Busca

Tag: doação


15:40 · 12.06.2018 / atualizado às 15:42 · 12.06.2018 por
Ingresso social costuma pedir alimentos não perecíveis. (Foto: Divulgação)

Brejo Santo. Através do promotor de Justiça da 70ª Zona Eleitoral Muriel Vasconcelos, o Ministério Público Eleitoral expediu uma recomendação à Prefeitura para que se abstenha de distribuir os alimentos arrecadados durante a ExpoBrejo 2018. O evento que acontecerá neste Município, entre os 23 a 26 agosto, no Parque de Eventos e Agronegócio Mário Leite Tavares.

Segundo o membro do MP Eleitoral, a lei 9.504/97 é proibido realizar a distribuição de bens, valores e benefício durante ano de eleições, começando a valer desde 1º de janeiro. Logo, caso haja arrecadação de alimentos, eles só poderão ser distribuídos após janeiro de 2019 e a população deverá ser alertada para a data de vencimento de cada produto.

Logo após o evento, o Ministério Público deverá ser informado da quantidade de produtos doados, o local de armazenamento e a pessoa responsável por resguardá-los. Caso a recomendação não seja seguida, o MP Eleitoral poderá ingressar com representação contra os responsáveis por praticar a conduta vedada, que poderá figurar como ato de improbidade administrativa, sujeitando o agente público à inelegibilidade (Lei da Ficha Limpa).

10:43 · 26.12.2017 / atualizado às 10:43 · 26.12.2017 por
Mais de uma tonelada foi arrecadada e entregue às famílias que moram nas proximidades do lixão. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Crato. A época do Natal traz solidariedade às pessoas e isso motivou os estudantes da Escola Municipal de Educação Infantil e Fundamental São Francisco a realizarem, na última quinta-feira (21), a doação de alimentos não perecíveis. Mais de uma tonelada foi arrecadada e entregue para mais de 50 famílias residentes nas proximidades do lixão, localizado no caminho do distrito de Ponta da Serra e Dom Quintino.

As crianças, alunos 1º ao 9º ano, também conheceram o Museu do Lixo e seu fundador, Paulinho Cariri. Em apenas uma semana, os jovens mobilizaram suas famílias e puderam aprender um pouco mais sobre cidadania e solidariedade. O projeto intitulado “Construindo um Espaço com Consciência, Cidadania e Solidariedade” foi idealizado pela professora Cícera Alves Guedes e nasceu da necessidade quanto à conscientização no desperdício de alimentos.

A aluna do 5° ano Emyle, de 11 anos, mostra que aprendeu bem a lição. Ela conta que é fundamental ter consciência na hora da alimentação, pois muitas pessoas não têm o que comer ou até mesmo precisam comer o que desperdiçamos para não passar fome. “Às vezes a gente reclama da nossa comida e não lembra que muita gente nem tem o que comer”, enfatiza a menina.

Segundo a professora Cícera Alves Guedes, idealizadora do projeto, os alunos estão empolgados para realizar outras ações no mesmo sentido. “Eles estão com muitas ideias para colocarmos em prática já no início do ano. Doação de roupas, criação de horta escolar e conscientização sobre não desperdiçar energia e água são algumas delas”, relata, orgulhosa.

Ações
O Secretário Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial, Brito Junior, informou que significativas melhorias têm sido realizadas na localidade. Frequentemente uma máquina revolve o lixo para que não haja acúmulo, uma grande vala foi escavada para depósito de lixo, o que evita as queimadas, um dos grandes desafios a ser combatido neste tipo de espaço. Além disso, é realizada semanalmente uma vistoria pela equipe da secretaria a fim de fiscalizar e sanar as necessidades locais e dos catadores.

15:08 · 10.04.2017 / atualizado às 15:08 · 10.04.2017 por

Juazeiro do Norte. No feriado da Semana Santa, é comum o aumento de casos de emergência nas unidades de saúde, que necessitam de maior estoque de sangue. Para manter um bom estoque do dia 10 a 12 de abril, o Hemoce (Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará) estará com um ponto de coleta de sangue no Cariri Garden Shopping, das 12h às 18h, na loja 54, ao lado da Centauro.

Durante os três dias, uma equipe de profissionais do Hemoce, entre enfermeiros e técnicos de enfermagem, vai está à disposição da sociedade para realização da coleta. Segundo o Hemoce, a previsão é que sejam colhidas mais de 20 bolsas de sangue.

A quantidade de sangue coletada é de aproximadamente 450ml, ou seja, menos de 10% do volume em circulação no corpo. O processo de doação é concluído em no máximo, 60 minutos. Com apenas uma bolsa de sangue até quatro vidas podem ser salvas já que o sangue doado é dividido em diferentes componentes, como hemácias, plasma, plaquetas e outros.

Para os menores de 18 anos, é necessário o preenchimento de um termo de consentimento dos pais ou responsável legal. A declaração está disponível para download no site do Hemoce e deve ser apresentado com cópia de um documento oficial com foto do responsável.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

09:57 · 22.03.2017 / atualizado às 09:57 · 22.03.2017 por
Alimentos já arrecadados (Foto Divulgação)

O Sesc, através da sua Unidade Crato, está em campanha para receber doações de alimentos, vestimentas e acessórios de cama e banho para a população atingida pela enchente em Assaré, na região do Cariri. A unidade está em plantão 24h para facilitar as contribuições.

O material arrecadado é distribuído diariamente na Secretaria de Ação Social de Assaré e na paróquia da cidade. Até o momento, foram obtidos 500 kg de alimentos, mais de 1.500 peças de vestuários, como roupas e calçados, além de toalhas e lençóis.

A enchente aconteceu por conta do rompimento na barragem do Açude dos Montes, devido às fortes chuvas do dia 17 de março. Na cidade, várias casas e prédios públicos foram atingidos, deixando mais de 200 famílias desabrigadas.

SERVIÇO
Campanha de doação de alimentos e itens de vestuário para a população de Assaré
Local: Unidade Crato do Sesc (Rua André Cartaxo, 443)
Informações: (88) 3586.9150

10:42 · 22.02.2017 / atualizado às 10:43 · 22.02.2017 por

Juazeiro do Norte. A partir da próxima segunda-feira, dia 27, o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) realizará uma campanha de coleta de sangue. A ação a ser realizada no Ginásio Poliesportivo, neste município, terá duração de dois. A data foi pensada para coincidir com o retiro espirital da Comunidade Católica Shalom, o Renascer Cariri.

Devido ao grande número de pessoas que estarão durante esse período no local e pelo aumento da demanda nessa época do ano, o Hemoce aproveitou o momento para abastecer o banco de sangue. O Hemoce também firmou parceria com a Secretaria de Esporte, Juventude e Cultura (Sejuc) para realizar outras ações após o carnaval no intuito de aumentar o número de campanhas de coleta de sangue, nos eventos realizados no Ginásio. Como muita gente utiliza o local para a prática esportiva, a Sejuc quer que essas pessoas além atletas, sejam doadoras.

Quem pode ser doador?
– É preciso estar saudável e bem alimentado (evitar alimentos gordurosos nas três horas que antecedem à doação)
– Ter dormido pelo menos seis horas nas últimas 24 horas
– Pesar acima de 50kg e ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos

12:37 · 21.01.2017 / atualizado às 14:05 · 21.01.2017 por

Juazeiro do Norte. A família da pequena Laura, um bebê prematuro nascido no final de novembro do ano passado, em Barbalha, lançou nas redes sociais uma campanha com pedido de doações de sangue em nome da criança. A mãe, Cícera Paloma, teve dificuldade istmo cervical, quando o colo do útero não tem força e estrutura o suficiente para segurar o peso da gestação, aos cinco meses de gestação.

Segundo o pai, Caio Luan, a esposa fez uma “cerclagem complicada que, graças a Deus e ao médico deu certo. Isso fez com que Paloma conseguisse segurar nossa pequena na barriguinha por mais 24 dias”, relata. Ainda conforme os pais, Laura que esta internada na Unidade de Tratamento Intenso (UTI) neonatal do Hospital São Vicente, em Barbalha, não consegue produzir hemoglobina por si só, assim, precisa de transfusão para recuperar as taxas normais.

As doações podem ser feitas tanto no Hemonúcleo de Juazeiro do Norte, quanto no Hemocentro no Crato. Como a criança ainda não foi registrada em cartório, o registro está em RN de Cicera Paloma de Oliveira.

O tipo sanguíneo de Laura é o A+, porém, o pai ressalta que o doador não precisa necessariamente ser compatível ao tipo sanguíneo de Laura. “Estendemos nosso pedido para os outros bebês da neonatal do Hospital São Vicente, pois lá tem muitos bebês prematuros, que como nossa Laura, não conseguem produzir hemoglobina”, finaliza.

Para mais informações, entrar em contato com a família através do (88) 9. 9774.0509

Doador
Para doar os candidatos não podem estar em jejum, devem ter feito um repouso de no mínimo seis horas na noite anterior, não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas antes da doação e evitar fumar duas horas antes e depois da doação.

Também devem evitar a ingestão de alimentos gordurosos antes da doação, apresentar documento com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo o território nacional. O doador deve ter entre 16 e 69 anos de idade e menores de 18 anos deverão estar acompanhados pelo responsável legal e os maiores de 60 anos não poderão realizar a primeira doação. É preciso pesar mais de 50 quilos.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

15:22 · 01.12.2016 / atualizado às 15:22 · 01.12.2016 por

Juazeiro do Norte. Crianças e adolescentes que são atendidas pelo “Orfanato Jesus, Maria, José”, neste município, recebem, hoje a tarde, da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, por meio da Coordenadoria de Gestão de Pessoas (COGEP), latas e sacos de leite.

Ao todo, serão doadas, 95 latas de 400g de leite em pó, quatro sacos de 800g de leite em pó, oito sacos 400g leite em pó e 19 sacos de 200g de leite em pó. O mantimento foi arrecadado durante a realização do II Torneio Beneficente de Futsal, promovido pela SSPDS e com a participação de cerca de 100 servidores e colaboradores do órgão.

Instituição
O orfanato Jesus Maria José foi fundado pelo Padre Cícero, no dia 8 de abril de 1916, na cidade de Juazeiro do Norte. No início das atividades, a entidade funcionava como internato. A partir de 1995, o orfanato passou a atender crianças e adolescentes de baixa renda de Juazeiro, oferecendo atividades lúcidas, artísticas e educacionais, como teatro, artesanato, coral, violão e reforço escolar.

Hoje, comemorando o centésimo aniversário da instituição, o orfanato atende 51 crianças e adolescentes e 53 famílias, sempre no período na tarde. Para participar das atividades, é necessário ter entre cinco e 14 anos e estar matriculado em uma escola pública.

Mantido pela Congregação das Filhas de Santa Tereza de Jesus, tem à frente a diretora Irmã Francimara e as irmãs Aldenira e Zenilda como gestoras da entidade. Para colaborar com o trabalho do Orfanato Jesus, Maria, José, basta ligar para os telefones (88) 3511-1692 ou (88) 99686-8096 e entrar em contato com as irmãs. As doações também podem ser feitas por meio de depósito na conta corrente 66366-2, agência 0433-2, do Banco do Brasil.

16:46 · 27.06.2016 / atualizado às 17:01 · 27.06.2016 por

doação de sangueJuazeiro do Norte. Estudantes, professores e servidores da Universidade Federal do Cariri participaram da campanha “Doa UFCA”, realizada em parceria com o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (HEMOCE). A iniciativa captou cerca de 60 bolsas de sangue e registrou o cadastro de 15 novos doadores de medula óssea.

A ação viabilizada pela parceria entre Aliança Bíblica Universitária (ABU), Programa de Educação Tutorial do curso de Administração (PET ADM), Locomotive Futsal ADM, Laboratório Interdisciplinar de Estudos em Gestão Social (LIEGS) e HEMOCE, gerou um impacto significativo para o banco de sangue do Hemonúcleo de Juazeiro do Norte. “O banco está muito bom, mas quanto mais gente doar, melhor, pois sempre estamos precisando e aqui tivemos um movimento além do esperado com um impacto bastante positivo”, disse a enfermeira do HEMOCE, Ester Garcia.

Algumas pessoas tiveram a oportunidade de doar sangue pela primeira vez, enquanto outras repetiram o procedimento. “Já é a terceira vez que colaboro com essas campanhas. Me sinto bem em ajudar outras pessoas e em saber que meu sangue vai servir para salvar uma vida”, destacou o estudante de jornalismo, Joelton Barboza.

De acordo com os profissionais do HEMOCE que estiveram na ação, as coletas externas têm se tornado uma prática constante e contribuem  significativamente para o aumento no número de doadores. “Somos procurados por empresas, escolas, universidades e também vamos à procura dessas instituições, para fazermos a captação diretamente no local. Dessa forma, geramos novos doadores”, afirma Cleidiana de Sousa, técnica do HEMOCE.

Para a estudante de administração, Elane Vieira, é uma oportunidade a mais para ajudar o próximo. “Na minha cidade não tem HEMOCE, apenas campanhas, mas como trabalho acabo não tendo como ir ao local da doação. Acho de fundamental importância essa campanha, porque muita gente não  tem  tempo, mas como é na universidade, não existe problema de locomoção”, disse.

Medula
O número de pessoas que realizam o cadastro para doação de medula óssea ainda é baixo, tendo em vista que a chance de encontrar um doador compatível com um paciente é em média 1 em 100 mil.

Para Ester Garcia, enfermeira do HEMOCE, isso ocorre pela falta de conhecimento das pessoas em relação à doação de medula, quadro que eles procuram reverter. “Quando estamos fazendo a entrevista, procuramos incentivar o doador a querer doar a medula. Explicamos todo o procedimento da doação e mostramos que não é algo assustador”, disse.

Há duas maneiras de se coletar medula óssea. O primeiro modo é a coleta pelo osso da bacia: é realizado com agulha na região da bacia, dura cerca de uma hora e feito com anestesia. O doador fica um dia em observação após o término do procedimento.

O segundo modo é a coleta pela veia: o doador toma um remédio durante cinco dias para aumentar a produção de células-tronco. No sexto dia, as veias do doador estão cheias desse tipo de célula. O sangue é filtrado por uma máquina que retira as células-tronco do que foi coletado.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018

10:00 · 14.06.2016 / atualizado às 10:29 · 14.06.2016 por

Crato. Será realizado amanhã (15) campanha de doação de sangue no distrito Dom Quintino, a 25km deste município. A ação é realizada em alusão ao dia mundial do doador de sangue, celebrada hoje, dia 14 de junho. A atividade tem organização do Hemocentro de Crato que estará realizando também cadastro de medula óssea. A coleta será feita na Unidade Básica de Saúde Jose Wellington de Sousa, das 8h às 15h3, na Travessa José Bizerra Filho, em Dom Quintino.

A Agente Comunitária de Saúde (ACS), Gislandia Gonçalves, apoiadora da atividade, conta que “é extremamente importante que as pessoas participem desta coleta, pois doar sangue significa salvar vidas, quantas pessoas da nossa comunidade mesmo já precisaram de sangue? Muitas, e conseguiram graças ao Hemoce. É hora de sermos solidários e abraçarmos essa campanha”.

De acordo com Aldilene Sobreira, técnica do homecentro de Crato, a coleta se dará para reforçar o estoque de sangue no hemocentro. Segundo ela, o mês de junho é um período crítico, quando há um menor estoque e uma maior procura por bolsas de sangue, haja vistas as festas regionais – Acontece muitos acidentes neste período de festas, havendo uma procura muito grande por sangue; essas bolsas nem sempre são repostas- comentou.

Para participar da ação é necessário que o doador esteja bem de saúde, pese no mínimo 50kg, tenha idade entre 16 e 69 anos, não tenham consumido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, nem ter feito tatuagem ou piercings no último ano, esteja descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas) e esteja bem alimentado. Para identificação é necessário apresentar documento original com foto.

SERVIÇO
Data: 15 de junho 2016
Hora: 8h às 15h
Local: Unidade Básica de Saúde José Wellington de Sousa; Travessa José Bizerra Filho, Distrito Dom Quintino- Crato.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018

10:37 · 23.11.2015 / atualizado às 10:37 · 23.11.2015 por

ImageProxy

Campos Sales. O Reitor da Universidade Regional do Cariri (URCA), José Patrício Pereira Melo, e o Vice-Reitor, Francisco do O’ Lima Júnior, participaram de uma audiência com o prefeito de Campos Sales, Moésio Loiola de Melo, e os representantes do legislativo para tratar da doação de um terreno para construção do campos avançado da URCA, no município.

A audiência, aconteceu nesta quinta-feira (19), na sede da Secretaria da Ação Social de Campos Sales, e contou ainda com a presença dos Pró-reitores de Planejamento da URCA, Firmiana Fonseca, de Graduação e Ensino, Egberto Melo, de Pós-Graduação e Pesquisa, Allysson Pinheiro, de Assuntos Estudantis, Roberto Siebra, do Chefe de Gabinete, Marcos Brito, e do Prefeito da URCA, Luciano Cavalcante.

Política ampla de desenvolvimento institucional

A construção do campus avançado da URCA em Campos Sales representa a concretização de um política ampla de desenvolvimento regional, que conta com o apoio direto do Governo do Estado.

O Reitor da URCA ressalta que o foco da construção do campus tem como base os princípios que norteiam a sustentabilidade ambiental, econômica, cultural e social. “Nossa perspectiva e a do Governo do Estado é a de construirmos um campus que se insira na comunidade campo salense, sem grandes impactos ambientais e, ao mesmo tempo, com grandes impactos no desenvolvimento regional”.

Para o Prefeito de Campos Sales, Moésio Loiola de Melo, o campus avançado da URCA no município será um divisor de águas. “ Podemos dizer que teremos uma Campos Sales antes e outra depois da implantação do Campus Universitário da URCA. Estamos somando forças e convocando todos que realmente amam e têm o compromisso com Campos Sales a renovarmos as nossas esperanças para a efetivação deste projeto”, destaca.

Segundo o Vice-Reitor, Francisco do O’ Lima Júnuior, a doação do terreno pela Prefeitura Municipal de Campos Sales será o primeiro passo para a concretização de um sonho coletivo. “Não temos dúvida que a construção do campus da URCA irá alavancar ainda mais o desenvolvimento do município pois, trará o incremento necessário para avançarmos em tecnologia e no nível intelectual e cultural”, destaca Lima Júnior.

Ao final da audiência foi formalizada a criação de uma Comissão Técnica, composta por representantes da gestão municipal e da URCA, que na próxima terça-feira (24/11) estarão em Campos Sales para avaliação e perícia da área que será doada.