Busca

220 alunos da rede municipal de Juazeiro do Norte recebem atendimento médico

11:30 · 15.08.2018 / atualizado às 11:30 · 15.08.2018 por
Cerca de 220 crianças estão sendo atendidas. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Juazeiro do Norte. Desde a última segunda-feira (13), a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) está realizando atendimentos médicos para alunos de escolas da rede municipal. Serão 220 consultas ofertadas para crianças que foram encaminhadas pela Secretaria Municipal de Educação (Seduc), a partir da suspeita de possuírem alguma deficiência cognitiva, emocional ou social.

Os atendimentos estão sendo feitos por médicos da Atenção Primária e ocorrerão durante duas semanas, no Centro Regional de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST). O objetivo é identificar as crianças que precisam ser encaminhadas para consultas na Atenção Secundária, com especialistas, como neuropediatra, psicólogo e psiquiatra, por exemplo. Os diagnósticos irão ajudar as famílias na descoberta e tratamento de possíveis deficiências.

A titular da Sesau, Francimones Albuquerque, ressalta que essa ação representa a forma de trabalhar da gestão, integrando os serviços das secretarias em prol da população. “Esse suporte da Secretaria de Saúde é no sentido de melhorar a qualificação dessas crianças, para que elas possam ter um nível de aprendizagem melhor”, completa Francimones.

Para a secretária de Educação, Maria Loureto Lima, esses atendimentos fortalecem ainda mais a parceria da Seduc com a Sesau, que através do Programa Saúde na Escola (PSE) já realiza uma série de atividades nas escolas da rede municipal voltadas para o cuidado com a saúde dos alunos.

A dona de casa Renata Gonçalves acompanhou o filho de nove anos no atendimento médico. “Eu gostei muito desse atendimento porque eu vi a preocupação da escola, que viu o problema dele e encaminhou para cá. A gente foi para a escola e trouxeram a gente. Foi facilitado. Fazia tempo que ele precisava desse atendimento”, afirmou Renata. Com o diagnóstico e tratamento correto para a necessidade do filho ela acredita que o rendimento dele na escola irá melhorar, assim como o comportamento em casa.

Comentários 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *