Busca

Tag: Drogas


11:39 · 19.04.2018 / atualizado às 11:48 · 19.04.2018 por
41 Tabletes de Maconha totalizando 36,790kg; 143g de Cocaína; 188g de pasta base, dois celulares e duas balanças de precisão foram apreendidas. (Foto: VCRepórter).

Juazeiro do Norte. Por volta das 6h da manhã, as equipes da Força Tática e do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) prenderam o casal Ítalo Samir da Silva, 23, e Maiara Rocha de Souza, 24, no bairro São José. Com eles, foram apreendidos 36,7 quilos de maconha, embalados em 41 tabletes, além de uma pequena quantidade de cocaína, pasta base e duas balanças de precisão.

Segundo Tenente Ramalho, comandante da Força Tática, os dois já vinham sendo monitorados e, através de denúncias anônimas e do o apoio do Serviço de Inteligência do 2º BPM, foram flagrados com essa quantidade de drogas. “A população tem ajudado muito”, exalta o oficial.

A polícia acredita que o local era ponto de venda de drogas. Ao chegar à residência, os policiais se depararam com o casal e, depois, localizaram a grande quantidade de tabletes de maconha dentro de duas caixas de papelão, além de 143 gramas cocaína e e 188 gramas pasta base escondidas em uma gaveta de guarda roupas.

Ítalo Samir disse à polícia que o material pertencia a um homem conhecido como “Val” que, segundo ele, está preso na Penitenciária Industrial Regional do Cariri (PIRC). O acusado informou, ainda, que os dois eram responsáveis por guardar e distribuir a droga de acordo com as ordens do proprietário.

Junto com o casal, uma criança de três anos foi encontrada. Ela foi levada pelo Conselho Tutelar e entregue aos avós. Já os acusados foram conduzidos para a Delegacia Regional da Polícia Civil de Juazeiro do Norte (20ª região), onde foram autuados em flagrante por Tráfico Ilícito de Drogas e Associação para o Tráfico. Os dois não têm passagens pela polícia.

09:24 · 05.04.2018 / atualizado às 09:24 · 05.04.2018 por
Juazeiro receberá Centro de Referência sobre drogas. (Foto: Helio Filho)

Juazeiro do Norte.  A Rede de Saúde Mental da Secretaria de Saúde realizou, nesta quarta-feira (04), no no auditório do Memorial Padre Cícero, o I Seminário de Políticas Sobre Drogas do Município. O evento teve como objetivo trazer para a sociedade debates relacionados às políticas da saúde mental e antidrogas.

Participaram do Seminário representantes do setor de segurança pública, através do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Guarda Civil Municipal; representantes do Conselho Municipal de Saúde e de diversos setores da Secretaria de Saúde; membros das Secretarias de Desenvolvimento Social e Trabalho e de Educação, da Câmara Municipal de Juazeiro do Norte, do SAMU, da UPA, além de estudantes de nível superior e sociedade em geral.

A secretária executiva de Saúde do Município, Francimones Rolim, ressaltou a importância do trabalho realizado pelo Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas 24h (CAPS AD III) de Juazeiro do Norte, com a implementação do Sistema Acolhe Ceará, que em parceria com o Estado amplia o atendimento às pessoas com problemas decorrentes do uso de drogas.

Ela agradeceu a parceria com o Governo do Estado no processo de implantação do Centro de Referência sobre Drogas (CRD), que será instalado em Juazeiro do Norte, e  contemplará outros municípios da região do Cariri. “Estamos aqui para fortalecer as políticas da saúde mental e antidrogas no município de Juazeiro do Norte e região”, completou Francimones.

O secretário especial de políticas sobre drogas do Estado, Will Almeida, destacou a importância do evento, tendo em vista a relevância do tema e a necessidade do mesmo ser mais discutido na sociedade. “Precisamos sair daqui com esse desejo de levar a informação, prevenir nossos jovens e cidadãos com relação às drogas. Hoje, Juazeiro do Norte é um grande parceiro da nossa Secretaria”, afirmou o secretário.

Centro de Referência

Will Almeida falou ainda sobre o trabalho que vem sendo realizado nos municípios pela Secretaria Especial de Política Sobre Drogas (SPD), no que diz respeito à prevenção, acolhimento e reinserção social e profissional dos dependentes químicos. “Vamos inaugurar, até o início do próximo mês, o primeiro Centro de Referência sobre Drogas do interior do Ceará e o Prefeito Arnon Bezerra está dando todo o suporte, juntamente com a Secretaria de Saúde, para que a gente possa implementar esse grande projeto”, afirmou.

A coordenadora do Hospital Dia Elo de Vida, Sandra Coelho, palestrou sobre “manejo de pacientes em crise: dependência química e comorbidades”. A coordenadora de políticas sobre drogas, Alessandra Pimentel, e a coordenadora de interlocução interinstitucional, Lidiane Rebouças, falaram sobre as políticas sobre drogas no Ceará e os projetos desenvolvidos pela SPD.

No encerramento, a diretora da Rede de Saúde Mental de Juazeiro do Norte, Elizangela de Gouveia, agradeceu a parceria do Estado na realização deste evento e falou que, em um segundo momento, haverá a apresentação da Rede de Atenção Psicossocial de Juazeiro do Norte, onde serão explanados os fluxos de atendimento.

14:38 · 15.01.2018 / atualizado às 18:43 · 15.01.2018 por
O Cariri tem o melhor índice de apreensões no interior do estado. (Foto: Relações Públicas do 2º BPM)

Juazeiro do Norte. Segundo dados divulgados pela Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a região do Cariri se destacou durante o ano de 2017 na segurança pública. No período, foram retiradas de circulação mais de 700 armas de fogo em toda a Área Integrada de Segurança 19 (AIS 19). Um montante que representa 18% das 3.779 apreensões de armas de fogo contabilizadas no interior do Estado.

A AIS 19, que abrange 25 municípios caririenses, contribuiu com 9,5% das apreensões de armas de fogo em todo o Ceará (7.436), liderando as apreensões de armas de fogo no Estado. De janeiro a dezembro foram apreendidas 709 armas de fogo, sendo que os meses que registraram maior índice de apreensão foram março (96), novembro (79) e fevereiro (77). Os principais tipos de armamento apreendido foram revólveres, pistolas e espingardas.

Ainda segundo as estatísticas da SSPDS, foram apreendidos 391,6 kg de entorpecentes na Região do Cariri durante o ano passado. A maior quantidade de drogas apreendidas foi de maconha, totalizando 362,9 kg. As apreensões de cocaína e crack totalizaram 20 kg e 8,6 kg, respectivamente.

De acordo com o Comandante do 2º BPM, Major Luciano Rodrigues, a contribuição da Polícia Militar para os índices positivos da segurança pública é bastante expressiva de modo que a dinamização do serviço é fundamental para promover uma cultura de paz na Região do Cariri. “A segurança pública da nossa região deve se fortalecer ainda mais em 2018 a partir de parcerias com os demais órgãos que atuam na área. O momento agora é de avaliação das ações e planejamento de diretrizes operacionais para a atividade policial em 2018”, enfatiza o Oficial.

12:59 · 13.11.2017 / atualizado às 12:59 · 13.11.2017 por

Brejo Santo/ Juazeiro do Norte. A Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD) promove nesta segunda-feira (13) e na terça-feira (14) encontros com profissionais que atuam com o acolhimento a pessoas com problemas decorrentes do uso de drogas. O perspectiva é ampliar o atendimento aos a dependentes químicos da região do Cariri.

Durante as reuniões, acontecerá a apresentação do Sistema Acolhe Ceará – estratégia de monitoramento e avaliação do acolhimento e tratamento de pessoas encaminhadas pela Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) que sofrem com o uso problemático de drogas. Além disso, serão prestados esclarecimentos sobre o que são Comunidades Terapêuticas (CTs), bem como sobre as condições de acolhimento em vagas ofertadas pelo Governo do Estado nas instituições e o fluxo de encaminhamentos.

As comunidades terapêuticas oferecem cuidado para adultos e adolescentes com necessidades decorrentes do uso de álcool, crack e outras drogas no Ceará. As vagas são conveniadas com o governo do Estado, através da SPD; e com a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad).

Os encontros serão conduzidos pela coordenadora de Políticas sobre Drogas da SPD, Alessandra Pimentel; e deverão contar com a presença dos secretários de Saúde e Assistência Social, bem como de profissionais que atuam nas coordenadorias regionais de Saúde de Brejo Santo, Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha.

Atualmente, são disponibilizadas 513 vagas para acolhimento voluntário em CTs. Todas são custeadas com recursos públicos. Assim, não há custo algum para o acolhido. A autorização para o acolhimento é condicionada a avaliação prévia por parte de profissional da Raps.

Serviço:

Encontro em Brejo Santo

Data: segunda-feira (13)

Horário: 14h30

Local: Câmara de Vereadores, Rua Manoel Leite de Moura, 12, bairro Luzia Leite.

Encontro em Juazeiro do Norte

Data: terça-feira (14)

Horário: 8h30

Local: Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador, Rua Tabelião João Machado, 195, bairro Santa Tereza

 

07:36 · 06.11.2017 / atualizado às 10:36 · 06.11.2017 por
CAPS III funcionará em regime regime de plantão. (Foto: Serena Morais)

Crato. A Rede de Atenção Psicossocial ganha um importante instrumento na sua estrutura. Na última quarta-feira, dia 1 de novembro, foram iniciados os plantões do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), no bairro Pimenta. Dessa forma a capacidade de atendimento aos pacientes da saúde mental se amplia consideravelmente.

O CAPS III atende, prioritariamente, pessoas em sofrimento psíquico decorrente de transtornos mentais, incluindo aqueles relacionados ao uso de substâncias psicoativas, e outras situações clínicas que impossibilitem estabelecer laços sociais. Proporciona, também, serviços de atenção contínua, com funcionamento vinte e quatro horas, incluindo feriados e finais de semana, ofertando atendimento clínico e acolhimento noturno a outros serviços de saúde mental, inclusive CAPS AD que atende pessoas de todas as faixas etárias que apresentam distúrbios decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas.

De acordo com o Secretário de Saúde do Crato, André Barreto, a partir de agora, de domingo a domingo, 24h por dia, o município terá a possibilidade de atender os pacientes em tratamento ambulatorial e também cuidar de questões de emergência psiquiátrica.

O CAPS III, funciona com uma equipe multiprofissional composta por médicos psiquiatras, enfermeiros; técnicos de enfermagem; psicólogo, assistente social; terapeuta ocupacional; farmacêutico; professor de música; professor de teatro; cozinheiras; porteiros; agente administrativo, porteiro e auxiliar de serviços gerais.

Durante o período diurno, atendimento médico de enfermagem e outros profissionais como assistente social, psicólogo, farmacêutico, além de grupos e oficinas com professores de teatro, música e educação física. Nos plantões terão médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem.

Serviço

CAPS III

Atendimento 24h

Local: Rua Coronel Antônio Luiz, 1323

Telefone 88 3521-2229

CAPS AD

Atendimento de 07h30 as 17h

Local: Rua Coronel Antônio Luiz, 1385

16:51 · 17.04.2017 / atualizado às 11:46 · 18.04.2017 por

Realizada entre os dias 13 e 16 de abril, a Operação Semana Santa 2017 foi desencadeada em toda a Região do Cariri com o objetivo de garantir a paz e tranquilidade da população durante o feriado prolongado. Entre as principais ocorrências atendidas pela Polícia Militar nesse período estão a apreensão de dez armas de fogo, recuperação de seis veículos com registro de furto/roubo, e três prisões por tráfico de drogas.

Em relação aos crimes contra a vida, foram registrados três homicídios e seis prisões por tentativa de homicídio. Além disso, a Polícia Militar ainda contabilizou o cumprimento de três mandados de prisão em aberto, a ocorrência de cinco acidentes de trânsito e sete prisões por violência doméstica. A cidade de Juazeiro do Norte concentrou os maiores índices de apreensão de armas de fogo, quatro no total, e a recuperação de veículos com registro de furto/roubo, num total de cinco.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

06:30 · 11.02.2017 / atualizado às 17:05 · 10.02.2017 por

A Polícia Militar atuou sistematicamente no combate ao tráfico de drogas em toda a Área Integrada de Segurança 11 (AIS 11) durante o primeiro mês do ano resultando na apreensão de 5,5 kg de entorpecentes. Segundo os dados apresentados pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), esse total abrange substâncias como cocaína, crack e maconha.

Entre as principais ações realizadas pelo policiamento ostensivo estão as abordagens a pessoas em atitude suspeita, saturações em localidades com registro de tráfico de drogas e desarticulação de pontos de vendas de drogas.

Somente em janeiro de 2017, a Polícia Militar conduziu 45 pessoas por envolvimento com o tráfico de drogas para a realização de diferentes procedimentos nas delegacias da Região do Cariri. No mesmo período do ano passado, apenas 12 pessoas foram presas ou apreendidas com substâncias entorpecentes, sendo que este ano as cidades de Juazeiro do Norte e Crato registraram o maior número de prisões e atos infracionais totalizando 32 procedimentos.

De acordo com o Comandante do 2º BPM, Tenente Coronel Paulo Hermann Fernandes, o trabalho ostensivo da Polícia Militar tem sido imprescindível no combate ao tráfico de drogas em toda a AIS 11, visando assim melhorar os índices da segurança pública e contribuir para a uma cultura de paz.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

11:05 · 20.12.2016 / atualizado às 11:07 · 20.12.2016 por

A apreensão de entorpecentes na região do Cariri tem sido, segundo a Polícia, a principal estratégia de combate à criminalidade. Neste ano, foram  87 kg apreendidos, entre crack, cocaína e maconha. De acordo com o comandante do 2º BPM, Tenente Coronel Paulo Hermann Fernandes Macedo, a apreensão da droga é importante pois “forma-se uma rede interligada de crimes por causa do tráfico”.

Diante disso, “a atuação da Polícia Militar se intensificou e tem buscado desarticular o tráfico identificando locais de venda de drogas através de denúncias anônimas, bem como realizando apreensões e prisões em flagrante durante abordagens e saturações”, disse comandante.

Hermann ressalta ainda que prisões por tráfico de drogas e desarticulação de pontos de vendas de drogas vem sendo realizadas de forma sistemática durante todo o ano através das forças de segurança que atuam na Área Integrada de Segurança 11 (AIS 11), na região do Cariri.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

 

10:25 · 07.07.2016 / atualizado às 17:49 · 08.07.2016 por
Todo material apreendido foi levado à Delegacia do Crato (Foto André Costa)
Todo material apreendido foi levado à Delegacia do Crato (Foto André Costa)

Crato. Com o objetivo de desarticular quadrilhas organizadas no Cariri, especializadas em venda e distribuição de armas e munições para traficantes e criminosos que agem na região, as polícias Civil e Militar, desencadearam no início desta quinta-feira (07) a segunda fase da operação “Medellín”.

Nesta fase, o foco da operação foi a cidade de Juazeiro do Norte. Mais de 50 policiais cumpriram 20 mandados de buscas e apreensão, dois de prisão preventiva e cinco coercitiva, expedidos pela justiça. Duas lojas de armamentos, no centro comercial de Juazeiro, foram alvos da operação.

Material apreendido na manhã desta quinta-feira (07) durante a segunda fase da operação (Foto André Costa)
Material apreendido na manhã desta quinta-feira (07) durante a segunda fase da operação (Foto André Costa)

Segundo o Delegado Titular do Crato, Giuliano Vieira Sena, responsável pela Operação Medellín, os estabelecimentos são investigados por vender armas e, principalmente munições de vários calibres, sem critérios estabelecidos por lei. Nas lojas foram apreendidos munições, armas e vários documentos que serão periciados. Ainda conforme o Delegado, a Loja Taurus deverá ficar fechada por 30 dias, até a conclusão das investigações.

A força-tarefa também se estendeu à municípios vizinhos, os quais não tiveram os nomes revelados para, segundo Giuliano, não atrapalhar as investigações, uma vez que os mandados não tinham sido cumpridos em sua totalidade. As 14 horas de hoje, a Polícia vai conceder entrevista coletiva à imprensa na Delegacia Regional do Crato.

Foto André Costa
Foto André Costa

Operação Medellin do Cariri
Em janeiro deste ano, a polícia desencadeou a primeira fase da operação, com mais de 50 prisões de suspeitos e apreensões de armas, munições e drogas. Ao todo, 130 civis entres delegados, escrivães e inspetores, com o apoio de um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) e de 40 viaturas participaram da operação no início do ano.

A operação foi iniciada há seis meses com o objetivo de combater o tráfico de drogas e de armas em toda a região do Cariri. O nome da operação “Medellín”, é uma alusão ao Cartel de Medellín, uma rede de traficantes de drogas na Colômbia.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018