Busca

Tag: ifce


18:28 · 04.08.2018 / atualizado às 18:28 · 04.08.2018 por

 

Time é bicampeão nacional. Foto: divulgação

O que você faria com R$ 8,00? Para um grupo muito especial de jovens estudantes do Instituto Federal do Ceará em Iguatu, essa quantia pode mudar muitas vidas. Foi com essa filosofia que o Time do campus venceu, pelo segundo ano consecutivo, o evento nacional (ENEB) da Enactus Brasil, divisão brasileira da organização internacional sem fins lucrativos dedicada a inspirar estudantes a melhorar o mundo através da ação empreendedora. A premiação aconteceu na noite desta sexta (20), no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza, em uma noite de muita festa para os representantes cearenses na disputa.

Além do cobiçado título nacional, a equipe ganhou o direito de representar o Brasil, mais uma vez, na Enactus World Cup, maior evento de empreendedorismo social do mundo, que acontece de 09 a 11 de outubro na cidade americana de San José, no Vale do Silício – região famosa pela concentração de indústrias de tecnologia de ponta.

Ironicamente, as soluções desenvolvidas pelos estudantes de Iguatu para chegar lá impressionam pela simplicidade e baixo custo – inclusive com a aplicação de materiais recicláveis.

O projeto Mudas nasceu no curso técnico de Irrigação e Drenagem. Nele, são utilizadas soluções acessíveis na produção de alimentos, que surpreendem pela criatividade: palitos de pirulito, pregos e pedaços de arame se transformam em um sistema de irrigação muito barato, ideal para enfrentar as condições semiáridas. Os palitos funcionam como microaspersores, aplicados com grande eficiência.

Uma seringa, um pedaço de madeira e outros materiais complementares podem virar um sensor de umidade com um custo médio de R$ 8 – valor irrisório diante do preço do equipamento convencional, que pode chegar a R$ 80 no mercado. Soluções simples que, aliadas a cursos de capacitação e oficinas ministradas pelos próprios estudantes, já transformaram a realidade de várias famílias, beneficiando sete comunidades rurais e cinco escolas da região.

Outro trabalho de forte impacto social conduzido pela equipe de Iguatu é o projeto Linhas, uma verdadeira guinada na rotina de 20 mulheres artesãs da comunidade rural José de Alencar. Além de cursos na área de corte e costura, as trabalhadoras também adquiriram conhecimentos de informática básica, gestão financeira e outras áreas. “É fácil realizar esse trabalho e impactar tanta gente? Não. Mas nós o fazemos. Pois somos o time Enactus IFCE Iguatu”, resumiu Kevin Brasil, um dos líderes da equipe.

Uma das professoras que participa do grupo, Maria Eliani Holanda Coelho (diretora-geral do campus Acopiara), foi eleita conselheira do ano. No fim da noite, o time de Iguatu saiu com nada menos que cinco troféus do evento nacional. Além da taça de grande campeão, o grupo também abocanhou o prêmio ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – erradicação da pobreza, alinhado com as diretrizes da Organização das Nações Unidas), conquistando também o segundo lugar no desafio universitário Inpev (voltado para práticas de ecoeficiência), além dos troféus de semifinalista e finalista da liga principal da competição. Haja espaço na estante!

17:35 · 04.08.2018 / atualizado às 17:35 · 04.08.2018 por

 

O IFCE abre, entre os dias 6 a 12 de agosto, inscrições para o processo seletivo complementar de cursos técnicos para três campi: Iguatu, Aracati e Jaguaruana. São 178 vagas ao todo.

Em Iguatu, são 53 vagas em cursos subsequentes: Agropecuária (14 vagas) ministrada no período da manhã; Zootecnia (12 vagas) e Agroindústria (15 vagas) com aulas à tarde; e Comércio (12 vagas) à noite.

O campus de Aracati oferta 32 vagas para os cursos técnicos concomitantes de Aquicultura, Eventos, e Informática.

Já em Jaguaruana, são 93 vagas. Os cursos são os subsequentes em Computação Gráfica (noturno ou vespertino), e Informática (noturno ou vespertino).

Inscrições

A inscrição deve ser efetuada via internet, das 9 horas do dia 06 de agosto de 2018 até as 17 horas do dia 12 de agosto de 2018. Ao acessar a página, o candidato deve ler o edital para conferir se cumpre todos os pré-requisitos.

Os candidatos deverão entregar, no horário de funcionamento do setor de protocolo do campus ofertante do curso para o qual se inscreveram, até o dia 13 de agosto de 2018, impreterivelmente, a documentação exigida no edital.

Cursos técnicos concomitantes – cursos de formação técnica de nível médio, ofertados a quem está cursando o ensino médio tradicional e, no contraturno, irá cursar o ensino técnico no Instituto Federal. O estudante só receberá o diploma de técnico mediante a apresentação do certificado de conclusão do ensino médio. Poderão inscrever-se para esta forma de oferta de ensino estudantes que, no ato da matrícula, apresentem comprovante de matrícula no ensino médio.

Cursos técnicos subsequentes – cursos de formação técnica de nível médio, ofertados a quem já tenha concluído o ensino médio. Poderão inscrever-se para esta forma de oferta de ensino estudantes que, no ato da matrícula, apresentem comprovante de conclusão do ensino médio.

10:30 · 18.07.2018 / atualizado às 10:36 · 18.07.2018 por

 

O Instituto Federal do Ceará oferece vagas para cursos de graduação na unidade de Acopiara, que foi recentemente inaugurada. São 35 vagas para a Licenciatura em Ciências Biológicas.

Para Acopiara, as inscrições seguem até 20 de julho de 2018. O curso de Ciências Biológicas será a primeira graduação da unidade.

As inscrições serão efetuadas exclusivamente via internet, no site http://qselecao.ifce.edu.br.

O vestibular terá uma única etapa cada, levando em conta a nota obtida nas edições de 2016 ou 2017 do Enem. Depois de preencher o formulário eletrônico no site e imprimir o comprovante, o candidato deverá dirigir-se ao campus de interesse para entregar, no setor de protocolo, a documentação exigida no edital. Serão considerados aprovados os candidatos que obtiverem o maior número de pontos no Boletim Individual do Enem 2016 ou do Enem 2017, dentro do limite de vagas.

Para Acopiara, o resultado preliminar deve sair no dia 27 de julho, e o resultado final, no dia 30. O período de 1º a 3/08 foi reservado para a pré-matrícula dos classificados. No dia 6, ocorrerá a realização da chamada dos classificáveis.

15:28 · 21.06.2018 / atualizado às 15:48 · 21.06.2018 por
Disputa por terra e água são comuns e geram conflitos graves no sertão. Foto de HB

Os conflitos por terra e água no Ceará têm sido um dos principais focos de reflexão envolvendo instituições de ensino superior localizadas no interior do estado. O debate em torno deste contexto guiará a mesa-redonda “Os (des) caminhos do acesso à terra e à água no espaço agrário cearense: conflitos e contradições”, nesta sexta-feira (22), às 19h, no auditório do IFCE campus de Crateús.

A mesa-redonda precede de uma atividade de campo que será realizada nos dias 23 e 24, no acampamento da Fazenda do Besouro e no assentamento Palmares, no município de Crateús. A iniciativa é organizada por docentes dos cursos de licenciatura em Geografia do IFCE campus Crateús e da Universidade Aberta do Brasil/UECE, numa parceria com movimentos sociais que atuam no contexto local.

15:25 · 21.06.2018 / atualizado às 15:25 · 21.06.2018 por

 

O campus do Instituto Federal do Ceará, em Jaguaribe, realiza no dia 26 de junho evento que debaterá as políticas públicas de inclusão, inserção e enfrentamento das pessoas LGBT: o “Abraço das Políticas Públicas às Pessoas LGBT+”.

A programação iniciará às 7h da manhã e seguirá até às 16h com palestras, oficina e grupos de discussão em torno das questões LGBT. O evento é uma iniciativa da Coordenação de Assistência Estudantil do IFCE Jaguaribe e do Centro Acadêmico professor Dias da Rocha, do curso de Licenciatura em Ciências Biológicas.

As inscrições devem ser feitas através de preenchimento de formulário eletrônico, por meio deste link. A programação completa está disponível no portal do IFCE.

17:30 · 20.06.2018 / atualizado às 17:30 · 20.06.2018 por

A pró-reitoria de Ensino publicou nesta quarta-feira, 19, o edital de preceptores do Programa de Residência Pedagógica do IFCE. O objetivo é selecionar professores da rede estadual e municipal para acompanhar os licenciados-residentes do Programa de Residência Pedagógica nas atividades de planejamento, regência e avaliação na escola-campo.

       No campus de Cedro, são ofertadas 3 vagas na área de atuação em Matemática nas seguintes escolas: EMEIF Celso Alves de Aráujo (Cedro), Colégio Estadual Celso Araújo (Cedro) e Cere Padre José Alves de Macedo (Icó).

As inscrições ocorrem amanhã,21, de 8h às 12h e de 14h às 17h, e sexta-feira, 22 (das 13h às 19h), na recepção do campus, e os candidatos devem entregar a documentação necessária no item 5.4 do edital. Não há cobrança de taxa. No item 6 do documento, está a lista de exigências para participação no Programa.

Segundo o cronograma, o resultado preliminar vai ser divulgado no próximo dia 27 e o final, 29 de junho. O processo seletivo é classificatório, por meio de análise de documentação e tem validade de 8 meses, a contar da publicação do resultado. A vigência das bolsas, cujo valor é R$ 765,00, é de 18 meses.

11:19 · 18.06.2018 / atualizado às 11:19 · 18.06.2018 por
Reúso de água cinza chega às comunidades rurais e a instituições federais, como é o caso do IFCE de Crateús. Foto de Honório Barbosa

A implantação de tecnologia alternativa vai possibilitar o reaproveitamento das chamadas águas cinzas, provenientes do uso em chuveiros e pias instaladas no refeitório do IFCE campus de Crateús. Trata-se do bioágua, sistema que garante a filtragem utilizando-se de materiais alternativos, tais como cascalho, areia, serragem, esterco e minhocas. No IFCE, o mecanismo vai favorecer experimentos didáticos, especialmente na área de Agrárias.

Como funciona

O processo de funcionamento do sistema começa com o desvio da água para uma caixa de gordura, onde é feita a eliminação do excesso de poluentes. Em seguida, se dá a etapa de filtragem, numa caixa feita com placas de cimento, preenchida com camadas respectivas de cascalho, brita, areia, pó de serra, sobrepostas por esterco bovino, húmus e minhocas.

Na primeira camada, é iniciado um processo de decomposição da matéria orgânica presente na água. Essa tarefa é feita pelas minhocas, também responsáveis pela mineralização da água, fornecendo nutrientes para as plantas.

Na medida em que o líquido vai se infiltrando na caixa, as outras camadas vão retendo o excesso de sabão e demais materiais de limpeza. A partir daí, essa água já pré-filtrada é canalizada para um tanque de armazenamento, de onde é bombeada para uma caixa d’água, podendo ser canalizada para a irrigação.

Agregado ao sistema, outro componente que amplia as suas vantagens ecológicas e econômicas é a captação de energia solar, por meio de uma célula fotoelétrica, que propicia o funcionamento da bomba hidráulica, usada para bombear a água.

Processo de implantação

A instalação do sistema no campus de Crateús está em fase de conclusão, numa parceria entre o IFCE, a Cáritas Diocesana, o Instituto Bem Viver e a ONG italiana We Word. As primeiras fases do projeto ocorreram durante a Feira da Agricultura Familiar e Economia Popular, realizada no início de junho. O processo de construção foi acompanhado por alunos e servidores do campus, além de técnicos de outras instituições parceiras.

De acordo com o professor Liandro Beserra, a disseminação dessa tecnologia propicia grandes vantagens para a região do semiárido, destacadamente para a agricultura e produção de forragem. “No IFCE ela serve de ferramenta de pesquisa, ensino e extensão, voltada para o desenvolvimento de sistemas de produção mais eficientes adaptados ao semiárido”, salienta Liandro.

17:59 · 14.06.2018 / atualizado às 17:59 · 14.06.2018 por

A pró-reitoria de Ensino do Instituto Federal do Ceará (IFCE) lançou segunda-feira, 11, o edital do Programa de Residência Pedagógica (PRP) para seleção de 30 estudantes do curso de Licenciatura em Matemática do campus do Cedro, na região Centro-Sul do Ceará.

Estão disponibilizadas 24 vagas para residentes bolsistas e 6 para voluntários. Podem participar alunos com cadastro de currículo atualizado na Plataforma Freire, disponível no endereço eletrônico https://freire2.capes.gov.br/, que será utilizado com fins de comprovação dos requisitos para a concessão das bolsas, além de ter cursado o mínimo de 50% do curso ou estar cursando a partir do 5º período e estar matriculado em Estágio I ou Estágio II.

As inscrições ocorrem de 13 a 18 de junho na recepção do campus, localizado na Alameda José Quintino S/N. bairro Prado, de 8h às 17h. Os candidatos devem entregar a ficha de inscrição devidamente preenchida; a declaração onde constem que não acumulam outra bolsa com a do PRP e que não têm vínculo empregatício com o IFCE nem com nenhuma escola participante do PRP/IFCE e que não são concludentes; histórico escolar atualizado (obtido pelo sistema acadêmico); e cópia do cartão do banco. É obrigatório ter conta-corrente do Banco do Brasil (somente para os residentes bolsistas).

O processo seletivo vai ser realizado em etapa única, por meio da nota de Índice de Rendimento Acadêmico (IRA). Os selecionados vão assinar um termo de compromisso e vão atuar em escolas-campo. A definição do local onde vão exercer as atividades é de acordo com a ordem de classificação. Segundo o edital, os primeiros colocados vão ter a prioridade de escolha, em concordância com o docente orientador. A vigência do PRP vai de agosto de 2018 a janeiro de 2020.

O valor da bolsa é R$ 400,00 e a carga horária mínima do Programa é de 440 horas. O residente deve ter disponibilidade de 7 horas semanais para dedicação às atividades

09:40 · 09.06.2018 / atualizado às 09:40 · 09.06.2018 por
Produtora agroecológica em Iguatu. Foto de HB

Como você administraria a sua produção de forma eficiente, ecológica e responsável? Essa é a pergunta do Desafio Sistema Campo Limpo Day, promovido pelo Time Enactus do Instituto Federal de Educação do Ceará (I FCE), campus de Iguatu, na região Centro-Sul do Ceará, em parceria com o Instituto de Processamento de Embalagens Vazias (InPEV).

Os cinco melhores projetos enviados por estudantes do IFCE e da comunidade externa ao Time Enactus até o dia 10 de junho concorrerão a prêmios em dinheiro. O evento ocorre no dia 12 de junho, de 7h às 16h30, na unidade Cajazeiras do IFCE-campus Iguatu.

A atividade faz parte da terceira etapa do edital do InPEV, que tem como objetivo estimular o debate acerca da produção eficiente e consciente, assim como conscientizar sobre a logística reversa de agrodefensivos. Este ano, o edital do Desafio contou com a participação de 68 universidades do Brasil. No entanto, apenas quatro finalistas da terceira etapa concorrem à última fase, cujo vencedor será anunciado no evento nacional da Enactus Brasil, do dia 18 a 20 de julho, no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza.

Nessa terceira etapa, prevista para o dia 12 de junho, os estudantes do Time Enactus IFCE Iguatu vão promover um evento aberto ao público. A ocasião contará com apresentação de palestras, trabalhos e realização de oficinas. A participação no evento acarretará na certificação de 10 horas.
O líder do Time Enactus de Iguatu, Kevin Brasil, diz que o encontro pretende reunir cerca de 400 pessoas. “Pensamos em um evento que fosse atrativo não só para os alunos do Instituto, mas pra a sociedade iguatuense e pra todo o pessoal do Ceará. Inclusive espalhamos convites em outras universidades e outros campi do IFCE”, afirma.

Sobre a premiação de ideias, Kevin explica. “Os autores devem preparar uma apresentação de 5 minutos para líderes de negócios e empresários. As três melhores propostas receberão um prêmio em dinheiro do Time Enactus IFCE Iguatu. Esperamos que a premiação instigue as pessoas a pensar numa ideia que resolva um problema não só de Iguatu mas de todo o Brasil”, finaliza.

Para auxiliar o time a subir de fase, o público pode colaborar tanto a divulgando o evento quanto participando dele.

Para enviar projetos ecoeficientes envie um e-mail para: timeenactusifceiguatu@gmail.com
Para se inscrever no dia do Desafio Universitário Campo Limpo Day (para certificação de 10 horas) clique: https://bit.ly/2IUFO20
Por que o tema é importante?

A utilização de agrodefensivos faz parte do processo de produção de alimentos no campo. No entanto, o uso incorreto ou o descarte inadequado de embalagens desses produtos químicos pode acarretar em sérios danos à saúde humana e ao próprio cultivo. Conscientizar a população do campo sobre as práticas ecoeficientes de agrodefensivos e a logística reversa desses produtos colabora para um uso mais responsável.
Como funciona?

Estruturado em quatro etapas, o Desafio Universitário Campo Limpo Day buscou mobilizar estudantes associados à organização Enactus do Brasil, professores e público externo para participarem de cursos de Ensino à Distância (EAD) sobre a logística reversa de agrodefensivos. Na segunda fase, foram promovidas aulas presenciais em escolas sobre o Sistema Campo Limpo que recebe embalagens vazias desses produtos. Nessa etapa, o Time Enactus IFCE Iguatu realizou mais de 15 aulas e 20 trabalhos, e isso os colocou entre os quatro finalistas do País para a terceira fase, que consiste em realizar um evento aberto ao público. É justamente ele que será realizado na próxima terça-feira, 12 de junho, na unidade Areias do campus Iguatu do IFCE.

Premiação de ideias
As três melhores ideias ecoeficientes submetidas ao e-mail timeenactusifceiguatu@gmail.com podem ganhar prêmios em dinheiro pelo Time Enactus IFCE Iguatu.

1º lugar: R$ 300,00
2º lugar: R$ 200,00
3º lugar: R$ 100,00

08:18 · 09.06.2018 / atualizado às 08:19 · 09.06.2018 por

 

Equipe ‘Calango’ conquistou competição de robótica realizada no Cariri

A equipe ‘Calango Elétrico’, formada por alunos do curso de Mecatrônica do Instituto Federal de Educação do Ceará (IFCE), campus de Cedro, obteve o prêmio de 1º lugar na categoria Robô Seguidor de Linha, Nível II, da qual participam turmas de ensino médio, técnico e superior. A premiação ocorreu no IV Robots, realizado na Faculdade Juazeiro do Norte.

Sob orientação do professor Nustenil Segundo, a equipe, composta pelos estudantes Venâncio Nunes, do 7º semestre, Lucas Alves de Oliveira do 6º semestre, Geovânio de Almeida Santos, do 6º semestre, Marcus Vinícius, do 5º semestre, desenvolveu um robô que se move de forma autônoma, sendo a fonte de energia células de bateria de notebook.

Os alunos instalaram controladores que ajudaram a manter o carrinho sobre as linhas pretas distribuídas nas retas e nas curvas da pista. O desafio foi errar o mínimo para vencer as corridas. Foram três disputas, na última, a equipe ‘Calango’ enfrentou nove competidores e terminou em primeiro lugar.

“A criação desse robô foi basicamente feita nos laboratórios dos Institutos Federais. A gente optou por desenvolver toda a parte do hardware e do software para não usar plataformas prontas”, explicou o líder da equipe, Venâncio Nunes. “O carro cometeu dois erros durante o percurso, mas foi mais rápido do que os outros”.

Realizado pelo colégio Objetivo, o Robots visa difundir a robótica na região do Cariri, integrando os alunos do Ensino Fundamental II, Médio, Técnico e Superior, além de incentivar a produção técnica e científica dos alunos ao aplicar os conhecimentos de eletrônica, programação e automação.