Categoria: Polícia


13:45 · 18.10.2018 / atualizado às 13:45 · 18.10.2018 por
Ano passado, em todo estado, mais de 6 mil armas foram tiradas de circulação. (Foto: VC Repórter)

Juazeiro do Norte. Até o mês de setembro, 519 armas de fogo foram apreendidas na Área Integrada de Segurança 19 (AIS-19), que abrange 25 municípios do Cariri cearense. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Ano passado, mas de 6 mil foram tiradas de circulação em todo Ceará.

No Cariri, no primeiro trimestre do ano, foram apreendidas 166 armas de fogo, no segundo trimestre foram registradas 175 apreensões e no terceiro trimestre esse número chegou a 178.

Segundo o comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar, Major Luciano Rodrigues, o combate ao porte ilegal de arma de fogo tem sido uma das estratégias para reduzir os índices criminais na Região do Cariri.

O oficial garante que a Polícia Militar tem atuado de diferentes maneiras no enfrentamento à criminalidade. “O combate ao porte ilegal de arma entre outros fatores, reduzir os crimes contra o patrimônio e salvar vidas”, completa Major Luciano.

13:24 · 18.10.2018 / atualizado às 13:24 · 18.10.2018 por
Desde o último ano, os agente tem recebido capacitação para utilizar as armas não-letais. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Crato. A Secretaria Municipal de Segurança Pública entregou, na manhã da última quarta-feira (17), 10 armas não letais à sua Guarda Civil. Os equipamentos adquiridos pelo Município são da marca Spark modelo Z 2.0, armamento que imobiliza o agressor por meio de choque elétrico. O dispositivo será utilizado em pessoas agressivas com distúrbios psicológicos e também na captura de criminosos.

De acordo com o secretário de Segurança Pública, Coronel Jarbas, a arma dispara um dardo que penetra no corpo do agressor e aplica 50 mil volts imobilizando imediatamente a pessoa, sem risco à sua vida. “Esse equipamento representa um avanço no campo da segurança pública. Ajuda o guarda municipal a cumprir a lei e preserva a vida e tem a finalidade de contenção de eventuais desordens que ofereçam risco à segurança de terceiros ou do próprio agente”, justifica.

O secretário destacou a criação do Centro de Capacitação para o efetivo e a criação do Centro Integrado de Operações, que engloba as forças municipais, Guarda Municipal, Departamento Municipal de Trânsito e Defesa Civil, criando assim uma rede de segurança para a população que pode realizar denúncias através do número 153.

Já o prefeito Zé Ailton Brasil ressaltou que o foco é tirar os agentes dos prédios públicos e levar para as ruas, garantindo assim uma segurança de maior qualidade para a população. Segundo ele, o trabalho feito pelo efetivo tem mostrado resultados. “A guarda tem feito um extraordinário trabalho e esse armamento vem para proteger o cidadão e até mesmo os próprios servidores”, ressaltou ele.

13:07 · 16.10.2018 / atualizado às 13:08 · 16.10.2018 por
A Delegacia de Defesa da Mulher vai concluir em até 10 dias o procedimento do crime de ameaça. (Foto: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. O homem identificado por Fernando Francisco da Silva, pedreiro, de 28 anos, preso em flagrante por ameaça de morte, na noite do último domingo (14), poderá responder por estupro de vulnerável de duas crianças de 12 e 13 anos, que foram companheiras dele por pelo menos dois meses. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), de Juazeiro do Norte.

Segundo a Polícia Civil, militares foram até a residência de Fernando, no bairro Frei Damião, onde morava e mantinha relações sexuais com a criança de 12 anos, atender a ocorrência sobre a agressão. A vítima já se encontrava na casa de sua mãe. No entanto, outra menina, de 13 anos, foi encontrada no quarto do suspeito. Ela disse que também teve uma relacionamento com ele por pelo menos dois meses. As duas jovens fizeram exames na Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). O resultado deverá auxiliar nas apurações do caso. 

Em depoimento à Polícia Civil, a criança de 12 anos disse que estava morando com o suspeito há dois meses e que esta foi a primeira vez que Fernando foi agressivo com ela. O pedreiro não teria aceitado o fim do relacionamento e a agrediu no último sábado com uma faca, riscando a menina nos braços e testa. Já no domingo, a ameaçou de morte. 

A delegada Débora Gurgel, titular da DDM de Juazeiro do Norte, conta que ele foi autuado somente pelo crime de ameaça, porque a lesão corporal se deu no dia anterior, mas que também será apurado por meio de portaria. “Também sob a incidência da lei Maria da Penha porque ele convivia com a menina de 12 anos”, explica. Para a outra vítima, foi expedida uma guia de crime sexual, mas não foi autuado em flagrante porque não ficou constatado no exame que eles tinham praticado relação sexual no naquele dia. 

Esta segunda vítima, de 13 anos, disse que estava em sua companhia para consumir maconha, mas não teve nenhuma relação sexual com o homem. “Estou tombando um novo inquérito policial para apurar esses outros fatos. Nós temos que investigar crimes sexuais: dois crimes de estupro de vulnerável. Mesmo ele tendo convivido com elas, elas são menores de 14 anos”, justifica a delegada. Caso seja constatado o estupro de vulnerável, a pena pode chegar de 8 a 15 anos de reclusão.

No inquérito de ameaça, ainda serão ouvidas duas pessoas, a mãe e uma vizinha, e este procedimento tem até 10 dias para ser concluído. “Quando tivermos os laudos do exame de corpo de delito e concluir o procedimento, vamos remeter para a Justiça e quem sabe até com uma representação preventiva, vamos verificar as circunstâncias”, explica Débora. 

Fernando já responde pelo crime de roubo. Ele está recolhido na Cadeia Pública de Juazeiro do Norte. A Polícia Civil deseja que ele aguarde a investigação preso. Já as duas meninas estão com seus familiares. Elas foram acompanhadas de suas mães prestar depoimento na Delegacia e encaminhadas para o Centro de Referência de Assistência Social (CREAS) “para ter um atendimento mais especializado”, acredita a delegada. 

Comum

De acordo com a agente, a DDM de Juazeiro do Norte tem recebido muitas denúncias de crimes sexuais que envolvem crianças e adolescentes. As ocorrências acontecem tanto no âmbito familiar, envolvendo pais, padrastos e tios, por exemplo, como entre namorados. “Mesmo assim, é importante esclarecer que a lei tipificou esse crime como estupro de vulnerável independente do consentimento da vítima. Para a lei, essa menor de 14 anos não tem condições de consentir. Mesmo que permita, queira, esse agressor será punido pelo crime”, explica Débora. . 

11:34 · 11.10.2018 / atualizado às 11:34 · 11.10.2018 por
Juazeiro teve seu efetivo ser reforçado com 191 policiais militares, 10 viaturas, 9 motos e uma unidade móvel comunitária. (Foto: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. O índice de homicídios registrados na Área Integrada de Segurança 19 (AIS 19), que corresponde a 25 municípios do Cariri, apresentou redução de 34% em setembro. Em 2017 foram contabilizados 29 crimes dessa natureza neste período, sendo que, este ano, o número de homicídios caiu para 18.

Em Juazeiro do Norte, maior cidade da Região, redução foi de 75%, já que foram registrados 12 homicídios em setembro de 2017 e apenas 3 no mês passado.

De acordo com o comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar, Major Luciano Rodrigues, a tropa policial militar vem atuando de forma estratégica no combate à criminalidade na Região do Cariri e, de forma, mais intensa, em Juazeiro do Norte. “O trabalho da Polícia Militar está focado na segurança e tranquilidade da sociedade caririense”, destaca o oficial.

Reforço

No mês de abril, Juazeiro do Norte recebeu uma série de pacotes de investimentos em segurança e ações sociais em seis bairros mais vulneráveis, através do Pacto Ceará Pacífico. Foi criada a Unidade Integrada de Segurança (Uniseg) e lançado o sistema de videomonitoramento. Com isso, o policiamento foi ampliando em dez bairros, identificados como mais carentes de segurança pública. O Município também viu se efetivo ser reforçado com 191 policiais militares, 10 viaturas, 9 motos e uma unidade móvel comunitária.

11:20 · 11.10.2018 / atualizado às 11:20 · 11.10.2018 por
O homem foi levado para a Delegacia Regional de Juazeiro do Norte. (Foto: Antônio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. Um homem foi preso em flagrante, na noite de ontem (10), durante uma operação de combate ao furto de energia elétrica do Município. Equipes da Enel Distribuição Ceará identificaram irregularidades na medição de uma fábrica. Ele foi conduzido para a Delegacia Regional de Polícia Civil. As últimas prisões no Cariri aconteceram no dia 27 de julho, quando duas pessoas foram autuadas no Crato.

Só em 2018, 55 pessoas já foram presas por furto de energia no Ceará. As prisões ocorreram em 24 municípios do Estado, sendo Fortaleza (com oito), Mombaça e Tianguá (com cinco) e São Gonçalo (com quatro), as cidades com maior número de autuações. Ao longo de 2017, foram efetuadas 58 prisões.

A Enel Distribuição Ceará realiza investigações em todo o Estado e atua em conjunto com a Polícia Civil para efetuar as Prisões. O trabalho é feito através de análise de dados internamente e, em campo, por cerca de 200 equipes.

Além de ser crime, com pena prevista de um a oito anos de reclusão, o furto de energia afeta diretamente a qualidade do serviço prestado pela distribuidora e põe em risco a população, principalmente as pessoas que manipulam a rede elétrica. As ligações irregulares podem causar curtos-circuitos e sobrecarga na rede elétrica, ocasionando interrupção no fornecimento de energia.

14:37 · 05.10.2018 / atualizado às 14:37 · 05.10.2018 por
Material foi encontrado dentro de uma panela. (Foto: VCRepórter)

Juazeiro do Norte. Um homem, identificado como José Nilton de Sousa, de 70 anos, foi preso, na tarde de ontem (4), por tráfico de drogas, no bairro Jardim Gonzaga. Na residência do suspeito, que funcionava como uma pequena mercearia, foram encontrados 16 papelotes de cocaína e 4 de maconha. O comerciante foi levado para a Delegacia Regional do Município.

Segundo o Tenente Régis Leite, comandante do Batalhão de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) no Cariri, os moradores denunciaram que o local funcionava para esconder o comércio ilegal de drogas. “Ao chegar no local, a equipe de deparou com o proprietário sentado na calçada, onde foi realizada a abordagem e a busca pessoal”, disse.

José Nilton autorizou a entrada dos policiais na mercearia, localizada na Avenida 31 de Março. Lá, as drogas foram encontradas dentro de uma penela, nos fundos do prédio, onde o comerciante também mora. Junto a ele, foi apreendida uma quantia de R$ 50,55.

17:05 · 04.10.2018 / atualizado às 17:09 · 04.10.2018 por
A Secretaria de Saúde de Crato, localizada no Centro Administrativo, apura o caso. (Foto: Reprodução)

Crato. Um agente de endemias é suspeito de praticar assédio sexual em horário de trabalho, na manhã desta quinta-feira (4), em Crato. Em uma postagem que circula nas redes sociais, uma mulher exibe o crachá do servidor público, denunciando que o homem mostrou seu pênis durante uma visita em seu apartamento. A Secretaria Municipal de Saúde está apurando o caso.

A mulher diz que o agente estava fardado no momento da ação e entrou no banheiro sem sua permissão. Em seguida, saiu exibindo o órgão genital em direção da moradora. Na publicação, ela afirma que o caso aconteceu entre as 9h e 11h e três testemunhas presenciaram o caso. “Infelizmente tive que envolver a polícia para intimidar ele”, escreveu.

No entanto, o Diário do Nordeste entrou em contato, na tarde desta quinta-feira (4), com a Delegacia Regional e a Delegacia de Defesa da Mulher de Crato, mas nenhuma ocorrência do tipo foi registrada.

Em nota, a Secretaria de Saúde de Crato confirmou que o agente que aparece na publicação é servidor do Município, contudo, está realizando “a devida apuração dos fatos noticiados em redes sociais por meio de sua Comissão de Processo Administrativo”, disse. Caso confirme que houve assédio, a Pasta irá comunicar que medidas serão tomadas.

09:54 · 14.09.2018 / atualizado às 09:56 · 14.09.2018 por
Estabelecimento comercial rebateu sobre a responsabilidade no caso. (Foto: Divulgação)

Juazeiro do Norte.  Em vídeo que circulou nas redes sociais, nesta quinta-feira (13), uma mãe conta que seu filho de 12 anos teve seu relógio roubado dentro do Cariri Garden Shopping. Revoltada, a mulher denuncia que o estabelecimento não deu nenhum suporte a vítima. Em nota, o centro comercial disse que prestou atendimento ao garoto que se encontrava sozinho dentro de uma operação de entretenimento.

Na gravação, a mulher diz que o relógio foi “tirado” da criança e que deseja “lutar por meus direitos de mãe e consumidora”, afirma. O Cariri Garden Shopping rebateu, alegando que não houve roubo, pois essa ação consiste na ocorrência de ameaça ou violência contra a vítima “o que não ocorreu”, garante. A administração do centro comercial conta que o adolescente esqueceu o objeto sobre um brinquedo e não o encontrou no local quando retornou.

Nas imagens, a mulher expõe o gerente de uma operação que oferece brinquedos e jogos e conta que deixou a criança no local. “Ele foi roubado aqui dentro e disseram que neste estabelecimento não tem câmeras”, afirma.”Da mesma forma que ele foi roubado, tendo vigias, seguranças, gerente, ele poderia também ser sequestrado”, desabafa a mãe.

A administração do Cariri Garden Shopping, todavia, informou que não possui nenhuma loja ou operação, que funcione com o serviço de cuidados com menores sob sua responsabilidade. “Em casos de roubos ou furtos é aconselhado que o convidado busque o órgão competente, no caso a Polícia, para que seja registrado um Boletim de Ocorrência e o fato seja investigado”, explica no documento.

18:21 · 13.09.2018 / atualizado às 18:24 · 13.09.2018 por
Agentes discutiam com artista a sua retirada do local, aproximando muitos curiosos. (Foto: Reprodução)

Juazeiro do Norte. A Secretaria de Segurança Pública e Cidadania informou, nesta quinta-feira (13), que um agente da Guarda Civil Municipal foi afastado de suas funções depois de usar spray de pimenta contra um artista de rua e romeiros. O episódio aconteceu na noite de ontem (12), na Praça Padre Cícero.

O homem atuava como “estátua humana” na praça quando foi abordado por três guardas civis, que tentaram retirá-lo do local. Segundo testemunhas, os agentes argumentavam que a legislação  municipal não permite esse tipo de atuação. No entanto, o artista não concordou, pois, segundo ele, sua atividade era legítima no âmbito federal.

Neste momento, alguns romeiros que frequentavam o equipamento público se aproximaram para acompanhar a ação. Muitos deles, manifestavam apoio à continuidade da atividade do artista. Minutos depois, um agente utilizou o spray de pimenta, dispersando o grupo. Em vídeo que circulou nas redes sociais, uma visitante afirma que o gás atingiu crianças. “É assim que Juazeiro recebe o romeiro?”, protestou.

Em nota, a Prefeitura de Juazeiro do Norte informou que o afastamento do servidor foi uma medida cautelar. A Corregedoria da Guarda Municipal abriu sindicância para apurar as devidas responsabilidades. “A Secretaria de Segurança Pública e Cidadania não acata, no âmbito da Corporação, esse tipo de procedimento equivocado, uma vez que o objetivo da pasta é promover a cidadania e o bem-estar social”, disse.

Depois de oito meses de reforma, a Praça Padre Cícero foi reaberta para circulação de pessoas no último sábado (8). No entanto, em acordo com os comerciantes, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Públicos determinou que não haverá mais comércio ambulante sobre o equipamento. Os permissionários dividirão as laterais da praça com trailers para não congestionar o local.

07:56 · 13.09.2018 / atualizado às 08:03 · 13.09.2018 por
Agência ficou totalmente destruída. (Foto: VC Repórter)

Farias Brito. Assaltantes fortemente armados explodiram a agência do Banco do Brasil de Farias Brito, município a 470 km de Fortaleza, na madrugada desta quinta-feira (13). A unidade ficou completamente destruída. Os criminosos fizeram alguns moradores de reféns, mas ninguém se feriu.  A Polícia Militar acredita que conseguiram levar alguma quantidade de dinheiro.

A ação aconteceu por volta das 2h. Segundo testemunhas, o grupo utilizou dois carros, um de modelo Hilux, outro Ecosport e várias motos. O segundo veículo, inclusive, foi encontrado completamente queimado no lixão do município. A gerência do banco ainda não confirmou a quantia levada.

Carro que possivelmente foi utilizado na ação. (Foto: VC Repórter)

Na BR-230, os suspeitos colocaram grampos para impedir a perseguição policial. Por isso, a Polícia Militar acredita que os criminosos fugiram para Várzea Alegre. O Comando Tático Rural (Cotar) e o Batalhão de Divisas iniciaram as buscas pelo grupo ainda nesta madrugada.

Esta é a segunda vez em menos de três anos que a agência de Farias Brito é atacada. No dia 1º de fevereiro de 2016, dois homens arrombaram dois cofres e conseguiram levar todo o dinheiro. Ação aconteceu de madrugada, mas os funcionários só perceberam por volta das 7h. Por causa do crime, a unidade passou mais de um ano sem atender a população com todos serviços bancários.

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Cariri

Blog da editoria Regional, do Diário do Nordeste, sobre os municípios da região do Cariri, do Ceará.

VC REPÓRTER

Flagou algo? Envie para nós

(85) 98948-8712

Tags