Busca

Tag: sANTANA DO cARIRI


19:42 · 03.06.2018 / atualizado às 20:33 · 03.06.2018 por
Pedro Henrique Correia foi eleito prefeito. Sua vice será Maristela Sampaio. (Foto: Fábio Lemos)

Santana do Cariri. Com Apenas 15 votos de diferença, Pedro Henrique Correia Lopes (PMDB), de 27 anos, foi eleito prefeito deste Município, no Cariri cearense, pelos próximos dois anos e meio. Em eleição suplementar, que aconteceu neste domingo (03), o empresário piauiense foi eleito com 5.004 votos, que representa 50,08% dos votos válidos. Ele ficou à frente do segundo colocado, o ex-vereador Vicente Brilhante (PDT), que recebeu 4.989 votos (49,92%).

Além do empresário, a coligação vencedora “Unidos pelo Povo” (PMDB, PSDB e PSD) elegeu Maristela Sampaio como vice-prefeita. O resultado foi divulgado às 18h58. Dos 12.178 eleitores de Santana do Cariri, 10.512 compareceram às urnas (88,32%). Destes, foram registrados 103 votos Brancos (0,98%), 416 nulos (3,96%). No total, foram 9.993 votos válidos (95,06%).

Durante todo o dia, a votação foi tranquila e não foi registrada nenhuma ocorrência mais grave. Diferente de ontem (02), quando um policial militar da reserva foi preso pela Polícia Federal por porte ilegal de armas. Já na madrugada de hoje, duas pessoas acusaram outro PM de fazer disparos para o alto em via pública. As testemunhas e o oficial foram ouvidos. Nos dois casos, eles têm envolvimento com a campanha.

Cassação

Na sessão de julgamentos do último dia 17 de abril, a Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, presidida pela desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira, manteve, por unanimidade, a cassação dos diplomas da prefeita e do vice-prefeito de Santana do Cariri, Danieli de Abreu Machado e Juracildo Fernandes da Silva, na  Ação de Investigação Judicial Eleitoral nº 348-23, por abuso de poder político/econômico nas eleições de 2016. Os dois são acusados de compra de votos. O presidente da Câmara Municipal, Gildo Lopes, assumiu a Gestão Municipal.

16:47 · 03.06.2018 / atualizado às 17:07 · 03.06.2018 por
Fila pequena na escola Adrião do Vale Nunes, em Santana do Cariri. (Foto: Antonio Rodrigues)

Santana do Cariri. Um dos quatro municípios cearenses a ter eleições suplementares para prefeito e vice-prefeito, neste domingo (03), a cidade de Santana do Cariri, que possui 12.178 eleitores, amanheceu movimentada. A chegada de excursões que são comuns para visitar seus pontos turísticos locais ficou “congestionada” pelo fluxo de efetivo das forças de segurança e da própria população que foi votar. Mas o clima era de tranquilidade e não houve muita demora nas 46 seções, divididas em 21 locais de votação.

De um lado, o ex-vereador Vicente Brilhante (PDT) é candidato a prefeito, tendo como seu vice Mauricio Matos, na coligação “Juntos Abraçamos Santana; Não Podemos Parar”, que conta com apoio da ex-prefeita cassada, Danieli Machado. A chapa opositora “Unidos pelo Povo”, é formada pelo empresário piauiense Pedro Henrique Correia Lopes (MDB) e sua vice é Maristela Sampaio.

O clima ficou mais acirrado ontem (02), quando um policial militar da reserva foi preso pela Polícia Federal por porte ilegal de armas. Já na madrugada de hoje, duas pessoas acusaram outro PM de fazer disparos para o alto em via pública. As testemunhas e o oficial foram ouvidos. Nos dois casos, eles têm envolvimento com a campanha.

Por isso, 30 homens do Batalhão das Divisas, do Batalhão de Ronda de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) e da Força Tática reforçaram a segurança no Município, espalhados nas zonas urbana e rural. “O clima está calmo e a gente imagina que vai transcorrer na maior tranquilidade possível”, projeta o Major Lucivando Rodrigues, comandante da 5º Companhia do 2º Batalhão da Polícia Militar.

A tranquilidade foi reforçada pelo juiz da 53ª Zona Eleitoral, Herick Bezerra Tavares, informando que não houve nenhuma grande ocorrência até agora. “A campanha foi tranquila, com poucas ocorrências comparadas outras passadas. Houve de 8 a 10 ações. O número não se altera muito porque são só cargos majoritários”, explica. Segundo ele, por conta da distância de alguns distritos, o resultado só deve sair por entre 20h às 21h. Após o resultado, os novos prefeito e vice-prefeito devem ser diplomados em até 10 dias.

Nos locais de votação, a movimentação foi maior pela manhã, mas muitos moradores demonstravam clima de desconfiança. O estudante José Carlos Fagundes acredita que o novo gestor terá um grande trabalho pela frente pois “a cidade estava no buraco, vamos ver se vai mudar alguma coisa”, disse. “É desgastante votar de novo, mas vim votar pra ver se melhora alguma coisa. Se não, a cidade afunda de uma vez”, completou.

Já o aposentado José Alves fez questão de exercer a democracia, mesmo acreditando que pouca coisa vai mudar em Santana do Cariri. “Todos que entram, continua do mesmo jeito. O interesse é só neles. A política aqui é um meio de vida”, denuncia.

Cassação

Na sessão de julgamentos do último dia 17 de abril, a Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, presidida pela desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira, manteve, por unanimidade, a cassação dos diplomas da prefeita e do vice-prefeito de Santana do Cariri, Danieli de Abreu Machado e Juracildo Fernandes da Silva, na  Ação de Investigação Judicial Eleitoral nº 348-23, por abuso de poder político/econômico nas eleições de 2016. Os dois são acusados de compra de votos. O presidente da Câmara Municipal, Gildo Lopes, assumiu a Gestão Municipal.

10:53 · 16.05.2018 / atualizado às 10:57 · 16.05.2018 por
Juazeiro do Norte registrou 32 milímetros. A oitava maior chuva do estado. (Foto: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. Na região do Cariri, o “inverno” começa mais cedo, com o período de pré-estação, em novembro e dezembro, no entanto, as chuvas também acabam antes de outras regiões do Ceará. Mesmo assim, após 13 dias, voltou a cair água em mais de 10 municípios na macrorregião, entre as 7h de ontem e às 7h de hoje (16), segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Barbalha teve a maior do Cariri, com 39 milímetros – a quarta do estado. Outra chuva significativa caiu em Mauriti, registrando 34 milímetros. Também tiveram destaque Juazeiro do Norte (32mm), Crato (31 mm), Santana do Cariri (30 mm) e Milagres (30 mm). No mês de maio, o Cariri apresenta a menor média histórica de precipitações de todas as regiões do Ceará: 64.1 milímetros. Até agora, choveu 30,7, milímetros, que representa um desvio negativo de 52%.

No entanto, é provável que as chuvas diminuam a quantidade, nesta segunda quinzena, do último mês de quadra invernosa. Isso porque a Zona de Convergência Intertropical (Zcit), banda de nuvens que circunda a faixa equatorial do globo terrestre e é o principal indutor de chuvas no Estado, começou a se afastar da costa cearense, segundo a Funceme.

Próximos dias

Ao longo de hoje e nos próximos dois dias, a Funceme prevê nebulosidade variável com eventos de chuva voltando a acontecer na região do Cariri e, também, na região Jaguaribana. A partir de amanhã (17), deve chover também na faixa litorânea. Nas demais regiões cearenses, céu parcialmente nublado.

13:29 · 27.04.2018 / atualizado às 13:31 · 27.04.2018 por
12.094 eleitores de Santana do Cariri vão as urnas no dia 3 de junho. (Foto: Alex Costa)

Santana do Cariri. Os 12.094 eleitores deste Município devem voltar às urnas, no próximo dia 3 de junho, para eleger prefeito e vice-prefeito. O pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará aprovou, na sessão da última segunda-feira (23), a data do pleito e aprovou as instruções para a realização de nova eleição. O novo gestor assumirá o cargo da ex-prefeita Danieli Machado e de seu antigo vice, Juracildo Fernandes da Silva, cassados há 10 dias.

As convenções partidárias destinadas a deliberar sobre coligações e a escolha de candidatos serão realizadas no período de 28 e 29 de abril. Já os candidatos deverão ser registrados no Cartório Eleitoral da 53ª Zona Eleitoral, com sede em Nova Olinda, até o dia 2 de maio. Há uma semana, o presidente da Câmara Municipal, Gildo Lopes, assumiu a Gestão Municipal.

As prestações de contas das campanhas eleitorais da eleição suplementar para os cargos de prefeito e de vice-prefeito de Santana do Cariri estão disciplinadas, na Resolução nº 688/2018, também aprovada pelos juízes da corte do TRE.

Convenções 

Nove partidos devem realizar suas convenções no próximo domingo (29) para lançar seus candidatos à prefeito e vice ou se organizarem em coligações. Ao todo, serão três encontros realizadas em locais e horários diferentes. Na chácara Recanto Verde, às 13h, os partidos PDT, PT, PSL, PC do B e PP vão se reunir. Às 15h, é a vez do PSDB e PSD se encontrarem na Escola Estadual Adriano do Vale Nuvens. Por último, às 19h, os filiados ao MDB vão discutir no Ginásio Poliesportivo Pedro Onofre Cidade. Nenhum deles ainda definiu os possíveis nomes.

Nas últimas eleições municipais, em 2016, Danieli Machado venceu de forma apertada, por uma diferença de, apenas, 74 votos. Ela recebeu 5.232, que representa 50.36% dos votos válidos. Já seu adversário, Jesus Garcia (PSD), teve 5,158 (49.64%).

Cassação

Na sessão de julgamentos do último dia 17 de abril, a Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, presidida pela desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira, manteve, por unanimidade, a cassação dos diplomas da prefeita e do vice-prefeito de Santana do Cariri, Danieli de Abreu Machado e Juracildo Fernandes da Silva, na  Ação de Investigação Judicial Eleitoral nº 348-23, por abuso de poder político/econômico nas eleições de 2016.

(Colaborou: Amaury Alencar)

09:47 · 18.04.2018 / atualizado às 09:47 · 18.04.2018 por
Desde a reabertura em janeiro, cerca de 4 mil pessoas visitaram o equipamento. (Fotos: Divulgação/URCA)

Santana do Cariri. O Museu de Paleontologia Plácido Cidade Nuvens, da Universidade Regional do Cariri (URCA), detém mais três novas peças para apreciação dos estudiosos e público que visitam o equipamento. O resgate através da paleoarte de animais que viveram na era Cretácea chama a atenção dos que vão ao museu após a inserção das peças. Reaberto em janeiro deste ano, nestes primeiros três meses, o local recebeu cerca de 4 mil pessoas, de diversas partes do País.

O local apresenta uma nova configuração de suas exposições envolvendo mais ainda a cultura regional, interatividade e didática. Agora, um dinossauro, um crocodilo e uma tartaruga mesmo em miniaturas assumem formas tridimensionais e foram desenvolvidos a partir de estudos relacionados aos animais que viveram há milhões anos.

O trabalho envolve exposições permanentes e temporárias de artistas. “Essa reformulação que o museu passa é permanente, e sempre que se consegue fechar alguma parceria com o paleoartista. Algo que interessa, a gente procura estabelecer parcerias e trazer essas novidades para o museu”, diz Sérgio Vilaça, diretor do Museu de Paleontologia Plácido Cidade Nuvens.

Desde que o museu foi reaberto, a partir da reforma realizada no local, essa está sendo a terceira exposição realizada. Ocorreu a Fossilis. Depois da exposição de arte toda a parte superior do museu foi reformulada, além de serem inseridas novas informações, possibilitando um trabalho mais interativo com o público que visita o equipamento.

Semana dos Museus

No mês de maio próximo acontece um grande evento, com a semana de museus. Nesse período será inaugurada a exposição ‘Gigantes do Cariri’ em Santana do Cariri, e que já vem percorrendo alguns espaços da região. A programação está sendo fechada pelos organizadores do evento.

Vida no planeta

Uma parte considerável da história da vida no planeta está contida nas páginas dos fósseis da Chapada do Araripe. O Museu de Paleontologia é o espaço mais importante no mundo de salvaguarda de mais 10 mil peças fósseis da era Cretácea. São registros de cerca de 110 milhões de anos pretéritos. O equipamento fortalece o turismo científico na região e é um dos mais visitados.

O local recebe alunos de escolas da rede pública, particulares e universidades do Brasil, além de visitantes de países do mundo, como a Bélgica, Inglaterra, entre outros. São trabalhos de pesquisadores e cientistas que buscam desvendar as páginas do passado distante, mas que ainda continua contido nos registros dos fósseis bem preservados da região do Araripe.

20:26 · 17.04.2018 / atualizado às 20:32 · 17.04.2018 por
Danieli Machado perdeu o mandato por 6 votos a 0. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

Fortaleza. Por unanimidade, a Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE/CE), na sessão desta terça-feira (17), manteve a cassação dos diplomas da prefeita de Santana do Cariri, Danieli Machado (PSL), e de seu vice-prefeito, Joracildo Fernandes da Silva (PC do B). Os dois são acusados de abuso de poder político/econômico nas eleições de 2016 através de compra de votos. A ex-chefe do Executivo já havia se licenciado do cargo no mês passado para tratamento de saúde.

A votação foi iniciada no último dia 10 de abril, após o relator do recurso, o juiz Francisco Eduardo Torquato Scorsafava, havia proferido o seu voto.  No entanto, o juiz Cássio Felipe Goes Pacheco pediu vista e, na sessão desta terça-feira (17), apresentou o voto, acompanhando o relator, negando provimento ao recurso.

Após a publicação, o TRE comunicará a decisão ao juízo da 53ª Zona Eleitoral, com sede em Nova Olinda, a qual Santana do Cariri pertence, e providenciará as instruções para a realização de eleição suplementar para escolha de prefeito e vice-prefeito. Por enquanto, o presidente da Câmara Municipal, Gildo Lopes, assume a Gestão Municipal.

A coligação “Respeito e Compromisso com o Povo – PR/PSDB/PSD/ PDT/ PV/ PMB” apresentou à Justiça Eleitoral uma série de documentações que comprova transgressões eleitorais, abuso de poder político e econômico por parte da prefeita de Santana do Cariri para se eleger. O Ministério Público Federal, por meio do procurador regional eleitoral Anastácio Nóbrega, já havia dado parecer desfavorável à Danieli no dia 13 de março deste ano

Com 12.072 eleitores, Santana do Cariri possui uma população de 17.191 pessoas. Nas últimas eleições municipais, em 2016, Danieli Machado venceu de forma apertada, por uma diferença de, apenas, 74 votos. Ela recebeu 5.232, que representa 50.36% dos votos válidos. Já seu adversário, Jesus Garcia (PSD), teve 5,158 (49.64%)

12:00 · 06.03.2018 / atualizado às 12:00 · 06.03.2018 por
A colisão aconteceu na comunidade Bezerra dos Maciel, em um trecho conhecido como “ladeira dos bois”. (Foto: Reprodução)

Assaré. Um acidente na CE-176 entre um Fiat Uno e uma van da Cooperativa de Transporte Alternativo do Araripe (Cootrape-CE) deixou um homem morto e outras pessoas feridas na madrugada desta terça-feira (06). O motorista do carro, Fernando Peixoto, que morava no distrito Dom Leme, em Santana do Cariri, morreu imediatamente.

A colisão ocorreu por volta das 04h30. Segundo policiais militares do destacamento de Assaré, a colisão aconteceu na comunidade Bezerra dos Maciel, entre o distrito de Aratama e a sede do Município, em um trecho conhecido como “ladeira dos bois”, onde já ocorreu outros acidentes.

O encontro entre os dois veículos aconteceu no final da ladeira, próximo à curva. O Fiat Uno ficou destruído e deixou Fernando preso às ferragens. Enquanto a van teve estrutura danificada na parte lateral e perdeu um dos pneus com o impacto, ficando a cerca de 100 metros do local da colisão. O motorista da topic abandonou o local.

O transporte alternativo lavava passageiros até Araripe, que estavam na festa de aniversário de 109 anos de Patativa do Assaré. Enquanto o carro, conduzido por Fernando, vinha de Santana do Cariri. O homem trazia produtos para vender na feira local.

19:46 · 06.02.2018 / atualizado às 19:46 · 06.02.2018 por
Ao todo, 21 comarcas foram representadas. (Foto: Samuel Macedo)

Juazeiro do Norte. Na última segunda-feira (05), aconteceu uma audiência pública para mobilizar a região do Cariri a criarem, regulamentarem e implementarem, por meio de lei, o Serviço de Inspeção Municipal de Produtos de Origem Animal (SIM). O encontro, realizado no auditório da Faculdade Paraíso, foi convocado pelo  Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da Unidade Descentralizada do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon). Ao todo, participaram representantes de 21 municípios.

Segundo a promotora de Justiça Efigênia Coelho, que é coordenadora do Decon em Juazeiro do Norte, os municípios têm o dever de fiscalizar a produção, processamento e comercialização dos alimentos de origem animal para proporcionar maior qualidade, segurança e higiene dos produtos finais que chegam à mesa dos cidadãos. Para isso, cada cidade deve ter um SIM, com técnicos especializados e espaço físico apropriado para realização das atividades.

O evento contou com palestras  do auditor fiscal Ives Tavares, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), e da gerente auditora da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará (Adagri), Adrianne Paixão. Nas apresentações, eles ressaltaram a importância do tema para a saúde pública e para a proteção ambiental e reforçaram a necessidade de fiscalização prévia dos alimentos de origem animal e de formalização do SIM, com base no Decreto n.º 9.013/2017, na Lei Estadual nº 11.988/1992, no Código de Defesa do Consumidor.

Como encaminhamento, cada município será notificado para informar à Promotoria de Justiça da sua Comarca quais medidas serão adotadas para implantação do SIM ou se o Serviço já foi implementado. Em caso de resposta afirmativa, eles deverão apresentar lei e decreto de criação e regulamentação do SIM, a equipe que ficará responsável pela inspeção, com médicos veterinários oficiais e auxiliares, qual a estrutura física e laboratório disponíveis, dentre outras ações necessárias ao pleno funcionamento do órgão municipal de inspeção.

Participaram da audiência prefeitos e representantes das Secretarias Municipais de Agricultura, órgãos da Vigilância Sanitária e membros do MPCE, pela unidade do DECON, de Crato, Santana do Cariri, Assaré, Campos Sales, Araripe, Barbalha, Caririaçu, Farias Brito, Missão Velha, Jardim, Milagres, Brejo Santo, Jati, Porteiras, Mauriti, Barro, Ipaumirim, Aurora, Nova Olinda e Antonina do Norte.

10:40 · 31.01.2018 / atualizado às 23:09 · 01.02.2018 por
O reitor da URCA José Patrício Melo, representou o Geopark Araripe no México. (Foto: Divulgação/URCA)

Crato. Entre os dias 21 e 25 de janeiro, aconteceu o 1º Encontro da Rede de Geoparques da América Latina e do Caribe, em El Chico, Comarca de Minera, México. A Universidade Regional do Cariri (URCA) esteve presente, representando o Geopark Araripe, o primeiro das Américas, com o seu reitor, José Patrício Melo. Ele apresentou vídeos institucionais da área, mostrando o reconhecimento do território. No ano que vem, em março, será a vez do Cariri receber o evento.

A apresentação do Reitor esteve pautada nas estratégias educação ambiental e visibilidade, material, cartografia cultural e todo o trabalho político em torno da diversificação, para que os participantes do evento tivessem ideia do que está sendo desenvolvido. “Eles ficaram impressionados com todo o trabalho e a ampla gama de parceiros e as divulgações nas redes” afirmou Patrício. Além disso, ressaltou o alcance do vídeo sobre o GA divulgado em emissora local, com um grande número de acessos.

Em 10 de setembro deste ano, na Itália, o Geopark terá representação durante a Conferência Global de Geoparques. Na ocasião, acontecerá reunião com integrantes das redes. Também esteve participando da viagem, o diretor do Museu de Paleontologia Plácido Cidade Nuvens – URCA, Sérgio Vilaça. Na oportunidade, ele participou, junto com o Reitor, de importantes encontros relacionados a museus, voltados para a preservação de patrimônio científico.

Geoparques

A América Latina conta atualmente com quatro geoparques, dois deles no México (Comarca Minera e Mixteca Alta), um no Uruguai (Grutas Del Palacio) e outro no Brasil, pioneiro com a criação do Geopark Araripe. Durante a reunião, foi realizada a eleição e posse da primeira diretoria, com a elaboração do estatuto da Rede Latino-americana de Geoparks.

Segundo o Reitor, atualmente existem seis candidaturas a geoparques na América Latina, para a Rede Global da Unesco, podendo chegar a 10. A previsão é que haja apenas inscrições do Brasil somente este ano. “Esse foi o objetivo do nosso encontro e a minha fala era sobre o Geopark Araripe”, disse Patrício Melo, que faz parte do Conselho da Unesco.

Muitos projetos relacionados à educação não foram apresentados, mas ele destaca a diversidade de atuação que já vem sendo empreendida. O Reitor esteve participando como membro fundador da rede e palestrante. Foi eleito coordenador o Geoparque da Comarca Minera, no México, Carlos Cane, geofísico, como vice-coordenador, Patrício Melo, do GA. O secretário adjunto e tesoureiro, de Grutas do Palácio, além do vocal, do Mixteca Alta.

No final do encontro, foi realizada reunião para a apresentação dos primeiros resultados durante o encontro e de todos os aspirantes. Aqueles que ainda não apresentaram candidatura à Unesco estão apenas como projetos. O presidente da GGN e representante da Unesco também marcaram presença no encontro.

O Reitor destaca a importância da realização de uma conferência da rede latino americana no Cariri. Para ele, esse encontro foi importante para avanços em várias frentes, com a continuidade das ações, para a organização da rede. O Professor Patrício Melo esteve realizando visitas aos museus, com o diretor do Museu de Paleontologia da URCA, Sérgio Vilaça, e à Universidade Autônoma do México (UNAM), para trocar experiências de trabalho. Foi visitado também o Instituto de Geografia e Geofísica, onde estão sediados os projetos de Geoparque.

Rede

A Rede de Geoparques Mundiais da Unesco para a América Latina e Caribe foi fundada em maio de 2017, pelos quatro Geoparques Mundiais da Unesco. Ela, assim como algumas criadas em contentes como a Ásia e Europa, com construções de redes em sentido regional, se regem por seus estatutos, em consonância e sem prejuízos aos estatutos da Rede Global de Geoparques (GGN).

11:07 · 10.01.2018 / atualizado às 11:10 · 10.01.2018 por
Serão cerca de 7 mil peças na área de exposição. (Foto: Divulgação/URCA)

Santana do Cariri. O Museu de Paleontologia Plácido Cidade Nuvens será reinaugurado, pela Universidade Regional do Cariri (URCA), no próximo dia 17 de janeiro, às 18 horas. Na ocasião serão abertas as exposições Fósseis do Cariri, Memorial Plácido Cidade Nuvens, e Fossilis – Olhares sobre a Chapada, integrando a arte à ciência da paleontologia e contando um pouco da história do homem e sua vivência no seu habitat.

A renovação do museu traz além da nova forma de expor o acervo, de maneira facilitada ao entendimento do público em geral, as salas com exposições temáticas, a exemplo do fundador do local, Professor Plácido Cidade Nuvens, fundador do Museu e ex-reitor da URCA. São cerca de 7 mil peças que se inserem na área de exposições, além da reserva técnica do espaço, reunindo importante material do período Cretáceo, de mais de 110 milhões de anos.

Segundo o diretor do Museu, Sérgio Vilaça, haverá três mudanças importantes, conforme a direção, a partir da reabertura, como nova conceituação da exposição de fósseis, antes organizada por formações, como a Crato, Romualdo e Ipubi, e agora estará por espécies, destacando a diversidade de fósseis que existe no Museu. “Está mais interativa. E quem for ao local, terá a oportunidade de receber orientações dos monitores mirins, que vão guiar as pessoas pelo museu”, diz ele. Todos os fósseis expostos, contam com uma placa indicativa.

A segunda exposição poderá ser vista no salão interior, onde ficava o dinossauro. Pela primeira vez, estará sendo exibida no museu a exposição de artes “Fossilis”, com uma leitura sobre a paleontologia e a Chapada do Araripe. Os artistas convidados fizeram trabalhos específicos, para levar ao museu o diálogo entre a riqueza da Chapada, a cultura e a paleontologia.  São 12 artistas que estão trazendo trabalhos de artes sobre a leitura da Chapada.

Memorial

Também será aberto um espaço dentro do Museu com um memorial permanente em homenagem ao Professor Plácido Cidade Nuvens. Poderão ser vistas imagens desde o momento em que ele fundou o museu até o seu falecimento, há um ano. Nessa linha do tempo, é traçada a história do criador do Museu e o próprio espaço, que todos os anos recebe milhares de visitantes, entre pesquisadores, estudantes e pessoas interessadas em conhecer a história dos animais da pré-história que viveram na região. Na sala estarão dois fósseis especiais, a Libélula, muito famosa, e o primeiro fóssil do Museu.