Busca

Tag: assassinato


08:38 · 03.10.2017 / atualizado às 11:27 · 03.10.2017 por

Crato. Um homem foi encontrado morto na madrugada de terça-feira (03), na calçada de uma concessionária de automóveis, próximo a antiga casa de shows Texas, na Avenida Padre Cícero, que liga as cidades de Crato e Juazeiro do Norte. A vítima foi identificada como Antônio Laurentino Cavalcante, metalúrgico, de 31 anos. Ele foi encontrado com uma profunda lesão na cabeça e perfurações no abdômen. Ao seu lado, uma pedra de paralelepípedo com marcas de sangue, que a Polícia acredita ser uma das armas do crime.

Uma ambulância do Samu foi chamada, mas já o encontrou em óbito. O homem apresentava aprofundamento do crânio causado pela contusão da pedra. A Polícia Militar acredita que ele foi assassinado enquanto dormia, mas ainda não há suspeitos e o que motivou o crime. No local, não foram encontrados documentos junto com a vítima.

Este é o segundo caso de um morador de rua assassinado no Crato, em 2017. Mas em Juazeiro do Norte, só este ano, cinco andarilhos foram mortos, quatro deles, em menos duas semanas, entre julho e agosto. O último caso aconteceu em setembro, quando um homem foi morto com dois tiros no rosto, no bairro Franciscanos, enquanto dormia.

*A notícia foi corrigida às 11h26 a partir da identificação da Polícia Civil.

15:15 · 25.09.2017 / atualizado às 09:19 · 26.09.2017 por

A travesti Pamela Pamanerk foi encontrada morta por volta das oito horas da manhã desta segunda-feira (25), no sítio Serra Mata Grande, zona rural de Moreilândia (PE), divisa com o município de Crato (CE). Segundo a Polícia Civil, a vítima de 29 anos apresentava lesões no rosto e no tronco e, no momento que foi localizada, estava sem documento de identificação. Ela morava no bairro João Cabral, em Juazeiro do Norte.

O corpo de Pamela foi levado ao Hospital Municipal de Moreilândia, onde será encaminhado para Instituto Médico Legal de Petrolina (PE) para investigar as causas da morte. A Polícia Civil abriu inquérito policial e, até agora, não sabe se o crime foi motivado por discriminação.

De acordo com testemunhas, a vítima foi abordada, na madrugada de ontem (24), por um veículo próximo a Praça do Giradouro, em Juazeiro do Norte, onde Pamela fazia programas. Desde então, ela não se comunicou mais com a familiares e amigos.

Segundo Mônica Barros, amiga da vítima, ela não vinha sofrendo ameaças, mas não descarta que o crime tenha sido motivado por discriminação. “Ontem à noite falei por telefone com ela durante três horas e hoje de manhã soube disso. Aconteceu isso com ela, como pode acontecer comigo e com outras. A gente nunca tá livre desse preconceito”, afirma Mônica, que trabalhava com Pâmela.

A mãe da vítima, Maria de Fátima Coelho, foi até a Delegacia Regional de Crato (19ª Região) registrar o boletim de ocorrência e prestar depoimento. Segundo ela, Pamela morava junto com a família e possuía oito irmãos. Todo fim de semana, ela saia de casa para trabalhar e seu último contato com a filha foi na sexta-feira. “Os meninos sempre iam deixar ela no Giradouro, mas anteontem eles não estavam, aí ela foi sozinha”, conta.

Dentro de casa, Maria de Fátima afirma que a relação com Pamela era boa e que ela nunca sofreu preconceito seu ou de seus irmãos. “Éramos iguais. Do jeito que tratei os oito filhos, ela era tratada também. Ela não deixava passar um dia das mães e meu aniversário sem me dar, pelo menos, um abraço”, lembra emocionada a mãe da vítima.

Outros casos

Em maio deste ano, ocorreu outro assassinato da travesti Ketlin Miranda, de 31 anos, morta a facadas em Juazeiro do Norte. Inclusive, Pamela Pamanerk e Ketlin eram amigas e, segundo a mãe de Pamela, Maria de Fátima, ela esteve presente no velório, prestando homenagem. Só no estado do Ceará, cinco travestis foram assassinadas em 2017.

Projeto de lei

Em abril deste ano, a deputada federal Luizinanne Lins (PT-CE) protocolou o Projeto de Lei nº 7292, que propõe alteração do Código Penal para prever o LGBTcídio como circunstância qualificadora do crime de homicídio e o coloca no rol dos crimes hediondos, alterando disso, o artigo 1º da Lei nº 8.072/1990. O PL foi batizado em homenagem à travesti Dandara dos Santos, brutalmente assassinada no mês de fevereiro, em Fortaleza. Se aprovado, o PL caracteriza o crime como LGBTcídio aquele que envolve menosprezo ou discriminação por razões de sexualidade e identidade de gênero.

DOC: Lampejos de visibilidade: travestis e transexuais ocupam espaços

10:55 · 29.05.2017 / atualizado às 09:17 · 30.05.2017 por

Barbalha. Horas após o hasteamento do Pau da Bandeira, ato que marcou a abertura oficial dos festejos alusivos a Santo Antônio, padroeiro do Município, um homem foi assassinado com um tiro na testa, na Avenida Coronel João Coelho, no Marco Zero, centro de Barbalha.

De acordo com a polícia, Wescley Lima Pereira, de 24 anos, teria se envolvido em uma discussão quando seu desafeto sacou uma arma e efetuou um único tiro contra o jovem, que teve morte imediata. O crime aconteceu por volta das 23 horas.

Wescley residia na cidade do Crato e trabalhava em uma rede de farmácias. Ele não tinha passagens pela polícia. O homicida ainda não foi preso ou identificado.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

08:50 · 16.05.2017 / atualizado às 09:11 · 16.05.2017 por

Juazeiro do Norte. Dois dias após o assassinato da travesti Ketlin, de 31 anos, a polícia ainda não prendeu nenhum suspeito de envolvimento com o crime. A travesti foi morta a golpes de faca na madrugada do último domingo, dia 14, atrás da rodoviária deste Município. Ela estava próximo ao terminal quando teria sido abordada por um homem que desferiu vários golpes. A vítima morreu no local, antes mesmo da chegada do resgate médico.

A polícia investiga se o crime teria sido motivado por homofobia. Para familiares de Francisco Carlos de Miranda, no entanto, “não resta dúvidas de que o homicídio foi cometido por intolerância e preconceito”. A sobrinha de Ketlin, Nayara Soares, afirma que ela sofria preconceitos frequentemente.

“Enquanto as pessoas não aprenderem a respeitar e amar o próximo, crimes como este continuarão acontecendo”, lamenta. O delegado Giovani Aquino explicou que a polícia “segue em busca de testemunhas oculares, câmeras de seguranças ou pessoas do convívio da vítima que possam ajudar a elucidar o caso”.

Violência
Nos primeiros meses deste ano, três assassinatos de travesti tiveram ampla repercussão diante da crueldade dos crimes . Em fevereiro, Dandara dos Santos foi brutalmente assassinada a golpes de pedra e pauladas. O crime foi filmado e divulgado nas redes sociais. Hérica Izidória foi outra vítima de homofobia em Fortaleza. A travesti foi espancada e jogada de um viaduto. Priscila foi outra assassinada na capital cearense no primeiro trimestre de 2017. Após os crimes, foi assinado decreto determinando o atendimento de travestis e transexuais nas Delegacias da Mulher de todo o Estado.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

10:33 · 24.04.2017 / atualizado às 10:34 · 24.04.2017 por

Crato. Nem mesmo o grande movimento de pessoas no centro da cidade durante o primeiro dia letivo da semana intimidou a ação ousada de um homem, ainda sem identificação, que assassinou friamente o topiqueiro Francisco Josué da Silva, de 30 anos, conhecido como Jorge da Topic. A vítima tinha acabado de parar seu veículo na rua Tristão Gonçalves, próximo a agência dos Correios, no centro, quando foi surpreendida pelo assassino.

O homem se aproximou pelas costas e efetuou um único disparo contra a cabeça de Jorge, que teve morte imediata. O atirador fugiu em uma motocicleta. A polícia ainda não tem pistas da motivação do homicídio. Jorge não tinha passagens pela polícia. Ele trabalhava na Cooperativa de Transportes Alternativo (COOPERMISTO) e fazia a linha do Baixio do Muquém e regiões próximas, ao centro do Crato.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

12:32 · 29.12.2016 / atualizado às 12:34 · 29.12.2016 por
(Foto: WhatsApp)
(Foto: WhatsApp)

Juazeiro do Norte. Dois homens foram assassinados nas últimas 16 horas após um breve ínterim sem registro de homicídios neste município. O primeiro crime aconteceu no final da tarde de ontem (29), no bairro Pio XII. De acordo com a polícia, Rainon Sousa Farias, de 39 anos, foi morto atingido com quatros tiros nas costas. Ele chegou a ser socorrido mas não resistiu aos ferimentos.

Já na manhã desta quinta, o ex-presidiário Cosmo Diego da Silva Correria, de 25 anos, foi morto na porta de sua residência, no bairro Triângulo, com vários tiros. Ele respondia por homicídio e a polícia suspeita que o crime tenha características de acerto de contas. No entanto, nenhuma linha de investigação foi descartada.

Em ambos os crimes, a polícia não identificou, até o momento, nenhum suspeito.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

22:26 · 16.12.2016 / atualizado às 23:19 · 16.12.2016 por
IMG_4615
Topique em que o policial estava foi levada para Delegacia de Polícia Civil de Juazeiro do Norte (Foto: André Costa)

Juazeiro do Norte. Um Policial Militar foi executado na noite desta sexta-feira, dia 16, com dois tiros durante uma tentativa de assalto, na Avenida Maria Leite Pereira, bairro Lagoa Seca, neste município, na região do Cariri cearense. De acordo com o subcomandante do Ronda do Quarteirão do Crato, José Pereira da Silva Filho, o soldado Djackson Araújo de Viveiros teria tentado reagir a um assalto e foi baleado duas vezes pelos criminosos.

pmConforme a Polícia, a topique estava parada há cerca de 150 metros da faculdade a espera do término das aulas. Enquanto isso, a vítima aguardava no interior do veículo, após finalizar o expediente na cidade do Crato, onde era lotado. “Ele estava indo em direção a Brejo Santo, quando dois homens anunciaram o assalto à topique. Ele reagiu, mas acabou sendo surpreendido por um segundo bandido, que efetuou o tiro”, relatou Pereira.

Djackson foi atingido na cabeça e teve morte imediata. Ele ainda estava fardado, pois havia encerrado o expediente cerca de duas horas antes do crime. Os assaltantes fugiram em uma motocicleta Honda broz, cor vermelha. “Várias viaturas do Crato, Juazeiro e Barbalha já estão em diligências. Vamos efetuar a prisão da dupla o mais breve possível”, acrescentou o subcomandante.

Ainda segundo José Pereira, Djackson era tido como “um policial extremamente atuante e bastante querido pela corporação”. A vítima deixa esposa e um filho recém-nascido. Ele foi o 28º policial assassinado no Ceará em 2016.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

12:08 · 15.12.2016 / atualizado às 12:10 · 15.12.2016 por
Rafaela tinha 27 anos e foi morta com um tiro na cabeça (Foto Reprodução)
Rafaela tinha 27 anos e foi morta com um tiro na cabeça (Foto Reprodução)

Juazeiro do Norte. Uma mulher foi morta na madrugada desta quinta-feira (15) com um tiro na cabeça, no bairro São José, neste município. Segundo a Polícia, a cabeleireira Rafaela Gonçalves Torres Leite, de 27 anos, teria sido atingida quando dois homens invadiram uma casa começaram a efetuar os disparos contra o grupo que bebia nos fundos do imóvel.

Rafaela morreu na hora. Durante os disparos, outro jovem, de 19 anos, identificado como Fabio de Melo Barbosa, ficou ferido com um tiro na boca. Ele foi socorrido ao Hospital. A reportagem do Diário do Nordeste tentou contato com a unidade médica para saber o estado de saúde da vítima, no entanto, não obtivemos retorno.

Os suspeitos fugiram e, até o momento, ainda não foram presos ou identificados. A motivação do crime está sendo investigada pela polícia.

Violência
De acordo com o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher Cratense, somente este ano, já foram 23 mulheres assassinadas na região do Cariri. A presidente do Conselho, Verônica Carvalho, ressalta, no entanto, que estes números precisam ser confirmados. “Há uma pequena divergência entre a Delegacia, o Conselho e o observatório. Mas a estática é próximo a isso, o que por si só já é um número alarmante e preocupante”, pontuou.

Em 2015, ainda conforme dados do Conselho, foram 14 mulheres assassinadas na região. De janeiro de 2005 e janeiro de 2015,o Conselho afirma que 186 mulheres foram mortas. A maioria dos crimes, cometidos por companheiros ou ex-companheiros.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

08:05 · 14.12.2016 / atualizado às 09:55 · 15.12.2016 por

presoCrato. A Polícia Militar deste município prendeu um homem acusado de assassinar a própria filha na cidade de Mogi das Cruzes, em São Paulo, há cinco anos. O pedreiro José Orlando dos Santos, que também é pai de outros dois filhos, foi preso em casa, na rua Edilson Sucupira, bairro Sossego. Ele era considerado, pela polícia paulista, um dos homens mais procurados do Estado.

Crime
De acordo com a polícia de Mogi, o crime teria sido motivado por ciúmes, uma vez que o pai na consentia o relacionamento amoroso da filha com outro jovem. Patrícia Florenço dos Santos, tinha 21 anos e foi enforcada com um fio e morta pelo próprio pai em maio de 2011. Ela ainda chegou a ser socorrida mas não resistiu.

Após o assassinato, Orlando fugiu e passou quatro anos foragidos até ser capturado em Crato. Ainda segundo a polícia, o crime teria sido cometido após José Orlando deixar os dois filhos mais novos na escola. “Quando voltou para casa ele se desentendeu com a filha e a matou”, afirmou, na época, o capitão da PM, Alcides Dias Corrêa Neto. Na casa em Mogi das Cruzes, moravam apenas o pedreiro e os três filhos.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

11:10 · 17.08.2016 / atualizado às 13:20 · 17.08.2016 por

IMG-20160817-WA0004Juazeiro do Norte. A Polícia Militar deste município prendeu cinco homens suspeitos de assassinar a tiros, um homem de 41 anos, na tarde de ontem, no bairro Timbaúbas. Francisco de Lima Pereira, foi atingido por três disparos de arma de fogo sendo socorrido com vida para o Hospital Regional do Cariri (HRC), no entanto, ele não resistiu aos ferimentos e morreu minutos após ingressar na unidade hospitalar.

Após o homicídio, policiais do Batalhão de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) foram acionados e, na Avenida Padre Cícero, bairro Salesianos, interceptaram o veículo modelo Fox usado na fuga.

Os suspeitos foram identificados como Jailson Bezerra de Souza, 21 anos, Raimundo Pereira de Sousa Neto, 23 anos, Lazaro Bezerra, 20 anos, Samoel Alves de Oliveira, 21 anos e Carlos Gledson Lima dos Santos, 24 anos. Dentro do veículos, os militares encontraram uma máscara de palhaço, dois revólveres, ambos de calibre 38, e um cartucho intacto.

Francisco Pereira era suspeito de envolvimento em um assassinato. Há dois anos, ele tinha sofrido uma tentativa de homicídio. Se em Crato são seis assassinatos em agosto, Juazeiro já contabiliza sete crimes.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018