Busca

Tag: quixelô


09:18 · 25.03.2018 / atualizado às 09:18 · 25.03.2018 por

Em audiência com o superintendente de Obras Hidráulicas (Sohidra), Yuri Castro, o deputado estadual, Agenor Neto, solicitou maior agilidade na instalação dos poços profundos em localidades rurais de Iguatu e Quixelô. “Em muitas localidades os poços foram perfurados, agora as pessoas precisam fazer uso da água, portanto, precisamos instalar o mais breve possível”, disse o parlamentar.

O secretário Executivo da Secretaria de Recursos Hídricos (SRH), Aderilo Alcântara, participou da reunião na Sohidra.

O quadro de seca cada vez mais se agrava no sertão cearense. Açudes estão secos e a perspectiva para 2018 não é boa. A situação é considerada grave. Uma alternativa para fornecer água para a população é ampliar o serviço de perfuração de poços profundos.

Através de um trabalho do deputado estadual Agenor Neto, junto ao governo do Estado, já foram perfurados diversos poços profundos, em Iguatu, nas localidades de Lagoa dos Moreiras, Latadas, Riacho Vermelho, Veados, Piripiri, Barreira dos Constantinos, Catingueira, Córrego da Santa Rosa, Retiro e Grossos. O projeto também deve atender as localidades de Cipó II, Santa Rosa I e II, Tamboril, e Baixio dos Bastos.

Em Quixelô foram instalados poços em Lagoa Redonda e Canafístula. O parlamentar solicitou mais poços para as regiões de Canafístula, Currais Novos, sítio Sítio, Carnaubinha dos Camilos, Cunhã Poti, Jequi, Mata Pasto e sítio Mata Fresca.

Em Acopiara, foram solicitados poços para atender os moradores das comunidades de Quincoé, Escuro e Cacimbas (falta perfurar o poço); e também nas regiões de Poço Dantas II, Pereiros II, Lagoa dos Leais, Baixio dos Duartes, Lino I e II, Baixio Grande, Vila Caixa, Santa Felícia, Boa Esperança e Zé Bento (aguardando visita do geólogo).

 

08:39 · 18.03.2018 / atualizado às 08:39 · 18.03.2018 por

Na noite deste sábado, 17,  por volta das 19h, ocorreu o atropelamento de um ciclista de 16 anos, não identificado pela Polícia Militar, em Quixelô, na CE 375, nas proximidades da Vila dos Firminos.

O jovem morava na Vila do Antonico, zona rural de Quixelô, e segundo testemunhas trafegava em sua bicicleta pela margem da rodovia, quando um carro ainda não identificado, colidiu de frente com a vítima e em seguida evadiu-se do local em direção à cidade de Iguatu.

A vítima foi socorrida por populares ao Hospital Municipal de Quixelô, mas morreu em seguida.

20:57 · 05.03.2018 / atualizado às 20:57 · 05.03.2018 por

Um trio armado de revólver e facão assaltaram um posto de combustível na Avenida Perimetral, na cidade de Quixelô.

O assalto ocorreu neste domingo, 5, por volta das 20h. Segundo o proprietário e frentista do posto, Airton Pereira, 41 anos, dois elementos armados de revólver e um outro com um facão agiram rápido e roubaram cerca de R$ 700,00 e várias notas promissórias.

O trio fugiu em seguida. Policiais militares realizaram diligências, mas não localizaram os suspeitos.

18:22 · 01.03.2018 / atualizado às 18:22 · 01.03.2018 por

Uma colisão entre uma motocicleta e a carroceria de uma caçamba na CE 375 na noite desta quarta-feira, 28, resultou na morte de José Luciano Alves, 59 anos, nas proximidades do sítio Botão, zona rural de Quixelô, na região Centro-Sul do Ceará.

O condutor da motocicleta Honda CG 125cc, vermelha, placa HUL 4464, Luciano Alves, segundo testemunhas, colidiu na traseira de uma caçamba, de placas HUB – 4922, que estava parada entre o acostamento e a pista. O motociclista morreu no local.

O proprietário da caçamba não foi localizado no local do acidente. A PRE foi acionada e o rabecão do IML fez a condução do corpo para Iguatu.

11:43 · 14.02.2018 / atualizado às 11:43 · 14.02.2018 por

Em pleno feriado de Carnaval, o funcionário público do Tribunal de Justiça de Pernambuco, Francisco Thiago Alves, que nasceu em Quixelô, formou-se em Direito no Crato, foi servidor da Prefeitura de Juazeiro do Norte, servidor do IFCE (Instituo Federal de Educação) realizou o sonho de colocar em funcionamento o engenho adquirido na cidade de Barbalha, no Cariri cearense.

Nos dias 12 e 13, ocorreu em Quixelô a primeira moagem do Engenho Areias. 

A cada 15 dias, Francisco Thiago Alves viaja a Quixelô com o objetivo de cuidar da plantação de cana-de-açúcar e do Engenho. “O convívio no Cariri cearense e tendo Barbalha como a principal cidade produtora de cana-de-açúcar fez com que tomasse gosto pela atividade e adquirisse o engenho com o objetivo de dar continuidade a essa tradição do Quixelô de produzir o mel e os derivados da cana-de-açúcar”, explicou o servidor público federal.

A moagem não teve fim comercial e foi mais por diversão e resgate histórico da atividade. A produção de rapadura e mel foi distribuída entre amigos, mas o excedente pode ser comercializado em uma segunda moagem. A experiência empolgou o produtor.

Engenho 

Francisco Thiago Alves comprou o engenho em Barbalha, que pertencia a Francisco Sampaio, mais conhecido por ‘Ito’. O maquinário pertencia ao pai dele, conhecido pelo apelido de ‘Padre Miranda’, há mais de 60 anos.

O maquinário foi restaurado. Inicialmente funciona a vapor direto (caldeira), depois passou a motor a diesel e atualmente é movido por motor elétrico. Provavelmente foi fabricado na Fundição Linard, em Missão Velha. É um engenho de 22 polegadas.

Foi adquirido em 2013, mas somente agora foi montado.

08:53 · 12.02.2018 / atualizado às 08:53 · 12.02.2018 por

Policiais militares da FTA realizaram vistoria neste domingo 11 e apreenderam na Cadeia Pública de Quixelô um aparelho celular LG, um chip e três carregadores, quatro carregadores de celulares, nas duas celas da unidade prisional.

O material foi recolhido e entregue na Delegacia de Polícia Civil para serem tomadas as medidas cabíveis.

Prisão e apreensão na boca de fumo

Neste domingo, por volta das 18h, a Polícia Militar apreendeu droga e revólver em uma casa no bairro Santo Antonio, em Iguatu, que funcionaria como ‘boca de fumo’. Fábio Pereira da Silva, 21 anos, foi preso e no local foram apreendidos: 12 pedras de crack (totalizando um grama), quatro papelotes de cocaína (duas gramas), um revólver calibre 38, Tauros, capacidade para 6 tiros, com três munições intactas, arma esta, roubada da empresa de segurança Power Segurança e Vigilância, do Estado de São Paulo, um celular Samsung, de cor branca, e uma quantia em dinheiro no valor de R$ 67,00.

O infrator e o material apreendido foram conduzidos à Delegacia Regional de Iguatu.

06:07 · 04.01.2018 / atualizado às 17:44 · 06.01.2018 por

A Prefeitura de Quixelô vai pagar o 13º salário de servidores em três parcelas. O anúncio oficial foi feto em nota assinada pela prefeita, Fátima Gomes.

O pagamento do 13º salário referente a 2017 deverá ocorrer em três meses. A primeira parcela será liberada nesta quinta-feira, 4; a segunda no próximo dia 10 de fevereiro e a terceira, em 10 de março próximo.

O atraso no pagamento dos servidores da prefeitura de Quixelô transformou-se em motivo para diversas manifestações ocorridas no final do ano passado. Nas redes sociais, o clima é de revolta.

A professora Patrícia Gomes lamenta a situação de calamidade no município. “É uma situação de descaso. A prefeita não pagou o décimo terceiro dos servidores na data estipulada pela lei, agora anuncia o parcelamento em três vezes. E o mais grave é que, diante da situação, não sabemos quando é que vamos receber o nosso salário do mês de dezembro”, disse a educadora.

Na pasta da Educação há um clima de insatisfação entre os educadores. Eles alegam que estão tendo seus direitos violados pela não implantação da progressão de 2015 e 2017 e falta de pagamento do auxílio deslocamento – desde 2014. Os professores também denunciam que a gestão da prefeita Fátima Gomes não tem cumprido a Lei do Piso Nacional do professor, ao promover reajustes inferiores ao que assegura o Plano de Cargos e Carreiras.

Os servidores mostram que as dificuldades de pagamento deve-se ao elevado número de servidores contratados, cuja folha de pagamento chega a 63% das receitas.

ESCLARECIMENTOS 

A Prefeitura de Quixelô, por meio de nota, esclareceu que o atraso salarial não se deve ao elevado número de servidores, mas devido o presidente Michel Temer não ter depositado a parcela extra do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Ainda segundo a nota, com os recursos da parcela extra seria pago o 13º de uma só vez. “Sem alternativa, a Prefeitura decidiu parcelar”, disse a nota. Os pagamentos estão sendo feitos em dia e a primeira parcela já foi creditada como prometido no comunicado.

 

 

17:57 · 28.12.2017 / atualizado às 17:57 · 28.12.2017 por

 

Etapa do projeto foi encerrada em sítios de Quixelô. Fotos: VC Repórter/WhatsApp

Na tarde desta quarta-feira, 27, nas comunidades de Gaspar, Riacho do Meio, Várzea Redonda, Cunhã Poti, Pitombeira e Lagoa de Jatobá, na zona rural do município de Quixelô, na região Centro-Sul do Ceará, o encerramento das atividades do projeto Agentes da Leitura 2017.

Houve momento de confraternização entre os participantes. As famílias participantes falaram sobre a importância do programa nas comunidades e os resultados obtidos.

No próximo dia 4 de janeiro, acontecerá na cidade de Quixelô o encerramento das atividades do programa nas comunidades de sítio Coqueiros, Poço da Pedra e de moradores da sede urbana.

“É um programa importante que tem apresentado bons resultados e uma ótima avaliação e adesão das famílias”, ressaltou o secretário de Cultura de Quixelô, Ailton Fernandes.     

Conheça o projeto

O Projeto Agentes de Leitura do Ceará, pioneiro no Brasil, é, originalmente, uma ação da Secretaria de Cultura do Estado do (Secult) com recursos do Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop) que, desde 2006, vem promovendo a democratização do acesso ao livro e à leitura por meio de diversas atividades mediadoras ancoradas em acervos bibliográficos  e posteriormente integrados ao acervo das bibliotecas públicas municipais e comunitárias.

No projeto, cada agente acompanha o processo leitor de 25 famílias por ele cadastradas, dentre as escolhidas pelas secretarias municipais de Educação, em 41 municípios em 188 localidades de grande vulnerabilidade social no interior do Estado, determinados pelo Fecop, com base nos critérios técnicos e no Índice de Focalização dos Agentes de Leitura (IFAL), segundo elaboração pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece).

 

17:43 · 28.12.2017 / atualizado às 17:45 · 28.12.2017 por

 

]Atletas de Quixelô foram selecionados para o programa Bolsa Esporte. Foto: VC Repórter/WhatsApp

O município de Quixelô conseguiu incluir 27 atletas que durante 12 meses receberão uma parcela mensal no valor de R$ 100,00 do programa Ceará Atleta – Bolsa Esporte, do governo do Estado. “O pagamento da primeira parcela já foi autorizado”, anunciou o secretário de Cultura e Esportes, Aílton Fernandes. 

O programa Ceará Atleta – Bolsa Esporte tem por objetivo incentivar e apoiar o desempenho esportivo dos atletas que estão abaixo da linha da pobreza.

O programa faz a seleção e concessão de bolsas a crianças, jovens e adultos do Ceará, que estejam incluídos nas características – apresentem necessidade financeira para desenvolverem a iniciação e a prática esportiva.

Os 27 atletas contemplados serão acompanhados e orientados pela Secretaria de Cultura, Turismo, Desporto e Juventude do município de Quixelô.

 

14:49 · 27.12.2017 / atualizado às 15:14 · 27.12.2017 por

O deputado estadual, Agenor Neto, confirmou alocação de emenda parlamentar no valor de R$ 1 milhão para obra de pavimentação asfáltica de estrada que liga Iguatu ao município de Quixelô – um trecho de quase 3 km, entre os sítios Cavaco (Iguatu) e Antonico (Quixelô).

Recentemente, houve polêmica sobre o assunto. A prefeita de Quixelô, Fátima Gomes, disse que desconhecia e negou a existência da verba parlamentar. O parlamentar, por sua vez, mostrou ofício autorizativo.

Em meio à polêmica, máquinas e operários  trabalham em serviço de melhoria da via em pavimentação primária (terra) no trecho circunscrito ao município de Quixelô, por iniciativa da Prefeitura de Quixelô.

Já existe pavimentação asfáltica da conhecida estrada da Barra que liga a cidade de Iguatu ao sítio Cavaco. Já o trecho de quase 3 km entre o sítio Cavaco e o sítio Antonico, entroncamento com a rodovia CE 375, é de terra. A via é muita usada por moradores das áreas rurais de Iguatu e de Quixelô.

 

Deputado Agenor Neto

 

A emenda parlamentar tem por base o Programa de Cooperação Federativa (PCF) do Governo do Estado. “Cada deputado tem direito por ano a uma emenda desse valor, e eu destinei de forma integral o recurso para a construção daquela estrada, que atualmente encontra-se em péssimas condições de tráfego”, disse. “No início de novembro estive na Casa Civil e em audiência com o secretário de Estado, Nelson Martins, apresentei ofício, destinando todo o valor da minha emenda para a construção do trecho da rodovia”.

O parlamentar frisou que trabalha para trazer obras, serviços e geração de emprego para a região Centro-Sul.