Busca

Tag: cultura


19:18 · 05.08.2016 / atualizado às 19:18 · 05.08.2016 por
Fim de semana com exibição de filmes movimenta área cultural em Icó
Fim de semana com exibição de filmes movimenta área cultural em Icó

O cineclube do Teatro Municipal da Ribeira dos Icós (TMRI) recebe a ação Cineclubes Livres 2016 com exibições gratuitas das sessões Mundo Livre e Premiados I

As noites deste sábado (06) e domingo (07) do Teatro Municipal da Ribeira dos Icós (TMRI) serão contempladas com a sétima arte produzida de forma independente do Brasil.

A 15ª Mostra do Filme Livre (MFL) se descortina no espaço cênico mais antigo do Ceará, com a apresentação de duas sessões especiais, composto por quatro curtas metragens e três médias.

Após passar nos Centros Culturais Banco do Brasil, nas capitais brasileiras, no início do ano, a MFL realiza neste mês de agosto exibições em todo o Brasil a partir da ação Cineclubes 2016, com a exibição de filmes independentes em cineclubes nacionais localizados em coletivos, pontos de cultura, sindicatos, dentre outros espaços.

O Cine dos Icós, projeto do Teatro Municipal da Ribeira dos Icós, foi um dos dois cineclubes selecionados em Icó e no Sul do estado do Ceará, juntamente com dezenas de espaços no país considerados como zonas autônomas temporárias com novos caminhos de distribuição do cinema brasileiro.

A 15ª Mostra do Filme Livre conta com o apoio institucional do Banco do Brasil e W Set e a nível local tem a realização do Teatro Municipal da Ribeira dos Icós, através do Cine dos Icós, com apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo.

PROGRAMAÇÃO – No sábado (06), a Sessão Mundo Livre será realizada a partir das 20h30. Com películas produzidas por brasileiros que residem no exterior e classificação indicativa de 14 anos, serão exibidos “Parque Soviético” (10 min), de Karen Black (RJ); Indian Wells (17 min), de Luca Boskovitz e Thomaz Arruda (SP); Escape Fromm my Eyes (33 min), de Felipe Bragança (RJ); e Sugar Freeze (10 min), de Louise Botkay.

No domingo (07), às 20b, será a vez da Sessão Premiados I, com produções cinematográficas premiadas pela curadoria do evento. Fazem parte da lista a ser exibida “Ruby” (17 min), de Jorge Loureiro, Guilherme Soster e Luciano Scherer (RS); “Subsolos”, de Simone Cortezão (MG); e “Carruagem Rajante” (22 min), de Lívia de Paiva e Jorge Polo (22 min). A classificação indicativa é de 12 anos.

CINE DOS ICÓS – O projeto de cineclube do TMRI foi iniciado em 2010, integrando um projeto do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em parceria com o Ministério da Cultura, com o objetivo de criar salas de exibição em cidades históricas brasileiras.

Neste ano, o Cine dos Icós ainda foi contemplado com a 10ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Mundo, através do Circuito Difusão. Esta é a segunda vez que o cineclube integra um circuito nacional de exibição cinematográfica.

SERVIÇO:

MOSTRA DO FILME LIVRE (MFL) – CINECLUBES 2016

CINE DOS ICÓS

LOCAL: Teatro Municipal da Ribeira dos Icós (TMRI)
SESSÃO MUNDO LIVRE

DATA: 06 de Agosto de 2016 (sábado)

HORÁRIO: 20h30

EXIBIÇÕES: Parque Soviético (10 min), de Karen Black (RJ); Indian Wells (17 min), de Luca Boskovitz e Thomaz Arruda (SP); Escape Fromm my Eyes (33 min), de Felipe Bragança (RJ); e Sugar Freeze (10 min), de Louise Botkay.

CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: 14 anos
SESSÃO PREMIADOS I

DATA: 07 de Agosto de 2016 (domingo)

HORÁRIO: 20h

EXIBIÇÕES: Ruby (17 min), de Jorge Loureiro, Guilherme Soster e Luciano Scherer (RS); Subsolos, de Simone Cortezão (MG); e Carruagem Rajante (22 min), de Lívia de Paiva e Jorge Polo (22 min).

CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: 12 anos

17:19 · 26.06.2016 / atualizado às 17:19 · 26.06.2016 por
O prefeito de Cedro, Nilson Diniz, ao lado do empresário Ivens Dias Branco. Foto: Maciel Bezerra
O prefeito de Cedro, Nilson Diniz, ao lado do empresário Ivens Dias Branco. Foto: Maciel Bezerra

Com a parceria do Sesc, a prefeitura de Cedro está revitalizando a Antiga Estação Ferroviária, a ser transformada em palco de um polo multicultural. No local, funcionarão a secretaria de Cultura do Município, o Museu de Cedro e o Memorial Ivens Dias Branco. O trabalho de reforma do prédio tem previsão de conclusão em 90 dias.

Memorial Ivens Dias Branco
O equipamento é a justa e honrosa homenagem dos cedrenses ao ilustre conterrâneo, renomado empresário, falecido nesta sexta-feira (24/06). Memorial e Museu terão a Curadoria de Alemberg Quindins (Fundação Casa Grande – Nova Olinda).
“Neste conjunto de equipamentos culturais que podemos chamar Estação Cultural Cedro, teremos apresentações artísticas nas diversas linguagens”, reforça o prefeito Nilson Diniz.

Para entrar para a história

O empresário Ivens Dias Branco era presidente do Conselho Administrativo do Grupo M. Dias Branco, nascido em 1934 na cidade de Cedro, filho de Manuel Dias Branco e Maria Consuelo. Dois anos após o nascimento de Ivens, a família mudou-se para Fortaleza, adquirindo a Padaria Imperial, primeiro passo para a criação de um dos dez maiores conglomerados empresarias na produção de massas e de biscoitos em todo o mundo.

O prefeito de Cedro, Nilson Diniz, lamentou o falecimento do empresário Cedrense, o gestor afirmou que o Ceará perdeu uma de suas mais ilustres personalidades, “que para orgulho nosso é cedrense”. Ao lamentar a perda, o gestor destacou: “Vai-se o homem, fica a sua história, se o legado de um empresário nascido em um estado pobre como o nosso é o mar de oportunidades que deixou capaz de atravessar o Atlântico, esse homem só pode ser alguém muito, muito especial”.
O velório ocorreu neste sábado e foi reservado à família, em São Paulo, onde o corpo será cremado.

Sua última vinda à terra natal

Em 5 de Dezembro de 2015, Ivens Dias Branco visitou Cedro para inaugurar a unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). O imóvel, em homenagem ao ilustre filho cedrense, recebeu o nome de Ivens Dias Branco. Emocionado, Ivens destacou à vinda ao município. “Aqui eu posso dizer que consegui plantar o amor, porque foi onde meu pai conseguiu muito êxito nos negócios com a implantação de armazém de secos e molhados e em seguida se estabeleceu em Fortaleza”.

Na ocasião,  Ivens Dias Branco parabenizou o prefeito de Cedro pelos relevantes trabalhos desenvolvidos no progresso local. “O prefeito está sempre procurando colaborar com o desenvolvimento da cidade, e Cedro tem um grande futuro, pois aqui é uma terra de grandes frutos”.

16:41 · 22.06.2016 / atualizado às 16:41 · 22.06.2016 por
Prefeito Nilson Diniz assina ordem de serviço de obra de recuperação da antiga Estação de Trem. Foto de Marciel Bezerra
Prefeito Nilson Diniz assina ordem de serviço de obra de recuperação da antiga Estação de Trem. Foto de Marciel Bezerra

O prefeito de Cedro, na região Centro-Sul do Ceará, Nilson Diniz, assinou ordem de serviço para obras de reforma da antiga Estação Ferroviária. O evento foi realizado na Praça da Matriz (Praça Nilo Viana Diniz), com direito à apresentação da maquete virtual eletrônica da obra.

A reforma é mais um sonho da população que se torna realidade. E os recursos aplicados revelam o zelo do poder público em revitalizar um equipamento que simboliza o esforço de quantos fizeram a história e o progresso de Cedro. “Diariamente, passamos pela estação e recordamos quão valioso é esse prédio. Após a reforma, teremos a um novo momento: a possibilidade de guardar as lembranças de ferroviários, funcionários e população cedrense”, disse Nilson Diniz.

Os moradores avaliam de forma positiva a iniciativa da atual administração em zelar pelo patrimônio histórico cultural do Município. “É uma boa iniciativa que vai preservar o patrimônio artístico e cultural”, disse o estudante, André Oliveira.

MELHORIAS
A reforma contemplará a substituição total do telhado, das instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias, pisos e revestimentos, novas pinturas, cobertura do canal para a criação de uma praça de alimentação, adaptações de salas para lanchonete, além do espaço que abriga a Secretaria de Cultura e do salão principal, onde será o Museu.

Os trabalhos contemplam também a recuperação e substituição de esquadrias, construção de novos banheiros, revitalização das calçadas, área dos trilhos e a construção de estacionamento.

O engenheiro Edicleison Bispo destacou esforço do prefeito municipal, do instante em que o projeto foi apresentado até a aplicação dos recursos. “Dr. Nilson tem o cuidado para que a reforma e o restaurado do prédio mantenham os traços da época, afinal, esse é um patrimônio público de incalculável valor imaterial”.

Esse ano acontecerá o Centenário da Estação, marco histórico que a Secretária de Cultura celebrará com uma programação especial. “Estamos dando continuidade ao avanço das comemorações e expressões que marcam a cultura local. As obras da Estação são uma forma de valorizar a cultura local”, explica Edicleison.

INVESTIMENTOS
A Prefeitura investirá R$ 321 mil de recursos próprios. O prazo para entrega da obra, sob a responsabilidade da RPC Locações e Construções é de 90 dias.

Centenas de moradores participaram do evento. Foto de Marciel Bezerra
Centenas de moradores participaram do evento. Foto de Marciel Bezerra
15:23 · 20.06.2016 / atualizado às 15:23 · 20.06.2016 por
Alunos recontaram histórias que emocionaram público e escritora em Jaguaribe
Alunos recontaram histórias que emocionaram público e escritora em Jaguaribe

Imagine uma bibliotecária que não se cansa de manter a biblioteca organizada e emprestar livros que vez por outra pedem para ser remendados ou até reconstruídos. Agora junte a isso uma equipe que ama o que faz, tem paciência e dedicação suficiente para ouvir história por história, ensaiar e montar uma apresentação riquíssima como a que aconteceu nesta quinta-feira, 16, na Escola Franklin Monteiro Gondim na cidade de Jaguaribe.

Uma noite de “recontação” de histórias, evento idealizado pela professora de português, Aglaice Saldanha, em parceria com a coordenadora escolar Evânia Maia, a educadora e bibliotecária Cícera Vanusia, Herika Gomes, Joelma Oliveira, Bruno Cesar e demais professores da referida instituição de ensino.

De acordo com a coordenadora tudo começou como um “castigo” onde os alunos que não realizavam as atividades dentro do prazo ou demonstravam falta de compromisso eram encaminhados à biblioteca em um contraturno, onde eles teriam que ler um livro e apresentar para os demais colegas e ainda falar da sua opinião sobre a obra.

Os alunos que não traziam as atividades, em especial as de português, começaram a fazer as atividades, e foi aí que algo mágico começou acontecer. Os demais alunos ficaram tão encantados com os livros e suas histórias que começaram a lê-los e a apresentá-los de forma voluntária.

As professoras de português que acompanhavam bem de perto todo o processo acabaram por usar a ideia como pano de fundo para trabalhar as atividades da olimpíada de língua portuguesa e o trabalho ficou tão rico que rendeu até uma noite cultural só para contação de histórias. Houve belíssimas e emocionadas apresentações. Os alunos ainda puderam contar com a presença da autora de dois dos livros apresentados. O projeto deixou a escritora emocionada.

De acordo com as palavras de Efigenia Alves, autora dos livros ‘O gato e o rabo da raposa’ e “Meu diário de bordo’, as narrativas feitas na Escola Franklin Gondim, foram encantadoras. “Crianças narrando e as histórias soltas habitando nosso imaginário”, disse.

O fato é que o evento foi resultado de uma noite diferente, mágica onde cada pessoa que esteve presente pode viajar no mundo da leitura. Encontrando literatura, cultura e lazer tudo num só lugar e Jaguaribe que já foi conhecida como terra da pistolagem a cada dia que passa se reinventa de forma positiva e com iniciativas que valem a pena ser registradas e replicadas. (Com colaboração de Hérika Gomes). 

Evento cultural e literário ocorreu na Escola Franklin Gondim
Evento cultural e literário ocorreu na Escola Franklin Gondim
10:06 · 11.06.2016 / atualizado às 10:06 · 11.06.2016 por
Festa movimenta cidade de Várzea Alegre e renova tradição junina
Festa movimenta cidade de Várzea Alegre e renova tradição junina

A secretaria de Cultura e Turismo, da prefeitura de Várzea Alegre, garante a continuidade da tradição com a realização do XII Festejo Várzea Alegre Junina.

Com o tema “Viva a Alegria! Viva as nossas tradições”, serão dois dias de festejos, com apresentações culturais e de quadrilhas juninas na quadra do CSU e o tradicional Forró de São Pedro, na Praça Sanfoneiro Chico de Amadeu.

A programação, que ainda está sendo construída, terá, no dia 27 de junho, as apresentações culturais da APAE, Casa Mãe, projeto Arte é Resgate e das quadrilhas juninas Arraiá Magnificat (Riachinho), Arriba Saia e Fogo na Roça.

No dia 28 de junho, será realizado o 33º Forró de São Pedro do CSU. As atrações ainda não foram divulgadas pela prefeitura da cidade.

O secretário de Cultura e Turismo da cidade, Milton Bezerra, sustenta que as tradições varzealegrenses continuam, pois são importantes para a perpetuação da história do povo de Várzea Alegre.

Para o prefeito Vanderlei Freire (PSD), a programação do XII Festejo Várzea Alegre Junina, neste ano, foi pensada para manter as tradições dos festejos e do forró de São Pedro do CSU, este último evento com 33 anos de história. “É missão do governo, mesmo com a falta de recursos financeiros, preservar a realização desses eventos que já fazem parte da vida do povo varzealegrense” – disse.

ENVIE SUGESTÕES DE REPORTAGENS PARA WHATSAPP (88) 9 9967.5339