Categoria: saúde


09:32 · 06.04.2020 / atualizado às 09:32 · 06.04.2020 por
Estudante Gabriel Nogueira

Em todo o mundo, 1,2 milhão de pessoas já foram infectados pela Covid-19. Em diversos países foi implantado o isolamento social. Iguatuenses que moram na Europa relatam como tem sido os dias de quarentena na França e Holanda.

França: Sair só com autorização 

Desde 16 de março, o governo instituiu isolamento total, e as pessoas só saem em situações específicas, para fazer compras necessárias, remédio, supermercado, hospital ou para auxiliar pessoas que precisam de ajuda, ou sair para trabalhar. Supermercados e farmácias estão abertos.

Todas as vezes que a gente tem de sair de casa tem que assinar autorização, com horário de saída, e se não tiver esse documento é passível de multa. A previsão é que o confinamento dure até o dia 15 de abril, mas pode ser prorrogado. 

Temos de esperar a evolução dos casos. As pessoas estão respeitando, estão isoladas, realizando trabalho e estudo à distância.

Espero que as coisas no Brasil também fiquem boas e a gente consiga passar por esse momento difícil“, conta Gabriel Nogueira, que mora na cidade de Rouen, na França. Ele faz graduação em Engenharia Mecânica na Universidade Federal do Ceará (UFC) e viajou para a França em 2019 para fazer intercâmbio.

Holanda: isolamento prorrogado

Soraia Cavalcante

Soraia Cavalcante Alves Witteveen mora há 30 anos na cidade de Apeldoorn, que tem 162 mil habitantes, que fica no centro da Holanda, na província chamada Gelderland, distante 102 km da capital, Amsterdam.

No dia 12 de março foi feito o comunicado do governo que restaurantes, escolas, cabeleireiros, consultórios odontológicos, quadras, parques foram fechados para o público e que as pessoas devem ficar em casa e somente sair para ir a supermercado, farmácias, médico. Esse prazo seria até 6 de abril, mas foi prorrogado para o dia 31 de maio.

A Holanda é um país pequeno em relação ao Brasil. Tem 17 milhões de habitantes. Só havia 500 leitos de UTI, mas o número foi aumentado para 1.5oo e não estava dando conta e então foi ampliado para 2.400.

O número de mortos só aumenta a cada dia. Temos mais de 1.500 mortos.  

O governo aconselha que você precisa ficar em casa o maior tempo possível. Quando a gente vai ao supermercado tem pessoas com álcool para as mãos, manter distância de um metro e meio e ter todos os cuidados.

Quero dizer cuidem bem de si mesmo e que a gente consiga sair dessa”. 

 

12:28 · 20.03.2020 / atualizado às 12:28 · 20.03.2020 por

Desrespeitando o decreto do Governo do Estado que determinou, a partir da 00h desta sexta-feira (20), o fechamento de estabelecimentos cuja atividade não seja essencial, feirantes que comercializam grãos, frutas e verduras no entorno do mercado público de Iguatu instalaram suas bancas, gerando grande aglomeração de pessoas, o que também não é recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O subcomandante do 10º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Oliveira, informou que viaturas da corporação estão percorrendo 16 cidades da região Centro-Sul do Estado com o objetivo de orientar o fechamento dos estabelecimentos, no primeiro momento, os feirantes e lojistas. “Estamos vivenciando um momento de extrema gravidade e precisamos da colaboração de todos”, pontuou. Quem descumprir o decreto será conduzido para a Delegacia Regional de Polícia Civil.

Lotação
Dezenas de clientes lotaram a frente e o vão onde ficam os caixas eletrônicos da agência da Caixa Econômica Federal, em Iguatu, na manhã desta sexta. A gerente da unidade, Poliana Aquino, lamentou a aglomeração de pessoas e disse que há cartazes orientando a pessoas a respeitarem uma distância segura entre elas. “Estamos cumprindo as diretrizes do governo e do banco, estamos com atendimento contingenciado, mas infelizmente as pessoas desobedecem às nossas orientações”, frisou.

Outras agências bancárias também registram elevado número de pessoas no rol de atendimento.

10:06 · 28.11.2019 / atualizado às 10:08 · 28.11.2019 por
Campanha de imunização se estende até o fim deste mês. Foto de Fábio Oliveira

         O secretário de Saúde de Várzea Alegre, Ivo Leal, informou que a segunda fase da campanha de vacinação contra o sarampo, que teve início segunda-feira, dia 18, se estenderá até 30 de novembro. A vacina é triple viral e protege contra sarampo, caxumba e rubéola.

        Ele explicou que nessa etapa, de acordo com os protocolos e orientações do Ministério da Saúde, a população na faixa etária entre 20 e 29 anos de idade serão imunizadas. Nessa fase da campanha, Várzea Alegre recebeu 300 doses da vacina contra o sarampo.

        Na primeira etapa da campanha com cobertura vacinal para crianças entre 6 meses e menores de 5 anos de idade, Várzea Alegre alcançou 95% da população-alvo. “Espera-se alcançar um bom percentual nessa fase em andamento, cumprindo as exigências do Ministério da Saúde e imunizando as pessoas”, enfatizou Ivo Leal.

09:45 · 27.01.2018 / atualizado às 09:52 · 27.01.2018 por

 

Pais recebem certificado do nascimento do primeiro bebê no Centro de Parto Normal de Iguatu. Foto de Honório Barbosa

O Centro de Parto Normal de Iguatu, entregue à população no último dia 24, totalmente equipado e com equipe de profissionais de Saúde treinados, já está funcionando regularmente. Até o fim da tarde desta sexta-feira, haviam sido feitos seis partos naturais.

O primeiro bebê a nascer na unidade foi Samuel Levi Lopes da Silva, no último dia 25 (aniversário de Iguatu) às 14h44, pesando 2 quilos e 865 gramas. O parto natural foi feito pela médica, Milena Máximo. 

Levi é o primeiro filho do casal, Denise Lopes de Almeida, 20 anos, dona de casa, e Michael Douglas Freitas da Silva, 25 anos, operário. “Estamos felizes, ocorreu tudo muito bem, fomos bem tratados e aqui é tudo organizado”, disse Michael Douglas. “Só temos o que agradecer”.

Centro 

O Centro de Parto Normal Dr. Edmilson Mendonça é o primeiro do Interior do Ceará a ser instalado fora de ambiente hospitalar. A unidade funciona anexa ao Hospital Regional de Iguatu e há uma passarela que foi implantada para dar acesso ao hospital em caso de risco e complicações no parto.

A unidade funciona 24 horas, dispõe de seis apartamentos, com leito adequado para o parto, banheiro, chuveiro elétrico, ar-condicionado, móveis, cadeira, e uma equipe de profissionais de Saúde formada por médico obstetra, enfermeira obstetra, duas técnicas de enfermagem, com capacitação na área materno-infantil.

Atende pacientes de Iguatu e da região Centro-Sul do Ceará.

A coordenadora de Neonatologia do município de Iguatu, Darriele Alves, explicou que o Centro de Parto Normal é uma unidade especializada que segue protocolos do Ministério da Saúde e da Rede Cegonha. “O objetivo é humanizar o parto, melhorar a assistência à gravidez e ao pós-parto”, pontou. “A equipe faz um trabalho de acolhimento, desenvolve relações de afetividade com as gestantes e com seus familiares”.

O Centro possui modernos equipamentos para monitoramento do trabalho de parto e assistência à mulher e ao recém nascido, com a finalidade de reduzir a taxa de mortalidade materna e neonatal.

O secretário de Saúde de Iguatu, Marcelo Sobreira, mostrou a importância da unidade. “Só havia um prédio construído, e tivemos que equipar, contratar profissionais capacitados e colocar para funcionar com o objetivo de melhorar o atendimento às gestantes, incentivar o parto natural e reduzir taxas de mortalidade”, frisou.

21:13 · 30.04.2015 / atualizado às 21:13 · 30.04.2015 por

No próximo dia 11 haverá reunião entre a promotora de Justiça de Defesa da Saúde Pública, Isabel Porto, prefeitos e secretários da região Centro-Sul e o secretário de Saúde do Estado, Carlile Lavor. O objetivo do encontro é discutir a crise financeira do Hospital Regional de Iguatu.

Na tarde desta sexta-feira, houve a segunda audiência pública entre o prefeito de Iguatu, o deputado estadual, Agenor Neto, o secretário de Saúde Carlile Lavor e a assessora técnica da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), Vera Coelho.

O evento deveria ter sido realizado na Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde Pública, mas mediante a ausência de representantes da Sesa, a promotora de Justiça, Isabel Porto, mostrou-se indignada e foi até a Sesa, onde mais uma vez a crise financeira enfrentada pelo Hospital Regional de Iguatu foi debatida.

A Sesa novamente não apresentou nenhuma proposta e o secretário Carlile Lavor disse não dispõe de orçamento, verba, para ampliar o repasse de recursos para a unidade regional de Iguatu. Lavor disse que no próximo ano poderia ampliar o repasse de recursos ou mesmo o governo do Estado assumir a administração do hospital local. O prefeito Aderilo Alcântara disse que a situação está insuportável e quer uma solução a curto prazo.  

14:45 · 08.11.2014 / atualizado às 14:45 · 08.11.2014 por
Vacinação contra a paralisia infantil. Foto de Honório Barbosa
Vacinação contra a paralisia infantil. Foto de Honório Barbosa

Intensa movimentação na manhã deste sábado, 8, em postos de Saúde na cidade de Iguatu, na região Centro-Sul, para a campanha de vacinação contra a poliomielite (paralisia infantil) e o sarampo.

A imunização também ocorrerá no próximo dia 22 de novembro. São 19 postos de vacinação na sede do município e na zona rural.

A meta da Secretaria Municipal de Saúde é vacinar 6.423 crianças com idade entre seis meses e cinco anos.

A coordenadora de imunização, Francicleide Amorim, observa que a campanha imuniza as crianças contra paralisia infantil, sarampo, hepatite e tríplice viral.

A vacina tem eficácia de 90% a 95% com três doses. Já a vacina contra sarampo pode ser aplicada em crianças entre 1 e 5 anos, inclusive naquelas que já receberam a dose, mas não tiveram resposta satisfatória à vacina.

O atendimento nas unidades de Saúde ocorre das 8 horas às 17 horas.

20:10 · 07.12.2013 / atualizado às 20:13 · 07.12.2013 por
Prefeito falou sobre importância da nova UTU. Foto de Luiz Vasconcelos
Prefeito falou sobre importância da nova UTU. Foto de Luiz Vasconcelos

Na noite desta sexta-feira (6) foi inaugurada a Unidade de Terapia de Urgência (UTU) do Hospital Regional de Iguatu. O novo espaço começou a funcionar neste sábado, e representa um importante avanço no sistema público de saúde do município. A solenidade foi realizada no auditório do Hospital Regional de Iguatu, às 18 horas.

A nova unidade é composta por cinco leitos normais e um leito especial para atendimento de doentes com enfermidades contagiosas ou que necessitem de cuidados especiais. “Essa nova estrutura vai diminuir o sofrimento das pessoas que necessitam desse tipo de equipamento, além de melhorar as condições de trabalho dos profissionais de saúde que atendem neste hospital”, disse o prefeito Aderilo Alcântara.
Com as novas instalações, a expectativa é que haja mais comodidade para médicos, enfermeiros e pacientes, que passarão a contar com um espaço amplo e equipado para atender os casos mais graves. “A grande dificuldade que nós tínhamos era na questão do espaço físico. E a partir de agora vamos oferecer seis leitos melhor equipados, dando mais qualidade à oferta de serviços médicos aos pacientes mais graves”, disse o médico Dr. Jorge Madrigal.

 

CASA DA GESTANTE

Durante a solenidade, o prefeito Aderilo Alcântara assinou a ordem de serviço para a construção da Casa da Gestante. A nova estrutura de saúde, que terá um custo inicial de R$ 335 mil, vai humanizar o atendimento às gestantes de alto risco – que apresentam qualquer doença pré-existente a gestação, trabalho de parto prematuro, diabetes e hipertensão pré-existente ou gestacional. “É mais uma ação da nossa administração que vem proporcionar mais conforto e comodidade, além de humanizar o atendimento das nossas gestantes que buscam o hospital regional, contribuindo para a redução da morbi-mortalidade materna e neonatal em Iguatu e região”, disse o gestor.

A mesa de autoridades foi composta pelo prefeito municipal Aderilo Alcântara; o presidente da Câmara Municipal, Bandeira Júnior; o diretor do HRI, Klebson Carvalho Soares; os médicos Hildernando Bezerra, Airton Queiroga e Jorge Madrigal, além de outras autoridades.

(Por Luiz Vasconcelos)

Nova UTU do Hospital Regional. Foto: Luiz Vasconcelos
Nova UTU do Hospital Regional. Foto: Luiz Vasconcelos
15:58 · 18.11.2013 / atualizado às 15:58 · 18.11.2013 por
Prefeito inaugurou a obra que foi entregue à comunidade
Prefeito inaugurou a obra que foi entregue à comunidade

O prefeito de Iguatu, Aderilo Alcântara, e o secretário municipal de Saúde, Tony Pereira, entregaram aos moradores da localidade de Barreira dos Paraibanos a nova Unidade Básica de Saúde (UBS), do Programa Saúde da Família (PSF) que foi reformada e ampliada.

A unidade de saúde está equipada com consultório médico, odontológico, enfermagem, sala de imunização, procedimentos, farmácia, sala de expurgo, copa, sala de nebulização e banheiros com adaptação para pessoas com necessidades especiais.

Para o prefeito Aderilo Alcântara, o novo equipamento vai oferecer mais conforto aos pacientes como também melhores condições de trabalho à equipe médica. “É um tratamento digno que vai ser prestado dentro do nosso projeto que é atingir 100% de cobertura no serviço básico de saúde. Estamos ampliando a nossa rede de assistência básica e já chegamos a 30 equipes, todas equipadas com médicos, dentistas, enfermeiros e demais profissionais de saúde”, disse o prefeito.

O prefeito destacou que Iguatu, recentemente, foi contemplado com cinco profissionais do Programa Mais Médicos do Governo Federal. “Conseguimos trazer cinco médicos do programa Mais Médicos, e a nossa expectativa é que até o final do ano possamos ampliar esse número”, completou.

 

08:10 · 31.10.2013 / atualizado às 08:10 · 31.10.2013 por
Espera-se melhoria no atendimento à população com a chegada dos camilianos. Foto: Honório Barbosa
Espera-se melhoria no atendimento à população com a chegada dos camilianos. Foto: Honório Barbosa

A partir de amanhã, dia 1º, a direção do Hospital Regional de Iguatu passa para as mãos da Sociedade Beneficente São Camilo.

         A solenidade de posse da nova diretoria está marcada para acontecer às 18 horas, no auditório da própria unidade de saúde.

O plano de parceria entre o município de Iguatu e os camilianos será de 20 anos. A sociedade tem experiência de direção hospitalar em vários municípios. No Ceará os exemplos vêm das cidades de Crato, Itapipoca, Tianguá e Tauá.

A transferência da gestão do Hospital Regional de Iguatu para a Ordem Camiliana é uma luta que teve início ainda em 2011, no mandato do então prefeito Agenor Neto. Na época, houve crítica ao projeto.

          O prefeito de Iguatu, Aderilo Alcântara, disse que a expectativa é que haja um salto de qualidade no atendimento do Hospital Regional.

07:05 · 25.09.2013 / atualizado às 21:38 · 24.09.2013 por
Prefeito e os médicos cubanos em Acopiara.
Prefeito e os médicos cubanos em Acopiara.

O prefeito Dr. Vilmar, a primeira-dama de Acopiara, Lúcia
Martins e a secretária da Saúde, Rane Martins, receberam na Prefeitura, os
médicos cubanos Ivan Rodriguez, Ivan Ortega e Ivan
Hamed que irão trabalhar no município nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) da
Estratégia de Saúde da Família ESF’s de Trussu, Ebron e Calabaço (Santa
Felícia).

Na oportunidade, o prefeito estava
reunido com os secretários municipais ultimando os detalhes finais da
programação que será desenvolvida para marcar os 92 anos de emancipação
política de Acopiara.

Os médicos vão trabalhar a partir desta quinta-feira. Eles integram a primeira etapa do programa Mais Médicos do Ministério da Saúde.

Pesquisar

Faça uma busca em nosso blog:

Diário Centro Sul

Fatos diários das regiões Centro-Sul, Vale do Jaguaribe e Inhamuns em infraestrutura, polícia, economia, política, esporte e cultura. Por Honório Barbosa.

VC REPÓRTER

Flagrou algo? Envie para nós

(85) 98887-5065

Tags