Busca

Tag: iguatu


11:48 · 29.06.2017 / atualizado às 15:30 · 29.06.2017 por

 

Secretário Marcelo Sobreira empossa comitê gestor de combate às arbviroses. Foto de Douglas

A secretaria de Saúde de Iguatu deu posse ao Comitê Gestor Municipal de Enfrentamento à dengue, chikungunya e Zika. A solenidade ocorreu nesta quarta-feira, pela manhã, no auditório da secretaria de Saúde.

O secretário de Saúde de Iguatu, Marcelo Sobreira, disse que o objetivo da comissão é assegurar a eficácia do Plano Municipal de Enfrentamento ao mosquito Aedes aegypti, o vetor das arboviroses. “O nosso esforço é ampliar as ações, reduzir ainda mais o índice de infestação do mosquito, combater os focos e orientar à população”, pontou. “Estamos no caminho certo, já avançamos bastante, mas queremos melhorar ainda mais”.

 

 

 

11:26 · 29.06.2017 / atualizado às 15:31 · 29.06.2017 por

 

Reunião no Ministério Público definiu novo administrador para o Centro de Nefrologia de Iguatu. Foto de Douglas

O Centro de Nefrologia de Iguatu (CNI) terá um administrador provisório durante os próximos seis meses, podendo o período ser renovado por mais seis meses. A decisão foi adotada em reunião entre o secretário de Saúde de Iguatu, Marcelo Sobreira, o promotor de Justiça, Flávio Corte, o presidente da Câmara Municipal, Mário Rodrigues, e o advogado Mário Leal que representa a direção da clínica.

O encontro foi realizado nesta quarta-feira, 29, e firmou-se uma espécie de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), dois após operação realizada pelo Ministério Público, Polícia Civil e Vigilância Sanitária do Estado, que descobriu e fechou um laboratório clandestino que fabricava Concentrado Polieletrolítico para Hemodiálise (CPHD).

O nosso objetivo é manter a clínica de hemodiálise funcionando dentro dos padrões exigidos segundo as normas técnicas porque atende a 152 pacientes de Iguatu e de municípios da região, que precisam fazer hemodiálise três vezes por semana”, frisou o promotor de Justiça, Flávio Corte. “Queremos tranquilizar os pacientes e moradores que a substância usada agora, o CPHD, tem origem de laboratório credenciado”. 

O promotor também frisou que outras irregularidades foram corrigidas como o uso correto de capilares que são conectados à máquina e que não era trocados no devido tempo.

   Sobre a morte de pacientes que faziam tratamento de hemodiálise no CNI, o promotor disse que ainda é cedo para estabelecer um nexo entre o uso do concentrado fabricado pelo administrador da clínica, Emir Mendonça Lima Verde, que está preso. “Vamos investigar, conversei com especialistas e uns dizem que pode ter relação, e outros avaliam ser difícil o vínculo, ser pouco provável”.

Para o promotor Flávio Corte, o importante é o funcionamento da unidade de hemodiálise dentro dos padrões técnicos exigidos pela lei e por normas da Vigilância Sanitária. 

“O administrador tem o papel de assegurar o correto funcionamento da unidade”, pontou Flávio Corte.

Marcelo Sobreira frisou a importância de manter a unidade funcionando de forma correta para o bem dos pacientes e que a secretaria vai acompanhar o caso juntamente com o Ministério Público e considerou grave a produção clandestina do concentrado CPHD, que poderia trazer riscos para os pacientes.

 

DEFESA 

O advogado Mário Leal que representa a clínica disse que a direção tem interesse em corrigir os problemas e manter o funcionamento segundo as normas técnicas e preceitos legais. “Dr. Emir Lima Verde é um homem correto, íntegro, preparado, com curso na Alemanha, especialidade em análises clínicas e tudo será esclarecido e corrigido”.

Centro de Nefrologia de Iguatu tem novo administrador. Foto de Honório Barbosa
20:46 · 28.06.2017 / atualizado às 20:46 · 28.06.2017 por

 

Teste de vazão no primeiro poço do aquífero Julião. Foto: Honório Barbosa

A secretária de Agricultura e Pecuária de Iguatu de Iguatu realizou um teste de vazão do primeiro poço raso perfurado na bacia da Lagoa do Julião, zona rural do município, onde há um aquífero, que deverá abastecer o sistema de distribuição de água do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) ainda este ano.

O secretário de Agricultura, Hildernando Barreto, disse que a vazão do poço é em torno de 100 ml litros por hora, superior a estimativa de 80 mil. “Estamos felizes, e vamos perfurar dez poços”, disse. “São poços rasos de 14 metros de profundidade, mas com vazão elevada”.

O prefeito Ednaldo Lavor disse que o SAAE vai construir um reservatório em torno de 500 mil litros na área e injetar água que será bombeada na adutora do Trussu, que passa ao lado dos poços.  “Isso é um achado valioso”, frisou. “Se der certo, ainda neste ano vamos implantar o novo sistema”.

A Prefeitura vai pedir na Justiça o fim da interdição ou autorização para usar área do Aterro Sanitário de Iguatu que foi embargado.

Na bacia do Julião, o comum é perfurar poços rasos (diâmetro de 30cm) ou fazer cacimbões (poço amazonas) com diâmetro de 3m a 5m, escavados manualmente, numa profundidade de 10 a 15 metros. A adutora do Trussu, que transfere água do reservatório, localizado no distrito de Suassurana, até a Estação de Tratamento de Água (ETA) do SAAE, tem uma extensão de cerca 18 km e a rede de canos fica bem ao lado. “Foi uma feliz e grande coincidência”, frisou Barreto.

14:58 · 27.06.2017 / atualizado às 15:02 · 27.06.2017 por

 

Açude Trussu em Iguatu apresenta menor volume desde quando foi construído. Está com 12%. Foto de Honório Barbosa

A válvula dispersora do Açude Trussu, localizado no município de Iguatu, na região Centro-Sul do Ceará, será fechada, neste sábado dia 1º. A decisão foi tomada na manhã desta terça-feira, 27, em reunião de alocação e avaliação do reservatório, realizada no Complexo de Proteção e Assistência à Criança e ao Adolescente, antigo CSU, entre representantes do Dnocs, Cogerh e Comissão de Usuários de Água.

       O reservatório acumula apenas 12% de sua capacidade. 

O coordenador local do Departamento Nacional de Obras contra a Seca (DNOCS), Cléber Cavalcante, disse que a decisão foi acertada. “É para o bem de Iguatu”, frisou. “O açude está há cinco anos sem receber água, e a qualidade não está boa e precisamos economizar para este ano e o outro, abastecendo Iguatu e Acopiara”.

O integrante da Comissão de Usuários de Água, Dauísio Alves, disse que a medida vai afetar moradores das comunidades ribeirinhas do Rio Trussu. “Fomos obrigados a tomar essa decisão”, pontuou.

A Comissão determinou que a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) notifique o governo do Estado e a Prefeitura para realizar ações para assegurar o abastecimento de água das comunidades ribeirinhas, perfurando e instalando poços e implantando adutoras.

A Cogerh apresentou propostas de redução de liberação de água dos atuais 110 litros por segundos para 20, 40 ou 60 litros por segundos. De um total de 14 votos, 12 decidiram pelo fechamento total da válvula. “É triste, mas é uma decisão acertada”, disse Mardônio Mapurunga, técnico do escritório regional da Cogerh.

Reunião da Comissão de Usuários decidiu pelo fechamento da válvula. Foto de Alex Santana
20:49 · 26.06.2017 / atualizado às 20:55 · 26.06.2017 por
Laboratório foi fechado em Iguatu. Foto de Thiedo Henrique

 

A Polícia Civil prendeu em flagrante, no início da tarde desta segunda-feira (26), um homem acusado de ser o responsável por um laboratório clandestino que fabricava a substância Concentrado Polieletrolítico para Hemodiálise (CPHD) utilizada em procedimentos de hemodiálise na clínica Centro de Nefrologia de Iguatu (CNI), Emir Lima Verde Filho, sócio-administrador do CNI. A prisão ocorreu durante fiscalização realizada pela Vigilância Sanitária do Estado, Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) e Polícia Civil.

De acordo com o titular da 1a Promotoria de Justiça da Comarca de Iguatu, promotor de Justiça Flávio Corte Pinheiro, em fiscalização realizada no dia 11 de maio no CNI, a Vigilância Sanitária constatou discrepâncias no estoque de CPHD que não condiziam com a quantidade utilizada, uma vez que fazia seis meses que a substância não era adquirida junto ao fornecedor. Com isso, a Vigilância Sanitária notificou a clínica e, na defesa apresentada, o administrador confessou que fabricava o CPHD alegando dificuldades financeiras.

Diante desta realidade, a Vigilância Sanitária, o MPCE e a Polícia Civil realizaram nova fiscalização nesta segunda-feira, descobrindo que, numa tentativa de despistar as autoridades, Emir Lima Verde Filho fechou o primeiro laboratório clandestino, mas abriu outro em um novo local. Além destes fatos, o MPCE investiga ainda os óbitos de sete pacientes da clínica que podem ter ocorrido em decorrência do uso da substância fabricada no laboratório clandestino e outras irregularidades constatadas.

O delegado regional de Polícia Civil de Iguatu, Jerfisson Pereira, disse que o produto não poderia ser produzido. “A unidade era clandestina e a fabricação trazia riscos para os pacientes”, observou.

Clínica não será fechada 

O promotor de Justiça, Flávio Cortes, disse que a clínica não será fechada, pois não há outra na região para atender a demanda de pacientes que necessitam de hemodiálise. “Iremos fazer cumprir a utilização correta do material na unidade”, frisou.

O delegado de Polícia Civil de Iguatu, Wesley Alves, disse que recebeu a denúncia do Ministério Público. “O administrador do Centro de Nefrologia de Iguatu em vez de comprar o produto, estava fabricando de forma ilegal, clandestina”, disse. “Constatamos o fato e o prendemos”.

Delegado Jerffison Pereira observa produto fabricado em unidade clandestina. Foto: VC Repórter
09:30 · 25.06.2017 / atualizado às 09:30 · 25.06.2017 por

 No próximo dia 1º de julho, haverá solenidade de posse da nova diretoria do Rotary Club de Iguatu. O fisioterapeuta Vinícius Mendonça Assunção vai assumir a presidência do clube de serviço em reunião solene.

Na semana passada, houve reunião ordinária do Rotary Club que assinalou a última do ano rotário (2016/2017). O encontro foi em tom de despedida do atual conselho diretor. Foram apresentados os investimentos na sede do Parque de Exposições, balanço financeiro e apresentação dos programas sociais desenvolvidos.

Presidente

O presidente do Rotary Club de Iguatu, Tales Teixeira, apresentou as conquistas do ano em que esteve à frente. “É um sonho de todos nós rotarianos contribuir dessa forma. Tivemos muitas conquistas e podemos acima de tudo manter nossos programas do ano rotário anterior e dar nossa cara a esse que finalizou. Isso é Rotary: um trabalho construído a muitas mãos”, finalizou.

Programas

O presidente do parque de Exposições, Ícaro Teixeira apresentou os avanços por meio de fotos de ‘antes e depois’ da estrutura física do Parque de Exposições Enéas de Souza Bandeira, que conseguiu por meio de alocação de espaços para eventos sociais, baias de animais e espaços publicitários um valor de R$ 28.734,00 revertidos em melhorias estruturais, como banheiros, limpeza diária, capinação, poda e pintura.

Algumas das barracas foram recuperadas. “Assumimos esse compromisso de melhorar esse ambiente. Toda intervenção era discutida e estudada. Conseguimos quase que por 90% intervir no parque. Mas saio com a missão de dever cumprido”, pontuou Ícaro.

O tesoureiro, Rafhael Sena, rotariano e contabilista, apresentou por meio de infográficos todos os valores que circularam no caixa da entidade, os investimentos nas ações sociais desenvolvidas pela entidade. “Nosso objetivo não é medir a importância do projeto pelo custo que gera, mas sim que temos que ter responsabilidade no que investimos e apoiamos. Gerenciar valores é um processo que não deve haver amadorismo”, afirmou.

Dentre os projetos custeados, Rafhael levantou que o programa do ‘Banco Bolsa de Fraldas Geriátricas’ custou em média o valor R$ 12 mil nesse ano, que subsidiou a compra e doação de mais de 20 mil peças a beneficiados carentes da cidade. Já o ‘Banco de Cadeiras de Rodas’ foi bancado pelo club com R$ 2.700,00 transformados em 10 cadeiras para pacientes que necessitam de locomoção.

A Academia de Saúde adotada pelo Rotary junto à prefeitura recebeu a intervenção no valor de R$ 17 mil que culminou além da reforma do equipamento, na compra de aparelhos de ginástica. O espaço será inaugurado dia 30 ficando à disposição da população do bairro Flores.

Os projetos de cursos encabeçados pela Casa da Amizade, como ‘Corte e Escova’ e Costura e Customização, junto com o do Rotary em parceria com a ONG OBA’s para a formação de profissionais para o mercado de trabalho, somaram o montante de R$ 14 mil.

Pensando no acompanhando contínuo dos subsídios do Rotary, a entidade adquiriu nesse ano um software de controle financeiro e gerenciamento de recursos. A maior fonte de receita da entidade para os financiamentos das obras sociais vem da realização da feira agropecuária ExpoIguatu e da mensalidade dos associados que há três anos não passa por reajuste.

20:06 · 24.06.2017 / atualizado às 20:06 · 24.06.2017 por

A unidade descentralizada de ensino da Universidade Regional do Cariri (Urca) em Iguatu promove vestibular neste sábado, 24, e neste domingo, 25.

No total, foram inscritos 5823 candidatos para a Urca. Já para concorrer vagas em Iguatu são 1146. De acordo com o diretor local da Urca, Ivo Ferreira “é o vestibular mais concorrido do interior do Ceará”.

A unidade de Iguatu oferece cursos de Ciências Econômicas, Direito, Educação Física e Enfermagem.

​São ofertadas 40 vagas para cada curso sediado na Unidade de Iguatu, totalizando 160 vagas disponibilizadas para entrada de alunos no semestre letivo 2017.2 que se inicia em agosto.

Todas 42 salas de aula do Campus Multi-Institucional Humberto Teixeira, além de outros espaços como auditório, sala de multimeios e Núcleo de Práticas Jurídicas são utilizadas para a aplicação das provas.​

​        O professor Ivo Ferreira festejou os números e acrescentou que a alta taxa de inscritos e a grande concorrência revelam a importância da Urca no cenário geoeducacional de ensino superior da região Centro-Sul e o reconhecimento de um trabalho de muito esforço e dedicação.

10:44 · 24.06.2017 / atualizado às 10:44 · 24.06.2017 por

 

Marcelo Mota presidiu encontro em Iguatu. Fotos de Lucíolo Lessa

Após um dia inteiro de debate, chegou ao fim, na noite desta sexta-feira (23), em Iguatu, o IV Colégio de Presidentes da Ordem dos Advogados do Brasil Secção Ceará. Na ocasião, a Diretoria da OAB Ceará e os presidentes das subsecções, bem como a Diretoria da Caixa de Assistência dos Advogados do Ceará (CAACE) e a Escola Superior de Advocacia do Ceará (ESA), norteados pelo princípio da legalidade e da eficiência, discutiram temas pertinentes à classe em todo o Estado.

Um dos principais assuntos tratados foi a reestruturação da organização judiciária proposta pelo TJCE. “Na próxima terça-feira (27), iremos receber na Ordem representantes do Tribunal de Justiça, que apresentarão o projeto da reestruturação da organização judiciária a ser apreciado no Pleno do TJCE na próxima quinta-feira (29), portanto, um momento para conhecermos a proposta com maior profundidade”, pontuou o presidente da OAB, Ceará, Marcelo Mota.

 Mota mostrou preocupação em face da proposta de reestruturação), mediante a possibilidade de restringir o acesso à Justiça, criando obstáculos para que o cidadão comum venha a buscar os seus direitos.

“A partir do momento em que você extingue comarcas, está realmente criando obstáculos. Precisamos lutar por um Judiciário cada vez mais fortalecido”, disse o presidente Marcelo Mota.

Ao final do evento, foi divulgada a Carta de Intenções e Deliberações do Colégio de Presidentes. O documento pontua a solicitação de audiência com o governador do Estado para tratar do estudo técnico referente à reestruturação da organização judiciária proposta pelo TJCE, bem como assuntos como o fomento a campanhas de esclarecimento à classe contra o aviltamento dos honorários, entre outros. Confira a Carta na íntegra:

 

CARTA DE IGUATU

A Diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil Secção Ceará e os Presidentes das Subsecções, bem como a Diretoria da Caixa de Assistência dos Advogados do Ceará (CAACE) e a Escola Superior de Advocacia do Ceará (ESA), norteados pelo princípio da legalidade e da eficiência, reafirmam a importante missão de defesa do Estado Democrático de Direito e da sociedade civil e, neste diapasão, expõem as necessidades da advocacia trazidas pelos Presidentes das Subseccionais no dia 23 de junho de 2017, na Reunião do Colégio de Presidentes de Subsecções da OAB-CE, realizada na cidade de Iguatu-CE.

Reunidos, abaixo firmados, elegeram como objetivos:

I – A criação do Projeto Tribunal de Ética e Disciplina Itinerante, que levará o TED às subseccionais, promovendo melhoramentos no trâmite dos processos e procedimentos disciplinares, além da capacitação de profissionais para desempenharem tal função;

II – A constituição de uma nova plataforma de comunicação da OAB-CE com a advocacia e a sociedade, que poderão utilizar o whatsapp como canal inovador de interação;

III – A elaboração de pedido à Corregedoria do Tribunal de Justiça para que promova fiscalização junto aos cartórios, evitando, assim, a cobrança de emolumentos além dos valores expostos em tabela;

IV – A intensificação e a interiorização dos serviços da Caixa de Assistência dos Advogados do Estado do Ceará (CAACE);

V – A mobilização da classe dos advogados contra o Projeto de Reorganização Judiciária do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE);

VI – A elaboração do pedido de providências ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para instalação das salas destinadas à OAB nos fóruns de Acaraú e Independência;

VII – O requerimento de elaboração de estudo de viabilidade para mudança de jurisdição trabalhista da cidade de Santa Quitéria para a vara do trabalho instalada em Sobral, bem como a reativação da estrutura da vara trabalhista itinerante na cidade de Camocim;

VIII – O fomento a campanhas de esclarecimento à classe contra o aviltamento dos honorários;

IX – A solicitação de audiência com o governador do Estado para tratar do estudo técnico referente à reestruturação da organização judiciária do Estado do Ceará proposta pelo TJCE. Na ocasião, deverão estar presentes o presidente Marcelo Mota, a Diretoria, e os Presidentes das Subseccionais.

X – A solicitação de audiência entre a OAB Cratéus, o presidente do TJCE e a comunidade do município de Independência, para pleitear novo Fórum para aquela comarca.

 

10:14 · 24.06.2017 / atualizado às 10:14 · 24.06.2017 por
Vereadores discutiram a matéria. Foto de Thiedo Henrique

Com presença de agentes do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran), foi votado na Câmara Municipal de Iguatu (CMI), o Projeto de Lei que institui a Gratificação de Atividade de Trânsito (GAT) para os funcionários de carreira. A matéria encaminhada pelo Poder Executivo é uma política de valorização dos profissionais.

O projeto prevê que a GAT será considerada para efeito do cálculo da gratificação de adicional de tempo de serviço.

Representando a categoria, o agente Carlos Henrique afirmou que o projeto assegura os direitos dos profissionais. “Nós vínhamos com nessa batalha há muitos anos. A gratificação recebíamos, mas faltava essa regulamentação. Sofremos quando a gestão tinha problemas com a folha salarial que implicava o corte de nossas horas de serviços prestados”, disse. “Agora com essa lei, temos nossos direitos assegurados, independente de gestor”.

O projeto foi votado por unanimidade. “Acredito que foi boa vontade do gestor em encaminhar o projeto à casa”, disse Mário Rodrigues (PDT) presidente da Câmara de Vereadores.

19:46 · 23.06.2017 / atualizado às 19:46 · 23.06.2017 por

Católicos da cidade de Iguatu celebraram no fim da tarde desta sexta-feira, 23, a solenidade de Sagrado Coração de Jesus. A missa encerrou o tríduo que começou na última terça-feira.

“Celebrar o Sagrado Coração de Jesus é reafirmar a nossa fé em Jesus, é perdoar o próximo”, frisou o padre Carlos Roberto Alencar, pároco da Matriz de Senhora Sant’Ana.

A festa foi organizada pelo grupo do Apostolado da Oração, sob a coordenação da professora aposentada, Luzanira Oliveira. “O Senhor nos amou deste sempre e nos convida a nos amarmos uns aos outros”, frisou. “Devemos seguir o exemplo de Jesus, manso e humilde de coração”.