Categoria: Política


00:43 · 29.10.2018 / atualizado às 00:46 · 29.10.2018 por
Milhares de pessoas se reuniram no Marco Zero, em Barbalha. (Foto: Daniel Trevia)

Milhares de pessoas comemoraram a vitória de Jair Bolsonaro (PSL) no Marco Zero, em Barbalha, na noite deste domingo (28). A concentração começou a partir das 21 horas e reuniu eleitores das cidades vizinhas de Crato e Juazeiro do Norte. Entre os presentes na festa, estava o prefeito do Município anfitrião, Argemiro Sampaio (PSDB), que apoiou a candidatura do presidente eleito.

Trajando, em sua maioria, as cores verde e amarelo, os apoiadores cantaram o hino nacional, erguendo bandeiras do presidente eleito e do Brasil. Muitos fogos de artifício e paredões de som animaram os apoiadores de Bolsonaro. Em Barbalha, o presidente eleito atingiu 8.953 voto (26,08%) contra 25.379 (73,92%) do candidato Fernando Haddad (PT).

Desempenho

A terra dos “Verdes Canaviais” foi a cidade em que Bolsonaro apresentou melhor desempenho a partir do percentual de votos entre as três principais cidades do Cariri. Em Juazeiro do Norte, o presidente eleito conseguiu 31.783 votos (23,89%) contra 101.288 (76,11%) votos de Fernando Haddad. Já no Crato, o número foi ainda menor, recebendo 10.784 votos (15,41%), enquanto o petista teve 59.204 votos (84,58%).

Os prefeitos de Crato, José Ailton Brasil (PP), e de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra (PTB) apoiaram o candidato Fernando Haddad. Inclusive, os dois acompanharam o petista em sua vinda no Cariri, no último dia 20 de outubro. Além disso, estiveram ao lado do governador reeleito Camilo Santana (PT) durante sua votação em Barbalha, na manhã deste domingo.

17:27 · 10.10.2018 / atualizado às 17:41 · 10.10.2018 por
Os deputados estaduais eleitos Fernando Santana, Guilherme Landim, e o deputado federal eleito, Pedro Bezerra, representam o Cariri em 2019. (Foto: Reprodução)

Juazeiro do Norte. Com pouco mais de 900 mil habitantes, em 25 municípios, a região do Cariri terá dois representantes na Assembleia Legislativa e um no Congresso Nacional a partir de 2019. No último domingo (07), Pedro Bezerra (PTB) foi eleito deputado federal, enquanto Fernando Santana (PT) e Guilherme Landim (PDT), foram escolhidos para cumprir os mandatos de deputados estaduais. Com profissões e trajetórias distintas, eles têm em comum a renovação: os três possuem idade menor que 40 anos.

Representatividade

Filho do atual prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra – último representante do Município no Congresso Nacional -, Pedro Augusto Bezerra, 37, concorreu pela primeira vez a um cargo político. Sociólogo e empresário, ele foi o décimo deputado federal mais votado do Ceará, com 119.030 votos (2,59%). Nascido em Salvador (BA), Pedro viveu sua infância na Terra do Padre Cícero, mas na adolescência se mudou para Fortaleza, onde concluiu sua graduação em Ciências Sociais e a pós em Gestão e Marketing. Lá, também trabalhou como professor. 

“Vou garantir a representatividade (de Juazeiro do Norte) que já não tinha mais”, garante Pedro Bezerra, que acredita que a falta de uma parceria em Brasília (DF) afetou muito o desenvolvimento do Município, pois, há muitos projetos pendentes. “A administração ficou sem ter com quem contar”, completa. Para o sociólogo, as verbas mais urgentes são para a saúde, principalmente, com a reforma do Hospital Infantil Maria Amélia. Além disso, destacou alguns aparelhos fechados, como a UPA da Lagoa Seca, que foi construída há muitos anos, mas ainda não está em funcionamento.  

“Eu quero trabalhar com outros municípios. Tenho obrigação de levar benefício para qualquer lugar que eu tenha votação. O que puder fazer, farei com muito empenho” 

Na eleição, Pedro disse que não contou com apoio de muitos prefeitos da região, mas que está à disposição para ajudar seus municípios. Mesmo assim, adverte: “é preciso conversar com essas lideranças para ver como a gente pode entrar”. “Nas cidades menores ainda é comum as pessoas levarem a política para a parte pessoal”, completa.  

O deputado eleito acredita que as redes sociais serão importantes para diminuir a distância para os seus eleitores. “Ainda não encontramos um formato ideal, mas quero criar um canal aberto com a população”, garante Pedro Bezerra. Sobre a votação expressiva, ele disse que em momento algum acreditou que sua escolha estava garantida. “O importante era estar dentro e garantir um representante do Cariri”, finaliza.  

Geração de emprego e renda 

O administrador Fernando Santana (PT), de 37 anos, foi o quarto deputado estadual mais votado do Ceará,  95.665 votos (2,09%). Natural de Juazeiro do Norte, sua base política é no município vizinho de Barbalha, onde foi candidato à Prefeitura Municipal em 2016, sendo derrotado por apenas 178 votos. Ex-secretário adjunto do gabinete do governador Camilo Santana, ele contou com o importante apoio do chefe do executivo cearense para ser eleito.

“Vamos trabalhar a oportunidade de emprego e renda”, assumiu Fernando. Uma de suas propostas na Assembleia Legislativa é incentivar a chegada de novas empresas e manter abertas as que já estão instaladas no Cariri. “Irmãos e irmãs daqui estão indo para outros locais. Isso será uma luta nossa”, ressalta.  

“A geração de emprego e renda foi o que mais ouvi das famílias. O pai está indo embora, o filho também. As pautas são aquilo que a gente vem ouvindo”

Inclusive, ele disse que já articulou, junto com o prefeito de Crato, José Ailton Brasil, a chegada de uma nova indústria para o Município que deve gerar 800 empregos diretos. Fernando também destacou a parceria com o governador Camilo Santana. “Isso será importante. Temos o perfil de dialogar. O governador já tem feito muito aqui, trazendo desenvolvimento”, acrescentou.  

O deputado eleito ainda não definiu qual será o canal de comunicação com a população, mas pensou em realizar um seminário. “Após descansar da eleição, vou conversar”, disse Fernando. Para ele, sua votação foi surpreendente, mas viu o empenho de familiares e amigos de outras regiões do Ceará que abraçaram sua campanha. “Cada voto foi importante e vamos retribuir. A vitória é dos apoiadores. Solicitando, lutando e buscando. A proximidade vai ajudar”, disse.  

Legado

Mais de 75% dos eleitores de Brejo Santo escolheram Guilherme Landim (PDT) para ser seu representante na Assembleia Legislativa. Ex-prefeito do Município por duas vezes e filho do ex-deputado e também ex-prefeito, Welington Landim, falecido em 2015, o médico de 33 anos afirma que vai representar o Cariri e o legado de seu pai. Décimo deputado estadual mais votado, registrando 83.215 votos (1,82%), ele buscará defender várias bandeiras como saúde, educação e geração de emprego e renda.  

Na educação, vai lutar para expandir o que definiu como “experiência exitosa”, que levou Brejo Santo a ter um excelente resultado no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), em 2015, quando foi prefeito. Além disso, defende a universalização das escolas em tempo integral e o apoio financeiro para os municípios que “estão passando dificuldades com o subfinanciamento do Fundeb”, disse.  

Já na saúde, uma de suas propostas é lutar para que seja implantado um Hospital Municipal em Juazeiro do Norte para que o Hospital Regional do Cariri não fique superlotado por conta da demanda do Município “que corresponde com mais de 70% dos atendimentos, comprometendo o atendimento para outros municípios”, garantiu.

“Tenho característica de ser muito presente nas minhas bases. Já venho trabalhando nessa campanha há bastante tempo para chegar na Assembleia Legislativa depois da partida do meu pai, que sempre foi o representante da nossa região”  

Guilherme Landim acredita que o Ceará avançou muito nos últimos anos na redistribuição de investimentos para o interior. No entanto, quer aprovar, na Assembleia Legislativa, projetos de incentivo fiscal e financiamentos para que empresas possam se instalar em municípios distantes, menores e mais pobres. “Tirar a juventude dessa tentativa diária de serem cooptados pro crime” justificou o deputado eleito. 

Além disso, ele pretende realizar fóruns e estar com suas redes sociais abertas para ouvir as demandas da população. Sobre sua eleição, Guilherme disse que ficou surpreso com o apoio sua candidatura no Cariri – nove prefeitos foram seus aliados. “Ao logo da campanha a gente viu que estava crescendo. Tinha expectativa de tirar 75 mil votos e foi muito superada. Fiquei muito feliz”, finaliza.  

00:20 · 08.10.2018 / atualizado às 01:09 · 08.10.2018 por
Fernando Santana (PT) e Guilherme Landim estarão na Assembleia Legislativa, já Pedro Bezerra (PTB) representará o Cariri no Congresso Nacional. (Foto: Reprodução)

Juazeiro do Norte. Das 46 vagas na Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, duas serão do Cariri com eleição de Guilherme Landim (PDT) e Fernando Santana (PT). Além disso, a região terá Pedro Bezerra (PTB) como representante no Congresso Nacional a partir de 2019, mantendo o mesmo número de parlamentares das atuais legislaturas.

O administrador Fernando Santana (PT), de 37 anos, foi o quarto mais votado do Ceará, com 95.665 votos (2,09%). Natural de Juazeiro do Norte, o deputado eleito tem como base política o município vizinho de Barbalha, onde foi candidato à Prefeitura Municipal em 2016, sendo derrotado por apenas 178 votos. Nesta eleição, contou com apoio do governador reeleito, Camilo Santana.

Já Guilherme Landim (PDT), médico, 33, foi o décimo deputado estadual mais votado, registrando 83.215 votos (1,82%). Ele é natural de Campinas (SP), mas se estabeleceu no Cariri ainda jovem, se formando na Faculdade de Medicina de Juazeiro do Norte (FMJ). Filho do ex-deputado e ex-prefeito de Brejo Santo, Welington Landim, falecido em 2015, Guilherme seguiu os passos do pai e também foi chefe do Executivo do Município por dois mandatos.

A novidade na Câmara de Deputados será a estreia do sociólogo e empresário Pedro Bezerra (PTB), 37, filho do atual prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra. Ele foi o décimo deputado federal mais votado do Ceará, com 119.030 votos (2,59%), e vai debutar na vida política em Brasília (DF) a partir do ano que vem. Nascido em Salvador, Pedro viveu a infância em Juazeiro do Norte, mas ainda na adolescência se mudou para Fortaleza, onde concluiu sua graduação em Ciências Sociais. Lá, também fez pós-graduação em Gestão e Marketing e trabalhou como professor.

Perdas

Na atual legislatura, o Cariri tem como representante na Assembleia Legislativa o deputado estadual Manoel Santana (PT), que assumiu como suplente. Nesta eleição, o médico, que foi ex-prefeito de Juazeiro do Norte, optou por não concorrer e lançar seu filho, Gabriel Santana (PCdoB), que não foi eleito. Além dele, o jornalista Ely Aguiar (DC), que nasceu no Crato, não conseguiu se reeleger.

A fisioterapeuta Gorete Pereira (PR) foi outra candidata do Cariri que não conquistou a reeleição. Ela concorreu novamente ao cargo de deputada federal e obteve 62.946 votos, ficando no 27º lugar entre os mais votados do Ceará. Nascida em Juazeiro do Norte, Gorete foi ex-deputada estadual, ex-vereadora de Fortaleza, mas em 2008 tentou ser prefeita de sua terra natal, obtendo 1.110 votos.

De 2015 para cá, o Cariri também perdeu representantes que optaram por assumir as gestões municipais das duas principais cidades da região. O atual prefeito de Crato, José Ailton Brasil, foi eleito para a Assembleia Legislativa em 2014, mas deixou o cargo de deputado estadual para assumir o Município em 2017. O mesmo aconteceu com Arnon Bezerra, que exerceu mandatos de deputado federal por 22 anos consecutivos, mas deixou o Congresso Nacional para administrar Juazeiro do Norte. Agora, terá como porta-voz em Brasília seu filho Pedro Bezerra.

14:33 · 07.10.2018 / atualizado às 14:42 · 07.10.2018 por
No Colégio São Francisco, cinco homens acompanham a votação. (Fotos: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. Cerca de 200 militares do Exército estão no Município para manter a ordem e segurança durante as eleições deste domingo (7). Com 169.046 eleitores aptos para votar em 575 seções espalhadas em 85 locais de votação, a movimentação na Terra do Padre Cícero começou cedo. Além disso, policiais militares e agentes do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) dão apoio em toda a cidade.

A atuação do Exército acontece em outras quatro cidades, todas com mais de 100 mil eleitores e que possuem os maiores colégios eleitorais do Ceará: Fortaleza, Caucaia, Maracanaú e Sobral . Os agentes estão atuando em pontos fixos e também farão patrulhamento nos locais de votação. O objetivo é coibir crimes eleitorais, como boca de urna, compra de voto ou tentativa de tumulto.

Agentes acompanham votação no Colégio Salesianos.

Logo às 7h, dezenas de pessoas formavam fila no Colégio São Francisco, maior colégio eleitoral do Município com quase 6 mil votantes. Lá, cinco militares acompanham a votação e um veículo também auxiliava os agentes. Já no Colégio Salesianos, local que concentra o segundo maior número de eleitores, outros cinco faziam o patrulhamento.

14:18 · 07.10.2018 / atualizado às 14:21 · 07.10.2018 por
“Hoje, o Ceará é referência para o País”, disse Camilo depois de votar. (Fotos: Antonio Rodrigues)

Barbalha. “Estou otimista”, resumiu o governador Camilo Santana (PT), candidato à reeleição, que votou no distrito de Caldas, no início da tarde deste domingo (7), na Escola Bom Jesus. Ao lado do candidato ao Senado, Cid Gomes (PDT), da primeira-dama, Onélia Santana e de seus dois filhos, o chefe do executivo cearense foi recepcionado por lideranças locais e seus eleitores. De lá, seguiu para Sobral acompanhar o voto de seu aliado.

A chegada do governador no local da votação aconteceu às 12h20. Na escola, foi recebido pelo prefeito de Crato, José Ailton Brasil, e o ex-prefeito de Barbalha, José Leite. Apesar da última pesquisa indicar 86% das intenções de votos, Camilo optou por um discurso mais cauteloso. “Vamos aguardar o resultado da apuração”, afirmou.

No entanto, se mostrando confiante, Camilo acredita que o bom número na última pesquisa mostra um reconhecimento do trabalho desenvolvido nos últimos quatro anos. “Fiz a campanha percorrendo o Ceará, mostrando à população os avanços que o estado teve mesmo em momento de seca, crise econômica e crise política. Hoje, somos referência para o País”, garantiu.

Na breve passagem pelo Caldas, Camilo Santana foi recepcionado por muitos eleitores, que gritaram seu nome e do candidato ao Senado, Cid Gomes. Entre as mais eufóricas, estava a dona de casa Maria Lindelma de Souza, que mora no distrito e fez questão de enxugar o suor do governador em sua toalha. “Vou guardar para sempre”, garantiu. A eleitora acredita na sua reeleição e numa boa gestão. “Ele está fazendo muito e vai fazer mais ainda”, disse.

Natural de Crato, Camilo Santana tem residência em Barbalha, no próprio distrito do Caldas. Lá, também foi candidato a prefeito por duas vezes, sendo derrotado em todas elas.

21:27 · 29.09.2018 / atualizado às 21:31 · 29.09.2018 por
Movimentos sociais, associações e grupos de mulheres coloriram a Praça do Giradouro neste sábado. (Fotos: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. A pouco mais de uma semana para as eleições, milhares de pessoas estiveram presentes, na tarde deste sábado (29), na Praça do Giradouro, para se manifestar contra a candidatura à Presidência da República de Jair Bolsonaro (PSL). A concentração começou às 16h e reuniu diversos movimentos sociais de várias cidades da região como Caririaçu, Jardim, Crato e Barbalha. O movimento acontece em diversas regiões do País.

Segundo a organização, aproximadamente 5 mil pessoas estavam presentes. A maioria eram mulheres, que através de faixas, cartazes e camisas, carregavam a frase “Ele Não”. Um carro de som foi usado para as palavras de ordem e, também, para que alguns artistas locais se apresentassem, como o cantor João do Crato, a cantora Fatinha Gomes, o poeta Maciço do Baturité, entre outros.

O cantor João do Crato se apresentou na manifestação.

Segundo a advogada Patrícia Oliveira, a manifestação, denominada “Ele não Cariri: mulheres contra o fascismo”, representa um levante das mulheres contra as ideias retrógradas e conservadoras que estão conquistando espaço na sociedade através do candidato Jair Bolsonaro. “Ideias que são, muitas vezes, rasas, simplistas, e não trazem soluções reais para nossos problemas”, explica.

Para ela, embora o candidato negue ser machista, homofóbico e racista, muito do que ele fala reafirma esse tipo de pensamento. “A falta de propostas no geral que ele apresenta, o discurso de violência contra pobres, a discussão de que se resolve nosso caos com mais violência. A gente não acredita nisso”, acrescenta Patrícia.

Já a professora Verônica Isidório, da Frente de Mulheres do Cariri, acredita que o ato demonstra que as mulheres não aceitam o fascismo e, principalmente, o machismo ditando regras. “Somos fortes suficientes para dar respostas nas ruas. Estamos preparadas hoje e estaremos amanhã também”, disse.

14:17 · 24.09.2018 / atualizado às 18:43 · 24.09.2018 por
Boneco que media 12 metros ficou à frente da estátua de 27 metros do pároco. (Foto: VCRepórter)

Juazeiro do Norte. Um boneco inflável gigante do candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), foi colocado, irregularmente, em frente à estátua do Padre Cícero, na Colina do Horto, na manhã do último domingo (23). A administração do espaço pediu a retirada imediata do objeto, que media aproximadamente 12 metros de altura. A página do próprio presidenciável no Instagram compartilhou a imagem, no início da tarde de ontem.

“Fomos surpreendidos”, garante a supervisora do Horto, Francisca Maria Santana. Ela conta que o grupo colocou o boneco, em frente a estátua de 27 metros de altura, sem solicitar a autorização, que deveria acontecer por meio de ofício. “Mas para candidatos a gente não autoriza de forma alguma”, justifica.

Segundo a supervisora, o objeto foi inflado no momento que havia missa, por volta das 7h30, e, por isso, a ação não foi percebida. No entanto, a retirada aconteceu minutos depois. A administração do Horto chegou a conversar com os responsáveis pelo boneco, que tentaram argumentar e, ainda, colocaram em outro local: na Igreja Bom Jesus do Horto, mas também foi removido.

“Nunca tinha acontecido uma coisa desse nível”, reforça a supervisora. Francisca Santana explica que outros candidatos já tiraram foto, assim como os romeiros, em períodos pré-eleitorais, que nesses casos não são impedidos. “Aí realmente é uma questão política. Não estamos aqui para defender nenhum candidato. Fazer discurso, vídeo, a gente não autoriza”, completa.

Na programação dos organizadores, o boneco inflável circularia por outros locais, que incluía as praças do Socorro e do Giradouro, em Juazeiro do Norte, a Praça da Sé, em Crato, e no Parque do Povo, em Barbalha. No entanto, a passagem do objeto não foi confirmada nestes lugares.

A equipe do Diário do Nordeste tentou entrar em contato com um representante do grupo “Endireita Fortaleza”, que teria sido responsável pela passagem do boneco no cartão-postal de Juazeiro do Norte. Até agora, as ligações não foram atendidas.

13:48 · 08.09.2018 / atualizado às 14:25 · 08.09.2018 por
Ao lado do governador Camilo Santana, Ciro Gomes seguiu até o Crato. (Fotos: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, participou de uma carreata na manhã deste sábado (08). O presidenciável desembarcou no Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes e foi recebido por uma multidão, que estava concentrada desde as 8h. De lá, seguiu até o Crato, mesmo sob sol forte, acompanhado por centenas de veículos.

“Eu não acredito na violência, na arma, na cultura de ódio”, comentou Ciro Gomes sobre o ataque sofrido pelo seu adversário, Jair Bolsonaro, na última quinta-feira (06). Na passagem pelo Cariri, o candidato classificou as diferenças com o seu rival como “intransponíveis”, mas desejou sua recuperação. “Espero que ele venha são e salvo, para a gente estabelecer o debate e o povo abençoado escolher o que é melhor”, acrescentou o presidenciável.

Ciro Gomes conversou com a imprensa por cinco minutos.

Acompanhado do governado Camilo Santana, do presidente do seu partido, Carlos Lupi, do candidato ao Senado e ex-governador, Cid Gomes, do prefeito de Juazeiro, Arnon Bezerra, do prefeito de Crato, José Ailton Brasil, e de outros candidatos, parlamentares e ex-prefeitos da Região, Ciro Gomes cumprimentou seus eleitores no Aeroporto e seguiu de caminhão até o Crato.

De lá, Ciro Gomes viajou para Campina Grande e Monteiro, na Paraíba, para visitar o Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco, obra que disse ter “muito orgulho”. Por outro lado, criticou que a demora para a chegada da água no Ceará.“É incrível que falte 3% para conclusão e não tenha chegado ainda ao Ceará”, afirmou.

No entanto, o candidato garantiu que se o atual governo não concluir o Eixo Norte, vai terminá-la em três meses quando assumir. “Nós tivemos um inverno mais ou menos precário em cima de extensos anos de seca”, justificou.

14:06 · 05.09.2018 / atualizado às 14:10 · 05.09.2018 por
Antônio Roriz Neves, o “Rorizinho”, ao centro, de camisa branca, assumiu depois de vencer eleição suplementar em 2011. (Foto: Elizângela Santos)

Jardim. O ex-prefeito deste Município no Cariri cearense, Antônio Roriz Neves, o “Rorizinho”, foi condenado pela Primeira Câmara do Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE) a ressarcir aos cofres municipais em R$ 177 mil, a serem ainda atualizados monetariamente. A determinação decorre de danos ao erário constatados em prestações de contas de gestão do exercício de 2012, julgadas pelo colegiado na última segunda-feira (03).

Além dos danos, outras irregularidades foram apuradas nos processos, o que resultou em multa de R$ 9 mil.  O ex-gestor será notificado sobre a decisão da Corte e poderá interpor recurso no prazo de 30 dias.

Entenda

Na prestação de contas da Prefeitura de Jardim (processo nº 10992/13), a devolução dos recursos foi motivada pela não comprovação da existência do saldo de R$ 172 mil evidenciado no Balanço Financeiro e pela concessão irregular de diárias, no valor total de R$ 5 mil.

No processo, também foram apontadas falhas como contratação da empresa Rádio Jardim FM, cujos sócios possuíam laços familiares com o alto escalão da gestão municipal ou ocupavam cargos públicos no Município; despesas realizadas sem licitação; e repasse a maior de valores consignados.

Antônio Roriz Neves foi eleito com 252 votos de vantagem em eleição suplementar ocorrida em setembro de 2011. Na época, ele obteve 50,82% dos votos (7.853), enquanto a candidata Cremilda Bringel, segundo lugar, conseguiu 7.601 votos. Ele assumiu  cargo com apenas 22 anos e ocupou até o dia 31 de dezembro de 2012.

21:19 · 04.07.2018 / atualizado às 21:19 · 04.07.2018 por
O vice-prefeito Abraão Sampaio acumulou cargos depois que assumiu como vice-prefeito. (Foto: Vinícios Diniz)

Milagres. No último dia 28 de junho, o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), através do promotor de Justiça da Comarca local, Saul Cardoso Onofre de Alencar, ajuizou uma Ação Civil Pública de Responsabilidade por Ato de Improbidade Administrativa contra o vice-prefeito deste Município, Abraão Sampaio de Lacerda. Ele teria praticado atos de enriquecimento ilícito através de acúmulo de cargos.

De acordo com promotor de Justiça, o vice-prefeito, além de estar em pleno exercício de cargo eletivo, ocupa, simultaneamente, os cargos de médico em municípios de Brejo Madre de Deus, Frei Miguelinho, Sanharó e São Joaquim do Monte, no Estado do Pernambuco.

A ação requer a condenação de Abraão pelo cometimento dos atos de improbidade administrativa que importam enriquecimento ilícito, previstos no artigo 9°, caput, da Lei n° 8.429/92. A prática de ato de improbidade administrativa causou lesão ao Erário no valor de R$ 566.419,97. O promotor solicitou, ainda, que fosse requisitado ao Instituto Médico de Gestão Integrada (IMEGI), se o vice-prefeito prestou serviços à entidade, em Milagres ou em outra cidade, de janeiro de 2017 até a data de resposta ao ofício.

Diante das informações sobre acumulação ilegal de cargos, foi instaurado um Inquérito Civil Público, iniciando-se pela coleta de maiores informações sobre os cargos efetivamente ocupados pelo requerido, a Prefeitura Municipal do Brejo Madre de Deus (PE), atestou que o Abraão Sampaio cumpriu contrato de prestação de serviços, no cargo de médico plantonista, com carga horária de 48 horas semanais, durante o período de 01 de janeiro de 2017 até 31 de dezembro de 2017, percebendo mensalmente a quantia de R$ 20.000,00, perfazendo o total de R$ 240.000,00, a título de vencimentos.

A Prefeitura Municipal de Frei Miguelinho (PE) fez juntar aos autos, após requisição Ministerial, o contrato de prestação de serviços realizado com o vice-prefeito de Milagres, no cargo de médico plantonista, tendo carga horária de 24 horas semanais, recebendo mensalmente a importância de R$ 7.200,00.

Já a Prefeitura de São Joaquim do Monte (PE), aduziu que o político não tem contrato de trabalho direto com o Município, mas presta serviços médicos através de contrato de prestação de serviços firmado entre a municipalidade e a empresa em que ele é sócio, MedSênior Serviços em Saúde Ltda. Para tanto, juntou o comprovante de rendimentos do requerido referente ao ano de 2017, com valor de R$ 111.719,97 a título de lucro por sua participação nos serviços médicos da pessoa jurídica.

Por fim, o município de Sanharó (PE), informou que, desde o dia 27 de outubro de 2017, o vice-prefeito de Milagres deixou de prestar serviços naquele Município, sem apresentação de qualquer justificativa. Porém, tinha um contrato de trabalho por tempo determinado com a municipalidade, no cargo de médico plantonista, com jornada de plantão de 48h/120h, durante o período de 03 de julho de 2017 até 31 de dezembro de 2017, com remuneração mensal de R$ 17.875,00, percebendo o total de R$ 70.308,33, a título de vencimentos.

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Cariri

Blog da editoria Regional, do Diário do Nordeste, sobre os municípios da região do Cariri, do Ceará.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags