Busca

Projeto de Agricultura Urbana de Juazeiro do Norte chega às cozinhas comunitárias

06:17 · 12.07.2018 / atualizado às 06:17 · 12.07.2018 por
O objetivo do projeto é implantar 254 hortas orgânicas. Até o final do ano, a meta é deixar pelo menos 54 delas já instaladas. (Foto: Helio Filho)

Juazeiro do Norte. O projeto “Saúde na Mesa”, que faz parte do Programa de Agricultura Urbana, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Seagri), já instalou seis hortas nos equipamentos públicos do Município, como escolas e CRAS. Agora, as ações acontecem nas cozinhas comunitárias. O objetivo é implantar 254 hortas orgânicas. Até o final do ano, a meta é deixar pelo menos 54 delas já instaladas.

Para chegar a essa finalidade, a Seagri conta com a parceira das Secretarias de Desenvolvimento Social e Trabalho (Sedest), Educação (Seduc) e Cultura (Secult). Das quatros cozinhas comunitárias, três já tiveram as hortas instaladas: nos bairros Aeroporto, Horto e  Frei Damião.

São plantadas diversas culturas, de acordo com a necessidade do equipamento onde a horta está instalada. Outro objetivo do projeto, é oferecer a população alimentos naturais e orgânicos para as refeições, como acontece no Restaurante Popular, onde tudo que é plantado, chega a ser consumido pelos usuários do equipamento.

Para o secretário de Agricultura e Abastecimento, Romão França, o trabalho, além de social, promove a educação ambiental e alimentar para os usuários e a população em geral. “Trabalhar as hortas além de conscientizar sobre uma alimentação saudável, propõe um papel integrador, com saberes, ensinamentos, aprendizados, práticas sustentáveis e o trabalho de cooperação”, ressalta.

Outros projetos

Dentro do Programa de Agricultura Urbana, mais dois projetos estão inseridos: “Farmácia Verde” e “Jardins Florestais”. O primeiro implantará nos postos de saúde do município hortas com plantas medicinais, aproveitando a cultura da meisinheiras que é forte na região.  Já o segundo, plantará em praças e outros equipamentos públicos plantas frutíferas e nativas da região.

Comentários 2

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

José Silveira Filho

13/07/2018 as 18:32

Relevante projeto. As demais prefeituras deveriam seguir esse belo exemplo. A partir de parceris com a SEDUC, ENATERCE e Universidades, as secretarias muncipais de educação oderiam construir essa experiência exitosa da Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte. A Prefeitura de Fortaleza já desenvolveu o Projeto Hortas Escolares com 51 unidades, em parceria com a Universidade Federal do Ceará, com os estudantes de Agronomia acompanhando as atividades agronômicas, ambientais, pedagógicas e sociais. Hoje, restou apenas a Horta dos Bem-te-vis no espaço educativo sustentável da EM Mattos Dourado onde realizamos oficinas com discentes da EM Washington Soares nas aulas de Ciências e Matemática.

elverino pessoa de Magalhães

12/07/2018 as 15:38

O projeto seria completo se fosse feito com aquaponia. Espero que evolua.