Busca

Tag: Seminário


11:58 · 16.10.2017 / atualizado às 12:04 · 16.10.2017 por

Crato. Estão abertas as inscrições para o Seminário Nacional de História e Contemporaneidades, que será realizado entre os dias 6 e 9 de março de 2018, na Universidade Regional do Cariri (URCA). Em sua terceira edição, o evento traz como tema “Brasil: autoritarismo, cultura política e Direitos Humanos”, que debaterá, em mesas redondas, minicursos e simpósios temáticos, os desafios de refletir o contexto político nacional e o papel da história como espaço de ponderação sobre fenômenos ligados ao tempo presente. O seminário é uma iniciativa do Laboratório de Pesquisas em História Cultural (LAPEHC) e as inscrições se encerram no dia 15 de novembro.

Desde sua primeira edição, em setembro de 2013, o Seminário Nacional de História e Contemporaneidades tem se caracterizado por debater temas pulsantes de nosso tempo. Inclusive, é um evento interdisciplinar, que convida estudantes, professores e pesquisadores de diferentes áreas. De acordo com Sonia Meneses, professora da URCA e membro do LAPEHC, o seminário reunirá pessoas de vários lugares e instituições de educação do País.

“Antropólogos, advogados, historiadores, sociólogos. A ideia é fazer um debate bastante plural sobre este momento que estamos vivendo. Inclusive, momento que estamos notando essa emergência de movimentos conservadores, discussões que estão tomando vários rumos, principalmente com a crise cultural, política e econômica”, aponta a professora.

Na próxima edição, no ano que vem, as quatro mesas principais terão o seguintes debates: movimentos conservadores no século XXI; História, memória e sensibilidades; o ensino da História; cultura política no Brasil. “O seminário propõe não apenas a reflexão de tais problemas, mas um debate que possa apontar alternativas possíveis para a crise na qual nos encontramos”, completa Sonia.

Além disso, o seminário terá 12 simpósios temáticos que terão debates sobre gênero, sexualidade, cultura popular, religiosidade, literatura, patrimônio, entre outros temas. Ainda serão realizados dez minicursos durante os quatro dias de evento. Outra atração será a exposição “Memórias”, do artista plástico Pablo Manyé.

Nas edições anteriores, em 2013 e 2015, o Seminário Nacional de História e Contemporaneidades teve cerca de 700 e 500 inscritos, respectivamente. A expectativa para o ano que vem é de um número ainda maior. Para se inscrever e conferir a programação completa, os interessados podem acessar através do site.

11:55 · 17.10.2016 / atualizado às 08:50 · 18.10.2016 por

Seminário de educação popular em saúde CratoO Sistema Fecomércio-CE, por meio do Sesc, realiza o Seminário de Educação Popular em Saúde nos dias 19 e 20/10, na Unidade Juazeiro do Norte do Sesc. Nesta edição, o Seminário recebe o tema “Sem Saúde Mental não há saúde: um estado de bem-estar emocional e psicológico”.

Os interessados em participar devem se dirigir ao setor de Educação em Saúde, na Unidade, entre os dias 14 a 18/10. As inscrições são gratuitas. Podem participar do Seminário de Educação Popular em Saúde frequentadores do Sesc, monitores e professores das organizações beneficiadas pelo programa Mesa Brasil, monitores de entidades sociais, profissionais da área de saúde e estudantes. A estimativa é de que o público gire em torno de 150 pessoas.

O seminário é uma importante oportunidade para aprender sobre temas pujantes no universo da saúde mental, como a depressão e a síndrome de Burnout. A programação é complementada com oficinas sobre as terapias corporais, arte terapia, terapia holística e muito mais sobre o universo da biodança. Cada pessoa tem direito de escolher uma das oficinas oferecidas para participar.

Programação
Dia 19
Horário 8h às 17h
Período: manhã
-Credenciamento e entrega do material;
-Abertura e apresentação artística do Grupo do TSI (Trabalho Social com Idosos)
-Palestra: “Depressão, mal do século: um desafio às emoções”
-Palestra: “Saúde Mental, um direito de todos”
Período: tarde
-Palestra: “Síndrome de Burnout: uma doença do esgotamento profissional”
-Palestra: “Doenças mentais decorrentes do uso do Álcool e Drogas”
-Palestra: “Atuação do CAPS (Centros de Atenção Psicossocial) no tratamento e reinserção social do indivíduo acometido pelas doenças mentais”
-Apresentação artística do Grupo Girassol (CAPS III do Crato)

Dia 20
Horários 8h às 11h30h e de 13h às 16h
-Terapias Corporais
-Arte Terapia
-Terapias Holísticas – Práticas Meditativas
-Biodança

SERVIÇO
Seminário de Educação Popular em Saúde
Local: Unidade Juazeiro do Norte do Sesc (Rua da Matriz, 227)
Data: 19 e 20/10
Inscrições
Local: Educação e Saúde (Unidade Juazeiro do Sesc)
Horários: 8h às 12h e 14h às 18h
Período: 14 a 18/10
Informações: (88) 3512.3355 (ramal 222)
Gratuito

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018

09:28 · 17.10.2016 / atualizado às 09:53 · 17.10.2016 por

Crato. O Ceará vive, nos últimos cinco anos, a maior seca de sua história. De 2012 a 2016 a média de chuvas foi de apenas 516 milímetros. Pouca água nos reservatórios, crescimento urbano, uso destinado ao agronegócio. E o Cariri, como fica? Região de reservatórios subterrâneos, o “Oásis no meio do sertão” está em risco de sofrer um colapso hídrico?

Para discutir essas questões e criar propostas, o Fórum Popular das Águas do Cariri (FOPAC) realizará, amanhã, dia 18, a partir das 8 horas, o primeiro Seminário das Águas do Cariri, que acontecerá no Auditório Papa Francisco, na Cúria Diocesana, neste município.

O objetivo do seminário é conscientizar as comunidades sobre os impactos das grandes obras no Estado do Ceará, realizar um diagnóstico da questão hídrica na região do Cariri e articularmos à luta estadual pela descentralização do uso da água e pela execução da política hídrica por parte do governo local.

Criado no final do ano passado, o Fórum Popular das Águas do Cariri veio para articular entidades, sindicatos, comunidades e movimentos sociais em volta da questão hídrica e ambiental. Um espaço aberto que discute as políticas públicas e a prioridade do uso das águas.

Serviço
Seminário das Águas do Cariri
Local: Auditório Papa Francisco na Cúria Diocesana.
Rua Teófilo Siqueira, 631, Centro, Crato
Data: 18 de outubro de 2016 (terça-feira)
Horário: 08:00

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018

16:28 · 05.09.2016 / atualizado às 16:28 · 05.09.2016 por

No próximo dia 10 de setembro, às 10h, será realizado o Seminário de Muay Thai Boran no Ginásio Poliesportivo da Universidade Regional do Cariri (URCA) voltado para estudantes de Educação Física da região do Cariri. O seminário será apresentado pelo presidente da Muay Thai Boran no Brasil, o Arjan (mestre) Fabiano Kruschewisky.

 
Estudantes interessados em participar devem levar um quilo de alimento não- perecível. As inscrições podem ser feitas pelo telefone (88) 9 9901. 0456. Na ocasião, o Arjan Fabiano Kruschewisky fará uma apresentação teórica e prática de alguns tipos de Muay Thai: o Muay Thai Boran, Muay Boran, Vipassana, a Thai Yoga e o Muay esportivo, que é aquele praticado nas competições. Segundo um dos organizadores do evento, Rayman Moreira, o seminário ajudará os alunos a terem um conhecimento mais aprofundado do que é o Muay Thai original da Tailândia.

 
A mesma apresentação será realizada às 16h no Ginásio Poliesportivo da URCA para todos os praticantes e interessados em conhecer o esporte. As inscrições devem ser feitas pelo telefone (88) 9 9901.0456 e custam R$40,00. O evento é organizado pelo presidente da Federação de Muay Thai Boran do Ceará (FMTBC), o Kru (professor)Wendel Nobre, e é apoiado pela URCA.

15:16 · 22.04.2016 / atualizado às 15:24 · 22.04.2016 por

De 25 de abril a 13 de maio, o Sesc recebe inscrições para o Seminário de Educação, na Secretaria do Educar Sesc do Crato. Voltado para formação de profissionais, estudantes e interessados, neste ano o encontro traz como tema o “Ensino das artes visuais: Histórias e contemporaneidade”, e acontece nos dias 20 e 21 de maio, no Auditório da Unidade Crato.

Ministradas por profissionais de educação e arte, são disponíveis 11 oficinas, com 30 vagas para cada uma. A proposta é mostrar as possibilidades de utilizar as artes, dança, música, ilustração, contação de histórias e jogos teatrais nos processos educacionais. Os inscritos participam ainda de uma palestra com Ana Mae Barbosa – referência nacional nos estudos das artes aplicadas na educação.

O Seminário de Educação tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento profissional dos educadores, além de investir para a formação continuada de estudantes, a iniciativa busca contribuir com a formação dos participantes, tornando-os multiplicadores e incentivando-os a refletirem sobre o papel do docente e das instituições de ensino.

Inscrições

Os interessados devem levar a carteirinha do Sesc e 3 quilos de arroz no ato da inscrição. Para os inscritos no Programa de Comprometimento e Gratuidade (PCG) – comerciário ou dependente de comerciários, e aluno matriculado ou egresso da rede pública de ensino, com renda familiar de até três salários mínimos, a inscrição é gratuita. Os participantes terão direito a um certificado com a carga horária do Seminário.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018

07:49 · 05.04.2016 / atualizado às 07:49 · 05.04.2016 por

DSCN5723Em parceria com a Universidade Regional do Cariri (URCA), o Governo do Crato, por meio da Secretaria de Cultura (Secult), promove nos dias 12, 13 e 14 de abril, no Salão de Atos da universidade, o seminário Caldeirão da Santa Cruz do Deserto: Um projeto para o futuro.

Durante o seminário, serão realizadas oficinas, palestras, exibição de filme, espetáculo, e ainda uma visita guiada ao Sítio Histórico do Caldeirão da Santa Cruz do Deserto.

De acordo com a equipe da Secult, o evento é uma oportunidade de celebrar a memória da história do Caldeirão, de ouvir os pesquisadores e interessados na área, e também planejar uma estratégia conjunta de ação para a gestão deste grandioso patrimônio do povo brasileiro.

15:06 · 11.01.2016 / atualizado às 15:12 · 11.01.2016 por

IMG-20160111-WA0027Crato. A Secretaria das Cidades concluiu nesta segunda-feira (11), a recuperação de mais de 200m² de pavimentação da ladeira São José, na encosta do Seminário, neste município. No último sábado, já havia sido concluída a retirada da fuga de água que ocorreu devido a chuva na região do Cariri no final da semana. Além disso, a pasta está com duas equipes no local realizando a limpeza nos pontos de drenagem para a retirada de lixo acumulado na rede.

Ladeira havia sido destruída pelas chuvas da semana passada
Ladeira havia sido destruída pelas chuvas da semana passada

O transbordamento ocorreu devido ao acúmulo de lixo na rede de drenagem. Por isso, a Secretaria pede a colaboração da população para que seja feita a destinação correta dos resíduos. Esse tipo de material deve ser descartado nos pontos de coleta, e não em ruas, calçadas e bueiros. A SCidades lembra também que a rede de drenagem deve ser utilizada exclusivamente para o escoamento de águas de chuva.

Primeiras chuvas do ano no Cariri deixam um rastro de destruição e morte

A obra de urbanização da encosta do Seminário recebe fiscalização dos técnicos da Secretaria, de uma supervisora de obras contratada pela secretaria e de equipes do Departamento de Arquitetura e Engenharia (DAE) do Governo do Estado. O projeto possui investimento superior a R$ 32 milhões, beneficiando assim 12.500 famílias na região. A área atendida é de 14,3 hectares e no local estão sendo construídas contenção da encosta, via paisagística, urbanização de espaços públicos, praças de lazer e esporte, implantação de 16 km de redes de drenagem e esgoto, além de uma Estação de Tratamento de Esgoto.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018

17:06 · 15.12.2015 / atualizado às 17:06 · 15.12.2015 por

176313_CSA050615A009F01

Cariri será beneficiado com projeto de hortas de quintais e comunitárias

Os Projetos Nova Vida, Verde Vida e Nosso Lar que atuam nas cidades de Crato e Juazeiro do Norte, na região do Cariri cearense, serão beneficiados com o projeto da rede Solivida, com financiamento das entidades alemãs Aktionskreis Pater Beda e BMZ, e visa o  desenvolvimento de hortas comunitárias e de quintais, além da  produção de mudas.

A intenção é promover a qualidade de vida para as pessoas de baixa renda, dentro de um processo integrativo e participativo que tenha como foco a sustentabilidade, o combate aos agrotóxicos e a defesa  de alimentação saudável, perspectiva de aumento de renda e a experiência de multiplicação comunitária.

O Projeto será desenvolvido com equipe multidisciplinar composta por técnicos agrícolas, pedagogos,  assistentes sociais e  lideranças comunitárias.

A intenção é desenvolver parcerias com instituições públicas e particulares de ensino, no Cariri, que trabalham com áreas afins, a exemplo dos cursos de Agronomia, Biologia, Nutrição, Técnico Agrícola, Tecnologia de Alimentos, Saneamento e Educação Ambiental.

Deverão ser desenvolvidas também vivências com os movimentos sociais  do Cariri, visando conhecer as experiência em agroecologia da região.

Inicialmente serão beneficiadas 20 famílias de cada entidade, totalizando 60 famílias que deverão que ser multiplicadoras da experiência.

No dia 17 de dezembro, no Crato será realizado Seminário de Sensibilização com famílias e as entidades parceiras. O evento acontecerá durante todo o dia, na Escola Profissionalizante Violeta Arraes.

10:25 · 09.10.2015 / atualizado às 09:56 · 14.10.2015 por

1

Professores, estudantes, demais pesquisadores e interessados no campo da história na região se reúnem na próxima semana para debater acerca do passado em tempos de extremismos e exclusões. Este é o tema da segunda edição do Seminário Nacional de História e Contemporaneidades, que acontece na cidade de Crato entre os dias 14 e 16 de outubro. A expectativa é de que as discussões tratem sobre questões, dentre outras, a respeito de intolerância religiosa, relações de gênero, mídia e extremismos e ensino de história.

A Universidade Federal do Cariri é uma das organizadoras do evento, por meio do Instituto de Estudos do Semiárido (IESA) e do curso de história, ambos situados no campus de Icó. Em parceria com a Universidade Regional do Cariri (URCA), o seminário tem a proposta de “promover espaços de diálogo a partir das propostas de seus cursos de graduação em História, traduzindo-se como um dos notórios resultados da relação entre as duas instituições”, avalia o diretor do IESA, professor Ives Tavares.

Na programação do dia 15 de outubro, a UFCA contribuirá com as mesas redondas “História, Meio Ambiente: Os desafios para o futuro” e “Políticas da memória e demandas de patrimonialização”, com a presença das professoras do IESA Polliana Luna Barreto e Priscilla Régis de Queiroz. Os encontros abordam as duas ênfases adotadas pelo bacharelado de história da UFCA: Gestão do Patrimônio Histórico e Cultural e em Gestão do Patrimônio Socioambiental.

De acordo com o historiador e professor Jucieldo Ferreira Alexandre, o seminário possibilitará “um debate interdisciplinar, capaz de fomentar discussões sobre os usos do passado como projeto para o futuro, os desafios da pesquisa e do ensino na superação de posturas extremadas e processos de exclusão, assim como visa problematizar o papel do conhecimento histórico articulado a outros campos do saber”, explica Jucieldo Alexandre.

A professora da Universidade Regional do Cariri, Sônia Meneses, disse que serão discutidas as complexas questões do nosso tempo como os processos de exclusão, intolerância e violência com o objetivo de refletir em que medida as Humanidades podem atuar na superação desses extremismos. Questões contemporâneas, históricas e políticas numa articulação entre os tempos passado e presente com a formulação de demandas para o futuro. Sônia Meneses é coordenadora geral da comissão organizadora do seminário.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018

17:52 · 18.08.2015 / atualizado às 20:48 · 18.08.2015 por

Brejo Santo. O Instituto de Formação de Educadores do Campus de Brejo Santo da Universidade Federal do Cariri realizará o I Seminário Interdisciplinar, amanhã, 19, das 9h às 12h, no auditório da Escola Profissionalizante Balbina Viana Arrais. O tema do evento tratará sobre  “Interdisciplinaridade  na Formação de Professores”.

A programação contará com a presença da professora da Universidade Federal do Pampa, Maristela Cortez Sawitski, que palestrará sobre “As diretrizes curriculares para a educação superior na formação de professores e as diretrizes para a educação básica: um enfoque interdisciplinar”.

Segundo a vice-diretora do Instituto de Formação de Educadores do Campus de Brejo Santo, Jacqueline Andrade, o seminário visa promover uma reflexão sobre o papel da instituição de ensino na formação dos professores. ” É um seminário voltado para estudantes, professores, coordenadores pedagógicos e diretores da rede municipal e estadual. Será uma oportunidade de encontro entre aqueles que colaboram com a formação de professores nos variados âmbitos educacionais na região”.

O evento é uma realização do Instituto de Formação de Educadores da Universidade Federal do Cariri, em parceria com a Secretaria de Educação Básica do Município de Brejo Santo e a Direção da E.E.E.P. Balbina Viana Arraes.  A comissão organizadora lembra que, no dia do seminário, também será possível efetuar a inscrição presencialmente.

Faça o Diário Cariri conosco, envie sugestões de reportagens através do WhatsApp (85) 9.8736.2018