Busca

10:40 · 27.05.2017 / atualizado às 10:40 · 27.05.2017 por

 

Reunião discutiu parceria entre os dois órgãos. Foto de Rikáryo Mourão

 

A importância da agricultura familiar no semiárido é inquestionável pelas entidades da sociedade civil e para alguns governos. Tendo por base essa ideia, o Instituto Elo Amigo (IEA) e a Secretaria da Agricultura e Pecuária de Iguatu (SEAP) definiram, em reunião recente, parcerias. O momento contou com a participação de técnicos de ambas as intuições para fortalecer e ampliar o dialogo e ações das duas instituições.

O coordenador executivo do IEA, Marcos Jacinto, apresentou as atividades da instituição, destacou a convivência com o semiárido, juventude, assessoria técnica rural. “Acredito que o Elo Amigo trabalhando junto com a secretaria de Agricultura vai gerar resultados positivos para a população iguatuense que será beneficiada com nossas atividades, como tem ocorrido em outros municípios que temos feito parceria semelhante”, afirmou o coordenador.

O secretário da SEAP, Hildernando Barreto, respondeu positivamente a parceria que está sendo formalizada e destacou o compromisso do município em apoiar o trabalhador rural, fortalecer a agricultura de base familiar e facilitar para que os agricultores possam obter uma melhor qualidade de vida, ampliar produção com o conhecimento que a parceria vai disponibilizar.

As duas entidades acordaram em desenvolver ações que devem começar ainda esse mês e consiste em um mapeamento de famílias, cadeias e grupos produtivos, elaborar projetos e planejamentos para a realização de uma feira distrital.

O presidente do IEA, Marcos da Silva, ressaltou a satisfação com a perspectiva da parceria que visa à valorização da vida.

10:31 · 27.05.2017 / atualizado às 10:31 · 27.05.2017 por

 

O campus Iguatu do Instituto Federal de Educação do Ceará (IFCE) está prestes a implantar um novo curso. Esta semana, o Conselho Superior do IFCE aprovou a instalação do curso de Licenciatura em Geografia.

O diretor de Ensino do campus, Joaquim Branco, explicou as próximas etapas. “Depois de terminada uma longa etapa desde a audiência pública, estamos esperando a homologação do último concurso, no qual já consta algumas vagas para a área de Geografia e vagas para professores da área de pedagogia, já que é um curso de licenciatura”, diz.

Segundo o diretor, o curso tem previsão de início em 2018, com aulas no período da manhã ou da tarde.

10:24 · 27.05.2017 / atualizado às 10:24 · 27.05.2017 por

 

Empresários, alunos e representantes da Prefeitura de Iguatu e do Instituto Federal de Educação (IFCE), campus de Iguatu, participaram da inauguração da nova sede da Incubadora de Empresas de Iguatu. O reitor do IFCE, Virgílio Araripe, a pró-reitora de extensão, Zandra Dumaresq, o diretor-geral do campus, Dijauma Honório e a diretora do Polo de Inovação Embrapii de Fortaleza, Cristiane Borges, também estiveram presentes na ocasião.

Para o gestor da Incubadora, Kelvio Felipe, ter uma sede própria ajuda alunos e comunidade externa a visualizarem o potencial do projeto. O objetivo da incubadora é fomentar ideias de alunos e egressos da instituição, assim como captar parcerias com empresas já estabelecidas no mercado.

Buscar parcerias com empresas locais é um dos principais pontos para o funcionamento da Incubadora. “A vantagem para a empresa (associada) é que ela pode usar o espaço da instituição. Uma produtora de polpa de frutas pode utilizar, por exemplo, o laboratório de Agroindústria. A incubadora capta recursos, e, com eles, pode fomentar ideias de outros alunos”, explica Kelvio. Ele também disse que empresas podem se associar a Incubadora a qualquer momento.

A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) também tem relação com a Incubadora. O órgão incentiva e aporta projetos na área de Tecnologia da Informação e Inovação Tecnológica.

Para participar, o estudante ou egresso do IFCE pode submeter seu projeto de planos de negócios por meio de editais lançados pela Incubadora, periodicamente. Entre os critérios avaliados estão a viabilidade técnica do negócio, conteúdo tecnológico e potencial modernizador na economia local.

 Em breve será lançado no site do IFCE um novo edital para projetos na área de Tecnologia da Informação. Mais informações: kelviofelipe@yahoo.com.br, (88) 99870-0232, (61) 98112-4131.

10:12 · 27.05.2017 / atualizado às 10:12 · 27.05.2017 por

 

A cultura e história de um povo necessitam de transmissão comunicativa para perpetuarem-se no tempo. Por isso, a Prefeitura de Cedro, por meio da Secretaria de Cultura, realizará exposição entre os dias 29 e 31 de maio em comemoração ao Dia Mundial das Comunicações Sociais. A data, celebrada no dia 31 de maio, terá como tema: “Um olhar diferenciado para o cotidiano Cedrense”.

A programação acontecerá no Museu Ferroviário de Cedro e contará com exposição de fotografias, equipamentos, recortes de jornais, sala temática sobre redes sociais e culminância de projetos educacionais, por meio de parceria com a Secretaria de Educação e Casa de Cultura.

O prefeito de Cedro, Dr. Nilson Diniz, acredita que a exposição irá aproximar os moradores, apresentado formas de comunicações, além de relembrar equipamentos do passado que foram utilizados para diversas ações. “É com alegria que o Museu Ferroviário abrigará uma exposição que trará muito conhecimento para a cultura local, além de destacar a inovação tecnológica”.

Uma sala temática abrigará diversas formas de comunicação, apresentando as redes sociais existentes e quais delas são as mais acessadas pelos munícipes. A Secretaria de Cultura, Aparecida Evangelista, destaca o processo de pesquisa e aprendizado da apresentação. “Vamos mostrar como surgiu e as formas de atualização com ideias baseadas em pesquisas”.

Os estudantes da Escola Municipal Gabriel Diniz realizarão a culminância de um projeto sobre correção ortográfica nas redes sociais no dia 31 de maio. A ideia dos alunos é buscar interação direta com público presente por meio da apresentação do correto emprego da grafia no cotidiano das pessoas.

Exposição Festa Junina

A Secretaria de Cultura terá programação voltada ao período junino, mês em que o município comemora as festividades do Padroeiro São João Batista. Na ocasião, o Museu Ferroviário de Cedro contará com salas temáticas sobre a história das festividades, exposição de vestidos de quadrilhas com diversas fotografias.

De acordo com a secretária de Cultura de Cedro, Aparecida Evangelista, o espaço é lugar para abrigar todo o tipo de cultura cedrense. “Queremos ocupar este espaço com diversas formas culturais e assim demonstrar que o museu é um espaço que guarda memórias e continua sendo preservado”, explica Aparecida Evangelista.

10:05 · 27.05.2017 / atualizado às 10:06 · 27.05.2017 por

Expediente suspenso em repartições públicas, moradores andando com máscaras cirúrgicas pelas ruas da cidade e escolas esvaziadas. Tudo isso pelo medo que se instalou na cidade de Parambu, na região dos Inhamuns, após divulgação de quatro mortes suspeitas por meningite, entre os dias 18 e 23 de maio.

Dois homens foram transferidos e seguem internados no Hospital São José, em Fortaleza, unidade de referência em doenças infectocontagiosas no Estado. Uma jovem de 24 anos e um senhor de 53 anos teriam morrido em decorrência da doença.

Quem descreve o clima de apreensão é a secretária da Saúde de Parambu, Enilzete Noronha. As informações dos óbitos e das internações foram confirmadas pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesa). As mortes se somam a outros dois óbitos por doença meningocócica e outras seis mortes ocasionadas por outras meningites este ano no Ceará, como aponta o último boletim de doenças de notificação compulsória da pasta.

“A população está em pânico, estão todos cobrando uma providência de imediato”, comenta a secretária. Uma reunião com gestores, profissionais de saúde e população foi feita na última quarta-feira para tentar acalmar a população com informes sobre contágio e sintomas.

A gestora destaca que foram realizados bloqueio e manipulação de antibióticos em todas as pessoas que tiveram contato íntimo e prolongado com os pacientes de meningite. Ainda esperando laudos de confirmação, Enilzete diz acreditar que a meningite que acometeu os quatro moradores de Parambu é do tipo bacteriana. Conforme o médico infectologista Robério Dias Leite, a meningite meningocócica, a bacteriana, é a mais agressiva e a mais rapidamente fatal.

Divergências

As secretarias municipal e estadual divergem na definição das ocorrências. Enquanto Enilzete é categórica ao classificar a situação como “surto” e afirmar que já repassou ofício solicitando ao Governo do Estado que seja feita vacinação comunitária em toda a população da Cidade, a Sesa, por meio de nota à imprensa, informa que uma vacinação geral da população, só seria necessária em caso de surto comunitário que “até o momento não foi confirmado, pois há vínculo entre os casos (os infectados tiveram contato entre si)”.

Essa informação, no entanto, é rebatida em parte pela gestora municipal, que aponta não ter conseguido, por meio de investigações ‘in loco’, estabelecer vínculo entre o senhor de 53 anos que veio a óbito e as outras três vítimas.

O jovem de 24 anos e os pacientes que ainda estão internados tiveram contato. Conforme a Sesa, uma equipe está no “Município para mais investigações e na busca de contactantes que possivelmente não tenham sido bloqueados”.

Juiz suspende atendimento no Fórum

O juiz de Direito, Hildon Masters Cavalcante, que está respondendo pela da Comarca do município de Parambu publicou comunicado nesta quarta-feira, 24, suspendendo o atendimento ao público no Fórum da cidade até sexta-feira, 26.

A medida foi adotada em virtude das informações chegadas ao magistrado sobre o registro de casos de meningite no município, inclusive com ocorrência de óbitos e a internação de outros pacientes no Hospital São José, em Fortaleza.

No comunicado, o juiz afirma que a paralisação do atendimento pode ser prorrogada diante da possibilidade de contaminação dos servidores públicos durante atendimento à população, no entanto, o Poder Judiciário aguardará as orientações repassadas pela Secretaria de Saúde do Estado e também do Município.

Diretora Regional de Saúde diz que não há motivo para pânico

A diretora da 14ª Célula Regional de Saúde, Dulce Feitosa, afirmou que não há  motivo para pânico e que a situação está sendo monitorada pelo setor de saúde do Estado e também do Município.

Dulce Feitosa e e a técnica da Sesa, Aline Albuquerque, estiveram em Parambu e participaram de uma reunião com diretores de escolas, professores e moradores com o objetivo de esclareceram as providências que estão sendo adotadas e repassaram orientações à população.

A diretora disse que quatro casos de meningite meningocócica foram confirmados, com o registro de dois óbitos. Os outros dois pacientes estão internados no Hospital São José, em Fortaleza, em processo de recuperação após receberem a medicação. A ligação entre os casos está em processo de investigação final.

Uma informação importante repassada pela Diretora Regional de Saúde é que a bactéria não sobrevive no meio ambiente. Dulce Feitosa esclareceu que a Sesa divulgará uma Nota Técnica sobre a situação da doença no município de Parambu, mas enquanto isso, a população deve se manter tranquila que as providências estão sendo adotadas de acordo com as normas sanitárias estabelecidas pelo Ministério da Saúde.

Nesta sexta-feira, 26, a técnica Aline Albuquerque retornou a Parambu para continuar o trabalho juntamente com a equipe da Secretaria de Saúde do município.

(Com informações de Amaruy Alencar)