Busca

Categoria: Saúde


08:46 · 08.06.2018 / atualizado às 21:00 · 08.06.2018 por
Ao lado da primeira-dama, Onélia Santana, a secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social, Edivania Gonçalves, assinou um termo de compromisso. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Crato. Na última quarta-feira (6), em Fortaleza, foi assinado um do termo de compromisso para implementar o projeto ‘Prevenção em Família’, neste Município. Idealizado por técnicos da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas do Ceará (SPD), os profissionais dos municípios que atuam com as famílias beneficiadas pelo programa ‘Mais Infância’ serão qualificados para desenvolver oficinas de prevenção às drogas junto a esse público.

A solenidade contou com a presença da primeira dama do Estado, Onélia Santana, que fez a apresentação e sensibilização para o desenvolvimento da iniciativa para os gestores e representantes das pastas de Saúde, Educação e Assistência Social dos 50 municípios cearenses que serão contemplados.

“O Crato abraça esse Projeto Prevenção em Família com muito empenho”, afirmou entusiasmada a gestora da da Secretaria Municipal do Trabalho e Desenvolvimento Social (SMTDS), Edivania Gonçalves, que representou o Município na solenidade e assinou o termo.

De acordo com Edivania, o projeto propõe ações preventivas às famílias em situação de vulnerabilidade social, que serão aplicadas nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e no Centro de Referência Especializada de Assistência Social (CREAS). “A ideia do projeto é orientar pais e responsáveis para promoverem o desenvolvimento infanto-juvenil e o fortalecimento dos vínculos familiares, com ênfase na prevenção ao uso problemático de álcool e outras drogas. O foco é a prevenção”, enfatizou a secretária.

10:40 · 01.06.2018 / atualizado às 10:42 · 01.06.2018 por
Niraldo Ferreira acompanhado de sua esposa Tereza Cristina Bento Cipriano. Mais uma vítima de acidente de trânsito. (Foto: Divulgação/HRC)

Juazeiro do Norte. De janeiro a abril de 2018, o Hospital Regional do Cariri (HRC) já soma 1125 atendimentos que representam quase 50% do total realizados em todo ano passado. Desses, 74% são homens, 46% com idade média de 22 a 40 anos, 64% estavam em uma motocicleta, sendo que 41% não faziam uso de equipamentos de segurança (capacete). Já os motoristas, apenas 16% usavam o cinto de segurança.

“Hoje, como destaca a Organização Mundial de Saúde, o trauma é um problema de saúde pública, já considerado uma doença. Para se ter ideia, o trauma mata mais do que três grandes endemias como: malária, tuberculose e AIDS”, destaca a coordenadora da cirurgia geral do HRC, Daisy Menezes.

No equipamento, que atende com perfil de alta complexidade, todos os dia cerca de nove pessoas dão entrada na emergência vítimas de acidente de trânsito. O trauma representa hoje 53% do fluxo de cirurgias HRC. “Aqui no HRC, o grande fluxo do centro cirúrgico é o trauma, ou seja, pacientes vítimas de acidente de trânsito e muitos acabam tendo que realizar mais de um procedimento cirúrgico. O que nos preocupa é que muitos desses acidentes poderiam ser evitados com medidas educativas e de conscientização no trânsito”, completa Daisy.

A relação álcool e direção representa outro agravo. Pelo menos 53% dos acidentados assumem ter feito uso de bebida alcoólica antes do acidente. Como é o caso de Niraldo Ferreira internado em estado grave no HRC, com politrauma após a combinação bebida e moto. “Esse não foi o primeiro acidente do Niraldo, porém foi o primeiro grave por beber e pilotar a moto. Pra nós da família, é muito sofrimento vê-lo nessa situação, sofre ele e sofre a gente”, descreve a esposa do paciente Tereza Cristina Bento Cipriano.

“Porém, isso poderia ter sido evitado se ele simplesmente não tivesse bebido, ou se não tivesse pego a moto depois de beber. Ele só não morreu porque estava usando o capacete. Deus está dando mais uma chance para o Niraldo. O que a gente espera é que esse erro não se repita e que ele possa recomeçar do zero, longe da bebida”, lamentou Tereza.

Campanha

“Não foi acidente!” A campanha realizada pela Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado (SBAIT), em alusão ao Maio Amarelo, é na realidade um alerta para o crescente número de pessoas que fizeram uso de bebida alcoólica e logo depois se envolveram em um acidente de trânsito, ou que atenderam o telefone enquanto dirigiam, atos que fazem com que a “vítima” assuma a responsabilidade de um acidente.

13:01 · 29.05.2018 / atualizado às 13:17 · 29.05.2018 por
As cirurgias eletivas agendadas no Hospital São Lucas estão temporariamente suspensas. (Foto: Divulgação)

Juazeiro do Norte. Devido à paralisação dos caminhoneiros e a crise no abastecimento de combustível, a Secretaria Municipal de Saúde informou, em nota, divulgada nesta segunda-feira (29), que alguns serviços serão temporariamente afetados até que se regularize a situação. As viagens dos pacientes que fazem tratamento em Fortaleza foram suspensas, assim como as visitas domiciliares. No entanto, os serviços essenciais para atendimento de casos de emergência, como as ambulâncias, estão mantidos.

Já o Instituto Médico de Gestão Integrada (Imegi) comunicou que os fornecedores de materiais e medicamentos estão com dificuldade de efetuar a entrega de insumos para o Hospital e Maternidade São Lucas, em Juazeiro do Norte. De forma preventiva, para que não haja descontinuidade nos atendimentos de urgência e emergência, as cirurgias eletivas agendadas nesta unidade estão temporariamente suspensas.

“Ressaltamos que a unidade possui estoque suficiente para suprir as demandas de atendimento emergencial por mais uma semana e que todas as cirurgias que estavam agendadas para este período serão remarcadas, tão logo a situação seja regularizada”, disse em nota.

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA), do bairro Limoeiro, está com boa parte do seu estoque suprido, podendo funcionar até 15 dias com atendimento normalizado, à exceção de alguns medicamentos que estão na eminência de serem entregues.

“A Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte e o IMEGI asseguram que envidarão seus melhores esforços para atender à população juazeirense da melhor forma possível nesse momento de tensão que afeta todo o país”, conclui.

Hospital Regional

O Hospital Regional do Cariri, em Juazeiro do Norte, que atende média e alta complexidade, não teve seu serviço comprometido pela greve dos caminhoneiros. Segundo a assessoria, o equipamento recebe grandes quantidades de insumos e medicamentos porque a demanda é maior e este número tem suprido. Lá, são atendidos, em média, 200 pacientes por dia.

08:05 · 19.05.2018 / atualizado às 08:13 · 22.05.2018 por
Ação foi realizada no Cariri Garden Shopping. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Juazeiro do Norte. O dia 18 de maio é um marco da Luta Antimanicomial em todo o Brasil. Em virtude da data, a Rede de Saúde Mental da Secretaria de Saúde do Município realizou blitze de conscientização sobre o tema, na última sexta-feira (18), com orientações para a população e distribuição de panfletos informativos. As ações aconteceram no cruzamento da Av. Padre Cícero com Av. Castelo Branco e também na Praça do Giradouro.

A atividade contou com profissionais dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS AD III, CAPS Mental e CAPS i) e do Centro de Referência sobre Drogas do Cariri (CRD), além do apoio do Núcleo de Mobilização da Secretaria de Saúde do Município e do SEST/SENAT.

A Luta Antimanicomial é um movimento social de usuários, familiares e profissionais da saúde mental que defende que a atenção e o cuidado para os sujeitos com sofrimento psíquico sejam realizados em liberdade, a partir do convívio com a família, amigos e comunidade e por meio de serviços públicos que garantam uma atenção humanizada e pautada nos Direitos Humanos.

Para a diretora da Rede de Saúde Mental de Juazeiro do Norte, Elizangela de Gouveia, a realização de ações neste dia é de extrema importância, pois possibilita a desmistificação da doença mental. “Através dessa blitz a gente busca conscientizar a população sobre uma política mais humana, para que ela possa entender que hoje existe uma política pública de saúde mental, focada na melhoria dos nossos usuários, com uma forma de tratamento diferente de como era o modelo hospitalocêntrico”, ressaltou.

“Hoje, a partir da reforma psiquiátrica, com a Luta Antimanicomial, a gente tem que incluir e não excluir os usuários na sociedade. Então eles podem começar a perceber que não existem diferenças, e que cada doença tem suas peculiaridades e complexidades, mas que eles são seres humanos como qualquer outro, dignos de seus direitos e deveres perante a sociedade”, destacou ainda a diretora da Rede de Saúde Mental.

09:44 · 11.05.2018 / atualizado às 09:44 · 11.05.2018 por
No Crato, 31 unidades básicas estarão vacinando. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Crato/Juazeiro do Norte. Os dois maiores municípios do Cariri se mobilizam para o Dia D de Vacinação contra a gripe, que será realizado amanhã (12), durante o dia. Nestas duas cidades, ao todo, terão mais de 80 pontos de vacinas, além de postos móveis e unidades também na zona-rural.

No Crato, as vacinas estarão disponíveis em 31 Unidades Básicas de Saúde (UBS), três Unidades de Referência e quatro postos volantes que funcionarão das 8h à 12h, na Praça Siqueira Campos, Mirandão e nos conjuntos habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida I e II.

Segundo a Coordenadora da Vigilância Epidemiológica e Imunização de Crato, Danielle de Norões, nas UBS e nas Unidades de Referência os postos irão funcionar das 8h às 17h, na zona urbana e na zona rural o atendimento será das 8h às 14h. Desde o último dia 23 de abril que a vacina contra Influenza tipo A e B está disponível no Centro de Especialidades do Crato (Posto da Grota), no Centro de Saúde Teodorico Teles, e no PAM (Posto de Assistência Médica).

Já em Juazeiro do Norte, serão 33 salas de vacinação em funcionamento, das 8h às 17h, para possibilitar que as pessoas que não conseguem ter acesso ao serviço durante a semana também possam se vacinar. Para os moradores do “Minha Casa, Minha Vida” dos Conjuntos Tenente Coelho I, II, III e IV, no bairro Aeroporto, o Dia “D” de vacinação acontecerá no dia 16 de maio. Todos os locais disponíveis estão neste link.

 

A campanha de vacinação contra a gripe está em andamento desde 23 de abril e se estenderá até o dia 1º de junho. As doses da vacina estão sendo enviadas por cotas pelo Ministério da Saúde aos estados, que posteriormente distribuem aos municípios.

A vacina é voltada para um grupo prioritário, formado por pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses até menores de cinco anos, profissionais de saúde, professores das redes públicas e privadas, gestantes, mães até 45 dias no pós-parto e portadores de condições especiais. Portadores de doenças crônicas precisam apresentar prescrição médica para receber a dose.

11:53 · 07.05.2018 / atualizado às 11:53 · 07.05.2018 por
Mais de 3.900 crianças devem ser beneficiadas. (Foto: Helio Filho)

Juazeiro do Norte. Até o dia 31 de maio, mais de 3.900 crianças, de 02 a 08 anos de idade, matriculadas na rede municipal de ensino, serão beneficiadas com ações sobre saúde e higiene bucal. A abertura da programação aconteceu na última sexta-feira (04), na Escola de Ensino Fundamental Felipe Neri da Silva. As atividades são fruto de uma parceria entre as secretarias municipais de Saúde e de Educação.

Através do Programa Saúde na Escola (PSE), que envolve ainda a Coordenação da Saúde Bucal, núcleos gestores das escolas e equipes de Estratégia Saúde da Família (ESFs) dos bairros, 20 escolas municipais de educação infantil e ensino fundamental receberão a visita de cirurgiões dentistas, onde irão desenvolver ações educativas e distribuir kits de saúde bucal contendo escova e creme dental para as crianças.

O dentista da ESF 53, Nonato Carvalho, explica que essas ações preventivas e educativas são importantes para condicionar os estudantes a fazerem o uso correto da escovação, e ressalta ainda a importância da aplicação semanal do flúor realizada na escola, o que faz com que a perda de dente seja reduzida.

“Estudos mostram que a doença periondontal e a cárie são as doenças que mais levam à perda precoce de dentes. Portanto, eu acho que essa ação é de muita valia. É um método comprovadamente eficiente, sem muito custo. Teremos menos crianças com necessidade de tratamentos que geram custos com materiais e a aceitação está sendo muito boa”, completou o dentista.

13:56 · 24.04.2018 / atualizado às 13:56 · 24.04.2018 por
Disponível em, apenas, dois locais ontem, hoje a vacina já foi distribuída para todas as Unidades Básicas de Saúde de Juazeiro do Norte. (Foto: Helio Filho)

Crato/Juazeiro do Norte. Iniciada ontem (23), nestes dois municípios, a Campanha de Nacional de Vacinação contra a Influenza irá até o dia 1º de junho. No Crato, as vacinas já estão sendo aplicadas nas salas de vacinação das Unidades Básicas de Saúde (UBS). Já em Juazeiro, além das UBS, é possível encontrá-las na Policlínica Tasso Ribeiro Jereissati, no Centro de Dermatologia e no Hospital Infantil Maria Amélia.

A campanha é voltada para um grupo prioritário, seguindo recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Este grupo é formado por pessoas mais suscetíveis a adquirirem o vírus da gripe e ter complicações mais sérias decorrentes disso, que são pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos, profissionais de saúde, professores das redes públicas e privadas, gestantes, mães até 45 dias no pós-parto e portadores de condições especiais.

Outro grupo formado por portadores de doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, precisa apresentar prescrição médica para receber a vacina.

Segundo o Secretário de Saúde de Crato, André Barreto, trata-se de uma campanha muito importante, pois, a vacina protege contra três subtipos do vírus da gripe: H1N1, H3N2 e Influenza B. “Ao longo desses 37 dias iremos trabalhar para que possamos superar a meta de vacinar 32.000 pessoas”, frisou.

Dia ‘D’

No dia 12 de maio, sábado, será realizado em todo o Brasil o Dia D de vacinação contra a gripe. As Unidades de Saúde estarão abertas pela manhã e à tarde para possibilitar que as pessoas que não conseguem ter acesso aos serviços de saúde durante a semana também possam se vacinar. No Crato, serão mobilizados postos volantes para facilitar a imunização.

Prevenção

A vacina contra a gripe é a forma mais segura de se proteger contra a doença e evitar suas complicações. No entanto, algumas medidas podem ser adotadas para se prevenir, como lavar as mãos com frequência, não compartilhar objetos de uso pessoal, ter boa alimentação e beber muito líquido

13:38 · 24.04.2018 / atualizado às 13:38 · 24.04.2018 por
Carrinhos são adaptadas para levar crianças de maior porte. (Foto: Samuel Macedo)

Juazeiro do Norte. Por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho (Sedest), na tarde de ontem (23),  foram entregues dois carrinhos adaptados para crianças com microcefalia. Na sede da Pasta, as mães receberam o equipamento, que possui um adequador postural, das mãos do prefeito Arnon Bezerra.

Os carrinhos são totalmente adaptados para o transporte das crianças. Dessa forma, fica mais fácil deslocá-las para passeios, consultas e etc. “A minha filha tem dois aninhos e já está pesadinha. Não é fácil carregar 14 kg a pé. Evitava ao máximo sair de casa porque era muito difícil”, afirma uma das mães, a dona de casa Jucilene Santos.

Segundo o prefeito Arnon Bezerra, mais três equipamentos serão entregues após conclusão dos procedimentos burocráticos. “Essas mães chegaram à secretaria fazendo exigências justas, estão certíssimas. Onde existir a necessidade de uma pessoa, buscaremos meios de solucionar. Entregaremos mais três ainda neste semestre. No momento estão em processo burocrático. Não estamos aqui para fazer política partidária, estamos aqui para fazer política social”, pontuou.

A Sedest tem buscado dar apoio às essas crianças, inclusive, há um relatório da situação socioeconômica da maioria das mães, e a partir dele é avaliada a necessidade de incluí-las em programas sociais. “Estamos acompanhando os 18 casos de crianças com microcefalia em Juazeiro do Norte e construímos na Sedest um núcleo de apoio às mães”, garantiu o secretário Sandoval Barreto.

09:45 · 23.04.2018 / atualizado às 09:45 · 23.04.2018 por
Crato inicia campanha nesta segunda-feira. (Foto: Reprodução)

Crato. Lançada pelo Ministério da Saúde, a 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza será iniciada no Município nesta segunda-feira (23) e será realizada até o dia 1º de junho. O dia D de vacinação acontecerá em 12 de maio. Até a última quinta-feira (19), foram registrados 24 casos da doenças e quatro mortes confirmadas. Por recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS), a vacina é a trivalente e protege contra três subtipos do vírus da gripe: H1N1, H3N2 e Influenza B.

Nesta campanha, além de indivíduos com 60 anos ou mais de idade, serão vacinadas crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias); gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores da saúde; professores das escolas públicas e privadas; grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

A Gerente da Célula de Vigilância Epidemiológica e Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Danielle Norões, diz que o objetivo da campanha é reduzir complicações, internações e a mortalidade das infecções pelo vírus da influenza.

“Nossa meta é vacinar 90% do público alvo. Para tanto iremos disponibilizar vacinas em todas as unidades de saúde do município, e no dia D vamos organizar postos volantes para facilitar a imunização”, explica. Danielle ressalta que a vacina é o meio de prevenção mais eficaz contra o vírus.

11:49 · 13.04.2018 / atualizado às 11:49 · 13.04.2018 por

Juazeiro do Norte. Desde a última terça-feira (10), o Programa Saúde na Escola (PSE) tem realizado a Campanha Nacional de Hanseníase, Verminoses e Tracoma nas escolas. A Escola de Ensino Fundamental Demóstenes Ratts Barbosa recebeu a abertura oficial, onde as secretarias de Saúde, Educação e coordenadores do PSE se reuniram com pais e responsáveis para explicar a campanha e reforçar com eles a importância de autorizar, através da assinatura de um termo, que seus filhos participem das ações.

As atividades acontecem por meio do PSE, parceria entre a Sesau e a Seduc, e tem como objetivo promover a redução da carga parasitária de geo-helmintos (verminoses), identificar casos suspeitos de hanseníase e de tracoma em estudantes na faixa etária de 05 a 14 anos de idade, matriculados em escolas públicas do Município, através da busca ativa e exames para detecção e tratamento destas doenças.

Estas ações já estão sendo realizadas e acontecerão em todas as 44 escolas municipais pactuadas no PSE, por meio da abordagem integrada entre os profissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), agentes de endemias, médicos e enfermeiros das equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF) de cada bairro.

“Entendemos que precisamos trabalhar a prevenção e a promoção da saúde a partir das escolas. Estamos tendo também reunião com os pais, pois a presença deles é fundamental neste trabalho, para que apoiem as ações e participem junto com seus filhos. A partir da prevenção com as crianças com certeza teremos adultos mais saudáveis”, ressaltou a secretária de saúde, Nizete Tavares.

“Esta Campanha é muito importante, porque muitas vezes a gente não tem esse tempo disponível para estar indo no posto de saúde, para dar esse suporte e estar olhando se nossos filhos têm essas doenças. Então fica mais acessível na escola, que é um lugar que eles têm que vir todos os dias. Facilita a vida de nós, pais, que é tão corrida”, afirmou Cícera Romana, mãe de aluno.