Busca

Tag: iguatu


22:24 · 17.09.2018 / atualizado às 22:24 · 17.09.2018 por

 

Moradores realizaram protesto em trecho da CE 375, na saída de Iguatu para Jucás. Fotos de Honório Barbosa

Moradores das vilas Daer e Coqueiro, na periferia de Iguatu, realizaram na noite desta segunda-feira, por volta das 20 horas, uma manifestação na rodovia CE 375 que dá acesso à cidade de Jucás. O grupo queimou pneus e interditou a via por cerca de 40 minutos. As famílias reivindicam a construção de redutores de velocidade mediante os constantes acidentes no trecho.

O protesto foi motivado por acidentes ocorridos na via nos últimos dias, em um deles, o estudante, Antonio de Pádua Almeida Oliveira Filho, 11 anos, que seguia de bicicleta para o colégio morreu ao ser atropelado por uma ambulância de Jucás.

Neste último sábado, 15, Cícero Soares da Silva, 40 anos, morador da Vila Coqueiro que conduzia uma motocicleta sofreu uma colisão com uma camioneta Hilux, branca. A vítima segue internada com fratura exposta e em estado grave, com risco de morte.

Cerca de 200 pessoas participaram do ato. Três viaturas da Polícia Militar e duas do Corpo de Bombeiros acabaram com o protesto. “O nosso objetivo é chamar a atenção das autoridades para instalar fotossensor ou quebra-molas porque o risco de acidente é muito grande”, disse José Geraldo Alves Neto. “Se nada for feito, vamos fazer nova manifestação e quebrar o asfalto”.

O trecho da rodovia está em obras e sofreu paralisação desde junho passado. Falta sinalização vertical, horizontal e conclusão do asfalto.

Pneus foram queimados para interditar a via
Bombeiros apagaram o fogo e liberaram a pista
17:34 · 17.09.2018 / atualizado às 17:34 · 17.09.2018 por
Secretário Marcelo Sobreira lançou prontuário de Saúde.

O município de Iguatu é o primeiro no Estado do Ceará a implantar o Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC). O lançamento do novo sistema aconteceu na noite dessa sexta-feira, 14, por ocasião da inauguração da nova Unidade de Saúde do bairro Novo Iguatu.

Segundo o secretário da Saúde, Dr. Marcelo Sobreira, o novo sistema é uma solução que foi licitada pela Prefeitura de Iguatu e disponibilizada pela empresa Quatro Tecnologia. Ela é capaz de aperfeiçoar o fluxo de atendimento das Unidades Básicas de Saúde, além de coordenar a gestão do cuidado. “É no prontuário eletrônico que todas as informações clínicas dos cidadãos que são atendidos no Sistema Único de Saúde (SUS) ficam armazenadas. O primeiro passo foi o cadastro dos usuários através dos Agentes Comunitários de Saúde”, explicou Dr. Marcelo.

De forma direta, o Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC) é uma espécie de arquivo online onde todas as informações de saúde, clínicas e administrativas dos pacientes ficam armazenadas. O profissional da Unidade Básica de Saúde tem acesso ao sistema por meio de computador ou tablet utilizando um navegador de internet.

O Cartão Único deve ser apresentado em cada atendimento, pois através dele será acionado o histórico do usuário. “A informatização vai trazer benefícios como: acesso rápido às informações de saúde e intervenções realizadas; melhoria na efetividade do cuidado e possível redução de custos com otimização dos recursos”, lembrou Sobreira.

Ainda de acordo com o secretário, os gestores municipais podem acompanhar em tempo real as atividades desenvolvidas nas unidades de saúde registradas através do prontuário eletrônico no Sistema de Informação em Saúde para Atenção Básica (SISAB).

Saiba mais

Pelo PEC, é possível buscar o Cartão Nacional de Saúde dos cidadãos atendidos pelo SUS em todo o país, organizar a agenda dos profissionais da Atenção Básica, acolher às demandas espontâneas, fazer atendimento individual e também o registro de atividades coletivas.

O sistema traz também odontograma digital, de uso dos profissionais de saúde bucal, gestão do cuidado para acompanhamento de gestantes e crianças até 5 anos, além de integração com a plataforma para consulta da disponibilidade de medicamentos. Também é possível monitorar pacientes faltosos e realizar controle de exames pelo computador.

17:28 · 17.09.2018 / atualizado às 17:36 · 17.09.2018 por

O prefeito de Iguatu, Ednaldo Lavor, e o secretário de Saúde, Marcelo Sobreira, inauguraram a Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Novo Iguatu.

A unidade é ampla e moderna, equipada e a farmácia recebeu estoque de medicamento básico. De acordo com o secretário Marcelo Sobreira, o equipamento conta com equipe multiprofissional composta por médico, enfermeiros, odontólogos e agentes de saúde objetivando proporcionar atendimento médico de qualidade para quem precisa. “É atendimento mais próximo de casa”, lembrou Sobreira.

O secretário destacou ainda que mais de três mil pessoas que residem na região do bairro Novo Iguatu serão beneficiadas com esta unidade.

Participaram ainda da solenidade vereadores, secretários, assessores da Prefeitura e a população em geral.
A nova UBS que leva o nome de Hilton Melo Coelho, possui salas de espera, recepção, banheiros, salas de cuidados básicos, curativos, triagem e vacinação, consultório para atendimento multiprofissional, consultório odontológico, sala para os agentes de saúde e farmácia.

10:52 · 17.09.2018 / atualizado às 10:52 · 17.09.2018 por

Um acidente de trânsito, grave, foi registrado na noite deste domingo, 16, por volta das 22 horas, no cruzamento entre as ruas Ailton Alexandre (Cruzeiro do Sul) e Dário Rabelo, onde há um semáforo.

De acordo com informações da Polícia Militar, Maria Andressa Bezerra da Silva, 22 anos, que conduzia a motocicleta Honda Bros 160 de cor vermelha, placa OCH 6530, avançou o sinal vermelho e colidiu com o automóvel, Fiat Uno Mille Way de cor azul, placas NRC 4128, que era conduzido por Francisco Rosalvo Pinto Leite, 48 anos.

Uma equipe do Samu compareceu ao local e socorreu a vítima para o Hospital Regional de Iguatu. Andressa da Silva sofreu uma fratura no fêmur e foi transferida para a cidade de Fortaleza. O condutor do automóvel foi levado par a Delegacia Regional de Iguatu, onde foi ouvido e liberado. Uma equipe do Demutran esteve no local e recolheu os veículos.

10:00 · 15.09.2018 / atualizado às 10:00 · 15.09.2018 por

 

Dia de campo do melão atraiu produtores da região. Fotos de Honório Barbosa

A secretaria de Agricultura de Iguatu promoveu nesta sexta-feira, 14, o I Dia de campo da cultura do melão japonês. O objetivo é incentivar os produtores rurais a produzir a fruta. “O nosso esforço é apresentar a cultura do melão para os pequenos produtores rurais da agricultura familiar”, observou o secretário adjunto, José Teixeira Neto. 

O dia de demonstração da cultura ocorreu em uma área de quatro hectares no sítio Penha, zona rural de Iguatu. O plantio é uma iniciativa do próprio Teixeira, que é fruticultor, produtor de mamão. “Iguatu tem terras planas, férteis, água no subsolo e vocação agrícola”, frisou Teixeira. “Queremos incentivar e apoiar a produção de frutas na agricultura de base familiar”.

Essa é a primeira área de cultivo da fruta na região Centro-Sul do Ceará.

A secretaria vai tentar mobilizar um grupo de produtores para o cultivo orgânico de acerola e expandir a área de produção de goiaba.

No Baixo-Jaguaribe, havia uma área cultiva de melão japonês de 4,5 mil hectares e produção estimada de 115 mil toneladas.

O prefeito de Iguatu, Ednaldo Lavor, o secretário de Agricultura, Hildernando Barreto, técnicos e agricultores da região participaram do evento.

Os produtores rurais reivindicaram mais apoio dos governos municipal e estadual para a produção agrícola. “Falta apoio efetivo e temos apenas iniciativas isoladas de cultivo de frutas e hortaliças”, observou o produtor, Ednaldo Barros.

09:20 · 15.09.2018 / atualizado às 09:22 · 15.09.2018 por
Representante da diocese de Iguatu e funcionário da Tipografia. Máquinas paradas no último dia de portas abertas. Fotos de Honório Barbosa

Após 51 anos de serviço na região Centro-Sul do Ceará, a Tipografia da Diocese de Iguatu encerrou suas atividades nesta sexta-feira, 14. A decisão foi do Conselho Econômico da Diocese de Iguatu, confirmada pelo Conselho dos Consultores Diocesano, formado por seis padres e o bispo, instância máxima para decisão sobre bens e questões eclesiásticas.

O fechamento da Tipografia da Diocese trouxe um sentimento de perda e tristeza para os cinco funcionários atuais e em particular para o bispo emérito e fundador da empresa, dom José Mauro Ramalho.

A decisão foi justificada por dificuldades financeiras. “Surgiram muitas gráficas e novos serviços prestados em computadores, de forma rápida e econômica”, explicou o monsenhor Afonso Queiroga. “A Tipografia foi perdendo clientes ao longo dos anos e não teve atualização de máquinas”.

Monsenhor Queiroga disse que a Tipografia da Diocese foi pioneira na região, atendendo a vários municípios com inúmeros serviços. “Agente tem um sentimento de perda”, expressou. O sacerdote disse que dom Mauro Ramalho foi comunicado da decisão e sentiu profundamente. “Ele ficou triste, não queria que isso ocorresse”.

Funcionários

Atualmente, a Tipografia da Diocese estava com cinco funcionários: Edilza Carneiro Lima; Valdier de Oliveira;  Expedito Soares da Silva; Kelmarck Nunes Bezerra e Euda Lima Caetano.

O sentimento de tristeza se abateu sobre todos eles. Edilza Lima ingressou na empresa em 1987, aos 20 anos. “Foi meu primeiro emprego e aqui vejo como uma história bonita, de aprendizado, de convivência, de conquista de clientes e amigos”, pontuou. “Foi um período de crescimento pessoal”.

Edilza Lima tinha a expectativa de que se houvesse investimento para modernização da gráfica haveria viabilidade econômica. Expedito da Silva começou trabalhar há 30 anos, ainda menor aprendiz, com 16 anos. “Estou triste com o fechamento, aprendi tudo aqui com o professor Aloísio”, contou.

Kelmarck Bezerra há 17 anos começou na Tipografia da Diocese. “Foi um primeiro emprego com carteira assinada e para mim representou um crescimento pessoal”, disse. “Vou tentar concurso para a área educacional, pois estou concluindo licenciatura em Química, no IFCE”.

Antiga impressora ainda preservada

História

A Tipografia da Diocese de Iguatu tem uma história de serviços gráficos prestados na região há mais de 20 municípios. Foi fundada em 24 de janeiro de 1967, por dom José Mauro Ramalho, bispo diocesano, e por professor Aloísio Moreira, sócio-diretor.

A empresa pertencente à diocese começou com uma máquina linotipo, uma monotipo e uma guilhotina manual. Com o passar dos anos foi crescendo, adquirindo novo maquinário e no início da década de 1980 houve aquisição de uma impressora ‘offset’, tamanho 8, moderna para a época, que permitia impressão mais rápida e de melhor qualidade.

Inicialmente funcionou atrás da Biblioteca Municipal e depois mudou-se para a Rua Floriano Peixoto, 281, o endereço de quase 50 anos, que se tornou referência.

A Tipografia atendia comerciantes, empresas diversas, agências bancárias, políticos (cartazes, santinhos), impressões de material das paróquias, e moradores. O trabalho era intenso, com cerca de 20 funcionários nas décadas de 1970, 1980.

A empresa não acompanhou a evolução dos tempos e perdeu clientes. Não houve investimentos por parte da diocese que preferiu aplicar o capital em construção de imóveis, nos últimos dois bispados.

O representante da diocese, Alex Carlos da Silva, acompanhou nesses últimos dias o fechamento da empresa. “Desde quando o bispo dom Édson assumiu a diocese, que ele tinha conhecimento das dificuldades, e inicialmente preferiu não fechar, mas o próprio mercado local não ajudou, não havia mais como funcionar”.

Alex da Silva disse que a diocese vai ver a possibilidade de venda das máquinas, reutilização dos móveis em outras instituições da dioceses e o prédio atual deve ser adaptado para estacionamento dos moradores dos apartamentos em pavimentos superiores. Já o antigo prédio da tipografia foi reformado e será colocado para alugar.

Impressora ‘offset’ adquirida no início dos anos de 1980 pelo então diretor, Aloísio Moreira.

11:10 · 14.09.2018 / atualizado às 11:10 · 14.09.2018 por

Adolescentes diariamente praticam assaltos à mão armada contra moradores na cidade de Iguatu. O caso mais recente ocorreu nesta quinta-feira, 13, por volta das 10 horas, quando duas estudantes foram roubadas nas proximidades do Campus Multi-institucional (Uece/Urca).

De acordo com a vítima, dois jovens em uma moto preta praticaram o roubo de dois celulares e fugiram em seguida.

Ainda na quinta-feira, 13, um adolescente de 17 anos foi apreendido por policiais militares, por volta das 4 horas. Com o menor foi apreendido um aparelho celular de marca Samsung J7 prime. Após ser interrogado sobre o celular, o suspeito confessou que o aparelho celular era produto de um roubo realizado no dia anterior, e que também estava na companhia de outra pessoa, o qual teriam participado da ação delituosa.

O adolescente entregou a arma utilizada no roubo, um revólver de marca Taurus, calibre 32, com capacidade para seis tiros e nove munições, intactas. O outro acusado foi identificado como José Hudson Ferreira Pereira, 18 anos. Os policiais militares conduziram ambos para a Delegacia de Polícia Civil onde foram autuados roubo.

10:29 · 13.09.2018 / atualizado às 10:29 · 13.09.2018 por

A Unidade Móvel de Empreendedorismo da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Estado do Ceará ficará em Iguatu até amanhã, sexta-feira, 14. O veículo está estacionado no Centro e oferece à comunidade diferentes serviços na área de empreendedorismo. A ação é uma parceria entre o governo do Estado e a Prefeitura de Iguatu.

Os cursos ofertados são: Empreendedorismo; Como Vender Melhor; Custo, Preço e Planejamento Financeiro; e Empreendedorismo Rural. 

A unidade contempla dentro do auditório um espaço climatizado com projetor de até 20 assentos com os temas acima descritos.

Além desses cursos, a população pode desfrutar de outros serviços como: informações sobre o Microempreendedor Individual (MEI); serviços e gêneros bancários; e cenário empresarial (tipo de empresa aberta no seu nome, situação financeira, como melhorar seu negócio, direitos e deveres e outros).

11:49 · 10.09.2018 / atualizado às 11:49 · 10.09.2018 por

 

Na manhã deste sábado, 1º, por volta do meio dia, populares encontraram o corpo de um homem, submerso, nas águas do Açude Trussu, no distrito de Suassurana, na zona rural de Iguatu.

Policiais militares e uma equipe do Corpo de Bombeiros foram ao local e encontraram o corpo de um homem identificado como Cícero de Araújo, 38 anos, agricultor. Suspeita-se que a vítima morreu por uma descarga elétrica, pois tinha uma bomba de sucção no local e fios de energia elétrica.

Segundo o representante do Corpo de Bombeiros, a vítima já estava desaparecida desde a sexta-feira passada. Familiares acionaram os amigos que começaram a fazer as buscas e conseguiram encontrar o corpo dele nas margens do açude.

O local oferecia bastante dificuldade para fazer a remoção do corpo e foi preciso utilizar uma canoa para fazer a retirada da vítimas das águas.

11:42 · 10.09.2018 / atualizado às 11:42 · 10.09.2018 por

Suspeito de prática de homicídio na zona rural de Acopiara foi preso na cidade de Mombaça, neste fim de semana. No sítio Sossego, distante 18 km da sede urbana, onde ocorreu o crime de morte, moradores informaram à polícia que um caminhão estava fazendo a mudança de móveis que seriam pertencentes a J. Monteiro, 30 anos, acusado do homicídio.

O motorista e dois ajudantes contaram aos policiais que iriam levar a mudança para a cidade de Mombaça, informando bairro,  nome da rua e número da casa. No endereço, os policiais prenderam o suspeito, que foi conduzido para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Iguatu.

 

Os militares informam ainda, que populares encontraram na frente da casa do acusado, no sítio Sossego, enterrada em um monte de areia, uma espingarda artesanal calibre 12, que possivelmente tenha sido a arma utilizada no homicídio.