Busca

14:44 · 30.09.2011 / atualizado às 14:44 · 30.09.2011 por
Lixo é depositado próximo ao Açude Lima Campos, no distrito de mesmo nome. Em segundo plano observa-se as águas do reservatório. Foto: Honório Barbosa.

Há lixo, papelão, papéis, plásticos e até animais mortos e resto de comida jogados em uma área que fica na bacia do Açude Lima Campos, próximo ao distrito de mesmo nome. O local fica às margens de uma estrada carroçável que dá acesso às localidades de Pedregulho e Vila Guassussê, logo após a rodovia CE 153.

            Os moradores do Distrito Lima Campos, em Icó, reclamam da colocação de lixo por alguns moradores em área próxima ao Açude Lima Campos. O crime ambiental é praticado quase que diariamente.

            O reservatório é responsável pelo abastecimento de água da localidade e da cidade de Icó. “Nós apelamos para que a Prefeitura de Icó faça a limpeza do local e proíba a colocação de lixo nessa área porque quando chove, os dejetos escorrem para o açude”, reclamou a dona de casa, Francisca Rosa de Souza.

14:34 · 30.09.2011 / atualizado às 14:34 · 30.09.2011 por

A construção do asfalto no trecho de  64 km da rodovia CE 375

Na entrada da cidade de Quixelô, placa de madeira colocada por uma borracharia é a única indicação para acesso a Solonópole. Foto: Honório Barbosa

, entre as cidades de Quixelô e Solonópole, é uma alternativa que passou a ser usada diariamente por centenas de motoristas para o acesso à Fortaleza.
 Os motoristas, entretanto, reclamam da precariedade de sinalização indicativa nos centros urbanos. É comum alguns condutores seguir por ruas ou estrada errada. “Quando a gente chega a Quixelô só há uma indicação precária em poste porque um borracheiro colocou uma placa por conta própria”, reclama o representante comercial, Luis Gustavo. “Em Solonópole não há sinalização no centro urbano”. Os motoristas apelam para que o DER coloque sinalização adequada ao longo do novo trajeto, que encurtou em 30 km o percurso entre a cidade de Iguatu e Fortaleza.

17:34 · 27.09.2011 / atualizado às 17:34 · 27.09.2011 por

 Os servidores públicos municipais de Icó aguardam decisão do prefeito, Marcos Nunes, sobre o índice de reajuste salarial. O anúncio deverá ser feito em reunião com o Sindicato dos Servidores no próximo dia 14, às 8 horas da manhã. 
 O sindicato apresentou em recentemente reunião no Gabinete da Prefeitura a proposta de reajuste linear de 40%, que seria um índice apenas para cobrir a perda salarial dos servidores.
 Representantes de médicos e de enfermeiros concursados que trabalham no Programa Saúde da Família estavam em greve há quase um mês, mas no encontro resolveram suspender a paralisação até o próximo dia 14 para aguardar a contraproposta da Prefeitura.
 A assessora de Imprensa do Sindicato, Fátima Salviano, disse que a categoria aguarda com expectativa a decisão do prefeito de Icó.

17:01 · 27.09.2011 / atualizado às 17:01 · 27.09.2011 por

Não é novidade, mas a constatação serve para renovar a indagação. Até quando as rodovias federais vão permanecer esburacadas no Ceará. Na BR 116, o trecho entre as cidades de Icó e Jaguaribe, numa extensão de 75 km, está cada vez pior, repleto de buracos, e foi considerado o terceiro pior, dentre as estradas federais, no Brasil.
 A avaliação, divulgada neste mês, foi feita pelo Guia Estradas 2012, da Revista Quatro Rodas. No total, 101 quilômetros de rodovias no Ceará são classificados como de má condição de tráfego.
 Há buracos em toda a extensão. O tempo de percurso entre Icó e Jaguaribe praticamente dobrou. Os buracos que se sucedem ao longo do trecho tiram a paciência dos motoristas, exigem cuidados redobrados e o risco de acidentes aumentou. Os veículos trafegam em ziguezague para desviar da buraqueira.
 Os motoristas reclamam dos transtornos que enfrentam. “É preciso ter paciência e muito cuidado”, disse o advogado Fabrício Moreira. “Quem viaja pelo trecho observa carros parados, com pneus estourados ou quebrados por causa da buraqueira”. O representante comercial, Márcio Gomes, que trabalha na região, confirmou que muitos veículos ficam danificados.
 Na BR 116 há também buraqueira entre a cidade de Icó e o triângulo que dá acesso à cidade de Ipaumirim, em direção Sul do Estado.
 O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) informou que há contrato de manutenção e em breve o serviço de recuperação do trecho danificado será feito.

Rodovia BR 116 permanece esburacada e exige cuidado dos motoristas. Foto: Honório Barbosa
18:36 · 26.09.2011 / atualizado às 18:36 · 26.09.2011 por

O trecho de 40 km da Rodovia BR 230 entre as cidades de Várzea Alegre e Farias Brito está em péssima condição de tráfego. A buraqueira aumentou no primeiro semestre deste ano, durante o período invernoso, e permanece trazendo transtornos para os motoristas.
 É preciso ter paciência para fazer a travessia. O tempo de viagem que era de 30 minutos em média, agora dobrou. São inúmeros buracos a cada quilômetro percorrido.
 A maioria dos buracos ocorre no mesmo local onde no passado já foi recuperado. É preciso atenção dos motoristas que trafegam em ziguezague para desviar das rachaduras e verdadeiras crateras.
 No início da quadra invernosa, o asfalto da BR 230 entre Várzea Alegre e Farias Brito já dava sinais de desgaste. Havias vários buracos, mas com atenção, os motoristas conseguiam desviar. Agora, em face do intenso fluxo de veículos, o trecho ficou comprometido e exige cuidados dos condutores e providências concretas do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) para recuperação da pista. 
 O trecho da BR 230 faz ligação entre as rodovias estaduais CE 060 (conhecida Estrada do Algodão) e a CE 386, até a cidade do Crato. É o principal acesso entre as regiões Cariri (Sul) e Centro-Sul. “É preciso ter paciência e cuidado para não quebrar o carro ou estourar um pneu”, disse o motorista de veículo de transporte alternativo, Francisco Oliveira. “A estrada está acabada”.

BR 230 no trecho entre Várzea Alegre e Farias Brito permanece esburacada. Foto: Honório Barbosa
18:17 · 26.09.2011 / atualizado às 18:17 · 26.09.2011 por

Na região Centro-Sul, os municípios de Iguatu e Jucás serão beneficiados com a construção de escolas estaduais de educação profissional.  As unidades fazem parte de um lote de 19 escolas cujas obras foram licitadas pela Secretaria de Educação (Seduc).
 A unidade em Iguatu será construída no bairro Vila Moura, às margens da rodovia CE 282.
 As unidades vão seguir a concepção de qualidade prevista pelo MEC para escolas de educação profissional. As escolas funcionarão numa estrutura de 4,5 mil metros quadrados, com 12 salas de aula, destinadas a 540 estudantes, auditório para 201 lugares, biblioteca e bloco pedagógico-administrativo. As escolas vão dispor ainda de laboratórios tecnológicos, de Línguas, Informática, Química, Física, Biologia e Matemática e quadra poliesportiva e um teatro de arena.

 De acordo com a Seduc, iImplantadas em agosto de 2008, esse modelo de escolas de educação profissional, já somam 78 unidades sendo 17 na Capital e 59 no Interior, atendendo em tempo integral cerca de 26 mil jovens. Até 2014, o Ceará terá um total de 140 escolas implantadas. As unidades funcionam das 7 horas às 17 horas e estão estruturadas em 44 cursos técnicos com três anos de duração. Contam com três refeições diárias, elaboradas por nutricionistas. Além disso, os jovens recebem fardamento escolar, livros didáticos e técnicos, apoio permanente à aprendizagem e à formação. Também está disponível para a unidade escolar um ônibus com a capacidade para 32 pessoas viabilizando as práticas pedagógicas.

18:02 · 26.09.2011 / atualizado às 18:02 · 26.09.2011 por

Depois de fechar em 2010, a unidade do Serviço Social da Indústria (Sesi) na cidade do Crato, unidades do Sesi e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senai) serão inauguradas em janeiro de 2012 na cidade de Sobral. No caminho de novos investimentos, a cidade de Iguatu poderá ser contemplada com novas unidades.

            O anúncio foi feito pelo diretor administrativo da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Carlos Fujita. Além de Iguatu, o Pecém, próximo a Fortaleza, deve ser beneficiado. A meta é atender as novas demandas por educação profissional, saúde e lazer em áreas de expansão industrial no Ceará.

17:42 · 26.09.2011 / atualizado às 17:42 · 26.09.2011 por

O escritor, jornalista e professor aposentado do Curso de Comunicação da UFC, Gilmar de Carvalho, e o professor do curso de Letras da Universidade Estadual do Ceará (UECE), Saulo Lemos, participaram de noite de autógrafos no auditório da Faculdade de Educação, Ciências e Letras de Iguatu (Fecli), na cidade de Iguatu.
 Houve dois lançamentos simultâneos. Gilmar de Carvalho lançou a reedição do livro ‘Parabélum’; e Saulo Lemos, ‘Expectativas heroicas’, com base na dissertação de mestrado em que aborda mito, a história e leitura análise crítica de ‘Parabélum’.
 Houve debates entre os estudantes da Fecli. Gilmnar de Carvalho sobre a história do livro de sua autoria, o significado e os desafios na época da primeira edição em pleno período autoritário da ditadura militar. Abordou também questões atuais sobre as tecnologicas de comunicação e o futuro do jornal impresso.
 Segundo o professor Saulo Lemos, ‘a obra literária ‘Parabélum’ é um romance que aborda um protagonista, chamado herói, um personagem de múltiplas referências da cultura ocidental: messias, o cangaceiro, o rebelde político, o intelectual, celebridades dos meios de comunicação’. 

Professores Gilmar de Carvalho e Saulo Lemos em noite de autógrafo em Igautu. Foto: Honório Barbosa
17:17 · 26.09.2011 / atualizado às 17:22 · 26.09.2011 por

Estudantes, lideranças políticas e comunitárias da cidade de Iguatu estão mobilizados para conseguir a instalação de um campus avançado da Universidade Federal do Ceará (UFC). Um documento contendo milhares de assinatura com a reivindicação local será encaminhado na próxima semana para o ministro da Educação, Fernando Haddad.
 Centenas de alunos, conduzindo faixas e cartazes, participaram neste fim de semana de uma concentração e caminhada pelas ruas do centro da cidade em favor da instalação do campus da UFC. Enfrentando o sol de queimar a cabeça e o calor quase insuportável, os alunos acreditam que a luta será vitoriosa. “Iguatu é uma cidade polo que precisa ampliar a oferta do ensino universitário para obter crescimento, e não pode ser excluída do plano de expansão das universidades federais”, defendeu o presidente da União Municipal dos Estudantes Iguatuense, Laelton Alencar.
 Lideranças políticas, comunitárias e religiosas participaram do evento. O diretor do campus da Universidade Regional do Cariri (Urca), Ivo Ferreira, frisou que o desenvolvimento da região passa pela instalação do campus da UFC. “Esse é um dia histórico, de luta, em favor dos estudantes”, observou. “A nossa mobilização vai continuar ao longo do ano, com a realização de uma audiência pública e de outras manifestações”.
 O prefeito de Iguatu, Agenor Neto, conclamou todas as lideranças políticas a participar da mobilização em favor do campus da UFC. “Essa é uma luta que deve ser de todos”, disse. “Desde quando assumi a administração municipal que venho trabalhando em favor de uma universidade para a região Centro-Sul, mas que pelo menos tenhamos um campus avançado da UFC”.
 O deputado federal, José Guimarães (PT) participou do ato público na Praça Gonçalves de Carvalho (Caixa Econômica) e destacou que a luta de Iguatu ‘é também a luta dele’. Em breve será realizada uma audiência pública em Iguatu para discutir ações sobre a instalação de um campus da UFC para esta cidade.

Centenas de moradores reivindicaram um campus da UFC para Iguatu. Prefeito, Agenor Neto, e deputado federal, Guimarães, mostram documento a ser encaminhado para o governo federal. Foto: Honório Barbosa
Prefeito, Agenor Neto, e deputado federal, Guimarães, mostram documento a ser encaminhado para o governo federal. Foto: Honório Barbosa
14:19 · 22.09.2011 / atualizado às 14:19 · 22.09.2011 por

A coordenação da Unidade Descentralizada de Ensino de Iguatu da Universidade Regional do Cariri divulgou programação de abertura do segundo semestre letivo. As atividades começam na próxima segunda-feira, dia 26. Conheça a programação:

26/09/2011 – Seminário de Introdução à Universidade – Acolhida dos alunos veteranos e novatos – Auditório do Colégio São José.
 
19h – Palestra Com a reitora professora Otonite Cortez
Tema: A Urca e o desenvolvimento regional
 
27/09/2011 – Interação com a administração superior – auditório do Colégio São José.
 
14h – reunião com as pró – reitorias e alunos – auditório do Colégio São José – cursos: Educação Física e Enfermagem
 
19h – reunião com as pró – reitorias e alunos – auditório do Colégio São José – cursos: Direito e Ciências Econômicas

 
 Nos dias 28, 29 e 30 cada curso terá uma programa específica com mesas redondas, palestras e mini-cursos.