Busca

Tag: violência


08:13 · 07.01.2018 / atualizado às 08:13 · 07.01.2018 por

Neste sábado, 6, por volta das 13h, no bairro Veneza, na cidade de Iguatu, o jovem, Ítalo da Silva Costa, 22 anos, foi atingido a bala. Segundo a vítima, dois indivíduos chegaram em uma motocicleta Honda Bros e o abordaram e em seguida o atingiram com uma coronhada na cabeça e o alvejaram com dois tiros.

Um tiro acertou o braço esquerdo e o outro atingiu a perna esquerda transpassando-a e lesionando a perna direita. A dupla fugiu em seguida. A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros ao Hospital Regional de Iguatu.

08:57 · 01.01.2018 / atualizado às 08:57 · 01.01.2018 por

 

Cidade de Tauá. Foto de Honório Barbosa

Responsável por articular, junto ao Governo do Estado, ações de reforço à segurança pública na região dos Inhamuns, como a implantação dos batalhões de policiais militares Raio e de Divisas, o deputado estadual Audic Mota, aponta para queda nos índices de violência em Tauá.

Conforme levantamento divulgado pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, a cidade registrou, durante este mês de dezembro, os menores índices de ocorrências em todo o Estado, relacionadas à Crimes Violentos Letais e Intencionais, que incluem os de Homicídio Doloso, Lesão Corporal seguida de morte e Latrocínio (CVLI), bem como aos Crimes Violentos contra o Patrimônio Patrimônioi (CVP).

Em relação aos CVLIs, não houve nenhum registro. Quanto aos CVPs, apenas 15.

08:44 · 01.01.2018 / atualizado às 08:44 · 01.01.2018 por

Duas horas antes da virada do ano, ocorreu um homicídio na cidade de Icó, na região Centro-Sul do Ceará. A vítima foi identificada por Raimundo Pequeno Landim, 53 anos, agropecuarista.

O crime ocorreu por volta das 22h na Rua Ilídio Sampaio, no Centro Icó, em frente a escola Lourdes Costa. Dois indivíduos armados e a pé, com arma de fogo tipo pistola .40 (cápsulas foram encontradas no local), caminharam em direção à vítima e efetuaram vários disparos.

Após o crime com característica de execução, os autores seguiram em direção a um beco próximo ao local do ocorrido, onde segundo populares, havia uma motocicleta a espera deles, e em seguida empreenderam fuga.

09:09 · 30.12.2017 / atualizado às 10:25 · 30.12.2017 por

 

Antônio Kleyton Bezerra de Almeida, preso, acusado do homicídio em Iguatu. Foto: VC Repórter/WhatsAPP

Um homem foi executado em um restaurante na cidade de Iguatu e o suspeito do crime foi preso. O fato aconteceu na noite desta sexta-feira, 29, por volta das 19h30, no restaurante Icavel, localizado na avenida Perimetral. A vítima, Francisco Antônio Peixoto de Souza, 39 anos, mais conhecido por ‘Sitônio’, foi atingido por dois disparos de arma de fogo.

A vítima correu em seguida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu, caindo, no estacionamento do Supermercado Lagoa, vizinho ao restaurante. O crime atraiu centenas de curiosos. Segundo a Polícia, Souza já respondia por furto.

Segundo informações do 10º Batalhão de Polícia Militar, sediado em Iguatu, a vítima estava bebendo no restaurante do Posto Icavel em companhia do autor do homicídio e de mais três amigos.

Antônio Kleyton Bezerra de Almeida, 34 anos, desocupado, que estava portando um revólver Taurus, calibre 38, com cinco munições – sendo duas intactas e três deflagradas – foi preso em flagrante, acusado de ser o autor do homicídio. Kleyton Almeida responde por vários procedimentos por roubo e porte ilegal de arma de fogo, e existia um mandado em aberto em desfavor dele.

A vítima e acusado estavam na companhia de Luiz Valdir Gomes Neto, 22 anos, que foi atingido na coxa esquerda, e de dois jovens identificados apenas por J. S. L., 25 anos, e A. F. P. L., 21 anos, agricultor (responde por posse ilegal de arma).

Para o delegado de Polícia Civil de Iguatu, Wesley Alves, o crime ocorreu em meio à discussão entre Francisco Antônio e Kleyton Bezerra. A Polícia via investigar o caso. Há uma suspeita de que Bezerra teria agido para acertar contas porque a vítima já teria matado ‘amigos, irmãos de cadeia’ do autor do assassinato.

Vítima correu, mas caiu morto no estacionamento do supermercado. Foto: VC Repórter/WhatsApp

 

08:58 · 24.12.2017 / atualizado às 08:58 · 24.12.2017 por

Por volta das 6 horas da manhã deste sábado, 23, o corpo de um jovem, identificado por Kenalti Deividy Guedes Lima, 18 anos, foi encontrado próximo ao cemitério local, no bairro São Vicente, em Cariús.

O corpo apresentava sinais de pelo menos duas perfurações aparentemente de arma de fogo, sendo uma na nuca e outra no pescoço. A vítima já tinha passagem na Polícia por homicídio e tráfico de drogas, segundo boletim do 10º Batalhão de Polícia Militar.

 

11:45 · 19.12.2017 / atualizado às 18:46 · 20.12.2017 por

 

‘Bugica’ foi morto na manhã desta terça-feira, 19. Foto: VC Repórter/WhatsApp

A violência crescente em Iguatu com crimes de execução continua. Foram registrados dois casos, nesta segunda-feira,18, à noite e na manhã desta terça-feira, 19.

O primeiro caso ocorreu por volta das 20 horas, no bairro Cohab II. A vítima foi identificada por Tiago Oliveira Alves dos Santos, 19 anos. Foi atingido por dois disparos de arma de fogo, um na região do peito e outro no braço.

Segundo informações prestadas por populares, um indivíduo em uma motocicleta Honda Biz se aproximou do local efetuando disparos contra a vítima e em seguida evadiu-se do local tomando rumo ignorado.

Policiais militares foram informados por funcionários do Hospital Regional de Iguatu acerca de um jovem de 23 anos, Ítalo da Silva Costa, mecânico, que teria dado entrada após ser atingido com um disparo de arma de fogo no pé direito.  Costa estaria perto da cena do crime de morte.

Execução nesta segunda-feira 

Na manhã desta segunda-feira, outro crime de execução foi registrado em Iguatu, no bairro Cocobó de Baixo. A vítima foi identificada por Antônio Íris Gomes Pinheiro, 19 anos, mais conhecido por ‘Bugica’, marceneiro. Segundo populares, dois homens chegaram em uma moto e efetuaram vários disparos contra ‘Bugica’, fugindo em seguida.

A vítima sofreu três disparos nas costas e um no braço esquerdo, tendo morte imediata.

Neste ano, foram registrados 33 crimes de homicídio. Neste mês de dezembro, são 7 casos. 

 

Presos dois por tentativa de morte contra casal de irmãos 

Ainda na noite desta segunda-feira, 18, por volta das 22h, dois jovens foram presos: Erick Rômulo de Menezes Fialho, o Leco, 21 anos; e Eilson Alves de Carvalho, conhecido por Dudu, 21 anos, foram presos sob a acusação de serem os autores dos disparos no bairro Cocobó de Baixo, em uma tentativa de morte contra Lucas Amaral de Araújo, 16 anos, estudante, e Maria Natália Amaral, 22 anos.

Com os acusados foram apreendidos dois celulares, uma motocicleta Honda CG Titan, cor azul, placa HWX-9580.

 

15:29 · 17.12.2017 / atualizado às 15:29 · 17.12.2017 por

O 10º Batalhão de Polícia Militar sediado em Iguatu registrou dois homicídios em Iguatu e um em Acopiara, nesta sexta-feira, 15. A violência é crescente no Interior do Ceará.

No bairro Cocobó, na Rua Cruzeiro do Sul, por volta das 21h, dois indivíduos que trafegavam em uma motocicleta, ambos armados de revólver, invadiram o estabelecimento onde ocorria uma festa privada, e efetuaram vários disparos contra dois homens que estavam no recinto.

As vítimas morreram no local e foram identificadas por Francisco Anderso Batista de Oliveira, 23 anos, (alvejado com quatro disparos – dois nas costas, um no tórax e um no braço esquerdo); Vanderson Rayuri Alexandre do Nascimento, 20 anos, que foi atingido com três disparos (um na cabeça, um nas costas e um no braço esquerdo).

Segundo populares, os infratores trafegavam em uma Bros de cor vermelha e ambos estavam armados de revólver. A Delegacia de Polícia Civil de está investigando o caso.

Acopiara

Em Acopiara, por volta das 19 horas, ocorreu um homicídio na Vila Lagoinha, área urbana. A vítima chegou a ser socorrida para o Hospital Municipal, mas não resistiu aos ferimentos (disparos que atingiram a cabeça), e morreu em seguida.

A vítima foi identificada por Netofar Ferreira de Oliveira, 57 anos, pedreiro, Natural de Acopiara.

07:49 · 07.12.2017 / atualizado às 07:49 · 07.12.2017 por

A onda de violência contra jovens permanece na região Centro-Sul do Ceará. Em mais um caso suspeito de envolvimento com drogas, o vendedor Hiugly Moreira Brito, 23 anos, foi assassinado na noite desta quarta-feira, 6, no bairro Areias, na cidade de Iguatu.

O crime ocorreu nas proximidades da Cozinha Comunitária. A vítima estava na moto, Honda Fan, placa NVB 2895, quando dois homens se aproximaram também em uma motocicleta, usando capacetes e efetuaram vários disparos, sendo que dois atingiram Hiugly Brito, na região do pescoço.

Policiais realizaram diligências, mas não encontraram os suspeitos. A vítima já tinha passagem como usuário de droga.

11:01 · 27.11.2017 / atualizado às 11:01 · 27.11.2017 por

Um homem foi morto a tiros e teve parte do corpo queimada, na cidade de Jucás, neste domingo, 26, por volta das 9h45, no bairro Alto do Thor. A vítima foi identificada por Eliézio Freitas que já tem passagem na Polícia por prática de crimes.

A Polícia não obteve mais informações e o rabecão do Núcleo de Perícia Forense de Iguatu se deslocou até o local e realizou a remoção do corpo para o IML.

20:23 · 21.11.2017 / atualizado às 20:23 · 21.11.2017 por

 

Audiência discutiu temas ligados à violência praticada contra a mulher. Delegada de Defesa e proteção da Mulher em Iguatu, Monique Teixeira, e bancada. Foto de Honório Barbosa

A violência praticada contra a mulher foi tema de audiência pública realizada na Câmara Municipal de Iguatu nesta terça-feira, 21. A reunião faz parte da mobilização nacional que prevê 16 dias de ativismo e atendeu a uma solicitação do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM).

No próximo 25 de novembro, será comemorado o Dia Internacional de Não-Violência contra a Mulher, instituído em 1999, pela Organização das Nações Unidas (ONU). Em Iguatu, haverá mobilização na Praça Gonçalves de Carvalho (Caixa Econômica).

As participantes do evento defenderam a criação de uma secretaria municipal da mulher ou de uma coordenadoria de políticas públicas ligadas à luta de valorização e proteção da mulher, a criação de um juizado especializado e o funcionamento aos fins de semana da Delegacia de Proteção e Defesa da Mulher.  

A presidente do CMDM, Francisca Saraiva, destacou a importância da audiência pública para sensibilizar autoridades locais e a população sobre a importância da mobilização. “Lutamos por igualdade, contra os preconceitos e incompreensões e queremos chamar a atenção da sociedade para esse grave problema que é a violência praticada contra a mulher”, pontuou.

Os dados mostram um crescimento de atos de violência. Observe:

Em 2016 – Inquéritos policiais foram 60; boletim de ocorrência, 373;

Em 2017 – Inquéritos policiais foram 121; boletim de ocorrência 387.

A psicóloga, Jéssica Queiroga, destacou o funcionamento do Centro de Referência da Mulher. “Está equipado e temos uma equipe completa de trabalho”, frisou.

A professora do curso de Direito da Universidade Regional do Cariri (Urca), Unidade de Ensino de Iguatu, Iasmine Saraiva, destacou a importância de criação de uma Casa Abrigo. “A mulher que é vítima de violência no lar, do companheiro, marido, não tem para onde ir e precisa de um abrigo provisório”, defendeu.

Iasmine Saraiva mostrou que em 2015 houve registro de 18% de casos de violência contra a mulher no Brasil e em 2017, saltou para 29%.

O padre Anastácio Ferreira trouxe um olhar bíblico e cristão para a questão da necessidade do respeito, da igualdade entre homens e mulheres e pediu a luta de todos contra formas de degradação da mulher. “O agressor destrata, elimina a auto-estima, deixa a mulher inferiorizada, e lamentavelmente existem muitos casos de violência nos lares”. O sacerdote afirmou e tirou aplausos da plateia: “lugar de mulher é onde ela quiser”. 

A delegada de Proteção e Defesa da Mulher, Monique Teixeira, defendeu a necessidade de construção de novos valores na sociedade. “O problema da violência contra a mulher é sério e diz respeitos a todos nós”, pontuou. A secretária de Ação Social, Eliane Braz, destacou as ações da administração no apoio ao funcionamento das instituições e equipamentos sociais  ligados à proteção e promoção da mulher.

O presidente da Câmara, Mário Rodrigues, destacou a importância do debate e as reivindicações apresentadas durante a audiência. “Foi um debate enriquecedor e creio que algumas das propostas podem ser implementadas”, disse.