Busca

Tag: Cultura


21:05 · 28.02.2017 / atualizado às 22:19 · 28.02.2017 por
Fotos Edson Freitas

Barbalha. O Carnaval na região do Cariri foi encerrado com muita alegria e disposição. Mais de cinco mil pessoas lotaram as ruas da cidade para participarem dos tradicionais blocos “As Donzelas do Jatobá” que animou os foliões ontem, e hoje  “Os Goteiras”. Este último saiu do bairro Rosário e arrastou uma multidão até o centro da cidade.

Fundado há quase 30 anos, o bloco carnavalesco tem por característica o frevo em ritmo frenético e as marchinhas tradicionais. A concentração começou no início da tarde e, sem seguida, os foliões do bloco subiram e desceram as ruas do bairro até a chegada ao centro de Barbalha onde uma multidão já se divertia ao som de paredões e um trio elétrico.

O radialista Toni Sousa conta que “o bacana do carnaval de Barbalha é a participação popular. São dezenas de blocos, além de seis escolas de samba desfilando. Independente de ter ou não apoio do poder público municipal e estadual, sabemos que sempre vai ter carnaval em Barbalha, pois o povo todo ano organiza os blocos e saem nas ruas com alegria”.

Foto Lorena Tavares

A noite foi a vez das escolas de samba desfilarem na cidade. O presidente da Mocidade Independente das Escolas de Samba de Barbalha, agremiação que engloba cinco bairros, destacou que “o principal objetivo da festa é resgatar as tradições carnavalescas na cidade”.

O secretário de cultura, Rômulo Araújo, destacou a importância da festa para a cultura do município e ressaltou a grandeza das escolas. “Algumas delas chegam a ter 600, 800 membros. É uma festa linda e que merece ser incentivada”, disse.

 

13:00 · 25.01.2017 / atualizado às 23:14 · 24.01.2017 por
Teatro começa a ser revitalizado (Foto Hélio Filho)
Teatro começa a ser revitalizado (Foto Hélio Filho)

Juazeiro do Norte. Teve início, neste município, a revitalização dos espaços culturais. De acordo com o planejamento inicial da Secretaria de Esporte, Juventude e Cultura, a revitalização dos espaços deverá contemplar, pela ordem, o Teatro Marquise Branca, Estação da antiga RFFSA, onde, antigamente, já funcionaram alguns equipamentos culturais, Biblioteca Pública e Núcleo de Arte e Cultura Marcus Jussier.

A limpeza e organização dos espaços estão sendo mantidas, a exemplo do Teatro Marquise Branca, que estava praticamente inviabilizado por conta da grande quantidade de lixo e materiais inutilizados no local. Nos últimos dias, foi realizado um mutirão para revitalização da área, onde atualmente funcionada a Coordenação de Cultura do Município.

O Teatro Marquise Branca é o primeiro equipamento que vem passando por esse processo. Dos seus anexos, como salas e refeitório, foram retirados entulhos, restos de materiais e cenários que haviam sido abandonados por há muito tempo.

Alemberg Quindins, titular da pasta, lembra que os prédios públicos devem ser ocupados para que possam funcionar de acordo com as finalidades para as quais foram criados. “Nossa intenção é deixar os espaços da cultura em condições favoráveis, para que possamos habitá-los e utilizá-los para discussões importantes, acerca dos projetos da Secretaria de Cultura, onde faremos nossos planejamentos e realizaremos nossas ações”, afirma o Secretário.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

11:14 · 23.01.2017 / atualizado às 11:15 · 23.01.2017 por

redeCrato. A comunidade do Gesso, neste município, contará com mais um equipamento cultural. Trata-se do Laboratório de Criatividade, espaço que servirá para ensaio dos grupos de dança e teatro do Cariri, oficinas de diversas linguagens artísticas, reuniões e espaço para receber artistas dos diversos estados brasileiros.

O Laboratório de Criatividade é uma iniciativa do Coletivo Camaradas com o financiamento do Mistério da Cultura, através do Prêmio de Rede Local, que teve o projeto Rede Camaradas contemplado. A intenção do Camaradas é potencializar a sua teia de articulação com outros coletivos e contribuir para fruição estética e artística na Comunidade.

O espaço será uma experiência inicial de 10 meses aonde os grupos terão gratuitamente, espaço para ensaio, com internet e estrutura som. O Laboratório tem o intuito também de ser um espaço permanente para formação artística da comunidade. Os grupos ou artistas interessados em ocupar o Laboratório devem entrar em contato com o Coletivo Camaradas.

O espaço já conta com cerca de seis grupos que irão desenvolver atividades. O Laboratório fica localizado na Rua Monsenhor Juviniano Barreto, 350, próximo o Terreiro do Camaradas.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

17:28 · 09.01.2017 / atualizado às 17:31 · 09.01.2017 por

aquarius

Durante 21 dias, a partir de hoje (09), quatro salas de cinema do Crato, Barbalha e Juazeiro do Norte recebem programação cinematográfica gratuita e para todas as idades. É a Mostra 21, que acontece no período de 9 a 29 de janeiro. O projeto é realizado pelo Sesc, instituição que integra o Sistema Fecomércio-CE, em parceria com o Centro Cultural Banco do Nordeste (CCBNB) e a Universidade Federal do Cariri (UFCA), e tem como tema este ano “O Absurdo nos Une, Nos Move”.

Hoje a noite, será exibido o filme Aquarius, que mostra a luta de uma mulher por seus direitos. Ainda na mesma noite de abertura, acontecerá o lançamento da revista Sétima, produzida pelo grupo de estudos de cinema de mesmo nome em parceria com o Sesc e que, nesta edição, contém a programação da Mostra. A expectativa de público para esse dia é de 200 pessoas.

A seleção dos filmes foi feita por meio de uma curadoria, contemplando o acervo de filmes do Sesc e do CCBNB. Ao todo, são 45 filmes exibidos na programação, sendo cinco animações, dez clássicos, catorze filmes que envolvam ou sejam voltados a crianças e adolescentes e nove filme brasileiros, além de seis exibições que só serão reveladas nas tardes do CCBNB Cariri.

Palestras, oficinas, exibições e mediações sobre os filmes exibidos também fazem parte da programação, cujo tema remete à reflexão sobre o mágico, o sobrenatural, o surreal, o estranho, o improvável e o fantástico.

Sobra a Mostra 21
A Mostra 21 é um projeto anual realizado pelo Sesc (Unidades Crato e Juazeiro do Norte) em parceria com o Centro Cultural Banco do Nordeste (CCBNB). A proposta é ser um evento esclarecedor, iluminador quanto às mais relevantes e diversas possibilidades do cinema. A heterogeneidade da linguagem, as temáticas, formas, origens e motivações do filme são representadas na mostra, cuja identidade visual é a de um pirulito psicodélico, que remete a uma liberdade de ver e criar que o universo infantil é o mais representativo.

Confirma a programação aqui.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

09:41 · 09.01.2017 / atualizado às 09:41 · 09.01.2017 por

Crato. A comunidade do Gesso será mais uma vez ocupada pela criatividade e a poesia com o lançamento do livro “Toda poesia ao Povo” de autoria do pedagogo e artista/educador Alexandre Lucas, neste domingo, dia 15, às 17h30, no Terreiro do Coletivo Camaradas.

O livro reúne poemas do autor que abordam a sua concepção sobre as artes, a política e a vida. A poesia engajada do autor traz a essência militante de quem tem uma atuação política de mais de 20 anos. Nascido na Comunidade do Gesso e defensor de uma arte que possa ser construída com e para o povo, Alexandre Lucas terá seu livro lançado aonde nasceu e contará com a participação de mais de 15 de poetas da região do Cariri e de moradores da comunidade recitando poemas.

O livreto traz textos introdutórios do geógrafo Ricardo Alves que ao longo dos anos vem acompanhando de perto o trabalho de Lucas e também da professora mestra em Literatura Brasileira Luciana Bessa. A seleção dos poemas foram feitos pela professora e poeta Solange Barreto de Minas Gerais.

O livro é financiado pelo Ministério da Cultura através do Prêmio “ “ Todos por Um Brasil de Leitores 2015” no qual o Coletivo Camaradas foi contemplado com o projeto Território da Palavra que visa contribuir para a democratização da leitura e para transformar o Gesso numa comunidade leitora. O livro será distribuído gratuitamente.