Busca

Tag: campanha


11:49 · 13.04.2018 / atualizado às 11:49 · 13.04.2018 por

Juazeiro do Norte. Desde a última terça-feira (10), o Programa Saúde na Escola (PSE) tem realizado a Campanha Nacional de Hanseníase, Verminoses e Tracoma nas escolas. A Escola de Ensino Fundamental Demóstenes Ratts Barbosa recebeu a abertura oficial, onde as secretarias de Saúde, Educação e coordenadores do PSE se reuniram com pais e responsáveis para explicar a campanha e reforçar com eles a importância de autorizar, através da assinatura de um termo, que seus filhos participem das ações.

As atividades acontecem por meio do PSE, parceria entre a Sesau e a Seduc, e tem como objetivo promover a redução da carga parasitária de geo-helmintos (verminoses), identificar casos suspeitos de hanseníase e de tracoma em estudantes na faixa etária de 05 a 14 anos de idade, matriculados em escolas públicas do Município, através da busca ativa e exames para detecção e tratamento destas doenças.

Estas ações já estão sendo realizadas e acontecerão em todas as 44 escolas municipais pactuadas no PSE, por meio da abordagem integrada entre os profissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), agentes de endemias, médicos e enfermeiros das equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF) de cada bairro.

“Entendemos que precisamos trabalhar a prevenção e a promoção da saúde a partir das escolas. Estamos tendo também reunião com os pais, pois a presença deles é fundamental neste trabalho, para que apoiem as ações e participem junto com seus filhos. A partir da prevenção com as crianças com certeza teremos adultos mais saudáveis”, ressaltou a secretária de saúde, Nizete Tavares.

“Esta Campanha é muito importante, porque muitas vezes a gente não tem esse tempo disponível para estar indo no posto de saúde, para dar esse suporte e estar olhando se nossos filhos têm essas doenças. Então fica mais acessível na escola, que é um lugar que eles têm que vir todos os dias. Facilita a vida de nós, pais, que é tão corrida”, afirmou Cícera Romana, mãe de aluno.

07:45 · 22.11.2017 / atualizado às 09:54 · 22.11.2017 por
Campanha de vacinação vai até o dia 02 de dezembro. (Foto: Helio Filho)

Juazeiro do Norte. Nesta terça-feira (21) foi lançada, no Sítio Jurema, a segunda etapa da Campanha de Vacinação contra Febre Aftosa, que pretende vacinar todos os animais com idade de 0 a 24 meses até o dia 02 de dezembro. A ação é uma iniciativa da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Seagri), em parceria com a Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará (Adagri) e Empresa de Assistência Técnica em Extensão Rural do Ceara (Ematerce).

De acordo com o Médico Veterinário e Fiscal Agropecuário da Adagri, Roger Costa, o objetivo é conseguir que o Estado do Ceará chegue em 2020 com status livre aftosa sem vacinação. “Para isso, ressaltamos a importância de todos os produtores vacinarem seus rebanhos e, mediante nota fiscal, fazer uma declaração junto aos órgãos parceiros da campanha Adagri, Ematerce e Seagri”, explica.

A Febre Aftosa é uma enfermidade altamente contagiosa que afeta os animais biungulados (casco com duas unhas), dentre eles gados e búfalos. Para o produtor rural Cícero Gonçalves, a vacinação do rebanho é uma forma de garantir a comercialização de animais e carnes saudáveis. “Acho a vacinação contra febre aftosa muito importante, principalmente para nós que comercializamos gado. Sem a vacina não podemos comercializar, pois é uma forma de garantir que o animal está saudável para o consumo. Além de recursos e garantias, que só podem ser alcançados se estivermos com a vacinação em dia, disse.

Incentivo

A Seagri tem desenvolvido serviço de assistência técnica, projetos e programas voltados ao incentivo da economia de base familiar. De acordo com Romão França, a Seagri oferece diferentes serviços voltados ao incentivo da produção agrícola e pecuária de forma sustentável.  “Seguindo as orientações do prefeito para melhorar a vida do homem e da mulher do campo, estamos incentivando a agricultura e produção familiar, como garantia de uma fonte de renda que possibilite a melhoria na qualidade de vida dos produtores”, afirma.

Durante a cerimônia, o Prefeito Arnon Bezerra, garantiu apoio aos produtores rurais do Município. “Sempre que houver demanda de capacitação e qualificação, que melhorem a qualidade da produção, gerando emprego, renda e qualidade de vida para o povo, a Prefeitura vai estar disposta a auxiliar,  para que Juazeiro possa sempre crescer com dignidade e abundância”, declara.

07:12 · 10.10.2017 / atualizado às 07:12 · 10.10.2017 por
A programação começou desde o início do mês, mas a abertura oficial aconteceu ontem, 9. (Foto: Samuel Macedo)

Juazeiro do Norte. Com o objetivo de conscientizar as mulheres e a sociedade em geral sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e colo do útero, foi aberta, oficialmente, nesta segunda-feira (09), a campanha Outubro Rosa no Município. Realizada em vários países – no Brasil desde 2002 -, a Campanha foi aberta com cerimônia e debate na sede da Secretaria de Saúde.  A cada mês são realizados, em Juazeiro do Norte, mais de 3 mil exames de prevenção, mas a meta  é que esse número aumente, em função da campanha.

Diversas autoridades, entre elas o prefeito Arnon Bezerra, secretários e vereadores, reuniram-se na sede da Secretaria de Saúde para reforçar a importância da Campanha e repassar para a população as orientações acerca dos cuidados e trabalhos preventivos do câncer de mama e colo do útero que estão sendo oferecidos pelos serviços de saúde do Município.

Para o prefeito Arnon Bezerra, a conscientização acerca dos cuidados com a saúde deve ser promovida durante todo o ano, fazendo com que as pessoas sejam estimuladas a procurar consultas com especialistas frequentemente. No caso específico do câncer de mama, o gestor destacou que os primeiros sinais para o diagnóstico podem ser percebidos ainda em casa, através do autoexame.

A estátua do Padre Cícero, no horto, está iluminada de rosa para lembrar a campanha (Foto: Antonio Rodrigues)

O câncer, quando diagnosticado precocemente, pode ser tratado e curado. De acordo com a secretária de Saúde do Município, Nizete Tavares, Juazeiro do Norte conta hoje com 68 equipes de Estratégia de Saúde da Família – ESF que estão aptas para receber e orientar as mulheres quanto à realização de consultas e exames. “Intensificamos durante esse mês a nossa oferta de exames de mamografia e ultrassonografia de mama e transvaginal, com o objetivo de dar uma maior cobertura a essa população”, destacou a secretária.

Os exames estão sendo solicitados nas Unidades Básicas de Saúde – UBS e as pacientes podem se dirigir à Policlínica Regional de Barbalha para realizá-los. Segundo a secretária de saúde, “este é um momento extremamente importante e a gente pede o apoio e a colaboração de todos para que façam realmente a divulgação, conclamem a população de mulheres de Juazeiro, para que a gente não venha a ter casos de câncer”, conclui Nizete Tavares.

O Município conta ainda com 530 agentes comunitários de saúde que visitam as famílias de casa em casa, desenvolvendo um importante papel para que os objetivos da Campanha sejam atingidos. “Nesse sentido, a Prefeitura de Juazeiro do Norte, através da Secretaria de Saúde, promove esse encontro para que a gente possa oferecer o devido estímulo e consequentemente proporcionar uma vida saudável e feliz para nossa população”, concluiu o prefeito. Caso alguém não consiga realizar a prevenção durante o mês de outubro, após o término da Campanha Outubro Rosa as UBS permanecerão realizando esses atendimentos.

09:01 · 21.09.2017 / atualizado às 09:01 · 21.09.2017 por
Foto: Samuel Macedo

Juazeiro do Norte. O Centro de Atenção Psicossocial – CAPS AD III de Juazeiro do Norte, com o apoio do núcleo de Mobilização Social da Secretaria de Saúde, promoveu nesta quarta-feira (20) uma ação social na Praça Padre Cícero, dando continuidade às atividades da campanha de conscientização a prevenção do suicídio: o “Setembro Amarelo”.

A equipe de profissionais, composta por enfermeiros, técnicos em Enfermagem, Educador Físico, Fonoaudiólogo, Assistentes Sociais e Psicólogos, ofereceu para a população serviços de aferição de pressão arterial e avaliação física.

Desta forma, as pessoas foram incentivadas a ficarem atentas com os cuidados básicos relacionados à saúde, evitando assim um desencadeamento de problemas mais graves que podem levar a um quadro de depressão. Segundo a Secretaria de Saúde, o suicídio ainda é um tema tabu para a sociedade e, apenas com o devido esclarecimento da população, este grave problema de saúde pública poderá ser evitado.

Os psicólogos do CAPS AD, em conversas com a população, estiveram orientando sobre os sinais que uma pessoa com tendências suicidas pode apresentar e a formas de ajudar quem está sofrendo desse mal. Com este tipo de ação, a campanha busca abrir espaço para o debate do assunto e alertar as pessoas sobre a sua importância.

Na quinta-feira, 21, haverá ação itinerante na sede do CAPS AD III José Valdir Sabiá, momento em que serão feitos atendimentos com os profissionais e a atualização do prontuário dos pacientes. Será oferecido ainda corte de cabelo para os pacientes do CAPS e seus familiares, como forma de estimular a autoestima e o bem-estar dos mesmos.

08:31 · 16.05.2017 / atualizado às 08:31 · 16.05.2017 por

Juazeiro do Norte. A Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho (SEDEST) realiza a Semana de Combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes. Nesse contexto, durante toda a semana serão desenvolvidas atividades e rodas de conversas nos nove Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) de Juazeiro do Norte e em algumas escolas municipais. Na quinta-feira, 18, acontecerá grande Caminhada ‘Faça Bonito’, em alusão ao dia nacional de combate.

A proposta da campanha é sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta contra o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, que conta com um número ainda alarmante no Brasil, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU).

A campanha ‘Faça Bonito’ tem o objetivo de buscar formas para garantir a toda criança e adolescente o direito ao desenvolvimento de sua sexualidade. As denúncias podem ser feitas através do Disque Denúncia Nacional (Disque 100), do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), a Ouvidoria do Município e dos Conselhos Tutelares. “Onde a prevenção não consegue chegar, é importantíssimo que a população denuncie e se mobilize para combater essa infeliz realidade”, afirmou a Secretária de Desenvolvimento Social e Trabalho, Isabela Bezerra. As denúncias serão encaminhadas para os órgãos que trabalham com a prevenção e o combate desse tipo de exploração.

Caminhada 18 de maio
Em alusão ao Dia Nacional de Combate à Exploração e Abuso Sexual de Crianças e Adolescentes, a SEDEST irá promover uma caminhada para alertar e conscientizar a população acerca dessa problemática. A concentração acontecerá às 8h, na Praça da Prefeitura e irá percorrer a Rua São Pedro até a Praça Padre Cícero. A Secretaria de Desenvolvimento Social convida toda a população para somar forças nessa luta, que é de todos.

Entenda o que é exploração sexual de crianças e adolescentes
A violência sexual praticada contra a criança e o adolescente envolve vários fatores de risco e vulnerabilidade quando se considera as relações de geração, de gênero, de etnia, de orientação sexual, de classe social e de condições econômicas. Nessa violação, são estabelecidas relações diversas de poder, nas quais tanto pessoas e/ou redes utilizam crianças e adolescentes para satisfazerem seus desejos e fantasias sexuais e/ou obterem vantagens financeiras e lucros.

Telefones para denúncias:
CREAS 35871104
Conselho Tutelar 35873349
Ouvidoria do Município 3571-5208
DISQUE 100

14:30 · 21.04.2017 / atualizado às 14:30 · 21.04.2017 por
Marcos é deficiente físico e mora sozinho, de aluguel, na cidade de Campos Sales

Carro, casa, estabilidade financeira, viagem pela Europa… Esses são alguns dos sonhos de muitos brasileiros. Sonhar, inclusive, é o que move muita gente e os leva a superar obstáculos. Um jovem da cidade de Campos Sales, na região do Cariri, no entanto, tem um sonho diferente, porém, igualmente grande e digno de luta.

Deficiente físico, com problemas financeiros e morando sozinho em uma casa sem nenhuma adaptação para suas limitações físicas, Marcos, de 22 anos, lançou uma campanha nas redes sociais para arrecadar dinheiro. “Preciso de uma cadeira de rodas motorizada”, diz ele, sentado no chão, no início do vídeo.

“Quero concluir meus estudos e não tem ninguém para me levar até a escola. Está muito complicado ”, acrescenta o jovem. Ao longo do vídeo com duração de quase 3 minutos, Marcos mostra a casa em que mora de aluguel e que não dispõe de acessibilidade. “Nada é adaptado para mim o que torna as coisas ainda mais difíceis”, pontua.

A cadeira de rodas utilizada atualmente por ele, de modelo simples, “está velha e as rodas da frente estão emperrando”, mostra o deficiente. Ao fim do vídeo, Marcos pede para que, quem não puder ajudar financeiramente, compartilhe o vídeo para que outras pessoas possam ver. “Essa cadeira de rodas motorizada é meu grande sonho. Com ela eu vou poder concluir meus estudos, sair sem depender de ninguém, vou poder viver de forma mais independente”, finaliza.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

08:49 · 04.04.2017 / atualizado às 08:58 · 04.04.2017 por

Juazeiro do Norte. Começa hoje, dia 04, a campanha “Evite acidentes, não deixe seu animal solto”, realizada pelo Centro de Controle de Zoonoses e Núcleo de Mobilização Social. O objetivo é conscientizar a população sobre os riscos de permitir que os animais de estimação estejam fora do limite dos cercados nas estradas da zona rural. Inicialmente, três áreas serão visitadas pela equipe do Centro.

Hoje os agentes do CCZ visitam o Sítio Amaro Coelho, com um carro de som e conversando com os moradores sobre a posse responsável, mostrando que deixar os animais soltos pode causar acidentes e prejuízos aos animais e transeuntes. O projeto continua no dia 06, no Sitio Umari, e no dia 11 no Sítio Gavião.

Animais deixados fora da área da residência podem causar acidentes graves a motoristas, motociclistas e ciclistas. Depois de alguns casos que recorreram ao Centro de Controle de Zoonoses, a coordenação decidiu realizar uma campanha de conscientização, informando também que os animais soltos serão recolhidos em outra oportunidade, e só serão liberados depois do pagamento de multa, de acordo com a legislação vigente.

A Campanha é, segundo a direção do CCZ, mais uma estratégia de fazer com que a população tenha consciência sobre seus direitos e deveres em relação aos animais, sabendo principalmente que algumas ações podem ser caracterizadas como crime.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

09:57 · 22.03.2017 / atualizado às 09:57 · 22.03.2017 por
Alimentos já arrecadados (Foto Divulgação)

O Sesc, através da sua Unidade Crato, está em campanha para receber doações de alimentos, vestimentas e acessórios de cama e banho para a população atingida pela enchente em Assaré, na região do Cariri. A unidade está em plantão 24h para facilitar as contribuições.

O material arrecadado é distribuído diariamente na Secretaria de Ação Social de Assaré e na paróquia da cidade. Até o momento, foram obtidos 500 kg de alimentos, mais de 1.500 peças de vestuários, como roupas e calçados, além de toalhas e lençóis.

A enchente aconteceu por conta do rompimento na barragem do Açude dos Montes, devido às fortes chuvas do dia 17 de março. Na cidade, várias casas e prédios públicos foram atingidos, deixando mais de 200 famílias desabrigadas.

SERVIÇO
Campanha de doação de alimentos e itens de vestuário para a população de Assaré
Local: Unidade Crato do Sesc (Rua André Cartaxo, 443)
Informações: (88) 3586.9150

10:42 · 22.02.2017 / atualizado às 10:43 · 22.02.2017 por

Juazeiro do Norte. A partir da próxima segunda-feira, dia 27, o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) realizará uma campanha de coleta de sangue. A ação a ser realizada no Ginásio Poliesportivo, neste município, terá duração de dois. A data foi pensada para coincidir com o retiro espirital da Comunidade Católica Shalom, o Renascer Cariri.

Devido ao grande número de pessoas que estarão durante esse período no local e pelo aumento da demanda nessa época do ano, o Hemoce aproveitou o momento para abastecer o banco de sangue. O Hemoce também firmou parceria com a Secretaria de Esporte, Juventude e Cultura (Sejuc) para realizar outras ações após o carnaval no intuito de aumentar o número de campanhas de coleta de sangue, nos eventos realizados no Ginásio. Como muita gente utiliza o local para a prática esportiva, a Sejuc quer que essas pessoas além atletas, sejam doadoras.

Quem pode ser doador?
– É preciso estar saudável e bem alimentado (evitar alimentos gordurosos nas três horas que antecedem à doação)
– Ter dormido pelo menos seis horas nas últimas 24 horas
– Pesar acima de 50kg e ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos

10:55 · 13.02.2017 / atualizado às 11:31 · 13.02.2017 por

Juazeiro do Norte. A retração econômica somada à ineficiência administrativa de vários gestores municipais impactou diretamente, nos últimos meses, no pagamento dos servidores. A saúde, tido como um dos setores mais importantes ao lado da educação e segurança, foi uma das áreas mais afetadas. Em pelo menos 33 cidades cearenses, as prefeituras estão em atraso com os pagamentos dos médicos, de acordo com levantamento do Sindicato dos Médicos do Estado do Ceará.

Juazeiro do Norte, a maior cidade do interior cearense, integra essa lista. Nessa semana, o Sindicato estampou o nome do município junto com outros cinco que também estão em débito com os médicos em um outdoor na Avenida Padre Cícero, uma das mais movimentadas do Cariri, região que possui seis cidades ao todo na lista de devedores.

No entanto, a Secretaria de Saúde do Município informou ao Diário do Nordeste que os “profissionais do Programa de Saúde da Família tiveram seus débitos quitados no final de dezembro passado”. Já os médicos plantonistas em unidades de saúde como os Hospitais Maria Amélia e Tasso Ribeiro Jereissati, conhecido como Estefânia Rocha Lima, terão seus vencimentos quitados até a próxima quinta-feira, dia 16, conforme a titular da pasta, Nizete Tavares.

Campanha
Em reposta aos “sucessivos atrasos salariais”, o Sindicato lançou no mês passado a campanha intitulada “Devedometro”, cujo objetivo é divulgar, mensalmente, uma lista das prefeituras e entidades privadas que atrasam ou “praticam calote no pagamento do trabalho médico”. Conforme o Sindicato, os próprios médicos prejudicados estão realizando as denúncias.

“Após recebê-las [as denúncias], o Sindicato percorre, de forma itinerante, os municípios cearenses, visitando unidades de saúde pública e privadas, para confirmar a situação e tentar a resolução. Somente após a confirmação da denúncia e de insucesso na tentativa de resolução administrativa da situação é que são tomadas as medidas jurídicas cabíveis para assegurar o respeito ao trabalho médico e feita a divulgação dos ‘maus pagadores e devedores’ pelas redes sociais oficiais e portal do Sindicato dos Médicos”, pontuou o órgão.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará, Mayra Pinheiro, a campanha surgiu após uma grande demanda de denúncias. “É revoltante constatarmos todos os dias que centenas de médicos que dedicam seu tempo, sua energia e seus conhecimentos para salvar vidas possam estar sendo enganados e caloteados em diversas localidades do estado do Ceará. Nenhum profissional deve trabalhar sem receber o fruto sagrado do seu suor. O médico também não”, destacou.

Ainda segundo Mayra, “o Sindicato dos Médicos torna público e expõe para a população os nomes das cidades e unidades que desrespeitam o trabalho médico, e que são responsáveis pelo desestímulo que faz com que os profissionais se recusem a atuar em muitas localidades”. Ela lembra que, devido ao atraso, os profissionais da área da saúde acabam migrando para outros centros, deixando o interior muitas vezes desassistidos.

“Somos acusados de não querermos exercer nosso trabalho no interior do estado, porem não é dito a população, em que condições o médico trabalha nestas localidades, nem o desrespeito profissional, o constrangimento e assedio por que passamos frequentemente”, concluiu. Os profissionais anseiam que, com o início da campanha e a divulgação das prefeituras devedores, alguns gestores se mobilizem para quitar as dívidas.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br