Busca

Tag: catarina


18:40 · 06.09.2018 / atualizado às 18:40 · 06.09.2018 por

 

Secretaria de Educação, prefeito e advogado em audiência recente em Catarina. Foto de Diomar Araújo 

O juiz de Direito da Comarca de Catarina, Francisco Hilton Domingos de Luna Filho, determinou pagamento dos precatórios dos professores da rede municipal e já notificou o gerente da agência local do Banco do Brasil, Denílson Alves Maciel,  para o desbloqueio dos precatórios no valor de R$ 4.928,564,46.

O prefeito de Catarina, Dr. Thiago Paes de Andrade Rodrigues, mostrou-se favorável ao desbloqueio e pagamento dos precatórios. “Estou muito feliz com a decisão, pois esse montante vai circular dentro do nosso município, aquecendo a economia local”, disse o gestor.

11:38 · 15.08.2018 / atualizado às 11:38 · 15.08.2018 por

 

Operários trabalham na pavimentação asfáltica de ruas da cidade de Catariana. Foto de Diomar Araújo

Tiveram início nesta terça-feira (14), as obras de pavimentação asfáltica em algumas ruas da cidade de Catarina, através do Programa de Segurança no Trânsito – Sinalize, uma iniciativa do governo do Estado em parceria com a Prefeitura Municipal, com obras executadas pela Detran. O objetivo do programa é melhorar o fluxo de veículos e de pedestres no perímetro urbano da cidade.

Os trabalhos foram iniciados nas ruas Francisco Rodrigues Pereira e José Rodrigues Pereira Neto, no Bairro dos Três Poderes, ligando as duas rodovias; Frutuoso Rodrigues, trecho da CE – 371 saídas para Acopiara e Silvestre Martins Chaves, CE 277 saídas para Arneiroz. Outro trecho que será pavimentando com asfalto será a Avenida Antonio Amâncio Rodrigues, no Bairro Lagoinha.

De acordo com informações do prefeito de Catarina, Dr. Thiago Paes de Andrade Rodrigues, o programa Sinalize beneficiará inicialmente duas ruas e uma a avenida da cidade com 20.000 m² de pavimentação asfáltica, mais 20.000 m² em 2019 e em 2020 mais 20.000 m².

 

18:06 · 04.08.2018 / atualizado às 18:06 · 04.08.2018 por

 

Acusado do crime foi preso em Santa Catarina. Foto: divulgação/polícia

Um trabalho investigativo do delegado regional de polícia civil de Iguatu, Marcos Sandro Nazaré de Lira, com a participação do delegado municipal, Raphael Fernando Gobbi Fagundes, e uma troca de informações com policiais civis de Santa Catarina, resultou na prisão de um acusado de um crime hediondo, ocorrido em Iguatu, na noite do dia 26 de abril de 2013.

Policiais civis de Camboriú, coordenados pelo delegado Paulo Caixeta Braga Júnior e pelo delegado que fez o
intercâmbio de informações Eduardo Dallo, prenderam no local de trabalho, o técnico em computação Gildázio Severino de Lima, de 46 anos, natural de Lavras da Mangabeira.

Gildázio Lima estava com prisão preventiva decretada pela Justiça e será encaminhado para cadeia de Iguatu nos próximos dias. Segundo os delegados Marcos Sandro e Raphael Gobbi, naquela noite fatídica, na Vila Centenário, Gildázio participava de uma bebedeira em uma casa com Yaslan Moreira, que hoje tem 25 anos e com a namorada dele, a adolescente Keyla Cibele Queiroz Davi, que tinha 17 anos.

A adolescente acabou sendo estuprada, morta a marteladas e o corpo desovado no lixão de Iguatu dentro de um saco. O corpo de Keila foi encontrado no dia 29, data da prisão de seu namorado Yaslan, que em depoimento na época disse que Gildázio, que agora foi preso no interior catarinense, apenas teria ajudado a levar o corpo até o lixão com ele em um veículo.

Gildázio Severino tinha prestado depoimento como testemunha do crime e adiantou que apenas tinha bebido com Yaslan, que foi julgado e condenado a quase 42 anos de reclusão no dia 29 de setembro de 2016, e continua preso.

Depois de 5 anos, o nome de Gildázio voltou a figurar como sendo um dos autores do crime, principalmente do estupro. O exame de DNA pedido pela polícia judiciária deu positivo, pois o sêmen encontrado em Cibele era de Gildázio. Já o de Yaslan Moreira, o exame deu negativo.

O crime chocou a população de Iguatu em abril de 2013. Em poucos dias, vários crimes já foram elucidados pelos delegados Marcos Sandro e Raphael Gobbi no Iguatu.

Keyla, jovem que foi morta

(Com fotos e colaboração de Richard Lopes).

10:26 · 01.08.2018 / atualizado às 10:26 · 01.08.2018 por
Secretária de Educação, prefeito de Catarina e advogado dos docentes. Foto de Diomar Araújo

O acordo feito entre a Prefeitura de Catarina e os docentes por meio do Sindicato dos Professores Apeoc para pagamento de precatórios do Fundef foi homologado pelo juiz substituto da comarca de Catarina, Dr. Francisco Hilton Domingos Luna Filho. A decisão judicial vai beneficiar com segurança jurídica o magistério do município e fará circular dinheiro na cidade.

No dia 16 de maio deste ano, o prefeito de Catarina, Dr. Thiago Paes de Andrade Rodrigues, assinou no Fórum de Catarina acordo com professores da rede municipal referente aos anos de 1999 até 2006, para pagamento dos precatórios do Fundef.

Além dos professores presentes também participaram da assinatura do acordo, a secretária de Educação de Catarina, Aurileide Carvalho Feitosa, o coordenador Municipal do Sistema de Acompanhamento Pedagógico, Cícero Pedrosa e o advogado, Roberto Castelo.

O acordo de pagamento foi assinado pelo prefeito de Catarina, Dr. Thiago Paes de Andrade Rodrigues, juntamente com representantes da categoria dos professores.

Na última segunda-feira (30), a presidente da Comissão dos Precatórios, a secretária municipal de Educação, Aurileide Carvalho Feitosa Cavalcante, reuniu-se com os membros da comissão para deliberar sobre o início do pagamento dos precatórios no valor de R$ 4,9 milhões.

Na decisão do Juiz Dr. Francisco Hilton Domingos Luna Filho, desta o entendimento entre as partes: “Desta forma, firme no reconhecimento da importância das transações judiciais para pôr fim a processos litigiosos, que homenageiam ainda a livre iniciativa e o diálogo aberto entre as partes, propiciando uma maior pacificação social e sensação de justiça, homologo para que operem os legais efeitos e o acordo firmado”.

(Colaboração e foto – Diomar Araujo

10:49 · 02.07.2018 / atualizado às 10:50 · 02.07.2018 por

 

Diretoria reeleita do Sindicato em Catarina. Foto de Robson Pedrosa

A atual diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Agricultores Familiares de Catarina foi reeleita em chapa única, neste domingo, 1º, para o quadriênio 2018-2022.

O atual presidente do Sindicato José Ironildo Ferreira Cardoso, popularmente conhecido como ‘Deca do Sindicato’, disse que o pleito foi marcada por ampla participação dos associados. “O nosso esforço é dar continuidade às ações do sindicato em defesa dos agricultores”, frisou.

A eleição foi realizadas das 8h às 14h, em três locais de votação; na sede do Sindicato que fica no Centro da cidade, no sítio São Francisco e na Vila São Gonçalo.

Todo processo de votação e apuração foi acompanhado pelo secretário de Finanças da Federação dos Trabalhadores Rurais e Agricultores Familiares (Fetraece), Luiz Carlos Ribeiro, e pelo representante regional, Zé Flávio, além do advogado sindicalista, Robson Pedrosa.

O pleito contou com 291 votantes, foram 287 votos válidos, três brancos e um nulo.

 

Diretoria Executiva 

Presidente – José Ironildo Ferreira Cardoso (Deca do Sindicato);

Vice-Presidente – Manoel de Paula Moreira (Nilton Tiboa);

Secretária Geral – Cleidivânia Bezerra de Oliveira (Quequê);

Secretário de Finanças – Raimundo Alvino de Sousa (Raimundo do São Francisco);

Secretário de Políticas Sociais e Previdenciárias – Francisco Laerte Morta (Letim);

Secretário de Políticas Agraria e Agrícola Familiar – Antonio Edinaldo Vieira de Almeida (Edinaldo do Sindicato).

Conselho Fiscal:

Maria Alves de Oliveira, Ilaneide Rodrigues de Barros Moreira e Expedita Socorro Chagas de Oliveira.

20:59 · 04.06.2018 / atualizado às 21:00 · 04.06.2018 por

A Praça da Igreja Matriz de São José, na cidade de Catarina, foi reformada e entregue à população. O projeto incluiu área de passeio, bancos, iluminação moderna. Recentemente, por ocasião dos festejos em comemoração à emancipação política do município houve a inauguração da área de lazer.

O prefeito de Catarina, Thiago Paes de Andrade Rodrigues, frisou que a reforma da praça é para oferecer aos moradores melhores condições de lazer. “Esse é o principal ponto de encontro dos jovens e das famílias”.

A dona de casa, Francisca Oliveira, disse que aprovou a reforma. “Ficou muito bonita, agradável para a gente passear, sentar e conversar”. O aposentado, Manoel Gomes, destacou a iluminação que é bem melhor e pediu para que os moradores e a Prefeitura preservem o espaço.

12:02 · 17.05.2018 / atualizado às 12:02 · 17.05.2018 por

 

Acordo foi firmado no Fórum de Justiça. Fotos de Diomar Araújo

O prefeito de Catarina, Dr. Thiago Paes de Andrade Rodrigues, assinou na manhã desta quarta-feira (16), no Fórum de Justiça de Catarina acordo com professores da rede municipal referente aos anos de 1999 até 2006, para pagamento dos precatórios do Fundef.

Além dos professores presentes também participaram da assinatura do acordo, a secretária municipal de Educação de Catarina, Aurileide Carvalho Feitosa, o coordenador municipal do Sistema de Acompanhamento Pedagógico, Cícero Pedrosa e o advogado Roberto Oliveira.

O prefeito Dr. Thiago Paes de Andrade Rodrigues lembrou que houve reuniões anteriormente com professores e com representante da Apeoc para a busca de um entendimento e que a administração sempre esteve comprometida em repassar os 60% dos precatórios do Fundef para os docentes.

O acordo de pagamento foi assinado pelo prefeito de Catarina, Dr. Thiago Paes de Andrade Rodrigues, juntamente com representantes da categoria dos professores e posteriormente será homologado pelo Juiz da Comarca de Catarina, Dr. Luis Eduardo Girão Mota, e pelo promotor de Justiça, Dr. Alexandre Paschoal Konstantinou.

Os professores comemoraram o acordo e destacaram o apoio da Apeoc e a vitória da luta da categoria, que depois de vários anos de espera pelo pagamento dos recursos devidos agora há firme expectativa de liberação e recebimento das verbas.

(Com colaboração de Diomar Araújo)

11:55 · 12.05.2018 / atualizado às 11:55 · 12.05.2018 por

 

Assembleia discutiu pagamento de precatórios. Foto de Diomar Araújo

Foi realizada nesta sexta-feira (11), no pátio da Escola Municipal Francisco Rodrigues Pereira, em Catarina, assembleia com professores, representantes da administração municipal e do sindicato Apeoc, com o objetivo de discutir formas de pagamento de precatórios devidos pelo município.

A assembleia foi convocada pelo prefeito de Catarina, Dr. Thiago Paes de Andrade Rodrigues, que reafirmou seu compromisso em pagar os precatórios e de manter o diálogo aberto com os servidores, mas que não pode comparecer ao evento, sendo representado por Cícero Pedrosa, coordenador de Acompanhamento Pedagógico da secretaria de Educação do município.

Na próxima quarta-feira (16), no Fórum da Comarca de Catarina, deverá ocorrer a assinatura de um termo de acordo com os professores e o prefeito, Dr. Thiago Paes de Andrade Rodrigues, com a participação do juiz de Direito, Luís Eduardo Girão Mota, e o promotor de Justiça, Alexandre Paschoal Konstantinou para definição do pagamento de precatórios.

 

12:22 · 03.05.2018 / atualizado às 12:22 · 03.05.2018 por

 

Protesto começou na Vila São Gonçalo e chegou até o escritório da Cagece. Fotos de Diomar Araújo.

Dezenas de moradores da Vila São Gonçalo, distante 19 km da sede do município de Catarina, realizaram na manhã desta quarta-feira (2), manifestação em frente ao escritório da Cagece de Catarina e em seguida caminharam até o Fórum de Justiça onde uma comissão foi recebida pelo promotor de Justiça da comarca local, Alexandre Paschoal Konstantinou.

O protesto dos moradores da Vila São Gonçalo se deu a partir do momento em que a Cagece iniciou o abastecimento de água a partir da barragem Rivaldo de Carvalho, na vila, para a cidade de Catarina através da adutora, na última semana.

Os moradores da Vila de São Gonçalo temem ficar sem água, já que a barragem acumula atualmente 6,50% da capacidade, ou seja, 1 milhão e 300 mil metros cúbicos de água. Segundo os moradores, seria insuficiente para abastecer a cidade de Catarina e a própria vila.

Os moradores da Vila São Gonçalo alegam que atualmente a cidade de Catarina vem sendo atendida pela adutora emergencial do açude Buenos Aires, que fica próximo à sede, e que o mais tardar até o final do mês de julho a adutora do açude Arneiroz II já vai está pronta para abastecer a cidade de Catarina.

Os moradores então se reuniram e realizaram o protesto saindo da Vila São Gonçalo, passando pelo Bairro Lagoinha, centro da cidade onde aconteceu a primeira parada em frente ao escritório da Cagece. Os moradores da Vila São Gonçalo permaneceram por cerca de 10 minutos, e não foram recebidos por nenhum funcionário da empresa.

Em seguida os moradores com faixas e cartazes seguiram em direção ao Fórum de Catarina, onde uma comissão foi recebida pelo promotor Dr. Alexandre Paschoal Konstantinou, que marcou uma audiência pública para esta sexta-feira (4), às 14h, nas dependências do Fórum.

O protesto foi coordenado pela professora Luíza Gomes e pela enfermeira Guiomar Altino.

(Com colaboração de Diomar Araújo)

20:17 · 04.04.2018 / atualizado às 20:17 · 04.04.2018 por

O prefeito de Catarina, Thiago Paes de Andrade Rodrigues, assinou com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) Termo de Cooperação Técnica e adesão ao Programa Sinalize, promovido através do Governo do Estado do Ceará, Detran e Secretaria das Cidades.

De acordo com informações do prefeito de Cataria, a cidade será contemplada com 20 mil metros quadrados de asfalto, onde serão pavimentadas as principais ruas da cidade, e foram garantidos  mais 40 mil metros quadrados de asfalto para Catarina nos próximos dois anos; 2019 e 2020.

Dr. Thiago disse que a cidade de Catarina já foi cadastrada junto ao Programa Sinalize e o projeto de asfaltamento das principais ruas da cidade será entregue pela Prefeitura para que os trabalhos sejam iniciados mais rápido possível.  O coordenador do Programa Sinalize, Marlos Macêdo, participou da assinatura do convênio.