Categoria: Saúde


12:57 · 20.06.2019 / atualizado às 12:57 · 20.06.2019 por
Foto: Divulgação/Prefeitura

A Secretaria da Saúde de Juazeiro do Norte iniciou, a partir desta semana, o atendimento noturno na Unidade Básica de Saúde do bairro Pirajá (UBS 34/42/68/70). O equipamento está de portas abertas de 18h às 22h, com dois médicos, enfermeira e técnico de enfermagem.

Com isso, já são sete unidades funcionando no período noturno de segunda à sexta-feira. As demais UBS são as dos bairros Vila Nova, Limoeiro, São José, Franciscanos, Salesianos e Triângulo. Nas três últimas há ainda atendimento odontológico. Os atendimentos são destinados a toda a população do Município, independente do bairro de origem.

Além dessas UBS o Hospital Estephânia Rocha Lima também está com funcionamento ampliado, de domingo a domingo, das 7h às 22h.

“A população tem aprovado esse atendimento, então a gente estendeu”, afirmou a secretária da Saúde, Francimones Albuquerque, ao explicar que a Prefeitura de Juazeiro se antecipou ao que foi estabelecido em uma Portaria do Ministério da Saúde, que habilita os municípios a implantarem o atendimento noturno.

A secretária ressalta ainda que o funcionamento noturno nesses locais estratégicos dá condições de atendimento à população que trabalha durante o dia.

14:01 · 17.06.2019 / atualizado às 14:01 · 17.06.2019 por
Foto: Divulgação

Os transtornos alimentares, que afetam uma parcela significativa da população, sobretudo no público infantil, será tema de debate nos próximos dias 27, 28 e 29 de junho, em Crato. Desta vez, o assunto será tratado relacionado com as crianças com Transtorno de Espectro Autista (TEA). O curso “Transtornos Alimentares Pediátricos: Avaliação e Tratamento de problemas alimentares em crianças com TEA”, acontecerá na sede da CDL.

Realizado pela Catarse Consultoria e Treinamentos, em parceria com o Núcleo de Intervenção Comportamental (NIC), o curso é voltado para profissionais das áreas de saúde e educação, fará uma introdução sobre a Análise do Comportamento; ética no trabalho com Transtornos Alimentares; Transtornos Alimentares Pediátricos; estágios de desenvolvimento na alimentação de bebês e crianças; equipe multi ou interdisciplinar; Avaliação de problemas alimentares; avaliação de alimentos preferidos e intervenção.

O conteúdo será discutido com a psicóloga Luana Rezende Zeolla Inhauser, que trabalha com atendimento e consultoria a pessoas com desenvolvimento atípico e restrição alimentar.

A profissional é mestre em Psicologia Experimental pela Universidade de São Paulo (USP); especialista em Terapia Comportamental pela Universidade de São Paulo (USP). Luana também possui treinamento no atendimento de crianças com desenvolvimento atípico pelo Milwaukee Center for Independence-MCFI (USA) e formação em Applied Behavior Analysis (ABA), pelo Florida Institute of Technology (FIT – USA).

O curso também contará com a fonoaudióloga Natany Ferreira Silva, que possui experiência em intervenção Análise do Comportamento Aplicada (ABA) com pessoas diagnosticadas com autismo, planejamento de atividades educacionais e treinamento de pais e novos terapeutas.

Mestranda em Educação Especial pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Natay cursa especialização em motricidade oral. Também é especialista em Educação de Pessoas com Transtorno do Espectro Autista ou com Atraso no Desenvolvimento.

Mais informações

Curso Transtornos Alimentares Pediátricos: Avaliação e Tratamento de problemas alimentares em crianças com TEA

Data: de 27 a 29 de junho de 2019

Local: CDL Crato (Rua Teopisto Abath, 461 – Pinto Madeira – Crato/CE)

13:58 · 12.06.2019 / atualizado às 13:58 · 12.06.2019 por
Foto: Divulgação/Prefeitura

A Secretaria da Saúde de Juazeiro do Norte está implantando no Município o Sistema de Monitoramento Integrado do Aedes aegypti – MI-Aedes. Com isso, a terra do Padre Cícero é a primeira cidade da região Nordeste a implantar esse sistema, que gera relatórios de infestação do mosquito, permitindo localizar os pontos de maior incidência e quais vírus ele carrega, através de sua captura. O lançamento acontece amanhã (13), às 9h, no auditório do Centro Universitário Doutor Leão Sampaio, unidade Crajubar.

Desenvolvido pela empresa mineira de biotecnologia e bioinformática Ecovec, o sistema de monitoramento se dá através da captura do mosquito Aedes aegypti em armadilhas distribuídas homogeneamente pela cidade, e uma equipe de agentes de endemias realiza vistorias semanalmente para coletá-los. Serão instaladas 570 armadilhas em Juazeiro do Norte.

A partir disso, serão gerados relatórios de infestação, permitindo localizar os pontos com maior infestação do mosquito e qual vírus que ele carrega (dengue, zika ou chikungunya). O sistema possibilitará ações estratégicas para redução da transmissão dessas doenças.

“O mais interessante é que nós trabalharemos de forma realmente dirigida. Se encontrarmos mosquito infectado nós iremos até o local fazer o bloqueio químico e quebrar a cadeia de transmissão antes que o vírus chegue nas pessoas”, ressalta a coordenadora do Núcleo de Controle de Endemias, Mascleide Feitosa.

Na última terça-feira (11), foi iniciado treinamento dos agentes de endemias que irão atuar com o MI-Aedes. Serão sete agentes trabalhando diretamente com o Sistema e mais 11 reservas, caso seja necessária a substituição. O primeiro dia de treinamento foi teórico, para apresentação do programa.

Já hoje (12), os profissionais foram a campo aprender como implantar as armadilhas. Nos próximos dois dias, também terão treinamento teórico e prático da vistoria.

15:25 · 10.06.2019 / atualizado às 15:26 · 10.06.2019 por
Foto: Divulgação/Prefeitura

A Secretaria da Saúde de Juazeiro do Norte recebeu 8.800 doses da vacina contra a gripe, destinadas aos grupos prioritários que ainda não atingiram a meta de 90%, preconizada pelo Ministério da Saúde e também para a segunda dose das crianças. A imunização disponível é voltada somente para crianças maiores de seis meses e menores de seis anos, gestantes e idosos acima de 60 anos.

Até semana passada, a cobertura de crianças, gestantes e idosos atingiu 80,83%, 88,96%, 84,24%, respectivamente. O números já devem ter se alterado a partir desta segunda-feira (10). “O que estamos recebendo não são doses extras, são doses que já estavam previstas para os grupos prioritários”, explicou a secretária da Saúde, Francimones Albuquerque.

As vacinas estão sendo aplicadas nas salas de vacinação das UBS Frei Jeremias (ESF 41/54/55/56), bairro Franciscanos; UBS Timbaúbas (ESF 67); UBS São José (ESF 47/61); UBS Limoeiro (ESF 23/53/65); Centro de Dermatologia e Hospital Estephânia.

Durante a Campanha, o Município recebeu 71.950 doses para vacinação dos grupos prioritários, que no geral já atingiu 95,59% de cobertura, acima dos 90% preconizados pelo Ministério da Saúde.

Além de crianças, idosos e gestantes, também fazem parte do grupo prioritário mulheres com até 45 dias de pós-parto, professores, profissionais da saúde, policiais e pessoas com doenças crônicas. No entanto, todos eles já atingiram a meta do Município.

18:22 · 04.06.2019 / atualizado às 18:22 · 04.06.2019 por
Foto: Samuel Macedo

A fila de cirurgias eletivas – cirurgias que podem ser programadas – para adultos, em Juazeiro do Norte, foi zerada, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau). Este trabalho inclui histerectomia, retirada de ovário, fistulectomia, entre outros. Para que isso acontecesse, foram realizadas 416 procedimentos de janeiro a maio.

“Havia um número bem significativo de pessoas precisando realizar esses procedimentos. Nós contratamos mais um profissional para o Hospital São Lucas.  Temos programadas para o mês de junho 25 cirurgias e ainda há datas sem procedimentos. Isso quer dizer que de cirurgias eletivas Juazeiro conseguiu zerar a fila nesse momento e nós estamos muito felizes”, afirma a secretária da Saúde, Francimones Albuquerque.

Outros procedimentos

Para as cirurgias ortopédicas de média complexidade, que são de responsabilidade do Município, também não há mais fila de espera. As mesmas são encaminhadas para realização no Hospital de Fraturas.

Já sobre as pequenas cirurgias, como remoção de sinais, por exemplo, a secretária informou que foi contratado mais um profissional para realizar estes procedimentos na Policlínica de Barbalha. “Nós temos uma fila em torno de 230 pessoas e a gente espera que no final de julho também estejamos zerando essa fila em Juazeiro”, disse Francimones.

14:11 · 28.05.2019 / atualizado às 14:11 · 28.05.2019 por
Foto: Divulgação/Prefeitura

Para suprir a carência causada pela greve, a Secretaria da Saúde de Juazeiro do Norte incluiu o serviço de odontologia em três Unidades Básicas de Saúde (UBS) no horário noturno. Agora, os atendimentos estão ampliados de 18h às 22h. A ação efetiva o aumento do acesso aos serviços de saúde bucal a toda população, independente da localidade de origem.

Inicialmente, as unidades com atendimento odontológico são as do bairro Franciscanos (41/54/55/56), de segunda à sexta-feira, e dos bairros Triângulo (20/44) e Salesianos (15/25/38), de segunda à quinta-feira.

Semana passada, o atendimento de médicos e enfermeiros já haviam sido ampliado para o atendimento noturno em quatro bairros e no Hospital Estephânia Rocha Lima.

A ação contempla os bairros Franciscanos (41/54/55/56), Triângulo (20/44), Salesianos (15/25/38) e São José (47/61). O funcionamento noturno também já vinha acontecendo também nas unidades da Vila Nova (62/63) e do Limoeiro (23/53/65).

Essas medidas da gestão municipal visam, além de suprir a carência causada pela saída de alguns médicos das equipes de Estratégia Saúde da Família, garantir que a população não seja afetada se houver continuidade da greve dos servidores. Apesar de declarado estado de greve, os atendimentos em saúde devem ter no mínimo 30% dos serviços mantidos, incluindo o funcionamento das salas de vacinação de cada UBS.

12:46 · 24.05.2019 / atualizado às 12:48 · 24.05.2019 por
Foto: Samuel Macedo

A Secretaria da Saúde de Juazeiro do Norte ampliou o atendimento noturno nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de quatro bairros e no Hospital Estephânia Rocha Lima, deste ontem (23). Médicos e enfermeiros estarão disponíveis de segunda à sexta-feira, de 18h às 22h, para receber toda a população do Município, independente da localidade de origem.

A ampliação dos horários contempla os bairros Franciscanos (41/54/55/56), Triângulo (20/44), Salesianos (15/25/38) e São José (47/61). Porém, o funcionamento noturno já vem acontecendo também nas unidades da Vila Nova (62/63) e do Limoeiro (23/53/65).

A Prefeitura também está ampliando o funcionamento do Hospital Estephânia, que, além do atendimento que já acontece no período diurno, deste ontem (23) está funcionando no horário noturno, de segunda à sexta-feira (das 18h às 22h), aos sábados e domingos (de 7h às 22h).

Essas medidas da gestão municipal visam, além de suprir a carência causada pela saída de alguns médicos das equipes de Estratégia Saúde da Família, garantir que a população não seja afetada se houver continuidade da greve dos servidores. Apesar de declarado estado de greve, os atendimentos em saúde devem ter no mínimo 30% dos serviços mantidos, incluindo o funcionamento das salas de vacinação de cada UBS.

11:22 · 14.05.2019 / atualizado às 11:47 · 14.05.2019 por
Parto humanizado realizado pela fotógrafa. (Foto: Daniele Campos

Captar de um momento tão especial como dar à luz a um filho tem sido cada vez mais procurado pelos casais. Há um ano e meio, a fotógrafa juazeirense Daniele Campos se dedica a registrar os partos. No início, a procura foi pequena, porque este tipo de trabalho documental não é tão conhecido.

Leia Mais: Procura por parto humanizado hospitalar avança no Cariri

Em seu primeiro ano de trabalho, Daniele registrou somente três nascimentos. Já em 2019, a profissional já fotografou 12 partos e ainda deixou de atender uma cliente por conta da grande demanda.

A primeira experiência foi o nascimento de Aylla, que já está com um ano de idade, que só aconteceu na quarta tentativa, já que as clientes avisavam em cima da hora. Depois disso, a profissional coleciona histórias, como a do bebê que chorou ainda na barriga da mãe e um outro parto humanizado em que ela mesma não se conteve e chorou.

“Cada parto eu tenho uma história pra contar, porque são momentos especiais na vida da família e pra mim também, que sempre converso e conheço um pouco dos casais. Minha fotografia não vai só até a sala de parto, vai além daquele dia”, define Daniele.

A fotógrafa acredita que registrar os parto é diferente porque há muita emoção, ansiedade e, por isso, a preparação psicológica é importante. Mesmo assim, em alguns casos, chegou a chorar com as próprias mães. “Todos os partos são emocionantes. Existe uma entrega para participar e ser escolhida por uma família é algo único”, finaliza.

Seu trabalho pode ser encontrado em sua página no Instagram. A fotógrafa atende no Cariri e em Fortaleza.

17:20 · 06.05.2019 / atualizado às 17:20 · 06.05.2019 por
Foto: Lino Fly

A Secretaria de Saúde de Juazeiro do Norte conta agora com uma sala exclusiva para o acolhimento de mães, pais e responsáveis por crianças com necessidades especiais. A medida atende um pedido de um grupo de mulheres que relataram as dificuldades enfrentadas no tratamento dos seus filhos.

No local, há as informações e serviços necessários ao acompanhamento das crianças, como terapias específicas, medicamentos, fraldas, cadeiras para banho adaptadas, facilitando e agilizando a resolutividade das suas demandas.

“É um avanço que estamos obtendo. As mães que têm filhos com necessidades especiais precisam dessa atenção para oferecer uma vida com mais qualidade para eles. Estamos nos juntando para facilitar esse atendimento, promover bem-estar e diminuir angústias”, frisou o prefeito Arnon Bezerra.

O espaço foi pintado por jovens que cumprem medidas socioeducativas. (Foto: Lino Fly)

Para Júlia Graciele, mãe de uma criança de cinco anos com síndrome de down e autismo, o sentimento é de amparo. “Foi muito importante a atitude do prefeito. Ele teve uma reunião com as mães e pediram essa sala. Nós como mães nos sentimos amparadas, acolhidas, de chegar aqui na Secretaria e ter um lugar para nos receber e facilitar o tratamento”, afirmou.

Decoração

A sala foi especialmente decorada por adolescentes que cumprem medidas socioeducativas no Centro Socioeducativo José Bezerra de Menezes. Orientados pelo artista plástico Wanderson Petrova, os jovens realizaram a pintura do local, colocando em prática o projeto desenvolvido no equipamento sobre como a arte se relaciona com pessoas em vulnerabilidade social. “Vimos a necessidade de trazer leveza e identidade para a sala e a delicadeza do tema para os usuários do serviço”, explicou Wanderson.

08:06 · 26.04.2019 / atualizado às 14:18 · 26.04.2019 por
Foto: Divulgação

A Vigilância Sanitária de Crato realizou, na manhã de ontem (24), a apreensão de 99 litros de leite em estabelecimentos comerciais da cidade. De acordo com uma denúncia, alguns estabelecimentos estavam vendendo o produto que não poderia ser comercializado dentro do Município, pois, não possuíam registro, licença, ou autorizações do órgão sanitário competente. Como o alimento estava em boas condições de consumo, ele foi doado para instituições de caridade.

A apreensão do produto se deu pelo fato da empresa ser de Juazeiro do Norte e não ter o Selo de Inspeção Estadual (SIE), que habilita a comercialização a nível estadual, podendo ser vendido em outros municípios. Neste caso, o leite apreendido tinha apenas o Selo de Inspeção Municipal (SIM), onde a comercialização se limitava ao município de origem.

A gerente de Célula da Vigilância Sanitária, Ana Lígia Aquino, ressalta que ao chegarem nos locais mencionados, a equipe da vigilância confirmou a veracidade da denúncia e continuaram com a fiscalização. “Além das ações educativas, estamos trabalhando para fazer a diferença com relação a vigilância sanitária, com fiscalização intensiva e atendendo as denúncias, aplicando as devidas penalidades. Estamos cuidando da saúde da nossa população”, disse.

Ana Lígia alerta que tanto os consumidores quanto os donos dos estabelecimentos devem ficar atentos e não comprar produtos ou expor a venda, sem os devidos selos que garantem a qualidade do produto de origem animal. “Quando o produto não possui o selo de certificação, pode ser considerado ilegal”, frisa.

Os selos SIF, SIM e SIE são selos de inspeção de produtos de origem animal, sejam eles comestíveis ou não, nas esferas federal, estadual e municipal. A comercialização desses artigos está sujeita à inspeção e esses selos supervisionam os padrões de qualidade e o controle de contaminação. Eles são parâmetros essenciais e têm a função de segurança. Através deles, a qualidade dos produtos dispostos para o consumidor é assegurada.

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Cariri

Belezas naturais, fé, trabalho e cultura. Sob os pés da Chapada do Araripe, aqui você encontra as principais notícias dos municípios da região. Por Antônio Rodrigues.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags