Categoria: chuva


10:46 · 06.02.2019 / atualizado às 10:46 · 06.02.2019 por

 

Tempo de chuva em Guassussê, Orós. Foto de Genivaldo

A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou entre as 7 horas desta terça-feira, 5, e 7 horas desta quarta-feira, 6, chuva em 130 municípios cearenses. Houve registro em todas as regiões do Estado.

Na região Centro-Sul, choveu em Várzea Alegre (80mm), Orós – Guassussê (44mm) e Palestina (33mm), Quixelô (38mm), Iguatu (36mm), Icó (25mm), Cedro (17mm), Cariús (20mm), Jucás (10mm), Lavras da Mangabeira (38mm) e Baixio (27mm), Ipaumirim (38mm).

De acordo com pluviômetros particulares houve chuvas mais intensas em localidades rurais de Iguatu. Barreira dos Constantinos registrou (70mm), por exemplo.

As dez maiores chuvas do dia no Ceará: 

Várzea Alegre (Posto: Boa Vista) : 80.0 mm

Tianguá (Posto: Tiangua) : 77.4 mm

Iracema (Posto: Iracema) : 67.0 mm

Ererê (Posto: São João) : 58.0 mm

Senador Pompeu (Posto: Senador Pompeu) : 52.0 mm

Ipueiras (Posto: Matriz) : 46.0 mm

Orós (Posto: Guassussê) : 44.0 mm

Alto Santo (Posto: Alto Santo) : 43.0 mm

Ererê (Posto: Acude Santa Maria) : 42.0 mm

Reriutaba (Posto: Amanaiara) : 39.0 mm

Fonte: Funceme

13:13 · 01.02.2019 / atualizado às 13:13 · 01.02.2019 por
Pedrinhas de gelo (granizo) caíram na zona rural de Icó. Foto de WhatsApp

Uma chuva de granizo ocorrida no final da tarde desta quinta-feira, 31, na zona rural de Icó, trouxe alegria para quem nunca tinha visto o fenômeno.

A chuva começou por volta das 16 horas, e abrangeu as localidades de França, Cascavel, Fazenda Nova e Riacho Fundo, na região do distrito de Cruzeirinho, e durou cerca de 20 minutos. Os moradores ficaram eufóricos, mas alguns com medo.

O agricultor Francisco Lucas dos Santos, 59 anos, residente no sítio França, disse que nasceu na localidade e nunca tinha visto ‘coisa tão bonita’. Já a dona de casa, Maria Nunes, disse que ficou assustada. “Já tinha ouvido falar, mas nunca tinha visto e fico com medo, porque acho que muitas coisas estão mudando na natureza, ventos muito fortes, seca e agora chuva de gelo”.

Crianças dos lugarejos aproveitaram e pegaram as pedrinhas de gelo para brincar.

        Granizo

A formação do granizo não está obrigatoriamente ligada à presença de chuvas intensas. Conforme a Funceme, a presença de granizo em nuvens cumulonimbus é comum, já que as temperaturas no topo delas chega a -60°C, porém, ao cair, acaba passando para o estado líquido com a variação da temperatura.

Com colaboração de Richard Lopes

08:44 · 27.01.2019 / atualizado às 08:44 · 27.01.2019 por

 O prefeito de Catarina, Dr. Thiago Paes de Andrade Rodrigues, fez a entrega, na tarde deste sábado (26), de dois sistemas simplificados de abastecimento de água na Vila do Zuca, no sítio São Francisco, e na comunidade de Baixa Grande. A captação de água é feita por meio de poços profundos.

Os dois sistemas já estão instalados e funcionando regularmente, atendendo a demanda das comunidades rurais. “O nosso esforço é não deixar nenhuma localidade sem água”, frisou o prefeito. “Sempre cobramos do governo do Estado apoio e liberação de recursos para juntos enfrentarmos essa crise que se arrasta há mais de cinco anos, perfurando poços, implantando adutoras”.

Segundo o fiscal de obras da Prefeitura de Catarina, José Feitosa, o poço profundo da Vila do Zuca, no sítio São Francisco, tem 108 metros de profundidade e com vazão de 800 litros de água por hora, que atende sete famílias e um total de 28 pessoas. Já o poço profundo da comunidade de Baixa grande tem 70 metros de profundidade e vazão de pouco mais de mil litros de água por hora, e atende cerca de 110 famílias. Os poços profundos das referidas localidades foram perfurados, montados e instalados com recursos próprios da Prefeitura de Catarina.

O prefeito fez as visitas aos sistemas de abastecimento acompanhado dos vereadores Dr. Renan Guedes, Dra. Fernanda Ribaisa e Guila Holanda, do chefe de Gabinete, Elkeson Soares, do fiscal de obras da Prefeitura, Zé Feitosa e do empresário Jônatas Lucena.

Os moradores agradeceram pela instalação dos sistemas de abastecimento. “Foi a realização de um sonho”, disse Francisco Oliveira.

 

 

 

 

 

17:23 · 19.01.2019 / atualizado às 20:43 · 19.01.2019 por

 

Barragem (passagem molhada) sangra na manhã deste sábado, em Icó. Foto de Antônio José

As chuvas que banharam a região de Icozinho, na zona rural de Icó, encheram córregos afluentes do riacho Capim Pubo e a barragem do sítio Carnaubinha (uma passagem molhada) transbordou na manhã deste sábado, 19. As precipitações renovaram a esperança dos agricultores e trouxeram alegria para os moradores dos sítios vizinhos.

“A gente espera um bom inverno”, disse o agricultor, Paulo Custódio. “Já preparei o terreno e plantei dois hectares de milho e feijão”.

Apesar de ser um barragem pequena, a sangria atraiu moradores e renova a expectativa de continuidade das chuvas. “Este ano vai ser melhor do que o ano passado”, disse o produtor rural, Manoel Nunes. “Quem plantar cedo, vai tirar uma boa safra”.

 

12:19 · 19.01.2019 / atualizado às 12:19 · 19.01.2019 por

 

Chuva em Iguatu no fim da tarde deste domingo, 9, na ponte sobre o Rio Jaguaribe. Foto de HB

Voltou a chover em Iguatu e em municípios da região Centro-Sul do Ceará na madrugada deste sábado. De acordo com a Funceme, foram registrados na cidade 47mm, no sítio Baú, 20mm e no sítio Quixoá, 17mm.

Na madrugada da sexta-feira, 18, houve registro de chuva em Iguatu de 54mm.

Em Jucás choveu 46mm e em Cariús, foram observados 39mm, no sítio Angico.

Na cidade de Cedro, a Funceme registrou 31mm e no distrito Várzea da Conceição, 25mm.

No município de Umari houve chuva variada entre 61mm (cidade) e 83mm (no sítio Cajazeirinha).

Em Icó, foram registrados 23mm. Na região de Icozinho, no Vale do Capim Pubo, há informações de pequenos açudes sangrando e cheia no riacho.

açude sangrando em Icozinho, no vale do Capim Pubo. Foto de WhatsApp
07:38 · 17.01.2019 / atualizado às 21:42 · 17.01.2019 por

 

Teto da casa desabou em Jaguaribe. Fotos: WhatsApp

Parte de uma casa caiu e ruas ficaram com cratera no bairro Curralinho, na cidade de Jaguaribe, em decorrência da chuva registrada na noite desta quarta-feira, 16. O teto da casa desabou parcialmente. Não há informações de feridos. Moradores reclama de transtornos.

A Funceme registrou chuva de 28.5mm na cidade de Jaguaribe e de 25mm, no distrito de Nova Floresta, entre as 7 horas desta quarta-feira, 16, e 7 horas desta quinta-feira, 17.

Segundo informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Jaguaribe, técnicos da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil e da secretaria de Infraestrutura vão agora pela manhã visitar a área atingida pela chuva e avaliar os danos. O município esclareceu que o local onde as casas foram construídas é muito próximo a um córrego e que os imóveis foram erguidos sem licença da Prefeitura. Nesta sexta-feira, técnicos da Assistência Social iriam analisar e decidir sobre atendimento às famílias atingidas.

Ruas ficaram estragadas
21:14 · 14.01.2019 / atualizado às 21:57 · 14.01.2019 por
Antena caiu na localidade de Candeias em Cedro. Foto: WhatsApp/VC Repórter

 

O distrito de Candeias, zona rural de Cedro registrou 45 mm. A chuva veio acompanhada de ventos fortes, na tarde desta segunda-feira, 14. Os moradores relataram ausência de sinal da operadora de telefonia celular, de internet, queda de uma antena parabólica de uma casa e falta de energia elétrica, após um fio ter se rompido. “Tivemos uma tarde de chuva, raios e vários trovões e as cisternas e açudes terão bom acúmulo de água”, relatou o morador e agricultor, Erasmo Lemos.

Na cidade, na praça do Marco Zero, jovens aproveitaram para apreciar a cidade na vista panorâmica. Outras localidades tiveram registro de chuvas no bairro Prado (32mm), comunidade de Cachoeira dos Marques (30mm) e no distrito de Santo Antônio (14mm).

O prefeito de Cedro, Dr. Nilson Diniz, destacou que nesta terça-feira (15), começara a entrega de sementes do Programa Hora de Plantar. “Chegou na hora certa, esta parceria com o governo do Estado, possibilita o plantio e teremos uma colheita satisfatória, com boa chuvas”, pontuou.

No total são 24.200 kg de milho, 900kg de feijão e 2.500 kg de sorgo forrageiro. A entrega acontecerá no Escritório da Ematerce em Cedro.

Tempo fechado, de chuva sobre cidade de Cedro no fim da tarde desta segunda-feira, 14. Foto de Marciel Bezerra
Chuva no Marco Zero. Foto de Marciel Bezerra
10:09 · 31.12.2018 / atualizado às 10:09 · 31.12.2018 por

 

As chuvas verificadas em Iguatu neste mês ficaram 142,4 % acima da média histórica para o município. A informação é da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Este é o melhor dezembro dos últimos 30 anos anos. Em 1989, foram observados em dezembro, 237mm, um desvio positivo de 334%. 

Em dezembro de 2017, houve desvio negativo (-62%) e em 2016 as chuvas persistiram abaixo da média (-4.2). Em 2015, as precipitações foram negativas (-41.8%).

No Ceará, também houve chuvas acima da média para o período, no atual dezembro. 

Segundo o meteorologista da Funceme, Raul Fritz, as chuvas neste mês resultam da persistência da atuação do Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) e também da maior proximidade da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) da costa Norte do Nordeste.

Iguatu possui cinco postos de coletas de informações de dados pluviométricos da Funceme e a coleta de dados em cada um deles mostra que há diferenças. “Dificilmente vai chover igual em todas as localidades. A chuva é variável. Mesmo numa curta distância de dois quilômetros, pode ter uma variação na quantidade chovida. Isso é característica do fenômeno chamada de chuvas convectivas”, explicou o meteorologista.

Chuva muda paisagem no sertão. Foto de Honório Barbosa

 

17:59 · 17.12.2018 / atualizado às 08:27 · 18.12.2018 por

 

Tempo de chuva sobre Cedro. Fotos de Marciel Bezerra

Voltou a chover no fim da tarde desta segunda-feira, 17, em municípios da região Centro-Sul do Ceará. Em Cedro, a precipitação começou por volta das 16h40. Foram registrados em pluviômetros particulares, 28 mm, no bairro Pega Avoante e na área central.

Em Iguatu ocorreu uma chuva fina em áreas da zona rural, na região de José de Alencar, mas o tempo permaneceu fechado, com nuvens densas e houve trovões. No início da noite começou a chover na área urbana. Na cidade e no sítio Baú foram observados 19mm. 

Funceme

A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou chuva entre as 7 horas deste domingo, 16, e 7 horas desta segunda-feira, 17, em 28 municípios cearenses.

As cinco maiores precipitações do dia foram observadas em: Trairi (65mm), Pacoti (60mm), Itatira (40mm), Cruz (28mm) e São Gonçalo do Amarante (27mm).

Para esta terça-feira, 18, há possibilidade de chuva em todas as regiões do Estado devido a aproximação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT).

11:16 · 10.12.2018 / atualizado às 11:16 · 10.12.2018 por

 

 

Chuva em Iguatu no fim da tarde deste domingo, 9, na ponte sobre o Rio Jaguaribe. Foto de HB

A chuva em Iguatu começou no fim da tarde deste domingo, por volta das 17 horas e se estendeu até a madrugada. “Foi uma chuva fina, mas persistente e em alguns momentos vieram uma pancadas mais grossas, acompanhadas de raios e trovões”, observou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Iguatu, Evanilson Saraiva. 

O Mapa de Chuvas da Funceme está praticamente preenchido nesta segunda-feira, com exceção de municípios da região Norte, no entorno das cidades de Marco, Moraújo, Acaraú; algumas áreas no Sertão Central e dos municípios de Iracema e Tabuleiro do Norte.

De acordo com a Funceme, as chuvas foram provocadas pela atuação de dois sistemas meteorológicos: Vórtice Ciclônico de Altos Níveis e a reaproximação da Zona de Convergência Intertropical.

As últimas chuvas que banham várias regiões do Ceará já modificam a paisagem da zona rural. A vegetação que estava seca e cinza, torna-se verde. É a Caatinga que se renova rapidamente.

Previsão 

Nebulosidade variável com eventos de chuva no Litoral, na Ibiapaba, no Maciço de Baturité, na região Jaguaribana e no Sertão Central. Nas demais regiões, há possibilidade de chuva.

As 10 maiores chuvas do dia:

Iguatu – Barro Alto – 105mm

Iguatu – Baú – 85mm

Canindé – 83mm

Iguatu – área urbana – 74mm

Lavras da Mangabeira – Iborepi – 72mm

Campos Sales – 70mm

Cariús – São Sebastião – 61mm

Lavras da Mangabeira – Mangabeira – 63mm

 

 

 

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Centro Sul

Fatos diários das regiões Centro-Sul, Vale do Jaguaribe e Inhamuns em infraestrutura, polícia, economia, política, esporte e cultura. Por Honório Barbosa.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags