Categoria: Mobilidade Urbana


08:09 · 07.09.2019 / atualizado às 16:28 · 09.09.2019 por
Foto: Divulgação/Prefeitura)

O Departamento Municipal de Trânsito de Juazeiro do Norte (Demutran) conta com mais cinco viaturas, que foram entregues nesta sexta-feira (06). Foram repassados ao órgão dois veículos tipo pick-up e três sedãs. As novas aquisições vão compor a frota para auxiliar na fiscalização e apreensões de veículos irregulares no Município, contribuindo de forma mais eficaz na prevenção de acidentes.

O diretor do Demutran de Juazeiro do Norte, José Pedro Cipriano, destacou que o trabalho do órgão engloba uma série de atividades voltadas à sinalização, orientação e educação do trânsito e que o apoio da população é fundamental para a realização desse trabalho. “Nós contamos com o apoio e a colaboração do Prefeito Arnon Bezerra e da população que sempre vem nos orientando, nos dando opiniões e sugestões. É isso o que importa para a realização desse trabalho e para a sociedade”, destaca.

Para a secretária de Segurança Pública e Cidadania de Juazeiro do Norte, Ivoneide Tenório, o Demutran tem realizado um importante trabalho no seu dia-a-dia, que conta com a contribuição e dedicação dos colaboradores e agentes. “É um trabalho exemplar, no combate e na prevenção dos acidentes de trânsito”, ressaltou.

O prefeito Arnon Bezerra lembrou que um trabalho educativo traz resultados positivos que podem prevenir acidentes e impactar diretamente nos índices de óbito no trânsito. Ele ressaltou ainda que a Prefeitura tem buscado incentivar os servidores, ouvindo-os e atendendo suas reinvindicações para que possam colocar em prática todo o seu potencial, com o objetivo de proteger de forma justa o cidadão.

“Educando o cidadão, através de uma conduta e da obediência às leis, vamos poder, cada vez mais, evitar acidentes e suas consequências. Os recursos que estão sendo aplicados aqui são fruto do trabalho de cada agente”, ressaltou o prefeito Arnon Bezerra. Até o final do mês de setembro, serão entregues mais oito motos e um caminhão munck, antecipou o gestor.

17:30 · 16.08.2019 / atualizado às 17:30 · 16.08.2019 por
Nas ruas de Juazeiro do Norte, até as rampas apresentam irregularidades. (Foto: Antonio Rodrigues)

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) deflagrou, na última segunda-feira (12), na Comarca de Juazeiro do Norte, a operação “Acessibilidade com Segurança, Justiça e Educação IES” com o objetivo de fiscalizar a promoção da acessibilidade das pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida neste município. Órgãos como o palácio da Prefeitura Municipal, a Câmara de Vereadores e o Fórum de Justiça serão visitados.

Inicialmente, com fundamento na Constituição Federal e na Lei nº 10.098/00, a 3ª Promotoria de Justiça de Juazeiro do Norte instaurou, no último dia 29 de julho, um procedimento administrativo onde foram relacionados diversos equipamentos públicos com necessidade de se aferir a efetividade na garantia desta política pública.

O trabalho investigativo está sob a coordenação do promotor de Justiça José Carlos Félix da Silva, responsável pela tutela extrajudicial dos interesses e direitos dos idosos e das pessoas com deficiência, contando com a participação do Núcleo de Atividades Técnicas (NAT) da Coordenadoria de Atividades Técnicas (CAT) do 5º Grupamento de Bombeiros (Região do Cariri) do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará, Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) e da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra).

Os colaboradores participaram de uma reunião para discutir as diretrizes e elaborar o plano de trabalho para efetivar as ações de fiscalização, onde ficou acordada a realização de vistorias nos equipamentos que promovem a educação de ensino superior e técnico, o “Sistema S”, a Prefeitura Municipal, a Câmara de Vereadores, o Fórum Desembargador Juvêncio Joaquim de Santana, o Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, o 1º Juizado Especial Cível e Criminal, o Ministério Público, o DECON, a Defensoria Pública, a Ordem dos Advogados do Brasil, a 20ª Delegacia Regional de Polícia Civil e a Delegacia de Defesa da Mulher, as Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI) e os Conselhos Tutelares I e II situados em Juazeiro do Norte.

Segundo o promotor de Justiça José Carlos Félix da Silva o foco da operação é verificar se os equipamentos relacionados disponibilizam a adequada acessibilidade sem barreiras, possibilidade de locomoção externa e interna, e de permanência sem constrangimento, e condição de alcance para utilização, com segurança e autonomia, dos espaços, mobiliários e equipamentos existentes nessas edificações, por pessoas idosas, com deficiência e/ou mobilidade reduzida.

Ela também examina a disponibilidade de vagas nos estacionamentos para os grupos destas pessoas e, desta maneira, pretende garantir a efetivação deste direito social, bem como identificar a motivação de eventual negligência e seus possíveis autores.

De acordo com a complexidade do ato, a quantidade de equipamentos a serem fiscalizados e a dinâmica operacional dos colaboradores envolvidos foi concedido o prazo preliminar de 30 dias para a remessa dos relatórios de vistorias, a fim de que o representante do MPCE avalie as medidas a serem adotadas em cada caso concreto.

Para o diretor do Demutran José Pedro Cipriano “a iniciativa do Ministério Público é muito importante porque sabemos que existem muitas reclamações feitas por pessoas com deficiência acerca da falta de acessibilidade com segurança em alguns prédios existentes no município quando buscam atendimento ou até mesmo quando precisam utilizar o banheiro destas repartições públicas, e quanto ao Demutran, exigiremos a colocação da sinalização horizontal e vertical e a reserva exclusiva de vagas nos estacionamentos destinadas as pessoas idosas e com deficiência”, disse.

Conforme Alberto Pontes Farias, representando a Seinfra, o órgão municipal “montará duas equipes para agilizar o trabalho, compostas de arquitetos e estagiários para fazerem os levantamentos necessários nesses equipamentos, ficando uma equipe sob sua responsabilidade enquanto coordenador de alvará e a outra supervisionada pelo coordenador de fiscalização, em que serão feitas as vistorias, atendendo a determinação ministerial. Caso haja necessidade, solicitaremos dilação de prazo até sessenta dias segundo ficou combinado na reunião”, ponderou.

A expectativa do major do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará, Leoni de Lima Grangeiro, é a de que esta operação tenha êxito no sentido de que esses locais fiscalizados, a curto, médio e longo prazos possam, realmente, se adequar. “Vemos a iniciativa como uma melhoria na qualidade de vida de quem precisa desta acessibilidade”, enfatizou.

19:51 · 08.07.2019 / atualizado às 19:52 · 08.07.2019 por
Foto: Divulgação/Prefeitura

Com o objetivo de minimizar acidentes de trânsito, o Departamento Municipal de Trânsito de Crato (Demutran) instalou novos semáforos na Avenida José Alves de Figueiredo com a Rua Juiz Francisco Assis Leite, na altura da Igreja Nossa Senhora de Fátima, no bairro Pimenta. A implantação alterou o tráfego, mudando o sentido das ruas.

De acordo com o diretor do Demutran, Daniel Aquino, no bairro Seminário, os moradores terão a opção de descer pela Avenida João Alves Rocha, fazer conversão à direita sentido Rua Manoel Almino, seguindo até a rua Ana Loiola, chegando a Avenida José Alves de Figueiredo, onde está um dos semáforos. A Rua Nossa Senhora de Fátima, no trecho conhecido como “ladeira da integração”, terá sentido único.

O local era considerado prioridade, devido a quantidade de acidentes ocorridos no cruzamento, além de ser uma solicitação antiga dos moradores que trafegam pelo local.

“Essa medida visa exatamente dar maior segurança aos condutores e melhorar a trafegabilidade. Nós pedimos que as pessoas tenham cautela e prestem atenção na sinalização, que sofreram várias alterações necessárias e também prestem atenção na mudança de alguns pontos na questão da proibição de estacionamento”, acrescenta Daniel.

Os semáforos funcionam de forma interligadas nos três cruzamentos: na Rua Nossa Senhora de Fatima, Av. José Alves de Figueiredo, Rua 21 de junho e Coronel Antônio Luiz, compondo um total de nove focos semafóricos acionados por um só controlador, trazendo uma melhor fluidez e segurança naquela área.

Outro semáforo instalado fica na esquina do Crato Tênis Clube, entre a rua Nossa Senhora de Fátima e Coronel Antônio Luiz, também no bairro Pimenta.

11:20 · 27.06.2019 / atualizado às 11:24 · 27.06.2019 por
Inicialmente, as placas serão colocadas na Praça do Giradouro, onde há grande circulação de pedestres. (Foto: Antonio Rodrigues)

A Lei Municipal (nº4.981) de 6 de junho, sancionada no último dia 24, proíbe o trânsito de bicicletas em praças públicas de Juazeiro do Norte. As exceções são crianças de até sete anos utilizando bicicleta infantil e acompanhadas de um responsável e ciclistas empurrando seu veículo. A Guarda Civil Municipal (GCM) e o Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) serão responsáveis pela fiscalização.

De autoria do vereador José Angêlo Filho (PSD), mais conhecido como Leroso, a Lei está em consonância com o artigo 59 da Lei Federal n° 9.503, de 23 de setembro de 1997. Porém, promete uma maior fiscalização e implantação de placas de sinalização (R-12) nos equipamentos públicos.

O ciclista que for flagrado transitando nas praças será abordado e orientado a desmontar da bicicleta e empurrá-la. Se o condutor se recusar, a GCM acionará o Demutran. Os agentes, em respeito a resolução CONTRAN n° 772 de 28 de fevereiro de 2019, priorizarão o diálogo de conscientização educativa sobre o trânsito e a prevenção de acidentes envolvendo pedestres.

Representantes da Secretaria de Segurança Pública e Cidadania de Juazeiro do Norte, do Demutran e da GCM se reuniram, ontem (26), para discutir as estratégias para evitar que ciclistas circulem nas praças da cidade. O objetivo é garantir a segurança dos pedestres que usufruem dos espaços públicos.

Durante a reunião, ficou definido que as praças começarão a ser sinalizadas na próxima semana, segundo o diretor do Demutran, José Pedro Cipriano. A partir da instalação das placas, agentes educadores do órgão, junto à Guarda Civil, realizarão campanhas educativas para conscientizar os ciclistas sobre a proibição de circulação na área. A Praça do Giradouro será a primeira a receber as ações.

12:50 · 20.06.2019 / atualizado às 12:50 · 20.06.2019 por
Foto: Lino Fly

O Departamento Municipal de Trânsito de Juazeiro do Norte (Demutran) está ampliando a implementação de faixas de retenção de motocicletas nos semáforos do Município. A nova sinalização, adotada desde o último mês de abril, foi iniciada pela Avenida Castelo Branco com a Rua José Marrocos.

Segundo o diretor do Departamento, José Pedro Cipriano, outras áreas já estão recebendo a nova faixa, como forma de garantir melhor fluxo no trânsito com o espaço destinado aos motociclistas. A finalidade é oferecer, principalmente, segurança aos condutores.

As áreas que receberão a faixa são: Rua São Pedro com a Leão XIII; Rua São Pedro com Rua do Seminário; Rua Alencar Peixoto com a Rua São Pedro; Rua São Paulo com a Rua São Luiz; Rua Alencar Peixoto com a Rua São Paulo e a Rua São Luiz com a Rua São Paulo.

Com quase 56 mil motos registradas no Município, a terra do Padre Cícero se tornou pioneiro no interior do Estado a implantar a faixa. Inicialmente as faixas foram fixadas em cinco locais, em caráter experimental, para garantir maior fluidez, possibilitando a organização no trânsito.

Frota

Até o mês de março, Juazeiro do Norte contava com 122.734 veículos registrados no Município, sendo a maioria motocicletas (55.928) e automóveis (39.535), segundo dados do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN-CE). O número de pessoas habilitadas em Juazeiro do Norte é um pouco acima da metade da frota: 78.234.

Em 2012, a frota de veículos de Juazeiro do Norte chegava a 80.686 veículos. Até 2017, em quase 90 mil, com salto representativo e crescente. Já o número atual representa que um a cada 2,2 habitantes possui um meio de transporte privado.

13:08 · 13.06.2019 / atualizado às 13:09 · 13.06.2019 por
Foto: VCRepórter

De janeiro a maio deste ano, o número de acidentes de trânsito em Juazeiro do Norte caiu em quase 13% em relação ao mesmo período de 2018. Nos cinco primeiros meses de 2019 foram contabilizados 220, enquanto no ano anterior, chegou a 252 ocorrências. Os dados são do Departamento Municipal de Trânsito (Demuntran).

O diretor do órgão, José Pedro Cipriano, reforça que o setor de Educação está intensificando as campanhas dentro de empresas e de escolas públicas e privadas. Além disso, ruas e avenidas estão sendo sinalizadas por toda a cidade.

Na Rua da Paz, no bairro Romeirão, por exemplo, uma faixa de pedestre e uma lombada, em frente de uma unidade de ensino, já provocaram mudança de comportamento de motoristas e motociclistas para alívio dos pais e moradores.

A dona de casa, Maria França da Silva, moradora do bairro Romeirão, conta que, antes da nova sinalização, os condutores abusavam da velocidade e de manobras arriscadas, como empinar motocicletas. “Hoje, mudou. Fez a diferença”, garantiu.

A situação também está diferente no bairro José Geraldo da Cruz, onde as vias no entorno da praça e da capela foram sinalizadas pela primeira vez. Segundo o barbeiro, Antônio Firmino Alves, que mora na área, o trânsito está mais seguro.

Frota

Até o mês de março, Juazeiro do Norte contava com 122.734 veículos registrados no Município, sendo a maioria motocicletas (55.928) e automóveis (39.535) , segundo dados do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN-CE).

Isso torna a terra do Padre Cícero a segunda maior frota de todo Ceará, a frente, inclusive, de Caucaia, que possui população maior, mas registra 93.713 veículos. Naturalmente, Juazeiro do Norte fica atrás apenas de Fortaleza (1.127.975).

Contudo, a média de veículos por habitante em Juazeiro do Norte é maior que na capital cearense. A terra do Padre Cícero apresenta um veículo a cada 2,2 habitantes, enquanto a Fortaleza fica um pouco acima: 2,3.

Crescimento

Em 2012, a frota de veículos de Juazeiro do Norte chegava a 80.686 veículos. Até 2017, com um salto representativo, quase atingiu 90 mil. Já o número de pessoas habilitadas em Juazeiro do Norte é um pouco acima da metade da frota atual: 78.234.

20:14 · 11.06.2019 / atualizado às 20:15 · 11.06.2019 por
Foto: Antonio Rodrigues

Atendendo a denúncias feitas por moradores com mobilidade reduzida, o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) debaterá, em audiência pública, nesta quarta-feira (12), a falta de acessibilidade nas calçadas e passeios públicos de Juazeiro do Norte. O evento acontece a partir das 9h, na sede da Escola Superior do Ministério Público do município.

A audiência foi agendada após denúncia do presidente e fundador da Associação das Pessoas com Deficiência Visual de Juazeiro (ADV), José Veríssimo dos Santos. Ele afirmou que motos estão sendo estacionadas irregularmente nas calçadas, prejudicando o direito de ir e vir dos indivíduos com deficiência ou mobilidade reduzida.

Veríssimo ressaltou, também, que medidores de energia elétrica, instalados inadequadamente nos espaços públicos, ameaçam a circulação segura dos cidadãos.

Alguns dos pontos que serão debatidos é o suposto projeto de lei que autoriza o uso das calçadas de maneira a prejudicar o trânsito de pedestres; e a necessidade de implantação de políticas públicas de acessibilidade. Haverá, também, um momento para o recebimento de denúncias da população sobre as calçadas inacessíveis e a carência de fiscalização por parte dos órgãos públicos.

Mais informações
Audiência Pública sobre acessibilidade urbana de Juazeiro do Norte
Quando? 12 de junho (quinta-feira), às 9h
Onde? Sede da Escola Superior do Ministério Público de Juazeiro do Norte (Rua Catulo da Paixão, 135, bairro Central Park)

19:00 · 04.06.2019 / atualizado às 19:00 · 04.06.2019 por
Foto: Divulgação/Prefeitura

O Departamento Municipal de Trânsito de Juazeiro do Norte (Demutran) prorrogou o prazo para o recadastramento dos permissionários de serviços de transporte o dia 31 deste mês. O procedimento é necessário para obter o Alvará 2019. Até o mês de maio 684 profissionais foram regularizados – 531 mototaxistas e 153 taxistas. Porém, o órgão estima que este número é menor que a metade de pessoas que atuam neste setor.

O atendimento acontece na sede do Demutran, de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 13h30. O órgão está localizado na Rua Beata Maria de Araújo, S/N, bairro Romeirão, próximo a Delegacia Regional.

Os motorista devem apresentar a xerox do documento do veículo, carteira de habilitação, comprovante de residência, certificado de curso especializado para mototaxistas, certidão de quitação eleitoral e certidão negativa criminal. Além disso, o veículo será vistoriado. A vistoria técnica avalia, por exemplo, as condições dos pneus e a devida adesivagem, como forma de garantir visibilidade e segurança aos usuários.

Fiscalização

Por causa disso, o Demutran de Juazeiro do Norte vem intensificando o combate ao transporte clandestino de passageiros. Somente em maio, foram realizadas três blitze e apreendidos 40 veículos. Em quatro casos, os mototaxistas não tinham licença para o trabalho.

14:03 · 21.05.2019 / atualizado às 14:06 · 21.05.2019 por
Foto: Antonio Rodrigues

Até o próximo dia 31, o Departamento Municipal de Trânsito de Juazeiro do Norte (Demutran) está realizando o recadastramento dos permissionários que realizam os serviços de mototáxi, táxi e transporte complementar através das vans, as populares “topiques”. A ação é obrigatória para a emissão do Alvará 2019. O atendimento acontece de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 13h30, na sede do órgão, localizado na Rua Beata Maria de Araújo, S/N, bairro Romeirão, próximo a Delegacia Regional.

Os permissionários devem apresentar, no Demutran, a xerox do documento do veículo, carteira de habilitação, comprovante de residência, certificado de curso especializado para mototaxistas, certidão de quitação eleitoral e certidão negativa criminal. O veículo será vistoriado. Se não houver a regularização, os serviços poderão ser suspensos.

Atualmente, estão cadastrados, em Juazeiro do Norte, 350 taxistas, 47 transportes regulares complementares e 1.700 mototaxistas. Mas, até o momento, apenas 374 permissionários regularizaram a situação.

Para inibir o serviço clandestino, que ameaça a segurança dos usuários, os setores de Transporte e de Fiscalização do órgão de trânsito, com o apoio da Guarda Civil Metropolitana, vem realizando, regularmente, blitze por toda a cidade

09:16 · 17.05.2019 / atualizado às 14:32 · 17.05.2019 por

O Departamento Municipal de Trânsito de Juazeiro do Norte (Demutran) está oferecendo um desconto de 60% do pagamento de multas aplicadas pelo órgão até o dia 31 de dezembro de 2018. A ação acontece conforme a Lei 4.963, de maio de 2019.

O desconto deve ser solicitado na sede do Demutran, de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, localizado na Rua Beata Maria de Araújo, S/N, no bairro Romeirão, próximo à Delegacia Regional de Juazeiro do Norte. O prazo inicial para essa solicitação é de 90 dias, podendo ser prorrogado por igual período.

O objetivo é a regularização dos veículos, que tende a esvaziar o depósito do órgão. Segundo o diretor do Demutran, José Pedro Cipriano, até dezembro de 2018, mais de 19 mil veículos de Juazeiro do Norte estavam irregulares.

Frota

Até o mês de março, Juazeiro do Norte contava com 122.734 veículos registrados no Município, sendo a maioria motocicletas (55.928) e automóveis (39.535) , segundo dados do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN-CE). Por isso, o Demutran também intensificou o trabalho de sinalização e organização do trânsito na terra do Padre Cícero.

O número de pessoas habilitadas em Juazeiro do Norte é um pouco acima da metade da frota: 78.234.

Em 2012, a frota de veículos de Juazeiro do Norte chegava a 80.686 veículos. Até 2017, em quase 90 mil, com salto representativo e crescente. Já o número atual representa que a cada pouco mais de dois habitantes, um deles possui um meio de transporte privado.

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Cariri

Belezas naturais, fé, trabalho e cultura. Sob os pés da Chapada do Araripe, aqui você encontra as principais notícias dos municípios da região. Por Antônio Rodrigues.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags