Busca

Tag: cultura


16:17 · 02.05.2018 / atualizado às 16:17 · 02.05.2018 por

 O projeto Escola Livre de Artes (ELA) segue a todo vapor na cidade de Orós. A ação é idealizada pelo Grupo Imagens de Fortaleza. O objetivo do projeto é apresentar melhorias para comunidades através da arte e cidadania como instrumentos de socialização em prol do bem estar e desenvolvimento econômico dos moradores.

Neste mês de Maio acontecerão muitas atividades de arte e cidadania. Destaque para o lançamento da Revista Plenário – Assembleia Legislativa do Estado do Ceará. Reportagem sobre antiga Conceição do Buraco. Acontecerá no dia 28 de maio, a partir das 19h na calçada da Igreja na comunidade Guassussê.

Oficinas de teatro, radiofonia, fotografia, mostras, performance, capoeira, cinema e outras ações integram a programação do mês.

Programação MAIO

SANTARÉM

Oficina de Teatro: Teatro como forma de brincadeira

Ministrado: Bené Tavares (Icó)

Dia 12 – Sábado

Horário: 8h às 17h

Local: Alpendre do Sr Didi

Oficina de Fotografia e Rádio Comunitária

Ministrado: Jan Messias (Iguatu)

Dia 19 –Sábado

Horário: 8h às 17h

Local: Sede da ONG

Oficina de Práticas Radiofônica

Ministrado: Ismael Dantas (Orós)

Dia 25 –Sexta

Horário: 13h às 16h

Local: Rádio Nossa FM – Orós

Oficina de Palhaçaria – Teatro

Ministrado: João Victor (Fortaleza)

Dia 26 –Sábado

Horário: 8h

Local: Alpendre do Sr Didi

GUASSUSSÊ

Intervenção de poesia – Poste Poesia

Ministrada: Carlê Rodrigues (Iguatu)

Dia 18 – Sexta

Horário: 8h

Local: Sindicato dos Trabalhadores

Capoeira – Vamos jogar?

Mediador: Professor Mororó (Iguatu)

Dia 18 – Sexta

Horário: 14h

Local: Sindicato dos Trabalhadores

Performance: O Vendedor de amor

Interpretação: João Victor (Fortaleza)

Dia 25 – Sexta

Horário: 16h

Local: Ruas

Cinema com Pipoca

Filme: Narradores de Javé

Dia 26 – Sábado

Horário: 19h

Local: Praça de Igreja

Lançamento da Revista Plenário – Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Reportagem: Resgatando Memórias – Conceição do Buraco*

Dia 28 – Segunda

Horário: 19h

Local: Calçada da Igreja

*Distribuição de exemplares para comunidade

PALESTINA

Capoeira – Vamos jogar?

Mediador: Professor Mororó (Iguatu)

Dia 18 – Sexta

Horário: 8h

Local: CSO – Centro Social

Intervenção de poesia – Poste Poesia

Ministrada: Carlê Rodrigues (Iguatu)

Dia 18 – Sexta

Horário: 14h

Local: Escola

Cidadania na Contemporaneidade – Palestra/Debate

Ministrada: Bárbara Cândido (Guassussê)

Dia 19 – Sábado

Horário: 14h

Local: Sindicato Rural

Oficina de Palhaçaria – Teatro

Ministrado: David Santos (Fortaleza)

Dia 26 –Sábado

Horário: 14h

Local: Sindicato dos Trabalhadores Rurais

Apresentação de Espetáculo de Teatro

Mais Uma Grande Besteira – Grupo As 10 Graças (Fortaleza)

Dia 26 – Sábado

Local: Praça

Horário: 19h

IGAROI

Stencil – O mundo mais vivo

Ministrado: Sherlânio Martins (Palestina)

Dia 5 – Sábado

Horário: 14h

Local: Igreja de Igaroi

Técnica Vocal e Composição Musical

Ministrado: Bruno Kaos (Icó)

Dias 18 e 19 – Sexta e Sábado

Horário: 8h às 17h

Local: Igreja – São Luiz Gonzaga – Sítio São Romão

Stencil – O mundo mais vivo

Ministrado: Sherlânio Martins (Palestina)

Dia 26 – Sábado

Horário: 14h

Local: Igreja – São Luiz Gonzaga – Sítio São Romão

ORÓS

Oficina de Fotografia

Ministrado: Mateus Leandro (Icó)

Dia 4 – Sexta

Horário: 8h

Local: Centro Social de Orós – Bairro São Geraldo

Oficina de Fotografia

Ministrado: Mateus Leandro (Icó)

Dia 4 – Sexta

Horário: 14h

Local: Centro Social de Orós – Sede

Oficina de xilogravura (Noções básicas)

Ministrado: Mamedes Júnior (Orós)

Dia 11 – Sexta

Horário: 8h às 17h

Local: Centro Social de Orós – Sede

Ação Sesc Iguatu

Circuito Sesc de Incentivo à leitura – literatura Africana

Dia 24 – Quinta

Horário: 15h

Local: Centro Social de Orós – Sede

Performance: O vendedor de amor

Interpretação: João Victor (Fortaleza)

Dia 25 – Sexta

Horário: 9h

Local: Ruas

Semana de Arte com Naile Cidrao (Fortaleza)
Leitura com arte: Jogo lúdico

Local: CSO – Bairro São Geraldo
Data: de 28 a 31 – segunda à quinta
Horário: 8h

Construção de garrafas decorativas

Local: CSO – Matriz
Data: de 28 a 31- segunda à quinta
Horário: 14h

08:47 · 28.04.2018 / atualizado às 08:47 · 28.04.2018 por
Apresentação da quadrilha do João Paulo II, Ariá do Sertão. Foto de Honório Barbosa

A secretaria da Cultura do município de Iguatu divulgará neste sábado (28) os detalhes do “Arraiá do Povo 2018”, o maior evento cultural da região Centro Sul do Ceará. O lançamento será feito no auditório da Secretaria de Ação Social, localizado na Rua Engenheiro Wilton Correia Lima, no bairro Prado. Na oportunidade, serão anunciadas as atrações dos festejos e o festival de quadrilhas.

O Arraiá deste ano está confirmado para acontecer no período de 13 a 17 de Junho e vai homenagear os músicos Jeová Fernandes e Djacir Rodrigues. Em 2017, durante os quatro dias de festa, mais de 40 mil pessoas passaram pelo Parque de Exposições do Rotary Club, onde aconteceu o evento. Neste ano, a expectativa é superar esta marca.

O prefeito Ednaldo Lavor frisou a importância e a alegria de realizar pelo segundo ano consecutivo o Arraiá do Povo. “O nosso compromisso é resgatar as festas populares, proporcionando ao povo de Iguatu muita diversão e lazer, com festival de quadrilhas e bons shows. E além de valorizar as tradições culturas do nosso povo, o evento também gera oportunidade de emprego, renda e ainda fortalece a nossa economia local”, destacou o prefeito.

16:08 · 27.02.2018 / atualizado às 16:08 · 27.02.2018 por

 

Atriz Betânia fez participação em ‘O Velho Chico’. 

Março é o mês das mulheres e do Teatro. A Escola Livre de Artes (ELA) em Orós divulgou programação para o mês de março, que se aproxima. Para homenagear nossas mulheres guerreiras vai acontecer “Som de Calçada”, repertório genuinamente feminino nas vozes de Duda Monte e Ozamelia Cândido.

No Bar Resenha vai acontecer show de humor com Arrochadinha e Leide Daiana. A Igreja Matriz de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro na cidade de Orós será palco de uma vasta programação cultural que contará com a presença de Betânia Lopes, atriz da novela “O Velho Chico”.

Homenagem ilustre vai para o senhor Dantas, o homem da “Voz da Liberdade”.

07:10 · 31.01.2018 / atualizado às 21:08 · 30.01.2018 por

A Escola Livre de Artes em Orós divulgou programação para atividades no decorrer do mês de fevereiro. Há variedades de atividades em todos os distritos e na sede urbana.

A programação tem como destaque a circulação do espetáculo “O Circo da Rua de baixo” com Coletivo Cérebro da cidade de Iguatu. Vai rolar oficina de Fuxico para os adultos na calçada da Lucileuda, no Distrito de Santarém.

E, antes do Carnaval, o grande artista Zé Ângelo vai ministrar uma oficina de Maquiagem Cênica no Centro Social de Orós.

O Bar Pantanal que tem uma paisagem linda será palco para o remelexo da oficina de Dança com Yago Venicius.

Confiram programação de cada comunidade:

SANTARÉM

Oficina de Fuxico – Contando histórias

Ministrado: Airan e Lucileuda (Santarém)

Dia: 03 – Sábado

Horário: das 18h às 21h

Público alvo: Acima de 14 anos

Local: Calçada da casa de Lucileuda – Santarém

 

Oficina de Dança de Rua

Ministrado: Yago Venicius (Orós)

Dia: 24 – Sábado

Horário: das 8h às 12h

Público Alvo: Livre

Local: Alpendre do Senhor Didi – Santarém

 

Oficina de Economia Familiar

Ministrado: Romário Cândido (Santarém)

Dia: 24- Sábado

Horário: das 14h às 17h

Público Alvo: Acima de 14 anos

Local:  Casa do Antônio Jorge – Santarém

GUASSUSSÊ

Oficina de Dança de Rua

Ministrado: Yago Venicius (Orós)

Dia: 02 – Sexta

Horário: das 18h às 21h

Público Alvo: Livre

Local: Calçada da Igreja – Guassussê

Teatro – Circulação

O Circo da rua de baixo – Coletivo Cerebral

Dia 23 – Sexta

Público Alvo: Livre

Horário: 19h

Local: Coreto da  Praça – Guassussê

 

Oficina de Arte Urbana

Ministrado: Coletivo Cerebral (Iguatu)

Dia: 24 – Sábado

Horário: das 8h às 12h

Público Alvo: Livre

Local:  Sindicato – Guassussê

 

Oficina de Técnica Vocal

Ministrado:  Bruno Kaos (Icó)

Dia 24 – Sábado

Horário: das 14h às 17h

Público Alvo: Livre

Local: Sindicato –  Gaussussê

PALESTINA

Oficina de Economia Familiar

Ministrado: Romário Cândido (Santarém)

Dia: 03 – Sábado

Horário: das 8h às 12h

Público Alvo: Acima de 14 anos

Local:  Casa do Thiago Richad

 

Oficina de Teatro do Oprimido – Construção de Cena

Ministrado:  Bené Tavares (Icó)

Dia: 24 – Sábado

Horário: das 8hh às 12h

Público Alvo: Livre

Local:  Sindicado – Palestina
Oficina de Arte Urbana

Ministrado: Coletivo Cerebral (Iguatu)

Dia: 24 – Sábado

Horário: das 14h às 17h

Público Alvo: Livre

Local:  Sindicato – Palestina

 

Teatro – Circulação

O Circo da rua de baixo – Coletivo Cerebral

Dia 24 – Sábado

Horário: 19h

Público Alvo: livre

Local: Praça – Palestina

 

IGAROI

Oficina de Economia Familiar

Ministrado: Romário Cândido (Santarém)

Dia: 03 – Sábado

Horário: das 14h às 17h

Público Alvo: Acima de 14 anos

Local:  Casa da Adriana Josino – Igaroi
Oficina de Teatro do Oprimido – Construção de Cena

Ministrado:  Bené Tavares (Icó)

Dia: 23 – Sexta

Horário: das 18h às 21h

Público Alvo: Livre

Local:  Sindicado –  Igaroi

 

Oficina de Técnica Vocal

Ministrado:  Bruno Kaos (Icó)

Dia 24 – Sábado

Horário: das 08h às 12h

Público Alvo: Livre

Local: Sindicato – Igaroi

14:37 · 30.01.2018 / atualizado às 14:37 · 30.01.2018 por

 

Fórum discutiu ações para a Cultura.

Iguatu sediou a realização do Fórum Regional de Cultura e Turismo da Região Centro Sul e Vale do Salgado na sala de multimeios do Campus Multi-institucional Humberto Teixeira. O objetivo do encontro foi discutir políticas públicas para o setor.

O Fórum é um órgão colegiado, com atribuições consultivas, propositivas, de gestão, de fortalecimento, de discussão, de intersetorialidade e troca de experiências nas áreas da cultura e do turismo, realizando um
trabalho integrado entre os municípios da região, detectando suas potencialidades nas linguagens nas áreas propostas.

O prefeito de Iguatu, Ednaldo Lavor, destacou a importância da discussão coletiva para definição de ações e estratégias regional entre os artistas e promotores da Cultura. A secretária, Lúcia Felipe, que neste ano, novas ações estão sendo definidas para o setor.

A solenidade contou com a participação da secretária adjunta da Cultura do Estado, Suzete Nunes; do prefeito de Iguatu, Ednaldo Lavor; do vice-prefeito, Marcos Sobreira; da deputada estadual, Mirian Sobreira; do presidente da Câmara Municipal de Iguatu, Mário Rodrigues; da Secretária Municipal da Cultura, Lúcia Felipe; de vereadores,
secretários e lideranças locais.

22:02 · 24.01.2018 / atualizado às 22:02 · 24.01.2018 por

 

Fórum discutiu caminhos para a cultura e o turismo na região. Foto de Honório Barbosa

O Fórum Regional de Cultura e Turismo da região Centro-Sul e Vale do Salgado promoveu na manhã desta quarta-feira, 24, reunião com a participação do prefeito, Ednaldo Lavor, da secretária de Cultura, Lucinha Felipe, assessores, vereadores, artistas, no Campus Multi-institucional Humberto Teixeira.

O objetivo do Fórum é fomentar e integrar os artistas da região. “Buscamos ações estratégicas que assegurem o desenvolvimento do setor cultural e outros”, frisou a secretária, Lucinha Felipe. “Nos encontros há troca de experiência e realização de trabalho integrado”.

O prefeito Ednaldo Lavor destacou o diálogo permanente com a classe artística e o apoio às ações culturais e valorização dos artistas locais.

Os artistas participantes apresentaram sugestões e discutiram ações para o Fórum Regional.

11:38 · 29.12.2017 / atualizado às 11:38 · 29.12.2017 por

O prefeito de Iguatu, Ednaldo Lavor, a deputada estadual, Mirian Sobreira, além de secretários e assessores, receberam na manhã desta quinta-feira, 28, a visita do deputado federal, José Guimarães, que reafirmou o apoio para obras e projetos para Iguatu. O encontro aconteceu no prédio da antiga estação ferroviária, localizado no centro da cidade, próximo a Praça das Crianças, onde está instalada a Casa do Papai Noel.

Guimarães parabenizou a administração por ter obtido a cessão de uso das estações ferroviárias de Iguatu e do distrito de Suassurana. Ele também reafirmou a parceria que tem com o município.

“Neste prédio da antiga estação ferroviária será instalado o cinema da cidade, um investimento que nós conseguimos ainda no governo da presidenta Dilma Rousseff”, destacou o parlamentar.

A deputada estadual Mirian Sobreira falou sobre os esforços da gestão para melhoria dos serviços prestados à população” Hoje, nós estamos celebrando talvez o maior presente de Natal que Iguatu recebeu em 2017, que foi a cessão de uso de todo esse patrimônio ferroviário que perpassa o município, pelo período
de até 20 anos, para que possam ser desenvolvidos diversos projetos que beneficiem a população” frisou.

O prefeito Ednaldo Lavor agradeceu o apoio que tem recebidos do deputado Guimarães e da deputada Mirian Sobreira. “Este local era ponto de venda e uso de drogas, as pessoas tinham até medo de passar em frente. Essa é uma área que está no coração de Iguatu, e nós precisávamos fazer alguma coisa para mudar essa situação. Nós
iremos transformar este local em um grande centro de cultura, lazer e entretenimento” finalizou o gestor.

11:21 · 29.12.2017 / atualizado às 11:21 · 29.12.2017 por

São 13 noites de intensa programação Cultural no Centro Histórico de Icó durante o Festival Icozeiro, que começou no último dia 18 e será encerrado neste sábado, 30.

O VII Festival da Cultura Icoense – Icozeiro 2017 – reuniu centenas de artistas e grupos para um público de  milhares de pessoas no Centro de Arte e Cultura Prefeito Aldo Marcozzi Monteiro, no prédio da Antiga Casa de Câmara e Cadeia de Icó.

Um pé de icozeiro  será plantado neste fim de semana no Largo do Théberge.

No sábado, 30, o evento celebrará e homenageará os literatos icoenses Antônio Jota e Chico Vitor, escritor e poeta, respectivamente, que em suas marcas literárias promovem e levam o Icó aos mais distantes recantos. Ambos serão agraciados com as comendas Heráclito Graça e Francisco de Montes Silva.

PALCO MULTICULTURAL

Além de promover a diversidade das linguagens e produções culturais locais, especialmente, o VII Festival Icozeiro proporcionou o intercâmbio cultural com artistas e gestores culturais do Ceará (Fortaleza, Maracanaú, Cedro, Orós, Umari, Quixeramobim) e Paraíba (Pocinhos), valorizando o encontro cultural e fortalecendo o entreposto cultural do território icoense.

O evento é realizado pela Associação Filhos e Amigos de Icó (Amicó).  O Festival neste ano trouxe cerca de 100 atrações de teatro, dança, música, palestras e audiovisual, 13 exposições, 78 apoios e parcerias, além de espaço fixo destinado à cultura dos animes (Expoanime) e campanha de doação de sangue em parceria com o Hemoce Iguatu, além da presença da 11ª Mostra Cinema e Direitos Humanos e espaço para estandes.

 

09:59 · 18.12.2017 / atualizado às 10:01 · 18.12.2017 por
Cultura em Icó até o fim deste mês. Fotos: Divulgação 

No feriado municipal dedicado à padroeira do Município, Nossa Senhora da Expectação, celebrado nesta segunda-feira (18), o Icó transforma-se na capital da cultura e das artes integradas: tem início o VII Festival da Cultura Icoense, o Icozeiro 2017, que prossegue até o dia 30 de dezembro. O evento é realizado no Centro de Arte e Cultura Prefeito Aldo Marcozzi Monteiro, localizado na antiga Casa de Câmara e Cadeia

Um cortejo brincante puxado pela Banda Municipal de Música de Icó Maestro Gonçalo Farias dos Santos irá percorrer o Centro Histórico de Icó e anunciar o início de um dos maiores eventos gratuitos e independentes do interior do Ceará e que já integra o calendário da região Centro-Sul cearense.

Realizado pela Associação Filhos e Amigos de Icó (AMICÓ) desde 2011 no Centro de Arte e Cultura Prefeito Aldo Marcozzi Monteiro, no prédio da antiga Casa de Câmara e Cadeia, o evento espera superar a marca de 22,5 mil pessoas atingidas em 2016.

O Festival Icozeiro 2017 conta com mais de 70 atrações de teatro, dança, música, palestras e audiovisual, 13 exposições, 78 apoios e parcerias, além de espaço fixo destinado à cultura dos animes (Expoanime) e campanha de doação de sangue em parceria com o Hemoce Iguatu.

Estarão presentes no evento, além de artistas icoenses, que em sua maioria compõem o evento, Umari, Cedro, Orós, Iguatu, Fortaleza, Maracanaú, Quixeramobim, Brejo Santo, além da Paraíba.

Novidade deste ano, o festival de artes integradas contará com a transmissão ao vivo, em uma parceria com a empresa Brisanet, e possibilitará ser assistido em qualquer lugar do mundo.

Além disso, será trazido e apresentado no evento a planta Icozeiro, que há séculos fazia parte do espaço icoense e do sertão cearense, e que foi dizimada em virtude de ser tóxica ao gado que a comia, conforme estudos posteriores.

Haverá, ainda, homenagem às instituições SESC Iguatu, UFCA / IESA (Campus Icó) e Hemoce Iguatu, além dos literatos icoenses Antônio Jota e Chico Vitor.

Além destes, o IV Concurso Literário Icoense (CLIC) Poeta José de Oliveira Neto (charge, conto, crônica, poesia e cordel) e o Troféu Louro Verde (pessoa jurídica e escola) também integram as ações do evento, que contará novamente com os voluntários, que se inscrevem anualmente para amplificar a atuação do evento.

O Festival tem como objetivo promover a integração e a valorização de todos os segmentos da cultura e da arte.

18:57 · 11.12.2017 / atualizado às 18:59 · 11.12.2017 por

   As relevantes ações realizadas em Icó nas áreas social, educacional e cultural ao logo dos anos serão homenageadas na sétima edição do Festival da Cultura Icoense – ICOZEIRO.

O festival de artes integradas que já integra o calendário da região Centro-Sul cearense entregará as comendas especiais de instituições apoiadoras ao Instituto de Estudos do Semiárido (IESA) – Campus Icó da Universidade Federal do Cariri (UFCA) e ao SESC Iguatu, na abertura, dia 18 de dezembro, e ao Hemoce Iguatu, dia 27 de dezembro.

As homenagens integram e reforçam a valorização destas instituições enquanto geradoras de atividades que beneficiam o município de Icó e integram o rol de parcerias que engrandecem o Festival da Cultura Icoense, o Icozeiro.

O Festival Icozeiro é realizado entre os dias 18 e 30 de dezembro no Centro de Arte e Cultura Prefeito Aldo Marcozzi Monteiro, no prédio da antiga Casa de Câmara e Cadeia de Icó. Em 2016, o evento mobilizou 22 mil pessoas e é considerado o maior acontecimento multicultural gratuito e independente do Sul do Ceará.

UFCA / IESA – O Instituto de Estudos do Semiárido (IESA) é a sétima unidade acadêmica da Universidade Federal do Cariri (UFCA) com sede no Campus Icó, criado no dia 23 de abril de 2014.

O IESA é gerador de relevantes atividades de ensino, extensão, pesquisa e cultura, através da própria estrutura e do curso de Bacharelado em História com ênfase em Gestão do Patrimônio que integra o campus, com duas turmas de discentes, além de corpo de docentes e técnicos-administrativos.

Desde o início de suas atividades em terras icoenses, a UFCA / IESA é parceira do Festival da Cultura Icoense e da entidade realizadora do projeto, a Associação Filhos e Amigos de Icó (AMICÓ), com a qual estabeleceu convênio em agosto deste ano, com a ação de estágio voltada à construção do Festival em 2017.

SESC IGUATU – Parceiro do Festival Icozeiro desde o ano de 2012, a Unidade do Serviço Social do Comércio (Sesc) de Iguatu está presente anualmente no evento com exposições e apoio financeiro para a sua realização. Esta importante contribuição para a cultura local receberá loa na abertura do evento.

Em 2017, o SESC Iguatu estará presente com o lançamento do cordel “Retalhos de Poesia”, declamado por Amanda Preá, e levará para exposição molduras das obras de Portinari e matrizes de xilogravura, além da distribuição de cordeis durante as 13 noites de evento.

HEMOCE IGUATU – Presente desde o surgimento do Festival Icozeiro, a coleta externa realizada pelo Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) Regional Iguatu é uma parceria constante na programação.

Levando a solidariedade, que se fortalece no período de final de ano, a campanha de doação de sangue e cadastro de medula óssea visa mobilizar a sociedade em prol de fazer o bem ao próximo.

A coleta externa de sangue objetiva reforçar o estoque sanguíneo e abastecer unidades hospitalares da região, incluindo o município de Icó, que também é abastecido com o material sanguíneo do Hemoce Regional de Iguatu.

HISTÓRICO ICOZEIRO – O Festival Icozeiro visa promover a integração e a valorização de todos os segmentos da cultura e da arte e estimular a criação e divulgação artístico/cultural em nosso município e dos municípios vizinhos.

O projeto-evento representou o Ceará e foi finalista do 30º Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), em 2017, na categoria IV – “excelência em gestão compartilhada do patrimônio”.