pelo local. Os agentes de trânsito realizaram estudos para tornar a ação viável e dar as alternativas para os condutores de veículos e pedestres que utilizam a parada de ônibus do trecho.

O projeto de reforma da Praça Padre Cícero, iniciado em janeiro deste ano, tem prazo para execução de seis meses a um ano. A ação foi solicitada pela Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), em decorrência das obras realizadas no local. A Rua São Francisco recebeu o mesmo trabalho e está interditada desde o início da obra.

08:48 · 18.04.2018 / atualizado às 10:00 · 18.04.2018 por
A primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, visitou as instalações do Cariri Garden Shopping. (Foto: Divulgação/Governo do Estado)
Juazeiro do Norte. A Central de Artesanato do Ceará (Ceart), firmou, no último sábado (14) uma parceria com o Cariri Garden Shopping, para comercialização do rico artesanato cearense. Nos próximos 30 dias, o caririense terá acesso ao trabalho dos artistas do Estado, que reconhece no artesanato uma de suas grandes vocações produtivas cumprindo importante papel no desenvolvimento regional.
Na ocasião, a primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, e a coordenadora do Programa de Desenvolvimento do Artesanato do Estado do Ceará, Amanaci Diógenes, visitaram as instalações do empreendimento para conhecer o espaço que receberá as obras dos artesãos cearenses.
“O artesanato do nosso Ceará, que já é reconhecido nacionalmente e internacionalmente, tem uma importância na economia e na cultura do Estado. Por isso, é fundamental sempre divulgar o trabalho dos artesãos cearenses. Com certeza, essa parceria irá trazer benefícios para o município, para a população, mas principalmente para os artesãos cearenses”, destaca Onélia.
Para Onélia, ao fomentar o artesanato como uma atividade econômica sustentável e de inclusão social, o Governo do Ceará se integra à cadeia produtiva local, valorizando a identidade cultural cearense, contribuindo para inserção de significativo contingente populacional, estimulando práticas de associativismo e fixação do artesão em seu local de origem. O artesanato cearense se apresenta como uma das grandes vocações produtivas do Estado possuindo um elevado potencial de geração de trabalho e renda.
PDA
Vinculado à Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), o Programa de Desenvolvimento do Artesanato do Estado do Ceará (PDA) é a política pública do Governo do Ceará destinada ao setor e tem o objetivo de valorizar o artesanato cearense preservando a cultura, o talento, a tradição e a arte popular de cada região do Estado. Dessa forma, desenvolve ações e projetos para qualificação de artesãos, apoia a comercialização, realiza a gestão da Ceart e gerencia o Fundo Especial de Desenvolvimento e Comercialização do Artesanato (Fundart).
Lojas Ceart
Atualmente, no Ceará, a Ceart conta com quatro lojas. Em Fortaleza, os produtos confeccionados pelos artesãos cearenses estão nas lojas localizadas no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, no Shopping Rio Mar e na loja matriz, localizada na Praça Luíza Távora. Já no interior do Ceará, o legítimo artesanato cearense estão na loja em Guaramiranga. A Central conta hoje com cerca de 42 mil artesãos cadastrados, que produzem mais de nove mil itens, com preços a partir de R$ 5,50.
Conquistas
O Governo do Estado assegurou ao artesão cearense, em 2015, a isenção fiscal do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços); o Selo Ceart (Certificação da Autenticidade dos Produtos Artesanais e de Reconhecimento das Obras de Arte Popular Cearenses); capacitações para aperfeiçoar o design dos produtos; além da realização de feiras locais, estaduais e nacionais. Em dezembro de 2017, inaugurou o novo Centro de Renderias da Prainha, em Aquiraz.
09:35 · 17.04.2018 / atualizado às 09:35 · 17.04.2018 por
Projeto é voltado para pessoas acima de 55 anos. (Foto: Helio Filho)

Juazeiro do Norte. Na busca de melhorar a qualidade de vida de pessoas a partir dos 55 anos, possibilitando um envelhecimento ativo, voltado a educação de idosos e a inserção desse grupo no mercado de trabalho, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Inovação (Sedeci) está desenvolvendo o projeto Superidade. Ele tem por objetivo melhorar o IDH do Município, nos parâmetros de expectativa de vida e educação na vida adulta.

Inicialmente, o projeto está sendo desenvolvido em parceria com o Programa de Extensão Universidade na Melhor Idade da Universidade Leão Sampaio. De acordo com a diretora de Comércio e Serviços, Josefa Costa, o intuito é ampliar a iniciativa para os Centros de Referência em Assistência Social (Cras) do Município.

Possibilitar um envelhecimento ativo e a redução da taxa de desemprego das pessoas mais experientes é o foco principal do projeto Superidade.  “O projeto Superidade tem por objetivo identificar idosos que estejam aptos para voltar para o mercado de trabalho, possibilitando uma expectativa de vida melhorada ao se sentirem mais atuantes. Pretendemos, ainda este ano, encaminhar pelo menos cinco idosos para o mercado de trabalho”, explica.

08:20 · 16.04.2018 / atualizado às 08:20 · 16.04.2018 por
Parte do projeto de reforma da praça, a rua receberá pavimentação com piso intertravado. (Foto: Samuel Macedo)

Juazeiro do Norte. A Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), informou que, nesta segunda-feira (16), a empresa Coral, responsável pela reforma da Praça Padre Cícero, enviará ofício para o Departamento Municipal de Trânsito (Demutran), solicitando a interdição do trecho da Rua São Pedro, na quadra que fica ao lado da praça. A expectativa é que o órgão realize a obstrução da via até a próxima quarta-feira (18).

A ação tem como objetivo realizar o mesmo serviço que aconteceu na Rua São Francisco, ou seja, a retirada do asfalto e do meio fio, com realização de terraplenagem e reposição da pavimentação com piso intertravado, que faz parte do projeto de reforma do local.

Os agentes de trânsito antes realizarão um estudo de tráfego, para que haja um desvio da rota por ruas alternativas, e os condutores não enfrentem congestionamentos ao passar pela área. Acredita-se que o local possa ser liberado em 15 dias e volte ao normal, tempo de execução dos serviços, caso não tenha imprevistos de ordem técnica e natural.

A obra busca resgatar o traçado original da praça, que já está com 60% executada, e contemplará ainda todo o seu entorno. O Terminal Rodoviário será realocado para o Centro Multiuso e o local onde funciona atualmente será transformado em uma rua com bares e restaurantes, que ainda não foi iniciada.

Todo o trabalho tem o prazo de seis meses a um ano para ser concluído, a contar de janeiro deste ano, mês em que foram iniciados os serviços. Há três meses a obra da praça foi iniciada.

11:49 · 13.04.2018 / atualizado às 11:49 · 13.04.2018 por

Juazeiro do Norte. Desde a última terça-feira (10), o Programa Saúde na Escola (PSE) tem realizado a Campanha Nacional de Hanseníase, Verminoses e Tracoma nas escolas. A Escola de Ensino Fundamental Demóstenes Ratts Barbosa recebeu a abertura oficial, onde as secretarias de Saúde, Educação e coordenadores do PSE se reuniram com pais e responsáveis para explicar a campanha e reforçar com eles a importância de autorizar, através da assinatura de um termo, que seus filhos participem das ações.

As atividades acontecem por meio do PSE, parceria entre a Sesau e a Seduc, e tem como objetivo promover a redução da carga parasitária de geo-helmintos (verminoses), identificar casos suspeitos de hanseníase e de tracoma em estudantes na faixa etária de 05 a 14 anos de idade, matriculados em escolas públicas do Município, através da busca ativa e exames para detecção e tratamento destas doenças.

Estas ações já estão sendo realizadas e acontecerão em todas as 44 escolas municipais pactuadas no PSE, por meio da abordagem integrada entre os profissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), agentes de endemias, médicos e enfermeiros das equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF) de cada bairro.

“Entendemos que precisamos trabalhar a prevenção e a promoção da saúde a partir das escolas. Estamos tendo também reunião com os pais, pois a presença deles é fundamental neste trabalho, para que apoiem as ações e participem junto com seus filhos. A partir da prevenção com as crianças com certeza teremos adultos mais saudáveis”, ressaltou a secretária de saúde, Nizete Tavares.

“Esta Campanha é muito importante, porque muitas vezes a gente não tem esse tempo disponível para estar indo no posto de saúde, para dar esse suporte e estar olhando se nossos filhos têm essas doenças. Então fica mais acessível na escola, que é um lugar que eles têm que vir todos os dias. Facilita a vida de nós, pais, que é tão corrida”, afirmou Cícera Romana, mãe de aluno.