Busca

Tag: Assalto


10:00 · 05.02.2017 / atualizado às 17:01 · 05.02.2017 por
Dupla suspeita de participar dos ataques aos bancos de Missão Velha (Foto: Divulgação)

Juazeiro do Norte. O cerco policial e as intensas buscas pela quadrilha que explodiu duas agências bancárias na madrugada da última sexta-feira em Missão Velha, no Cariri, estão surtindo efeito. Dois suspeitos de participarem da ação violenta foram presos na tarde de ontem, por volta das 16 horas, na zona rural entre as cidades de Jardim e Missão Velha.

De acordo com o comandante do Comando de Policiamento do Interior (CPI), Coronel Francisco Souto, a prisão aconteceu após denúncias anônimas. “Ligaram informando que alguns homens suspeitos estavam na localidade de Morro de Areia, entre Brejo Santo e Jardim. Quando os policiais foram ao local, eles se embrenharam numa mata bastante fechada, com difícil visualização inclusive pelo helicóptero. Então mudei a estratégia e ordenei que quatro policiais a paisana fizessem rondas em duas motos”,  detalha.

A ação surtiu efeito. Os policiais primeiro capturaram o vigilante Nadeilson Wisardi dos Santos (foto short azul) que foi apontado, pelo Tenente Coronel, Paulo Hermann, comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar (BPM), como responsável por bloquear os acessos à cidade, impedindo a chegada do reforço policial.

O suspeito mora em Pernambuco e é filho de um sargento da reserva daquele estado. Ele já tem várias passagens pela polícia, dentre os crimes, tráfico de drogas e assaltos. Com a prisão de “Preto”, como o suspeito é popularmente conhecido, os policiais chegaram ao paradeiro de Leonardo dos Santos Domingos (foto: short vermelho), que alegou ser inocente e justificou ter sido feito refém pelo bando. Porém, o Coronel Francisco Souto, afirmou que “os dois possuem ativa participação nos ataques”.

>> Releia: Quadrilha fortemente armada ataca dois bancos e troca tiros com a PM em Missão Velha

“Esses bandidos do crime organizado dificilmente confessam a participação nos crimes. Mas não há dúvida que os dois participaram, possuímos vários indícios”, acrescentou o comandante do CPI. Na casa de Leonardo, na zona rural de Missão Velha, os policiais encontraram um fuzil 5.56 com 186 munições; uma pistola .40, com 179 munições e dois carregadores; 10 cartuchos de 9mm; uma farda do exército e uma pequena quantia em dinheiro.

Além da captura dos suspeitos, a polícia apreendeu vasta munição e armas (Foto Divulgação)

A dupla foi conduzida a Delegacia Regional de Polícia Civil de Juazeiro do Norte e, posteriormente, “por determinação do Secretário de Segurança do Estado, André Costa, será encaminhada para Fortaleza”, informou Cel. Souto. O Comandante do CPI ressaltou  ainda que as buscas pela quadrilha seguem de forma intensa. “O cerco está formado e já estamos em posse de várias informações que possam levar ao paradeiro desses bandidos, inclusive já temos os nomes de quase todos”, pontuou.

Apreensões
A caçada pelo bando, iniciada na madrugada da última sexta, logo após os ataques, já resultou na apreensão de “um arsenal”, conforme classificou Cel. Souto. Já foram apreendidos três fuzis, uma escopeta, quatro pistolas, três coletes a prova de bala, dinheiro, farda do exército, balaclavas e muita munição de vários calibres. “A quantidade de bala que já foi apreendida dava para fazer uma guerra”, destacou o Comandante, mostrando o poder de fogo que a quadrilha tinha nas mãos.

Dinheiro roubado
Após contabilidade realizada pela agência do Bradesco, foi constatado que a quadrilha não conseguiu roubar nada, ainda conforme Francisco Souto. Já a gerência do Banco do Brasil está fazendo um balanceamento do dinheiro subtraído, estima-se algo em torno de R$ 400 a 600 mil. A contabilidade deve ser finalizada até o fim da próxima semana. Nenhuma linha de investigação foi descartada, no entanto, acredita-se que a maioria dos integrantes da quadrilha seja do Pernambuco, estado escolhido para rota de fuga.

Foto VcRepórter

Assalto
Era por volta de 1h30 da sexta-feira (03) quando um grupo entre 15 e 20 integrantes invadiu a cidade de Missão Velha. O bando se dividiu em dois. Uma parte da quadrilha ficou responsável por fechar as entradas da cidade, colocando caminhões e pregos na pista. Esse mesmo grupo também cercou o destacamento policial. Paralelo a essa ação, os outros integrantes da quadrilha invadiram e explodiram as duas agências bancárias da cidade, que ficam bem próximas, no centro da cidade.

>> Releia: Quadrilha abandona dinheiro, fuzil, explosivos e munições após ataque a banco

Na fuga, houve troca de tiros com policiais e com uma aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer). Apesar do apoio de outros destacamentos de cidades vizinhas, os assaltantes conseguiram fugir. Na fuga, eles abandonaram um carro 4X4 em uma estada carroçável. Dentro do veículo, os policiais encontraram armas de grosso calibre, bastante munição, coletes a prova de bala, e muito dinheiro. Havia também manchas de sangue nos bancos e nas armas, o que se faz supor que, durante a troca de tiros, os suspeitos ficaram feridos.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

10:44 · 24.01.2017 / atualizado às 10:44 · 24.01.2017 por
A unidade do banco fica a poucos metros do Ciops e a Polícia Federal (Foto: Diário do Nordeste)
A unidade do banco fica a poucos metros do Ciops e a Polícia Federal (Foto: Diário do Nordeste)

Juazeiro do Norte. Em uma ação ousada, um bandido armado invadiu e roubou uma unidade no banco do Bradesco que fica dentro do Vapt Vupt deste município, ao lado da Coordenadoria Integrada de Operações e Segurança (Ciops-CE), e a poucos metros da Delegacia de Polícia Federal.

De acordo com a Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus-CE), era por volta do meio-dia de ontem (23), quando um homem armado entrou no Vapt Vupt e seguiu diretamente à unidade do banco. Após ameaçar as atendentes com uma arma, o homem levou todo dinheiro disponível em caixa. A quantia roubada não foi informada pelo corresponde bancário.

Ainda conforme a Sejus, o assaltante não foi identificado ou preso. De acordo com o Sindicato dos Bancários do Ceará, o assalto não entra para as estatísticas de ataques a banco por se tratar de um corresponde bancário. Conforme explicou o  presidente do Sindicato dos Bancários, Carlos Eduardo Bezerra, “o Sindicato não consegue contabilizar esses ataques pois, por se tratarem de correspondentes, fica inviável checar e atualizar todos as informações, uma vez que são centenas deles espalhados pelo Estado”.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

 

11:22 · 14.01.2017 / atualizado às 11:24 · 14.01.2017 por
Foto: WhatsApp/Reprodução
Foto: WhatsApp/Reprodução

Juazeiro do Norte. Em uma ação ousada, bandidos arrombaram na madrugada deste sábado, dia 14, um caixa eletrônico instalado dentro da Secretaria de Educação, na bairro São Miguel, neste município. De acordo com os vigilantes que foram amarrados, os assaltantes teriam chegado armados e todos eles estavam encapuzados.

O bando rendeu e amarrou os dois vigilantes. Em seguida, eles destruíram parte do caixa eletrônico utilizando um maçarico. A ação durou poucos minutos. Somente no início da manhã a Polícia Militar foi informada do roubo. Policiais federais, e um perito da PF foram acionados e assumiram o caso, uma vez que o roubo foi contra uma agência bancária federal.

A PF não divulgou se algum suspeito já foi identificado. A quantia roubada também não foi revelada.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

22:26 · 16.12.2016 / atualizado às 23:19 · 16.12.2016 por
IMG_4615
Topique em que o policial estava foi levada para Delegacia de Polícia Civil de Juazeiro do Norte (Foto: André Costa)

Juazeiro do Norte. Um Policial Militar foi executado na noite desta sexta-feira, dia 16, com dois tiros durante uma tentativa de assalto, na Avenida Maria Leite Pereira, bairro Lagoa Seca, neste município, na região do Cariri cearense. De acordo com o subcomandante do Ronda do Quarteirão do Crato, José Pereira da Silva Filho, o soldado Djackson Araújo de Viveiros teria tentado reagir a um assalto e foi baleado duas vezes pelos criminosos.

pmConforme a Polícia, a topique estava parada há cerca de 150 metros da faculdade a espera do término das aulas. Enquanto isso, a vítima aguardava no interior do veículo, após finalizar o expediente na cidade do Crato, onde era lotado. “Ele estava indo em direção a Brejo Santo, quando dois homens anunciaram o assalto à topique. Ele reagiu, mas acabou sendo surpreendido por um segundo bandido, que efetuou o tiro”, relatou Pereira.

Djackson foi atingido na cabeça e teve morte imediata. Ele ainda estava fardado, pois havia encerrado o expediente cerca de duas horas antes do crime. Os assaltantes fugiram em uma motocicleta Honda broz, cor vermelha. “Várias viaturas do Crato, Juazeiro e Barbalha já estão em diligências. Vamos efetuar a prisão da dupla o mais breve possível”, acrescentou o subcomandante.

Ainda segundo José Pereira, Djackson era tido como “um policial extremamente atuante e bastante querido pela corporação”. A vítima deixa esposa e um filho recém-nascido. Ele foi o 28º policial assassinado no Ceará em 2016.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

14:35 · 13.10.2016 / atualizado às 14:36 · 13.10.2016 por

Um funcionário da empresa aérea Avianca foi vítima de latrocínio, nesta quinta-feira (13), em Juazeiro do Norte.

Marcelo José do Nascimento Morais, de 49 anos, estava fardado, a serviço da empresa, quando estacionou seu veículo em frente à agência do banco Itaú, na avenida Padre Cícero.

Marcelo, que transportava um malote com dinheiro que seria depositado, foi atingido nas costas por um indivíduo que havia chegado sozinho numa moto. A vítima levou um tiro e tombou sem vida. O criminoso apanhou o malote e fugiu.

Ainda não há informações sobre a quantia roubada; o bandido também não foi identificado até o momento.

O Samu foi acionado para prestar socorro, mas a vítima não resistiu ao disparo efetuado
O Samu foi acionado para prestar socorro, mas a vítima não resistiu ao disparo efetuado