Busca

Tag: rotary


11:31 · 17.07.2018 / atualizado às 11:37 · 17.07.2018 por
Nova diretoria do Rotary Club de Iguatu foi empossada. Foto de Thiedo Henrique

O novo Conselho Diretor do Rotary Club de Iguatu foi empossado neste fim de semana. O engenheiro civil Marcos Ageu Medeiros assumiu a presidência do clube de serviço em reunião solene na sede da entidade no Parque de Exposições, com a presença de familiares e autoridades municipais, inaugurando o ano rotário 2018/2019.

Nova Mesa Diretora​​​​

Além de Marcos Ageu, assumiram a diretoria os seguintes sócios: 1º vice-presidente Orlando Silveira, 2º vice-presidente Alan Araújo, 1º secretário Georgy Xavier, 2º secretário Gincley Viana, 1º tesoureiro Vagner Ferreira, 2º tesoureiro Ricarte Pinho, 1º protocolo Fernando Araújo, 2º protocolo Edney Rolim, presidente do parque, Daniel Oliveira e presidente entrante Lucinha Araújo.

Lema Rotário

A posse ocorreu em clima de envolvimento e motivação por meio do lema “Seja a Inspiração” para o ano rotário 2018/2019. O slogan e ainda a identidade visual foram relevados durante a abertura da Assembleia Internacional do Rotary, realizada de 14 a 20 de janeiro, na cidade de San Diego (EUA) e serão trabalhos de agora pelo club iguatuense a partir de agora.

Paul Harris

A ocasião festiva foi marcada pela entrega do título Paul Harris ao o governador assistente Paulo de Tarso Bezerra. O reconhecimento Paul Harris é outorgado àqueles que doam 1.000 dólares ao fundo anual, pólio ou subsídios aprovados da Fundação Rotária (FR) ou que é agraciado por quem fez esta doação.

Quem faz essa doação pode escolher agraciar outra pessoa ao fazer a contribuição e esta pessoa também recebe o reconhecimento equivalente à doação feita, sendo homenageando com reconhecimentos ‘Companheiro Paul Harris’. Paulo de Tarso concedeu o título a sua mãe, Vilma Castro Bezerra. “Minha mãe é uma pessoa íntegra, exemplo de mãe, e esposa”, disse Paulo.

Perfil

Rotariano há cinco anos, o sócio representativo na classificação engenharia civil – obras, Marcos Ageu Medeiros Soares é filho mais velho de 5 irmãos do casal Afonso Medeiros da Silva (in memoriam) e Maria de Fátima Soares Medeiros. Natural de Iguatu. Estudou até o ano 1996 em escolas da cidade até ir a Fortaleza concluir o ensino médio. Fez curso técnico de edificações e formou-se em Engenharia Civil na Unifor no ano 2003, atuou no setor de avaliação e perícia no Tribunal de Contas, trabalhou para empresa de tubos e conexões Amanco como engenheiro de suporte técnico, acumulou funções para multinacional nos estados de Piauí, Ceará e Maranhão.

Casado com Erivânia Macedo do Nascimento, pai de Heitor Macedo do Nascimento, retornou a residir em Iguatu no ano de 2011. Hoje Marcos é engenheiro da Prefeitura de Iguatu concursado e atual secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano.

No Rotary Club de Iguatu já foi 1º vice presidente na gestão 15/16 quando teve a oportunidade de coordenar o program de Banco de Fraldas. Na gestão 16/17 foi protocolo e no ano rotário 17/18 compôs o conselho diretor como presidente entrante.

Projetos

O novo presidente garantiu que os projetos da mesa diretora anterior serão continuados assim como novos serão criados. “Além de aperfeiçoar os projetos existentes, queremos dar continuidade com compromisso de cuidar do Rotary e levar o club para quem precisa dos nossos serviços. Isso será possível com a força de todos, e visando esse sucesso já passamos a traçar um planejamento com calendário de ações sociais iniciando após a EXPOIGUATU”, adiantou Marcos que assume a vaga do ex-presidente e fisioterapeuta, Vinicius Mendonça, até o dia 1 de julho de 2019.

Marcos apresentou 10 metas entre projetos consolidados e novas atividades, como interação entre Rotary, Casa da Amizade, Interact e Rotaract, Enpolionow, Capacitação de Primeiros Socorros de Militares e Agentes do DEMUTRAN, Fabricação de Fraldas Geriátricas fomentando empreendedorismo local, Banco de Cadeiras de Rodas, Programa de Alunos Bolsistas, Rotary Day, Projeto Gente que Faz, Projeto Água Boa e Núcleo Rotary de Desenvolvimento. “Nossa organização deve sair dos muros e levar o nome de Rotary a sociedade iguatuense”, finalizou Ageu.​

Marcos Ageu Medeiros recebeu broche símbolo do Rotary do ex-presidente, Vinícius Assunção

 

09:55 · 01.07.2018 / atualizado às 09:55 · 01.07.2018 por

 

No próximo dia 7 de julho haverá solenidade de posse da nova diretoria do Rotary Club de Iguatu. O engenheiro civil Marcos Ageu Soares vai assumir a presidência do clube de serviço em reunião solene.

 

Marcos Ageu será empossado no próximo dia 7

Na semana passada, houve reunião ordinária do Rotary Club que assinalou a última do ano rotário (2017/2018). O encontro foi em tom de despedida do atual conselho diretor. Foram apresentados os investimentos na sede do Parque de Exposições, balanço financeiro e apresentação dos programas sociais desenvolvidos.

Presidente

O presidente do Rotary Club de Iguatu, Vinicius Mendonça, apresentou as conquistas do ano em que esteve à frente. “É um sonho de todos nós rotarianos contribuir dessa forma. Tivemos muitas conquistas e podemos acima de tudo manter nossos programas do ano rotário anterior e dar nossa cara a esse que finalizou. Isso é Rotary: um trabalho construído a muitas mãos”, disse.

O tesoureiro e contabilista Vagner Ferreira apresentou os balanços financeiros e investimentos na estrutura física do Parque de Exposições Enéas de Souza Bandeira, que conseguiu por meio de alocação de espaços para eventos sociais, baias de animais e espaços publicitários valores que foram revertidos em melhorias estruturais, como banheiros, limpeza diária, capinação, poda, pintura e aquisição do sistema de gás.

Vagner apresentou ainda por meio de infográficos todos os valores que circularam no caixa da entidade, os investimentos nas ações sociais desenvolvidas pela entidade. “Nosso objetivo não é medir a importância do projeto pelo custo que gera, mas sim que temos que ter responsabilidade no que investimos e apoiamos. Gerenciar valores é um processo que não deve haver amadorismo”, afirmou.

Conforme Vinicius, a atual gestão teve a missão de dar continuidade aos projetos das antigas mesas diretoras, como Programa de Bolsas de Estudo que o Rotary tem o compromisso de bancar o material de estudo (apostila, livros, etc) e fardamento escolar dos 13 alunos beneficiados, numa soma que chegou aos R$ 12 mil anualmente, e o programa de fraldas geriátricas e a implantação de novas ação como o ‘Rotary Day’ na Policlínica Regional de Saúde Dr. Manoel Carlos de Gouveia. “Ofertamos à população um dia inteiro de serviços gratuitos na área de saúde. Mais de 315 atendimentos com clínicos gerais, ultrassonografia, ortopedia e exames de Acuidade Visual e de Pressão Ocular além de demanda livre para as pessoas que chegarem de última hora fizeram parte da programação”, recordou.

As crianças também foram beneficiadas com ações que passam por consultas e escolhem óculos em ação do Rotary e Casa das Lentes. Com o objetivo de garantir a saúde ocular de jovens e crianças da cidade de Iguatu, consultas gratuitas foram ofertadas ao público alvo por meio de programa social desenvolvido pelo Rotary Club de Iguatu e a empresa Casa das Lentes. Cerca de 20 crianças de 6 e 7 anos, matriculadas na rede pública municipal, passaram pelo oftalmologista Descartes de Lucena e descobriram se precisavam ou não usar óculos. Depois dos exames, foram doados os óculos para cada uma das crianças cujo diagnóstico indicou a necessidade.

A inciativa governamental também foi parceira da entidade. “Além dos eventos da prefeitura voltarem a ser realizados em nosso parque. O Rotary e o Demutran firmaram parceria para ‘Blitz Doce’. No mês de outubro, a ação educativa intitulada ‘Blitz Doce’, em alusão ao período em que se comemora o dia das crianças. A proposta foi de orientar os condutores, que cometerem infrações leves, acompanhados de crianças, sejam advertidos e ao invés de punidos com multas recebam um doce”, lembrou.

O ano ainda foi marcado pelo resgate histórico com o lançamento do livro que contou boa parte dos 65 anos história do clube comemorados nesse ano. “Foi o nosso maior legado. Eternizamos um dos clubes mais importantes do distrito em livro. Agora o presente e o futuro poderão beber dessa fonte que se confunde com a história da cidade”, finalizou Vinicius.

Nova Mesa Diretora

Além de Marcos Ageu, assumirão o conselho diretor como 1º vice-presidente Orlando Silveira, 2º vice-presidente Alan Araújo, 1º secretário Georgy Xavier, 2º secretário Gincley Viana, 1º tesoureiro Vagner Ferreira, 2º tesoureiro Ricarte Pinho, 1º protocolo Fernando Araújo, 2º protocolo Edney Rolim, presidente do Parque de Exposições, Daniel Oliveira e presidente entrante Lucinha Araújo.

21:08 · 24.06.2018 / atualizado às 21:08 · 24.06.2018 por

Em comemoração aos 65 anos do Rotary Club de Iguatu, a Câmara Municipal de Iguatu aprovou projeto de lei que denomina Avenida Rotary Club a via que segue da Avenida Perimetral a partir da continuidade da Rua Ailton Alexandre até a Avenida Sabino Antunes, contornando os bairros Esplanada, Cohab e parte da Veneza.

Os vereadores substituíram a denominação de Avenida Juscelino Kubitschek por Avenida Rotary Club de Iguatu. A proposta foi dos vereadores e rotarianos Rômulo Olinda (PROS) e Mário Rodrigues (PDT). “Grande parte dos vereadores soube entender a proposta. O Rotary tem uma importância histórica para a cidade. Como dizem os mais antigos, a entidade se confunde com a história da cidade. Nada mais justo”, afirmou Rômulo.

Autor da primeira nomenclatura, o vereador Bandeira Jr. (MDB) afirmou reconhecer a história e importância do Rotary. “Juscelino é constantemente lembrado. O Rotary é nosso. É daqui. E impacta há décadas na transformação de vidas. Por isso votei pela mudança”, disse.

Marca

O Rotary esteve presente nos mais importantes acontecimentos ao longo desse período. É a entidade que promove há 57 anos a Exposição Agropecuária e Industrial de Iguatu (EXPOIGUATU), a festa maior da região Centro-Sul cearense, que contribui para a melhoria genética do rebanho e movimenta a economia local. Em suas reuniões semanais, o Rotary trouxe convidados diversos, debateu temas variados, problemas que afligem a nossa comunidade nos setores de infraestrutura, saúde, educação, assistência social, segurança, agropecuária, dentre outras temáticas.

O clube agora estuda compor a rotatória da via com uma academia de saúde. “Assim como adotamos a academia da Rua Bevenuto Mendonça, podemos estruturar e urbanizar aquele espaço que é muito usado por esportistas de nossa cidade. É um projeto futuro”, afirmou o presidente do Ritary, Vinícius Mendonça.

Saiba mais

A Avenida com cerca de 1,5 Km de extensão custou um montante de R$ 1.513.124,59, recursos provenientes do governo do Estado através da Secretaria das Cidades, em parceria com a Prefeitura Municipal no ano de 2012. A estrutura viária interliga a Avenida Carlos Roberto Costa (Perimetral) com a Avenida Sabino Antunes, e proporciona opção para a população no deslocamento entre alguns bairros da cidade, reduzindo os congestionamentos, além de proporcionar a expansão urbana da região, com o surgimento de novos projetos imobiliários e comerciais.

 

 

09:50 · 09.06.2018 / atualizado às 09:51 · 09.06.2018 por

O Rotary Club de Iguatu comemorou 65 anos de fundação com uma festa baile, lançamento de livro e homenagens. O evento ocorreu na AABB de Iguatu.

Uma das entidades mais antigas do Distrito 4490 (composto pelos estados de Piauí, Ceará e Maranhão), desde sua fundação em 23 de maio de 1953, contou com 69 presidentes e centenas de associados, numa história acompanhada de intervenções que apoiam as iniciativas de melhoria da saúde, da educação e do combate à pobreza.

Quem prestigiou o evento foi o governador do Distrito 4490, Eduardo Campos, que enalteceu a importância do clube iguatuense no meio rotário dos três estados. “É uma satisfação participar de momento que mostra a continuidade de um trabalho rotário de ações, projetos e realizações em prol da comunidade de Iguatu. Iguatu tem um Rotary forte presente e de grande companheirismo”, disse.

Livro

O Rotary esteve presente nos mais importantes acontecimentos ao longo desse período. É a entidade que promove há 57 anos a Exposição Agropecuária e Industrial de Iguatu (EXPOIGUATU), a festa maior da região Centro-Sul cearense, que contribui para a melhoria genética do rebanho e movimenta a economia local.

Em suas reuniões semanais, o Rotary já trouxe convidados diversos, debateu temas variados, problemas que afligem a comunidade nos setores de infraestrutura, saúde, educação, assistência social, segurança, agropecuária, dentre outras temáticas.

Para registrar toda a história de serviços prestados, um livro comemorativo foi lançado. “O volume conta e eterniza mais de meio século de serviços prestados à cidade”, é o que afirma o jornalista Honório Barbosa, autor da obra. “Foram mais de 30 entrevistas. O Rotary esteve presente em ações concretas de socorro às vítimas das cheias do rio Jaguaribe em 1974, 1985, 2004, e também em períodos de estiagem ao longo dessa caminhada de 65 anos de história. O nosso objetivo era reunir em um só documento os principais aspectos da história de Rotary em Iguatu. Esperamos ter alcançado. É uma leitura fácil e espero que do agrado de todos os companheiros. A obra ficou dentro da nossa expectativa”, disse Honório Barbosa.

Governador assistente e ex-presidente Paulo de Tarso Bezerra reafirmou que o clube pautou mais de meio século de história, na mudança de realidades. “Nós estamos tendo a oportunidade de vivenciar um momento histórico de uma instituição sólida, com bastante pujança e com histórico de todos os membros terem participado desse vitorioso caminho. A sociedade esteve representada e sente representada por esse exemplo de entidade a ser seguido”, afirmou.

Escolas foram homenageadas pelo Rotary Club de Iguatu.

Medalha Empresa Cidadã

Em homenagem saudosa a Daniel Terto Vieira (in memoriam), foi entregue a duas empresas locais uma medalha com o nome do rotariano que faleceu em uma noite de reunião do clube no dia 09 de agosto de 2017, após parada cardiorrespiratória.

A comenda foi entregue à Escola Modelo de Iguatu e ao Colégio Polos. As escolas são parceiras do clube desde 2015 cedendo bolsas escolares a estudantes selecionados pelo Rotary na rede pública.

Jovem Intercambista

Uma boa opção para quem tem menos de 20 anos e deseja ter uma experiência internacional é o Intercâmbio de Jovens do Rotary Club. E na noite festiva foi apresentada a primeira intercambista do Rotary Club de Iguatu. Rebeca Costa terá chance de conhecer a Dinamarca. “Será uma experiência única, acredito. Será uma cultura totalmente diferente. Espero apresentar um pouco da cultura da minha cidade”, disse Rebeca.

Os Rotary Clubs patrocinam o programa em mais de 100 países, com o foco de transformar o jovem em verdadeiros cidadãos do mundo e de conhecer outras culturas, aprender novos idiomas e ampliar seus horizontes. A cidade também receberá uma intercambista do mesmo país.

Presidente 2017/2018

Um Pin rotário comemorativo foi entregue aos ex-presidentes no evento. Vinícius Mendonça, presidente do Rotary Club de Iguatu, celebrou a chance de presidir o clube nesse período. “Como disse Raimundo Felipe quando presidente Rotary: ‘Iguatu é Rotary e Rotary é Iguatu’. Por 65 anos o Rotary fez e faz a diferença na vida das pessoas mudando a realidade delas”, afirmou.

Presidente Vinícius recebem Pin do governador do Distrito 4490, Eduardo Campos
11:44 · 06.06.2018 / atualizado às 11:44 · 06.06.2018 por

 

Presidente do Rotary fala para os vereadores

A Câmara Municipal de Iguatu, em sessão especial, homenageou o Rotary Club de Iguatu pelo transcuro dos 65 anos de fundação. A entidade presta relevantes serviços à cidade e promove anualmente a Exposição Agropecuária de Iguatu.

O Rotary é a mais antiga organização internacional de clubes de serviço. Os associados a esses clubes formados por homens e mulheres prestam serviços voluntários às comunidades onde atuam profissionalmente, ajudando a promover à ética nos negócios e desenvolvendo projetos em diversas áreas, como saúde e educação, cujo grande objetivo é estimular a boa vontade e a paz mundiais.

A sessão especial teve a presença do associado em atuação mais antigo do clube iguatuense, Emídio Teixeira, que integra os quadros há 43 anos. Ele ressaltou o trabalho realizado nos dias mais cruciais da cidade de Iguatu, como em anos de enchentes e campanha para desabrigados. O rotariano lembrou do papel decisivo para fundação de colégios e nas telecomunicações no município. “Com Raimundo Felipe como membro do Rotary e os associados que se dispuseram a lecionar de maneira gratuita, ajudamos a formar e reconhecer o primeiro ginásio de Iguatu, o colégio Adahil Barreto. Fomos pioneiros na vinda das telecomunicações, ocupamos pela nossa existência parte significativa com mais da metade dos 108 do Rotary Internacional”, afirmou.

Vinícius Mendonça, presidente do Rotary Club de Iguatu, assegurou que a associação filantrópica segue desenvolvendo suas ações de impacto social, como programa de bolsas de estudos, cadeiras de rodas e fraldas geriátricas aos mais necessitados. A maioria deles financiados através da Exposição Agropecuária implantada dez anos depois da fundação do clube. “Somos um clube formado por uma variação de representação na sociedade através de nossas profissões das quais somos líderes. Nas mais várias pautas que a cidade discutiu, o Rotary esteve presente e deu sua parcela de contribuição”, ressaltou.

O vereador, Marconi Filho (PROS) ressaltou a importância histórica do Rotary que se confunde com a da própria cidade. “Instituição secular no campo humanitário e que possui sua representação na cidade. Devemos enaltecer e ser parceiros no que o Rotary vem desenvolvendo na região”, disse.

Mário Rodrigues (PDT), presidente do legislativo municipal e também rotariano, recordou as mudanças provocadas nas vidas de pessoas mais carentes proporcionadas pela entidade. “Tenho 28 anos de clube, tive a oportunidade de ser presidente por duas vezes. Muito me orgulha em estar presente na mudança de realidade de pessoas mais carentes e que de pouco precisavam para ter um sorriso”, lembrou.

A data será celebrada ainda com a votação de um projeto que prevê a mudança do nome da Avenida Juscelino Kubitschek para Avenida Rotary Club de Iguatu.

Rotarianos e vereadores
16:07 · 28.05.2018 / atualizado às 16:07 · 28.05.2018 por

O Rotary Club de Iguatu e o Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS firmaram parceria no projeto “Café com Prosa”. O projeto tem como objetivos buscar através dos entes governamentais e não-governamentais, discutir sobre o cuidado e a proteção das crianças e adolescentes, proporcionando reflexões e ações sobre o tema e os direitos fundamentais dos mesmos, constituindo-se em práticas de enfrentamento do trabalho infantil, além de tentar conscientizar a população para não contribuir financeiramente com as práticas de vendas ou de “esmola”.

Única cidade do estado do Ceará a instituir data oficial sobre o tema por meio de projeto de lei aprovado na Câmara Municipal de Iguatu, a partir o dia 5 de setembro de cada ano o Creas, junto aos parceiros, passará a promover o debate com a sociedade civil sobre o combate ao trabalho infantil, garantindo o fortalecimento de políticas públicas que amparem as crianças e jovens, dizimando possíveis explorações físicas, psicológicas ou sociais.

A data, conforme coordenadora do Creas, Saschia Bandeira, deu-se pela tradicional Exposição Agropecuária de Iguatu (Expoiguatu). “Identificamos que no período da feira são registrados vários casos de incidência dentro e fora do parque, os direitos da criança estão sendo violados. E essa parceria estende com mais força as atividades de orientação no período acerca do combate ao trabalho infantil” disse.

Compromisso

A parceria implicará a assinatura de um termo de compromisso da entidade com o Creas com o objetivo de fiscalizar a entrada de ambulantes e locatários de espaços, que possam expor crianças e adolescentes à situação de trabalho infantil, e no financiamento de uma peça publicitária que vise inibir “ajuda” através de dinheiro por parte de quem circula no semáforo entre o supermercado e o parque de Exposições do Rotary.

A ocasião serviu para os rotarianos esclarecerem eventuais dúvidas quanto ao tema. “Quando uma criança trabalha, diminui o seu tempo disponível para convivência familiar, para brincar, estudar e aprender. O trabalho infantil é a porta de entrada para as demais violações de direitos de crianças e adolescentes”, pontuou Nathália Freitas, psicóloga, uma das idealizadoras do projeto.

Apesar de o presidente atual não se encontrar mais à frente do cargo no período da festa quando o projeto for desenvolvido, a entidade abraçará a causa. “O presidente do Club na próxima EXPOIGUATU será Marcos Ageu, mas a causa é nobre e o Rotary abraça essa inciativa. Vamos conversar com os coordenadores da festa e traçar planos visando o êxito do projeto e do festejo como um todo”, afirmou Vinicius Mendonça.

Além do Rotary Club, o ‘Café com Prosa’ já estreitou parceiras com mais representações do município. “Já firmamos parcerias com a Secretária de Saúde, imprensa escrita e falada, Câmara de Vereadores e conselhos de direito abraçaram a causa. A ideia é discutir a fundo a temática e incutir a cultura do denuncismo para que possamos acompanhar mais crianças, adolescentes e suas famílias visando a superação de suas vulnerabilidades”, citou Camila Machado, assistente social e também idealizadora do projeto.

Saiba mais

Atualmente em Iguatu são acompanhadas de 20 a 30 famílias, com aproximadamente 09 membros entre crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil.

15:56 · 19.05.2018 / atualizado às 15:56 · 19.05.2018 por
Reunião debateu a reforma trabalhista. Foto de Thiedo Henrique

Após seis meses em vigor da reforma trabalhista, os membros do Rotary Club de Iguatu participaram de palestra, na sede da entidade de serviço, sobre o tema que ainda causa dúvidas nos empregados e empregadores.

A palestra foi proferida pelo rotariano e advogado Orlando Silveira, que em avaliação geral pontua que a medida não foi capaz de limitar o crescimento do mercado informal ou impedir a deterioração do emprego formal no país. Segundo ele, o atual quadro adia a melhora do mercado de trabalho e da demanda interna, necessária para a recuperação econômica.

O palestrante abordou as principais alterações na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), após a aprovação da reforma no ano passado, e proporcionou aos participantes um maior entendimento a respeito das mudanças, bem como a forma correta de se lidar com a nova CLT. De acordo com ele, a recente reforma causa muito receio e insegurança jurídica na adesão das novas alternativas de contratação. “Foi uma oportunidade para os empregadores conhecerem este tipo de contrato, tirarem suas dúvidas e analisarem como ele pode ser aplicado no dia a dia de seus negócios”, afirmou o advogado.

Intermitente

O contrato de trabalho intermitente apresenta equilíbrio contratual na relação de emprego, podendo gerar benefícios tanto para o empregado quanto para o empregador. O advogado explica que nesta modalidade o colaborador é chamado ao trabalho de acordo com as demandas da empresa, recebendo por hora laborada, não tendo prejuízo dos demais direitos garantidos. “A característica do contrato de trabalho intermitente é não exigir legalmente que os trabalhos exercidos por um funcionário tenham continuidade. Desta forma, as demandas podem ser prestadas com certa alternância. Em linhas gerais, o empregado é convocado quando a empresa tem uma demanda a ser suprida” comentou.

Presidente interino, na última reunião, o rotariano Roberto Mendonça ressaltou a importância de discutir a temática. “A reforma trabalhista precisa estar em pauta, pelas grandes organizações e o Rotary é uma delas. Vários pontos estão suscitando dúvidas, além de interpretações equivocadas esse momento acabou sendo a ocasião pode-se dirimir qualquer incerteza”, disse.

Perfil

Orlando Silva da Silveira é bacharel em Direito pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), pós-graduado em Direito e Processo do Trabalho pela Faculdade Leão Sampaio, sócio proprietário do escritório Silveira e Araújo Advogados, em Iguatu, Delegado da CAACE.

12:42 · 12.05.2018 / atualizado às 12:42 · 12.05.2018 por

Neste ano, a Exposição Agropecuária e Industrial de Iguatu (Expoiguatu), maior evento da região Centro-Sul chega à sua 55ª edição. Os organizadores trabalham na busca de parceria entre a inciativa pública e privada para ampliar o número de atrações e de expositores.

A Expoiguatu é realizada no Parque de Exposições Enéas Bandeira Filho do Rotary Clube de Iguatu, que dispõe de estrutura com mais de 89 mil m² de área e espaço para shows de 10 mil m². Faltando menos de quatro meses para abertura do evento regional, no início de setembro, a programação já começa a ser elaborada visando a mais um evento exitoso.

Promovida há 57 anos, pelo Rotary Club de Iguatu, o evento segue em fase de busca de parceiros por meio de apoio da inciativa privada através do comércio local e da inciativa pública, com o governo do Estado e Prefeitura. “Mais uma vez o município dará todo o suporte para limpeza do parque e recursos para premiação, assim como o Estado que acaba sendo sempre nosso maior investidor”, disse Breno Teixeira, coordenador geral do evento.

Para o aluguel da totalidade dos espaços do Parque de Exposições Enéas Bandeira Filho, uma equipe de vendas já percorre o comércio local. “A preferência é dos nossos parceiros de longa data para depois irmos ao mercado de novos investidores. Até estamos tendo boas respostas, não optamos por subir o preço e sim por manter valores anteriores, por entendermos que estamos saindo ainda de um período de crise”, pontuou Breno.

Indústria, serviços, cultura

Além de ser um evento voltado para o seguimento agropecuário, a Expoiguatu é um momento da indústria e empresas de serviços promoverem e expor seus produtos.

O evento promete promover nos seis dias exposição de animais, demonstração de culturas pecuárias de pastagens, além da programação social e cultural que incluem exposição de artesanato, apresentações de dança, desfiles da Rainha Expoiguatu e performances de artistas da cidade e de destaques nacionais.

As noites de exposições são conhecidas por lotar o espaço de festas, com shows diversos. “Não temos uma programação fechada quanto às atrações. Mas o porte da festa exige atrações de nível nacional  exemplo de anos anteriores e isso com certeza terá. O que já temos certo é participação das atrações locais, que mais uma vez serão valorizados por meio da parceria com o Sesc de Iguatu”, assegurou Breno.

Conflitos de datas

Breno observa a dificuldade criada a partir de choque de datas com outros eventos agropecuários na mesma data. “Não entendemos o porquê dessa situação. Três eventos marcados para o mesmo período, que comprometem a programação e deslocamento de expositores de animais do Ceará, mas já estamos articulando essa reorganização com o governo para que todos saiam ganhando, priorizando a nossa data por ser mais tradicional de todas elas”, defendeu.

Uma comitiva de organizadores da Expoiguatu viaja para manter contato com outros promotores e participantes de eventos do segmento em outros Estados, buscando estreitar parcerias a fim de atrair o deslocamento de produtores e de seus animais de raças para lotar todos os pavilhões oferecidos no parque do Rotary. “O propósito sempre será o de recuperar a nossa tradição e queremos atrair mais de 2 mil animais”, disse Bruno Teixeira.

Genética

A programação inclui uma vaquejada com premiação em 7 mil reais em prêmios. Há esforço do coordenador de atrair a realização de um rodeio para o parque. Infelizmente as companhias de rodeio ficam mais na região Sudeste, enquanto isso vamos incentivando a vaquejada”, disse Breno Teixeira.

É prevista ainda a realização do Primeiro Shopping Top Genética Animal, com exposição de melhoramento genético, compartilhamento de ações estratégicas em diversas áreas relacionadas à agropecuária. “Já estamos em contato com uma leiloeira, e animais com qualidade exemplar pra trazer uma genética diferenciada para nossa região”, adiantou.

11:46 · 23.04.2018 / atualizado às 11:46 · 23.04.2018 por

 


O Rotary Club de Iguatu segue com os preparativos das comemorações dos 65 anos de fundação do clube de serviço na cidade, dessa vez com o anúncio das entidades que receberão a Comenda Daniel Terto.

Um dos clubes mais antigas do Distrito 4490 (composto pelos estados de Piauí, Ceará e Maranhão), desde sua fundação, em 23 de maio de 1953, contou com 69 presidentes e centenas de associados, numa história acompanhada de intervenções que apoiam as iniciativas de melhoria da saúde, da educação e do combate à pobreza.

Apesar do natalício ser no mês de maio, os rotarianos planejam num primeiro momento realizar o evento comemorativo no dia 2 junho. A programação será aberta ao público com a comercialização de mesas, e contará com apresentações musicais.

Medalha Daniel Terto Vieira

Em homenagem póstuma a Daniel Terto Vieira, serão entregues à Escola Modelo de Iguatu e ao Colégio Polos duas comendas com o nome do rotariano que faleceu em uma noite de reunião do clube no dia 9 de agosto de 2017, após parada cardiorrespiratória.

“Daniel era um verdadeiro companheiro que faleceu em um dos lugares que mais gostava. Ele partiu, mas deixou eternizado seu carisma e amor ao companheirismo, símbolo da causa rotária. Vamos homenagear com a medalha que levará o seu nome figuras jurídicas, como ele era como pessoa física”, disse Vinícius Assunção, presidente do Rotary Club de Iguatu.

As escolas são parceiras do clube desde 2015 cedendo bolsas escolares a estudantes selecionados pelo Rotary na rede pública, tendo como contrapartida da entidade o financiamento do material de estudo e fardamento. Hoje 13 alunos são mantidos nas instituições de ensino que ainda mantém por contra própria o sonho vivo de estudantes iguatuenses que tentam vencer na vida absorvendo o ensino de qualidade.

Livro

Ainda é previsto para o evento comemorativo um momento solene com o lançamento do livro que contará e eternizará em palavras mais de meio século de serviços prestados à cidade. “Vem sendo um trabalho de resgate histórico, de atas que ainda existem, e de entrevistas de figuras que viveram as décadas de 1950 e 1960, que relatam as ações desenvolvidas, e o público que foi beneficiado na época e as formações dos conselhos diretores. Vem sendo um trabalho difícil e ao mesmo tempo prazeroso”, adiantou o presidente Vinícius Assunção.

Filantropia 

O local da festa do Rotary será a área social da AABB de Iguatu, mesmo ambiente onde ocorreu o aniversário dos 60 anos. Os membros estudam ainda a possibilidade de o evento ter o caráter filantrópico, com a reativação do banco de cadeiras de rodas. “Vamos estudar a ideia como os nossos parceiros e a comissão à frente do aniversário do clube. Não podemos e nem vamos deixar de lado nossa principal missão: o de mudar realidades, e doar cadeiras de rodas a quem necessita tem o seu efeito direto nesse propósito rotário”, concluiu Vinicius.

17:27 · 14.04.2018 / atualizado às 17:27 · 14.04.2018 por

Plantar uma árvore é uma atitude que traz muitos benefícios ao planeta. O Rotary Club de Iguatu alcançou a meta definida pelo Rotary Internacional que previa que cada associado plantasse uma árvore até o dia 22 de abril de 2018.

A meta foi superada pelo clube, hoje com 60 sócios representativos que efetuaram um plantio de 400 mudas de árvores.

A ação de impacto ambiental foi possível em parceria com as secretarias de Meio Ambiente e de Agricultura e Pecuária do município de Iguatu (SEAP). “Fizemos isso com as nossas crianças. É uma forma educativa para a formação dos valores e da cidadania de cada uma delas”, disse Vinícius Mendonça, presidente da entidade de serviço.

O local escolhido foi o Parque de Exposições do Rotary Club de Iguatu Enéas de Souza Bandeira, estrutura de 89 mil m² de área, que recebeu 250 mudas. “Queremos fazer da nossa segunda casa um grande pulmão ambiental de nossa cidade. Com as secretarias destinamos mais de 400 mudas e executamos juntos o plantio em boa parte da cidade”, afirmou Vinicius.

Outro espaço que recebeu mudas foi o entorno do ‘Marco Rotário’, no obelisco da entidade que está situado no triângulo da saída do município na CE 060 (Iguatu/Acopiara). Lá foram plantados ipês, jatobá e mangueiras.

O monumento está instalado no local há 36 anos sendo facilmente reconhecido pela população. “Essa parceria nos possibilitou plantar 14 mudas, no local com certeza dará um charme especial à entrada da cidade”, disse Marcos Ageu, secretário de Meio Ambiente e também rotariano como presidente entrante (2018/2019).

Espécies nativas

Iguatu mantém um horto de mudas nativas na área da secretaria de Agricultura e Pecuária, no bairro Bugi, para serem distribuídas para população, para o plantio e arborização de praças, ruas e avenidas.

Recentemente em uma ação de SEAP, foram distribuídas mais de 8 mil plantas nativas de várias espécies e frutíferas. “Temos um custo pra produzir, mas é papel do público nosso promover ações de impacto ambiental e essa é uma das que estamos organizando e colocando em prática. A recomendação crucial é de apenas tirar a muda do saco, colocar num lugar úmido, regando sempre, o resto a natureza se encarrega”, disse Hildernando Barreto, secretário de Agricultura e Pecuária.

Receberam mudas as avenidas Fransquinha Dantas (50 ipês rosa e 20 timbaúbas); Dário Rabelo (40 ipês rosa); Campo Multi-institucional Humberto Teixeira (40 ipês, 20 mangueiras, 10 cajueiros e 05 timbaúbas); nova sede do Detran (35 ipês, 10 timbaúbas, 5 cajueiros, 3 mangueiras e 20 ornamentais), estação de tratamento do SAAE/Cocobó (15 ipês, 3 mangueiras, 2 jatobás e 2 cajueiros), CRAS V (15 ipês, 2 mangueiras e um cajueiro).