Categoria: infraestrutura


18:17 · 26.09.2011 / atualizado às 18:17 · 26.09.2011 por

Na região Centro-Sul, os municípios de Iguatu e Jucás serão beneficiados com a construção de escolas estaduais de educação profissional.  As unidades fazem parte de um lote de 19 escolas cujas obras foram licitadas pela Secretaria de Educação (Seduc).
 A unidade em Iguatu será construída no bairro Vila Moura, às margens da rodovia CE 282.
 As unidades vão seguir a concepção de qualidade prevista pelo MEC para escolas de educação profissional. As escolas funcionarão numa estrutura de 4,5 mil metros quadrados, com 12 salas de aula, destinadas a 540 estudantes, auditório para 201 lugares, biblioteca e bloco pedagógico-administrativo. As escolas vão dispor ainda de laboratórios tecnológicos, de Línguas, Informática, Química, Física, Biologia e Matemática e quadra poliesportiva e um teatro de arena.

 De acordo com a Seduc, iImplantadas em agosto de 2008, esse modelo de escolas de educação profissional, já somam 78 unidades sendo 17 na Capital e 59 no Interior, atendendo em tempo integral cerca de 26 mil jovens. Até 2014, o Ceará terá um total de 140 escolas implantadas. As unidades funcionam das 7 horas às 17 horas e estão estruturadas em 44 cursos técnicos com três anos de duração. Contam com três refeições diárias, elaboradas por nutricionistas. Além disso, os jovens recebem fardamento escolar, livros didáticos e técnicos, apoio permanente à aprendizagem e à formação. Também está disponível para a unidade escolar um ônibus com a capacidade para 32 pessoas viabilizando as práticas pedagógicas.

18:02 · 26.09.2011 / atualizado às 18:02 · 26.09.2011 por

Depois de fechar em 2010, a unidade do Serviço Social da Indústria (Sesi) na cidade do Crato, unidades do Sesi e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senai) serão inauguradas em janeiro de 2012 na cidade de Sobral. No caminho de novos investimentos, a cidade de Iguatu poderá ser contemplada com novas unidades.

            O anúncio foi feito pelo diretor administrativo da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Carlos Fujita. Além de Iguatu, o Pecém, próximo a Fortaleza, deve ser beneficiado. A meta é atender as novas demandas por educação profissional, saúde e lazer em áreas de expansão industrial no Ceará.

13:53 · 22.09.2011 / atualizado às 13:53 · 22.09.2011 por

A construtora responsável pelo serviço de troca de canos de amianto por tubos de PVC da rede de abastecimento de água de Iguatu retomou o trabalho. Os operários trabalham na Rua 15 de Novembro, no centro. A obra estava paralisada desde o período chuvoso, no primeiro semestre deste ano.
 O Serviço de Abastecimento de Água e Esgoto de Iguatu (SAAE) investe na troca de antigos canos de amianto, uma material condenado e cancerígeno, da antiga rede de abastecimento de água da cidade, por tubos de PVC.
 O projeto inclui ainda a ampliação da rede com a colocação de uma tubulação paralela de maior diâmetro para aumentar a oferta de água para a população.  O trabalho deve continuar até o fim do ano, mas somente deve ser concluído no segundo semestre do próximo ano.

Operários trabalham na troca de canos de amianto por pvc na Rua 15 de Novembro no centro de Iguatu. Foto: Honório Barbosa
09:35 · 06.08.2011 / atualizado às 09:35 · 06.08.2011 por
Depois de um ano e meio de espera, vai começar sistema rotativo de estacionamento no centro de Iguatu. Foto: Honório Barbosa

Agora é pra valer. O sistema de estacionamento rotativo, conhecido por Zona Azul, em áreas do centro da cidade de Iguatu, localizada na região Centro-Sul, começa a vigorar a partir desta segunda-feira, dia 8. A implantação é de responsabilidade do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran).
 Desde o ano passado, que foi feita sinalização vertical e horizontal para demarcação e definição das áreas de Zona Azul, no centro desta cidade.  Inicialmente, haviam sido criadas 590 vagas, mas foram reduzidas para 471.  A cobrança será no valor de R$ 1,00 para cada duas horas de estacionamento. Serão exigidos os horários de 7h30 às 17h30 de segunda a sexta-feira, excetos feriados, sábados e domingos. Haverá uma tolerância de 30 minutos.
O secretário de Trânsito e Cidadania do município, Tiago Chaves, disse que a implantação da Zona Azul tem por objetivo organizar o trânsito e abrir vagas para os clientes. “A nossa ideia é movimentar o comércio, facilitar o acesso dos consumidores às lojas”, disse. Na primeira semana de funcionamento da Zona Azul não haverá cobrança de multa, pois será um período de orientação e esclarecimentos aos motoristas.
De acordo com a Prefeitura, foi feita pesquisa e os próprios lojistas concordaram com a implantação do sistema, pois atualmente a maioria das vagas seria ocupada por veículos pertencentes a funcionários e donos de lojas. A implantação do sistema rotativo de estacionamento divide opiniões e há reações contrárias.

15:22 · 02.08.2011 / atualizado às 15:22 · 02.08.2011 por
Rodovia que liga Cariús a Tarrafas em trecho esburacado de 40 km. Foto Honorio Barbosa

Motoristas que trafegam na CE 375 entre as cidades de Cariús e Tarrafas solicitam do Departamento de Edificações e Rodovias (DER) a recuperação da estrada que permanece esburacada. As chuvas registradas na última quadra invernosa deixaram o asfalto estragado e o trânsito intenso de veículo contribuiu ainda mais para danificar a via.
 Segundo o agricultor, José Nogueira, morador da localidade de Tinguijado, zona rural de Cariús, “alguns operários e carros do governo passaram por aqui, verificando as condições da estrada, mas até hoje nada foi feito.
 O trecho de 40 km entre Cariús e Tarrafas é sinuoso e com os sucessivos buracos no asfalto é preciso atenção redobrada dos motoristas que às vezes trafegam em ziguezague para desviar os pontos danificados. “A gente tem de viajar devagar, com cuidado”, disse o motorista, Francisco Lopes. “Esse asfalto está merecendo um conserto com urgência”.
 O gerente do 9º Distrito Operacional do DER, em Iguatu, Francisco de Assis Peixoto, esclareceu que o trecho entre Cariús e Tarrafas será atendido pelo Programa de Restauração das Estradas do Ceará (ProEstradas 2011). “O serviço de tapa-buraco será iniciado nessa via na próxima semana”, informou.

15:11 · 02.08.2011 / atualizado às 15:11 · 02.08.2011 por

Um total de doze trechos de rodovias estaduais está em reconstrução e conclusão, por conta da má qualidade das obras, que apresentaram e problemas estruturais, rachaduras e buracos.
As obras mal feitas estão localizadas em várias regiões do Estado. Algumas, antes de serem inauguradas, já apresentaram problemas, o asfalto cedeu e apareceram rachaduras e buracos.
Um desses trechos em reconstrução está localizado na região Centro-Sul. É um seguimento da CE 154, a partir do entroncamento da CE 060 até a cidade de Quixelô.  Os outros são: Itapipoca – Itapajé; Paramoti – General – Sampaio; Reriutaba – Pacujá; Reriutaba – Amanaiara; Entroncamento BR 222 a Santana do Acaraú; Maranguape – Palmácia; Ipueiras – Ipu; Banabuiú – Solonópole; Canindé – Aratuba – Capistrano; Granja – Viçosa do Ceará.
De acordo com a Assessoria de Comunicação da Secretaria de Infraestrutura do Ceará (Seinfra) as obras não foram recebidas e o serviço de reconstrução ocorre por conta da empresa executora da obra.

Rodovia de acesso a Quixelô em reconstrução, após aparecimento de rachaduras. Foto: Honório Barbosa
12:28 · 28.07.2011 / atualizado às 12:29 · 28.07.2011 por

A realização da Expoleite que começa hoje à noite e termina no próximo sábado, no espaço de festas do Iguatu Festeiro, ao lado da Avenida Perimetral, demonstra que esta cidade, que é polo da região Centro-Sul, precisa com urgência de um moderno parque de exposição agropecuária.
Currais foram instalados de forma improvisada e o espaço tornou-se pequeno. Em visita às instalações da Expoleite, o secretário de Agricultura do município de Iguatu, Valdeci Ferreira, disse que o prefeito Agenor Neto já apresentou ao Governo do Estado um projeto de construção de um parque moderno de exposição agropecuária, localizado fora da cidade. “Esperamos que nos próximos dois anos, Iguatu ganhe um novo parque”.
A tradicional Expoiguatu é realizada anualmente no mês de setembro em instalações pertencentes ao Rotary Club, que é antiga e não mais atende a demanda da região, além de ser um espaço privado.

11:14 · 27.07.2011 / atualizado às 14:20 · 27.07.2011 por
Produtor lamenta que canal principal de irrigação no perímetro do Dnocs em Icó esteja paralisado há 12 anos. Foto: Honório Barbosa

O coordenador estadual do Departamento Nacional de Obras contra a Seca (Dnocs), Eduardo Segundo, confirmou que o órgão carece de recursos para obras de manutenção.  “O orçamento do Dnocs é confortável com relação a recursos para investimento, construção de obras, mas falta verba para manutenção, que fica a desejar”.

Eduardo Segundo esclareceu que há uma preocupação do Dnocs com a precariedade da infraestrutura da maioria dos perímetros irrigados no Ceará. Sobre a falta de irrigação em dois terços do Perímetro Icó – Lima Campos, localizado na região Centro-Sul, disse que há um estudo que prevê a instalação de um moderno sistema de transposição das águas do Açude Lima Campos para a margem direita do Rio Salgado, por gravidade, orçado em R$ 11 milhões. “Precisamos de apoio de políticos para viabilizar essa obra que será redenção do perímetro”, disse.

Segundo frisou que de um modo geral não há como o Dnocs fazer a emancipação dos perímetros sem que o órgão faça a restauração das obras de uso coletivo ou comum, por exemplo, os canais principais. “A maioria dos perímetros apresenta infraestrutura degradada”, observou Segundo.

Sem irrigação e produção dependendo apenas de água da chuva, os colonos enfrentam dificuldades, reduzida produção e até fome ronda os lares de alguns produtores. No Perímetro Irrigado Icó – Lima Campos há 12 anos que dois terços da área produtiva não têm irrigação porque o sistema de bombeamento está parado por falta de pagamento da conta de luz por parte dos colonos. Os canais estão secos, quebrados e o mato ocupa espaço que deveria ser da água corrente para o uso nas lavouras.

21:21 · 25.07.2011 / atualizado às 21:21 · 25.07.2011 por
Treecho da rodovia CE 282 entre Iguatu e distrito de José de Alencar danificado

 

A rodovia CE 282, no trecho de 20 km, entre a cidade de Iguatu e o distrito José de Alencar, está em péssimas condições. O trecho está esburacado, causando transtornos para os motoristas, que precisam trafegar com atenção e cuidado.

O tempo de percurso dobrou. O ponto mais crítico é entre a localidade de Chapada do Moura e Carnaúba.

As intensas chuvas que banharam a região neste ano contribuíram para estragar mais ainda o asfalto que já foi remendado várias vezes nos últimos cinco anos.

Os motoristas reivindicam do Departamento de Edificações e Rodovias (DER) a recuperação do trecho danificado. A buraqueira tira a paciência dos condutores. “A estrada acabou e é preciso com urgência a reconstrução desse trecho”, disse o representante comercial, Lauro Pereira.

Nos últimos anos, serviço de tapa-buraco não suportaram o intenso tráfego de veículos. Quando o inverno começa, os buracos voltam a arrebentar.

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Centro Sul

Fatos diários das regiões Centro-Sul, Vale do Jaguaribe e Inhamuns em infraestrutura, polícia, economia, política, esporte e cultura. Por Honório Barbosa.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags