Busca

Tag: reforma


20:51 · 03.07.2018 / atualizado às 12:17 · 04.07.2018 por
Área foi isolada na tarde desta terça-feira. (Foto: VC Repórter)

Crato. O telhado de um dos galpões que estão sendo construídos, durante a reforma do Parque Pedro Felício Cavalcante, desabou sobre dois operários na tarde desta terça-feira (03). José Teles da Silva, de 50 anos, e Damião de Lima Vitoriano, 42, foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e, em seguida, pelos profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Eles sofreram escoriações na cabeça e nos membros superiores e inferiores e estão internados no Hospital São Francisco de Assis. No entanto, o estado de saúde é estável.

Segundo um dos operários, o galpão que teve parte de sua cobertura cedida já estava em fase de conclusão. O local fica nos fundos do Parque e seria destinado aos ovinos e caprinos. O Departamento de Arquitetura e Engenharia (DAE), responsável pela obra, foi procurada pelo telefone de sua assessoria, mas até o fechamento desta matéria não confirmou como o acidente afetará os trabalhos. A área foi isolada.

A obra

O galpão é só uma parte de uma área total de intervenção de 33.605,40 m² que o equipamento está passando para ter sua capacidade ampliada, melhorar a área de circulação e desafogar o trânsito. Orçada em R$ 35 milhões, o Parque Pedro Felício Cavalcante terá um espaço de shows com piso intertravado e capacidade ampliada para receber mais de 30 mil pessoas na Expocrato, que começa no próximo dia 14 de julho.

O Governo do Estado afirma que este será o maior equipamento do tipo em todo o Nordeste.  A reforma inclui novas edificações como a Administração do Parque, dormitório para os tratadores (144 camas), instalações sanitárias, nova arquibancada, edifício para entidades, centro de manejo, marquises polivalentes, restaurantes, museu, área para artesanato, engenho, e renovação dos pavilhões existentes e toda a parte viária e de currais nova. São 4.434,30 m² de reformas de construções existentes e um acréscimo de 11.137,50m² em novos edifícios.

13:07 · 19.06.2018 / atualizado às 13:13 · 19.06.2018 por

Juazeiro do Norte. Um misterioso depósito encontrado durante escavações para realização de drenagem na Rua Padre Cícero, ao lado da Praça Padre Cícero, tem chamado atenção dos moradores locais, desde o último final de semana, quando a estrutura foi encontrada. Por isso, amanhã (20), às 9h, uma equipe de arqueólogos irá ao local fazer avaliações na área com a finalidade de identificar algo relevante à história do Município.

A titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra), Gizele Menezes, disse que, nesta terça-feira (18), uma equipe da Prefeitura Municipal irá fazer abertura maior no local para dar acesso ao trabalho dos arqueólogos amanhã. “Os técnicos da Pasta estão tendo todo o cuidado necessários de manter a área isolada para que maiores avaliações sejam feitas, no intuito de verificar a relevância do local”, afirmou em nota.

Teorias

O baú encontrado vem sendo motivo de bastante especulação e já surgiram várias teorias. Alguns acreditam que seja uma fossa séptica de algum prédio ou depósito de gasolina do posto de combustível que existia ali próximo. Outras pessoas levantaram a possibilidade de ser um depósito de armas da “Revolução de 1914”, assim como foi encontrado durante a reforma do Museu do Padre Cícero, na Rua São José, no prédio vizinho, onde morava o Coronel Pedro Silvino.

“Em 1914 ficaram muitos armamentos, mas como esse depósito encontrado foi feito no meio da rua, fica esquisito”, afirma o pesquisador Daniel Walker, que escreveu um livro contando a história da Praça Padre Cícero. Pelas fotografias, o depósito parece ter pouca profundidade e extensão, construído em  alvenaria e coberta por uma tampa de madeira. “Não há indícios de manchas, fuligem ou corrosão nas paredes nem no fundo. Não exala nenhum odor fétido de matéria orgânica nem tampouco de combustível”, completa Daniel, descartando que pode ser uma fossa séptica ou local para armazenar combustível.

Outros achados

Em 1959, quando a Praça da Sé, em Crato, foi reformada, os operários da rede hidráulica encontraram duas urnas. Uma delas, contendo ossos humanos e um prato cerâmico. No mesmo ano, na construção da Faculdade de Filosofia – atual campus da Universidade Regional do Cariri (URCA) no bairro Pimenta – foram encontradas cinco urnas. Duas delas, foram destruídas pelos construtores. As demais, continham utensílios líticos e cerâmicos, um crânio e um dente.

Não se sabe o paradeiro dos ossos humanos encontrados nas descobertas. Parte desse acervo lítico e cerâmico encontra-se na guarda do Museu Histórico do Crato. Estes achados foram associados, na época, aos indígenas submetidos a aldeamento na antiga Missão do Miranda – que deu origem ao Município -, pertencentes às tribos Kariri.

Durante os estudos arqueológicos para a obra do Cinturão das Águas do Ceará (CAC), também foram encontradas no Crato algumas peças em cerâmica e lâminas de pedra que podem ter sido usadas na confecção de machadinhas. Já na construção de um loteamento, de frente ao antigo engenho Lagoa Encantada, na Vila São Bento, neste mesmo Município, vários resquícios indígenas do período colonial e pós-colonial foram descobertos, sem ser aproveitados.

08:37 · 04.05.2018 / atualizado às 11:49 · 04.05.2018 por
Reforma da praça está prevista para concluir até o fim deste ano. (Foto: Samuel Macedo)

Juazeiro do Norte. A Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) anunciou que, a partir desta sexta-feira (04), o trecho da Rua do Cruzeiro, entre as ruas São Pedro e Padre Cícero, estará interditada. O bloqueio será apenas durante o dia de hoje. “O mais breve possível iremos liberar”, destacou a secretária Executiva da Seinfra, Zoia Ayres de Moura.

Isso se deu graças a realização de uma drenagem na Rua São Pedro, entre as ruas São Francisco e do Cruzeiro. A obra é necessária para que não ocorra mais alagamentos em períodos chuvosos, prevenindo também a deterioração do piso intertravado, que será implantado com a reforma da Praça Padre Cícero. Ela está sendo executada pela Construtora Plana e será finalizada nos próximos dias.

A Seinfra aconselha para quem trafega na rua do Cruzeiro, chegando na São Pedro, possa realizar conversão à direita. Ontem (03), representantes da secretaria estiveram reunidos com o Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) no local, planejando o isolamento da área e a melhor maneira para orientar os condutores de veículos de grande porte a não trafegarem no local. A medida tem como objetivo não causar transtornos.

Acompanhamento

O Demutran realiza na área um trabalho de orientação na Rua São Pedro, durante a interdição de parte da via para reforma da Praça Padre Cícero. Está ocorrendo fiscalização intensiva nos cruzamentos da Rua São Pedro com as ruas São Francisco e do Cruzeiro. Nestes pontos há agentes de trânsito trabalhando das 6h às 18h.

Quanto à problemática de congestionamento relatada, acontece somente em horários de pico, das 07h às 08h, 11h às 12h e de 16h às 18h, devido ao aumento do fluxo de veículos nesta região. O órgão orienta que a população procure utilizar as ruas paralelas às centrais, para realizar o seu trajeto durante os horários de maior fluxo e, consequentemente, amenizar esse problema.

11:02 · 27.04.2018 / atualizado às 11:02 · 27.04.2018 por
Reformas em mais de 50 escolas serão iniciadas até o meio do ano. (Foto: Samuel Macedo)

Juazeiro do Norte. As escolas Odete Matos de Alencar, no Bairro Novo Juazeiro, e José Sabiá, no Sítio Sabiá, foram as primeiras unidades entregues após reformas realizadas pela Secretaria de Educação do Município. As duas passaram por ampla reforma de suas estruturas físicas. Salas de aula, cozinhas, refeitórios, banheiros, pátios e outras dependências foram melhoradas.

Além da reforma física, as escolas receberam também novos equipamentos e materiais de escritório como carteiras, estantes, armários, birôs, mesas e ventiladores. As cozinhas receberam novos fogões e liquidificadores industriais, freezers e bebedouros. Hoje, a rede municipal de ensino possui, ao todo, 95 escolas. A Seduc prevê que até o meio do ano, pelo menos 50 escolas já terão suas obras iniciadas.

A diretora administrativa da Escola Odete Matos de Alencar, que possui o Ensino Infantil e Fundamental até o 2º ano, Maria de Jesus Lima de Carvalho, garante que aquela unidade escolar precisava urgentemente da reforma pela condição em que se encontrava. A obra melhorou o ambiente de estudo das crianças e proporcionou melhores condições de trabalho para o núcleo gestor da escola e, principalmente, para os professores.

“Hoje, nós temos uma escola bonita e adequada para receber as crianças. A comunidade escolar se sente gratificada com a reforma e os pais estão muito felizes”, comenta a Diretora.

A reforma das escolas faz parte de um grande programa implantado pela Prefeitura de Juazeiro do Norte e tem como objetivo proporcionar um maior conforto para os alunos, além de valorizar professores e outros profissionais que atuam nas escolas, dando condições adequadas para exercerem suas funções.

08:20 · 16.04.2018 / atualizado às 08:20 · 16.04.2018 por
Parte do projeto de reforma da praça, a rua receberá pavimentação com piso intertravado. (Foto: Samuel Macedo)

Juazeiro do Norte. A Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), informou que, nesta segunda-feira (16), a empresa Coral, responsável pela reforma da Praça Padre Cícero, enviará ofício para o Departamento Municipal de Trânsito (Demutran), solicitando a interdição do trecho da Rua São Pedro, na quadra que fica ao lado da praça. A expectativa é que o órgão realize a obstrução da via até a próxima quarta-feira (18).

A ação tem como objetivo realizar o mesmo serviço que aconteceu na Rua São Francisco, ou seja, a retirada do asfalto e do meio fio, com realização de terraplenagem e reposição da pavimentação com piso intertravado, que faz parte do projeto de reforma do local.

Os agentes de trânsito antes realizarão um estudo de tráfego, para que haja um desvio da rota por ruas alternativas, e os condutores não enfrentem congestionamentos ao passar pela área. Acredita-se que o local possa ser liberado em 15 dias e volte ao normal, tempo de execução dos serviços, caso não tenha imprevistos de ordem técnica e natural.

A obra busca resgatar o traçado original da praça, que já está com 60% executada, e contemplará ainda todo o seu entorno. O Terminal Rodoviário será realocado para o Centro Multiuso e o local onde funciona atualmente será transformado em uma rua com bares e restaurantes, que ainda não foi iniciada.

Todo o trabalho tem o prazo de seis meses a um ano para ser concluído, a contar de janeiro deste ano, mês em que foram iniciados os serviços. Há três meses a obra da praça foi iniciada.

08:13 · 16.04.2018 / atualizado às 08:13 · 16.04.2018 por
Camilo visitou obras no Parque na manhã de sábado. (Foto: Nívia Uchôa)

Crato. Apesar de das obras terem iniciadas desde o mês de janeiro, foi assinada na noite do último sábado (14) a ordem de serviço da reforma e ampliação do Parque de Exposição Pedro Felício Cavalcante, que anualmente recebe a Exposição Agropecuária do Crato (Expocrato). Após a reforma, o local será o maior da área de todo o Brasil ainda em 2018. A solenidade contou com a presença do governador Camilo Santana, que também autorizou a reforma do sistema de abastecimento d’água da cidade.

Orçada em R$ 35 milhões, a expectativa é que a reforma fique, em parte, pronta até julho, para a Expocrato “do jeito que o povo da cidade merece”, disse Camilo. De acordo com governador, a antiga casa do Corpo de Bombeiros, vizinha ao parque, será preservada e se tornará um patrimônio histórico. “Deixaremos esse o maior parque de exposição pecuária do Nordeste. A parte que ninguém conhece vai passar a conhecer, essa áreas de shows vai ficar ainda mais bonita”, completou.

As obras do novo Parque de Exposição Pedro Felício Cavalcante, cujo terreno onde vai ser construído foi conferido de perto pelo governador no turno da tarde, ficarão a cargo da Secretaria da Agricultura, Pesca e Aquicultura (Seapa). O equipamento terá um total de 21 edifícios, dedicados às diferentes funções, como recepção, boxes para artesanato, sala multifunções/exposições/museu, e uma sala dedicada aos engenhos de rapadura que fazem parte da história local.

Com a reforma, o Parque de Exposições terá duas grandes zonas; a zona do recinto da feira, onde se concentram os edifícios e constitui o principal programa permanente, e a zona de parque/eventos temporários, constituídas maioritariamente por zonas livre e áreas verdes, destinadas a acomodar grandes eventos complementares às boxes dedicadas às exposições e feiras. As obras serão fiscalizadas pelo Departamento de Arquitetura e Engenharia do Ceará (DAE).

Centro Cultural do Cariri

Durante o evento, o governador reforçou a ideia da construção do Centro Cultural do Cariri. “Será algo semelhante ao que o Instituto Dragão do Mar de Arte e Cultura representa para Fortaleza. A ideia é fazer uma grande arena, com teatro, cinema, área de lazer, parque de exposições. Estamos comprando o Teatro Rachel de Queiroz, que iria a leilão. O projeto está lindo, pronto para licitar. E, se Deus quiser, virei aqui em breve para dar a ordem de serviço” anunciou o chefe do Executivo cearense.

Visita a obras

Antes da solenidade, o governador Camilo Santana visitou várias obras na região do Cariri, incluindo a reforma da estrada que liga Missão Velha até Juazeiro do Norte, do teleférico do distrito de Caldas, em Barbalha; a estrada que liga Nova Olinda e Crato; a urbanização do entorno do Horto de Nossa Senhora de Fátima, no Crato; a policlínica e o camelódromo do município. Ele também se comprometeu com a reforma do estádio Romeirão, em Juazeiro.

08:31 · 07.03.2018 / atualizado às 08:32 · 07.03.2018 por
Traçado da praça está sendo resgatado. (Foto Samuel Macedo)

Juazeiro do Norte. A reforma da praça Padre Cícero, realizada pela da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra), segue em ritmo acelerado. Prestes a completar dois meses de serviços, a parte de demolição já foi concluída, bem como a instalação dos meio fios dos canteiros.

Agora, está sendo finalizado o meio fio das bordas da praça. De acordo com a secretária de Infraestrutura, Gizele Menezes, 30% do piso em concreto já está concluído. Após essa etapa de trabalho, será inserido o ladrilho hidráulico e realizadas as instalações elétricas. O prazo de conclusão é entre 6 meses e 1 ano, período necessário de resgate do traçado original da praça.

A secretária da Seinfra e arquiteta responsável pela criação do projeto, Gizele Menezes, afirma que a ideia foi fazer um resgate da história, que se deu com fotos antigas, além de depoimentos de pessoas da época e através da memória do Prefeito Arnon Bezerra, que resgatou lembranças da infância e adolescência, quando percorria o espaço. “Esse traçado antigo que a gente resgatou foi o próprio prefeito que fez todo o desenho e, por meio de fotografias, detectamos como era o piso, os bancos e as cores”, disse.

A reforma busca resgatar conceitos originais do espaço histórico, no coração da cidade, tem investimento do Governo Federal, Estadual e Municipal. Ela prevê a criação de uma área de convívio com bares e restaurantes, no local onde atualmente se encontra o terminal rodoviário, que será realocado. Sua revitalização, numa área de 3.143, 11 m² terá diversas intervenções, como nova pavimentação, mudança do layout, iluminação, paisagismo.

Serão utilizados materiais como ladrilho hidráulico, bancos de granilite, postes coloniais e o mesmo desenho urbano da época, com restauração da coluna da hora, além da instalação de novas lixeiras. Já nas ruas contempladas serão realizadas a pavimentação em piso intertravado e a revitalização em outras.

09:49 · 27.02.2018 / atualizado às 09:49 · 27.02.2018 por
Sala no térreo, que viu seu telhado ceder com as chuvas, recebe novo forro. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Crato. A Secretaria Municipal de Cultura está realizando serviços de manutenção na estrutura física do Museu do Crato, na antiga Casa de Câmara e Cadeia, prédio tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).  Algumas salas estão recebendo pintura e a colocação de forro de gesso no telhado. O antigo forro cedeu com as chuvas e as paredes apresentam rachaduras.

Construída em 1877, a Casa de Câmara e Cadeira pertence a Prefeitura Municipal e enfrenta sérias dificuldades em sua estrutura. No térreo, funciona o Museu Histórico e, no andar de cima, onde tinha o Museu de Artes, está destruído. O piso foi retirado para uma reforma, há mais de 10 anos, mas que teve que ser paralisada.

Desde 1940 o local já era estudado pelo Iphan, porque apresenta peculiaridades, como a enxovia em forma de abóboda, onde ficavam os presos mais perigosos. No andar de cima, funcionaram as primeiras sedes da Câmara Municipal e a Prefeitura.

Reforma

De acordo com o secretário de Cultura de Crato, Wilton Dedê, a Casa de Câmara e Cadeia tinha um processo de reforma de gestões passadas que foi preciso encerrar, refazer a prestação de contas e devolver o dinheiro. No entanto, ele garante que a Prefeitura já está pleiteando uma nova emenda para reconstruir.

“O museu sofreu o início de uma reforma, aí teve que destruir uma parte. Só fez a destruição e parou. Destruíram a parte de cima. A parte de baixo passa por manutenção física, troca de forro, instalação elétrica, parede”, explica.  O titular da Pasta conta que há mais de um ano está tentando resolver os problemas burocráticos do processo anterior e iniciar uma nova reforma.

05:11 · 20.02.2018 / atualizado às 11:48 · 20.02.2018 por
O ministro Maurício Quintella assinou a ordem de serviço. Obra já começa hoje. (Fotos: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. Com presença de políticos, prefeitos e secretários de diversos Municípios da região do Cariri, foi assinada, na noite de ontem (19), na unidade local da Coordenadoria Integrada De Operações Aéreas (Ciopaer), a ordem de serviço para a obra de reforço do pátio de aeronaves do Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes. Com a reforma, o equipamento poderá receber aeronaves maiores, sem nenhuma restrição, e ampliar o movimento.

Serão investidos cerca de R$ 2,6 milhões no reforço e ampliação do pátio, além da recuperação de duas taxiways – faixas que permitem o taxiamento dos aviões. Com previsão de terminar, no máximo, no mês de setembro deste ano, a obra classificará o pátio com o mesmo PCN (índice de resistência do pavimento) da pista, permitindo o pouso de aeronaves maiores como A 320 e Boeing 737-800, sem qualquer restrição.

Segundo o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, com a reforma, terá um aumento na capacidade de passageiros e, também, para transporte de cargas. “Vai tornar um aeroporto mais competitivo e um impacto econômico muito importante pra região. O aeroporto do Cariri é um dos que mais cresce no País e havia este problema (restrição)”, explica, antecipando que estão previstos para o Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes o investimento de R$ 50 milhões.

O prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra, comemorou a chegada da obra que, segundo ele, era aguardada há muito tempo pela população. “Às vezes, a burocracia impede que as coisas venham na velocidade que desejamos. Agora, vai oferecer mais segurança e ampliar os nossos horizontes na região”, exalta o Chefe do Executivo local.

Senador Eunício Oliveira destacou em discurso mais de R$ 500 milhões conquistados em convênios para o Ceará.

Já o governador Camilo Santana, também presente na solenidade, destacou que o aeroporto é um dos principais equipamentos do Nordeste, pois atende os estados vizinhos. “O Cariri é o centro do Nordeste brasileiro. Aqui, embarcam pessoas da Paraíba, Pernambuco, Piauí. É fundamental que esse aeroporto passasse por essa reforma importante. Ele foi um dos que mais cresceu no Brasil e vamos encontrar o caminho para fazer a grande transformação”, completou.

O Aeroporto

Com 63 anos, o Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes tem capacidade para atender 800 mil passageiros por ano e conta com voos diretos para Petrolina e Recife (PE), Fortaleza (CE), Campinas e Guarulhos (SP) e Brasília (DF). Três companhias operam no aeroporto: Azul, Gol e Avianca. Pela localização centralizada de Juazeiro do Norte, quase equidistante para seis capitais, o terminal recebe, também, passageiros do interior de Pernambuco, Paraíba e Piauí.

No ano passado, o equipamento teve um fluxo de 541,89 mil, um aumento de 1,34% nos embarques e desembarques, comparado ao ano de 2016. Os números indicaram um crescimento na taxa de ocupação dos aviões, já que a média diária de movimentação de aeronaves comerciais caiu de 22, em 2016, para 16, no ano passado.

10:25 · 16.02.2018 / atualizado às 10:27 · 16.02.2018 por
O Memorial abriga cerca de 13 mil itens na biblioteca e no museu. (Foto: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. Após oito dias de reparos e melhorias nas instalações, a Fundação Memorial Padre Cícero voltou a receber visitantes no seu museu. O local foi aberto à população o desde o meio-dia desta quinta-feira (15). A Prefeitura aproveitou a diminuição do fluxo de visitantes no período de carnaval para executar os serviços, evitando um transtorno ao público.

No mês de janeiro, a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra) fez um levantamento de toda a demanda necessária para o reparo do teto a fim de evitar que chuvas contínuas pudessem comprometer a estrutura do prédio e o acervo. Conforme planejamento prévio, uma equipe esteve trabalhando desde o último dia 8 de fevereiro.

Todo o trabalho tem sido acompanhado pela Secretaria de Cultura de Juazeiro do Norte (Secult). Uma equipe cuidou da proteção das peças do Museu para que não fossem comprometidas durante a reforma.

Mesmo com as portas abertas, as obras no telhado devem continuar. As próximas etapas do reparo incluem a conclusão da impermeabilização da laje, colocação de manta asfáltica e substituição de 30 metros de telha e de capote de zinco, entre outros detalhes.

Acervo

A Fundação Memorial Padre Cícero abriga objetos que pertenceram ao patriarca da cidade, reunidas no museu, além de 13 mil itens com fotos, livros, jornais, revistas, cartas, entre outros documentos. Lá, privilegia a história do sacerdote e a história do Município.