Busca

Tag: saúde


13:01 · 29.05.2018 / atualizado às 13:17 · 29.05.2018 por
As cirurgias eletivas agendadas no Hospital São Lucas estão temporariamente suspensas. (Foto: Divulgação)

Juazeiro do Norte. Devido à paralisação dos caminhoneiros e a crise no abastecimento de combustível, a Secretaria Municipal de Saúde informou, em nota, divulgada nesta segunda-feira (29), que alguns serviços serão temporariamente afetados até que se regularize a situação. As viagens dos pacientes que fazem tratamento em Fortaleza foram suspensas, assim como as visitas domiciliares. No entanto, os serviços essenciais para atendimento de casos de emergência, como as ambulâncias, estão mantidos.

Já o Instituto Médico de Gestão Integrada (Imegi) comunicou que os fornecedores de materiais e medicamentos estão com dificuldade de efetuar a entrega de insumos para o Hospital e Maternidade São Lucas, em Juazeiro do Norte. De forma preventiva, para que não haja descontinuidade nos atendimentos de urgência e emergência, as cirurgias eletivas agendadas nesta unidade estão temporariamente suspensas.

“Ressaltamos que a unidade possui estoque suficiente para suprir as demandas de atendimento emergencial por mais uma semana e que todas as cirurgias que estavam agendadas para este período serão remarcadas, tão logo a situação seja regularizada”, disse em nota.

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA), do bairro Limoeiro, está com boa parte do seu estoque suprido, podendo funcionar até 15 dias com atendimento normalizado, à exceção de alguns medicamentos que estão na eminência de serem entregues.

“A Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte e o IMEGI asseguram que envidarão seus melhores esforços para atender à população juazeirense da melhor forma possível nesse momento de tensão que afeta todo o país”, conclui.

Hospital Regional

O Hospital Regional do Cariri, em Juazeiro do Norte, que atende média e alta complexidade, não teve seu serviço comprometido pela greve dos caminhoneiros. Segundo a assessoria, o equipamento recebe grandes quantidades de insumos e medicamentos porque a demanda é maior e este número tem suprido. Lá, são atendidos, em média, 200 pacientes por dia.

09:27 · 10.04.2018 / atualizado às 09:27 · 10.04.2018 por
É possível receber as vacinas em todas as salas de vacinação do Município, de segunda à sexta-feira. (Foto: Helio Filho)

Juazeiro do Norte. A Secretaria Municipal de Saúde, através da coordenação de Imunização, estará intensificando as vacinas contra o HPV e meningite para o público adolescente durante o mês de abril. A recomendação é do Ministério da Saúde, que está realizando a Campanha em todo o país.

A vacina contra a meningite está disponível para a faixa etária de 11 a 14 anos, dose única. Já a vacina contra o HPV está sendo aplicada em meninas de 09 a 14 anos e em meninos de 11 a 14 anos, em duas doses, com intervalo de 06 meses entre elas. A faixa etária para a vacina contra o HPV pode ser estendida até os 26 anos para pessoas com câncer, portadoras do vírus HIV ou transplantadas.

É possível receber as vacinas em todas as salas de vacinação do Município, de segunda à sexta-feira. Além das Unidades Básicas de Saúde (UBS), a imunização acontece ainda no Hospital Infantil Maria Amélia Bezerra de Menezes, na Policlínica Tasso Ribeiro Jereissati e no Centro de Dermatologia.

As escolas municipais também estão recebendo a campanha de vacinação, através do Programa Saúde na Escola (PSE). Para que o aluno receba a vacina é preciso que os pais ou responsáveis assinem o termo de autorização.

De acordo com a coordenadora de Imunização do Município, Márcia Rejane, instituições de ensino da rede privada também podem levar a vacinação para dentro da escola, bastando apenas que solicite à Secretaria de Saúde o agendamento com a equipe da Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro.

A vacina contra o HPV previne alguns tipos de câncer, em homens e mulheres. “É importante que os adolescentes tomem a vacina agora para quando chegarem à fase adulta já estejam protegidos. Estudos mostram que 70% dos casos de câncer do colo de útero são devido ao vírus HPV”, explicou a coordenadora de Imunização.

“Nós pedimos à comunidade, que procure a Unidade Básica de Saúde do bairro, pois todas já estão abastecidas com essas vacinas. São vacinas de suma importância. A meningite é uma doença grave, que em alguns casos pode levar a óbito” completou Márcia.

10:38 · 09.04.2018 / atualizado às 10:38 · 09.04.2018 por
Crianças recebem orientações sobre o cuidado com a higiene bucal. (Foto: Helio Filho)

Juazeiro do Norte. No Dia Mundial da Saúde, celebrado no último sábado (7), a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), desenvolveu uma série de ações, com o intuito de promover a conscientização acerca dos cuidados com a saúde e ainda proporcionar diversos serviços para a população. Em 2018, o tema escolhido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para comemorar a data foi “Saúde para todos”

Durante a semana, alunos do Colégio Militar receberam palestras sobre temas relacionados à saúde, como alimentação saudável, arboviroses e autismo. Na sexta-feira (06), em parceria com a 21ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRES) e Instituições de Ensino Superior, a Sesau disponibilizou serviços em saúde na ação realizada na Praça do Memorial Padre Cícero. Já no sábado (07), a ações foram promovidas em parceria com o Cariri Garden Shopping.

Prevenção

Entre os serviços, a população teve acesso às orientações sobre prevenção das arboviroses com o Núcleo de Mobilização Social; sobre saúde do trabalhador com a equipe do CEREST; sobre infecções sexualmente transmissíveis, com a distribuição de preservativos pelo núcleo de Infectologia. Foram oferecidos serviços de imunização, com vacinas contra hepatite B, tétano, meningite e HPV.

Através de equipes do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), de Estratégia Saúde da Família (ESF), Saúde Bucal, Programa Saúde na Escola, foram disponibilizadas ainda aferição de pressão arterial, orientações de saúde bucal, avaliação física e nutricional.

Fortalecimento

“É uma preocupação dessa gestão melhorar a qualidade dos serviços públicos de saúde, com esse trabalho permanente de aproximação com a população. Estamos trabalhando diariamente para integrar nossos serviços, fortalecendo ainda a parceria com as Universidades”, afirmou o diretor de Vigilância à Saúde, David Antônius.

A secretária executiva de Saúde, Francimones Rolim, ressaltou que esses eventos são importantes “para que a comunidade possa se cuidar, se prevenir, para que a gente possa ter uma população mais saudável, proporcionando assim mais qualidade de vida para todos”, disse.

04:50 · 07.11.2017 / atualizado às 00:40 · 07.11.2017 por
A estátua do Padre Cícero ganhou a cor da campanha. (Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal)

Juazeiro do Norte. Iniciada na última quarta-feira, 01, a campanha mundial de conscientização sobre o câncer de próstata, “Novembro Azul”, ganha força no Município a partir do apoio da Secretaria de Saúde (Sesau). Este tipo de câncer é o mais frequente entre os homens e por isso há a necessidade de conscientizar a população masculina sobre a importância da realização dos exames preventivos.

O mês passado foi dedicado à campanha de conscientização sobre o câncer de mama e do colo do útero, o “Outubro Rosa”, onde a adesão da população feminina na realização dos exames preventivos atendeu às expectativas da Secretaria de Saúde.

Durante todo o mês de novembro, a Sesau intensificará as ações de rastreamento do câncer de próstata, através da solicitação dos exames de toque e de PSA. Este último é um exame de sangue que serve para diagnosticar alterações na próstata. A oferta de consultas com urologistas está sendo ampliada, com a agilização do processo de encaminhamento dos pacientes para o especialista.

De acordo com a coordenadora da Atenção Primária, Jaqueliny Rodrigues, as Unidades Básicas de Saúde (UBS) estão voltadas também para ações de promoção da saúde do homem, no que tange ao incentivo da alimentação saudável, da prática de atividades físicas e do abandono do uso de álcool e outras drogas. “O câncer de próstata é o foco da campanha, mas a gente vai estar orientando que existem outras formas de câncer que acometem o homem”, explicou Jaqueliny. Para alcançar um público maior, alguns sábados serão dedicados à campanha nas UBS.

09:20 · 06.11.2017 / atualizado às 09:20 · 06.11.2017 por

Juazeiro do Norte. No próximo sábado (11),  a Secretaria de Saúde de Juazeiro do Norte, através do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), realizará o Dia “D” da Campanha de Vacinação Contra Raiva Animal. As vacinas poderão ser aplicadas, gratuitamente, de 8h às 17h, em vários bairros da cidade.

De segunda a sexta-feira, a vacina antirrábica pode ser encontrada de em horário comercial, no Centro de Controle de Zoonoses. Porém, no Dia “D”, a população contará com 31 pontos de vacinação espalhados pela cidade, onde poderá levar seus cães e gatos, com idade a partir de três meses de vida, para serem vacinados.

Apesar de atualmente essa zoonose estar controlada, as pessoas que possuem cães e gatos de estimação devem manter o cuidado para evitar a sua transmissão, sendo a vacina a única forma de prevenção.

Em caso de contaminação de um humano através da mordida de um animal com raiva, a orientação, de acordo com a coordenadora do CCZ de Juazeiro do Norte, Rosilene Rodrigues, é que se procure uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), para que um médico avalie a lesão e encaminhe o paciente ao Hospital Municipal Maria Amélia Bezerra de Menezes, com a solicitação da quantidade de vacina para humanos que deverá ser aplicada, a depender da lesão.

“Após o Dia ‘D’ de vacinação na zona urbana, vamos iniciar na zona rural até dezembro, com datas e sítios definidos”, explicou a coordenadora do CCZ. Além disso, haverá dias de intensificação da vacinação na zona urbana em bairros onde a meta possa não ser alcançada. Confira os pontos de vacinação no site.

16:32 · 27.10.2017 / atualizado às 16:33 · 27.10.2017 por

Missão Velha. Após pedido do Ministério Público do Estado do Ceará, o juiz Matheus Pereira Júnior concedeu, no último sábado (20), liminar determinando que a Prefeitura Municipal assuma a gestão do Hospital Geral de Missão Velha e assuma todas as obrigações financeiras já contraídas pela instituição junto a fornecedores e profissionais de saúde.

Por meio da Promotoria de Justiça de Missão Velha, a ação foi motivada pela presença de diversas irregularidades na gestão do hospital, sob a responsabilidade da Associação Comunitária de Promoção e Assistência à Família (Soprafa). O magistrado determinou, ainda, o imediato afastamento da presidente Maria da Salete Januário Pereira da gestão da entidade.

Algumas das ilegalidades encontradas foram: problemas na infraestrutura do prédio, setor obstétrico com equipamentos defeituosos, central de esterilização funcionando de forma precária, sala de vacinação inadequada, ausência de desfibrilador na sala de urgência, ausência de enfermeiro em todos os horários de funcionamento do hospital, inexistência de registro no Conselho Federal de Enfermagem (COFEN) e de licença ambiental, dentre outras. Além disso, a Promotoria de Justiça detectou a ausência de prestação de contas dos recursos públicos recebidos.

Em maio deste ano, a Prefeitura de Missão Velha tinha assumido a gestão do Hospital Geral de Missão Velha. Mas um desentendimento entre o Governo Municipal e o proprietário legal do equipamento, levou a gestão de volta a iniciativa privada, no mês de agosto. No dia 16 deste mesmo mês, o MPCE entrou com uma ação civil pública para que o controle do hospital retornasse ao poder público.

 

05:38 · 26.10.2017 / atualizado às 04:42 · 26.10.2017 por
Desde o início do mês, a estátua do Padre Cícero recebeu iluminação rosa para dar mais atenção à campanha. (Foto: Antonio Rodrigues)

Juazeiro do Norte. A Secretaria de Saúde, através da Coordenação da Atenção Primária, dedicará a próxima sexta-feira (27) à realização do Dia ‘D’ da campanha Outubro Rosa. Assim, todas as equipes da Atenção Primária foram orientadas a dedicar o turno da manhã à saúde da mulher, com a realização dos exames citopatológicos e, também, com a promoção de atividades de educação em saúde.

Neste mesmo dia, a partir das 8h, na Praça Padre Cícero, acontecerá uma Ação de Promoção da Saúde, com foco na saúde da mulher. A ação contará com o apoio do Núcleo de Mobilização Social e do setor de Imunização da Sesau, e tem como objetivo reforçar junto à sociedade a importância da realização do exame clínico das mamas, como também a prevenção do câncer do colo do útero.

Na ocasião, em virtude da passagem do Dia Nacional de Combate à Sífilis, que acontece no terceiro sábado do mês de outubro, haverá ainda ação de conscientização sobre a doença, levando esclarecimento à população sobre as formas de preveni-la e sobre o tratamento.

Outras programações

O Núcleo de Apoio à Saúde da Família – NASF 02, realizará na próxima terça-feira, 31, a partir das 7h, atividades voltadas para o tema da campanha Outubro Rosa, na Praça da Alegria, bairro Novo Juazeiro. Haverá sessão de relaxamento e exercícios físicos aeróbicos para o público que desejar participar, além de um período dedicado a informações e orientações sobre os cuidados relativos à saúde mulher.

Ainda no dia 31, o Núcleo de Mobilização Social promoverá palestra sobre câncer de mama, às 8h, na Escola de Ensino Fundamental Odorina Castelo Branco Sampaio.

01:38 · 19.10.2017 / atualizado às 01:38 · 19.10.2017 por
Na sede da Secretaria de Saúde, representantes de três Pastas debateram o combate à microcefalia (Foto: Reprodução/Prefeitura Municipal)

Juazeiro do Norte. Na manhã de ontem (18), a Secretaria de Saúde recebeu representantes das Secretarias de Educação e de Desenvolvimento Social e Trabalho para debater e apresentar propostas para a elaboração do Plano Municipal de Enfrentamento à Microcefalia. A ação é uma recomendação do Ministério da Saúde, visando melhorar a assistência prestada às crianças com microcefalia e suas famílias.

O Plano permeia quatro eixos principais: saúde reprodutiva e sexual; atenção integral às crianças; atenção integral às famílias e educação permanente. Na ocasião, foi encaminhado que as secretarias envolvidas realizem um levantamento daquilo que podem ofertar como serviço para que seja utilizado na campanha.

De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica do Município, Evanusia de Lima, devem ser pensadas, por exemplo, ações que promovam o fortalecimento do vínculo familiar. “Temos que ver o que a mãe precisa em relação a deslocamento e recursos, pois quando nasce uma criança com microcefalia muda toda a rotina. Às vezes a mãe perde o emprego porque precisa dar atenção total à criança”, explicou.

Nos próximos dias 26 e 27, o Município de Juazeiro do Norte estará representado em uma oficina sobre microcefalia, evento que será promovido pelo Ministério da Saúde, em Fortaleza, onde serão apresentadas as propostas de ações discutidas pelo Município até o momento.

15:26 · 18.10.2017 / atualizado às 15:55 · 18.10.2017 por
Hospital Maternidade São Francisco de Assis receberá o recurso. (Foto: Divulgação)

Crato. O Ministério da Saúde anunciou, nesta quarta-feira (18), o repasse de R$ 1,39 milhão para reforçar o atendimento às crianças nascidas de parto prematuro ou que apresentam problemas ao nascer, no Hospital e Maternidade São Francisco de Assis – Sociedade Beneficente São Camilo. O recurso é destinado a dez leitos de Unidade de Tratamento Intensivo Neonatal (UTIN).

A unidade de saúde é um hospital geral, referência para 12 municípios, além do Crato que atende Sistema Único de Saúde (SUS) e particular. Os recursos serão transferidos mensalmente via Fundo Nacional de Saúde, conforme publicado em Portaria no Diário Oficial da União.

Atualmente, o Município possui dez leitos de UTI Neonatal e seis leitos de unidade de cuidado intermediário neonatal. A Unidade Neonatal é um serviço de internação, responsável pelo cuidado integral ao recém-nascido grave ou potencialmente grave, dotado de estruturas adequadas à prestação de assistência especializada, incluindo instalações físicas, equipamentos e recursos humanos. As Unidades Neonatal devem articular uma linha de cuidados progressivos para o bebê. No início deste mês, o Hospital e Maternidade São Francisco de Assis firmou compromisso com o Ministério Público para garantir o acompanhamento das gestantes durante todo o processo de parto.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, considera fundamental o investimento na rede de saúde que atende as crianças recém-nascidas, especialmente àquelas que precisam de cuidados essenciais e diferenciados, como os oferecidos nas UTIs Neonatais. “O atendimento qualificado vai determinar o desenvolvimento da criança. Por isso, os recursos são fundamentais para garantir a assistência aos bebês que nascem prematuros e necessitam de UTIs. Com estes recursos, o município pode ampliar e qualificar os serviços e continuar proporcionando aos bebês prematuros o atendimento adequado”, destacou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

O protocolo de atendimento de bebês prematuros é regulado de acordo com as condições clínicas e do estado geral do bebê após o nascimento. Fatores como o peso ao nascer, frequência cardíaca, respiração, reflexos, tônus muscular, entre outros, determinam a conduta e os protocolos que a equipe de saúde adotará.

O Ministério da Saúde instituiu o “Método Canguru” como Política Pública de Saúde e publicou a Norma de Atenção Humanizada ao Recém-Nascido de Baixo Peso (RNBP). Neste modelo busca melhorar a atenção à gestante e ao recém-nascido, promovendo um cuidado humanizado, o contato pele a pele com a mãe e pai de forma precoce e crescente, permitindo maior participação deles nos cuidados neonatais e envolvimento da família.

Alimentação

O Ministério da Saúde possui diversas ações voltadas à saúde das crianças e para também garantir que os bebês recebam leite. Existem os bancos de leite humano que fazem atendimento e orientação e apoio à amamentação. O Brasil tem a maior e mais complexa rede de bancos de leite humano do mundo. Atualmente há 221 Bancos de Leite Humano e 186 postos de coleta no Brasil. Em 2016, 149 mil mulheres doaram leite materno, beneficiando 145 mil recém-nascidos prematuros internados em UTIs neonatais. Além disso, os BLH realizaram 1,4 milhão atendimentos de mulheres com questões relacionadas a amamentação.