Busca

Tag: Crato


11:59 · 22.06.2018 / atualizado às 12:03 · 22.06.2018 por
Permissionários e clientes pausaram suas tarefas para acompanhar o jogo do Brasil. (Foto: Antonio Rodrigues)

Crato/Juazeiro do Norte. O segundo jogo da Seleção Brasileira, contra a Costa Rica, paralisou o centro comercial destes dois municípios, na manhã desta sexta-feira (22). As lojas fecharam as portas e as ruas ficaram desertas durante a partida.  O trânsito esteve tranquilo nas principais vias das duas cidade. Na Avenida Padre Cícero (CE-292), que liga os dois municípios, poucos veículos ocuparam as duas faixas de circulação minutos antes dos times entrarem em campo.

No Mercado Central de Crato, no tradicional dia de feira, os clientes e permissionários pararam seu comércio para acompanhar o jogo. Eles se amontoaram nos pequenos boxes de comida, outros acompanharam pelo celular e alguns, até mesmo, pelo rádio. O motorista Francisco Balbino Rocha, que deixou verduras bem cedo no equipamento público, aproveitou para assistir a partida juntos dos feirantes. “A gente continua trabalhando, mas dá uma pausa pra assistir”, pondera.

Apesar do primeiro tempo desanimado, ele mostrou esperanças no hexacampeonato. “Hoje eu aposto no Brasil, mas estou aguardando esse jogo para ter mais perspectiva de vitória no próximo jogo”, explica. Apesar disso, Francisco acredita que este ano a Copa da Rússia mobilizou menos a população. “Está menos movimentado devido a crise, o desemprego, mas tá melhorando aos poucos e a gente espera que seja assim daqui pra frente”, completa.

Já a comerciante Maria Lucia Ramos acredita que no domingo a movimentação era bem maior. Quietinha, ao lado de seu boxe, ela ficou ouvindo a narração e torcendo pelo Brasil, ansiosa, sem poder abandonar as carnes que comercializa. “Eu fico curiosa, aí fico assim. Só chego perto (da televisão) na hora que dá o gol. O Brasil pode até ser campeão, se tiver um cuidadinho”, finaliza.

10:32 · 21.06.2018 / atualizado às 10:32 · 21.06.2018 por
Maria Jaqueline de Oliveira, primeira técnica de enfermagem do posto e também filha de Edite Mariano, participou da solenidade. (Fotos: Divulgação/Prefeitura)

Crato. Foi inaugurado, na manhã de ontem (20), a nova Unidade Básica de Saúde Edite Mariano, no bairro Zacarias Gonçalves. A obra recebeu cerca de R$ 540 mil em investimentos federais e municipais, destinados à infraestrutura e equipamentos. Lá, serão atendidos cerca de 800 famílias. Na solenidade, houve uma homenagem a mulher que batiza o equipamento, que foi líder comunitária atuante e quatro vezes presidente da associação local.

O novo equipamento é composto por consultório médico, consultório odontológico, sala de vacinação, recepção, farmácia, área administrativa, dentre outros espaços, todos completamente adaptados para deficientes e pessoas com baixa mobilidade, atendendo às especificações do Ministério da Saúde.

O titular da Secretaria de Saúde, André Barreto, falou do esforço realizado por toda a gestão municipal para que, hoje, estivessem inaugurando o posto de saúde. “Realizamos todo um trabalho no primeiro ano para alcançarmos o equilíbrio financeiro junto aos servidores e fornecedores, e em seguida, começarmos os investimentos”, comentou.

Segundo o secretário, esta inauguração dá sequencia a uma série de melhorias que serão realizadas nos postos de saúde de todo o município a partir do segundo semestre de 2018, seguindo até o fim da gestão. Além disso, reforçou que os investimentos não estão destinados apenas para a infraestrutura.

Nova unidade deve atender 800 famílias da comunidade.

“Os agentes de saúde estão participando de um curso técnico e, neste mês de junho, foi realizado a primeira turma do Curso de Atendimento Humanizado, inicialmente para 40 servidores, mas que será estendido a todos os profissionais da saúde. “É muito bom oferecer infraestrutura de qualidade para os profissionais da saúde. Melhor ainda é oferecer um bom serviço para os usuários do SUS, e os nossos investimentos estão voltados para atender este objetivo”, concluiu.

A enfermeira Úrsula Philipona, servidora da unidade, agradeceu a gestão municipal pelo empenho na realização da obra e falou da nova realidade do atendimento a partir desta nova estrutura. “Hoje, vendo este posto todo equipado, é uma realização de toda a comunidade. Eu faço parte não só como profissional, mas também como moradora, e me sinto extremamente feliz”, afirmou.

A nova estrutura encheu os olhos da população de alegria. O estudante Eduardo Alves, 20, ficou impressionado com o tamanho do posto. “É ótimo, de fora parece bem pequeno, mas quando a gente entra vê que tem muita coisa”, ressaltou. Para a aposentada Elizabete Rodrigues Romualdo, que mora no bairro desde 1970, “o novo prédio vai melhorar o atendimento. Sou hipertensa e faço acompanhamento mensal aqui. A médica é ótima, mas faltava um local bom”, disse.

O prefeito do Crato, Zé Ailton Brasil, falou da importância da participação da comunidade com o cuidado do novo posto de saúde do Zacarias Gonçalves. Além disso, destacou o trabalho para dar celeridade aos processos licitatórios e, assim, a conquista de novas obras e ações. O chefe do Executivo enfatizou ainda a importância da atuação da equipe de profissionais na localidade, dando um tratamento humanizado para os usuários.

Novidades

O antigo prédio onde funcionava a unidade de saúde Edite Mariano será reformado para abrir a sede da Guarda Municipal, atendendo a um pedido dos vereadores presentes na solenidade em reaproveitar o espaço para órgãos da própria Prefeitura. Outra novidade é o lançamento, em breve, de edital para a construção de novas unidades e do Centro de Especialidades do Crato – Posto da Grota, onde serão investidos cerca de R$ 3,4 milhões.

10:07 · 21.06.2018 / atualizado às 10:07 · 21.06.2018 por
O prefeito José Ailton Brasil acompanhou das tribunas todo desfile. (Fotos: Divulgação/Prefeitura)

Crato. Nesta quinta-feira (21), este Município, no Cariri cearense, completa 254 anos de emancipação política. Como já é tradicional, aconteceu ontem (20) um desfile cívico em comemoração deste aniversário. Um grande público compareceu às ruas do centro para prestigiar a data. Este ano, as escolas abordaram temas homenageando grandes nomes e momentos da história cratense.

As crianças levaram temas como as manifestações populares, a religiosidade, o meio ambiente,  as riquezas geográficas, o comércio popular e a história do rádio no Município. Outras escolas foram mais específicas e homenagearam manifestações culturais como o coco da Batateira e pessoas ilustres como Dom Vicente de Paula Araujo Matos.

O evento contou com a participação do prefeito Zé Ailton Brasil, do vice-prefeito e secretário de Saúde, André Barreto, de todo o secretariado municipal, de representantes do Poder Legislativo, além de várias autoridades, empresários e sociedade civil que se juntaram nos festejos do FestCrato 2018.

Jornal “O Araripe” foi lembrado por uma das escolas.

Crianças, jovens e professores de dez escolas da rede pública de ensino se apresentaram pelas principais ruas da cidade, além da belíssima participação da Fanfarra Famosa, da Escola Moreira de Sousa, de Juazeiro do Norte, que finalizou o desfile com uma homenagem à cidade do Crato.

O prefeito Zé Ailton assistiu ao desfile do palanque montado na praça Siqueira Campos, onde pode abraçar a população comemorando os sucessos das ações comemorativas pelos 254 anos do Crato. “O desfile ficou lindo! Agradeço a dedicação dos professores, alunos, familiares e de todas as pessoas que nos apoiaram. Nossa equipe se superou na realização dessa grande festa”, ressaltou o Chefe do Executivo.

13:07 · 19.06.2018 / atualizado às 13:13 · 19.06.2018 por

Juazeiro do Norte. Um misterioso depósito encontrado durante escavações para realização de drenagem na Rua Padre Cícero, ao lado da Praça Padre Cícero, tem chamado atenção dos moradores locais, desde o último final de semana, quando a estrutura foi encontrada. Por isso, amanhã (20), às 9h, uma equipe de arqueólogos irá ao local fazer avaliações na área com a finalidade de identificar algo relevante à história do Município.

A titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra), Gizele Menezes, disse que, nesta terça-feira (18), uma equipe da Prefeitura Municipal irá fazer abertura maior no local para dar acesso ao trabalho dos arqueólogos amanhã. “Os técnicos da Pasta estão tendo todo o cuidado necessários de manter a área isolada para que maiores avaliações sejam feitas, no intuito de verificar a relevância do local”, afirmou em nota.

Teorias

O baú encontrado vem sendo motivo de bastante especulação e já surgiram várias teorias. Alguns acreditam que seja uma fossa séptica de algum prédio ou depósito de gasolina do posto de combustível que existia ali próximo. Outras pessoas levantaram a possibilidade de ser um depósito de armas da “Revolução de 1914”, assim como foi encontrado durante a reforma do Museu do Padre Cícero, na Rua São José, no prédio vizinho, onde morava o Coronel Pedro Silvino.

“Em 1914 ficaram muitos armamentos, mas como esse depósito encontrado foi feito no meio da rua, fica esquisito”, afirma o pesquisador Daniel Walker, que escreveu um livro contando a história da Praça Padre Cícero. Pelas fotografias, o depósito parece ter pouca profundidade e extensão, construído em  alvenaria e coberta por uma tampa de madeira. “Não há indícios de manchas, fuligem ou corrosão nas paredes nem no fundo. Não exala nenhum odor fétido de matéria orgânica nem tampouco de combustível”, completa Daniel, descartando que pode ser uma fossa séptica ou local para armazenar combustível.

Outros achados

Em 1959, quando a Praça da Sé, em Crato, foi reformada, os operários da rede hidráulica encontraram duas urnas. Uma delas, contendo ossos humanos e um prato cerâmico. No mesmo ano, na construção da Faculdade de Filosofia – atual campus da Universidade Regional do Cariri (URCA) no bairro Pimenta – foram encontradas cinco urnas. Duas delas, foram destruídas pelos construtores. As demais, continham utensílios líticos e cerâmicos, um crânio e um dente.

Não se sabe o paradeiro dos ossos humanos encontrados nas descobertas. Parte desse acervo lítico e cerâmico encontra-se na guarda do Museu Histórico do Crato. Estes achados foram associados, na época, aos indígenas submetidos a aldeamento na antiga Missão do Miranda – que deu origem ao Município -, pertencentes às tribos Kariri.

Durante os estudos arqueológicos para a obra do Cinturão das Águas do Ceará (CAC), também foram encontradas no Crato algumas peças em cerâmica e lâminas de pedra que podem ter sido usadas na confecção de machadinhas. Já na construção de um loteamento, de frente ao antigo engenho Lagoa Encantada, na Vila São Bento, neste mesmo Município, vários resquícios indígenas do período colonial e pós-colonial foram descobertos, sem ser aproveitados.

13:41 · 18.06.2018 / atualizado às 13:48 · 18.06.2018 por
Com tapete vermelho e fotos, filme foi lançado no Mirante do Horto. (Fotos: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. Inspirado na música “A Saga de um Vaqueiro”, da compositora Rita de Cássia – sucesso nas vozes das bandas Catuaba com Amendoim e Mastruz com Leite -, um filme homônimo todo gravado no Cariri foi lançado na noite da última sexta-feira (15). O longa é uma produção independente de Juciesse Filmes e da ProRec Entretenimento, em parceria com a Associação Comunitária Padre Cícero, com sede no bairro Horto. O trailer, publicado há uma semana, já ultrapassa 88 mil visualizações. Em breve, ele estará, integralmente, no YouTube.

Assim como no canção, o filme conta uma história de amor entre um vaqueiro (Lourenço) e uma moça (Morena), filha de um fazendeiro (Marçal). Durante as vaquejadas, os dois se apaixonam, mas devido a distinção de classes, a relação entre eles é interrompida. A separação do casal foi arquitetada pelo pai que enviou a filha para outra cidade. No entanto, ela já estava grávida e tem um filho (Lourenço Filho). Anos depois, eles se reencontram em meio a uma disputa nas pistas. Este roteiro foi adaptado pelo ator e diretor Wallyson Alves, o Lissinho Alves, natural de Juazeiro do Norte, de apenas 21 anos.

Filme foi lançado em restaurante no bairro Horto, local onde saiu alguns dos atores.

De 40 pessoas que participaram do filme, apenas uma não era de Crato e Juazeiro do Norte, cidades onde foram filmadas as cenas. “Tinha um grupo reduzido de cinco a dez atores. Aí foi um conhecendo outro, indicando”, descreve Lissinho Alves. O jovem roteirista conta que a ideia surgiu a partir de entrevistas que acompanhou durante a tradicional vaquejada na Terra do Padre Cícero. “Já conhecia a música. O texto foi escrito em duas semanas. Aí ficou um pouco fácil, porque a história da música já é muito bonita. Tive destrinchar e seguir novos rumos com novos personagens para acrescentar na história”, completa.

A ProRec Entretenimento surgiu como um programa integrado à Associação Comunitária Padre Cícero, no bairro Horto. A princípio, a ideia era criar uma novela, que já foi toda escrita por Lissisinho Alves. Com a ideia do longa sobre a música e o apoio da Juciesse Filmes, o grupo partiu em busca de apoios durante as gravações, mas sem muito sucesso. “Um ano de articulação e gravação aos trancos e barrancos”, conta o padre Luís Barbosa, presidente da associação. As parcerias são conquistadas no lançamento do filme.

“Nós pensávamos em fazer uma coisa pequena. Aí publicamos um trailer e, de repente, em 24 horas, chegou a 25 mil visualizações. Tiramos da página. Até a Rita de Cássia comentou”, lembra o pároco. Com a repercussão maior, o grupo entrou em contato e conseguiu a liberação da obra. O filme já foi registrado na Biblioteca Nacional.

Segundo o ator e jornalista Márcio Silvestre, que deu vida ao personagem principal, o vaqueiro Lourenço, apesar dos 15 anos de teatro e participação em campanhas publicitárias, a experiência no cinema foi algo novo. “A cena de montar a égua foi o maior desafio, sair cavalgando”, afirma. Ele chegou até o projeto através de indicação de amigos e se encantou com o trabalho independente dos jovens do Horto. “Isso me encantou. O sonho de fazer cinema, conseguiu reunir pessoas de diversos setores e fazer o projeto. Eu sinto que a vontade de fazer foi maior que o financeiro”, completa Márcio.

10:43 · 18.06.2018 / atualizado às 10:43 · 18.06.2018 por
Entrada gratuita e limitado a 60 lugares, espetáculo será exibido nesta quinta-feira (21) (Foto: Luiz Alves)

Crato. O massacre da comunidade do Caldeirão da Santa Cruz do Deserto, neste Município do Cariri cearense, é o mote do espetáculo “Nossos Mortos”, do grupo Teatro Márquina, que será exibido gratuitamente no projeto Curta Mais Teatro, do Cineteatro São Luiz, em Fortaleza. O evento acontece nesta quinta-feira (21), às 19h.

Antígona é uma tragédia sobre uma irmã que deseja enterrar o irmão e sobre o tio dela, agora feito general, que a impede de enterrá-lo. É também sobre como o palco da política está infestado com o cheiro podre dos cadáveres esquecidos. Nesse espetáculo o grupo explora a fala, o canto e a ambiência sonora a partir das sonoridades fúnebres sertanejas.

Teatro Máquina

Grupo de teatro em atividade em Fortaleza desde 2003. Em 15 anos de trabalho, comemorados em 2018, o grupo prima por desenvolver processos criativos intensos. O trabalho tem encontrado princípios de criação que se orientam por objetos de investigação escolhidos a partir do entendimento do teatro como lugar de encontro e de invenção de realidades. A linguagem teatral é o principal motor investigativo, com base nas dimensões da pesquisa e do processo colaborativo.

O que foi o Caldeirão da Santa Cruz?

Localizada a 33 km da sede do Município de Crato, o Caldeirão da Santa Cruz do Deserto fica entre os distritos de Monte Alverne e Dom Quintino. Lá, foi abrigo de centenas de flagelados da seca, devotos do Padre Cícero, que encontraram na comunidade alimentação, trabalho e refúgio espiritual. Sob a liderança do beato José Lourenço, cerca de 1.700 pessoas moraram ali, dividindo tarefas, fabricando instrumentos de trabalho, roupas e produzindo alimento.

Temendo que a comunidade se tornasse um movimento messiânico, o Governo Federal, em 1937, ordenou que as Forças Armadas e a Polícia Militar do Ceará invadissem o local e expulsassem os moradores. Alguns foram mortos e os sobreviventes vagaram pela região ou retornaram para suas terras. Até hoje, muitos corpos não foram encontrados e não há nenhum registro oficial do número exato de vítimas. O beato José Lourenço conseguiu fugir e se estabeleceu no Pernambuco, onde morreu, em Exu, no dia 12 de fevereiro 1946.

Curta Mais Teatro 

É um projeto de formação de plateia que tem como perspectiva a apresentação de espetáculos de teatro de alta qualidade artística e técnica, e que se apresenta uma vez por mês no Cineteatro São Luiz. Neste projeto já se apresentaram grupos locais e regionais como Bagaceira, Vagabundos, As Travestidas e Uma de Duas. Isso, sem falar em peças nacionais, como “Os Pássaros de Copacabana”, de Gil Vicente Tavares.

12:10 · 15.06.2018 / atualizado às 12:10 · 15.06.2018 por
Aniversário de Crato destaca os grupos de tradição popular. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Crato. “254 anos Celebrando a nossa cultura”, este é slogan que comemora a emancipação política do Município que iniciou as celebrações na tarde de ontem (14), lançando o FestCrato. Com uma ampla programação até o próximo dia 21 – data do aniversário da cidade -, haverá inauguração de obras, campanhas educativas, além de eventos culturais, feiras e shows musicais.

No lançamento, o prefeito Zé Ailton Brasil homenageou o mestre do reisado da Serraria, Antônio Higino Teixeira, recentemente falecido, pelo grande legado deixado a cultura do Crato. Bastante emocionada, a família recebeu o troféu de honra ao mérito concebido pela Secretaria de Cultura.

“A comemoração pelo aniversário do Crato é um dos mais tradicionais eventos do nosso município. Por isso, compartilho com a população a alegria de tão importante data. Como filho desta cidade sinto imensa alegria de hoje, como prefeito, presentear meus conterrâneos com uma semana de festa e realizações”, disse o prefeito José Ailton Brasil.

A solenidade contou com a apresentação da tradicional Banda de Música Municipal e com a participação do Mestre Aldenir, Mestre Cirilo, secretários municipais, CDL, empresários e a sociedade civil. A Câmara Municipal esteve representada no evento pelo seu presidente, o vereador Florisval Coriolano, assim como os parlamentares Fernando Brasil, Adil Sampaio, Bebeto Anastácio, Vicência Leandro, Amadeu de Freitas, Renan Almeida e Tiago Esmeraldo.

Dentro da programação será realizado hoje (15), uma a blitz educativa do Departamento Municipal de Trânsito (Demuntran) nos principais semáforos da cidade. Às 16h30, o programa “Crato em Movimento” estará na Vila São Bento, e a partir das 19h30, acontece o RFFSA Cultura, com shows, arraias e feiras.

10:18 · 13.06.2018 / atualizado às 10:20 · 13.06.2018 por
As fraudes ocorriam a partir de repasses do banco para a Casa Lotérica Trevo da Sorte. (Foto: Divulgação)

Crato. O Ministério Público Federal (MPF) conseguiu a condenação de quatro acusados de desviar dinheiro da Caixa Econômica Federal e fraudar financiamentos para compra e construção de imóveis neste Município, no Cariri cearense. Um deles era o ex-gerente da agência. As penas variam de 16 a 24 anos de prisão, pelos crimes de formação de quadrilha, crime contra o sistema financeiro e lavagem de dinheiro. O grupo atuou no período de 2007 a 2009.

As fraudes ocorriam a partir de repasses do banco para a Casa Lotérica Trevo da Sorte. Segundo a sentença da Justiça Federal, o então gerente de uma agência do município, Jurandir Bezerra Filho, autorizou indevidamente e de forma repetida a liberação de recursos para a lotérica em valores acima do necessário.

A proprietária do estabelecimento, Nilda Borges Rodrigues, em conluio com o gerente, utilizava parte do dinheiro para financiar empreendimentos imobiliários com outros dois réus da ação, Ana Célia Soares de Sousa Félix e Cícero dos Santos Félix, ambos do ramo da construção civil.

O esquema foi descoberto pelo próprio banco e denunciado à Justiça pelo MPF em 2010. Durante as investigações, ficou comprovado que Jurandir Bezerra não só tinha consciência de que o dinheiro dado à Casa Lotérica estava sendo desviado para compra e venda de imóveis, como também realizava depósitos de dinheiro da Caixa em contas pessoais próprias e empréstimos em seu nome.

Para burlar a fiscalização, a ré Nilda Borges registrava os imóveis em nomes de terceiros, que atuavam como vendedores “laranjas” dos imóveis residenciais, cujas vendas eram financiadas pela própria Caixa Econômica. Jurandir Bezerra, na condição de gerente, agilizava e aprovava os pedidos de financiamentos imobiliários ligados à quadrilha.

O relacionamento de proximidade entre o gerente e a proprietária da casa lotérica chamou a atenção de funcionários da agência. Testemunhas relataram situações de tratamento diferenciado, acesso a locais restritos da agência e atendimento em horários fora do expediente. Os relatos incluem conversas e até mesmo discussões dentro da agência sobre vendas e financiamentos de imóveis.

Quinto réu

No mesmo processo, o MPF obteve a condenação de um quinto réu, Ricardo Lopes Pereira, proprietário de uma loja de materiais de construção. Juntamente com Jurandir Bezerra e Nilda Borges, ele participou da fraude de um empréstimo da linha de crédito Construcard para suprir déficit na casa lotérica. Ricardo foi enquadrado em crime contra o sistema financeiro e condenado à prestação de serviço comunitário e pagamento de multa. Todos os réus poderão recorrer da sentença em liberdade.

08:46 · 08.06.2018 / atualizado às 21:00 · 08.06.2018 por
Ao lado da primeira-dama, Onélia Santana, a secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social, Edivania Gonçalves, assinou um termo de compromisso. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Crato. Na última quarta-feira (6), em Fortaleza, foi assinado um do termo de compromisso para implementar o projeto ‘Prevenção em Família’, neste Município. Idealizado por técnicos da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas do Ceará (SPD), os profissionais dos municípios que atuam com as famílias beneficiadas pelo programa ‘Mais Infância’ serão qualificados para desenvolver oficinas de prevenção às drogas junto a esse público.

A solenidade contou com a presença da primeira dama do Estado, Onélia Santana, que fez a apresentação e sensibilização para o desenvolvimento da iniciativa para os gestores e representantes das pastas de Saúde, Educação e Assistência Social dos 50 municípios cearenses que serão contemplados.

“O Crato abraça esse Projeto Prevenção em Família com muito empenho”, afirmou entusiasmada a gestora da da Secretaria Municipal do Trabalho e Desenvolvimento Social (SMTDS), Edivania Gonçalves, que representou o Município na solenidade e assinou o termo.

De acordo com Edivania, o projeto propõe ações preventivas às famílias em situação de vulnerabilidade social, que serão aplicadas nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e no Centro de Referência Especializada de Assistência Social (CREAS). “A ideia do projeto é orientar pais e responsáveis para promoverem o desenvolvimento infanto-juvenil e o fortalecimento dos vínculos familiares, com ênfase na prevenção ao uso problemático de álcool e outras drogas. O foco é a prevenção”, enfatizou a secretária.

11:19 · 01.06.2018 / atualizado às 11:20 · 01.06.2018 por
Mais de 80 produtores da agricultura familiar estão expondo seus produtos. (Fotos: Divulgação/Prefeitura)

Crato. A agricultura familiar de vários municípios da região do Cariri comercializando produtos agrícolas, artesanato e comidas típicas, tudo ao som de apresentações folclóricas e shows culturais. Esta é a Exposição dos Produtos da Agricultura Familiar do Cariri (Exproaf), que foi iniciada ontem (31), e vai até o dia 3 de junho, realizada no largo da RFFSA. Este ano, a feira comemora 18 anos de criação.

A Exproaf é organizada pela Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Ceará (Fetraece), com o apoio dos sindicatos da região do Cariri, da Prefeitura Municipal de Crato e do Governo do Estado. Além da feira e da parte cultural, a exposição contará com a realização de seminários voltados para os trabalhadores do campo, onde terão a oportunidade de compartilhar conhecimentos e discutir melhorias para o segmento.

O presidente da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Ceará (Fetraece), Raimundo Martins, destacou o apoio para realizar a exposição e relembrou sua criação, pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Crato, ampliada e incorporada às ações da entidade há 10 anos.

“A feira é referência na região e no Estado estando, inclusive, no calendário estadual, e envolve parceiros estratégicos nesta ação. Ela tem uma importância muito grande, pois oportuniza os agricultores a exporem seus produtos, mostra a potencialidade da agricultura familiar da região e permite a venda de produtos de qualidade sem atravessadores”, comenta Raimundo.

Presente no lançamento, o prefeito José Ailton destacou a importância da exposição para a atividade agrícola familiar. Lembrou de sua origem, que muito se assemelha com os expositores, e ressaltou o trabalho articulado entre o Governo do Estado e Município para desenvolver ações como a Exproaf. “A parceria acontece em todos os momentos para fortalecermos o agricultor familiar e, futuramente, possamos ampliar esta feira”, afirmou.

Na ocasião, a equipe da Vigilância Sanitária e Ambiental realizou o trabalho de vistoria e orientou os expositores quanto a manipulação de alimentos que serão ofertados durante os três dias de feira na RFFSA.

Este ano, a Exproaf não pôde ser realizada no Parque de Exposições Pedro Felício Cavalcante, pois está passando por reforma. O equipamento deve ser entregue no dia 6 de julho. “A partir de agosto realizaremos semanalmente uma feira da agricultura familiar no novo parque, para dar mais oportunidade aos pequenos produtores”, antecipou José Ailton.

Investimentos

O titular da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), Francisco de Assis Diniz, que prestigiou o lançamento da Exproaf, aproveitou a ocasião para anunciar investimentos do Governo do Estado em projetos ligados a agricultura familiar, como o Projeto São José, que custará R$ 500 milhões; e o Projeto Paulo Freire, que será ampliado com o recebimento de R$ 200 milhões.