Busca

Tag: Romaria


10:21 · 28.09.2017 / atualizado às 10:21 · 28.09.2017 por
Stand apresenta a região do Cariri em exposição internacional. (Foto: Divulgação)

Barbalha/Crato/Juazeiro do Norte. O roteiro “Chapada do Araripe, Cariri Ceará” está sendo exposto na 45ª Expo Internacional de Turismo, Realizada pela Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV),  realizado entre os dias 27 e 29 de setembro, em São Paulo. O programa turístico é uma parceria entre representantes de Barbalha, Crato e Juazeiro do Norte, além do SEBRAE e empresários do ramo hoteleiro, agentes de viagens e setor artesanal.

Nestes três dias, a comitiva irá apresentar o Cariri como destino turístico e divulgar em âmbito nacional e internacional. “Nossa região tem muito potencial e queremos trabalhar de forma integrada, promovendo não apenas Juazeiro do Norte, mas todo o Cariri”, afirmou Júnior Feitosa, secretário de Turismo e Romaria de Juazeiro do Norte. Um guia de turismo, referenciado pelo Instituto Brasileiro de Turismo, também está presente para apresentar o destino com propriedade de um estudioso da área.

Segundo Venâncio Saraiva, do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico Sustentável do Crato a participação do Cariri na 45ª ABAV Expo é uma oportunidade de estar em contato direto com os principais acionadores do turismo nacional e internacional. “Estaremos com o Stand Chapada do Araripe, num ambiente propício à realização de negócios, à aquisição de conhecimento e ao relacionamento”, comenta.

 ABAV Expo Internacional de Turismo 2017

Realizada pela Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV), a ABAV Expo Internacional de Turismo é a mais completa, tradicional e importante feira de turismo brasileira. A entidade está presente em 26 estados brasileiros e no Distrito Federal, com uma base de 3 mil associadas, entre agências de viagens, operadoras e consolidadoras que respondem pela movimentação de 80% das vendas do mercado.

09:55 · 28.09.2017 / atualizado às 09:55 · 28.09.2017 por
Guias formados no SENAC já participaram do primeiro ‘City Tour’, passeio guiado realizado na Romaria. (Foto: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), em parceria com a Secretaria de Turismo e Romaria (Setur), irá oferecer cursos gratuitos de condutor de visitantes (guias) para quem deseja atuar na área de turismo. Serão formadas duas turmas turmas, com 20 vagas cada, nos horários de 13h às 17h e de 18h às 22h. O curso tem carga horária de 160 horas, com duração de 40 dias.

Quem tiver interesse em participar, deve se encaminhar para o Núcleo de Arte, Educação e Cultura Marcus Jussier, localizado na Rua Antônio Walter Honorato, Pirajá, S/N, próximo à Caixa Econômica Federal, com as cópias dos seguintes documentos: RG, CPF, comprovante de endereço e certificado escolar.

O condutor de visitantes atua no segmento turístico de recepção e condução de visitas mediadas em espaços e roteiros ambientais ou programas de educação ambiental. Este programa visa aperfeiçoar técnicas de condução e mediação de conteúdo ambiental, através de modelos de interpretação do patrimônio natural local de forma adequada a cada tipo de cliente ou grupo.

09:41 · 26.09.2017 / atualizado às 09:41 · 26.09.2017 por
O secretário de Cultura, Alemberg Quindins, esteve avaliando a participação de sua pasta, responsável por levar os grupos de tradição popular à Romaria. (Foto: Samuel Macedo)

Juazeiro do Norte. Visando os preparativos para as próximas romarias, aconteceu nesta segunda-feira (25) a reunião para avaliar a Romaria de Nossa Senhora das Dores, que abriu o ciclo de turismo religioso no Município. O encontro, realizado no Círculo Operário São José, foi uma iniciativa da Secretaria de Turismo e Romaria (Setur) e envolveu setores responsáveis pelo plano de ação e que possibilitaram maior organização durante o período festivo. Os serviços realizados durante o evento religioso receberam avaliação positiva.

Representantes das Secretarias municipais, que este ano trabalharam de forma integrada a Setur, estiveram presentes. Cada órgão apresentou os resultados do trabalho executado e levantaram considerações importantes para os próximos eventos religiosos da cidade.

Para as próximas romarias, o Secretário de Turismo e Romaria, Júnior Feitosa, pretende dar continuidade em projetos inovadores na promoção do turismo na cidade e receptividade ao romeiro, como o City Tour, realizado em ônibus apropriados, com guias de turismo credenciados pela Embratur e totalmente gratuito.

O Secretário falou ainda sobre as ações para melhor atender os motoristas de ônibus que trazem romeiros de diversas cidades do Nordeste, como serviços oferecidos pelo Sest/Senat e Secretaria de Saúde, como cortes de cabelo, palestras sobre os fatores de risco ocupacional e orientações sobre a prática de exercício laboral e verificação de pressão e glicemia. O estacionamento para embarque e desembarque dos romeiros também recebeu revitalização. Oito banheiros foram construídos no local e feita a recuperado da iluminação, além de adequação em diversos pontos, e intensificação do trabalho de limpeza pela municipalidade, entre outras ações no período das festividades religiosas.

Reconhecimento

Em ofício enviado pela Câmara Municipal de Juazeiro do Norte, a vereadora Auricélia Bezerra, com coautoria da vereadora Rita de Cássia Monteiro, apresentou congratulações pelo excelente trabalho realizado na Romaria pela Gestão Municipal, destacando a disponibilidade de transporte coletivo para que os romeiros visitassem os pontos turísticos locais.

21:15 · 15.09.2017 / atualizado às 08:47 · 19.09.2017 por
Muitas lágrimas dos romeiros na bênção dos chapéus. (Foto: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. Muita emoção marcou o encerramento da Romaria de Nossa Senhora das Dores, nesta sexta-feira (15). Pela manhã, a Basílica Menor ficou lotada para a Missa Solene em homenagem à padroeira e, em seguida, foi realizada a tradicional bênção dos chapéus. Mais tarde, às 17 horas, a festa tomou as ruas da cidade durante a procissão que percorreu algumas das principais vias da cidade. A despedida dos fiéis aconteceu à noite, na Praça do Romeiro, com celebração religiosa e show pirotécnico.

A programação da Romaria de Nossa Senhora das Dores, a segunda maior do Ceará, começou desde o dia 26 de agosto. No entanto, entre os dias 10 e 15 de setembro é que a cidade recebe o maior número de pessoas. Segundo a Secretaria de Turismo e Romaria, mais de 300 mil pessoas passaram por Juazeiro durante a semana.  De acordo com o titular da Pasta, Júnior Feitosa, a festa valorizou a cultura do Município. “O movimento foi  muito forte, a Prefeitura fez com que todos os grupos culturais locais participassem e que a população abraçasse os romeiros na cidade”, avalia.

O prefeito Arnon Bezerra, que participou da procissão, acredita que a Romaria tem ganhado força e organização e esteve de acordo com a expectativa de todos que trabalharam na festa. “Estamos envaidecidos. Tivemos a colaboração da Igreja e a cidade esteve limpa, o romeiro se comportou. A emoção que senti está estampada em cada romeiro que veio para a gente, elogiou a cidade ou deu sua sugestão. Tudo no sentido de termos algo ainda melhor”, conta o Chefe do Executivo.

As mudanças que a cidade passou como a reforma de praças e, principalmente, do Estacionamento do Romeiro, agradou os visitantes, como o motorista Francisco de Assis, que veio Araruna (PB), junto com outros 50 romeiros. “Eu achei bom, mas outros (motoristas) procuraram outro local para estacionar, porque ficou distante dos ranchos”, conta.

A primeira vez que Francisco de Assis veio à Juazeiro foi em 1975, na época, como romeiro. Hoje, ele trabalha fretando ônibus para a festa da “Mãe das Dores” e aproveita para levar presentes da cidade. “Toda vida a gente leva uma lembrancinha para a família: um santinho, um quadro, um brinquedo paro neto, terço”, completa.

Já o aposentado José Morais, de Canhotinho (PE), visita Juazeiro há 45 anos e acredita que o número de romeiros, este ano, diminuiu em relação as romarias anteriores. “Eu pensei de ser mais gente, porque na minha região passou muito carro desde os dias 07 e 08 (setembro). Aí, sempre dizia ‘Juazeiro deve ter muita gente’, mas aqui eu não vi esse povo todo”, conta o romeiro. Apesar disso, José Morais gostou da festa e aproveitou, também, presentear os conterrâneos, levando rapadura comprada na Terra do Padre Cícero.

A procissão

A caminhada começou às 17 horas, na Basílica de Nossa Senhora das Dores e contou com a participação de seis grupos de reisado locais, quatro fanfarras e os coletivos Barracão Centelha e o bloco de carnaval Terreirada Cearense, vindos do Rio de Janeiro e que visitam Juazeiro do Norte. Tomando as ruas da cidade, a procissão deu cores ao início na noite no Centro e atraiu milhares de moradores nas calçadas, acompanhando os festejos.

O cortejo de Nossa Senhora das Dores agradou a pedagoga Socorro Oliveira, que mora em Juazeiro do Norte e todos os anos acompanha a procissão de encerramento. “ A matriz fez uma festa belíssima. Estamos vendo a presença de muitas pessoas, grupos culturais que fazem parte da nossa terra. Isso faz abrilhantar, ainda mais, a festa. Cada reisado com uma performance diferente. Mas o que me deixa mais feliz é participação da população, junto com os romeiros”, exalta.

Atendimento médico

Desde o dia 08 de setembro foi montada um Posto de Saúde, no Centro Paroquial de Assistência ao Romeiro, ao lado da Basílica Menor de Nossa Senhora das Dores. A partir da segunda-feira (10), quando o fluxo de romeiros na cidade aumenta, o posto registrou, em média, 300 atendimentos por dia.

De acordo com a técnica de enfermagem, Myrla Cardozo, a maioria dos atendimentos envolveram desmaios, desidratação e intoxicação alimentar. No entanto, também houveram atendimentos mais graves, como fraturas, traumatismo cranioencefálico, acidente vascular cerebral e até infarto. Todos os casos encaminhados para o Hospital Regional do Cariri. Felizmente, ninguém chegou a óbito. Ao contrário do ano passado que registrou três mortes durante a Romaria.

“O calor é um inimigo, principalmente, para os romeiros mais idosos. A pressão eleva, alguns desmaiam, tem diarreia ou apresentam outros sintomas. Muitos não tomam líquido, se hidratam ou se alimenta regularmente. Outros não tomam medicamento no horário correto”, explica Myrla.

09:12 · 13.09.2017 / atualizado às 09:12 · 13.09.2017 por

Juazeiro do Norte. Com a chegada de milhares de romeiros para a Romaria de Nossa Senhora das Dores, a Secretaria de Saúde instalou um Posto de Saúde no Centro Paroquial de Assistência ao Romeiro, ao lado da Basílica Menor de Nossa Senhora das Dores. Lá, está funcionando, desde sexta-feira (08), atendimentos médicos, aferição de pressão, teste de glicemia, aplicação de insulina (para quem já faz uso do medicamento) e nebulização, além da realização de curativos e retirada de pontos.

No local, há ainda quatro leitos para atendimento de pessoas com diarreia, que necessitam tomar soro, e também para aquelas que precisam de aplicação de medicação intravenosa ou ficar em observação. Além disso, estão sendo disponibilizados diversos tipos de medicamentos, com exceção daqueles de receita controlada. Em casos mais graves, os pacientes são encaminhados de ambulância para alguma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) ou para o Hospital Regional do Cariri (HRC).

O atendimento aos romeiros está acontecendo de 7h às 19h e de 19h as 0h, e irá até à meia-noite do dia 15 de setembro. De acordo com a enfermeira Jairlania Nogueira, só durante a tarde do dia 11 foram contabilizados 280 atendimentos.

A diarista Maria José da Silva, romeira vinda de Maceió, Alagoas, está visitando Juazeiro do Norte pela sexta vez. Ela contou que estava com a pressão alta e foi orientada pela Guarda Municipal a procurar o Posto de Saúde. “Minha pressão estava 20 por 11. Esse atendimento é muito importante porque a gente vem de longe e numa hora como essa precisa e eles atendem”, afirmou.

20:56 · 10.09.2017 / atualizado às 22:13 · 10.09.2017 por

Juazeiro do Norte. Tradição, fé e criatividade. Há 46 anos acontece a Procissão dos Carroceiros que, anualmente, reúne dezenas de fiéis para percorrer a Rua São Pedro na semana que antecede o dia de Nossa Senhora das Dores, padroeira de Juazeiro, no próximo dia 15 de setembro. O evento, este ano, concentrou-se na sede Fundação Leandro Bezerra de Menezes e reuniu cerca de 80 carroceiros que desfilaram na principal rua comercial da cidade, no início da noite deste domingo (10). O trajeto também contou com a participação da Banda de Música Municipal, fanfarra da escola Moreira de Sousa e de grupos folclóricos locais.

Cada carroceiro trouxe sua família, ornamentou seu transporte e deu brilho ao centro da cidade. Na carruagem, imagens de Nossa Senhora das Dores e do Padre Cícero foram frequentes. A procissão é um dos principais eventos do calendário da festa da padroeira do Município e dá início a semana da “Grande Romaria”, período que recebe maior número de romeiros. Organizada pela Fundação Leandro Bezerra de Menezes, este ano contou com apoio da Basílica de Juazeiro do Norte e a secretarias de Cultura e, também, Turismo e Romaria.

Prefeito Arnon Bezerra acompanhou a procissão (Foto: Antonio Rodrigues)

Segundo o carroceiro João Hélio Gomes, a procissão é um tradição que lembra os primeiros romeiros que chegaram na cidade. “Eu venho desde o tempo de meu avô. Ele me trazia para cá, mas hoje o que me traz é a fé que tenho em Nossa Senhora e a tradição que fui criado”, explica. Enquanto o aposentado Antonio Gomes de Araújo enxerga o evento como comemoração. “É um dia festivo para a cidade. Além da fé, é momento de celebração e alegria”, completa.

Já o carroceiro Antonio Severiano Rosa, que trouxe toda sua família, valoriza o dia para estar junto com as pessoas que trabalham e dependem deste transporte para sobreviver. “Desde os 12 anos eu venho e peguei a tradição. Todo ano venho agradecer, pois carroça é meu o ganha pão. Tenho que ganhar o feijão. Nós somos pobres, mas somos pais de família”.

Além dos carroceiros, os grupos de tradição, como o Reisado do Mestre Bagaceira, Reisado do Mestre Dedé  e a Banda Cabaçal Mestre Leandro, acompanharam a procissão em todo seu trajeto. De acordo com Maria Gomide, diretora do Núcleo de Arte, Educação e Cultura, a participação destes grupos na romaria faz parte de cronograma de trabalho que a Secretaria de Cultura vem desenvolvendo ao longo do ano. “A articulação, de certa forma, vêm de uma bagagem anterior. Toda a equipe que está agora são pessoas do meio. Eu já convivo com esse grupos desde que nasci. Os contatos já estão estabelecidos”, explica.

A procissão terminou com uma missa na Basílica de Nossa Senhora da Dores, celebrada pelo Padre Cícero José, às 19 horas. A manifestação deu início em 1971 com o empresário Leandro Bezerra de Menezes e, após sua morte, sua esposa Salete Cruz Bezerra deu continuidade. Todo ano ela traz, ao seu lado, a imagem da padroeira de Juazeiro do Norte no andor criado na carroça.

Mais um ano que Salete Cruz Bezerra acompanha Nossa Senhora das Dores na “carroça andor” (Foto: Antonio Rodrigues)

Romaria

Durante os dias 10 e 15 de setembro, são esperados cerca de 400 mil romeiros em Juazeiro do Norte. A Prefeitura realizou pequenas obras para melhorar a estrutura e o aspecto do Município. A principal delas é o Estacionamento do Romeiro, que poderá receber 185 veículos de grande porte. Enquanto a segurança e cuidado do patrimônio será feita por um contingente de 85 guardas civis, que terão apoio, pela primeira vez, de uma unidade móvel.

18:55 · 06.09.2017 / atualizado às 19:20 · 06.09.2017 por

Juazeiro do Norte. A companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) vai operar de forma especial para garantir o abastecimento de água em Juazeiro do Norte, durante a Romaria de Nossa Senhora das Dores. Entre os dias 13 e 15 de setembro, alguns bairros terão redução no tempo de abastecimento. A empresa acredita que, com isso, irá garantir a distribuição de água para toda a cidade que receberá, aproximadamente, 400 mil fiéis durante o evento.

Ao todo, 17 bairros serão afetados pela redução do tempo de abastecimento de água, durante os três dias. Nos bairros João Cabral, Romeirão, Pirajá, Santa Teresa e parte do Salesianos, a diminuição será de até três horas. Já o Timbaúbas, Pio XII, Limoeiro, Vila Fátima, Leandro Bezerra, Parque São Geraldo, Almino Loiola e parte do Novo Juazeiro, terão quatro horas de redução. Enquanto o Antônio Vieira e Jardim Gonzaga terão percas de abastecimento por até dez horas. Além disso, dois bairros adotarão regime especial em partes diferentes, por períodos distintos, pois cada região depende de poços específicos. São os casos do Triângulo, que terá quatro e dez horas de redução, e Lagoa Seca, com três e dez horas.

A empresa estima que, durante a romaria de Nossa Senhora das Dores, 10.244 metros cúbicos de água por dia serão direcionados para as áreas com maior concentração de romeiros. Além do aumento da população, a Cagece ressalta outros alguns fatores que influenciam no abastecimento desses bairros, como a temperatura – o calor aumenta o consumo – e a vazão dos poços nesse período.

Durante a romaria, a Cagece orienta que a população consuma água com moderação, priorizando as atividades essenciais e o consumo humano. A empresa, também, ressalta que o Ceará tem enfrentado a maior crise hídrica de sua história e que o consumidor seja responsável, mesmo nos períodos em que não há os tradicionais festejos no município.

Para qualquer esclarecimento ou solicitação, os clientes da Cagece podem entrar em contato pelo aplicativo da empresa Cagece Mobile, pelo chat online disponível em seu site, ou ainda na Central de Atendimento pelo telefone 08002750192.

12:22 · 01.09.2017 / atualizado às 12:28 · 01.09.2017 por

Juazeiro do Norte. Cerca de 400 cavaleiros, vaqueiros e amazonas percorreram as ruas do município, na manhã desta sexta-feira (01), dando início à romaria de Nossa Senhora das Dores – a segunda maior do Ceará. Conduzidos pela imagem da padroeira da cidade, a cavalgada saiu da Praça do Giradouro e terminou na Praça dos Romeiros, onde foi realizada a missa dos vaqueiros e a bênção dos animais, pelo Padre Cícero José.

A imagem de Nossa Senhora das Dores, conduzida no tradicional carro de boi, guiou os cavaleiros no trajeto que percorreu as principais ruas e avenidas da cidade. Segundo o Padre Cícero José, idealizador da cavalgada, o evento é o marco do início da festa e busca resgatar a participação daqueles que deram início às experiências de peregrinação à Juazeiro. “As primeiras romarias aconteciam a pé e também a cavalo, com romeiros de vários estados do Nordeste. Nós queremos que os juazeirenses e pessoas da cidades vizinhas vivam essa experiência”, explica o pároco.

Padre Cícero José, da Basílica de Nossa Senhora das Dores, idealizou e conduziu a cavalgada (Foto: Antonio Rodrigues)

Organizada pela Secretaria de Turismo e Romaria, com o apoio da Secretaria de Agricultura, a cavalgada é uma homenagem ao centenário da romaria Nossa Senhora das Dores. O prefeito Arnon Bezerra destacou que o evento se tornará parte do calendário de festas da padroeira do Município, exaltando a história dos primeiros visitantes. “Foi através do animal que o romeiro chegou aqui pela primeira vez. Aqui, trouxeram arte, sua cultura e alegria. Nós vamos continuar fazendo história. Todos nós temos a responsabilidade de conduzir essa cidade na inspiração do Padre Cícero”, acrescentou.

Com o início da festa, a Basílica de Nossa Senhora das Dores terá celebrações diariamente. Além disso, está sendo construída uma cidade cenográfica, dentro da praça dos Romeiros, que resgata a arquitetura da Vila Tabuleiro Grande, sítio que deu origem a Juazeiro do Norte. No espaço haverá quermesses e apresentações culturais.

Romaria

Durante os dias 09 e 15 de setembro, são esperados cerca de 400 mil romeiros em Juazeiro do Norte. A Prefeitura realiza pequenas obras para melhorar e estrutura e o aspecto do Município. A principal delas é o estacionamento do romeiro, que poderá receber 185 veículos de grande porte. Enquanto a segurança e cuidado do patrimônio será feita por um contingente de 85 guardas civis, que terão apoio, pela primeira vez, de uma unidade móvel.

08:46 · 04.04.2017 / atualizado às 14:31 · 04.04.2017 por

Juazeiro do Norte. O Secretário de Turismo e Romaria, Júnior Feitosa, realizou a primeira reunião de integração entre os setores que atuarão na Semana Santa, que acontecerá do dia 9 a 16 de abril. O objetivo do encontro foi traçar o plano de trabalho que será executado para a organização dos dias do evento religioso.

A fim de evitar os excessos, principalmente na quinta e sexta-feira santas, quando os fiéis sobem a Colina do Horto, onde encontra-se erguida a estátua do Padre Cícero, a venda e uso de bebidas alcoólicas desde o início da subida, até o Horto e o Santo Sepulcro, serão proibidos. A intenção é resgatar e ressignificar algumas tradições, sem perder o encantamento, inerente à Juazeiro do Norte.

Como atração cultural, o Grupo Compactur irá se apresentar com o tradicional espetáculo Paixão de Cristo, a partir das 8 horas no estacionamento do Horto, na sexta-feira. No maior dia de visitações, serão dispostas tendas em pontos estratégicos da Colina para a distribuição de água, uma ação em parceria com a gestão administrativa e a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (CAGECE) e a Cristalina.

Restauração

Nas últimas semanas, a pasta fez avaliação das estações da Via Sacra na Rua do Horto. A resina utilizada para a confecção das estátuas não pode ser submetida a elevadas temperaturas. Como os fiéis costumavam acender velas no local durante a subida à Colina do Horto, no período da Semana Santa, alguns monumentos ficaram danificados.

O projeto é reconstruir todos os monumentos com material mais resistente. Esse projeto já está em andamento e o Secretário de Turismo e Romaria, Júnior Feitosa, espera que antes do Ciclo de romarias, que tem início em setembro, já estejam restauradas.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br

14:31 · 03.02.2017 / atualizado às 14:42 · 03.02.2017 por

Juazeiro do Norte. Visando garantir a segurança da população juazeirense e dos romeiros que visitam a cidade durante a festa de Nossa Senhora das Candeias, a Polícia Militar desenvolveu um plano de operação cujas ações foram executadas pelo policiamento local, bem como pelo efetivo de reforço oriundo de cidades vizinhas e da capital do estado através do Batalhão de Eventos.

O patrulhamento motorizado realizado pelo Policiamento Ostensivo Geral (POG), Força Tática de Apoio (FTA), Ronda Tático de Apoio (RTA) e BPRaio foi intensificado no centro da cidade e no entorno de áreas que concentram grande aglomeração de pessoas como igrejas, museus, praças e mercados. Nesses locais foram montados postos fixos de serviço com revezamento de policiais militares entre os turnos do dia e da noite.

Durante o encerramento da festa, nesta quinta-feira, 02, o policiamento ostensivo foi distribuído em locais estratégicos do percurso da procissão que se realizou pelas ruas Santa Luzia e São Pedro para garantir a tranquilidade dos participantes. Na avaliação do comandante do 2º BPM, Tenente Coronel Paulo Hermann Fernandes, o plano de operação foi cumprido de forma satisfatória devido o empenho e compromisso do efetivo empregado, não sendo registradas ocorrências graves ou de grande vulto durante a Romaria das Candeias.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br