Busca

Tag: Programa de Agricultura Urbana


10:16 · 11.06.2018 / atualizado às 10:16 · 11.06.2018 por
Ao todo, deverão ser instaladas 256 hortas em creches, escolas, cozinhas comunitárias e nos CRAS. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Juazeiro do Norte. O projeto “Saúde na Mesa”, que integra o Programa de Agricultura Urbana, da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Seagri), instalou mais uma horta no Município. A plantação foi feita na Creche Irmã Neli, que fica no bairro Limoeiro. A expectativa é que sejam implementadas, ao todo, 256 hortas em creches, escolas, cozinhas comunitárias e nos Centro de Referência e Assistência Social (CRAS).

Na manhã da última sexta-feira (08), alguns dos técnicos da Seagri, juntamente com os alunos, iniciaram o plantio na horta sediada na creche. Foram plantadas as seguintes culturas: cebolinha, rúcula, coentro, tomate cereja, alface, manjericão, açaí, goiaba, maracujá, alguma plantas medicinais.

Para o Secretário de Agricultura e Abastecimento, Romão França, o trabalho, além de social, promove a educação ambiental para os estudantes, com vivências na escola, que podem ser levadas para as suas comunidades. “Trabalhar as hortas além de conscientizar sobre uma alimentação saudável, propõe um papel integrador, com disciplinas, saberes, ensinamentos, aprendizados, práticas sustentáveis e o trabalho de cooperação”, ressalta.

Um dos objetivos do programa é trazer para a zona urbana um pouco da zona rural, para que crianças, jovens e adultos conheçam o processo de produção do alimento, do plantio até a colheita. O programa tem como parceiras as  secretarias de Educação (Seduc) e de Desenvolvimento Social e Trabalho (Sedest).

O Programa

O trabalho começou a ser desenvolvido em 2017, quando a equipe da Seagri, de veterinários, agrônomos, zootecnistas e técnicos agropecuários passou por capacitação. O resultado foi a elaboração do Programa de Agricultura Urbana, que conta com três projetos. O “Saúde na Mesa” foi iniciada no Restaurante Popular no mês de fevereiro e já teve algumas colheitas.

Dentro do Programa de Agricultura Urbana, mais dois projetos estão inseridos: “Farmácia Verde” e “Jardins Florestais”. O primeiro implantará, nos postos de saúde, hortas com plantas medicinais, aproveitando a cultura da meisinheiras, que é forte na região. O outro plantará em praças e outros espaços públicos plantas frutíferas e nativas.

12:36 · 28.05.2018 / atualizado às 10:08 · 11.06.2018 por
A expectativa é que sejam implementadas 256 plantações, em creches, escolas, cozinhas comunitárias e nos CRAS. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Juazeiro do Norte. A Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Seagri), em parceria com a Secretaria de Educação (Seduc), implantaram mais uma horta no Município. Dessa vez, foi instalada na Escola de Ensino Fundamental Lili Neri, no bairro João Cabral, na última sexta-feira (25). A ação faz parte do projeto “Saúde na Mesa”, que integra o Programa de Agricultura Urbana. A expectativa é que sejam implementadas 256 plantações, em creches, escolas, cozinhas comunitárias e nos Centro de Referência e Assistência Social (CRAS).

Os técnicos da Seagri, juntamente com os alunos iniciaram o plantio de cebolinha, rúcula, coentro, tomate cereja, alface, manjericão, hortelã, alguma plantas medicinais. Um dos objetivos do Programa é trazer para a zona urbana da cidade um pouco da zona rural, fazendo com que crianças, jovens e adultos conheçam o processo de produção do alimento, do plantio até a colheita. Ele conta com a parceira a Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho (Sedest).

Para o Secretário Romão França, o trabalho, além de social, promove a educação ambiental para os estudantes, com vivências na escola, que podem ser levadas para as suas comunidades. “Trabalhar as hortas além de conscientizar sobre uma alimentação saudável, propõe um papel integrador, com disciplinas, saberes, ensinamentos, aprendizados, práticas sustentáveis e o trabalho de cooperação”, ressalta.

O Programa

O trabalho começou a ser desenvolvido em 2017, quando a equipe da Seagri, de veterinários, agrônomos, zootecnistas e técnicos agropecuários passou por capacitação. O resultado foi a elaboração do Programa de Agricultura Urbana, que conta com três projetos. O “Saúde na Mesa” foi iniciada no Restaurante Popular no mês de fevereiro e já teve algumas colheitas.

Dentro do Programa de Agricultura Urbana, mais dois projetos estão inseridos: “Farmácia Verde” e “Jardins Florestais”. O primeiro implantará, nos postos de saúde, hortas com plantas medicinais, aproveitando a cultura da meisinheiras, que é forte na região. O outro plantará em praças e outros espaços públicos plantas frutíferas e nativas.

09:56 · 26.03.2018 / atualizado às 09:56 · 26.03.2018 por
Ao todo, já foram colhidos mais de 300 pés de rúcula, além de manjericão e coentro (Foto: Anderson Duarte)

Juazeiro do Norte. Com o intuito de fortalecer o Programa de Agricultura Urbana, que tem o objetivo de trazer para a cidade um pouco da vivência do campo, pelo Projeto Saúde na Mesa, a Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Seagri) implantará mais de 250 hortas nos equipamentos públicos do Município. A primeira foi plantada, no mês de fevereiro, no Restaurante Popular e já rende colheita.

Com apenas 24 dias, já foi possível colher algumas hortaliças para a composição da salada que é servida durante as refeições no equipamento. Ao todo, já foram colhidos mais de 300 pés de rúcula, além de manjericão e de uma grande quantidade de coentro. O objetivo da horta é que os produtos agrícolas utilizados no equipamento sejam retirados do cultivo no local.

A Seagri tem uma equipe técnica qualificada que acompanha o processo. Além dessas culturas, também foi plantado no Restaurante Popular cebolinha, cenoura, beterraba, tomate cereja, alface, couve-flor, milho, feijão, macaxeira, hortelã e batata. A Secretaria planeja terminar os trabalhos no restaurante até a próxima quarta-feira, 28, e em abril iniciar o trabalho de implantação das hortas nas cozinhas comunitárias.

Para o titular da pasta, Romão França, a equipe da Seagri está muito empenhada na realização do serviço, agradece o comprometimento de todos e ressalta que o trabalho começou agora. “Agora é hora de agradecer a Deus pelas chuvas e a essa equipe que está realizando este trabalho maravilhoso. Em menos de um mês já colhemos os resultados do trabalho. Isso motiva a equipe a continuar trabalhando”, destacou.