Busca

Tag: saúde


17:34 · 17.09.2018 / atualizado às 17:34 · 17.09.2018 por
Secretário Marcelo Sobreira lançou prontuário de Saúde.

O município de Iguatu é o primeiro no Estado do Ceará a implantar o Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC). O lançamento do novo sistema aconteceu na noite dessa sexta-feira, 14, por ocasião da inauguração da nova Unidade de Saúde do bairro Novo Iguatu.

Segundo o secretário da Saúde, Dr. Marcelo Sobreira, o novo sistema é uma solução que foi licitada pela Prefeitura de Iguatu e disponibilizada pela empresa Quatro Tecnologia. Ela é capaz de aperfeiçoar o fluxo de atendimento das Unidades Básicas de Saúde, além de coordenar a gestão do cuidado. “É no prontuário eletrônico que todas as informações clínicas dos cidadãos que são atendidos no Sistema Único de Saúde (SUS) ficam armazenadas. O primeiro passo foi o cadastro dos usuários através dos Agentes Comunitários de Saúde”, explicou Dr. Marcelo.

De forma direta, o Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC) é uma espécie de arquivo online onde todas as informações de saúde, clínicas e administrativas dos pacientes ficam armazenadas. O profissional da Unidade Básica de Saúde tem acesso ao sistema por meio de computador ou tablet utilizando um navegador de internet.

O Cartão Único deve ser apresentado em cada atendimento, pois através dele será acionado o histórico do usuário. “A informatização vai trazer benefícios como: acesso rápido às informações de saúde e intervenções realizadas; melhoria na efetividade do cuidado e possível redução de custos com otimização dos recursos”, lembrou Sobreira.

Ainda de acordo com o secretário, os gestores municipais podem acompanhar em tempo real as atividades desenvolvidas nas unidades de saúde registradas através do prontuário eletrônico no Sistema de Informação em Saúde para Atenção Básica (SISAB).

Saiba mais

Pelo PEC, é possível buscar o Cartão Nacional de Saúde dos cidadãos atendidos pelo SUS em todo o país, organizar a agenda dos profissionais da Atenção Básica, acolher às demandas espontâneas, fazer atendimento individual e também o registro de atividades coletivas.

O sistema traz também odontograma digital, de uso dos profissionais de saúde bucal, gestão do cuidado para acompanhamento de gestantes e crianças até 5 anos, além de integração com a plataforma para consulta da disponibilidade de medicamentos. Também é possível monitorar pacientes faltosos e realizar controle de exames pelo computador.

15:45 · 17.09.2018 / atualizado às 15:45 · 17.09.2018 por
Criança recebe certificação. A primeira que nasceu na programação da Semana do Bebê. Foto de Miguel Marcelo

Foi aberta no fim da manhã desta segunda-feira, 17, a 6ª Semana do Bebê, no Hospital São Raimundo Nonato. O evento é uma ação intersetorial das secretarias municipais de Assistência Social, de Educação e de Saúde do município de Várzea Alegre.

A primeira criança que nasceu no dia da abertura da campanha foi Maria Yasmim, às 11h03, de parto normal, filha de Maria da Silva Andrade, 29 anos, e de Leonardo Lima Lino, residentes na Rua José Primo da Costa, 47, bairro Grossos, nesta cidade.

O médico obstetra, Dr. Tiago Campos, foi o responsável pelo parto. A criança nasceu saudável, pesando 3 quilos e 870 gramas. A mãe da criança recebeu como presente um kit natalidade.

A 6ª Semana do Bebê acontece no período de 16 a 22 de setembro, em cumprimento à Lei Municipal 928 de 15 de outubro de 2015. A programação abrange ações voltadas às crianças de 0 a 6 anos e suas famílias, com a meta de estimular o desenvolvimento motor, cognitivo, de linguagem e afetivo.

Estiveram presentes os secretários Ivo Leal – Saúde, Laura Maria Alves – Assistência Social e Francisco Costa – Psicólogo e Articulador do Selo Unicef e Ana Florença – Enfermeira e Coordenadora de Atenção Primária em Saúde e Dr. Carlyle Aquino Sátiro com representação da equipe do hospital.

Certificação 

Nesta segunda-feira, dia 17, às 17h, haverá a Cerimônia de Outorga da Certificação de Entidades Um Tributo à Dr. Aluísio Máximo de Menezes e aos Promotores de Políticas Públicas para Primeira Infância. Este evento será realizado no Recanto da Lagoa Buffet.

PROGRAMAÇÃO DA 6ª SEMANA DO BEBÊ 

 

17/09/2018 – Segunda-feira

17h – Certificação a Entidades Promotoras de Políticas Públicas à Primeira Infância. Tributo a Dr. Aluísio Máximo de Menezes (In memoriam).

Local: Recanto da Lagoa Buffet;

18/09/2018 – Terça-feira

08h – Primeira Infância em Foco: Avanços e desafios das políticas públicas.

– Trabalho com Mídias Sociais.

– Temas: Registro Civil de Nascimento (Otoniel Fiúza); Aleitamento Materno (Ivo Leal); e Educação na Primeira Infância (Sônia Fortaleza);

– Dia de Lazer com as Crianças da Educação Infantil;

19/09/2018 – Quarta-feira

08h – Entrega de kits Natalidade às gestantes do Projeto Nascer com Dignidade.

Roda de Conversa sobre Registro de Nascimento.

Local: Secretaria de Assistência Social;

14h – Workshop – Medicina Materno – Fetal – Com Profissionais de Saúde

Palestrante: Dr. Everardo Guanabara.

Temas: I – Atualização em predição, diagnóstico e manejo da pré-eclâmpsia.

II – Restrição de Crescimento Fetal: Critérios atuais de Diagnóstico e Manejo.

III – Pré-Maturidade: Predição e Manejo.

Local: Secretaria de Assistência Social;

20/09/2018 – Quinta-feira

14h – Lançamento do projeto: Prevenção à Obesidade Infantil.

Local: Auditório da Secretaria Municipal de Educação;

21/09/2018 – Sexta-feira

08h – Círculo de Cultura Itinerante – Atividades lúdicas como meio de Desenvolvimento Infantil

Local: Centro Social Urbano – CSU;

22/09/2018 – Sábado

08h – Panfletagem: Registro de Nascimento é um Direito que dá Direitos.

Local: Polo de Lazer Antônio Alves Costa – Calçadão.

17:42 · 01.09.2018 / atualizado às 17:42 · 01.09.2018 por

 

 

 

O mês de conscientização sobre as doenças cardiovasculares, o Setembro Vermelho, é uma campanha nacional abraçada pela prefeitura de Cedro. Diversas ações programadas pela Secretaria Municipal de Saúde acontecerão a partir da próxima semana.  Atividades serão realizadas nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) para grupos de riscos (obesos, hipertensos, diabéticos, tabagistas e etilistas), além de caminhada no dia 12 de setembro, mostrando a importância da prevenção do AVC.

“Toda essa mobilização reforça a importância da mudança de hábito. Um simples gesto pode evitar doenças como hipertensão, infarto, acidente vascular cerebral (AVC), insuficiência cardíaca e doença arterial periférica. São 350 mil mortes a cada ano, só no Brasil, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS)”, reforça o prefeito e médico, Dr. Nilson Diniz.

No dia 12 de setembro os moradores participarão de uma caminhada percorrendo as principais ruas da cidade, além de atividades físicas. “Iremos levar informações sobre saúde para incentivar a mudança de hábitos, para que não tenhamos casos de AVC no município”, ressalta o secretário de Saúde Russel Sirius.

Cuide-se para viver melhor:

Fuja do sedentarismo – A prática regular de atividades físicas auxilia na perda de peso e fortalece os músculos, reduzindo as possibilidades de cardiopatias. E nem é preciso se tornar um grande atleta. Caminhadas regulares e a troca dos elevadores pelas escadas já ajudam.

Nada de cigarro – O tabagismo colabora para o aumento da pressão arterial, podendo causar lesões importantes nos vasos sanguíneos, aumentando as chances de ocorrência de infarto do miocárdio e Acidente Vascular Cerebral (AVC). Portanto, não fume.

Alimentação saudável – Cuidar da alimentação também é uma forma de cuidar do coração. A redução do consumo de gorduras saturadas, de sódio e a prevenção da obesidade são fundamentais para reduzir os riscos de doenças do coração.

Modere na bebida e esqueça o estresse – Quem procura ter uma boa saúde cardíaca também deve reduzir o consumo de álcool e combater o estresse. E não se esqueça de manter a hidratação do corpo, tomando muita água. Uma boa noite de sono também faz bem ao coração.

14:28 · 21.08.2018 / atualizado às 14:28 · 21.08.2018 por

 

 

Reunião com moradores definiu atendimento semanal. Foto de Augusto César

O prefeito de Várzea Alegre, Zé Helder, em reunião com a comunidade de Novo Jordão, no distrito de Naraniú, zona rural de Várzea Alegre, definiu atendimento de moradores, que era feito mensalmente.

A partir do mês de setembro, o atendimento passará a ser realizado uma vez por semana, tendo o posto de saúde da comunidade, que passará por reforma e funcionará como ponto de apoio para a equipe do PSF – Programa de Saúde da Família.

Na região de Novo Jordão, são 190 famílias com duas áreas de Agentes Comunitários de Saúde, sendo o segundo maior ponto de apoio do distrito. A Unidade Básica de Saúde de São Caetano assiste a 248 famílias o que justifica mais dias de atendimento.

A reunião contou com a presença do secretário municipal de Saúde, Ivo Leal, de Maria Angelita Ferreira da Silva – Assessora Executiva da Secretaria de Saúde, da enfermeira Ana Florença – Coordenadora de Atenção Primária em Saúde, dos ex-vereadores Joaquim Luiz e Dr. Luiz Luciano, e debateu com os presentes sobre o atendimento da saúde dos moradores. Segundo Ivo Leal, esse atendimento, que é feito uma vez por mês passará por mudanças.

11:33 · 09.08.2018 / atualizado às 12:39 · 09.08.2018 por

 

Médico ginecologista e obstetra, Gildivan Barreto, examina paciente. Fotos de HB

O Centro Microrregional Especializado de Atenção à Saúde Reprodutiva e Sexual (Cemear) da Secretaria de Saúde do Município de Iguatu ampliou a oferta de serviços, contratou médico infectologista e o Programa Municipal IST/AIDS e Hepatites Virais, hoje, é referência e modelo para o Ceará.

O Programa Municipal de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST)AIDS/hepatites agora oferta consulta especializada com infectologista, exames específicos e fornece medicamentos. Anteriormente, os pacientes precisavam se deslocar até Fortaleza para realizar consultas e exames especializados, mas a partir de 2017 essa realidade mudou.

As ações avançaram no Cemear, que dispõe de médicos infectologista, ginecologista, obstetra, mastologista e urologista. A unidade atende gestantes de alto risco, sexualidade reprodutiva feminina e masculina, mulheres com lesão uterina e disfunção mamária e homens com problemas de próstata e do sistema urinário. Foi implantado também o Serviço de Atendimento Especializado (SAE).
Há 11 anos que funciona em Iguatu o Cemear com oferta de consultas médicas especializadas, exames e cirurgia nas áreas de urologia, pré-natal de alto risco, ginecologia e mastologia. Entretanto, somente a partir de 2017 que um médico infectologista foi contratado, ampliando a oferta do atendimento e evitando o deslocamento de pacientes para outros centros de assistência como Fortaleza.

“Foram nove anos de funcionamento sem um médico infectologista e durante todo esse tempo os pacientes tiveram que se deslocar para Fortaleza em busca de exames e tratamento especializado”, observou o secretário de Saúde, Marcelo Sobreira. “Ampliamos os serviços, melhoramos a assistência e agora temos um programa que é modelo para o Ceará”.

Comodidade
Antes da contratação do médico infectologista, pacientes eram encaminhados para o Hospital São José, em Fortaleza para realização de exames especializados e consultas. “Os pacientes sofriam com o cansaço da viagem, às vezes tinham que retornar quando por algum motivo o médico não podia atender, além do desgaste emocional e do preconceito que sofriam”, frisou a enfermeira Alexandra Araújo Costa, coordenadora do Cemear.
A unidade de atendimento especializado oferece serviços de médico infectologista, enfermagem, assistente social e farmacêutico. Os pacientes dispõem de acompanhamento médico, realização de teste rápido para hepatites B e C, HIV, sífilis, orientações e distribuição de gel lubrificantes, medicamentos, além da realização de palestras educativas.
“A partir da contratação do médico infectologista, os pacientes não precisam ir mais a Fortaleza, para o Hospital São José”, frisou Alexandra Costa. “Isso significa qualidade de vida, atendimento na própria cidade, mais comodidade e discrição”.
O médico infectologista do Cemear, Ramiro Moreira Tavares, observa que 80% do atendimento na unidade referem-se aos casos de retrovírus HIV. Atualmente há cerca de 245 pacientes em atendimento regular.
No Ceará, existem 23 centros especializados, sendo 11 na Região Metropolitana de Fortaleza e 12 no Interior. Iguatu é um deles. Outros estão instalados em Crateús, Limoeiro do Norte, Crato, Juazeiro do Norte, Tauá, Brejo Santo, Sobral, Quixadá, Russas, Aracati e Cascavel.
A taxa nacional de detecção de AIDS em 2017 foi de 18,5 para cada 100 mil habitantes. Em Iguatu, no mesmo período, chegou a 38,8/100 mil/hab. Os dados locais mostram que o número de infectados é igual entre homens e mulheres, mas prevalece em 52% na faixa etária entre 20 e 35 anos.
O médico infectologista observa que houve crescimento nos índices de detecção referentes à terceira idade. “A maioria dos casos persiste entre jovens, homens que fazem sexos com homens, e muitas vezes associados ao uso de drogas”, pontuou Ramiro Tavares. “Muitos jovens não têm medo da Aids, talvez por não ser mais uma sentença de morte devido ao tratamento e, por isso, houve um afrouxamento dos cuidados preventivos”.
O Programa Municipal de IST/Aids e hepatites virais ainda faz a distribuição de medicamentos para outros municípios da região Centro-Sul do Ceará, funcionando como polo regional.
A realização de testes rápidos para HIV e sífilis conquistou o Selo de Qualidade concedido pelo Ministério da Saúde por meio de avaliação externa. A unidade e a enfermeira coordenadora, Alexandra Costa, obtiveram conceitos de aprovação e de excelência.
O Cemear funciona de segunda-feira a sexta-feira, pela manhã e tarde, na Rua Coronel Mendonça, próximo à Câmara de Vereadores. Os pacientes são encaminhados por meio das Unidades Básicas de Saúde (UBS), instituições privadas e há também a demanda espontânea.

Palestras e orientações ocorrem no Cemear
12:25 · 02.08.2018 / atualizado às 13:09 · 02.08.2018 por
Reunião de avaliação dos casos com técnicos e gestores. Foto de Augusto César

Técnicos do Ministério da Saúde, Bruna Dias, Sílvio Luiz e Fernanda Bruzadelli, da Secretaria Estadual de Saúde do Ceará (Sesa), Caroline Muniz e Tatiana Sousa e da Coordenadoria Regional de Saúde -20ª CRES/Crato – Lídia Maria, Yana Carla, Maria de Lurdes, Ana Florença e Marina Solano estão no município com o objetivo de colher informações e investigar casos suspeitos de glomerulonefrite.

Os profissionais estarão no município por aproximadamente 15 dias para apoiar a equipe municipal de Vigilância à Saúde nas investigações epidemiológicas sobre os casos suspeitos de glomerulonefrite com complicações renais e urinárias ocorridos em pessoas desta localidade.

Na ocasião foram discutidos alguns pontos estratégicos na saúde com a parceria das secretarias de Agricultura, Meio Ambiente e Infraestrutura e foi montada uma equipe de trabalho representada pelos três entes federados do Setor de Vigilância à Saúde – município, Estado e União e após o período de estudo será realizada audiência pública e divulgação de notas técnicas sobre a pauta relatada.

Segundo o secretário Municipal de Saúde, Ivo Leal, a preocupação se dá em razão de Várzea Alegre ter registrado muitos casos, em todos os bairros e em grande maioria na zona rural. Os casos tiveram aumento considerável no mês de abril deste ano quando pessoas deram entrada no Hospital São Raimundo com sintomas de inchaço, febre e inflamação de garganta.

A primeira ação, antes de acionar as equipes de Vigilância à Saúde, do Estado, da União e da regional foi uma avaliação local realizada pela coordenadora de Vigilância à Saúde, a enfermeira Lúcia Sousa, que verificou os prontuários dos pacientes e constatou aumento de entrada de pessoas com os mesmos sintomas no Hospital São Raimundo.

Ivo Leal disse que a partir do trabalho dessa equipe de investigação, certamente o município chegará a um resultado e a população será devidamente informada. Por enquanto, explicou o secretário, pouco ainda pode ser dito pelo fato da investigação epidemiológica está em andamento.

O secretário ainda tranquilizou a população, afirmando que há um monitoramento por parte da Secretaria de Saúde que já identificou que os casos de pessoas com sintomas glomerulonefrite estão diminuindo.

 

O que é Glomerulonefrite

A glomerulonefrite é uma inflamação do glomérulo, uma unidade funcional do rim formada por capilares, no qual ocorre a filtragem do sangue e, também, a formação da urina. Os glomérulos são responsáveis por remover o excesso de fluidos, eletrólitos e demais resíduos da corrente sanguínea e passá-los para a urina.

17:52 · 17.07.2018 / atualizado às 17:53 · 17.07.2018 por
Cidade de Cedro. Foto: Alyson Lopes

Para ampliar a constante busca pela melhora da educação no município, a Prefeitura de Cedro promoverá a III Conferência Municipal de Educação nesta quarta-feira (18). O encontro vai abordar temas de alta relevância, como: consolidação do Sistema Nacional de Educação (SNE) e o Plano Nacional de Educação (PNE), com ênfase sobre monitoramento, avaliação e proposição de políticas para garantia do Direito à Educação de qualidade social, pública, gratuita e laica, no contexto do Plano Municipal de Educação (PME).

O evento contará com a participação de professores, gestores, funcionários do setor público e privado de todas as etapas e modalidades de ensino, estudantes, mães, pais e responsáveis pelos alunos. “É importante colocarmos em pauta discussões que construam melhorias nessa área tão relevante para a sociedade. É preciso capacitação e novas ideias para que possamos avançar na educação, melhorando os índices e, principalmente, cuidando do bem comum” ressalta Dr. Nilson Diniz.

De acordo com a secretária de Educação de Cedro, Esmeraldina Bezerra, o objetivo é mobilizar toda a sociedade para analisar e discutir o Documento de Referência da 3ª Conferência Nacional de Educação (CONAE), buscando melhorias na educação de Cedro. “Será um momento de reflexão e construção, onde poderemos discutir uma educação de qualidade para o nosso município e também elencar nossas reivindicações para a Conferência Nacional”.

Serviço:
III Conferência Municipal de Educação
Local: Centro de Educação Profissional Ivens Dias Branco (Senac/Ce)
Data: 18 de julho de 2018
Hora: 7 h – Credenciamento

09:55 · 06.07.2018 / atualizado às 09:55 · 06.07.2018 por
Obras foram inauguradas em Várzea Alegre. Fotos de Augusto César

Em Várzea Alegre, a população do bairro Varjota foi beneficiada nesta manhã de quinta-feira, 5, com a inauguração de uma ‘brinquedopraça’ e de uma academia popular de saúde. Os dois equipamentos ficam na Praça Sérgio Ricardo Costa Carvalho. A solenidade movimentou a comunidade com a presença da primeira-dama do Ceará, Onélia Maria Leite de Santana.

A ‘brinquedopraça’ faz parte das ações do Programa Mais Infância Ceará, especificamente do pilar tempo de brincar, que constrói e revitaliza espaços públicos que garantam o direito da criança à brincadeira, em bons equipamentos.

Homenagem

A Prefeitura de Várzea Alegre homenageou a primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, outorgando para ela Menção Honrosa pela inauguração dos equipamentos públicos.

Onélia Leite Santana frisou a alegria por ver as crianças felizes recebendo a ‘Brinquedopraça’. No Ceará, 140 equipamentos já foram inaugurados. “O programa Mais Infância Ceará é muito envolvente, sendo um dos pilares a ocupação de espaços, beneficiando as crianças no seu desenvolvimento saudável”, disse.

A primeira-dama destacou que é importante investir na infância. “Criança precisa de lazer e brincando se desenvolve integralmente”, pontuou. Onélia Leite citou ainda a parceria com as prefeituras para a agilidade da construção dos equipamentos do Mais Infância Ceará, que empenhadas agilizam os processos, diminuindo a burocracia.

O prefeito de Várzea Alegre, Zé Helder, também afirmou estar feliz, porque recentemente recebeu o governador Camilo Santana (PT) para a inauguração do Centro de Educação Infantil – CEI Tia Luizinha, quando também ele anunciou novas obras como o Sinalize para o trânsito que já está acontecendo, recapeando o asfalto de várias ruas da cidade, a construção da miniareninha “Chapada”, que a Prefeitura já faz a terraplanagem do terreno e ainda o compromisso firmado pelo governador com a construção de um novo mercado público.

A academia popular de saúde vai permitir aos adultos a prática de atividades físicas perto de casa, sob orientação de profissionais.

O prefeito enfatizou ainda que essas ações são de construção da cidadania e que o seu governo e o governo do Estado são parceiros.

Participação

Participaram do evento o prefeito, Zé Hélder, o vice-prefeito Dr. Fabrício Rolim, a primeira-dama do município, Sônia Fortaleza, e a secretária de Assistência Social, Laura Maria Oliveira, Onélia Maria Leite de Santana, Luciene Rolim – secretária Executiva de Trabalho e Desenvolvimento Social do Ceará, Alan Salviano Lima (MDB) – presidente da Câmara Municipal de Vereadores dentre outros parlamentares, autoridades locais e líderes comunitários e políticos.

10:45 · 05.07.2018 / atualizado às 16:57 · 05.07.2018 por

 

Secretaria de Saúde de Várzea Alegre investiga casos de doença de insuficiência renal. Foto de Augusto César

Insuficiência renal, febre, dor de cabeça e no corpo, acesso de vômito. Esses são sintomas que acometeram pelo menos 29 moradores da cidade de Várzea Alegre, no Sul do Ceará, desde o fim de abril passado.

Os moradores da cidade de 38 mil habitantes mostram-se preocupados. Uma das vítimas, a agricultora, Maria Aparecida de Souza, contou que quando acordou estava toda inchada. “Ao me levantar vi que estava inchada, mas antes tive vômito, dor de cabeça, febre e dificuldade de urinar”, contou. A filha dela, Bruna Maria de Souza, 28 anos, vendedora, ficou internada por quase um mês teve que passar por hemodiálise.

A cabeleireira, Expedita dos Santos, também teve os mesmos sintomas e foi necessário fazer hemodiálise. “Ainda bem que já estou recuperada”, disse.

A secretaria de Saúde do município investiga os casos semelhantes, mas descarta inicialmente que seja um surto de leptospirose, doença causada pela urina do rato. “Estamos investigando caso a caso, acompanhando os pacientes, fazendo levantamento”, disse a coordenadora de Vigilância em Saúde, Maria Lúcia de Souza. “Estamos aguardando o resultado de alguns exames”.

Orientação 

A coordenadoria de Vigilância em Saúde visita os pacientes que foram acometidos pela doença com sintomas semelhantes. A maioria é mulheres entre 29 e 39 anos, adultos jovens, moradores da área urbana. “Só dois pacientes tiveram casos mais graves e foram internados no Hospital Regional do Cariri e passaram por hemodiálise”, disse Maria Lúcia de Souza. “Aguardamos resultados de alguns exames que foram realizados na unidade de Saúde”.

Alguns pacientes coletaram material que foram encaminhados para exame no Laboratório Central da Secretaria de Saúde do Estado (Lacen/Sesa). “Até o momento estamos sem conclusão, não identificamos a causa e o tipo de doença”, pontou a coordenadora de Vigilância em Saúde.

 A secretaria de Saúde do município continua monitorando os pacientes e pede aos moradores que se houver ocorrência de novos casos, os pacientes devem procurar a unidade de Saúde mais próxima e evitar a automedicação.

09:45 · 30.06.2018 / atualizado às 09:49 · 30.06.2018 por
Reunião de Planejamento

A secretaria de Saúde e as suas coordenações realizaram planejamento de ações para segundo semestre deste ano. A reunião contou com a presença das coordenadoras da Atenção Básica, Simone Firmo; Imunização, Mirella Maciel; Vigilância em Saúde, Marília Diniz. 

Na avaliação do gestor municipal, Dr. Nilson Diniz, o planejamento é essencial para que a população possa participar com efetividade das campanhas que a Secretaria de Saúde realiza. “O planejamento é importante para que possamos alcançar a população de forma positiva, é nosso papel cuidar cada vez mais da saúde de nossa gente”.

A coordenadora da Atenção Básica, Simone Firmo, reforça que as ações estratégicas ocorrem em parceria com as demais secretarias municipais e profissionais da área da saúde. “Definimos à agenda de tarefas e nosso objetivo é dar centralidade às ações de planejamento da gestão”.

Ações
O Julho Amarelo, mês de luta contra as hepatites virais, é a primeira ação. O dia “D” da campanha acontecerá na Praça Aristides Militão, em 23/07 às 8 horas da manhã, com testes de glicemias, vacina contra a Hepatite B e aferição de Pressão Arterial. A data contará com ações descentralizadas nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s), ofertando testes rápidos e palestras ministradas por profissionais na área da saúde.

Ainda em julho, a equipe do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), realizará, em 24 de julho, campanha de doação de sangue no Centro de Educação Profissional Ivens Dias Branco (Senac/Ce), de 8h às 15 h. “Iremos mobilizar à população para que todos possam partilhar um gesto de amor ao próximo. O Hemoce precisa de doações de sangue para continuar salvando vidas”, reforça o Secretário de Saúde, Russel Sírios.

O “Agosto Dourado” foca no aleitamento materno, com programação de palestras, kits, café da manhã e sorteio de ensaios fotográficos. Já o “Setembro Vermelho” tratará da prevenção das doenças cardiovasculares, com ações nas UBS’s para grupos de riscos (obesos, hipertensos, diabéticos, tabagistas e etilistas), além de caminhada no dia 12 de setembro, mostrando a importância da prevenção do AVC.

No “Outubro rosa” a Prefeitura realizará exames de mamografias na sede urbana e rural, palestras nas UBS’s e caminhada pelo centro da cidade, ainda em outubro, acontecerá a campanha de combate das Sífilis, com oferta de testes rápidos e palestras. Para encerrar o cronograma de ações deste segundo semestre, o “Dezembro Vermelho”, promoverá a conscientização sobre prevenção ao HIV e  AIDS.