Busca

Tag: Educação


14:28 · 23.09.2017 / atualizado às 18:39 · 23.09.2017 por
Cerca de 2 mil pessoas lotaram o Largo da Matriz na Ação Verdes Mares. (Foto: Antonio Rodrigues)

Nova Olinda. A TV Verdes Mares promoveu, neste sábado (23), pela manhã, mais uma edição da Ação Verdes Mares. O largo da Igreja Matriz, na Rua 7 de Setembro, recebeu cerca de 2 mil pessoas que tiveram acesso a diversos serviços gratuitos de educação, entretenimento, saúde, beleza e informação. No total, seis tendas trabalharam no local, com patrocínio da Unimed e parcerias com Senac e Prefeitura Municipal de Nova Olinda.

Além de dispor à população corte de cabelo, massagem, manicure, consulta da pressão arterial, exame de glicemia, entre outros serviços, a Ação Verdes Mares contou com oficinas de gastronomia, massoterapia e, para as crianças, desenho e pintura. No local, também foram expostas algumas obras do artesão Expedito Seleiro, natural de Nova Olinda, e do cratense Luciano Andrade, que faz esculturas com sucata.

De acordo com o produtor do evento, Júlio César Costa, mais de 120 pessoas trabalharam na edição, que contou com o envolvimento massivo da Secretaria de Assistência Social e, também, da Secretaria de Educação. “O evento é um sucesso. A cidade abraçou a Ação Verdes Mares, junto com a Prefeitura. Foi bem maior que a expectativa”, exalta Júlio.

Além dos serviços, a Ação Verdes Mares, em Nova Olinda, ofereceu um atrativo educativo às crianças. Muitas escolas compareceram ao largo da Matriz e apresentaram trabalhos artísticos, como peças de teatro e recital de poesia. Enquanto a Banda Municipal de Música de Nova Olinda e o Grupo de Idosos foram até o palco e cantaram o hino da cidade.

A dona de casa Eliziana de Matos, 48, aproveitou os serviços de saúde oferecidos pela Ação Verdes Mares, destacando a atenção que as enfermeiras tiveram, “Eu vim conferir minha pressão. Agora que vi que está ‘ok’, vou olhar os outros serviços”, conta. Já o vigilante Manoel de Souza, 49, aguardava ansioso a chegada do evento. “Era uma coisa já esperada em Nova Olinda. Aqui, ainda não teve uma ação desse tamanho, por isso estamos recebendo com muito orgulho. O número de pessoas muito grande, apesar do calor”, conta Manoel.

Enquanto a professora Rosemeire Bernardo trouxe cinco alunos para ver as apresentações artísticas e participar das oficinas de pintura e desenho. Ela aproveitou e conheceu o serviço de massagem oferecido. “Sensação muito boa. A gente relaxa que quase dorme”, brinca a docente.

No Cariri, a Ação Verdes Mares já esteve em Campos Sales, Barbalha e, no início deste mês, em Juazeiro do Norte. Ainda este ano, no dia 14 de outubro, o município de Milagres receberá a atividade.

Setembro Amarelo

O Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) aproveitou o espaço da tenda de serviços de saúde para distribuir panfletos, adesivos e sensibilizar as pessoas sobre o suicídio. A ação faz parte da campanha nacional de prevenção ao suicídio: Setembro Amarelo. A psicóloga Sarah Veloso acredita que a atividade teve uma reação positiva de quem acompanhou a Ação Verdes Mares. “O pessoal me abordou falando sobre experiências de vida, as coisas que já passaram. Eu os oriento a me procurar e, também, os Postos de Saúde”, explica.

06:47 · 22.09.2017 / atualizado às 19:56 · 23.09.2017 por

Juazeiro do Norte. As novas edições da revista “Caracteres” e dos jornais “Entrelinhas” e “Sertão Transviado”, do Curso de Jornalismo da Universidade Federal do Cariri,  foram lançadas na noite de ontem (21), no auditório do campus Juazeiro. As publicações foram distribuídas gratuitamente e, também, estarão nas plataformas digitais. Os produtos são resultados dos trabalhos dos estudantes.

“São publicações voltadas para acontecimentos que transformam diariamente o Cariri cearense, revisitando fatos do passado com um olhar recheado de presente”, disse o professor orientador, José Anderson Sandes, para uma plateia de estudantes, professores de jornalismo e convidados.

O estudante Ribamar Moreira, idealizador do “Sertão Transviado”, narrou suas experiências diante dos desafios da reportagem, segundo ele, algo como “tocar violino em meio à tempestade”. Ele foi autor da reportagem com a mestra Margarida, 78 anos, mais conhecida como a Mestra Margarida Guerreira que, ainda criança, fincou espada e reisado na terra do Padre Cícero. Diante da mestra, também presente ao evento, Ribamar disse que “ela desafiou uma hierarquia masculina e branca e reinventou o reisado na região do Cariri”. Ela foi capa da revista “Caracteres”.

Ao falar da memória sob trilhos, lembranças do tempo da ferrovia e de uma longa reportagem sobre o Mercado do Pirajá – um espaço de muitos sabores, cheiros e o colorido na culinária do Cariri – , o jornalista Breno Árleth refletiu sobre a profissão de jornalista diante dos novos  desafios – “muitos colegas se  desanimam com a profissão, com o curso, mas tenho consciência que o nosso desânimo é que mudará esse quadro”, disse, lembrando as publicações do “Entrelinhas” e “Caracteres”.

Completando dois anos de projeto, o “Sertão Transviado” dedicou sua quinta edição as drag queens que moram – e performam – na região do Cariri; além de travestis e transexuais. O jornal contou com um perfil de Ketlin, travesti assassinada em maio deste ano, em Juazeiro do Norte. “O jornal serve para se afirmar como um espaço de luta das pessoas LGBT’s, marcar esse lugar como nosso, que produzimos e que nos pautamos”, explica Pâmela Queiroz, bolsista do projeto.

O processo da pauta, apuração, narração da reportagem e, por fim, a edição foi explicitado pelo professor orientador José Anderson Sandes. A professora Juliana Lotif, também orientadora, falou dos aspectos gráficos da revista e jornais. A “Caracteres” e o jornal “Entrelinhas” são produtos do Laboratório de Jornalismo Impresso da UFCA. Já o “Sertão Transviado” é vinculado às pró-reitorias de Extensão e Cultura.

08:49 · 21.09.2017 / atualizado às 08:53 · 21.09.2017 por

Juazeiro do Norte. Nesta quarta-feira (20), no Teatro Patativa do Assaré, a Secretaria de Educação de Juazeiro do Norte (Seduc) e a unidade do Serviço Social do Comércio (Sesc) em Juazeiro do Norte, iniciaram parceria para desenvolver a Educação Inclusiva no Município. A colaboração se dará entre o setor de Educação do Sesc (Educar Sesc), através do Atendimento Educacional Especializado (AEE), um serviço da ensino especial que identifica, elabora e organiza recursos pedagógicos e de acessibilidade, que eliminem as barreiras para a plena participação dos alunos, considerando suas necessidades específicas.

Nesta parceria, 20 alunos com necessidades especiais da Educar Sesc irão frequentar, em momentos específicos, as salas de AEE da rede municipal de educação e terão acompanhamento especializado de professores, através do Núcleo de Educação Inclusiva da Seduc. O atendimento inclui acompanhamento de especialistas como Psicólogo, Assistente Social e Psicopedagogo.

Já a Educar Sesc, através de seu programa Formação Contínua de Educadores, irá ministrar gratuitamente cursos de capacitação para os professores do Município. Além disso, uma vez por mês, uma aula será ministrada aos docentes que fazem parte da parceria. São cursos modulares de 4 horas presenciais e 16 horas de estudo e produção, totalizando 120 horas. Todos os participantes receberão certificados. Já na abertura, foi ministrado o curso Legislação da Educação Inclusiva, ministrado pelo advogado Felipe Neri.

A Secretaria de Educação, Maria Loureto de Lima, falou sobre a importância da Educação Inclusiva e do profissional que atua na área. Lembrou da necessidade de que cada professor desenvolva suas competências de forma que também se inclua dentro desse processo educacional voltado para crianças com necessidades especiais. Loureto acredita que essa parceria é uma dádiva e que deve ampliar a atuação da SEDUC em Juazeiro do Norte.  “Hoje nós consolidamos essa parceria com o Sesc dentro de uma compreensão ampla. Essa parceria significa um caminhar para o sucesso da educação do Município”, comentou a Secretária.

A coordenadora da Educar Sesc Juazeiro, Mara Betânia, considera a parceria de fundamental importância para as partes envolvidas, uma vez que o intuito é trazer benefícios para as crianças. “Nossas crianças são nossa prioridade, são o futuro do nosso Município. Queremos tratá-las com todo carinho, amor e todos os direitos que elas merecem”, disse Mara Betânia.

18:53 · 14.09.2017 / atualizado às 18:58 · 14.09.2017 por
Coletiva de imprensa anunciou a data do pagamento dos precatórios. (Foto: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. A secretária de Educação Maria Loureto Lima anunciou, na tarde desta quinta-feira (14), na sede da secretaria, a data do pagamento do precatório dos professores municipais: 25 de outubro de 2017. O recurso é do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb). No entanto, o prefeito Arnon Bezerra comunicou à imprensa e aos servidores que 15% do valor total está bloqueado pela Justiça, aguardando a decisão de um processo movimentado pelos advogados contratados pela Prefeitura, em 2006.

Mais cedo, o Tribunal Regional Federal (TRF), na 5ª Região, em Recife, julgou e reconheceu, por unanimidade, a ilegalidade da Sindicato dos Professores e Servidores da Educação e Cultura do Estado e Municípios do Ceará (APEOC) na representatividade dos docentes do Município e determinou a liberação do precatório. O Fundeb concedeu um recurso, pelo recálculo, em cerca de R$ 128 milhões. Destes, 60% ficariam com os professores e 40% com a Prefeitura, para serem investidos em equipamentos para educação.

O impasse agora está sobre 15% do valor que foi descontado pelos honorários de advogados de Recife, contratados pela Prefeitura Municipal, na gestão de 2006. Segundo Arnon Bezerra, o Ministério Público Federal entende que o valor integral deve ser entregue ao Município. “A gente recebe agora e continua brigando pelos 15%. A prefeitura também precisa desses recursos para as escolas, para adquirir equipamentos de tecnologia para os estudante”, explicou o prefeito Arnon Bezerra. Mesmo com o desconto, o pagamento acontecerá no próximo mês. Por enquanto, pela nova cálculo da Prefeitura, do total de R$ 108 milhões, cerca de R$ 65 milhões serão destinados ao magistério e R$ 43 milhões à Prefeitura.

 

Desde 2006, o Município tenta obter a liberação do precatório do Fundeb. Ano passado, a APEOC entrou com recurso o que gerou o bloqueio do recurso devido à decisão liminar do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5).  Como o processo tramita na Justiça Federal, na época, o Ministério Público Estadual ficou impossibilitado de mediar as negociações.  A partir de então, a PGM pediu a extinção do processo movido pela entidade, alegando a ilegitimidade do sindicato em representar o magistério de Juazeiro do Norte, pois os professores não reconhecem o sindicato como seu representante.

 

10:48 · 11.09.2017 / atualizado às 10:59 · 11.09.2017 por

Crato. A secretaria de Cultura do Município do Crato realiza, nesta segunda-feira (11), na Biblioteca Municipal, a primeira edição do Alpendre Literário. Com o tema “O Uso de Aplicativos para Leitura Digital: Uma Nova Perspectiva”, o objetivo do evento é movimentar o espaço da biblioteca e incentivar a prática da leitura na população cratense. A atividade, que começa às 15h30, é destinada para todas as idades e conta com apoio Universidade Federal do Cariri (UFCA), Instituto Federal do Ceará (IFCE), ENACTUS e da ONG Conecta Bibliotecas.

O primeiro Alpendre Literário usará a obra consagrada de Antoine de Saint-Exupéry, “O Pequeno Príncipe”, como proposta de leitura, e será ministrada pela estudante do curso de Biblioteconomia da UFCA, Fabíola da Silva Costa, e pelo aluno Wédson Aguiar, do curso de Sistemas da Informação do IFCE.  Os dois terão o apoio e supervisão do bibliotecário responsável pela gestão da Biblioteca Municipal do Crato, Cícero Silva.

Para participar, é necessário que os interessados compareçam a atividade portanto smartphone, notebook ou tablet para maior aprofundamento sobre como utilizar aplicativos úteis para a leitura digital. Serão utilizados na ação aplicativos como Kobo Ebooks, Foxit Mobile PDF e Adobe Reader.

A Biblioteca Municipal de Crato funciona de segunda à sexta-feira, das 8h às 18h e possui um acervo de mais de 15 mil obras entre literatura geral, literatura infantil, livros técnicos, cordéis, revistas, DVDS, livros em Braille e gibis à disposição do público em geral. É possível, inclusive, que os usuários da biblioteca levem até dois exemplares para casa por até 15 dias. Na biblioteca também são realizados cursos, oficinas, palestras, pesquisas escolares e acadêmicas.

Serviço
I Alpendre Literário
Data: 11 de setembro (segunda-feira), às 15h30
Local:  Biblioteca Municipal de Crato, Largo da RFFSA, Rua Teopisto Abath, S/N, Centro, Crato.

Mais informações: (88) 35232365

 

 

11:02 · 08.09.2017 / atualizado às 11:05 · 08.09.2017 por

Barbalha. A sede do Instituto Escola de Saberes de Barbalha (ESBA) receberá, entre os das 12 e 16 de setembro, o I Encontro de Culturas, Artes e Saberes dos Sertões. A programação reunirá professores e pesquisadores da Universidade Federal do Cariri (UFCA) e Universidade Regional do Cariri (URCA), além de artistas, escritores e fotógrafos. Serão 14 mesas de debates, rodas de conversas, exposições, mostra de cinema e apresentações culturais. A abertura oficial acontecerá na próxima terça-feira, a partir das 19 horas.

Nos cinco dias de encontro, os debates terão os seguintes temas: cultura, música, políticas públicas, cordel, cinema, arqueologia, antropologia, literatura e fotografia. O objetivo do evento é fazer um diálogo entre a oralidade, as artes, os saberes e as pesquisas acadêmicas. Além disso, o espaço busca discutir e pensar o significado cultural e artístico dos sertões para a formação histórica das tradições e vanguardas presentes nas artes brasileiras.

Um dos organizadores do encontro é o cineasta Rosemberg Cariry, que estará em uma das mesas de debate. Ele acredita que a “cultura nordestina”, que estará em discussão, se trata de um espaço que mescla e sincretiza culturas ocidentais, orientais com a diversidade indígenas e afro-brasileiras. “O evento busca compreender o sertão como espaço onde se deu o encontro e desencontro de mundos; nações, povos e culturas que se enfrentaram e se fundiram”.

Além da Escola de Saberes de Barbalha, o evento movimentará outros locais da cidade, como a Praça Engenheiro Dória,  o Instituto José Bernardo e a Rede de Escolas Públicas e comunidades rurais. A programação completa você encontra no site da instituição.

As inscrições são gratuitas, com direito a emissão de certificado aos participantes. Para se inscrever, é necessário baixar e preencher o formulário através do link e enviar para o e-mail: escoladesaberescariri@gmail.com.

16:34 · 02.09.2017 / atualizado às 16:36 · 02.09.2017 por

Juazeiro do Norte. A TV Verdes Mares promoveu, neste sábado (02), pela manhã, mais uma edição da Ação Verdes Mares, que ofereceu diversos atendimentos gratuitos à população que esteve na Praça Padre Cícero. Além de dispor de serviços de saúde, beleza e entretenimento, o evento trouxe palestras e apresentações culturais para mais de 2 mil pessoas que passaram no local. Ao todo, seis tendas trabalharam dispondo de corte de cabelo, massagem, manicure, consulta da pressão arterial, exame de glicemia, entre outros serviços. A ação encerrou a Jornada da Integração, da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Ceará (FCDL-CE).

Nesta edição, a Ação Verdes Mares, patrocinada pela Nacional Gás, reuniu diversos parceiros. Além da FCDL, o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC), a Crefito e o Hemoce mobilizaram cerca 100 pessoas, a maioria voluntárias, para atender a população. O produtor do evento, Júlio César Costa, exaltou a ação e destacou as tendas lotadas e o atendimento. “Hoje é dia de festa em Juazeiro. Conseguimos trazer um dia de entretenimento para a população. Mas também é um evento de cunho social, educativo e informativo”, explica.

A Secretaria de Saúde foi parceira do evento e ofereceu diversos atendimentos e informações. (Foto: Antonio Rodrigues)

Por outro lado, o evento também trouxe palestras na tenda da Nacional Gás que expuseram mais informações sobre segurança doméstica. “É importante informar sobre a verificação de mangueira, o registro do botijão de gás, o correto manuseio, melhores locais para instalar e orientação sobre a compra através de revendedores autorizados pela Agência Nacional de Petróleo”, explica o gerente de vendas da empresa cearense, Leonardo Martins.  Além disso, o SENAC ofereceu, no mesmo espaço, informações sobre o reaproveitamento de alimentos. “Através ingredientes simples e baratos podem fazer receitas. As pessoas se alimentam bem e com mais economia”, completou Leonardo.

Segundo a dona de casa Brigida Alves, a palestra foi bem educativa.”Eu não sabia que a mangueira e o registro tinham validade”, confessa. Mas ela garante que a partir de agora vai mudar alguns hábitos em sua cozinha. “Agora toda sobra vou reaproveitar”, completa. Já a auxiliar de dentista Juci de Lima, se surpreendeu com os serviços oferecidos pela ação. “Agora pude perceber que tem muitos bons profissionais em nossa região. É bom para divulgar que existem esses profissionais”, conta.

Uma das apresentações culturais contou com capoeira e animou quem passou na praça. (Foto: Antonio Rodrigues)

A ação foi voltada para todas as idades e gêneros. Muitos homens aproveitaram os serviços estéticos, como o aposentado Luiz de Souza que, além de conferir a pressão arterial, fez as unhas na manicure e recebeu uma massagem relaxante. “Já conheci muitos atendimentos sociais, mas aqui tá sendo muito bom. Demorei, no máximo 15 minutos, para ser atendido”, garante o aposentado. Além dos adultos, muitas crianças puderam aproveitar o evento para bricar nas duas camas elásticas instaladas na praça.

No Cariri, a atividade já esteve em Campos Sales e, no mês passado, em Barbalha. Ainda este ano, acontecerá em Nova Olinda, no dia 23 deste mês e, por fim, em Milagres, no dia 14 de outubro.

10:01 · 29.08.2017 / atualizado às 10:01 · 29.08.2017 por

Juazeiro do Norte. Nos dias 30 e 31 de agosto, consultores da fundação Lemann e Grupo Mathema estarão, em Juazeiro do Norte, trazendo um curso de formação na área de Matemática, que apresentará novas metodologias para o ensino da disciplina na rede municipal de ensino.

O curso faz parte do programa Gestão para a Aprendizagem que vem sendo trabalhado pela Fundação Lemann em Juazeiro do Norte desde fevereiro deste ano, com o objetivo de melhorar a qualidade do ensino no Município e será ministrado pelo Grupo Mathema, uma instituição que há 20 anos pesquisa e desenvolve métodos pedagógicos inovadores para melhorar a qualidade do ensino da matemática.

Ao todo, serão 30 profissionais da Educação da rede municipal de ensino que participarão da formação. Eles são pedagogos dos 4º e 5º anos e professores de Matemática das séries finais do ensino fundamental 2. Todos os selecionados possuem um perfil profissional voltado para a formação.

Ao final do curso os participantes que obtiverem os melhores desempenhos, farão parte da equipe permanente de multiplicadores que irão compartilhar os conhecimentos recebidos com os professores da rede municipal de ensino.

O curso tem oito módulos e a duração de três semestres, divididos em oito encontros presenciais de 12 horas cada e também pela internet, através de uma plataforma disponibilizada pelo Grupo Mathema. A carga horária total é de 420 horas e todos os participantes receberão certificado.

A Fundação Lemann, criada em 2002, é uma organização sem fins lucrativos que desenvolve projetos em educação e realiza pesquisas para embasar políticas públicas no setor , além de oferecer formação para profissionais na área. A instituição tem parcerias com universidades e institutos do exterior.

Já o Grupo Mathema pesquisa e desenvolve, há 20 anos, métodos que buscam melhorar o ensino de matemática, sobretudo na educação básica.

11:02 · 05.05.2017 / atualizado às 11:02 · 05.05.2017 por

A importância da educação para o crescimento do país e a atual situação da área de ciência, tecnologia e inovação (CT&I) no Brasil, foram destaques na conferência que encerrou a vasta programação do terceiro dia da Reunião Regional da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (RR-SBPC). A conferencista Helena Nader, presidente da SBPC, destacou os acanhados números da educação brasileira, nos ensinos fundamental, médio e superior, se comparado a outros países do mundo e avaliou que a “a ciência é porta para o crescimento de qualquer nação”.

Ao citar a importância das pesquisas científicas, Nader destacou que, além de o país dispor de poucos pesquisadores, a grande maioria nunca saiu do Brasil. “A meta é alcançar a internacionalização”, pontua, ao afirmar que 63% dos pesquisadores nunca foram ao exterior. Outro número negativo que chamou a atenção da presidente da SBPC se refere ao mais importante exame educacional do mundo, elaborado a cada três anos pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) com o intuito de aferir a qualidade, equidade e eficiência dos sistemas escolares, mostraram mais uma vez os alunos brasileiros nas últimas posições do ranking.

Nas três áreas (ciências, leitura e matemática) avaliadas pelo Pisa em 2015, os estudantes brasileiros tiveram desempenho abaixo da média da OCDE. “É assustador”, disse. Dentre 72 países, o Brasil ocupa a 63ª posição em ciências, a 59ª em leitura e a 66ª colocação em matemática. “Falta aplicar mais recursos na educação e de forma correta. Nenhum governo pode avaliar educação e ciência como gastos, mas, sim, investimento”, acrescentou.

Além de evidenciar o quanto o Brasil precisa avançar nas políticas públicas de ensino e em estratégias estruturantes para a melhoria da educação, o índice do Pisa pode servir para mostrar o que as outras nações estão fazendo para alcançarem bons resultados. Na avaliação de Helena Nader, a implantação imediata do Marco legal de ciência, tecnologia e inovação é fundamental para o salto de qualidade educacional no Brasil.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

16:29 · 10.04.2017 / atualizado às 16:29 · 10.04.2017 por
Fotos André Costa

Juazeiro do Norte. “As dificuldades encontradas em nosso município servem de estimulo. Não quero que a cidade seja vista ou tratada com uma coitadinha. Para os nossos problemas, vamos buscar soluções e não lamentos”. Foi com essa análise que o prefeito deste município, Arnon Bezerra, fez um balanço dos cem dias da sua gestão.

Durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta segunda-feira, dia 10, no auditório do Centro de Referência de Saúde do Trabalhador (Cerest), o gestor municipal apresentou as ações já realizadas nos primeiros três meses de governo e anunciou as diretrizes para o futuro de Juazeiro.

Durante o evento, que contou com a presença de vereadores, secretários e comunidade civil, foi apresentado a nova logomarca e slogan da gestão: “Juazeiro do Norte, cidade de Fé e Trabalho”, com tracejados de figuras que lembram, por exemplo, o desenvolvimento vertical da construção civil e a religiosidade na figura do Padre Cícero.

 

No início de sua explanação, Arnon Bezerra destacou o “trabalho exaustivo de todas as secretarias para se adequar ao novo modelo de gestão” e pontuou algumas ações consideradas mais urgentes, como a recuperação da malha viária da cidade, limpeza,  revitalização e paisagismo de logradouros públicos, e o aumento nos atendimentos de saúde. “Em três meses mais de 32 mil consultas médicas foram realizadas”, pontuou.

Arnon citou os bairros Novo Juazeiro e Lagoa Seca como principais pontos a receberem, em breve, um robusto investimento para o sistema de drenagem dessas regiões. “Quando chove, várias ruas ficam alagadas. Já estamos fazendo um estudo para iniciar as obras. O valor é alto, cerca de R$ 35 milhões ao todo, então, vamos começar por partes. O importante é iniciar”, disse.

Arnon garantiu também empenho para instalação do aterro sanitário em conformidade com a lei da política nacional de resíduos sólidos. Mostrou-se inclinado a dialogar com os professores afim de resolver o problema do pagamentos dos precatórios do FUNDEF e afirmou que o turismo religioso de Juazeiro do Norte terá atenção especial. “Nossa intenção é fazer com que o Centro de Apoio aos Romeiros funcione de fato, de modo que possa atender os fieis”, pontuou.

No setor econômico, o gestor destacou que a principal luta será a criação de postos de empregos, para impulsionar os demais setores da cidade e dando, assim, incremento no capital do município. Como alternativa, Arnon citou parceiras com os setores públicos e privados de outros centros e até outros países. Na educação, o prefeito mostrou-se preocupado com as péssimas avaliações do SPAECE, mas, em contrapartida, disse ter “certeza da melhoria no setor”.

“Juazeiro dispões de ótimos professores, os salários não são ruins, os alunos são assíduos e, ainda assim, a cidade foi a última colocada no Estado. Então, é preciso uma análise mais profunda para identificar o problema. Recentemente, fechamos uma parceria com a Fundação Lemann e, dentre outras ações, temos certeza que o município sairá dessa incomoda posição”. Na avaliação do prefeito da cidade que conta com 29 mil analfabetos, a educação deve receber atenção especial, pois é o propulsor de desenvolvimento de qualquer região.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br