Busca

Tag: Praça Padre Cícero


18:21 · 13.09.2018 / atualizado às 18:24 · 13.09.2018 por
Agentes discutiam com artista a sua retirada do local, aproximando muitos curiosos. (Foto: Reprodução)

Juazeiro do Norte. A Secretaria de Segurança Pública e Cidadania informou, nesta quinta-feira (13), que um agente da Guarda Civil Municipal foi afastado de suas funções depois de usar spray de pimenta contra um artista de rua e romeiros. O episódio aconteceu na noite de ontem (12), na Praça Padre Cícero.

O homem atuava como “estátua humana” na praça quando foi abordado por três guardas civis, que tentaram retirá-lo do local. Segundo testemunhas, os agentes argumentavam que a legislação  municipal não permite esse tipo de atuação. No entanto, o artista não concordou, pois, segundo ele, sua atividade era legítima no âmbito federal.

Neste momento, alguns romeiros que frequentavam o equipamento público se aproximaram para acompanhar a ação. Muitos deles, manifestavam apoio à continuidade da atividade do artista. Minutos depois, um agente utilizou o spray de pimenta, dispersando o grupo. Em vídeo que circulou nas redes sociais, uma visitante afirma que o gás atingiu crianças. “É assim que Juazeiro recebe o romeiro?”, protestou.

Em nota, a Prefeitura de Juazeiro do Norte informou que o afastamento do servidor foi uma medida cautelar. A Corregedoria da Guarda Municipal abriu sindicância para apurar as devidas responsabilidades. “A Secretaria de Segurança Pública e Cidadania não acata, no âmbito da Corporação, esse tipo de procedimento equivocado, uma vez que o objetivo da pasta é promover a cidadania e o bem-estar social”, disse.

Depois de oito meses de reforma, a Praça Padre Cícero foi reaberta para circulação de pessoas no último sábado (8). No entanto, em acordo com os comerciantes, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Públicos determinou que não haverá mais comércio ambulante sobre o equipamento. Os permissionários dividirão as laterais da praça com trailers para não congestionar o local.

16:24 · 10.09.2018 / atualizado às 16:24 · 10.09.2018 por
A Praça Padre Cícero foi entregue após oito meses de obras. (Foto: Elizangela Santos)

Juazeiro do Norte. A Praça Padre Cícero foi aberta, no último sábado (08), com a entrega da primeira etapa de sua reforma. No local, foi realizado um projeto de paisagismo com gramado, plantas como palmeiras, ipês e outras espécies. Além disso, foi implantado um sistema de irrigação, assim como novas luminárias.

A Praça também recebeu 18 novas lixeiras que foram espalhadas pelo seu interior, novos bancos e passagens abertas para que os transeuntes possam caminhar com mais comodidade. O piso também foi substituído e, durante esses oito meses de obra, foi detectada a necessidade de drenagens nas ruas em volta do equipamento.

O pesquisador e historiador, Daniel Walker, que escreveu um livro de memórias sobre a praça Padre Cícero, destacou a beleza resgatada e disse que jamais havia visto a praça tão iluminada como atualmente. A grande preocupação da administração municipal, era poder entregar a praça no período das grandes romarias, mesmo com o prazo de finalização da obra previsto para os primeiros dias de janeiro de 2019

Áreas restauradas

Na próxima etapa, a Coluna da Hora e a estátua de bronze do Padre Cícero passarão por uma reforma mais ampla, como restauração completa da máquina mecânica do relógio, incluindo confecção de novas peças do mostruário, limpeza, adaptação e restauração dos sistemas, revitalização dos cabos de aço, restauração do indicador das fases da lua, além de outras peças como satélite, gabinete.

Por enquanto, a Coluna da Hora passou por uma pintura superficial com colocação de mármore branco em sua escadaria, enquanto que a estátua do Padre Cícero passou por um processo e recuperação.

 

 

 

13:07 · 19.06.2018 / atualizado às 13:13 · 19.06.2018 por

Juazeiro do Norte. Um misterioso depósito encontrado durante escavações para realização de drenagem na Rua Padre Cícero, ao lado da Praça Padre Cícero, tem chamado atenção dos moradores locais, desde o último final de semana, quando a estrutura foi encontrada. Por isso, amanhã (20), às 9h, uma equipe de arqueólogos irá ao local fazer avaliações na área com a finalidade de identificar algo relevante à história do Município.

A titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra), Gizele Menezes, disse que, nesta terça-feira (18), uma equipe da Prefeitura Municipal irá fazer abertura maior no local para dar acesso ao trabalho dos arqueólogos amanhã. “Os técnicos da Pasta estão tendo todo o cuidado necessários de manter a área isolada para que maiores avaliações sejam feitas, no intuito de verificar a relevância do local”, afirmou em nota.

Teorias

O baú encontrado vem sendo motivo de bastante especulação e já surgiram várias teorias. Alguns acreditam que seja uma fossa séptica de algum prédio ou depósito de gasolina do posto de combustível que existia ali próximo. Outras pessoas levantaram a possibilidade de ser um depósito de armas da “Revolução de 1914”, assim como foi encontrado durante a reforma do Museu do Padre Cícero, na Rua São José, no prédio vizinho, onde morava o Coronel Pedro Silvino.

“Em 1914 ficaram muitos armamentos, mas como esse depósito encontrado foi feito no meio da rua, fica esquisito”, afirma o pesquisador Daniel Walker, que escreveu um livro contando a história da Praça Padre Cícero. Pelas fotografias, o depósito parece ter pouca profundidade e extensão, construído em  alvenaria e coberta por uma tampa de madeira. “Não há indícios de manchas, fuligem ou corrosão nas paredes nem no fundo. Não exala nenhum odor fétido de matéria orgânica nem tampouco de combustível”, completa Daniel, descartando que pode ser uma fossa séptica ou local para armazenar combustível.

Outros achados

Em 1959, quando a Praça da Sé, em Crato, foi reformada, os operários da rede hidráulica encontraram duas urnas. Uma delas, contendo ossos humanos e um prato cerâmico. No mesmo ano, na construção da Faculdade de Filosofia – atual campus da Universidade Regional do Cariri (URCA) no bairro Pimenta – foram encontradas cinco urnas. Duas delas, foram destruídas pelos construtores. As demais, continham utensílios líticos e cerâmicos, um crânio e um dente.

Não se sabe o paradeiro dos ossos humanos encontrados nas descobertas. Parte desse acervo lítico e cerâmico encontra-se na guarda do Museu Histórico do Crato. Estes achados foram associados, na época, aos indígenas submetidos a aldeamento na antiga Missão do Miranda – que deu origem ao Município -, pertencentes às tribos Kariri.

Durante os estudos arqueológicos para a obra do Cinturão das Águas do Ceará (CAC), também foram encontradas no Crato algumas peças em cerâmica e lâminas de pedra que podem ter sido usadas na confecção de machadinhas. Já na construção de um loteamento, de frente ao antigo engenho Lagoa Encantada, na Vila São Bento, neste mesmo Município, vários resquícios indígenas do período colonial e pós-colonial foram descobertos, sem ser aproveitados.

05:06 · 07.06.2018 / atualizado às 00:18 · 07.06.2018 por
O prefeito Arnon Bezerra acompanhou a obra ontem. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Juazeiro do Norte. Na manhã desta quarta-feira (6), o prefeito Arnon Bezerra esteve visitando a reforma da Praça Padre Cícero, ao lado da secretária executiva de Infraestrutura, Zoia Ayres, e de dois arquitetos. A obra completará seis meses no dia 15 de junho e 70% já foi concluído.

Parte da demolição já foi concluída, bem como a instalação de meios-fios dos canteiros. Está sendo realizado o assentamento do piso podotátil na praça e na calçada da Rua São Francisco, além doassentamento dos bancos. A gestão aguarda o deslocamento dos permissionários do antigo terminal de ônibus para que possa ser iniciada a construção da área com bares e restaurantes, resgatando características de vila antiga.

Atualmente, acontece pavimentação em piso intertravado na Rua do Cruzeiro. Na rua São Pedro já foi finalizada. As próximas a receberem o piso serão a Padre Cícero e a São Francisco, em frente aos quiosques onde antes funcionava o terminal, e a rua Monsenhor Joviniano Barreto, próxima ao Colégio Padre Cícero.

Lixo

Em nota, a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra) solicita que a população em geral e, principalmente, os comerciantes situados em volta da praça, para não depositarem lixo nos espaços públicos e no novo piso instalado. Além de prejudicar o meio ambiente e a saúde das pessoas, os dejetos descartados deixam os equipamentos manchados e com aspecto de velho.

10:54 · 05.06.2018 / atualizado às 10:54 · 05.06.2018 por
No local, terão ônibus que fazem linha para Crato, Barbalha, Missão Velha. Além das vans. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Juazeiro do Norte. A partir desta terça-feira (05), o Terminal Intermunicipal de ônibus, será remanejado da Rua São Francisco para o Centro de Apoio aos Romeiros, próximo à Praça Beata Maria de Araújo – marco zero da cidade. A medida faz parte das mudanças necessárias para a conclusão da reforma da Praça Padre Cícero e tem por objetivo aumentar o fluxo de movimentação no equipamento.

Para aumentar a mobilidade no local e melhorar a questão de estacionamentos na cidade, o Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) decidiu, também, remanejar as vans de outros estados que desembarcam em Juazeiro do Norte, para o Centro de Apoio aos Romeiros, tornando o espaço exclusivo aos transportes coletivos, facilitando assim os Munícipes encontrarem em um só lugar transportes municipais e intermunicipais.

Em nota, o Departamento ressalta que no decorrer da semana serão realizadas ações educativas, para orientar os condutores e usuários deste serviço.

A mudança faz parte das obras no entorno da Praça Padre Cícero. As ruas estão recebendo nova pavimentação em piso intertravado e revitalização. No local do antigo Terminal, será criado uma área de convívio com bares e restaurantes que terão cenário relembrando as antigas casas que ficavam no local no início do século XX.

10:30 · 31.05.2018 / atualizado às 13:26 · 31.05.2018 por
O local passou por obra de drenagem e pavimentação em piso intertravado. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Juazeiro do Norte. Interditado desde o último dia 18 de abril, o trecho da Rua São Pedro – principal rua comercial da cidade -, entre as ruas do Cruzeiro e São Francisco, já se encontra liberado para tráfego de veículos. O local havia sido bloqueado para à reforma da Praça Padre Cícero. Lá , foram colocados piso intertravado e, também, foi realizada uma pequena drenagem.

Além da Rua São Pedro, outras ruas serão contempladas com a pavimentação em piso intertravado e a revitalização. Na Rua São Francisco já foi concluída, mas continua interditada. A Secretaria Municipal de Infraestrutura já anunciou que o trecho da Rua Padre Cícero, também no entorno da Praça, será interditado a partir do dia 4 de junho. O trabalho deverá ter duração de cerca de 10 dias, caso não haja nenhuma ocorrência. Em breve, Rua São Francisco deve sofrer a mesmas intervenção.

Outra mudança no entorno acontecerá no atual Terminal Rodoviário, na Rua São Francisco, que será realocado para o Centro Multiuso. No local atual, será criado uma área de convívio com bares e restaurantes. Ainda não há previsão para o início desta transição.

Resgate

A reforma da Praça Padre Cícero busca resgatar conceitos originais do espaço histórico, no coração da cidade, tem investimento do Governo Federal, Estadual e Municipal. Sua revitalização, numa área de 3.143, 11 m² terá diversas intervenções, como nova pavimentação, mudança do layout, iluminação, paisagismo.

Serão utilizados materiais como ladrilho hidráulico, bancos de granilite, postes coloniais e o mesmo desenho urbano da época, com restauração da coluna da hora, além da instalação de novas lixeiras. Todo o trabalho tem o prazo de seis meses a um ano para ser concluído, a contar de janeiro deste ano, mês em que foram iniciados os serviços. Há mais quatro meses a obra da praça foi iniciada.

08:37 · 04.05.2018 / atualizado às 11:49 · 04.05.2018 por
Reforma da praça está prevista para concluir até o fim deste ano. (Foto: Samuel Macedo)

Juazeiro do Norte. A Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) anunciou que, a partir desta sexta-feira (04), o trecho da Rua do Cruzeiro, entre as ruas São Pedro e Padre Cícero, estará interditada. O bloqueio será apenas durante o dia de hoje. “O mais breve possível iremos liberar”, destacou a secretária Executiva da Seinfra, Zoia Ayres de Moura.

Isso se deu graças a realização de uma drenagem na Rua São Pedro, entre as ruas São Francisco e do Cruzeiro. A obra é necessária para que não ocorra mais alagamentos em períodos chuvosos, prevenindo também a deterioração do piso intertravado, que será implantado com a reforma da Praça Padre Cícero. Ela está sendo executada pela Construtora Plana e será finalizada nos próximos dias.

A Seinfra aconselha para quem trafega na rua do Cruzeiro, chegando na São Pedro, possa realizar conversão à direita. Ontem (03), representantes da secretaria estiveram reunidos com o Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) no local, planejando o isolamento da área e a melhor maneira para orientar os condutores de veículos de grande porte a não trafegarem no local. A medida tem como objetivo não causar transtornos.

Acompanhamento

O Demutran realiza na área um trabalho de orientação na Rua São Pedro, durante a interdição de parte da via para reforma da Praça Padre Cícero. Está ocorrendo fiscalização intensiva nos cruzamentos da Rua São Pedro com as ruas São Francisco e do Cruzeiro. Nestes pontos há agentes de trânsito trabalhando das 6h às 18h.

Quanto à problemática de congestionamento relatada, acontece somente em horários de pico, das 07h às 08h, 11h às 12h e de 16h às 18h, devido ao aumento do fluxo de veículos nesta região. O órgão orienta que a população procure utilizar as ruas paralelas às centrais, para realizar o seu trajeto durante os horários de maior fluxo e, consequentemente, amenizar esse problema.

09:05 · 18.04.2018 / atualizado às 13:41 · 18.04.2018 por
A Rua São Francisco recebe a mesma obra e está interditada desde janeiro. (Foto: Samuel Macedo)

Juazeiro do Norte. Solicitado na última segunda-feira, o Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) realizará mudança no trânsito no Centro da cidade. A partir desta quarta-feira, 18, um trecho da Rua São Pedro, principal via comercial do Município, será interditado por cerca de 15 dias, no entorno da Praça Padre Cícero.

Com isso, serão adotadas vias alternativas, com orientação dos agentes do órgão. Durante o período que o trecho estiver interditado, os condutores deverão fazer a convergência na Rua Santa Luzia, descer na Rua da Glória e entrar na Rua Dr. Floro Bartolomeu.

O Demutran orienta aos usuários de ônibus que ficam no terminal do Centro, que os veículos irão ficar na Rua da Glória, em local determinado pelo Departamento, não havendo prejuízo para os usuários. Os comerciantes que atuam na área permanecerão no local.

A rua terá a retirada do asfalto e do meio fio, com realização de terraplenagem e reposição da pavimentação com piso intertravado, que impossibilita o tráfego pelo local. Os agentes de trânsito realizaram estudos para tornar a ação viável e dar as alternativas para os condutores de veículos e pedestres que utilizam a parada de ônibus do trecho.

O projeto de reforma da Praça Padre Cícero, iniciado em janeiro deste ano, tem prazo para execução de seis meses a um ano. A ação foi solicitada pela Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), em decorrência das obras realizadas no local. A Rua São Francisco recebeu o mesmo trabalho e está interditada desde o início da obra.

08:20 · 16.04.2018 / atualizado às 08:20 · 16.04.2018 por
Parte do projeto de reforma da praça, a rua receberá pavimentação com piso intertravado. (Foto: Samuel Macedo)

Juazeiro do Norte. A Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), informou que, nesta segunda-feira (16), a empresa Coral, responsável pela reforma da Praça Padre Cícero, enviará ofício para o Departamento Municipal de Trânsito (Demutran), solicitando a interdição do trecho da Rua São Pedro, na quadra que fica ao lado da praça. A expectativa é que o órgão realize a obstrução da via até a próxima quarta-feira (18).

A ação tem como objetivo realizar o mesmo serviço que aconteceu na Rua São Francisco, ou seja, a retirada do asfalto e do meio fio, com realização de terraplenagem e reposição da pavimentação com piso intertravado, que faz parte do projeto de reforma do local.

Os agentes de trânsito antes realizarão um estudo de tráfego, para que haja um desvio da rota por ruas alternativas, e os condutores não enfrentem congestionamentos ao passar pela área. Acredita-se que o local possa ser liberado em 15 dias e volte ao normal, tempo de execução dos serviços, caso não tenha imprevistos de ordem técnica e natural.

A obra busca resgatar o traçado original da praça, que já está com 60% executada, e contemplará ainda todo o seu entorno. O Terminal Rodoviário será realocado para o Centro Multiuso e o local onde funciona atualmente será transformado em uma rua com bares e restaurantes, que ainda não foi iniciada.

Todo o trabalho tem o prazo de seis meses a um ano para ser concluído, a contar de janeiro deste ano, mês em que foram iniciados os serviços. Há três meses a obra da praça foi iniciada.

08:31 · 07.03.2018 / atualizado às 08:32 · 07.03.2018 por
Traçado da praça está sendo resgatado. (Foto Samuel Macedo)

Juazeiro do Norte. A reforma da praça Padre Cícero, realizada pela da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra), segue em ritmo acelerado. Prestes a completar dois meses de serviços, a parte de demolição já foi concluída, bem como a instalação dos meio fios dos canteiros.

Agora, está sendo finalizado o meio fio das bordas da praça. De acordo com a secretária de Infraestrutura, Gizele Menezes, 30% do piso em concreto já está concluído. Após essa etapa de trabalho, será inserido o ladrilho hidráulico e realizadas as instalações elétricas. O prazo de conclusão é entre 6 meses e 1 ano, período necessário de resgate do traçado original da praça.

A secretária da Seinfra e arquiteta responsável pela criação do projeto, Gizele Menezes, afirma que a ideia foi fazer um resgate da história, que se deu com fotos antigas, além de depoimentos de pessoas da época e através da memória do Prefeito Arnon Bezerra, que resgatou lembranças da infância e adolescência, quando percorria o espaço. “Esse traçado antigo que a gente resgatou foi o próprio prefeito que fez todo o desenho e, por meio de fotografias, detectamos como era o piso, os bancos e as cores”, disse.

A reforma busca resgatar conceitos originais do espaço histórico, no coração da cidade, tem investimento do Governo Federal, Estadual e Municipal. Ela prevê a criação de uma área de convívio com bares e restaurantes, no local onde atualmente se encontra o terminal rodoviário, que será realocado. Sua revitalização, numa área de 3.143, 11 m² terá diversas intervenções, como nova pavimentação, mudança do layout, iluminação, paisagismo.

Serão utilizados materiais como ladrilho hidráulico, bancos de granilite, postes coloniais e o mesmo desenho urbano da época, com restauração da coluna da hora, além da instalação de novas lixeiras. Já nas ruas contempladas serão realizadas a pavimentação em piso intertravado e a revitalização em outras.