Categoria: incêndio


10:42 · 15.12.2018 / atualizado às 10:43 · 15.12.2018 por

 

Veículo de transporte escolar ficou total destruído. Fotos: WhatsApp/Iderlando Louro

Um ônibus escolar do município de Arneiroz, na região dos Inhamuns, pegou fogo no fim da tarde desta sexta-feira, 14. O veículo ficou totalmente destruído. O veículo retornava das localidades de Planalto e Juá, na zona rural, após deixar os alunos que estudam em escolas da cidade, quando ocorreu o incêndio.

De acordo com o comandante da Guarda Municipal de Arneiroz, Iderlando Louro, somente o motorista estava no ônibus quando o veículo queimou. O condutor foi identificado como Aurelindo Alves. 

Uma viatura do Corpo de Bombeiros de Tauá foi acionada por volta das 18h30 para uma ocorrência de incêndio envolvendo um ônibus escolar da Prefeitura de Arneiroz. Quando os bombeiros chegaram ao local, as chamas já haviam consumido praticamente todo o ônibus e o incêndio foi debelado.

As causas do incêndio ainda são desconhecidas.

Há informações, entretanto, de que o ônibus transportava crianças e ao chegar na localidade de Planalto, distante 15 km da sede urbana de Arneiroz, o motorista sentiu um forte odor de queimado e parou o veículo, tirando os alunos, em em seguida as chamas subiram com intensidade, danificando a estrutura do veículo.

12:15 · 03.10.2018 / atualizado às 13:18 · 03.10.2018 por

 

Fogo já dura mais de uma semana, segundo moradores. Fotos VC Repórter

Vegetação nativa seca e sol intenso favorecem a ocorrência de incêndio nesse período do ano. No sítio Cana Brava, zona rural de Cariús, no Centro-Sul do Ceará, moradores tentam apagar por conta própria um fogo que acontece em uma área na serra da Mutuca. Outro incêndio ocorre no Cariri, em Aurora, no Ceará, e em Cachoeira dos Índios, na Paraíba.

        O produtor rural, morador de Cana Brava, Renato Torres, estima que o fogo já destruiu mais de 200 hectares de mata e deixou um prejuízo de pelo menos R$ 50 mil com destruição de cercas. 

Segundo moradores, o fogo começou há mais de uma semana e já destruiu cercas, pastagem e mata nativa. Ainda há focos do incêndio.

Os bombeiros do Quartel de Iguatu  não foram ao local porque disseram que era de difícil acesso para os veículos tanques, e estão avaliando a situação. “Parece que a situação está controlada”, disse o sub-tenente, Lamonier César. “Estamos aguardando o retorno telefônico de um morador, que ligou ontem (terça-feira, 2) à noite. “Solicitamos que fizessem acero para facilitar o deslocamento de uma equipe com bombas costal e abafador”. Se não houver controle do fogo e ocorrer risco para os maradores o helicóptero do Ciopaer, da Polícia Militar, poderá ser acionado.

O fogo está controlado, mas ainda há focos em alguns pontos.

 Na região Centro-Sul não existem equipes do Prevfogo.

Muitos dos incêndios têm origem criminosa ou resultam da queima de brocas, coivaras ainda feitas por alguns agricultores para preparo de terra para o plantio.

Fogo deixou mata nativa destruída. Foto de Wandemberg Belém

Ceará e Paraíba 

Na região do Cariri, há outro extenso incêndio, que atinge áreas entre o Ceará e a Paraíba, nos municípios de Cachoeira dos Índios, Paraíba, Aurora e Barro, no Ceará.

Segundo os moradores, o incêndio teria começado no sábado à tarde na divisa do Ceará com a Paraíba, no município de Cachoeira dos Índios. Já no domingo, o fogo chegou ao sítio Tipi de Cima, zona rural de Aurora.

A dona de casa, Teresa Tavares, que mora há 17 anos na localidade, contou que foi surpreendida pelas chamas na porta de casa. O agricultor Ivanildo souza que mora vizinho também ficou assustado. “As plantações irrigadas de feijão, fava e milho foram completamente destruídas”, pontuou. Ele afirma que o prejuízo teria sido maior se a comunidade não tivesse unido forças.

O incêndio já atingiu três comunidades rurais em Aurora e uma no município do Barro. O Corpo de Bombeiros foi acionado mas até agora não conseguiu controlar as chamas. Três equipes trabalham no local. O que torna difícil o combate do incêndio é que ele está distribuído em vários pontos diferentes.

Atento ao que estava acontecendo, o produtor rural, José Alves se antecipou e antes que o incêndio atingisse o rebanho de ovelhas, ele criou coragem e montou uma mini brigada, formada por amigos e vizinhos. O grupo entrou na serra, ontem à noite,  para apagar o fogo.

Fogo destruiu vegetação e cerca de arame farpado. Foto de Wandemberg Belém
00:09 · 01.11.2013 / atualizado às 00:35 · 01.11.2013 por
Fogo destruiu toda a loja. Foto de Honório Barbosa
Fogo destruiu toda a loja. Foto de Honório Barbosa

Um incêndio de grande proporção destrói na noite desta quinta-feira a loja Eletroshop Tavares, no centro comercial da cidade de Iguatu, na região Centro-Sul do Ceará.

O fogo começou por volta das 23 horas e rapidamente se alastrou por toda a loja que comercializava instrumentos musicais e material eletroeletrônico (TV, som, fios).

Mais uma vez ficou evidente a falta de estrutura do Corpo de Bombeiros. Inicialmente uma viatura tentou combater o fogo, mas a água foi insuficiente. Outra viatura com uma hora depois chegou ao local, mas também foi insuficiente. Um Bombeiro informou que no quartel da corporação não há água. Só há duas viaturas no trabalho.

O empresário Tavares acompanhou a destruição da sua empresa e reclamou contra a precariedade dos Bombeiros. “Perdi tudo, tudo na vida. Tudo que eu tenho estava aí, produtos e minhas escrituras”, disse. Por várias vezes, orientou os Bombeiros a jorrar água no pavimento superior da loja. Os filhos, amigos e parentes o afastavam da porta do estabelecimento.

Empresário Tavares acompanhou a destruição da sua empresa no centro de Iguatu. Foto de Honório Barbosa
Empresário Tavares acompanhou a destruição da sua empresa no centro de Iguatu. Foto de Honório Barbosa

Outros empresários, José Alves de Oliveira (Zenir)e Alves, que têm lojas vizinhas, Zhê Mix de Beleza e Casa Ceará acompanharam a destruição do fogo.

O fogo continua queimando o estabelecimento e os Bombeiros estão parados (meia-noite) por falta de água. AAgora às 12h30, os Bombeiros controlaram o fogo na frente da loja, mas há dificuldades para debelar as chamas na área de trás. A Coelce desligou a energia no quarteirão. Uma densa onda de fumaça encobriu parte da cidade. Até agora, não há relato de vítimas. Policiais do Ronda do Quarteirão, equipe do Demutran, da Guarda Municipal dão apoio aos Bombeiros.

Uma mulher com o braço erguido fazia oração em meio à multidão rogando a Deus o controle do fogo. Ainda não se sabe a causa do incêndio.

 

 

Bombeiros acompanharam destruição do fogo. Foto de Honório Barbosa

Bombeiros ficaram impotentes para controlar o incêndio. Foto de Honório Barbosa
Bombeiros ficaram impotentes para controlar o incêndio. Foto de Honório Barbosa

 

 
Bombeiros acompanharam destruição do fogo. Foto de Honório Barbosa
12:27 · 26.10.2013 / atualizado às 12:48 · 26.10.2013 por
Carro ficou destruído pelo fogo. Foto de Honório Barbosa
Carro ficou destruído pelo fogo. Foto de Honório Barbosa

O incêndio de um carro Saveiro de placas MMZ 2469 no cruzamento da Avenida Cruzeiro do Sul com Rua Coronel José Jucá, no bairro Alto do Jucá, por volta das 11h30, deste sábado, dia 26, provocou engarrafamento no trânsito.

O veículo ficou totalmente destruído e o fogo somente foi debelado com a chegada de uma viatura do Corpo de Bombeiros.

Centenas de curiosos acompanharam o incêndio e o trabalho da equipe de Bombeiros.

Alunos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) tiveram dificuldades de chegar aos locais de prova nas Escolas Alba Araújo (Vila Moura), Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Prado). Dois estudantes de Jucás abandonaram o carro em que viajavam e decidiram sair correndo. Chegaram à escola faltando um minuto para o fechamento do portão.

Fogo interrompeu trânsito no cruzamento do Alto do Jucá; foto de Honório Barbosa
Fogo interrompeu trânsito no cruzamento do Alto do Jucá; foto de Honório Barbosa
11:22 · 14.06.2013 / atualizado às 11:22 · 14.06.2013 por

Um incêndio destruiu parte de um prédio comercial localizado na Avenida Agenor Araújo, no bairro Flores na cidade de Iguatu, nas proximidades da Praça da Mulher. O fogo começou por volta das 6 horas da manhã de hoje, dia 14. No prédio funcionavam uma mercearia e um bar, de propriedade de Edvan de França.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, não houve vítima. O estabelecimento comercial estava fechado. A chuva que banhou a cidade pela madruga também ajudou a controlar as chamas, evitando que atingisse prédios vizinhos.  Parte do telhado caiu, mesas e cadeiras de plástico foram queimadas.

De acordo com testemunhas, uma churrasqueira permaneceu acessa na parte de trás do estabelecimento e pode ter provocado o fogo.

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Centro Sul

Fatos diários das regiões Centro-Sul, Vale do Jaguaribe e Inhamuns em infraestrutura, polícia, economia, política, esporte e cultura. Por Honório Barbosa.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags