Busca

Categoria: morte


19:35 · 30.05.2014 / atualizado às 19:35 · 30.05.2014 por
Padre Crisares, o sacerdote dos açudes
Padre Crisares, o sacerdote dos açudes

O corpo do padre Crisares Sampaio Couto, 85 anos, foi sepultado no fim da tarde de hoje, na Igreja Matriz de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Fortaleza, na região Centro-Sul do Ceará. Durante o dia, houve celebração de missas de corpo presente e a última liturgia foi campal, presidida pelo bispo da Diocese de Iguatu, dom João Costa.

 O prefeito de Acopiara, Dr. Vilmar, decretou feriado neste 30 de maio de 2014 e Luto Oficial por 7 dias.

  Padre Crisares faleceu no final da manhã desta quinta-feira (29). O sacerdote, pároco emérito de Acopiara, onde viveu por mais de 50 anos, estava internado na UTI do Hospital da UNIMED em Fortaleza. Foi vítima de infecção sanguínea e complicações da diabetes e insuficiência renal aguda.

 Padre Crisares havia celebrado em dezembro passado 60 anos de Ordenação sacerdotal. Prestou inúmeros serviços à Igreja e à Diocese de Iguatu, dentre eles, foi Vigário Geral da Diocese, Ecônomo e Pároco em Acopiara. No início de seu ministério sacerdotal, prestou serviços em  Crato e Iguatu. Era natural de Jardim, Ceará. 

O sacerdote ficou conhecido por ser incentivador de construção de açudes e de ações comunitárias de convivência com a seca.

 O prefeito Dr. Vilmar lembrou que a Acopiara será eternamente grata pelas conquistas alcançadas através do Padre Crisares em todo município, além de uma vida voltada a levar a palavra de Deus a várias gerações com fé, humildade e caridade.

11:14 · 15.11.2013 / atualizado às 11:14 · 15.11.2013 por
Milhares de católicos participaram da Missa de Corpo Presente e sepultamento do padre Antônio Fernandes. Foto de Honório Barbosa
Milhares de católicos participaram da Missa de Corpo Presente e sepultamento do padre Antônio Fernandes. Foto de Honório Barbosa

Cerca de dois mil católicos participaram na manhã desta sexta-feira, dia 15, na Igreja Matriz de Senhora Sant’Ana, da Missa de Corpo Presente do padre Antonio Fernandes do Nascimento, 52 anos. A celebração foi presidida pelo bispo da diocese de Iguatu, dom João Costa e contou com a participação do bispo emérito, dom José Mauro Ramalho, e de 32 padres, além de religiosos e religiosas.

O ato litúrgico foi marcado por emoção, dor e choro entre os sacerdotes, amigos e parentes do padre Antonio Fernandes. O bispo dom João Costa lembrou a dedicação e o serviço religioso prestado pelo padre falecido. “Ele queria ficar perto de sua mãe, cuidando dela, que agora sofre com a morte do filho”, lembrou. O bispo emérito, dom José Mauro Ramalho, disse: “a Igreja está de luto”.

O corpo do padre Antonio Fernandes foi sepultado na Igreja Matriz de Senhora Sant’Ana, onde o religioso exercia o ministério sacerdotal.

            O velório foi realizado na igreja e milhares de católicos participaram desde o fim da tarde desta quinta-feira.  

Choque elétrico

O padre Antonio Fernandes do Nascimento, 52 anos, morreu na manhã de hoje, no município de Iguatu, na região Centro-Sul do Ceará. Segundo informações de Iócles Duarte, sobrinho do religioso, a vítima estava em sua residência, localizada na Vila Gadelha, zona rural de Iguatu, quando a tragédia ocorreu.

O padre conduzia uma treliça de uso em construção civil, quando o ferro bateu na rede elétrica, provocando o acidente fatal. O religioso ainda foi socorrido para o Hospital Regional de Iguatu, mas já chegou sem vida.

Padre Antônio atuava como vigário na Igreja Matriz de Senhora Sant’Ana em Iguatu. Era natural de Jaguaribe, filho de Pedro Acrísio do Nascimento e Severina Fernandes.

Foi ordenado sacerdote em janeiro de 1995, por dom José Mauro. Exerceu o sacerdócio em Senador Pompeu, Milhã, Catarina, Arneiroz, Cedro, Mombaça, Orós, e por último, estava sendo vigário cooperador na Paróquia da Matriz de Senhora Sant’Ana, padroeira de Iguatu.

O ato litúrgico foi marcado por emoção, dor e choro. Foto de Honório Barbosa
O ato litúrgico foi marcado por emoção, dor e choro. Foto de Honório Barbosa
19:28 · 12.10.2013 / atualizado às 19:28 · 12.10.2013 por
Bar da Paz foi palco de violência em Orós. Foto: Josemberg Vieira
Bar da Paz foi palco de violência em Orós. Foto: Josemberg Vieira

Mais um assassinato abala a cidade de Orós, cidade distante 352 km de Fortaleza, na região Centro-Sul do Ceará. José Sergio Vaqueiro de Lima, 27 anos, conhecido por Zezinho, foi morto a tiros, neste sábado, 12, por volta das 11 horas.

De acordo com a Polícia Militar, a vítima estava na entrada do Bar da Paz, no bairro São Geraldo, área da periferia da cidade, quando dois homens usando capuz  chegaram em um Fiat vermelho de vidros fumê, e efetuaram vários disparos contra Zezinho. O nome do estabelecimento comercial não condiz com a violência.

Ainda segundo a PM, um cliente do bar também foi atingindo com um tiro de raspão, mas sem gravidade. A dupla fugiu no veículo. Policiais realizam diligência, mas não conseguiram prender os acusados de praticar o crime de morte. O corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Iguatu.

A Polícia não soube informar o motivo do crime.

10:19 · 14.09.2013 / atualizado às 10:19 · 14.09.2013 por

Populares encontram um corpo em uma estrada carroçável, próximo a um lixão, no distrito de José de Alencar, zona rural do município de Iguatu, na região Centro-Sul, nesta sexta-feira (13), por volta das 14 horas. A Polícia Militar foi informada e uma viatura compareceu ao local. A vítima foi identificada, Francisco Soares da Silva, 60 anos, casado,
agricultor, natural de Cedro, residente no distrito de Várzea da Conceição.

O corpo foi levado pelo Rabecão para ser necropsiado no IML de Iguatu. De acordo com a perícia médica, a morte teve causa natural e o corpo  já foi liberado.

16:19 · 29.04.2013 / atualizado às 16:19 · 29.04.2013 por

Com apenas duas horas de investigação, a polícia descobriu o autor da morte da jovem Keila Cibele Queiroz Davi, 17 anos, cujo corpo foi encontrado na manhã de hoje, 29, em um saco no lixão de Iguatu. O acusado é o namorado dela, Yaslan Moreira da Silva, 20 anos, que foi preso no início da tarde desta segunda-feira.  

          O capitão Oliveira, subcomandante do 10º BPM de Iguatu, disse que o acusado confessou o crime.

          Por volta das 10 horas da manhã de hoje, policiais militares confirmaram a existência de um corpo no lixão da cidade de Iguatu, na região Centro-Sul, no bairro Chapadinha.

          O corpo foi levado para necropsia no IML de Iguatu e a família reconheceu como sendo Keila Davi, que estava desaparecida desde sexta-feira passada.  

          A suspeita inicial da família da vítima confirmou-se. O namorado dela, Yaslan Silva, confessou que o crime foi praticado com requintes de crueldade e foi motivado por ciúme. A jovem foi levada para a residência dele e lá foi morta com uma marreta. Depois, o acusado levou o corpo em um saco até o lixão, no bairro Chapadinha.

          O capitão Oliveira disse que o acusado já responde dois furtos qualificados e duas tentativas. É considerado de alta periculosidade e apontado como o autor de roubos a estabelecimentos comerciais nesta cidade.

Keila Davi foi morta a marretadas e levda em um saco para o  lixão de Iguatu.
Keila Davi foi morta a marretadas e levda em um saco para o lixão de Iguatu.