Busca

Tag: saúde


06:56 · 16.11.2017 / atualizado às 13:06 · 15.11.2017 por
Prefeito de Várzea Alegre em audiência com o secretário de Saúde, Henrique Javi. Foto: divulgação

Nesta terça-feira, 14, o prefeito de Várzea Alegre, Zé Helder manteve audiência com o secretário de Saúde do Estado, Henrique Javi, sobre o atendimento da saúde dos moradores do município pela 17ª Região Saúde com sede em Icó e a proposta de retorno para a Regional da cidade de Crato, na região do Cariri, por ser mais próxima e apresentar melhor estrutura de atendimento.

Segundo o prefeito Zé Helder, anteriormente, o atendimento de Várzea Alegre era feito pela 20ª Região de Saúde sediada no Crato, mas na gestão anterior houve a mudança para Icó.  “Essa mudança de regional tem gerado muitos problemas, especialmente com a transferência de pacientes, quando a regional do Crato impõe dificuldades alegando que a regional à qual Várzea Alegre pertence é a de Icó, para onde o paciente deve ser transferido”, explicou o gestor. “A Secretaria de Saúde do Crato e os hospitais  têm colocado dificuldades para receber os pacientes de Várzea Alegre, alegando que nós pertencemos à regional do Icó”.

Orientação 

A orientação de Henrique Javi para o prefeito é que ele procure o secretário de Saúde do Carto e a Regional de Saúde para dialogar sobre o assunto, tendo em vista que mensalmente são enviados os recursos para as demandas de saúde de Várzea Alegre.

 

Insatisfação 

Várzea Alegre começou a integrar a Regional de Saúde do Icó na metade de janeiro deste ano. Em pouco mais de dez meses, percebeu-se que o que viria para melhorar o atendimento de saúde da população, especialmente na questão de logística, não deu certo. Insatisfeita, a gestão municipal inicia o retorno ao Crato, na região do Cariri.

10:38 · 04.11.2017 / atualizado às 15:56 · 04.11.2017 por
Evento discutiu temas ligados à valorização da vida

As Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral Antônio Albuquerque de Souza Filho e Filgueiras Lima, na cidade de Iguatu, promoveram o “I Colóquio sobre o amor pela vida: a amabilidade e o desejo pelo bem”, no Campus Multi-Institucional Humberto Teixeira.

O evento foi uma oportunidade para alunos e convidados fazerem uma reflexão em torno da perspectiva da prevenção e o tratamento da automutilação e depressão.

O projeto do colóquio surge no espaço das escolas em tempo integral por meio da socialização e convivência de casos de depressão cada vez mais frequentes entre os adolescentes e jovens que praticam a autolesão podendo posteriormente se tornar potenciais vítimas de suicídio. O crescimento do número de casos dessa natureza motiva a realização do evento que buscou de forma mais leve trazer esclarecer a temática aos jovens.
Pesquisa

Os alunos Everton Bezerra, Davi Felizardo e Ana késia expuseram a pesquisa intitulada “As marcas do (in)visível: autolesão de adolescentes e jovens num estudo de caso” orientada pela professora Aline Teixeira Peixoto. Em seguida houve uma roda de conversa.

Com a parceria dos profissionais da Residência Multidisciplinar vinculada a Escola de Saúde Pública do Ceará foram ministradas cinco oficinas para grupos de alunos.

A programação do evento inclui debates por psicólogos e psiquiatra, entre eles, o médico Dennysson Teles, que abordou o tema “Desafios da saúde mental na adolescência”.

A temática foi debatida abordando o suicídio no cinema, o ‘CINEPSI’, com a participação das estagiárias Mayara Sampaio Ferreira, Cássia Keyve Rodrigues de Souza, Carliana Vieira Lima, Ana Kévyne Pereira Bezerra, finalizando com uma mesa redonda com as psicólogas Nathália Nobre, Vanessa Camilo e Rafaele Braga. As exposições enfatizaram as transformações físicas e psicológicas na adolescência.

A programa teve por objetivo promover entre os jovens a valorização à vida e o desejo pelo bem. A vida e a saúde mental devem ser debatidas nos espaços sociais, para que jovens e adolescentes vejam os ambientes escolares como lugares propícios para a abordagem deste assunto.

Acolhida

Os participantes do evento receberam a acolhida do diretor da Escola Antônio Albuquerque Souza de Lavor, Guilherme Weima Bezerra da Costa, da diretora da Escola Filgueiras Lima, Maria Mendes da Costa, das representantes da Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (CREDE 16), Vera Mônica Medeiros e Maria Eveuma de Oliveira, e da representante do Centro de Atenção Psicossocial de Iguatu (CAPS), Lumara Alves, que reafirmaram a importância de realizar aquele momento e espaço para  debater a temática de forma efetiva, para auxiliar os adolescentes a entenderem o que fazer em caso de doença de saúde mental.

16:19 · 27.10.2017 / atualizado às 11:02 · 29.10.2017 por

 

Secretário Ivo Leal

O secretário de Saúde de Várzea Alegre, Ivo Leal, fez apresentação em seminário realizado no Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa, em São Paulo, sobre projetos e resultados no setor de Saúde Básica, na atenção básica do município.

O Evento contou com a participação de profissionais e gestores de todo o Brasil, num total de 60 projetos aprovados. “Tive a oportunidade de expor o projeto que trata sobre a implementação de protocolos de acolhimento nas Unidades Básicas de Saúde”, esclareceu. “Em breve, o projeto será implantado em Várzea Alegre”. 

Ivo Leal avaliou que a apresentação foi bem-sucedida. “Além da referida exposição, houve rodas de conversas com representantes de outros estados brasileiros, numa troca de experiências e vivências dentro do serviço público de saúde, momento rico, que proporcionou aprimorar conhecimentos necessários ao desenvolvimento de ações em benefício das pessoas sob nosso cuidado”, disse.

O projeto foi desenvolvido por uma equipe de quatro profissionais de Saúde no município de Altaneira (Ana Paula, então secretária de Saúde de Altaneira, Patrícia, Regina e Ivo Leal) em 2015 e 2016. “A partir de agora vamos trazer a experiência para Várzea Alegre”, pontuou Ivo Leal. “Agora estamos com mais tempo e condições de implantar esse programa nas unidades de saúde de atenção básica”.

 

07:00 · 27.10.2017 / atualizado às 17:36 · 26.10.2017 por

 

Programação reunião mães e incentivou o aleitamento materno.

A Secretaria Municipal da Saúde em parceria com o Hospital Regional de Iguatu e a Atenção Básica dedica esta semana para chamar a atenção para os cuidados com a primeira infância com atividades voltadas à Saúde do recém nascido.

A ideia é reunir profissionais da área da saúde, autoridades locais, gestantes e as famílias para desenvolver ações de prevenção dos riscos e incentivar as práticas do cuidado nesta etapa da vida, reduzindo assim a mortalidade infantil no município.

Serão desenvolvidas estratégias para uma atenção de excelência à criança, garantindo uma primeira infância saudável e segura. Com uma programação que teve início dia 23 e vai até esta sexta-feira, 27, diversas atividades têm sido desenvolvidas com o objetivo de contribuir para as garantias dos direitos dos bebês e das gestantes, elaborando informações e realizando ações que contribuem para a saúde, a alimentação, a educação e o desenvolvimento da primeira infância.

O tema deste ano “Para uma Primeira Infância Protegida” tem o propósito de levantar a reflexão sobre o desenvolvimento do bebê desde o primeiro dia de gravidez, período fundamental para o desenvolvimento integral de
meninas e meninos.

A atenção integral nessa faixa etária tem um resultado decisivo nos métodos de aprendizagem e de construção de
relações sociais, fatores que induzirão a vida afetiva, profissional e social.

A programação, que acontece em todo o município, inclui palestras, oficinas, orientações, atividades lúdicas com as crianças, entre outras ações. O evento de abertura aconteceu nesta segunda-feira, no Hospital Regional de Iguatu.

Dentro da programação elaborada, a Secretaria da Saúde promoveu ainda a Semana Especial do Bebê, com ações e cuidados aos recém-nascidos do distrito de Alencar. A secretária da Assistência Social, Eliane Braz e o presidente da Câmara Municipal de Iguatu, Mário Rodrigues, participaram desse momento.

Trabalhos como esses buscam assegurar, por meio de políticas públicas, os direitos a uma infância de qualidade através de importantes metodologias de mobilização junto à sociedade em prol dessa proteção.

Um dos atos representativos que marcou o evento foi a condecoração do Bebê Prefeito, primeiro bebê nascido nesta semana de parto normal que está em aleitamento materno exclusivo. Ele recebe, de maneira simbólica,
a chave da cidade. Haverá também a escolha do Bebê Modelo, o eleito será aquele que recebe os melhores cuidados por parte da família.

10:02 · 16.10.2017 / atualizado às 20:05 · 16.10.2017 por
Bairro vai ganhar moderna unidade de Saúde. Foto de Marcos Rodrigues

Como parte da programação das festividades alusivas à emancipação política de Cedro, será entregue a nova Unidade Básica de Saúde (UBS) que vai beneficiar os moradores do bairro Alto do Padeiro.

A solenidade de inauguração da unidade será realizada nesta terça-feira, 17, às 8, com as presenças do secretário estadual de Saúde, Henrique Javi, representando o governador Camilo Santana, do prefeito Dr. Nilson Diniz, do vice Joãozinho de Titico, da primeira-dama Ana Clécia, e de secretários municipais.

“Estamos contemplando os diversos bairros, especialmente, neste instante, os moradores do Alto do Padeiro, que agora não precisarão mais se deslocar para outras unidades de atendimento”, ressaltou o prefeito Dr. Nilson Diniz.

A construção da unidade de saúde custou R$ 408 mil. Os recursos são oriundos do governo Federal. A sala de recepção vai se chamar de Antônio Pereira da Silva (Paloca), que foi morador do bairro e, durante muito tempo, dedicou boa parte de sua vida como motorista da Secretaria de Saúde do município. “Meu pai foi um exemplo de luta para população e de cuidados com os pacientes que se deslocavam para outros municípios”, reforça o filho do homenageado, Neném de Paloca, secretário-adjunto de Infraestrutura.

Serão oferecidos serviços como aplicação de vacinas, curativos, entrega de medicamentos, testes rápidos, exames preventivos, consultas médicas e odontológicas.

Nova entrega

Em breve será entregue a Unidade Básica de Saúde (UBS) que foi reformada e ampliada na comunidade de Recanto, localizada no Distrito São Miguel.

10:31 · 08.10.2017 / atualizado às 10:31 · 08.10.2017 por

 

Pacientes e acompanhantes no mutirão de cirurgias de catarata e pterígio em Iguatu

A secretaria de Saúde de Iguatu promoveu neste sábado, 7, mais uma etapa do Mutirão de Catarata, que tem por objetivo zerar a fila de espera de pacientes do município que precisam da cirurgia ocular.

O secretário de Saúde de Iguatu, Marcelo Sobreira, informou que neste sábado foram realizadas 71 cirurgias de catarata. “Neste ano, em quatro meses do programa Uma Nova Visão vamos realizar 406 cirurgias de catarata e o nosso esforço é zerar a fila e dá continuidade à ação de atendimento aos moradores”, pontuou Sobreira.

Números 

Nos meses de agosto e setembro passados, foram realizados no 1º Mutirão, 235 cirurgias de catarata e pterígio.

Nos próximos dias 21 e 22 deste mês, estão previstas a realização de 100 cirurgias de catarata e pterígio.

18:59 · 06.10.2017 / atualizado às 18:59 · 06.10.2017 por

 

Exame de catarata

A Secretaria de Saúde do município de Iguatu realiza neste sábado, 7, na Policlínica Regional mais um mutirão de cirurgias de catara e pterígio, como parte do programa Mutirão de Uma Nova Visão. A ação vai beneficiar pelo menos 71 pacientes.

Durante os meses de agosto e setembro, no 1° Mutirão, a Prefeitura realizou 235 cirurgias e até o final de outubro o número vai chegar a 406, levando-se em consideração que nos dias 21 e 22 de outubro, serão realizados mais 100 procedimentos.

De acordo com o prefeito Ednaldo Lavor, a realização do mutirão é para atender uma antiga reivindicação da população e de pacientes que aguardavam por estes benefícios. “Nada pode ser mais importante que devolver às pessoas a capacidade de enxergar, como estamos fazendo com o mutirão de cirurgias de cataratas” destacou Ednaldo.

O secretário da Saúde de Iguatu, Dr. Marcelo Sobreira, disse que o esforço é zerar todas as filas de espera, inclusive em relação aos procedimentos cirúrgicos de catarata e pterígio. “A cirurgia consiste em substituir o cristalino opaco por prótese denominada de lente intraocular. estamos felizes com os resultados obtidos até agora”, frisou o secretário.

Outros mutirões realizados pela secretaria  da Saúde de Iguatu para exames de ultrassonografia (615), tomografia (110), endoscopia (443), colonoscopia (10), ecocardiograma (75) e consulta de oftalmologista (99).

 

 

18:50 · 06.10.2017 / atualizado às 18:50 · 06.10.2017 por
Médico psiquiatra Eduardo Vieira abordou o tema da depressão. Foto de Marciel Bezerra

Profissionais da área da saúde abordaram fatores de risco e proteção da pessoas com depressão e risco ao suicídio. O evento foi realizado pela Secretaria de Saúde com apoio do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), nesta quarta-feira, 4, no auditório do Centro de Educação Profissional Ivens Dias Branco do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

A coordenadora do (CAPS), Wyana Ferreira, informou que as ações serão estendidas e intensificadas com apoio de grupos do CRAS I e II, bem como o CREAS com vistas à efetivação de políticas públicas para o setor. “É com este pensamento que queremos levar conhecimento. O diálogo tem sido fator determinante”.

Lições das palestras

O psiquiatra Eduardo Freitas fez a abordagem do comportamento suicida, fatores de risco e de proteção, estatísticas e a sinopse da série “Os 13 Porquês”, que divide opiniões ao tratar de suicídio adolescente.

A psicóloga Jayane Kelle trouxe ao público lições sobre como tratar o assunto no meio familiar e as formas de abordagem com a participação da sociedade. Ela adverte que o suicídio é reconhecido como grave problema de saúde pública pela Organização Mundial de saúde (OMS). “As ações preventivas devem ser abordadas junto à população”.

“É um tema que precisa ser discutido, há como salvar vidas por meio de uma simples conversa. Que todos possam viver cada vez melhor”, explica a secretária de Saúde, Sayonara Moura.

O encontro contou com a presença de estudantes da Escola Estadual de Educação Profissional Francisca de Albuquerque Moura, de usuários do grupo de idosos do Centro de Referência de Assistência Social (Cras I e II), do grupo de mulheres do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), de profissionais da área da saúde e da população em geral.

O prefeito Dr. Nilson Diniz destacou o conjunto de ações que permitam à população entender a importância de debater o tema, sempre considerado tabu. “Sabemos que o dialogo é fundamental, estamos oferecendo diversos atendimentos. Suicídio é questão de saúde pública”, explica.

11:54 · 28.09.2017 / atualizado às 11:54 · 28.09.2017 por
Prefeito e vice-prefeito recebem equipamento. foto de Augusto César

            Os moradores de Várzea Alegre passam a dispor de moderno equipamento com sistema de videoendoscopia flexível, instalado em uma das principais unidades de saúde do município, o Centro de Atenção Integrado à Saúde – CAIS.

         O equipamento foi recebido no CAIS pelo prefeito, Zé Helder (PMDB), pelo vice-prefeito, Dr. Fabrício Rolim e pelo secretário de Saúde, Ivo Leal, nesta terça-feira, dia 26 de setembro.

          Segundo explicou o vice-prefeito, esse aparelho custou R$ 232.900,00 e para realizar exames de endoscopia digestiva alta, com visualização de órgãos como esôfago, estômago e duodeno e também colonoscopia – estudo do aparelho digestivo baixo, visualizando o intestino grosso, cólon ascendente, cólon descendente, sigmoide e reto.

          Segundo o técnico Rafael, que veio instalar o aparelho, esse é um equipamento de última geração. “Dos 184 municípios do Ceará, Várzea Alegre é pioneira ao receber um equipamento tão sofisticado”, falou.

          O prefeito Zé Helder disse que esse é um equipamento que moderniza um dos processos de exames do aparelho digestivo, melhorando o exame e facilitando o diagnóstico pelos profissionais de saúde. O prefeito destacou que vem aos poucos retomando todos os serviços essenciais para saúde da população, sendo que no CAIS, já retomaram, por exemplo, a realização de exames de ultrassonografias. Em breve será oferecido no CAIS, exames de Raio X.

          Dr. Fabrício Rolim acrescentou que essa é uma conquista importante para a saúde da população e que continuará atuando junto aos deputados que são seus aliados para investirem mais em Várzea Alegre para beneficiar toda a população.

 Verba

           A verba para a aquisição do equipamento é oriunda de emenda parlamentar do deputado federal Adail Carneiro (PP), apresentada ao Ministério da Saúde, no valor de R$ 370.788,00. O primeiro investimento com esses recursos foi com a aquisição do Sistema de Videoendoscopia Flexível com soma de R$ 232.900,00, e o restante  será para a aquisição dos seguintes equipamentos: um aparelho de Raio X; um ar condicionado; uma banqueta; um biombo plumbífero; uma cadeira de rodas; e uma mesa giratória elétrica. Todos esses instrumentos de saúde serão instalados no CAIS.

21:03 · 28.08.2017 / atualizado às 21:03 · 28.08.2017 por
Programa foi lançado em Várzea Alegre. foto de Miguel Marcelo

A Secretaria Municipal de Saúde de Várzea Alegre, lançou nesta manhã de segunda-feira, 28, o projeto Qualifica APSUS – Ceará. A informação é do secretário de Saúde do Município, Ivo Leal.

O projeto tem abrangência regional e no seu lançamento contou participação de 225 profissionais de saúde de Várzea Alegre, Cedro e de Lavras da Mangabeira.

A 17ª Coordenadoria Regional de Saúde esteve presente bem como técnicos na área de saúde da Região Metropolitana do Cariri e membros do Conselho Municipal de Saúde.

  Segundo Ivo Leal, o objetivo do Qualifica APSUS e reestruturar a atenção primária à saúde em todos os aspectos, buscando especialmente um serviço de saúde mais humanizado e organizar os trabalhos das equipes. “É fundamental para que as pessoas tenham mais acesso à saúde e um serviço qualificado. Hoje é um dia importante que a nossa gente está proporcionando com esse evento, de maneira que pudemos garantir aos profissionais qualificação, para que todos possam desempenhar suas funções e suas responsabilidades dentro das estratégias de saúde das famílias”, disse.

O Qualifica APSUS terá seis oficinas de qualificação com temáticas diferentes e cada oficina gerará atividades de inspeção feitas nas UBSs – Unidades Básicas de Saúde, que modificarão os processos de trabalho.

Nesta terça-feira, 29, haverá outro momento do Qualifica APSUS, na cidade de Icó, que sedia um pólo regional, com os municípios de Orós, Ipaumrim, Umari e Baixio. Várzea Alegre sedia o Polo I e contempla os municípios de Cedro e Lavras da Mangabeira.