Busca

Tag: saúde


07:00 · 20.04.2017 / atualizado às 22:28 · 19.04.2017 por
Unidade Básica de Saúde do bairro Areias agora tem atendimento noturno. Foto de Honório Barbosa

A secretaria de Saúde do município de Iguatu expandiu o atendimento à população em três Unidades Básicas de Saúde (UBS) que passaram a funcionar no período da noite: no distrito de Alencar, nos bairros Areias e Vila Neuma.

O atendimento noturno depois chegará a outras unidades. “Em três meses de gestão já conseguimos ampliar a oferta dos serviços com atendimento médico ambulatorial e de enfermagem”, disse o secretário de Saúde de Iguatu, Marcelo Sobreira.

Os moradores dos dois bairros e do distrito de Alencar destacaram a comidade do atendimento para quem trabalha. “A gente que trabalha fica sem tempo para ir ao posto no horário comercial”, disse a lojista, Socorro Lima, moradora do bairro Areais.

Centenas de pessoas já foram atendidas nas três unidades no período noturno.

10:49 · 19.04.2017 / atualizado às 10:49 · 19.04.2017 por

Alunos de escolas muniicpais de Cedro, na região Centro-Sul do Ceará, participaram da mobilização contra o mosquito Aedes aegypti com base no Programa Saúde na Escola (PSE), por meio da Secretaria de Educação em parceria com a Secretaria de Saúde de Cedro.

Os alunos e diretores das unidades escolares receberam certificados pela adesão e atividades desenvolvidas.  Para o prefeito de Cedro, Dr. Nilson Diniz, o trabalho promovido por diretores e estudantes, pais e comunidade nas atividades do combate ao mosquito Aedes aegypti é merecedor de reconhecimento. “É gratificante contarmos com nossos agentes multiplicadores pela participação na 6ª Semana. Expressamos os nossos agradecimentos mediante a entrega do certificado de adesão ao evento”, esclareceu.

As atividades didático-pedagógicas abordaram a temática “Comunidade Escolar mobilizada contra o Aedes Aegypti”. Os alunos aprenderam a desenvolver projetos; fizeram leitura de textos informativos; produziram paródias; participaram da exibição de vídeos sobre dengue, de rodas de conversas e de palestras com profissionais da saúde e agentes de endemias. Houve produção de vídeo pelos alunos; panfletagem nas residências do entorno das escolas; dramatizações; e análises de gráficos com indicadores sobre casos de dengue no município e no Ceará.

Profissionais da área da saúde e alunos mostraram, por meio de exemplos, a forma de infestação do mosquito e as suas consequências. “É importante a participação de nossos alunos e os diretores, cujo trabalho é reconhecido pela luta diária em despertar na população a necessidade de combate diário ao mosquito”, explica a secretária de Saúde, Sayonara Moura.

07:00 · 11.04.2017 / atualizado às 19:58 · 10.04.2017 por

Diversas escolas municipais, estudantes e comunidade se mobilizaram para realizar uma ação prática em favor da cidade – a 6ª Semana da Saúde na Escola. É uma das ações do Programa Saúde na Escola (PSE), por meio da Secretaria de Educação, em parceria com a Secretaria de Saúde do Município. Na programação, atividades didáticos-pedagógicas que abordaram a temática “Comunidade Escolar mobilizada contra o Aedes aegypti”. 

Para o prefeito Dr. Nilson Diniz, os cinco dias de envolvimento propiciaram uma grande mobilização, recebendo reforço da comunidade escolar. “Foi um momento importante. Nossos estudantes adquiriram conhecimentos, melhorou o nível de conscientização da população. Trata-se de ato social e educativo cujo objetivo primordial é a melhoria na saúde de todos”.

Os alunos tiveram lições de como desenvolver Projetos, participaram de leitura de textos informativos, produziram paródias. A 6ª Semana da Saúde na Escola teve ainda a exibição de vídeos sobre dengue, rodas de conversas, palestras com profissionais da Saúde e agentes de endemias, panfletagem nas residências do entorno das escolas, dramatizações; análise de gráficos com indicadores sobre casos de dengue no município e no estado do Ceará. Ao final, os alunos produziram vídeos sobre a dengue.

CONHECIMENTO 
A coordenadora do Programa Saúde na Escola (PSE), Maria Aldenoura Gomes, explicou que a produção de vídeos com a participação dos estudantes mostra que eles captaram a mensagem para aplicar o conhecimento no cotidiano. “Ao longo da semana tivemos atividades através de diversas ações. Firmamos o compromisso com os nossos estudantes de que a escola é mesmo um agente importante no combate Aedes aegypti”.

Entre as escolas do município, o grito de guerra da 6ª Semana da Saúde foi dado pela Escola Francisca de Jesus Cavalcanti, que contou com a participação de 171 alunos e 22 professores da unidade. Uma encenação teatral com a participação dos alunos abordou de forma lúdica o combate ao mosquito transmissor da dengue. “A ação leva para a sala de aula a importância do combate ao mosquito no dia-dia e, consequentemente, transforma o aluno em agente multiplicador junto a sociedade”, explica a diretora, Cilene Nogueira. O ato aconteceu na praça Antônio Marques e contou ainda com apresentação de paródias, poesias e roda de conversas.

Para a secretária de Educação Esmeraldina Bezerra, as políticas de saúde e educação voltadas para as escolas se unem para promover bem-estar. Em 2017, o foco é o mosquito da dengue. “Estaremos dando continuidade às ações de combate à dengue por todo o ano letivo. Com a participação de todos, teremos um município livre de doenças”.

Os agentes de endemias realizaram palestras nas escolas municipais para mostrar, de forma educativa, as ações já desenvolvidas pelo poder público municipal, contando com a boa vontade das pessoas. De acordo com a secretária de Saúde Sayonara Moura, a participação dos estudante tem sido positivo neste momento. “É com alegria que vemos nossas crianças se esforçarem no combate ao mosquito, para que não tenhamos surtos de dengue. O resultado está sendo positivo”.

O que é o PSE
O Programa Saúde na Escola, política intersetorial da Saúde e da Educação, foi instituído em 2007. As políticas de saúde e educação voltadas às crianças, adolescentes, jovens e adultos da educação pública brasileira se unem para promover saúde e educação integral. O PSE é uma estratégia de integração da saúde e da educação para o desenvolvimento da cidadania e da qualificação das políticas públicas brasileiras. Sua sustentabilidade e qualidade dependem de todos nós

10:44 · 06.04.2017 / atualizado às 10:44 · 06.04.2017 por

 

Oficina com agentes de Saúde para nova territorialização. Foto: Miguel Marcelo

Nos dias 05, 06 e 07 de abril a Secretaria Municipal de Saúde de Várzea Alegre realiza oficinas para reorganizar as áreas de atuação da saúde local por meio de um processo de reterritorialização. O início das oficinas aconteceu na manhã desta quarta-feira, 05, no Centro de Atenção Integrado ao Saúde da Família (CAIS), com a participação do secretário de Saúde Ivo Leal e de agentes de Saúde e enfermeiras do Programa Saúde da Família.

As oficinas contam com orientação da presidente da Federação das Agentes de Saúde do Ceará, Edilza Andrade.

Segundo Ivo Leal, algumas áreas estão com população excedente à capacidade de atendimento dos Agentes de Saúde. Esse processo é necessário para que a gente atenda a legislação e orientação do Ministério da Saúde podendo reorganizar essas áreas, redefinindo seus territórios e oferecendo um melhor serviço à população, disse.

O município de Várzea Alegre tem 97 agentes de Saúde, divididos em 97 áreas de atendimento. Pela legislação que versa sobre o assunto, cada agente de Saúde deve atender uma área com no máximo 750 pessoas.

16:40 · 15.03.2017 / atualizado às 16:40 · 15.03.2017 por

 

Reunião discutiu estratégias do programa

Já imaginou fazer seu exame de prevenção do câncer no local onde você mora , sem nenhum custo? Isto já é uma realidade e vem sendo realizada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), beneficiando mulheres da zona rural com o exame de papanicolau, e homens com o exame do PSA e da próstata. Trata- se do Programa Saúde do Homem e da Mulher, que neste primeiro semestre de 2017, deverá beneficiar 13 Municípios do Estado .O objetivo é sensibilizar a população do meio rural sobre a importância de atitudes para promoção da Saúde.

O lançamento do Programa foi feito ontem, 14 , no Auditório do Sistema Faec/Senar, em Fortaleza, pelo superintendente do Senar, no Ceará, Paulo Hélder de Alencar Braga e a gestora do programa , Ana Kelly Claúdio. O evento contou com a presença de prefeitos e secretários de Saúde dos Municípios, que já haviam manifestado interesse em aderir ao Saúde do Homem e Saúde da Mulher.

Segundo Paulo Hélder, o programa de largo alcance social, começou em 2010 com o nome de ” Útero é Vida” , beneficiando 6445 mulheres, mas devido a adesão e sucesso do programa, o Senar Nacional resolveu incluir também, a partir desse ano em todo o país, o exame de prevenção do câncer para o homem.

O Programa promove também palestras educativas sobre higiene pessoal, planejamento familiar, doenças sexualmente transmissíveis, câncer de próstata, câncer de pênis, disfunçāo erétil, entre outros, de acordo com a realidade local.

Uma Unidade móvel de saúde do Senar com dois consultórios médicos vai até a localidade e realiza os exames físicos e laboratoriais, de papanicolau na mulher e o PSA e toque retal no homem. Os exames são encaminhados a um laboratório especializado e apresentados os resultados sem nenhum custo para o beneficiários ou o município parceiro, inclusive a contratação de dois urologistas.

Uma equipe do Programa de Promoção Social do Senar realiza toda a logística, oferecendo inclusive um dia de beleza para a mulher e seus filhos, com a distribuição de um kit beleza.

Já o município, oferece em contrapartida a disponibilização do local para o evento, voluntários, água e alimentação para a equipe de trabalho e participantes. Cabe ainda ao município, a divulgação do evento, a mobilização, o cadastro dos participantes, a limpeza do local e o mobiliário (mesas cadeiras, macas).

Segundo a gestora do Saúde do Homem da Mulher no Senar, Kelly Cláudio, a meta é atender a 100 homens e 150 mulheres, por dia,por Município, totalizando 3.250 pessoas, entre homens e mulheres nesta primeira etapa, que será realizada nos meses de abril, maio e junho. No segundo semestre, outros municípios serão beneficiados .

Os prefeitos de Alto Santo, Maria Irisneile Gadelha Sousa e de Ibaretama ,Francisco Edson de Moraes, destacaram a importância do programa.
Municípios que serão beneficiados:

Alto Santo, Pacajus, Redenção, Ocara, Caririaçu, Paracuru, Itarema, Itapipoca, Ibaretama, Jaguaretama, Moraújo, Piquet Carneiro e Mombaça.