Categoria: Juazeiro do Norte


15:29 · 19.10.2018 / atualizado às 00:36 · 20.10.2018 por
Ação acontece na Praça do Giradouro. (Foto: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. Neste sábado (20), a Farmácia Pague Menos promoverá a sétima edição da campanha Cidade Verde. A ação irá promover o plantio de mudas das espécies de Sibipiruna, Tabebuia, Enforca Gatos e Caibros na Praça do Giradouro, a parti da 7h. Além do Ceará, outros quatro estados vão receber a iniciativa.

Lá, também estão disponíveis os serviços do Clinic Farma, como aferição de pressão, teste de glicose para a comunidade. Os participantes também poderão desfrutar de uma aula de ginástica da Smart Fit, dançar ao som da música do DJ Gimis e receber atendimento especial da instituição de ensino Senac.

“Um dos pilares da Pague Menos é a preocupação com a responsabilidade social e ambiental. Com essa iniciativa queremos engajar clientes e cidadãos a disseminar boas práticas de saúde, bem-estar e que beneficiem o ecossistema”, destaca a vice-presidente comercial Patriciana Rodrigues.

Agenda

7h – Serviços Clinic Farma / DJ Gimis / Serviços Senac

8h – Aulão com Smart Fit

9h – Plantação das mudas.

10h – Encerramento do evento

16:59 · 18.10.2018 / atualizado às 16:59 · 18.10.2018 por

Corrida terá percursos de 5km e 8km. (Foto: Divulgação)

Juazeiro do Norte. Estão abertas as inscrições para a primeira “Blue Garde Run”, que acontecerá no dia 10 de novembro. A prova, realizada pelo Cariri Garden Shopping junto com a Max Cronos, busca consciencializar os homens para a prevenção e cuidados com o câncer de próstata. O

As inscrições custam R$45,00 e podem ser realizadas até o dia 1º de novembro na loja Espaço Laser, no Cariri Garden ou no site. No dia da entrega do Kit é necessário levar um 1kg de alimento não perecível.

A corrida terá percursos de 5km e 8km com premiação total de R$ 7.300 em dinheiro e troféus para diversas categorias entre 1º, 2º e 3º  lugar. O evento tem ainda uma categoria para portadores de necessidades especiais.

A Blue Garden Run será realizada nas categorias individual masculino e individual feminino, com concentração,  largada e chegada no Cariri Garden Shopping, pelo portão lateral da avenida Castelo Branco, no dia 10 de novembro. A concentração será às 18h e largada pontualmente às 19h.

Já que o objetivo da corrida é alertar os homens sobre os cuidados com a saúde, a Sanmiti Clínica terá uma tenda com proctologista e um nutricionista, já a Farmácias Pague Menos estarão fará aferição de pressão e teste de glicemia. 

Premiação

Categoria Elite Masculino e Feminino – 8km

1º Lugar: Troféu + medalha + R$ 1.000 (mil reais)

2º Lugar: Troféu + medalha + R$ 800 (oitocentos reais)

3º Lugar: Troféu + medalha + R$ 500 (quinhentos reais)

Categoria Geral Masculino e Feminino – 5km

1º Lugar: Troféu + medalha + R$ 600 (seiscentos reais)

2º Lugar: Troféu + R$ 400 (quatrocentos reais)

3º Lugar: Troféu + R$ 300 (trezentos reais

14:19 · 17.10.2018 / atualizado às 14:53 · 17.10.2018 por
A decisão determina o livre acesso à praça e avenida em frente ao terminal. (Foto: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. O juiz Fabrício de Lima Borges, da 16ª Vara Federal, determinou, na última terça-feira (16), o desmonte imediato do estacionamento privativo no Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes. Além disso, o magistrado exigiu a suspensão do contrato entre a Infraero e a empresa que explora comercialmente aquela área, restabelecendo o livre acesso entre a Praça Capitão Aviador Samuel Wagner Marques Almeida e a Avenida Virgílio Távora.

Na decisão, o juiz determina que a Infraero se abstenha de conceder a particular ou restringir o acesso das áreas que hoje se encontra o estacionamento “por constituírem áreas de uso comum do povo, sob administração da Prefeitura de Juazeiro do Norte”, disse no documento. Por isso, pede que sejam desfeitas as obras, iniciadas no mês de junho, que comprometem a circulação.

O juiz acabou acatando o pedido do Ministério Público Federal (MPF), que através de uma ação civil pública, acredita que o contrato é irregular por ser uma área da União em que a própria Infraero solicitou a construção da praça e do estacionamento ao Município. Com isso, o espaço não poderia ser, uniliteralmente, concedido a uma empresa privada. Além disso, segundo o órgão federal, a dispensa de licitação foi irregular.

A empresa Arara Azul Empreendimentos, com razão social em nome de Victor Luciano Carvalho Bezerra de Menezes,  explora comercialmente o estacionamento desde agosto deste ano. Os valores do serviço chegavam a ser de R$ 3 a R$ 16. Naquele mesmo mês, o MPF recomendou que a suspensão da cobrança, que continuou acontecendo.

13:28 · 17.10.2018 / atualizado às 13:33 · 17.10.2018 por

 

Prédio abrigava o Cariri Plaza Hotel, que fica de frente a Praça Padre Cícero. (Foto: Helio Filho)

Juazeiro do Norte. O prédio do antigo Hotel Municipal, na Rua São Francisco, no Centro da cidade, será repatriado pela Prefeitura Municipal, a partir da próxima sexta-feira (19). Após 10 anos, o Termo de Acordo com o Tribunal de Justiça do Estado do Ceará chegará ao fim no dia 18 de outubro. A posso do equipamento público, inaugurado na década de 1970, era uma reivindicação constante da população.

A administração do atual Cariri Plaza Hotel estava sendo realizada através da SR Empreendimentos, do empresário Silvio Rui. Desde o ano passado, a Prefeitura tem trabalhado, no sentido de reaver equipamentos públicos que estavam sob a administração desta empresa. Foram retomados os terminais de ônibus intermunicipais, os mercados do Peixe, e Senhora Santana, que será reformado, e o Terminal Rodoviário.

Na manhã desta terça-feira, 16, o Chefe de Gabinete da Prefeitura de Juazeiro do Norte, Nildo Rodrigues, realizou reunião com os órgãos que estarão participando do processo de retomada do Hotel, no Gabinete do Prefeito. Um dos pontos tratados esteve relacionado aos cuidados devidos com o patrimônio, em todos os aspectos, e bens materiais que estejam em seu interior. Para isso, já foi realizada uma avaliação inicial, tendo à frente a diretora de Patrimônio, Cidália Quesado.

Setur assume

Com o encerramento do contrato, o local a princípio ficara a cargo da Secretaria de Turismo e Romaria. O prefeito Arnon Bezerra fará uma avaliação posterior sobre a utilização das instalações do prédio e a sua destinação. O hotel está numa das áreas mais privilegiadas de Juazeiro do Norte, no coração da cidade, recentemente requalificada, com a total reforma da Praça Padre Cícero, que fica de frente.

13:07 · 16.10.2018 / atualizado às 13:08 · 16.10.2018 por
A Delegacia de Defesa da Mulher vai concluir em até 10 dias o procedimento do crime de ameaça. (Foto: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. O homem identificado por Fernando Francisco da Silva, pedreiro, de 28 anos, preso em flagrante por ameaça de morte, na noite do último domingo (14), poderá responder por estupro de vulnerável de duas crianças de 12 e 13 anos, que foram companheiras dele por pelo menos dois meses. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), de Juazeiro do Norte.

Segundo a Polícia Civil, militares foram até a residência de Fernando, no bairro Frei Damião, onde morava e mantinha relações sexuais com a criança de 12 anos, atender a ocorrência sobre a agressão. A vítima já se encontrava na casa de sua mãe. No entanto, outra menina, de 13 anos, foi encontrada no quarto do suspeito. Ela disse que também teve uma relacionamento com ele por pelo menos dois meses. As duas jovens fizeram exames na Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). O resultado deverá auxiliar nas apurações do caso. 

Em depoimento à Polícia Civil, a criança de 12 anos disse que estava morando com o suspeito há dois meses e que esta foi a primeira vez que Fernando foi agressivo com ela. O pedreiro não teria aceitado o fim do relacionamento e a agrediu no último sábado com uma faca, riscando a menina nos braços e testa. Já no domingo, a ameaçou de morte. 

A delegada Débora Gurgel, titular da DDM de Juazeiro do Norte, conta que ele foi autuado somente pelo crime de ameaça, porque a lesão corporal se deu no dia anterior, mas que também será apurado por meio de portaria. “Também sob a incidência da lei Maria da Penha porque ele convivia com a menina de 12 anos”, explica. Para a outra vítima, foi expedida uma guia de crime sexual, mas não foi autuado em flagrante porque não ficou constatado no exame que eles tinham praticado relação sexual no naquele dia. 

Esta segunda vítima, de 13 anos, disse que estava em sua companhia para consumir maconha, mas não teve nenhuma relação sexual com o homem. “Estou tombando um novo inquérito policial para apurar esses outros fatos. Nós temos que investigar crimes sexuais: dois crimes de estupro de vulnerável. Mesmo ele tendo convivido com elas, elas são menores de 14 anos”, justifica a delegada. Caso seja constatado o estupro de vulnerável, a pena pode chegar de 8 a 15 anos de reclusão.

No inquérito de ameaça, ainda serão ouvidas duas pessoas, a mãe e uma vizinha, e este procedimento tem até 10 dias para ser concluído. “Quando tivermos os laudos do exame de corpo de delito e concluir o procedimento, vamos remeter para a Justiça e quem sabe até com uma representação preventiva, vamos verificar as circunstâncias”, explica Débora. 

Fernando já responde pelo crime de roubo. Ele está recolhido na Cadeia Pública de Juazeiro do Norte. A Polícia Civil deseja que ele aguarde a investigação preso. Já as duas meninas estão com seus familiares. Elas foram acompanhadas de suas mães prestar depoimento na Delegacia e encaminhadas para o Centro de Referência de Assistência Social (CREAS) “para ter um atendimento mais especializado”, acredita a delegada. 

Comum

De acordo com a agente, a DDM de Juazeiro do Norte tem recebido muitas denúncias de crimes sexuais que envolvem crianças e adolescentes. As ocorrências acontecem tanto no âmbito familiar, envolvendo pais, padrastos e tios, por exemplo, como entre namorados. “Mesmo assim, é importante esclarecer que a lei tipificou esse crime como estupro de vulnerável independente do consentimento da vítima. Para a lei, essa menor de 14 anos não tem condições de consentir. Mesmo que permita, queira, esse agressor será punido pelo crime”, explica Débora. . 

12:17 · 15.10.2018 / atualizado às 12:17 · 15.10.2018 por
Crianças tiveram oportunidade de ter contato com ídolos do futebol local. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Juazeiro do Norte. A Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho (Sedest) realizou, na última quarta-feira (10), uma partida de futebol na Areninha, com o grupo de jovens do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do território Timbaubas, e os ex-jogadores Ronaldo angelim e Jonas Damasceno, em comemoração ao Dia das Crianças.

A ação faz parte do Projeto Esporte, Cidadania e Inclusão Social, que a Sedest inseriu nos dez Cras do município. Sua proposta, através do esporte, projetos sociais, fóruns e ações de Proteção Integral da Infância e Adolescência, é impulsionar a transformação da realidade de crianças e adolescentes, contribuindo para o enfrentamento das vulnerabilidades e superação das desigualdades e violações que afetam as vidas de crianças e adolescentes.

Para a coordenadora do Cras, Emanuelly Vieira, o momento foi de muito entusiasmo e alegria para os jovens. “Era curioso, porque eles comentavam ‘Tô jogando no time de Angelim’, ‘Consegui tirar a bola dele’, ‘Um dia vou ser jogador profissional que nem ele’”, lembra.

História 

Natural de Barbalha, Jonas Damasceno Varela foi revelado no Icasa, em 1995. O volante também jogou no Guarani e Barbalha e em grandes clubes de futebol do Nordeste como Fortaleza, Botafogo (PB), Campinense e o Benfica. Hoje, Jonas Damasceno está à frente do Projeto de Esporte, Cidadania e Inclusão Social, na Sedest, que inspirado crianças e adolescentes no desenvolvimento de habilidades esportivas e na busca de seus sonhos de forma responsável.

Já Ronaldo Angelim, nascido na cidade de Porteiras, deu seus primeiros passos no futebol em Juazeiro do Norte. Também revelado no Icasa, o zagueiro jogou no Flamengo e no Fortaleza. No tricolor cearense, conquistou dois acessos à série A do Campeonato Brasileiro, em 2002 e 2004. O atleta é ídolo rubro-negro depois de ser o autor do gol da conquista do Campeonato Brasileiro de 2009.

12:07 · 15.10.2018 / atualizado às 12:07 · 15.10.2018 por
Aplicativo busca gerar um retorno financeiro maior aos taxistas e hotéis. (Foto: Divulgação)

Juazeiro do Norte. Foi lançado no último domingo (14), em Juazeiro do Norte, a plataforma de mobilidade TaxiReturn, que vai beneficiar taxistas e setor hoteleiro do Município e, também, de Crato e Barbalha. O Cariri é o primeiro local que recebe a ferramenta que nasceu sobre os pilares da inovação, economia e sustentabilidade.

Na prática, o taxista desembarca com um turista em uma pousada do Cariri e, ao invés de retornar com o automóvel vazio ao seu ponto, os estabelecimentos hoteleiros cadastrados podem utilizar a ferramenta para solicitar uma nova corrida para outro hóspede.

“Muitos taxistas realizavam suas viagens deixando o passageiro em seu destino e voltando para os pontos com os automóveis vazios, gastando combustível e sem nenhum retorno financeiro. A parceria firmada com os estabelecimentos hoteleiros permite que os hóspedes peguem um táxi de maneira segura, especialmente para a rodoviária ou para o aeroporto”, destaca Heghbertho Costa, CEO da TaxiReturn.

“Pousadas e hotéis também ganham com isso. Quando cadastrados, recebem 10% do valor da corrida. É uma via em que todos saem lucrando: o taxista, com mais viagens; o trade hoteleiro, com mais visitantes; e o hóspede, com preço competitivo”, pontua o executivo.

Há também o aspecto da segurança. “O hotel passa a saber quem é o taxista. Isso garante maior tranquilidade para os turistas, evitando fraudes, roubos e outros ilícitos”, aponta Heghbertho.

A TaxiReturn tem planos de expandir a operação para toda a população. “Entramos Juazeiro do Norte para suprir a demanda hoteleira, mas ampliaremos em breve para todos os habitantes”, assegura o executivo.

Genuinamente cearense, a TaxiReturn está sediada em Fortaleza. Há um ano trabalha em prol da melhoria da mobilidade urbana, da sustentabilidade e do desenvolvimento econômico e turístico.  A companhia possui um sistema de gestão de frota de táxis no Aeroporto de Fortaleza.

12:22 · 12.10.2018 / atualizado às 12:29 · 12.10.2018 por
No Cariri, há em torno de 300 a 400 bombeiros civis. (Foto: Reginaldo Silva)

Juazeiro do Norte. Apesar da Lei Municipal de nº 4390A, de 13 de outubro de 2014, que obriga a contratação de bombeiros civis nos estabelecimentos privados de grande porte como shopping center, casas de shows, parques de eventos, hipermercados, universidades e indústrias, apenas uma empresa, o Cariri Garden Shopping, cumpre a legislação, segundo a Federação Brasileira de Bombeiros Civil (Febrabom).

Responsáveis, principalmente, pela prevenção de incêndios e outros acidentes, os bombeiros civis também fazem vistorias periódicas, avaliação de riscos em prédios, implementação de planos de evacuação, resgate de pessoas e intervenção em acidentes elétricos, hidráulicos e de produtos químico. Além disso, dão o primeiro combate às chamas e realiza atendimento pré-hospitalar até a chegada do bombeiros militares e dos profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), respectivamente. 

“O que falta para isso é a fiscalização e conscientização dos empresários. Eles pensam no custo e não no benefício”, acredita Tiago da Silva de Souza, diretor do núcleo regional da Febrabom, que tem sede em Crato. O órgão responsável pela fiscalização em Juazeiro do Norte é a Secretaria Municipal de Segurança Pública.

Incêndios florestais

No Cariri, há em torno de 300 a 400 bombeiros civis, quase o triplo do efetivo de bombeiros militares. Contudo, Tiago acredita que a ausência de sua categoria no combate a incêndios florestais acontece por causa do “ego”. “A Febrabom é a única instituição que tem um curso de brigada de incêndios fornecida pelo ICMBio. A gente tem autorização, mas somos impedidos”, garante. 

Isto foi tema de uma denúncia ao Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), pela própria Febrabom, mas que não foi adiante. “É uma pena ver nossa Chapada do Araripe queimar e o efetivo do Crato não chegar a 20 homens. Os bombeiros civis  poderiam somar”, completa Tiago.  

11:34 · 11.10.2018 / atualizado às 11:34 · 11.10.2018 por
Juazeiro teve seu efetivo ser reforçado com 191 policiais militares, 10 viaturas, 9 motos e uma unidade móvel comunitária. (Foto: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. O índice de homicídios registrados na Área Integrada de Segurança 19 (AIS 19), que corresponde a 25 municípios do Cariri, apresentou redução de 34% em setembro. Em 2017 foram contabilizados 29 crimes dessa natureza neste período, sendo que, este ano, o número de homicídios caiu para 18.

Em Juazeiro do Norte, maior cidade da Região, redução foi de 75%, já que foram registrados 12 homicídios em setembro de 2017 e apenas 3 no mês passado.

De acordo com o comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar, Major Luciano Rodrigues, a tropa policial militar vem atuando de forma estratégica no combate à criminalidade na Região do Cariri e, de forma, mais intensa, em Juazeiro do Norte. “O trabalho da Polícia Militar está focado na segurança e tranquilidade da sociedade caririense”, destaca o oficial.

Reforço

No mês de abril, Juazeiro do Norte recebeu uma série de pacotes de investimentos em segurança e ações sociais em seis bairros mais vulneráveis, através do Pacto Ceará Pacífico. Foi criada a Unidade Integrada de Segurança (Uniseg) e lançado o sistema de videomonitoramento. Com isso, o policiamento foi ampliando em dez bairros, identificados como mais carentes de segurança pública. O Município também viu se efetivo ser reforçado com 191 policiais militares, 10 viaturas, 9 motos e uma unidade móvel comunitária.

11:20 · 11.10.2018 / atualizado às 11:20 · 11.10.2018 por
O homem foi levado para a Delegacia Regional de Juazeiro do Norte. (Foto: Antônio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. Um homem foi preso em flagrante, na noite de ontem (10), durante uma operação de combate ao furto de energia elétrica do Município. Equipes da Enel Distribuição Ceará identificaram irregularidades na medição de uma fábrica. Ele foi conduzido para a Delegacia Regional de Polícia Civil. As últimas prisões no Cariri aconteceram no dia 27 de julho, quando duas pessoas foram autuadas no Crato.

Só em 2018, 55 pessoas já foram presas por furto de energia no Ceará. As prisões ocorreram em 24 municípios do Estado, sendo Fortaleza (com oito), Mombaça e Tianguá (com cinco) e São Gonçalo (com quatro), as cidades com maior número de autuações. Ao longo de 2017, foram efetuadas 58 prisões.

A Enel Distribuição Ceará realiza investigações em todo o Estado e atua em conjunto com a Polícia Civil para efetuar as Prisões. O trabalho é feito através de análise de dados internamente e, em campo, por cerca de 200 equipes.

Além de ser crime, com pena prevista de um a oito anos de reclusão, o furto de energia afeta diretamente a qualidade do serviço prestado pela distribuidora e põe em risco a população, principalmente as pessoas que manipulam a rede elétrica. As ligações irregulares podem causar curtos-circuitos e sobrecarga na rede elétrica, ocasionando interrupção no fornecimento de energia.

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Cariri

Blog da editoria Regional, do Diário do Nordeste, sobre os municípios da região do Cariri, do Ceará.

VC REPÓRTER

Flagou algo? Envie para nós

(85) 98948-8712

Tags