Busca

Tag: comércio


19:27 · 19.12.2016 / atualizado às 19:32 · 19.12.2016 por

1A partir de hoje os lojistas de duas das principais ruas centrais da cidade do Crato poderão manter seus estabelecimentos comerciais abertos até às 20 horas.  A ação faz parte da campanha “Comprar no Crato é um Barato”, lançada pela Câmera de Dirigentes Lojistas (CDL) do Crato e parceiros no último dia 7 de dezembro. A iniciativa abrange, a princípio, as ruas Dr. João Pessoa e Miguel Limaverde.

Dentre outras ações a serem desenvolvidas no projeto, a abertura das lojas até mais tarde é, segundo o presidente da CDL,  José Lobo, “uma estratégia para que o público oriundo de distritos e municípios vizinhos, bem como moradores da cidade, possam aproveitar a noite e estender o horário de compra”. Ainda segundo ele, “ao fornecer mais possibilidades ao consumir, o consumidor está aumentando suas chances de vendas, um fator relevante diante do momento de crise”.

Conforme prevê a Convenção Coletiva do biênio 2016/2017, o lojista pode adicionar duas horas extras por dia na carga horária da sua empresa, sem representar ônus para seus colaboradores. A instituição indica, no entanto, que cada empresa divida suas equipes  com turnos diferentes. “É importante que cada lojista comunique ao sindicato como será o seu novo regime”, adverte Lobo.

Além disso, a CDL Crato aconselha aos lojistas, “promoções para o período noturno”, como forma de atraí-los. “Temos que criar estratégias criativas para que os consumidores venham curtir o nosso centro”, concluiu o presidente da instituição.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

10:45 · 22.07.2016 / atualizado às 10:14 · 22.07.2016 por

Comercio Jauzeiro Natal (7)Juazeiro do Norte. Uma das maiores forças econômicas deste município é o comércio varejista. A cidade conta com a peculiaridade de receber, todos os anos, 2,5 milhões de romeiros que, consequentemente, mantém a economia em constante movimentação. Com o intenso fluxo de pessoas durante quase todos os meses do ano, o comércio – sobretudo o varejista – de Juazeiro se fortificou. Atualmente, a projeção no crescimento das vendas no setor gira em torno de 3,5% ao ano, segundo dados da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Juazeiro.

Comércio em alta

Manter tal crescimento mesmo diante da retração econômica brasileira mostra a força e singularidade da economia local. Para Michel Araújo, presidente da CDL de Juazeiro, a cidade não foi afetada pela crise pois tem uma “demanda retraída muito grande”. Ele lembra que Juazeiro atende diversas cidades caririenses e, ainda, recebe com frequência, consumidores de três estados: Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte.

Comercio Jauzeiro Natal (1)“Costumo dizer que aqui é um Oásis. É uma cidade bem localizada, com periódica movimentação por consequência das inúmeras romarias e a economia está pulverizada, diferente do que aconteceu no tempo do ouro e do couro, por exemplo. Se um setor passa por uma dificuldade, esta crise não atinge o todo”, acrescentou Araújo. O retrato deste cenário é o crescimento econômico. O primeiro semestre do ano, se comparado ao mesmo período de 2015, cresceu 3%.

Especial 105 anos: Construção Civil impulsiona crescimento de Juazeiro do Norte

Este número, conforme avalia Michel, é ainda mais relevante se lembrado que para os mesmos seis meses de 2016, houve retração de 4% no varejo nacional. “Olhar para o primeiro semestre e ver um crescimento acima das expectativas anima, pois o segundo semestre é tradicionalmente mais forte, devido as datas festivas”, acrescentou.

Diante de um comércio tão promissor e diversificado, o Produto Interno Bruto (PIB) se destaca dentre as outras cidades cearenses, inclusive a capital Fortaleza. No ano passado, enquanto se registrou queda na economia em todo o país e discreto crescimento de 0,9% no PIB do Estado, os números de Juazeiro foram além. Em 2015, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o PIB da cidade cresceu 3,5%.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018

17:24 · 08.07.2016 / atualizado às 18:02 · 08.07.2016 por
Foto André Costa
Foto André Costa

Crato. A pouco mais de 48 horas da abertura oficial da 65ª edição interrupta da Exposição Centro-Nordestina de Animais e Produtos Derivados (Expocrato), os preparativos no espaço que receberá 25 atrações musicais já estão quase finalizados. Além do palco principal de 20 metros, com a mesma estrutura utilizada no festival “Rock in Rio”, a área de show contará com 60 camarotes em dois níveis.

De acordo com o diretor de eventos, Ary Melo, a área de show tem capacidade para receber 40 mil pessoas e os camarotes passam a atender, a partir deste ano, aos padrões dos grandes eventos do Sul e Sudeste. “A Expocrato sempre foi um evento grandioso, mas desde o ano passado, com o show do rei Roberto Carlos, ganhamos mais notoriedade e destaque nacional. Este ano, além das grandes atrações, melhoramos a estrutura”.

Expocrato do ano passado bateu recorde de público
Expocrato do ano passado bateu recorde de público

Durante os oito dias de evento, se apresentarão 25 bandas. Os ritmos são variados e vão desde o tradicional forró ao reggae, rock e sertanejo universitário. Entre os artistas mais esperados estão Marília Mendonça, Wesley Safadão, Aviões do Forró, Jorge e Mateus, Biquíni Cavadão, Luan Santana e a dupla Bruno e Marrone.

A organização do evento estima que 400 mil pessoas devam passar pelo parque de Exposição durante os oito dias de evento. A expectativa é que sejam movimentados, ao todo, mais de R$ 50 milhões. Deste total, R$ 10 milhões referentes apenas ao agronegócio.

A feira é uma das cinco maiores feiras agropecuárias do Nordeste e a maior do Estado e movimenta diversos setores da economia local. O comércio espera crescimento entre 10 e 20% e a rede hoteleira da cidade está com 70% de sua capacidade reservada.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018

14:51 · 16.05.2016 / atualizado às 15:41 · 16.05.2016 por

No próximo dia 20 de maio, às 7h30min, a cidade do Crato irá receber a caravana do projeto Jornada Integração, realizado pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Ceará (FCDL-CE), em parceria com a CDL Crato. A reunião contará com a presença dos associados da CDL Crato; a equipe da FCDL-CE, liderada pelo seu presidente, Sr. Francisco Freitas Cordeiro; lideranças políticas e empresariais, representantes de instituições financeiras e diversas entidades, para juntos, detectarem os potenciais econômicos e mapear as principais fragilidades do município.

A Jornada Integração, projeto pioneiro e arrojado, visitará 107 municípios cearenses, com o objetivo também de aproximar as 81 CDLs, os 26 Núcleos e os 19.786 associados em reuniões mensais, oportunizando um amplo debate sobre as demandas de cada região. De acordo com presidente da Federação e idealizador do projeto, Francisco Freitas Cordeiro, a ideia é levar uma equipe de lojistas para discutir formas de aperfeiçoar o comércio local, além de gerar relatórios sobre a realidade econômica desses municípios. “Nós vamos colher essas informações e, a partir desse esforço, elaborar um documento que será encaminhado ao Governo do Estado e demais órgãos competentes, para conduzir na elaboração de soluções”.

Mapa da Jornada
Até novembro, a equipe da Federação, acompanhada por uma consultoria da Faculdade CDL, responsável pelo embasamento acadêmico do relatório final, passará pelas regiões Norte, Centro-Sul, Cariri, Sertão-Oeste, Sertão Central, Inhamuns, Ibiapaba e, a última, a Metropolitana, formada por 14 cidades.

A Jornada Integração já visitou a região Jaguaribana: Aracati, Jaguaribe, Limoeiro, Jaguaruana, Morada Nova, Alto Santo, Iracema e Russas.

O encerramento do projeto, previsto para os dias 18 e 19 de novembro, acontece no Encontro de Líderes, que terá como sede a Federação das CDLs do Ceará.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018

12:40 · 07.05.2016 / atualizado às 12:41 · 07.05.2016 por
Centro comercial registrou boa movimentação neste sábado (Foto André Costa)
Centro comercial registrou boa movimentação neste sábado (Foto André Costa)

Juazeiro do Norte. Quem deixou para comprar o presente do Dia das Mães neste sábado (07), véspera do feriado, enfrentou grande movimentação nas lojas do centro da cidade. As principais ruas do centro comercial ficaram lotadas e o lojista comemorou o bom resultado. De acordo com o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Juazeiro, Michel Araújo, a expectativa é de 2,5% a mais nas vendas em comparação ao mesmo período do ano passado.

Para atrair o cliente vale quase tudo. Música ao vivo na porta da loja, panfletagem, promoções, variedades de preço e até degustação de suco e distribuição de guloseimas. Michel lembra que, em momentos de crise, o comerciante deve ficar atento as novidades e inovar na oferta de produtos e ter atendimento diferenciado.

Roupas, cosméticos, artigos para casa, acessórios e calçados lideram as intenções de compra dos consumidores. Apesar da recessão na economia, os eletrônicos também estão entre as opções de presente. O valor médio dos presentes neste ano será de R$ 93,55, segundo pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018

14:44 · 16.02.2016 / atualizado às 21:11 · 16.02.2016 por
Presidente da CDL ressalta que a campanha objetiva aquecer o comércio da região
Presidente da CDL ressalta que a campanha objetiva aquecer o comércio da região

Com o objetivo de movimentar o comércio em um período de baixa procura dos consumidores, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Juazeiro do Norte, lança, pelo quarto ano consecutivo, o Liquida Cariri. Nesta edição, mais de 300 estabelecimentos comerciais em todo o Cariri estarão mobilizados. Segundo o presidente da CDL, Michel Araújo, estima-se que a campanha irá movimentar algo em torno de R$ 15 milhões.

Araújo ressaltou a importância do Liquida Cariri para aquecer o comércio e ponderou que a intenção “é transformar o período em uma data de fluxo intenso e boas vendas para o varejo do Cariri”. “Do Natal até o dia das mães, vivemos praticamente sem vendas, não há nenhum atrativo, então nossa proposta é motivar o consumidor a comprar”, acrescentou.

A campanha terá início no próximo dia 26 de fevereiro e segue até o dia 13 de março. O sorteio será realizado no Cariri Garden Shopping, em 19 de março.

Crescente
Em 2015, a Campanha movimentou R$13,5 milhões, um volume 4% maior que o total de 2014. Em 2013, na primeira edição, foram 310 lojas participantes com movimentação de R$ 12 milhões. Para este ano, a expectativa é de superar os R$15 milhões, juntando todo o volume de vendas nos estabelecimentos que participarem da Liquida Cariri.

A cada R$ 25 em compras, os consumidores receberão um cupom para concorrer aos seguintes prêmios: 1 Carro 0km, e 5 motos Honda Pop. Os estabelecimentos também estarão concorrendo a prêmios. A campanha acontece de 26 de fevereiro a 13 de março de 2016. “Esperamos cerca de 600 mil cupons”, concluiu Michel.

A Campanha é encabeçada pela CDL de Juazeiro do Norte, com a parceria do Cariri Garden Shopping e das CDLs das cidades do Crato, Barbalha, Campos Sales, Brejo Santo, Barro, Milagres e Mauriti, que estreia nesta quarta edição.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018

16:32 · 30.12.2015 / atualizado às 16:34 · 30.12.2015 por
As casas lotéricas devem funcionar das 7h30 às 13h nesta quinta-feira. Já no dia 1º de janeiro as lojas serão fechadas (Foto André Costa)
As casas lotéricas devem funcionar das 7h30 às 13h nesta quinta-feira. Já no dia 1º de janeiro as lojas serão fechadas (Foto André Costa)

No feriado de Ano Novo, enquanto alguns serviços seguem normalmente outros não estarão em funcionamento em Juazeiro do Norte. O expediente nas repartições públicas, por exemplo, funciona até hoje (30) e será retomado na segunda-feira (4). Os serviços essenciais funcionam em esquema de plantão para atender aos casos emergenciais. Confira abaixo o horário e dia de funcionamento de outros serviços durante os dia 31 de dezembro e 1º de janeiro.

Bancos
Amanhã (31) não haverá atendimento ao público e no feriado do dia 1º de janeiro os bancos permanecerão fechados.

Lotéricas
As casas lotéricas devem funcionar das 7h30 às 13h nesta quinta-feira. Já no dia 1º de janeiro as lojas serão fechadas.

Postos de Combustíveis
Tanto no feriado do dia 1º, como amanhã, o horário de funcionamento permanece inalterado.

Coelce
No dia 31, as lojas funcionarão até o meia dia. Na sexta, o atendimento será em regime de plantão. A Central de Relacionamento segue funcionando 24 horas.

Cagece
As lojas funcionarão das 8h as 12h durante o dia 31. No feriado, o atendimento acontece em regime de plantão. Em caso de necessidade, a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) dispõe do número 0800 2750 195.

Shopping
Amanhã as lojas e quiosques funcionam das 10h as 18h. O Mercadinho São Luiz abre as 8h e fecha as 18h. A praça de alimentação estará aberta das 10h as 18h30 e o Cinema terá sua última sessão as 17h. No feriado, lojas e quiosques estarão fechados enquanto o Cinema funciona normalmente.

Comércio
De acordo com a Câmara de Dirigentes Logistas (CDL/Juazeiro) as lojas abrirão em horário normal durante esta quinta-feira. No entanto, no dia 1º, as lojas estarão fechadas.

Prefeitura
Amanhã será ponto facultativo. As atividades retomam na próxima segunda-feira, dia 04.

Limpeza Urbana
A empresa Projeto e Execução de Limpeza Urbana, Conservação e Urbanização LTDA (Proex) responsável pela coleta de lixo na cidade, informou que o serviço ocorrerá normalmente amanhã e na sexta-feira.

Transporte coletivo
Na quinta, os coletivos seguirão a mesma tabela de sábado. Na sexta, dia 1º,  a tabela será a mesma de domingo. No sábado, seguirá a tabela intermediária, com intervalo de 25 minutos entre um coletivo e outro.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018

08:46 · 04.12.2015 / atualizado às 08:46 · 04.12.2015 por

A eliminação no estacionamento de veículos em dois quarteirões centrais da Rua São Pedro em Juazeiro do Norte ainda repercute de forma positiva, principalmente no momento em que se verifica uma movimentação maior de pedestres nas compras para as festividades de Natal e fim de ano. Para o presidente do Sindilojas (Sindicato dos Lojistas), Francisco Alberto Bezerra, o Chico Alberto.

Ele aproveitou para dirigir apelos em torno de novos estudos pelo Departamento de Engenharia de Trânsito do Demutran que possam resultar noutras melhorias em nome do fluxo melhor de veículos e pessoas. O dirigente classista cita outros trechos estreitos na área central como na Rua São Paulo, por exemplo, que carecem de medidas mais enérgicas no sentido de um melhor ordenamento.

Na opinião de Chico Alberto, sem carros e motos estacionados na Rua São Pedro entre as ruas São Francisco e Santa Luzia, o movimento ficou mais tranqüilo e seguro beneficiando, principalmente os pedestres. Para ele, estão surgindo muitos estacionamentos privativos e isso vai ajudar. Citou o futuro Anel Viário que está com obras em andamento e vai desafogar mais o fluxo de veículos no centro de Juazeiro. O mesmo elogiou ainda os esforços de Raimundão quanto a melhoria da malha viária do município.

12:47 · 24.11.2015 / atualizado às 12:50 · 24.11.2015 por

DSC_3946 [640x480]O evento consolidado na região, conta com mais de 200 espécies de flores e plantas ornamentais, a preços acessíveis, direto ao consumidor. Mais de 120 mil pessoas já percorreram o corredor das flores.

O Cariri abre a temporada das flores, com o VII Festival das Flores de Holambra, que acontece de 26 de novembro a 6 de dezembro, na Praça Padre Cícero, em Juazeiro do Norte. Uma tradição anual de um evento que é sucesso de público todos os anos. A feira de flores tem sido um importante atrativo para a região, além de um momento de lazer e afetividade para compartilhar com amigos e a família, e contemplar as diversas espécies de flores e plantas ornamentais. Outro aspecto importante está relacionado ao impulso no mercado e um incentivo para o cultivo de espécies na região, adaptadas ao clima. Um público de mais de 120 mil pessoas já teve a oportunidade e contemplar o corredor das flores.

O Festival será aberto às 9 horas da próxima quinta-feira, 26, e neste dia também terá o seu funcionamento até às 21 horas. Nos outros dias, será aberta a partir das 8 horas, com encerramento das atividades às 20 horas.

Ano passado, o público chegou a mais de 20 mil pessoas, podendo ser mais uma vez superado este ano, pelo grande interesse das pessoas pelas plantas que chegam em containers da cidade de Holambra, no interior de São Paulo, direito para o Cariri. Segundo o coordenador da VII Edição do Festival, Bruno Sobreira, este ano se terá a oportunidade de conhecer mais de 200 espécies de flores e plantas ornamentais. As plantas carnívoras estão entre os atrativos para o festival, e as diversas tipologias de orquídeas, gérberas, rosas, bonsais, cactos, violetas, samambaias, e outras espécies.

Em local amplo e climatizado, a clientela é atendida por pessoas que estão aptas a levar as informações necessárias de como melhor cultivar as plantas nos ambientes de sua residência ou apartamentos, incrementar os jardins das casas, hotéis e levar o colorido das flores para os variados espaços. E o mais interessante é que o consumidor tem a oportunidade e adquirir as espécies a preços bem acessíveis, a partir de R$ 5,00.

FESTIVAL DAS FLORES DE HOLAMBRA NO CARIRI (2)A perspectiva de incrementar o turismo e trazer novas espécies de flores e plantas ornamentais para a região do Cariri, também é um dos objetivos dos organizadores, que mantêm o padrão de recepção aos visitantes que querem admirar a beleza de flores e plantas raras. O festival tem um caráter beneficente e conta com a promoção do Centro Espírita Beneficente União do Vegetal, com a parceria da Cooperativa de Flores de Holambra.

Evento consolidado no Cariri

O Festival das Flores de Holambra está consolidado na região do Cariri e passou a fazer parte do calendário de eventos regional. São sete anos consecutivos trazendo para o Cariri a beleza e o colorido das flores da cidade de Holambra, referência também para produtores do Cariri. Holambra passou a ser cidade é responsável pela maior produção de flores do Brasil, também exportadas para vários países. A produtividade corresponde a 30% das flores e plantas ornamentais cultivadas em todo o País. Uma estrutura foi montada na praça, no intuito de proporcionar um atendimento de qualidade à população.

São 20 anos de realização de feiras em quase todo o Brasil. Além da importante parceria dos organizadores, o festival também conta com o apoio de órgãos como a prefeitura municipal de Juazeiro do Norte. O evento acontece em capitais e também nas grandes cidades do interior nordestino. Fortaleza é uma delas, além de São Paulo, Rio de Janeiro, Maranhão, Belo Horizonte, Recife, João Pessoa, Natal e Maceió.

O festival é um incentivo às empresas do setor, representa um espaço de diversidade para os floricultores da região. Vem aumentar o desenvolvimento desse segmento, proporcionando abertura para os negociantes do ramo, com mais uma opção de inovação, além de valorizar ainda mais o que já existe no Cariri

Para a professora Elizabeth Bezerra, a feira é uma boa oportunidade de diversificar as espécies do jardim. “Todos os anos, tenho a oportunidade de poder escolher plantas que, com o cuidado necessário, dá muito bem para serem cultivadas na região”, afirma. Entre as plantas que já teve a oportunidade de adquirir estão diversas variedades de roseiras. Há espécies bem resistentes e que colorem mais a sua casa, além de serem adquiridas a preços bem em conta

Há também uma economia maior em relação às plantas comercializadas para jardinagem na própria região, porque vem direto de Holambra para o Cariri, sem atravessadores. É uma oportunidade de comprar presentes a preços acessíveis nesse período pré-natalino.

Mais informações:
VI Festival de Flores de Holambra, no Cariri
Praça Padre Cícero – Centro
Juazeiro do Norte – CE
Fone (88) 9-8812 5525

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018

10:22 · 23.10.2015 / atualizado às 10:29 · 23.10.2015 por
Termômetros instalados na cidade marcaram 41º nesta quinta-feira. (Foto Elizângela Santos)
Termômetros instalados na cidade marcaram 41º nesta quinta-feira. (Foto Elizângela Santos)

Juazeiro do Norte. As temperaturas acima dos 37 graus e a baixa umidade relativa do ar aumentaram em até 50% as vendas de equipamentos que amenizam o calor. A procura é 10% maior para as centrais de ar e 15% maior para os climatizadores. No entanto, os campeões de vendas neste mês, conforme relata o gerente de vendas Francisco dos Santos, foram os ventiladores. Se comparado com os meses de agosto e setembro, a procura aumentou 50%.

O aumento na demanda tem uma explicação. Os termômetros registraram, nesta quarta-feira (21), a maior temperatura dos últimos dias para este município. Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), o pico de calor foi registrado às 16 horas, com 37.1º, tendo a sensação térmica ultrapassado a casa dos 40º. De acordo com o meteorologista Leandro Valente, a média histórica para este período do ano é de 34º.

A corrida para amenizar os efeitos do calor começou ainda no mês passado, causando o esgotamento de alguns eletros. A reportagem do Diário do Nordeste visitou, na tarde desta quinta-feira (22), cinco lojas no centro de Juazeiro do Norte. Em quatro delas, houve falta de, pelo menos, um dos eletros supracitados no estoque da loja. Os climatizadores foram os mais escassos. Em três estabelecimentos, o produto estava em falta. Em uma loja, só restava a unidade exposta no mostruário.

Foto Honório Barbosa
Foto Honório Barbosa

O vendedor Nilton, da Loja Macavi, disse que os ventiladores e climatizadores são os mais procurados. “Vendi cinco climatizadores hoje; acabou o estoque, estamos esperando uma nova remessa para semana que vem”, informou. Para não perder as vendas, o gerente da Loja Zenir Móveis e Eletros garante que “o estoque é abastecido quase semanalmente, para não corrermos o risco de faltar do produto”, expõe. No entanto, a referida loja foi uma das que apresentaram falta de climatizadores.

O Presidente da CDL, Michel Araújo, lembra que “os lojistas saem ganhando com as altas temperaturas”, mas ressalta que é preciso “desenvolver ações para atrair a atenção do cliente, fazer promoções e investir no estoque”. Araújo ilustra que “até mesmo o ar-condicionado, que poderia ser chamado de artigo de luxo antigamente, hoje é item necessário”. Araújo, avalia que a tendência é que as “vendas para este setor continuem em alta nos próximos meses”.

O comércio informal também se beneficia com as altas temperaturas. É notório o elevado números de vendedores ambulantes comercializando água mineral, água de cocô e sorvete nos cruzamentos, calçadas e semáforos da cidade. Entretanto, o consumidor deve ficar atento ao preço – que varia entre R$ 1 e R$ 2 no caso da água mineral – e, sobretudo, as condições em que o produto é acondicionado.

Altas temperaturas

População se protege do calor usando guarda-sol. Venda de água e sorvete aumentou (Foto André Costa)
População se protege do calor usando guarda-sol. Venda de água e sorvete aumentou (Foto André Costa)

Três cidades do Cariri figuraram entre as dez mais quentes desta quarta-feira (21), segundo dados Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Os termômetros do órgão apontaram 38.8º graus em Campos Sales e 38º em Barbalha – mesma temperatura registrada em Juazeiro do Norte. Temperatura bastante superior à registrada na Capital cearense: 32,3º.

Apesar do pico de calor, registrado às 16 horas, ter sido de 38.1º, a sensação térmica ultrapassou casa dos 45º em Juazeiro. Em alguns termômetros instalados em bairros distintos da cidade, a temperatura marcada foi de 41º. Entretanto, o meteorologista da Funceme Leandro Valente, adverte que “essas marcações podem não condizer com a realidade”. O profissional explica que diferentes “variáveis modificam a temperatura marcada nestes termômetros”.

Apesar da diferença entre um termômetro e outro, Valente afirma que as temperaturas estão acima da média histórica para este período do ano, que é de 34º. “O fenômeno El Niño é o responsável pelo forte calor. Um sistema de alta pressão atmosférica atua no Nordeste brasileiro inibindo a formação de nuvens, causando variações climáticas, com fortes chuvas no Sul do país e calor intenso no Nordeste”, detalha Leandro. De acordo com o órgão, o cenário para as próximas semana é o mesmo: forte calor.

A sensação desagradável de calor deve-se não apenas a essas altas temperaturas, mas à redução, em geral, da velocidade dos ventos que retiram calor da nossa pele, fenômeno comum nesta época do ano, conforme explicou Fritz.. “Aliado a isso tem-se, ainda, umidades do ar elevadas que dificultam a a transpiração”, acrescenta o meteorologista.