Busca

Categoria: Polícia


14:55 · 28.03.2017 / atualizado às 14:57 · 28.03.2017 por
Abrigo funcionava em condições insalubres (Foto Divulgação)

Crato. Continua preso o trio acusado de manter idosas e deficientes mentais em um abrigo clandestino que funcionava em condições insalubres na zona rural deste município. Uma denúncia anônima levou os policiais ao Sítio Baixio Verde, local onde 13 mulheres com idades entre 30 e 70 sofriam maus-tratos.

O pastor evangélico, Daniel Gonçalves de Alencar, 44 anos, e sua esposa, Valéria Maria de Oliveira Brito, 46, foram presos em flagrante no último final de semana, além da cuidadora Maria Liliane da Silva, 19 anos.

Além do casal, foi preso uma jovem que atuava como cuidadora (Foto Divulgação)

De acordo com a polícia, todos continuam presos e foram autuados por maus-tratos, carcere privado e retenção dos cartões de benefícios. De acordo com a delegada Wannini Galiza, da Delegacia de Crato, os suspeitos estavam em posse de cartões de créditos pertencentes às mulheres e eram responsáveis. Com eles, os acusados conseguiam sacar os valores dos benefícios das mulheres.

A operação foi intitulada “Cova dos Leões” e contou com apoio de policiais das delegacias de Defesa da Mulher de Crato, Municipal de Farias Brito e Várzea Alegre. O Corpo de Bombeiros e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) realizaram o socorro dos idosos.

Vítimas

Uma das mulheres foi encaminhada para uma unidade de saúde da região e permanece internada com vários problemas de saúde. Outra vítima foi atendida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Ela apresentava várias escoriações nas costas, e mordidas de animais nos pés.

De acordo com uma das mulheres do abrigo clandestino, os proprietários não ofereciam nem mesmo itens de limpeza. “A gente vivia em meio aos tapurus”, pontua a idosa. Outras seis mulheres voltaram para casa de parentes e seis estão, temporariamente, em um abrigo na cidade de Juazeiro do Norte.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

15:05 · 23.03.2017 / atualizado às 15:05 · 23.03.2017 por
Ana Iracélia foi morta dentro da própria casa (Foto: VcRepórter)

Barbalha. A polícia prendeu o pedreiro suspeito de matar a golpes de pauladas a companheira na manhã de ontem, no bairro Bela Vista, neste município. Geovane Antônio dos Santos, de 31 anos, foi capturado na tarde de ontem nas proximidades da cidade de Jardim. Segundo o suspeito, ele teria matado a companheira Anda Iracélia, de 38 anos, “porque ela estava com um homem na cama”. Ele foi indiciado por homicídio triplamente qualificado e conduzido ao presídio de Barbalha.

Crime
Ana foi morta no início da manhã de ontem, dia 22, com requintes de crueldade . O homicídio aconteceu dentro de sua própria residência, na Rua T19, no bairro Bela Vista. A vítima foi assassinada a golpes de pauladas na cabeça. De acordo com informações repassadas pelos vizinhos à polícia, os dois já tinham histórico de discussão e o relacionamento seria instável. Na noite anterior ao crime, o pedreiro Geovane, teria dormido na casa da vítima.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

11:31 · 23.03.2017 / atualizado às 11:31 · 23.03.2017 por

Juazeiro do Norte. Uma Operação Integrada pelas diversas unidades operacionais da Polícia Militar que atuam neste município, resultou na desarticulação de pontos de venda de drogas na cidade. As ações foram desencadeadas ontem, dia 22, nos bairros Santa Teresa, Timbaúbas e Frei Damião, culminando na apreensão de drogas, dinheiro e aparelhos celulares. Ao final da operação, a Polícia Militar conduziu três mulheres para a delegacia.

A primeira apreensão da Polícia Militar foi realizada no bairro Santa Teresa por volta das 17 horas. Na residência de Maria Luciana Floriano Peixoto, 26 anos, foram localizadas 80 pedras de crack (23 gramas) e a quantia de R$ 275. Três horas mais tarde, as equipes policiais apreenderam 44 gramas de crack, uma pequena quantidade de maconha e a quantia de R$ 144 na residência de Anacelia dos Santos Oliveira, 36 anos, localizada no bairro Timbaúbas.

Já final da noite, as composições militares localizaram no bairro Frei Damião uma residência na qual foram apreendidos 418 gramas de maconha, 500 comprimidos de Ecstasy, uma pequena quantidade de cocaína, balança de precisão e aparelhos celulares. Uma mulher identificada como Anarita dos Santos, 45 anos, foi apresentada à autoridade policial para adoção dos procedimentos legais.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

09:40 · 22.03.2017 / atualizado às 10:07 · 22.03.2017 por
Ana Iracélia foi morta dentro da própria casa (Foto: VcRepórter)

Barbalha. Uma mulher foi morta com requintes de crueldade na manhã desta quarta-feira (22) neste município. O crime aconteceu dentro de sua própria residência, na Rua T19, no bairro Bela Vista e, segundo a Polícia Militar, a principal suspeita do homicídio recaí sobre o ex-companheiro de Ana Iracélia. A vítima tinha 38 anos.

Ana teria sido assassinada a golpes de pauladas na cabeça. De acordo com informações repassadas pelos vizinhos à polícia, os dois já tinham histórico de discussão e o relacionamento seria instável. Na noite anterior ao crime, o pedreiro Geovane Antônio dos Santos, de 31 anos, teria dormido na casa da vítima. Ele está foragido. Ainda segundo a polícia, ele não tinha antecedentes criminais.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

10:22 · 21.03.2017 / atualizado às 15:13 · 21.03.2017 por

Armas de fogo e munições foram apreendidas pela Polícia Militar durante uma ação de combate ao porte ilegal realizada nesta segunda-feira, na zona rural da cidade de Porteiras.

Por volta das 17h30, equipes policiais da cidade de Brejo Santo, juntamente com militares da cidade de Porteiras, deslocaram-se para o Sítio Areia Branca para averiguar uma denúncia de que naquela localidade armas de fogo eram comercializadas ilegalmente.

Na residência indicada na denúncia foram apreendidos três revólveres de calibre 38, sendo dois da marca Taurus e um da marca Rossi, juntamente com 20 munições intactas do mesmo calibre. Além disso, as composições militares localizaram dois cartuchos intactos de munição calibre 32, coldres, notas promissórias, caderno de anotações, a quantia de R$ 32.900,00 e um pássaro da fauna silvestre.

Um homem de 34 anos, que já responde por crime de porte ilegal de arma de fogo e crime de trânsito, foi conduzido para a delegacia de Polícia Civil de Brejo Santo para adoção dos procedimentos legais. Ele não teve sua identidade revelada pela polícia.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br