Busca

Tag: Sejus


14:36 · 09.03.2018 / atualizado às 14:36 · 09.03.2018 por
A solenidade contou com apresentação da monitoração. (Fotos: Divulgação/Sejus)

Juazeiro do Norte. A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) inaugurou, nesta quinta-feira (08), a Célula Regional de Monitoração Eletrônica da Região do Cariri da Coordenadoria de Inteligência. Ao todo, 33 cidades da região receberão o tornozelamento eletrônico que ajudará no combate à criminalidade e auxiliará a Justiça.

A solenidade contou com a presença da coordenadora Estadual de Monitoramento Eletrônico, Dra. Ilma Uchoa, além de membros do Tribunal de Justiça,  Ministério Público, Pastoral,  Ordem dos Advogados do Brasil,  Defensoria Pública e  autoridades de segurança pública.

Para secretária de Justiça e Cidadania, Socorro França, a ação compactua com as condutas que buscam a humanização no sistema prisional cearense. “O tornozelamento, além de amenizar a superlotação – um dos problemas mais graves do sistema -, também é uma alternativa ao encarceramento e à privação de liberdade”, destaca.

O coordenador regional da pasta, Dr. Wanderson Pereira, afirma que o intuito também é disponibilizar mais uma ferramenta de apoio à Justiça para proteção ao cidadão, visando reduzir índices de criminalidade,  oportunizando igualmente a reinserção social pessoas sem perdê-las de vista por meio de fiscalização do Poder Público.

Atualmente, a Sejus conta com núcleos de tornozelamento nas cidades de Quixadá, Sobral e Iguatu. Os núcleos de monitoração eletrônica de pessoas são postos avançados que fazem a instalação e manutenção dos equipamentos. Em todo estado, a Sejus faz o monitoramento de 1.847 pessoas.

Funcionamento

O equipamento pode ser instalado em presos definidos em regime semi aberto ou sujeitos a regime domiciliar, presos provisórios submetidos a medidas cautelares, bem como para monitoramento de medidas protetivas  de urgências. Por exemplo, nos casos de violência contra a mulher, onde é aplicada a lei Maria da Penha. O agressor é tornozelado, enquanto a vítima pode receber um alerta em caso de aproximação. Caso ele não volte a sua zona, a unidade local encaminha uma viatura para conduzi-lo. “Tanto ele quanto a vítima sabem se estão próximos e são alertados. Isso evita uma reincidência”, explica Wanderson Pereira.

O tornozelamento também funciona em casos de regime semiaberto. Caso um juiz tenha decidido por uma prisão domiciliar, sensores são instalados ao redor do imóvel. “Se ele sair de casa, a polícia é acionada. Caso não retorne, já configura uma violação”, complementa o coordenador regional.

 

10:44 · 24.01.2017 / atualizado às 10:44 · 24.01.2017 por
A unidade do banco fica a poucos metros do Ciops e a Polícia Federal (Foto: Diário do Nordeste)
A unidade do banco fica a poucos metros do Ciops e a Polícia Federal (Foto: Diário do Nordeste)

Juazeiro do Norte. Em uma ação ousada, um bandido armado invadiu e roubou uma unidade no banco do Bradesco que fica dentro do Vapt Vupt deste município, ao lado da Coordenadoria Integrada de Operações e Segurança (Ciops-CE), e a poucos metros da Delegacia de Polícia Federal.

De acordo com a Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus-CE), era por volta do meio-dia de ontem (23), quando um homem armado entrou no Vapt Vupt e seguiu diretamente à unidade do banco. Após ameaçar as atendentes com uma arma, o homem levou todo dinheiro disponível em caixa. A quantia roubada não foi informada pelo corresponde bancário.

Ainda conforme a Sejus, o assaltante não foi identificado ou preso. De acordo com o Sindicato dos Bancários do Ceará, o assalto não entra para as estatísticas de ataques a banco por se tratar de um corresponde bancário. Conforme explicou o  presidente do Sindicato dos Bancários, Carlos Eduardo Bezerra, “o Sindicato não consegue contabilizar esses ataques pois, por se tratarem de correspondentes, fica inviável checar e atualizar todos as informações, uma vez que são centenas deles espalhados pelo Estado”.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018 ou ligue para nossa redação: (88) 3572-4214. Sua sugestão também pode ser enviada para o e-mail: andre.costa@diariodonordeste.com.br