Busca

Tag: prisão


11:57 · 06.09.2017 / atualizado às 18:59 · 11.09.2017 por

 

O ex-coordenador estadual da Pastoral da Sobriedade, instituição ligada à Igreja Católica, Francisco José de Melo Rogério, 40 anos, foi preso sob acusação de estelionato, nessa terça-feira (05), em Fortaleza. Policiais civis da cidade de Ipaumirim, na região Centro-Sul do Ceará, e do Departamento de Polícia Especializada da Capital cumpriram mandado judicial de prisão preventiva, expedido pelo juiz da comarca de Ipaumirim, Marcelo Wolney Alencar Pereira de Matos.

Rogério Melo já se encontra preso na Cadeia Pública de Ipaumirim, onde prestará depoimento na tarde desta quarta-feira (06), ao delegado, Felipe Lira, que participou da prisão do acusado em Fortaleza. “Estamos investigando esse caso desde o ano passado e ele se encontrava foragido”, explicou o delegado. “Pensávamos que estava em Juazeiro do Norte e descobrimos que ele se encontrava em casa de parente, no Conjunto Palmeiras”.

De acordo com a Polícia, Rogério melo vendeu pacotes de viagens para a cidade de Cachoeira Paulista, em São Paulo, para que fiéis das cidades de Icó, Baixio e Ipaumirim participassem do encontro da Pastoral da Sobriedade na Canção Nova, comunidade católica.

A viagem estava prevista para ocorrer no dia 20 de outubro de 2016, com embarque no Aeroporto Regional de Juazeiro do Norte, mas Rogério Melo não apareceu e sumiu com o dinheiro das vítimas. Cada pessoa pagou cerca de R$ 600,00 pelo pacote de viagem. No total, seriam R$ 35 mil.

As pessoas que contrataram o pacote de passagens registraram boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia Civil de Ipaumirim.

Esclarecimentos

O atual coordenador estadual da Pastoral da Sobriedade, Cosmo Moreira do Nascimento, lamentou o ocorrido e esclareceu que Rogério Melo foi desligado da Pastoral da Sobriedade em fevereiro de 2016, após decisão de uma assembleia extraordinária da CNBB – Nordeste 1 – convocada pelo arcebispo de Fortaleza, dom José Antônio Aparecido Tosi. “Ele estava desaparecido e tivemos conhecimentos dessa prática ilícita”, explicou Nascimento. “Infelizmente teve uma recaída, e não conseguimos localizá-lo”.

Cosmo Nascimento assumiu coordenadoria estadual da Pastoral da Sobriedade em junho de 2016 e explicou que a venda do pacote de viagens foi feita quando Rogério Melo ainda era coordenador estadual da Pastoral. “Mas ele não vendeu em nome da pastoral’, frisou. 

Histórico com drogas

O delegado Felipe Lira começou a investigar o caso e vinha tentando localizar o acusado do crime de estelionato.
Informalmente, Rogério Melo contou, nessa terça (05), ao delegado Felipe Lira que é dependente químico em tratamento, mas que sofreu uma recaída e cometeu o crime. Afirmou ainda que quer voltar a trabalhar para obter recursos financeiros e pagar as vítimas.

 

Participaram das investigações os delegados de Ipaumirim, Felipe Lira, de Fortaleza, Pedro Viana, e os inspetores Jefersson, Wescley, Rodrigues, Anderson e Emanuel, com o apoio de inspetores do Departamento de Polícia da Capital cearense. A prisão de Rogério Melo foi o 35º quinto mandado de prisão cumprido em 12 meses pela delegacia de Ipaumirim.

(Com colaboração de Richard Lopes).

12:26 · 05.09.2017 / atualizado às 12:26 · 05.09.2017 por

Três homens foram presos acusados de tráfico de drogas e posse ilegal de arma de foto, no bairro Fomento, periferia da cidade de Iguatu, na região Centro-Sul do Ceará. A ação foi feita por duas equipes do Batalhão Raio ocorreu nesta segunda-feira, 4, por volta das 15h.

Foram presos os acusados, Cristiano Nascimento, 28 anos, Abrão Souza, 19 anos, e André Souza, 24 anos. Policiais apreenderam um revólver calibre ponto38, capacidade para seis tiros com duas munições intactas; uma espingarda calibre 12 mm (equipamento submetido a modificação), oxidada, marca não identificada, sem numeração, contendo três munições; 59 trouxinhas de maconha pesando ao todo 72 gramas e uma balança de precisão.

Os infratores, bem como o material apreendido, foram apresentados na Delegacia Regional de Iguatu para a adoção dos procedimentos cabíveis.

17:41 · 26.08.2017 / atualizado às 17:42 · 26.08.2017 por

Após disparos de arma de fogo em via pública, por volta das 14 horas, desta sexta-feira, no bairro Alto do Thor, em Jucás, policiais militares conseguiram às 23h localizar na Rodovia CE 284, próximo a entrada da cerâmica, acusados de envolvimentos com crimes de tráfego e posse ilegal de arma de fogo: Foram presos Maria Júlia Marinheiro da Silva, Odair Vidal Moreno, foragido da cadeia de Barbalha, dois adolescentes, um deles com portando uma sub-metralhadora; Antônio Pereira e José Silva.

Na ação, houve o apoio do policiamento de Cariús. No local onde se reunia a quadrilha foi apreendida uma mochila contendo os seguintes objetos:

158 Pinos de Cocaina (118g);
327 gramas de maconha prensada;
01 tablete de (208g) de cocaina;
01 balança de precisão;
388 pinos de embalagem para drogas;
02 celulares de marca LG, Motorola.
01 sub-metraladora Bereta, 09mm, s/nº, com 03 cartuchos intactos;
01 Rifle marca Puma, calibre .44, s/nº, com 01 cartucho intacto.

Os infratores foram presos e conduzidos para DRPC de Iguatu, onde foram autuados nos artigos Art.15, 16 do estatuto do desarmamento, Art. 33, 35 trafico de drogas, Art. 244 do ECA, Art. 288 do CPB.

10:43 · 12.08.2017 / atualizado às 10:43 · 12.08.2017 por

Uma denúncia anônima, levou policiais militares ao Conjunto São Vicente de Paula, na Rua 4 de Julho, onde desbaratam uma quadrilha armada e com suspeita de envolvimento em crimes de homicídios e de tráfico de drogas. A ação ocorreu nesta sexta-feira, 11, com troca de tiros entre suspeitos e policiais militares.

A casa foi cercada e efetuada uma busca no interior do imóvel que resultou na apreensão de uma espingarda calibre “12”, três revólveres calibre “38”; munições, um relógio dourado de marca MK quebrado; R$ 12,40 em espécie; três aparelhos celulares; um tablet Samsung, dentre outros objetos.

De acordo com relatório do 10º Batalhão de Polícia Militar, foram presos Francisco Vieira Pastor (Cabeludo), agricultor; Ivanildo Calaso, jardineiro; Weslley Saldanha, agricultor; Welklen Pinheiro, agricultor; José Edson Silva, servente de pedreiro.

O pai de Francisco Vieira Pastor, Róseo Pastor, foi assassinado no último dia dez com vários tiros de pistola ponto40. A prisão dos acusados de formar quadrilha ocorreu no momento do velório. Em junho passado, um outro filho de Róseo Pastor, também foi assassinado em Icó.

Ainda na manhã desta sexta-feira, policiais chegaram a trocar tiros com Bismarck Pastor, filho de Cabeludo. irmão. Houve ainda a apreensão de uma adolescente. Todos foram conduzidos para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Iguatu para a adoção das providências cabíveis.

21:23 · 05.07.2017 / atualizado às 21:23 · 05.07.2017 por
Cidade de  Saboeiro 

Duas pessoas foram presas durante a Operação Avalanche contra corrupção realizada na cidade de Saboeiro, na região dos Inhamuns, na manhã desta quarta-feira, 5. Os presos são: Antonio Fernandes, conhecido por Aílo, do posto de combustível Vitória, em Saboeiro; e o empresário, Antonio Antonerges, em Tauá.

A Polícia Civil vem tentando a prisão de mais quatro pessoas. São elas: Uriel Alecar, filho do prefeito Gotardo Martins; José Alves de Alencar, pregoeiro; Pedro Targino Contador e Francimar Martins, que deve se apresentar amanhã. Eles são considerados foragidos. 

O promotor de Justiça, Herbet Gonçalves, explicou que coube à equipe de oito promotores apurar os fatos e coletar provas e caberá à Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (Procap) analisar se pede ao Tribunal de Justiça a prisão do prefeito de Saboeiro.

Em apenas seis meses de administração, o Ministério Público estima o desvio de cerca de R$ 5 milhões.      

 OPERAÇÃO   

A Operação Avalanche foi realizada em conjunto entre o MPCE e Polícia Civil, na manhã desta quarta-feira,  5. Um total de seis mandados de prisão preventiva e 25 mandados de busca e apreensão na Prefeitura de Saboeiro, todos deferidos pelo Dr. Ramon Aranha da Cruz, juiz de Direito da Comarca de Saboeiro, em escritórios de contabilidade localizados em Tauá, em residências em Fortaleza e Quixadá.

A ação contou com o auxílio de equipes especializadas da Polícia Civil e de oito promotores de Justiça, Herbet Gonçalves Santos, Leydomar Nunes Pereira, Daniel Formiga Porto, Helga Barreto Tavares, Edilson Izaias de Jesus Júnior, Vicente Anastácio Martins Bezerra de Sousa, José Haroldo dos Santos Silva Júnior e Jucelino Oliveira Soares, e mais 100 policiais.
A investigação tem como objetivo apurar a prática dos crimes de fraude de licitações, associação criminosa, falsidade de documento particular, falsidade ideológica, peculato, corrupção passiva, corrupção ativa, organização criminosa e exclusão de dados no sistema informatizado.

Além das prisões, o Ministério Público cumpriu 25 mandados judiciais de busca e apreensão, dentre eles vereadores, empresários, Secretária de Finanças e outros servidores municipais.

O Município de Saboeiro contratou serviço de abastecimento de combustíveis para os veículos da Prefeitura no valor de R$2.796.440,00. Segundo interceptações telefônicas autorizadas pela justiça, o filho do prefeito comandava grande esquema de desvio de combustíveis da Prefeitura, emitindo vales de combustíveis falsos.

O MPCE informou que o esquema consistia na emissão de vales de combustíveis para amigos e conhecidos, com o fim de completar os tanques dos veículos particulares. Além disso, segundo o MPCE, o filho do prefeito emitia vales para abastecimento, mas não realizava o serviço nos veículos da prefeitura, ocasião em que realizava saques de dinheiro em espécie, configurando o crime de falsidade documental, peculato, associação criminosa e usurpação de função pública.

Em inspeção realizada pela comissão do Tribunal de Contas dos Municípios, foram detectadas inúmeras irregularidades no abastecimento dos veículos da Prefeitura. Num único serviço de abastecimento, uma retroescavadeira (com capacidade máxima de 300 litros), abasteceu 1.679 litros, totalizando o valor de R$5.691,00.

O filho do Prefeito também é investigado por exercer, ilegalmente, a função de coordenador de transportes.

Conforme apurado pelo MPCE, Uriel Alencar autorizava o empréstimo de veículos da prefeitura para serviços particulares de amigos, usando os carros até para festas em outros municípios.

No que se refere aos crimes praticados pelos empresários, o MPCE apurou em investigação criminal que os membros da comissão de licitações recebiam propina (“mensalinho”) no valor de R$2.000,00, via transferência bancária. Tais valores eram transferidos, mensalmente, pelo empresário Antônio Antonerges da empresa Conceito Assessoria Municipal, com sede em Tauá.

De acordo com os promotores, os empresários combinavam o resultado das licitações na cidade, tudo em conluio com o pregoeiro da comissão, praticando os crimes de associação criminosa, falsidade documental, falsidade ideológica, corrupção ativa e passiva.

Os fatos estão sendo investigados pelo Ministério Público, entretanto o promotor de justiça Herbet Gonçalves Santos adiantou que o prejuízo ao erário pode alcançar o patamar de R$ 5.441.960,80. 

De acordo com o inquérito civil público instaurado pela Promotoria de Saboeiro, a Prefeitura Municipal gastou, somente em 2017, cerca de R$400 mil em consultorias através das empresas investigadas, porém, segundo o MPCE, a Prefeitura pagava valores para três empresas diversas e somente um serviço era efetivamente prestado, ocasionando um grande prejuízo ao Município.

Ainda de acordo com o MPCE, numa situação específica, o empresário Pedro Sousa Targino recebeu R$107 mil através de sua empresa Souza Targino Serviços Especializados, porém, as investigações apontam que Pedro Targino já recebia um valor mensal de R$5 mil pelo mesmo serviço de assessoria contábil, valor pago pela empresa Conceito.

 

12:11 · 06.06.2017 / atualizado às 12:11 · 06.06.2017 por
Advogados em audiência com a juíza no Fórum de Quixelô. Foto de Honório Barbosa

 

Advogados e integrantes da Comissão de Direitos Humanos da subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), de Iguatu, defendem a prisão domiciliar para Francisco Lopes da Silva, conhecido por ‘Ciró’, que está preso em uma das celas do Destacamento de Polícia Militar da cidade de Quixelô, na região Centro-Sul do Ceará.

O detento foi condenado a seis anos de reclusão por um crime de estupro, praticado em 2005. Em novembro de 2014, ele começou a cumprir a pena, inicialmente em regime semiaberto, mas recentemente regrediu para o regime fechado.

‘Ciró’ sofreu um acidente de trânsito e apresenta dificuldades de locomoção, além de sinais de leve depressão. Na cela, há sete outros detentos. O ambiente é escuro, não há banho de sol, e ‘Ciró’ depende dos colegas de cela para levá-lo ao sanitário.

VISITA 

Os advogados visitaram a unidade prisional e mantiveram uma audiência com a juíza, substituta titular, Julianne Bezerra Barros, no Fórum de Justiça, em Quixelô.

A presidente da Comissão de Direitos Humanos da subseção da OAB de Iguatu, advogada, Fátima Silva, entende que o detento deveria ir para a prisão domiciliar, tendo em vista as limitações físicas de locomoção, as condições precárias da cela, e a dignidade da pessoa humana. “Em casa, teria melhor condições de receber tratamento e acompanhamento da esposa”, argumentou. “Vamos preparar um relatório sobre a situação dele”.

A advogada, Marciana Aires de Oliveira, que defende Ciró, explicou que houve uma regressão de pena tendo em vista faltas injustificadas do detento. “Ele faltou porque tem dificuldades de vir da localidade de Acampamento, na zona rural, para a cadeia”, pontuou. “No nosso entendimento, não é viável a volta ao regime semiaberto e, por isso, defendemos a prisão domiciliar”.

Marciana Oliveira requereu a concessão da prisão domiciliar, mas a juíza Julianne Bezerra Barros, negou. “Vamos ingressar com um habeas corpus no Tribunal de Justiça”, adiantou.

Explicações

A juíza Julianne Barros esclareceu aos advogados que os dois laudos médicos feitos por um profissional da secretaria de Saúde do município de Quixelô e outro pelo médico do Núcleo de Perícia Forense do Ceará (Pefoce) em Iguatu não apontaram doença grave, infectocontagiosa, que indicasse a prisão domiciliar.

“Determinei à Secretaria de Saúde do município que providenciasse tratamento para o detento de fisioterapia, acompanhamento psicológico e psiquiátrico”, disse a magistrada. “Se houver uma nova situação, agravamento de doença, a decisão será reavaliada”. A juíza reafirmou que não há negligência na decisão de manter o detento em regime fechado.

Os advogados, Hyasmine Souza, Diogo Lopes e Cícero Vieira também participaram da visita e da audiência com a magistrada.

DECISÃO
A decisão da juíza para a regressão de cumprimento de pena do regime semiaberto para o fechado foi de 24 de março de 2017 e o pedido da advogada para aplicação de prisão domiciliar foi de 17 de abril de 2017. O representante do Ministério Público apresentou parecer pelo indeferimento do pedido da defesa do condenado, alegando laudos médicos inconclusivos.

‘Ciró’ espera prisão domiciliar.
10:27 · 06.06.2017 / atualizado às 10:27 · 06.06.2017 por

Após tentativa de assalto, policiais localizaram veículo suspeito com droga e munição. O caso ocorreu no distrito de Cascudo, zona rural de Icó, e terminou na cidade de Cedro, por volta das 23 horas.

Inicialmente, nesta segunda-feira, por volta das 22 horas, no distrito de Cascudo, em Icó, nas proximidades do posto de combustível às margens da rodovia CE 282, ocorreu uma tentativa de assalto a um veículo Celta, cor preta, placa não identificada.

Segundo testemunhas, quatro homens em um carro Uno/Fiat, de cor verde, e um Astra/GM, com armas em punho, tentaram abordar o veículo Celta, mas não conseguiram êxito na ação.

O policiamento foi comunicado e fez diligências com o objetivo de localizar os suspeitos. Ao passar pela Rua José Pajé, próximo ao Colégio Celso Araújo, no Centro de Cedro, a viatura viu o veículo Astra, cor cinza, placa HWE-5042, conduzido por Francisco Antonio Bezerra Figueiredo, motorista, 25 anos, que responde por roubo e outros crimes.

Os policiais fizeram busca no carro e encontraram os seguintes objetos: 10 munições calibre 32, 10 pedras de crack, quatro trouxas de cocaína, duas trouxas de maconha, quatro celulares, um relógio de marca Oriente, dois cartões de crédito do Banco do Brasil, dois cartões de credito da Caixa, dois do Bradesco e um do Itaú, 74 reais em dinheiro e um fone de ouvido.

O acusado foi conduzido à Delegacia de Policia Civil de Iguatu, afim de que sejam tomadas as medidas cabíveis.

18:41 · 31.05.2017 / atualizado às 18:41 · 31.05.2017 por

Após tentativa de roubo, na rodovia estadual que liga as cidades de Ipaumirim a Baixio, uma dupla de assaltantes foi presa em perseguição de policiais militares. A ação ocorreu nesta terça-feira, 30, por volta das 15h, na Vila Fazendinha.

Os policiais identificaram dois suspeitos fugindo pelo matagal, mas antes efetuaram dois disparos de arma de fogo em direção aos militares. Houve troca de fogo e veio reforço da cidade de Baixio e de Ipaumirim.

Um dos suspeitos foi localizado na Vila Fazendinha, dentro de uma casa abandonada, e identificado por Jeferson Pereira da Silva. Ele confirmou que nesta terça-feira, em Juazeiro do Norte, roubou uma motocicleta (Honda Bros de placa PMB 8169).

Com Silva foram encontrados vários produtos de roubos e um revólver calibre 32. O outro suspeito é um adolescente e foi localizado dentro da mata em cima de uma árvore, um pé de Juazeiro.

Os dois foram conduzidos para a delegacia local e confirmaram que já vinham praticando vários roubos desde o último dia 29. Com eles, foram encontrados a motocicleta, cinco celulares, um revólver, munição e dois capacetes pretos.

09:46 · 27.05.2017 / atualizado às 09:46 · 27.05.2017 por

Policiais civis e militares efetuaram a prisão de Emanoel Olímpio dos Santos, conhecido por ‘Painho’, em flagrante delito. De acordo com informações do 10º Batalhão de Polícia Militar de Iguatu, Santos teria confessado o crime de morte, ocorrido em Várzea Alegre, nesta quinta-feira, 25.

O infrator foi autuado na Delegacia Regional de Juazeiro do Norte, mas já se encontra recolhido na Cadeia Pública de Várzea Alegre, à disposição da Justiça local.

O CRIME 

O corpo de José Bernardo da Silva, vulgo ‘Zé‘ foi encontrado por volta das 7 horas desta quinta-feira, 25, em uma casa, na Vila Chico, no bairro Sanharol, em Várzea Alegre, carbonizado.

Francisco Alisson dos Santos Silva, 29 anos, pedreiro, teria apontado Santos com o autor do homicídio.

 

18:48 · 23.05.2017 / atualizado às 18:48 · 23.05.2017 por

 


Dois suspeitos de roubos de celulares que vinham aterrorizando a população da cidade de Icó, na região Centro-Sul do Ceará, foram presos nesta segunda-feira, 22. Eles estavam com prisão preventiva decretada. Bruno Morais de Lima, 26 anos, o Bruno Esquerdinha, foi localizado em um ônibus interestadual na Rodoviária da cidade de Iguatu quando se preparava para fugir para a cidade de Tianguá com a sua companheira Laiane Francisca da Silva de 18 anos.

Bruno Esquerdinha estava com um revólver calibre 32 municiado e dois celulares. Além da arma, a polícia apreendeu dois celulares e a quantia de R$ 424,00. O casal foi autuado por porte ilegal de arma e receptação. A prisão foi efetuada por policiais militares.

  Douglas Paulino de Souza, de 20 anos, foi preso em Icó. Com ele, a Polícia encontrou uma moto utilizada nos assaltos, capacetes e balaclavas. De acordo com o delegado regional de Polícia Civil, Erlon Leite Fernandes dos Reis, a dupla é suspeita de praticar uma série de assaltos nos últimos dias na cidade.

Os arrastões eram realizados em salões de beleza, bares e contra os moradores sentados nas calçadas. A dupla agia com muita violência. Douglas Paulino recentemente tentou matar um popular nas proximidades de um posto de combustíveis à bala. Depois das prisões, a Polícia conseguiu chegar ao receptador. O acusado é Valdenir Rodrigues Brasil, 39 anos. Brasil estava com um veículo Ecoesporte de cor preta e placas NVO 0784, licença de Fortaleza, que tinha sido roubado em 2012 na capital cearense.

O carro foi apreendido e se encontra no pátio da Delegacia de Polícia de Icó.

(Com informações do correspondente Richard Lopes).