Busca

21:49 · 21.11.2017 / atualizado às 21:49 · 21.11.2017 por

 

          O Conselho Tutelar dos Direitos das Crianças e Adolescentes de Cedro receberá por meio de acordo de cooperação entre o município e a Associação dos Conselheiros, Ex-conselheiros Tutelares e Suplentes do Estado do Ceará (Acontesce) equipamentos para a sala de atendimento.

        A ação tem a parceria do Governo do Estado, através da Secretaria Especial de Políticas Sobre Drogas (SPD). Cedro receberá um desktop, impressora multifuncional, birô, cadeira executiva, duas cadeiras para atendimento e um aparelho de ar-condicionado.

        Ao todo, 93 municípios serão beneficiados com melhorias, o anúncio e a assinatura dos termos de cooperação aconteceram na Escola Estadual de Educação Profissional Salaberga Torquato, em Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

        A comitiva cedrense contou com a presença do Prefeito, Dr. Nilson Diniz, da Secretária do Trabalho e Assistência Social, Luciana Vieira e das Conselheiras Raimunda Ayla, Glaucia Maria e Edgagilda Marcolino.

        O presidente da Acontesce, Eulógio Alves de Melo Neto, lembra que a ação é um grande avanço para o fortalecimento dos Conselheiros Tutelares. “A equipe do Conselho tutelar de Cedro é comprometida com a sociedade e esperamos que todos reconheçam o trabalho deles, em prol de garantir os direitos de crianças e adolescentes”.

       O novo espaço

        Dr. Nilson Diniz enfatiza que as equipes em Cedro desempenham papel fundamental na defesa dos direitos de nossos jovens, dedicando sua vida para que nossas crianças e adolescentes possam ter um futuro melhor. “Esta nova sala de atendimento dará mais agilidade no apoio e na efetivação das demandas, melhorando, ainda mais, as condições dos nossos conselheiros”.

21:44 · 21.11.2017 / atualizado às 21:44 · 21.11.2017 por

 

Conselheiros tutelares comemoram data da categoria. Foto de Augusto César

Em clima de comemoração, a secretaria municipal de Assistência Social, tendo à frente a secretaria Laura Maria Oliveira, e o presidente do CMDCA – Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes, Cleiton Alves, promoveram almoço festivo, no CSU – Centro Social Urbano, em comemoração ao Dia do Conselheiro Tutelar, que transcorreu no último dia 18 de novembro.

Estiveram presentes os conselheiros tutelares – Cícero Eudiones, Danyella Duarte, Diego de Sousa, Laís Mary e Maria Bezerra dos Santos, os membros do CMDCA – Cleiton Alves Costa, Lucas Aschiley e Lissandra Félix e o articulador do Selo Unicef, Francisco Costa.

20:23 · 21.11.2017 / atualizado às 20:23 · 21.11.2017 por

 

Audiência discutiu temas ligados à violência praticada contra a mulher. Delegada de Defesa e proteção da Mulher em Iguatu, Monique Teixeira, e bancada. Foto de Honório Barbosa

A violência praticada contra a mulher foi tema de audiência pública realizada na Câmara Municipal de Iguatu nesta terça-feira, 21. A reunião faz parte da mobilização nacional que prevê 16 dias de ativismo e atendeu a uma solicitação do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM).

No próximo 25 de novembro, será comemorado o Dia Internacional de Não-Violência contra a Mulher, instituído em 1999, pela Organização das Nações Unidas (ONU). Em Iguatu, haverá mobilização na Praça Gonçalves de Carvalho (Caixa Econômica).

As participantes do evento defenderam a criação de uma secretaria municipal da mulher ou de uma coordenadoria de políticas públicas ligadas à luta de valorização e proteção da mulher, a criação de um juizado especializado e o funcionamento aos fins de semana da Delegacia de Proteção e Defesa da Mulher.  

A presidente do CMDM, Francisca Saraiva, destacou a importância da audiência pública para sensibilizar autoridades locais e a população sobre a importância da mobilização. “Lutamos por igualdade, contra os preconceitos e incompreensões e queremos chamar a atenção da sociedade para esse grave problema que é a violência praticada contra a mulher”, pontuou.

Os dados mostram um crescimento de atos de violência. Observe:

Em 2016 – Inquéritos policiais foram 60; boletim de ocorrência, 373;

Em 2017 – Inquéritos policiais foram 121; boletim de ocorrência 387.

A psicóloga, Jéssica Queiroga, destacou o funcionamento do Centro de Referência da Mulher. “Está equipado e temos uma equipe completa de trabalho”, frisou.

A professora do curso de Direito da Universidade Regional do Cariri (Urca), Unidade de Ensino de Iguatu, Iasmine Saraiva, destacou a importância de criação de uma Casa Abrigo. “A mulher que é vítima de violência no lar, do companheiro, marido, não tem para onde ir e precisa de um abrigo provisório”, defendeu.

Iasmine Saraiva mostrou que em 2015 houve registro de 18% de casos de violência contra a mulher no Brasil e em 2017, saltou para 29%.

O padre Anastácio Ferreira trouxe um olhar bíblico e cristão para a questão da necessidade do respeito, da igualdade entre homens e mulheres e pediu a luta de todos contra formas de degradação da mulher. “O agressor destrata, elimina a auto-estima, deixa a mulher inferiorizada, e lamentavelmente existem muitos casos de violência nos lares”. O sacerdote afirmou e tirou aplausos da plateia: “lugar de mulher é onde ela quiser”. 

A delegada de Proteção e Defesa da Mulher, Monique Teixeira, defendeu a necessidade de construção de novos valores na sociedade. “O problema da violência contra a mulher é sério e diz respeitos a todos nós”, pontuou. A secretária de Ação Social, Eliane Braz, destacou as ações da administração no apoio ao funcionamento das instituições e equipamentos sociais  ligados à proteção e promoção da mulher.

O presidente da Câmara, Mário Rodrigues, destacou a importância do debate e as reivindicações apresentadas durante a audiência. “Foi um debate enriquecedor e creio que algumas das propostas podem ser implementadas”, disse.

17:25 · 21.11.2017 / atualizado às 17:25 · 21.11.2017 por

 

Superintendente do SAAE assina ordem de serviço para obra de infraestrutura de abastecimento de água e tratamento de esgoto.

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Iguatu anunciou a realização de serviços de reforma, ampliação e revitalização da Estação de Tratamento de Água (ETA) da Av. Fransquinha Dantas e da ETA do bairro Cocobó; a reforma da Estação Elevatória do Açude Trussu; e a restruturação da ETA de Suassurana.

O anúncio foi feito na manhã desta terça-feira, 21, na sede do SAAE, pelo prefeito Ednaldo Lavor e pelo superintendente do órgão, Tácido Cavalcante, após a assinatura das ordens de serviço para o início das obras.

Durante o evento, houve a entrega de dez motos novas para a realização de serviços de campo, bem como a entrega simbólica do novo sistema de abastecimento d’água da comunidade rural de Barro Alto.

 O objetivo é reprogramar todo o serviço de coleta e tratamento de esgoto, modernizar o sistema, fazer a recuperação da estrutura física, pavimentação e construção de rampas de acesso onde ainda não existem.

O novo complexo de abastecimento d’água do Barro Alto contará com uma câmara de carga, sistema de aeração e troca de filtro. De acordo com o superintendente do SAAE, Tácido Cavalcante, todo o material utilizado e
a mão de obra investida nesse novo modelo tem a realização do próprio SAAE. “Se fosse para terceirizar todo esse trabalho e comprar todo o material, teríamos um custo médio em torno de R$ 150 mil”, frisou. “Nossa ideia
é fazermos cumprir o princípio da economicidade com eficiência para que a população de Iguatu tenha um serviço de qualidade”.

De acordo com o prefeito Ednaldo Lavor, a qualidade do sistema que abastece e distribui água tratada para o município tem sido visto como uma das prioridades. “Temos o orgulho de dizer que Iguatu vivencia hoje o maior programa de perfuração de poços profundos de sua história. Nossa preocupação é levar água de qualidade para o nosso povo”, ressaltou.

17:06 · 21.11.2017 / atualizado às 17:06 · 21.11.2017 por
Rio Jaguaribe em Iguatu; pontes ferroviária e rodoviária; símbolos da cidade. Foto de Honório Barbosa

Realizado pelo Banco do Nordeste, o I Fórum BNB G20+20 de Cidades Médias, acontece nos dias 23 e 24 deste mês, na sede da instituição, em Fortaleza. Além de Iguatu, outras quatro cidades do interior do Estado participarão do evento: Juazeiro do Norte, Crato, Sobral e Itapipoca.

Ao todo, 40 cidades médias do Nordeste, com população acima de 100 mil habitantes, irão unir
esforços com a finalidade de acelerar o processo de desenvolvimento da região.

O objetivo é criar um programa de negócios que estimule parcerias entre os 40 municípios inclusos e iniciativa privada, além de bancos de desenvolvimento, organizações financeiras internacionais, empresas ligadas à pesquisa e órgãos governamentais.

A iniciativa reunirá as 40 maiores cidades médias das regiões Nordeste e norte dos estados do Minas Gerais e do Espírito Santo – excluídas capitais e municípios de regiões metropolitanas. A ideia é que, a partir de 2018, esse evento seja realizado ano a ano em uma das cidades participantes.

O projeto deve girar em torno de três eixos principais de atuação: troca de experiências e práticas bem-sucedidas, viabilização de qualificações técnicas, tecnológicas e gerenciais e criação de um ambiente de estruturação de negócios, com destaque para projetos de parcerias público-privadas voltadas para o setor de infraestrutura.

A abertura do fórum contará com um dia dedicado à realização de painéis expositivos, com a participação de especialistas e representantes de organizações com grande conhecimento no assunto. No dia seguinte, está
prevista uma feira com a participação de investidores que viabilizarão a prospecção de negócios e oportunidades de investimento.

De acordo com o superintendente de Políticas de Desenvolvimento, Danilo Araújo, a iniciativa é o reflexo do compromisso do Banco do Nordeste com a priorização de projetos com maior potencial de geração de
externalidades positivas e de maior impacto no bem-estar das famílias, empresas e empreendedores da Região.

O prefeito Ednaldo Lavor vê o fórum como um espaço de oportunidades no qual o município de Iguatu está inserido. “Estamos muito felizes, nosso município foi escolhido entre os cinco do interior do Estado para participar dessa iniciativa. Tenho certeza de que estaremos alavancando ainda mais a nossa economia e impulsionando o desenvolvimento do nosso município”, frisou o gestor.

12:30 · 21.11.2017 / atualizado às 21:37 · 21.11.2017 por

 

Casa da fazenda do presidente da Câmara foi incendiada neste fim de semana. Fotos: VC Repórter/WhatssApp

A prefeita de Saboeiro, Micheline Pinheiro de Carvalho Albuquerque, e o presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Manoel Ernani Pereira Júnior, divulgaram nota de esclarecimento em conjunto sobre os últimos acontecimentos registrados no âmbito policial e político do município.

A nota nega boato de que as sedes dos poderes Executivo e Legislativo teriam sido alvos de atentados neste fim de semana e reafirma que apesar de estarem em grupos políticos opostos a relação entre os dois poderes são harmônicas, além de não existir nenhum procedimento ou ação visando ao afastamento da prefeita pelo Legislativo municipal.

O documento informa que as autoridades estão investigando o incêndio ocorrido na residência da fazenda do presidente da Câmara, Manoel Pereira Júnior, na zona rural, na localidade de Barra, neste fim de semana passado. No momento do fogo não havia ninguém na casa. Manoel Pereira mora na cidade de Saboeiro. A suspeita é de incêndio criminoso, pois teriam localizados galões com resto de gasolina, nas proximidades do imóvel.

Por último, a nota faz menção a grupos políticos que estariam em desagrado com a administração por proporcionar melhoria dos serviços públicos e, por isso, “querem voltar ao poder a qualquer custo”, mas não menciona que alas seriam essas.

Presidente da Câmara diz que prefeita nada tem a ver com esses fatos

O presidente da Câmara, Ernani Júnior, disse que houve dois ataques contra a casa dele no sítio Barra. No primeiro atearam fogo na casa, e no segundo na madrugada desta segunda-feira, 20, para terça-feira, 21, colocaram fogo no terreiro. “São ações criminosas e as autoridades precisam investigar”, disse. “Estou em Fortaleza desde o fim de semana e ainda não tive tempo de registrar um Boletim de Ocorrência”.

Ernani Júnior disse não acreditar que a prefeita em exercício estaria por trás desses atos. “Eu tenho certeza que a prefeita nada tem a ver com esses acontecimentos”, frisou.

Clima de tensão 

O município de Saboeiro vivencia um clima de medo e a tensão cresce a cada semana. Moradores e até vereadores preferem não falar sobre os acontecimentos. “Sem dúvida o clima político esta horrível, mas há exagero na divulgação de alguns fatos”, observa o advogado e candidato a prefeito nas eleições de outubro de 2016, Tácito Cavalcante. 

A escalada de tensão começou a partir de julho passado mediante o afastamento do prefeito de Saboeiro, José Gotardo, e de oito agentes públicos por decisão da Justiça. A decisão judicial atendeu pedido do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) que investiga casos de desvios de recursos públicos.

A vice-prefeita, Micheline Albuquerque, assumiu a Prefeitura e permanece no cargo.

O blog não conseguiu contato com a prefeita.

 

 

 

14:50 · 20.11.2017 / atualizado às 14:50 · 20.11.2017 por

Preito Zé Hélder assinou ordens de serviço. Foto de Augusto César

A Prefeitura de Várzea Alegre anunciou neste fim de semana a construção de um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), no bairro Riachinho, e de uma Unidade Básica de Saúde (UBS) na localidade de Riacho Verde. As duas ordens de serviço para as obras foram assinadas pelo prefeito, Zé Hélder.

O secretário de Saúde, Ivo Leal, destacou que Várzea Alegre terá um equipamento com melhores condições de atendimento aos usuários do CAPS e com condições adequadas de trabalho aos profissionais.

O vice-prefeito Dr. Fabrício Rolim observou que o bairro Riachinho dispõe de uma UBS e será contemplado com o Fórum, a sede da Câmara Municipal e uma unidade do CAPS.

Construção de UBS no Riacho Verde

Na Capela de São João Batista, no distrito de Riacho Verde, o gestor assinou a ordem de serviço para a construção de uma Unidade Básica de Saúde – UBS. O prefeito Zé Helder agradeceu o empenho do deputado Adail Carneiro, que ainda em 2016, anunciou essa emenda, de cerca de R$ 1,3 milhão para a aquisição de equipamentos médicos e a construção da unidade de saúde.

O prefeito argumentou que a UBS supre a carência do distrito de um equipamento moderno, como já tem outras localidades de Várzea Alegre.

14:37 · 20.11.2017 / atualizado às 14:37 · 20.11.2017 por

A Secretaria Municipal da Saúde, por meio do Núcleo de Controle de Endemias, lançou, em parceria com a Câmara dos Dirigentes Lojistas de Iguatu (CDL), a campanha “Minha Casa Sem Aedes Vale Prêmio, Vale Vida”.

O anúncio foi feito na noite dessa sexta-feira, na CDL. Durante a campanha, a residência onde não for encontrado nenhum foco do mosquito receberá um cupom para participar de sorteio de prêmios arrecadados pela CDL junto aos lojistas iguatuenses.

“O nosso objetivo é manter o envolvimento da comunidade por meio de ações de conscientização e prevenção de ocorrências de novos casos das doenças”, destacou o secretário de Saúde, Marcelo Sobreira.

O trabalho de fiscalização será intensificado casa a casa, monitoramento de pontos estratégicos, ações de bloqueio e atendimento a denúncias da população integram as estratégias dos agentes de controle de endemias.

As ações já tiveram início. Serão premiados os moradores sorteados que estiveram com o “combate em dia”, ou seja, com zero de larvas do mosquito em suas residências. O primeiro sorteio está previsto para o dia 15 de dezembro. A cada ciclo de dois meses um novo ganhador será premiado. Os moradores que receberem o cupom para participar do sorteio, deverão depositá-lo em uma urna instalada na CDL.

Para o prefeito Ednaldo Lavor, a conscientização dos moradores quanto à limpeza de suas residências é extremamente importante para que a campanha tenha êxito. “Nós precisamos da parceria da sociedade. Pedimos
que os moradores possam autorizar a entrada do agente de endemias porque o foco geralmente está dentro das residências. Nossa ideia é prevenir”, finalizou.

 

14:29 · 20.11.2017 / atualizado às 14:29 · 20.11.2017 por
Reunião na comunidade de Mocotó. Foto de divulgação 

O prefeito de Várzea Alegre, Zé Helder, neste fim de semana, esteve nas comunidades de Mocotó, Caiçara (Canindezinho) e Iputi (Ibicatu) com o objetivo de manter diálogo com as associações comunitárias e os moradores tratando de demanda dos moradores.

Na associação do Mocotó, o gestor recebeu as reivindicações de recuperação do sangradouro do açude, a implantação de manilhas e calçamento da estrada de acesso à fábrica de redes, a construção de uma praça em frente à capela de São Pedro e instalação de redutores de velocidade no trecho da estrada (CE) que corta a comunidade.

No sítio Caiçara, os moradores apoio para reforma de imóvel da comunidade. No sítio Iputi, no Ibicatu, a comunidade pediu o calçamento de uma ladeira próxima à residência de João Dondon, da ladeira próxima à residência dos Menezes e a ampliação do prédio da Associação com mais uma sala e um banheiro e que venha a funcionar em parceria com a Prefeitura como ponto de apoio à equipe do PSF.

O prefeito assumiu o compromisso de atender as solicitações das associações de moradores até fevereiro de 2018.

14:23 · 20.11.2017 / atualizado às 14:23 · 20.11.2017 por

 

Prefeito Zé Hélder mostra termo de desapropriação de área para retomada de obra de construção de uma praça. Foto de Augusto César 

Na sessão itinerante da Câmara de Vereadores de Várzea Alegre, no distrito de Canindezinho, o prefeito Zé Hélder, assinou termo de desapropriação de imóvel para retomar construção de praça na localidade. O gestor recebeu as demandas da comunidade nas áreas de pavimentação de ladeiras, coleta de lixo, segurança pública, consertos de passagens molhadas, apoio para a escolinha de futebol da localidade, e ouviu ainda as reclamações sobre a saúde e as questões de ordem hídrica.

O prefeito se comprometeu a buscar soluções para os problemas apresentados pela população. Há na comunidade uma quadra de esportes e uma praça, cujas obras foram iniciadas e não foram concluídas.

Em relação à quadra de esportes, construída e iniciada a construção da coberta, Zé Helder disse que o processo tem que ser regularizado, pois, na gestão anterior, não houve aditivos para sua continuidade. O prefeito deu garantias que o processo será retomado.

Em relação à praça do distrito, que fica ao lado da igreja de São Francisco, o prefeito Zé Helder falou que o problema era ainda maior, quando a construção foi iniciada sem que houvesse a desapropriação do terreno.

Para retomar a obra, Zé Helder disse que teve que negociar a desapropriação do terreno. Essa desapropriação foi assinada ao final da reunião itinerante e em breve a obra será retomada.

O prefeito assumiu o compromisso de visitar as comunidades para entender suas necessidades mais urgentes e encaminhar as soluções.