Busca

Tag: morte


11:11 · 15.01.2018 / atualizado às 11:14 · 15.01.2018 por

O jovem Emanuel Messias Oliveira Lopes morreu na madrugada deste domingo, na cidade de Cedro, na saída para a localidade de Umarizeiras, após colidir a moto em que pilotava, Honda CG 125 Fan, placa OSI-5428 com um poste e sofrer traumatismo.

Uma equipe do Samu constatou o óbito da vítima e o corpo foi conduzido pelo rabecão para o IML de Iguatu.

15:06 · 08.01.2018 / atualizado às 15:06 · 08.01.2018 por

Uma tragédia familiar ocorrida na região dos Inhamuns repercute em todo o Ceará. Neste domingo, 7, por volta das 16h, na localidade de Malhada, no município de Aiuaba, um irmão matou o outro irmão, em meio à festa de aniversário de 85 anos do pai deles, João Pereira de Almeida (João Graçu).

De acordo com parentes, os dois irmãos começaram a discutir. Inicialmente, José Lima Almeida, conhecido por José Graçu, 46 anos, residente no sítio Felipe, sacou uma faca e atingiu o irmão, Antonio Lima de Almeida,  44 anos, conhecido por Tonheiro Graçu, residente na localidade de Malhada, com um golpe no braço.

Após a lesão, Antonio Almeida sacou um revólver e efetuou um disparo atingindo a cabeça de José Graçu, que morreu no local.

Fuga

Após praticar o crime, Tonheiro Graçu fugiu, mesmo ferido, e ainda não foi localizado.

O corpo de José Graçu foi conduzido pelo rabecão para o Núcleo de Perícia Forense do IML de Tauá.

 

11:10 · 05.01.2018 / atualizado às 14:54 · 05.01.2018 por

 

Desportista Neto Franco. Foto de Richard Lopes

A classe desportista de Icó está enlutada com a morte repentina do comerciante e um dos desportistas padrão do município, o comerciante, Luís Neto da Costa, de 60 anos, conhecido por Neto Franco. Na noite desta quinta-feira, 4, ele estava jogando futebol com amigos na cidade quando passou mal e sofreu um infarto, morrendo em seguida no hospital local.

Neto Franco chegou a jogar pela seleção icoense de futebol master. Há seis seis anos construiu um clube às margens da CE 282, no conjunto Gama, que ganhou o nome de Franco Society, dotado de uma academia, área de lazer, churrascaria e um campo de futebol. Ele foi o primeiro a trazer para Icó grama sintética. No seu campo de futebol todos os dias eram realizadas partidas.

O radialista Deusivan Macedo lamentou a morte do companheiro desportista e disse que uma grande lacuna ficará no esporte icoense. Neto era também um apaixonado pelo esporte, incentivador e investidor. O comerciante Neto Franco fundou no município as equipes do América e Bonfinense, que logo se destacaram. O sepultamento do desportista Neto Franco será logo mais as 17 horas no cemitério novo da cidade. (Com colaboração de Richard Lopes).

10:53 · 05.01.2018 / atualizado às 10:53 · 05.01.2018 por

 

Jovem morreu ao ser atingido por tiros dos policiais. Foto: VC Repórter/WhatssApp

Em confronto com policiais militares do Raio, um jovem de 17 anos morreu no início da tarde desta quinta-feira, 4. Segundo informações do 10º Batalhão de Polícia Militar, uma denúncia anônima informou sobre a presença de dois homens armados que circulavam em carro Prisma, cor branca.

Os policiais do Raio foram checar a informação. O veículo era conduzido por Antônio Melo, taxista, e transportava dois jovens. Um deles já respondia por homicídio e tráfico de drogas e portava um revólver Rossi calibre 38. Fugiu após a abordagem policial.

E outro jovem, David Lima Ferreira, 17 anos, que também já respondia por homicídio, tráfico de drogas, roubo de veículo e porte ilegal de arma de fogo, efetuou disparos contra os policiais e tentou fugir. Era natural de Cedro.

Os militares revidaram contra o agressor, que foi alvejado e não resistiu aos ferimentos. Morreu na rua Francisco Bezerra Filho. O motorista e o outro jovem foram conduzidos à Delegacia Regional de Polícia Civil para prestar depoimento.

08:58 · 24.12.2017 / atualizado às 08:58 · 24.12.2017 por

Por volta das 6 horas da manhã deste sábado, 23, o corpo de um jovem, identificado por Kenalti Deividy Guedes Lima, 18 anos, foi encontrado próximo ao cemitério local, no bairro São Vicente, em Cariús.

O corpo apresentava sinais de pelo menos duas perfurações aparentemente de arma de fogo, sendo uma na nuca e outra no pescoço. A vítima já tinha passagem na Polícia por homicídio e tráfico de drogas, segundo boletim do 10º Batalhão de Polícia Militar.

 

08:44 · 24.12.2017 / atualizado às 08:51 · 24.12.2017 por

O aposentado, Francisco Francelino, foi atropelado e morreu em seguida. O acidente ocorreu na cidade de Várzea Alegre por volta de meia noite e 30 minutos deste domingo, 24, na Avenida Neném Marinheiro, bairro Alto do Tenente.

Segundo informações de populares, próximo à vítima estava uma motocicleta Honda CG-125 FAN, placa NRB 7740, caída no acostamento. “Dois homens abandonaram a moto e saíram correndo após o acidente”, confirmaram as testemunhas.

A vítima foi socorrida pelo SAMU e levada ao Hospital São Raimundo Nonato, mas morreu em seguida.

Jovem é encontrado morto  

Um jovem foi encontrado morto na madrugada deste domingo, 24, por volta de 1h30, no estacionamento de um parque de vaquejada, localizado no sítio Recanto, distrito de Riacho Verde, zona rural de Várzea Alegre.

A vítima foi identificada por Filipe Ribeiro Monteiro, 18 anos, era morador do sítio Maribondo, distrito de Quitaiús, em Lavras da mangabeira. Segundo as pessoas que trouxeram a vítima até o hospital, o mesmo foi encontrado já sem vida por algumas pessoas que estavam participando de uma festa no sítio Recanto.

De acordo com os amigos, a vítima estava bêbada e saiu em direção ao carro para dormir um pouco e, alguns minutos depois, foi encontrada caída de bruços perto do carro, já sem vida.

Segundo os policiais militares que atenderam a ocorrência, a vítima aparentemente não apresentava sinais de violência. O corpo foi encaminhado ao IML.

10:21 · 22.12.2017 / atualizado às 10:21 · 22.12.2017 por

Na madrugada desta sexta-feira, 22, por volta de 1h30, um acidente fatal foi registrado na rotatória próxima à rodoviária da cidade de Icó. A vítima foi identificada por Kaique Gabriel Ferreira Amorim, 19 anos, auxiliar de eletricista.

Segundo a Polícia Militar, a vítima conduzia a motocicleta Honda CG 160 FAN, placa PNF-8789, inscrição de Icó, e ao perder o controle caiu e bateu a cabeça no meio-fio da calçada.

Kaique Gabriel foi socorrido por uma ambulância para o hospital local, mas não resistiu aos ferimentos e morreu em seguida.

 

21:18 · 27.11.2017 / atualizado às 21:18 · 27.11.2017 por

 

Chegada do corpo de dom José Doth à Catedral de Iguatu. Fotos de Honório Barbosa

Emoção marca chegada do cortejo fúnebre de dom José Doth de Oliveira à cidade de Iguatu, na noite desta segunda-feira, 27. Após celebração de missas de corpo presente em Pedra Branca e Mombaça, o corpo do bispo emérito da diocese de Iguatu chegou por volta das 20 horas, conduzido em um carro do Corpo de Bombeiros a partir do sítio Barreiras, percorreu ruas da cidade e passou em frente às igrejas de Senhora Sant’Ana e Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

O cortejo terminou na Sé Catedral de São José. Em vários pontos da cidade houve aglomeração de moradores que aplaudiram a passagem do esquife. Um grupo de motociclistas também acompanhou o cortejo.

Mas foi reduzido o número de veículos e pessoas que assistiram ao evento.

Padres da diocese e centenas de católicos recepcionaram a entrada do caixão com o corpo do religioso, que recebeu aplausos e ingressou na Sé Catedral de São José ao som da música ‘Segura na mão de Deus’ executada pela Banda de Música do Município Maestro Manoel Ferreira Lima.

Missas de 2 em 2 horas 

Após a recepção do caixão que ficou em frente ao altar, na Sé Catedral, houve a celebração da primeira missa de corpo presente, presidida pelo padre Glauberto Oliveira, iniciada às 21 horas. No total, serão 19 liturgias. 

A cada duas horas, ininterruptamente, serão celebradas missas até as 9 horas da manhã desta quarta-feira, 29, quando haverá a última liturgia solene com a participação de padres e bispos de várias dioceses. 

Em seguida, haverá o sepultamento que está previsto para as 11 horas, na cripta da Catedral, atrás do altar.

Emoção 

O seminarista Henrique Teixeira estava chorando no altar, após a chegada do caixão. “Estou muito emocionado, embora tenha convivido pouco com ele, que morava vizinho aos meus pais, na cidade de Pedra Branca”, disse.

Os padres Glauberto Oliveira, João Batista, Carlos Roberto Alencar e João Melo choraram ao entrarem na Catedral ao lado do caixão.

Os padres Carlos Roberto e Glauberto Oliveira se abraçaram na escadaria da Igreja. “Foi um grande bispo, um amigo, um pai”, disseram.

Dom José Doth sofria de problemas decorrentes de doença degenerativa (Alzheimer). Estava sob os cuidados de parentes, em sua cidade natal, Pedra Branca.

Consagração 

O religioso foi consagrado bispo em 1990, assumindo a função de bispo coadjutor da Diocese de Palmares. A solenidade de consagração episcopal ocorreu em Iguatu. Dois anos depois, em fevereiro de 1992, foi transferido e assumiu a função de bispo coadjutor da diocese de Iguatu.

Renúncia

    Em 2000, sucedeu o primeiro bispo da diocese de Iguatu, dom José Mauro Ramalho, ficando até 2009, quando renunciou ao cargo devido a problemas de saúde. Em seu lugar, assumiu dom João Costa, que ficou no cargo até 2014, quando foi nomeado arcebispo coadjutor de Aracaju. 

Em Junho de 2015, assumiu a diocese de Iguatu, dom Édson de Castro Homem, oriundo do Rio de janeiro.

 

19:33 · 26.11.2017 / atualizado às 19:36 · 26.11.2017 por

 

Dom José Doth em novenário dedicado à padroeira de Iguatu, Senhora Sant’Ana. Foto de Honório Barbosa

 

Dom José Doth está internado em estado grave em Hospital Municipal de Pedra Branca

Morreu neste domingo, 26, no Hospital Público Municipal São Sebastião, na cidade de Pedra Branca, por volta das 17 horas, o bispo emérito da Diocese de Iguatu, dom José Doth de Oliveira, 79 anos. Internado desde a última quinta-feira, 23, o religioso teve o seu estado de saúde agravado neste sábado, quando apresentou pneumonia.

O bispo da diocese de Iguatu, dom Édson de Castro Homem, divulgou nota de falecimento. A diocese de Iguatu decretou lutou oficial por sete dias para que as devidas honras e despedidas sejam prestadas pela população ao bispo emérito.  

      Após liberação do corpo haverá missas de corpo presente na cidade de Pedra Branca, no distrito de Mineirolândia, em Mombaça e em Iguatu, onde será sepultado na Catedral de São José. 

A diocese ainda não definiu a data da missa e do sepultamento em Iguatu, que deverá ocorrer nesta quarta-feira próxima.

Dom José Doth sofria de problemas decorrentes de doença degenerativa (Alzheimer). Estava sob os cuidados de parentes, em sua cidade natal, Pedra Branca.

No início deste mês, o bispo dom Édson de Castro Homem visitou dom José Doth, em Pedra Branca, e neste domingo lamentou o ocorrido.

“Foi um pastor dedicado, homem simples e um pai para mim”, disse o padre João Batista. 

O primeiro bispo de Iguatu e emérito, dom Mauro Ramalho, lamentou a morte de dom José Doth e disse que ele foi um padre e bispo dedicado ao serviço da igreja.

Dom José Doth deixou como principal legado a construção da Catedral de Iguatu, dedicada a São José.

Dom José Doth ao centro, quando renunciou em 2009. Foto de Honório Barbosa

Consagração 

O religioso foi consagrado bispo em 1990, assumindo a função de bispo coadjutor da Diocese de Palmares. A solenidade de consagração episcopal ocorreu em Iguatu. Dois anos depois, em fevereiro de 1992, foi transferido e assumiu a função de bispo coadjutor da diocese de Iguatu.

Renúncia

    Em 2000, sucedeu o primeiro bispo da diocese de Iguatu, dom José Mauro Ramalho, ficando até 2009, quando renunciou ao cargo devido a problemas de saúde. Em seu lugar, assumiu dom João Costa, que ficou no cargo até 2014, quando foi nomeado arcebispo coadjutor de Aracaju. 

Em Junho de 2015, assumiu a diocese de Iguatu, dom Édson de Castro Homem, oriundo do Rio de janeiro.

 

11:33 · 25.11.2017 / atualizado às 11:33 · 25.11.2017 por

A Polícia Militar registrou nos primeiros minutos deste sábado, 25, um crime de morte ocorrido na Cerâmica J. S. CUNHA, no distrito de São Pedro, zona rural de Jucás. A vítima foi identificada por Francisco André Sobrinho, 73 anos, vigia, que estava no local de trabalho.

A vítima apresentava dez perfurações no corpo de objeto perfuro cortante e morreu no local. O SAMU constatou a morte. Segundo as testemunhas, Ancelmo e Lourival, que se encontravam nas proximidades da cerâmica, houve uma movimentação estranha e quando foram averiguar encontraram a vítima já lesionada, caída ao chão. Eles não viram o autor ou autores do crime.

De acordo com parentes, a vítima possuía uma motocicleta. Policiais realizaram diligências, mas não encontraram suspeitos do crime e nem a moto do vigia. A Polícia Civil vai investigar o caso e existe a suspeita de latrocínio (roubo seguido de morte).

O rabecão conduziu o corpo da vítima ao IML de Iguatu.