Busca

Tag: Cariri


11:38 · 13.04.2018 / atualizado às 11:38 · 13.04.2018 por
Duas novas viaturas atuarão no Cariri. (Foto: Relações Públicas do 2º BPM)

Juazeiro do Norte. Iniciado no último dia 9 de abril, o efetivo policial do 2º Batalhão da Polícia Militar (BPM) está concluindo, nesta sexta-feira (13), o treinamento de nivelamento/manutenção para integrarem à Força Tática. Um dos objetivos é o aprimoramento das técnicas a serem empregadas pela patrulha na Área Integrada de Segurança 19 (AIS 19), que compõe 25 municípios do Cariri.

O nivelamento é desenvolvido por uma equipe do Batalhão de Choque, oriunda da capital do estado, e contempla disciplinas como armamento e equipamento, instrução tática individual, instrumentos de menor potencial ofensivo, patrulha urbana, patrulha rural e tiro policial defensivo. Um total de 50h/aula.

Duas viaturas caracterizadas com o brasão e o nome da Força Tática já se encontram no 2º BPM. Os veículos deverão ser utilizados pelos integrantes da FT após a conclusão do curso. De acordo com o comandante do 2º BPM, Major Luciano Rodrigues, o investimento na capacitação profissional da Força Tática é necessária para garantir uma atuação policial cada vez mais padronizada e eficiente nas ações de segurança  desenvolvidas na AIS 19.

10:05 · 05.04.2018 / atualizado às 10:05 · 05.04.2018 por
Riacho das Timbaúbas começa teve mais uma cheia. (Foto: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. Após a segunda-feira com as maiores precipitações do Ceará, o Cariri voltou a registrar fortes chuvas na manhã desta quinta-feira (05). Entre as 7h de ontem e às 7h de hoje, Jati recebeu 74,5 milímetros – o maior do estado. No entanto, a água continua a cair após este período de 24 horas acompanhado pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Ao todo, choveu em 93 municípios do Ceará. Além do Cariri, Granja e Uruoca, no norte do estado, tiveram destaque registrando volume de 64 e 62 milímetros, nesta ordem. Até as 9h24, os radares da Funceme registraram chuva moderada em Juazeiro, Crato, Barbalha, Caririaçu e Farias Brito. Na terra do Padre Cícero, o volume ficou mais fortes a partir das 7h e segue nesse ritmo até o fechamento desta matéria.

Radar da Funceme às 9h24 desta quinta-feira.

Nas ruas de Juazeiro do Norte, muitos engarrafamentos se formaram, principalmente na Rua do Cruzeiro e, como já ficou comum, nas avenidas Leão Sampaio (CE-060) e Padre Cícero (CE-292), que liga às cidades vizinhas de Barbalha e Crato, respectivamente. Carros ficaram alagados e ilhados. Na Rua Domingos Sávio, o Riacho Timbaúbas voltou a ter cheia, formando uma lâmina de 80 cm de água. Até mesmo um porco foi carregado pela correnteza.

Previsão

Segundo o supervisor da Unidade de Tempo e Clima da Funceme, Raul Fritz, a Zona de Convergência Intertropical (ITZC), principal sistema indutor das precipitações durante a quadra chuvosa, voltou a se aproximar do estado e todas as condições oceânicas e atmosféricas estão favorecendo as chuvas para as duas primeiras semanas de abril. Por isso, prevê para hoje (05) e os próximos dois dias com nebulosidade variável e chuvas em todas as regiões cearenses.

12:17 · 03.04.2018 / atualizado às 12:17 · 03.04.2018 por
Representantes de 50 municípios participaram do evento. (Fotos: Samuel Macedo)

Juazeiro do Norte. O auditório do Instituto Federal do Ceará (IFCE) recebeu o I Seminário Estadual sobre violação de direitos e violência contra a mulher, nesta segunda-feira (2). Promovido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho (Sedest), junto com o Governo do Estado, mais de 50 municípios participaram do evento.

O Seminário aconteceu durante todo o dia com oficinas e palestras. Para a conferência de abertura, a professora e coordenadora do observatório de violência contra a mulher do Estado, Helena Frota, falou sobre avanços e desafios em relação às políticas públicas voltadas para as mulheres. Participaram como debatedoras da mesa, a advogada do Centro de Referência da Mulher (CRM) Ana Marina Miranda, e a ex-secretária de Desenvolvimento Social e Trabalho de Juazeiro do Norte, Isabela Bezerra.

Parcerias

Segundo o prefeito Arnon Bezerra, o Seminário proporciona a troca de experiências entre os profissionais de municípios vizinhos e da capital, e fortalece parceria. “A nossa preocupação é valorização das pessoas.  Entendemos que as políticas públicas voltadas para as mulheres transformam toda a sociedade e todos são beneficiados. A Sedest tem trabalhado nesse sentido, de inserir as mulheres em vários meios, o que me deixa confiante de que Juazeiro está se transformando, melhorando”, disse.

O secretário de Desenvolvimento Social e Trabalho, Sandoval Barreto, falou da importância de Juazeiro do Norte sediar evento já que o Município perde apenas para a Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza em número de registro de inquéritos instaurados. “Esse primeiro seminário regional é importante para Juazeiro do Norte porque mais de 50 cidades da região vieram, o que torna a experiência muito construtiva. Nossa ideia é fortalecer o nosso trabalho de rede no enfrentamento da violência contra a mulher”.

Inclusão produtiva

Juazeiro do Norte é a cidade com o maior número de casos de violência contra a mulher, no interior do Ceará, segundo a titular da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), Débora Gurgel. Uma média de 80 a 100 boletins de ocorrência (BO) são realizados por mês, mas nem todos geram inquérito policial. Atualmente, o Ceará possui nove delegacias especializadas em atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica.

A diretora de Proteção Social Especial da Sedest, Raquel Pinheiro, afirmou que o Pasta já vem trabalhando com parcerias importantes como o instituições de ensino e a Delegacia da Mulher. ” Garantir a construção de renda às mulheres, através dos grupos de fortalecimento de vínculos, desenvolvidos no Centros de Referência de Assistência Social (CRAS). A mulher adolescente, a mulher adulta e a mulher idosa têm seus espaços nos equipamentos. E entendemos que um dos principais requisitos para sair desse ciclo de violência é a condição de sobreviver”, disse.

Segundo o secretário Josbertini Clementino, Juazeiro do Norte é área estratégica do Estado do Ceará, devido a sua localização e os equipamentos que a cidade dispõe no enfrentamento da violência contra a mulher.  “Queremos promover uma discussão com todos aqueles que fazem esse controle social. A melhor forma de combater é mostrar, evidenciar esses casos, promover debates e, o mais importante, trabalhar de forma integrada. Juazeiro do Norte está se tornando referência nesse sentido”, afirmou.

Empreendedoras

Durante o Seminário Estadual a Sedest promoveu exposição do artesanato produzido pelas mulheres empreendedoras dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras). Esta ação coloca em evidência os produtos artesanais em tipologias diferenciadas, resultado do trabalho de fomento da economia criativa que acontece nos equipamentos através do empoderamento das mulheres para a geração de trabalho e renda.

08:24 · 02.04.2018 / atualizado às 09:14 · 02.04.2018 por
Em Juazeiro do Norte, o dia amanheceu nublado e ruas alagadas. Na terra do Padre Cícero choveu 55 milímetros. (Foto: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. O mês de Abril começou com fortes chuvas na região do Cariri. Entre 7h de ontem e às 7h de hoje (02) choveu em 19 municípios da macrorregião segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). A maior precipitação aconteceu Vila Feitosa, em Caririaçu, que fica a cerca de 17 km da sede do Município, com 134 milímetros – a maior deste ano.

Além disso, choveu muito em Várzea Alegre, no Sítio Riacho Verde, que registrou 114 milímetros, na sede do Município, com 105,6 milímetros e no Sítio Boa Vista, que teve 104 milímetros. Os outros municípios que receberam as maiores precipitações foram Lavras da Mangabeira (90 mm), Cedro (67 mm), Crato (62 mm), Juazeiro do Norte (55 mm) e Farias Brito (55 mm). Ao todo, choveu em 65 município do Ceará nas últimas 24 horas.

A previsão para o restante desta segunda-feira (02) é de nebulosidade variável com chuva na faixa litorânea, na Serra da Ibiapaba e no Maciço de Baturité. Nas demais regiões, possibilidade de chuva. Amanhã (03), terá nebulosidade com possibilidades de chuvas em todas regiões ao longo do dia. Já na quarta-feira, a chuva poderá aparecer em todas as regiões do Ceará.

05:33 · 28.03.2018 / atualizado às 03:37 · 28.03.2018 por
Inquérito identificou demanda de 230 cirurgias cardiológicas. (Foto Antonio Rodrigues)

Barbalha. O Ministério Público Federal (MPF) obteve liminar que determina o bloqueio de recursos nas contas do Estado do Ceará para custear procedimentos cirúrgicos cardiológicos para pacientes na lista de espera do Hospital do Coração do Cariri. Inquérito instaurado identificou demanda de 230 cirurgias cardiológicas e a necessidade de R$ 300 mil por mês, durante cinco meses, para a realização dos procedimentos.

De acordo com a liminar, concedida em processo movido pelo MPF que tramita na 16ª Vara da Justiça Federal, os recursos deverão ser bloqueados depois que o hospital apresentar lista atualizada com o total de pacientes no aguardo de procedimentos cirúrgicos, um plano de trabalho para atender a demanda e orçamento com valores em conformidade com a tabela do Sistema Único de Saúde (SUS).

Caberá ao Município de Barbalha, através da Secretaria de Saúde, adotar todas as providências para a contratação do Hospital do Coração do Cariri para a realização das cirurgias, encaminhamento dos pacientes da fila de espera e auditoria de toda a produção apresentada para comprovar a regular execução do serviço e, posteriormente, realizar o respectivo pagamento com recursos oriundos do Estado do Ceará.

Segundo os procuradores da República Lívia Sousa e Rafael Rayol, o juiz deferiu a liminar após audiência de conciliação, na qual foi comprovado que  o Estado do Ceará abriu chamamento público para cirurgias eletivas, contudo se negou a inserir os procedimentos cardíacos da fila de espera da Região do Cariri no edital do chamamento público.

A fila, como aponta a investigação, teve origem em um impasse financeiro entre o Município de Barbalha e o Ministério da Saúde que impediu o aumento do teto financeiro para ações de média e alta complexidade.

Os procuradores da República autores da ação pontuam que “o que se revela inaceitável” é o tempo de espera dos pacientes para realização do procedimento cirúrgico de urgência, o que significa risco de vida para os cidadãos e recomendam aos pacientes que estão em lista de espera para realização de procedimento cirúrgico de alta complexidades que procurarem o Hospital do Coração do Cariri para iniciar procedimentos pré-operatórios.

O caso

Em fevereiro de 2017, O HCC ameaçou suspender o atendimento de pacientes pelo SUS. De acordo com a administração do hospital, a interrupção ocorreria porque o Sistema Único de Saúde não estaria efetuando o pagamento dos atendimentos já realizados. Para garantir a continuidade de serviços, o HCC demandou aos órgãos de saúde o acréscimo dos leitos de unidades coronarianas (UCO), a habilitação do hospital para recebimento de recursos relacionados a terapias enterais e o pagamento pelos procedimentos cirúrgicos já realizados.

05:16 · 28.03.2018 / atualizado às 03:23 · 28.03.2018 por
Aumento de efetivo nas ruas busca melhorar a segurança na região. (Foto: Relações Públicas do 2º BPM)

Juazeiro do Norte. A partir desta quinta-feira (29), terá início a ‘Operação Semana Santa 2018’ com uma série de ações de segurança pública. Coordenada pelo 2º Batalhão da Polícia Militar, o plano abrangerá a Área Integrada de Segurança (19), que corresponde a 25 municípios da região do Cariri e se estenderá até o dia 2 de abril.

Nos últimos meses, duas grandes operações já foram desencadeadas na Área Integrada de Segurança 19 (AIS 19), sendo a ‘Operação Carnaval’, em fevereiro, seguida pela ‘Operação Quaresma’, realizada entre 14 de fevereiro e 24 de março.

Segundo dados estatísticos produzidos pelo 2º BPM, a Operação Quaresma teve resultados expressivos em relação a apreensão de armas de fogo. Um total de 45 armas foram retiradas de circulação nesse período. Além disso, a Polícia Militar cumpriu 20 mandados de prisão em aberto, recuperou 42 veículos com registro de furto/roubo e registrou 52 atos infracionais/prisões por tráfico de drogas. As ações ainda resultaram na apreensão de 13,8kg de entorpecentes, entre maconha, cocaína e crack.

A Polícia Militar ainda registrou queda nos índices de homicídios e roubos. No período da quaresma de 2017, que ocorreu entre os dias 01 de março e 13 de abril, foram registrados 48 homicídios e 303 roubos. Na Operação Quaresma de 2018, foram registrados 28 homicídios e 216 roubos, ou seja, reduções de 41% em relação aos crimes contra a vida e 28% em relação aos crimes contra o patrimônio.

De acordo com o comandante do 2º BPM, Major Luciano Rodrigues de Oliveira, os objetivos e as estratégias de ação adotadas pelo policiamento ostensivo se modificam a cada operação. “Analisamos as particularidades de cada período do ano para dinamizar o trabalho policial da melhor forma possível e alcançar bons resultados para a segurança pública”, destaca o Oficial.

14:00 · 19.03.2018 / atualizado às 14:00 · 19.03.2018 por
Juazeiro do Norte registrou a quarta maior chuva do Ceará com 30 milímetros. (Foto: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. Após 13 dias sem cair água em mais de 10 cidades do Cariri, de ontem para hoje (19), dia de São José, as precipitações voltaram a acontecer na região. Ao todo, 18 postos pluviométricos, em 11 municípios, da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registraram chuvas na macrorregião.

A maior delas aconteceu no distrito de Ingazeiras, em Aurora, com 36 milímetros. Em seguida, Juazeiro do Norte, que recebeu 30 milímetros de chuvas na sede do Município. Completam a lista Mauriti (22 mm), Umari (19 mm), Abaiara (18 mm). Em Missão Velha, que tem São José como padroeiro, foram registradas chuvas no distrito de Jamacaru  (16,2 mm) e em sua sede. (14,5 mm).

Em todo o estado, entre as 7h de domingo e às 7h desta segunda-feira, as chuvas no distrito de Ingazeiras, em Aurora, só foram menores que em Santa Quitéria, na Região Norte, que registrou 40,1 mm. Juazeiro do Norte foi a quarta maior precipitação, ficando atrás de Pacujá (35,4 mm)

Previsão

No decorrer desta segunda-feira (19), terá nebulosidade variável com períodos de chuva na faixa litorânea, na serra da Ibiapaba, no sertão do Inhamus e no Cariri. Nas demais regiões, há possibilidade de chuva. Amanhã (20), a Funceme prevê nebulosidade com possibilidade de chuva no litoral, serra da Ibiapaba e região Jaguaribana. Nas demais áreas, céu parcialmente nublado. Na quarta-feira (21), poderá voltar a chover no sul do estado e também na faixa litorânea.
14:36 · 09.03.2018 / atualizado às 14:36 · 09.03.2018 por
A solenidade contou com apresentação da monitoração. (Fotos: Divulgação/Sejus)

Juazeiro do Norte. A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) inaugurou, nesta quinta-feira (08), a Célula Regional de Monitoração Eletrônica da Região do Cariri da Coordenadoria de Inteligência. Ao todo, 33 cidades da região receberão o tornozelamento eletrônico que ajudará no combate à criminalidade e auxiliará a Justiça.

A solenidade contou com a presença da coordenadora Estadual de Monitoramento Eletrônico, Dra. Ilma Uchoa, além de membros do Tribunal de Justiça,  Ministério Público, Pastoral,  Ordem dos Advogados do Brasil,  Defensoria Pública e  autoridades de segurança pública.

Para secretária de Justiça e Cidadania, Socorro França, a ação compactua com as condutas que buscam a humanização no sistema prisional cearense. “O tornozelamento, além de amenizar a superlotação – um dos problemas mais graves do sistema -, também é uma alternativa ao encarceramento e à privação de liberdade”, destaca.

O coordenador regional da pasta, Dr. Wanderson Pereira, afirma que o intuito também é disponibilizar mais uma ferramenta de apoio à Justiça para proteção ao cidadão, visando reduzir índices de criminalidade,  oportunizando igualmente a reinserção social pessoas sem perdê-las de vista por meio de fiscalização do Poder Público.

Atualmente, a Sejus conta com núcleos de tornozelamento nas cidades de Quixadá, Sobral e Iguatu. Os núcleos de monitoração eletrônica de pessoas são postos avançados que fazem a instalação e manutenção dos equipamentos. Em todo estado, a Sejus faz o monitoramento de 1.847 pessoas.

Funcionamento

O equipamento pode ser instalado em presos definidos em regime semi aberto ou sujeitos a regime domiciliar, presos provisórios submetidos a medidas cautelares, bem como para monitoramento de medidas protetivas  de urgências. Por exemplo, nos casos de violência contra a mulher, onde é aplicada a lei Maria da Penha. O agressor é tornozelado, enquanto a vítima pode receber um alerta em caso de aproximação. Caso ele não volte a sua zona, a unidade local encaminha uma viatura para conduzi-lo. “Tanto ele quanto a vítima sabem se estão próximos e são alertados. Isso evita uma reincidência”, explica Wanderson Pereira.

O tornozelamento também funciona em casos de regime semiaberto. Caso um juiz tenha decidido por uma prisão domiciliar, sensores são instalados ao redor do imóvel. “Se ele sair de casa, a polícia é acionada. Caso não retorne, já configura uma violação”, complementa o coordenador regional.

 

15:51 · 23.02.2018 / atualizado às 15:51 · 23.02.2018 por
O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge de Lima, destacou a recuperação da economia. (Fotos: Antonio Rodrigues)

Crato. Durante a abertura do Fórum de Oportunidades e Promoção da Cultura Exportadora no Cariri, no Centro de Convenções, realizada nesta sexta-feira (23), foi assinada o Termo de Requalificação do Distrito Industrial do Cariri. Agora, a região será adequada para uso múltiplo, agrupando outras atividades de pequeno porte, serviços e equipamentos públicos. Com isso, serão investido R$ 1,33 milhão para a elaboração do Plano Diretor da área.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Cesar Ribeiro, uma empresa de consultoria foi contratada para realizar um estudo sobre a área, localizada entre as cidades de Crato, Juazeiro e Barbalha. “Ela irá, justamente, ajudar a entender melhor os caminhos, agregar valor e trazer grandes empresas e ser referentes para aumentar o desenvolvimento econômico do Estado”, frisou.

O evento contou com a presença do ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge de Lima, que destacou a região do Cariri como o segundo maior Produto Interno Bruto (PIB) do Ceará, com 8%. “Com o Distrito Industrial mais qualificado, nós criaremos uma corrente de comércio mais robusta, gerando mais empregos e empregos qualificados. Nós precisamos de um comércio mais forte e avançar com desenvolvimento econômico aqui na região do Cariri”, destacou.

Exportação

O Fórum de Oportunidades e Promoção da Cultura Exportadora reuniu discussões sobre a importância do comércio exterior para a competitividade das empresas. Além disso, apresentou as estruturas estaduais e federais para o suporte deste tipo de comercialização. O evento teve como público empresários, o poder público e estudantes. A iniciativa é da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), com apoio do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) e da Secretaria-Executiva do Conselho Nacional de Zonas de Processamento de Exportações (ZPE).

Para o ministro Marcos Jorge de Lima, o Fórum é importante para a região do Cariri, que já apresenta produtos exportados. Ele afirma que o Ministério tem promovido condições para que as empresas de menor porte possam estar exportando pela primeira vez. “Nós temos toda disposição de continuar contribuindo. O estado do Ceará teve de 2,6 bilhões em exportações. Ele está demonstrando disponibilização, não só em zonas consolidadas como o Pecém, que se destaca, mas também com a interiorizar”, pontua.

Cesar Ribeiro acrescenta que o Cariri tem um potencial muito grande e agora com mais oportunidades de logística, tanto portuárias como aéreas, que podem favorecer a indústria local, recebendo investimentos. “A ideia é indicar os melhores caminhos, as melhores práticas. O empresário ainda tem muita dificuldade de entrar no mercado internacional, principalmente, o pequeno e micro”, explicar o secretário.

“O Cariri tem vários polos específicos que tem muita oportunidade, como folheados, artesanato. O que o estado pode oferecer nessas linhas diretas? É criar a cultura exportadora, indicar os caminhos. Quando mais mercado e maior a quantidade de vendas. Maior a expectativa de crescimento e isso traz geração de emprego e renda, melhorando a qualidade de vida do cearense”, completa.

Equipamentos

Na programação, órgãos como o MDIC, a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), o Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), com o Porto do Pecém e a Zona de Processamento de Exportação do Ceará (ZPE Ceará), apresentaram suas estruturas e soluções que visam estimular a exportação. No entanto, a consolidação de um equipamento como a Transnordestina foi pautada pelos empresários locais.

O empresário Roberto Celestino, acredita que o Cariri exporta muito pouco e isso se deve pela questão logística. “Há uma demanda reprimida grande por causa dessa questão. Esperamos que a Transnordetina seja concluída, pois vai transportar até o Pecém e SUAPE por um preço competitivo. Seria o modal que colocaria o Cariri no mundo e abre espaço para a fruticultura irrigada de maior valor agregado, como morango, uva”, coloca. Por outro lado, ressalta que, com a reforma do pátio do Aeroporto de Juazeiro do Norte e, consequentemente, a chegada de aeronaves maiores, aumentará a exportação. Ano passado, o número de cargas aéreas cresceu em 62%.

12:51 · 20.02.2018 / atualizado às 12:52 · 20.02.2018 por
Topique afundou no meio da avenida que recebeu reforma no esgotamento no final do ano passado. (Foto: VCRepórter)

Milagres. A chuva na madrugada de ontem para hoje (20), – sua maior este ano – com 148 milímetros, surpreendeu os moradores, sobretudo da zona rural deste Município no Cariri cearense. Com ela, muita lama se formou na cidade, algumas comunidades ficaram ilhadas e uma van afundou em um buraco formado em uma avenida reformada no final do ano passado, ao lado do Hospital Municipal.

No entanto, este grande volume foi registrado na zona rural, no pluviômetro instalada no sítio Serra Brava. Outro, também em Milagres, no Sítio Saco, apresentou 88 mm. Já a sede do Município, teve chuvas de 37,5 mm. Todas as informações da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

De acordo com o secretário de Infraestrutura, Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Ailton Crisóstomo, uma equipe efetiva de funcionários está trabalhando para minimizar os estragos das chuvas, mas serão contratadas cerca de 10 pessoas, amanhã, para ampliar a força tarefa.

Ele admite que, desde ontem, surgiram vários problemas, inclusive, com prédios municipais apresentando rachaduras. Ailton acredita que isso aconteça pela idade das edificações. “Na zona rural, a questão é a estrada que apresenta buracos. Foi feita uma manutenção ano passado, mas já estamos fazendo um levantamento. Estou indo agora a tarde visitar a Serra Brava”, adiantou o titular da Pasta.

Chuvas em outras cidades

Os estragos das chuvas também atingiram cidades que apresentaram menores volumes de chuva, como Barbalha, que teve 51 milímetros, mas deixou várias ruas alagadas. A água chegou a altura de 30 cm de algumas casas, em pleno centro da cidade.

Em Barbalha, a chuva alagou a o. (Foto: VC Repórter)

Entre as 7h de segunda-feira e às 7h desta terça-feira (20), a região do Cariri apresentou o maior volumes de chuvas no Ceará. Depois de Milagres, as cidades vizinhas de Barro (122,4 mm), Mauriti (82 mm) e Brejo Santo (58 mm) tiveram as precipitações mais significativas. Ao todo, choveu em 96 municípios cearenses.

Previsão

Para esta quarta-feira (21), a expectativa é de nebulosidade variável ao longo do dia, com eventos de chuva em todas as regiões do Estado. A mesma projeção é feita para a próxima quinta-feira (22).